Home Artilharia Antiaérea Rússia receberá mais seis sistemas S-400 Triumf

Rússia receberá mais seis sistemas S-400 Triumf

5664
61

S-400 Triumf-02

MOSCOU, 28 de junho – A Força Aeroespacial Russa planeja receber mais seis sistemas de mísseis antiaéreos S-400 Triumf de longo alcance este ano, informou a agência de notícias TASS.

“A indústria está se aproximando dos montantes previstos, e, portanto, este ano receberemos seis sistemas S-400, e no próximo ano o a quantidade seria semelhante,” disse o comandante em chefe coronel-general Viktor Bondarev citado pela Tass. “Nós temos tudo que é necessário para proteger as nossas fronteiras aéreas.”

Bondarev disse que o sistema S-400 tem provado ser altamente confiável dentro das unidades militares. O S-400 Triumf é a versão mais recente de um sistema que entrou em serviço em 2007.

Ele é projetado para destruir aeronaves, mísseis de cruzeiro e balísticos, incluindo ameaças de mísseis de médio alcance.

Os S-400 também podem ser utilizados contra alvos terrestres. Ele pode ser usado para atingir alvos a 250 milhas de distância e a uma altitude de 18 milhas.

FONTE: UPI

61
Deixe um comentário

avatar
61 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
23 Comment authors
M.ALeodonitz123Alfa BR_RR_ Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leo
Visitante
Leo

Alvos terrestres?
Mestre Bosco, diga se isso é verdade.
Segundo as expectativas ainda este ano veremos o S-500.

Marcos A.
Visitante
Marcos A.

Nossa vei, que sistema esse da foto em! Ah se eu pudesse…

bosco123
Visitante

Leo, É a primeira vez que vejo isso. Não é impossível já que um míssil sup-ar se não for programado para se auto-destruir ele uma hora cai no chão e tendo bateria que suporte todo o tempo e uma orientação adequada sem dúvida pode ser utilizado contra alvos no solo. Aliás, o Standard SM-6 pode fazer isso contra navios e alvos no solo, nesse último caso utilizando o sistema inercial e GPS. Apesar de ser possível até maiores informações eu acho que é uma informação equivocada porque desconheço que algum míssil utilizado pelo S-400 tenha navegação por satélite e/ou um… Read more »

João Augusto
Visitante

O que é que os caras estão vendendo mesmo? Parece que estava no plano secundário da foto…

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Gente adorei este sistema, o Brasil poderia comprar uns 20, assim mesmo de salto alto!!!!

Leo
Visitante
Leo

Bosco obrigado
Os mísseis do sistema S-400 são de radar ativo ou semi – ativo?
O S-400 pode receber localização de alvos de aviões ou outras estações de radares?

Pangloss
Visitante
Pangloss

Marcelo Andrade 30 de junho de 2016 at 11:06

Também achei o sistema bom, mas creio que a Rússia tem coisa muito melhor para oferecer ao mercado.

Como? Ah, a matéria é sobre mísseis… Pensei que fossem misses.

Emerson R.B
Visitante

Se eu comprar agora a Loira vem junto??=p

Space Jockey
Visitante

A mulher da foto vem inclusa no pacote ??

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Essa foto é um espetáculo!!!!!! 🙂 hehehehe

Bosco
Visitante

Leo,
Radares de vigilância são interligados, inclusive com o AWACS, formando uma rede coesa. Agora se é possível um radar “remoto” controlar o míssil ou iluminar o alvo no modo cooperativo eu não sei, possível é.
O SM-6 faz isso com o E2-D. O navio lança e o avião AEW entra no circuito para guiar o míssil que tem orientação por radar ativo na fase terminal. Esse método é utilizado contra alvos abaixo do horizonte radar do navio.

Jodreski
Visitante
Jodreski

Essa loira apanhou de remo? Pô eu sou brasileiro, como um bom brasileiro eu exijo bateria completa: cuica, pandeiro e cavaquinho!

Leo
Visitante
Leo

Obrigado bosco
Agora diga o que achou da loirinha, em matéria de mulher os russos tem equipamentos similares ou superior aos ocidentais? RS kkkm

Bosco
Visitante

Eu gosto das magrelas!!! rrsss

Bosco
Visitante

Acho as mulheres russas maravilhosas.

Eduardo Pereira
Visitante

Não sei se perceberam mas há uma outra loira de costas ao fundo, basta olhar para o salto da criança !!!

Space Jockey
Visitante

“apanhou de remo” KKKKKkKKK !!!
Na verdade acho que o Brasil tem produtos tão competitivos quanto estes, a disputa seria grande…

Blind Mans Bluff
Visitante

A noticia era bem fraca, mas colocaram uma russa pernuda de minisaia na foto…. tive que entrar pra ver…

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Bosco, as magrelas altas e loiras da Rússia são preferência de 8 em cada 10 homens mundo afora. E eu tbm estou nesses 8 aí! 😉 kkkkkkkk

theogatos
Visitante

Gostei da foto!!! O avião compôs bem com os foguetes… heheheheh…
.
Sou gordinho, mas também estou entre os 8 e gosto das magrelas, ainda que com bons recheios… Mas não sou fresco a ponto de virar a cara para as que têm mais gostosura não!
.
Sds.

Marcos Gilbert
Visitante
Marcos Gilbert

Isso de vermelho é que é um sistema eficiente de contra-medidas para misseis SAMs

Abraços

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Bosco!
Tiro balístico foi realizado desde S-75, S-125 e ate S-400.Somente S-200 nao sabia fazer isso.
A distancia neste caso varia mas sempre bem próximo de valor declarado para nomenclatura de míssil (80-400 km dependendo do sistema).Ja a eficiência disso é questionável .Mas que faz essa presepada – faz.
Exemplo:
new.vk.com/video70350238_140343870 (colocar https:// antes de link )
E sim , mulheres de la sao lindas! Muitas parecem com gatas de RS e SP.
Um abraço!

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Será que o irã recebe esses mísseis antes de Israel receber seus F-35 ?

bosco123
Visitante

Scud, Esse vídeo que você postou é interessante mas muito estranho. Os alvos estavam a poucos quilômetros (uns dois ou três no máximo). Mísseis sup-ar são empregados a longo tempo contra alvos na superfície. Por exemplo, os Standards e Sea Sparrow são utilizados desde sempre contra navios. Também mísseis sup-ar de curto alcance sempre tiveram capacidade contra alvos em terra, como o Roland, Crotale, Adats, Starstreak, etc. O que nunca tinha visto ainda era mísseis sup-ar de grande alcance lançados do solo contra alvos no solo, embora tenha consciência que cada vez isso será mais comum com a adoção de… Read more »

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Bosco!!
Ta estranho nao 🙂 ..
Declaradamente S-400 faz de 5 a 60 km para um alvo tático (tiro balistico),Velocidade de missil – mais de 2000 m/s.É so contar o tempo …
Subjetivamente (no olhar de artilheiro cego) – pareciam uns 10-12km.Conforme a nuvem de explosão – talvez um pouco mais.
E lembrem que são que 20000 estilhaços naquela brincadeira!
Um abraço!

bosco123
Visitante

Scud, Baseado no alcance máximo divulgado do sistema contra alvos aéreos, de 250 km, seria crível um alcance contra alvos em terra de uns 400 km. Para ter algum valor baseado na ogiva ele teria que pelo menos ter um sistema de navegação de precisão por satélite, o que não acredito que tenha. Utilizando só um sistema inercial seria pouco eficaz. O vídeo informa que é um sistema S-400 mas na verdade não dá pra ver se é. Utilizar um míssil de milhões de dólares como se fosse um sistema de foguetes múltiplos é uma completa insensatez. Pode ser um… Read more »

bosco123
Visitante

Como disse acima se um míssil sup-ar não for programado para se autodestruir ele uma hora há de cair no chão. Não podemos dizer que uma arma tem dupla função se além de ser antiaérea também pode ter seu ponto de impacto com o solo mais ou menos calculado. Isso não é ser uma arma com dupla função, é só utilizar uma arma de forma indevida. Há de se saber quais são as características de alguns dos mísseis do sistema S-400 que o habilita a ser uma arma sup-sup: teria um sistema inercial altamente preciso? teria um sistema de navegação… Read more »

Fabiano
Visitante
Fabiano

400km de alcance,sinistro mesmo.
Quem dera tivéssemos algo similar,parabéns aos Russos.

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Bosco! Se parar video no 0:27vai ser facil de identificar o “bichinho” do genero S-300/400. Sobre Missil. Limite de 60km declara-se devido a “visibilidade” dentro da curvatura da nossa mãe Terra (se estiver com algum tipo de indicador de alvo tipo A-50 – será bem mais que isso). Navegação inercial pelos dados de radar na primeira parte de trajeto e semi-ativo no final.Alvos com irradiação de RF (radares??) são alvos primários.Porem , como maioria dos “carros dos comandantes” possuem tal de irradiação RF – sabe de que se trata 🙂 . Valor. Acredito que quando se trata de algum… Read more »

bosco123
Visitante

Fabiano,
Não há comprovação que o sistema S-400 consiga atingir alvos aéreos a 400 km. O míssil que foi divulgado com essa capacidade, o 40N6, nunca foi anunciado como estando operacional. O alcance máximo mais realista seria de 200 a 250 km.

bosco123
Visitante

Scud,
Observei que no segundo míssil dá pra ver que ele “ignita” o motor depois de lançado, o que é característico dos mísseis do S-300/400.
Quanto ao sistema de orientação ainda não me convenci. Pra mim ele deve utilizar o sistema inercial com correção via radar na fase intermediária. Mas desconheço a utilização de radares centimétricos, seja ativo ou semi-ativo, contra alvos no solo.
Mas como esse assunto me interessa eu vou dar uma boa pesquisada nas fontes russas já que pra mim isso foi uma baita novidade na capacidade dos mísseis sup-ar russas.
Um abraço. .

Fabiano
Visitante
Fabiano

Bosco fiz varias pesquisas e a maioria delas citam os 400km, agora se tem ou não só o fabricante do armamento pode provar,pela criação do mesmo.
Até lá fico com a maioria.
Grande abraço.

bosco123
Visitante

Fabiano,
Beleza!
Seguir a maioria não é exatamente o melhor método do ponto de vista científico para se chegar à uma conclusão sobre qualquer questão mas é tão válido quanto qualquer um.
Um abraço.

ScudB
Visitante
ScudB

Amigos Fabiano e Bosco! Alcance máximo dos complexos S-xxx sempre foi um dado meio que “estimado”.E depende muito do tipo do alvo , altitude , velocidade e trajetória.Pro exemplo , míssil 5B28 tem declaradamente um alcance de 255km.Mas em 2001 “conseguiu” abater um Tu-154 numa distancia mais de 300km.O comentário do fabricante foi : estamos garantindo 255km mas TECNICAMENTE em algumas condições pode chegar nos 300 ou mais km. No caso de S-400 não é diferente.Alcance máximo contra alvos lentos , indo pelo trajeto reto , numa altitude de 1-10 mil metros PODE ser alcançado pelos mísseis atuais ja no… Read more »

Fabiano
Visitante
Fabiano

Obrigado pelo compartilhamento de ideias Bosco e ScudB.
um abraço!

Jodreski
Visitante
Jodreski

Discussão ficou boa e bem técnica no final,gostei!
Só não gostei que paramos de falar da loira, se o míssil pode ser usado em dupla função, nossos comentários tb podem!

Jorge F
Visitante
Jorge F

Acho que os novos sistemas anti aéreos vão, em futuro breve, dar uma nova dimensão quanto aos principais protagonistas da defesa aérea.

donitz123
Visitante

Off topic: Hind russo sendo abatido na Síria.
https://www.youtube.com/watch?v=j2yOMPeTXEs

Fabiano
Visitante
Fabiano

Já pensou o Brasil com Pantsir S1 e S400,teríamos umas das melhores defesas anti aéreas do mundo.
Sonhar não custa nada.

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Donitz!
Vi ontem a noticia na net.Se trata de um heli sirio.Os russos não tem MI-25 la.
Agora os pilotos sao russos sim.Falam que precisava-se urgentemente dar cobertura. Como resultado os “sandalheiros” foram dizimados mas na volta para base o helicóptero foi abatido (emboscada). Especula-se que foi um TOW. Mas pessoalmente não acredito .Ta mais para um MANPAD ou ZU-23.
Um abraço!

donitz123
Visitante

ScudB!
.
Se foi emboscada então quer dizer que os russos estão usando sempre as mesmas rotas de inserção e saída o que é uma péssima ideia. O Iraque andou perdendo muitos helos desta forma até que os americanos mostraram o erro para eles.
.
Agora estão dizendo que pode ter sido um foguete defeituoso que causou a queda.
Veja a imagem:
comment image

bosco123
Visitante

Eu sou mais a tese que foi um foguete defeituoso. Não foi fogo antiaéreo. Em relação ao TOW ele até pode atingir helicópteros pairados mas não seria possível ele atingir um helicóptero naquela velocidade.

ScudB
Visitante
ScudB

C-8 nao pode causar destruição na cauda e/ou rotor traseiro.
Ja um tiro (míssel) vindo de tras na direção de escapamento (MANPAD ?) encontra na linha de tiro o eixo do rotor de cauda.Como se trata da versão antiga o sistema de contramedidas Vitebsk/President na estava sendo “protegendo” a maquina.
Vou dar uma olhada e confirmo mais tarde..
Em relação de emboscada : como tem poucas bases aéreas Sírias é possível ter noção o trajeto de volta.
Um abraço!

_RR_
Visitante
_RR_

Bosco123,
.
E se fosse uma situação na qual o helicóptero estivesse vindo de frente ou recuando em relação a posição do atirador…? Creio ser factível, visto o helicóptero, nessa situação, ser apenas mais um “ponto fixo” no visor do atirador…

bosco123
Visitante

RR,
Teoricamente é possível. Teria que ter a conjunção de muitos fatores pra dar certo más deve ser possível, embora improvável de ocorrer.

_RR_
Visitante
_RR_

Doenitz, Scud, . Aparentemente, o helicóptero estava realizando um ataque com os foguetes ( talvez houvesse localizado uma posição na volta ). Mas a explosão que o derruba claramente ocorre na cauda. Como um foguete do próprio helicóptero poderia derruba-lo dessa forma…? Penso ser muito difícil que um defeito o fizesse manobrar e acertar o helicóptero dessa forma. Até se poderia pensar que um foguete se desintegrou ao sair do tubo como consequência da destruição de seu motor e que fragmentos acertassem o helicóptero, mas causar uma explosão assim e justo na cauda…? . E acredito que um Igla, ou… Read more »

Alfa BR
Visitante

Se os amigos prestarem atenção, perceberão um rastro de fumaça indo em direção a explosão (um míssil?):

http://compressjpeg.com/files/2828l95e75txnqau/o_1anbpf9kfdsl10a313cl1irl15pqa/original-m8kg.jpg?shkx

ScudB
Visitante
ScudB

Bom , ja tem os nomes dos pilotos : Col. Khabibulin (extremamente experiente , comandante de regimento ) e Ten. Dolgin.
Duas versões estão em analise “não oficial” : falha no lançamento (míssil travou e acelerador de pólvora foi jogado na direção de rotor de cauda) ou “fogo amigo” (isso devido a trajetória do wingman esta um pouco acima da mesma do líder).E sim , estão falando sobre Mi-35M recém vendido para Síria.
A versão oficial (onde se fala do Mi-25) continua mesma e deve ser ignorada por enquanto 🙂 ..
Um abraço!

donitz123
Visitante

Eu não creio que fosse um Hind sírio. Estes helos estão no osso e existem relatos de dois praticamente se desintegrando por problemas de vibração. Não creio que pilotos russos aceitariam voar nestes “caixões voadores” especialmente em missões de combate.

Leo
Visitante
Leo

Era uma versão de exportação do mi-24 notem que os trem de pouso estão recolhidos, e creio que foi algum míssil a explosão é justamente no rotor da cauda. E segundo os russos o helicóptero é da Síria, os pilotos russos estavam testando ele.