Home Ministério da Defesa Ministro diz que segurança na Rio-16 será revisada após atentado em Nice

Ministro diz que segurança na Rio-16 será revisada após atentado em Nice

2355
17

EB no Rio

ClippingO ministro da Defesa, Raul Jungmann, declarou nesta sexta-feira (15) que o atentado que matou mais de 80 pessoas na cidade de Nice, no sul da França, deve promover um arrocho nas medidas de segurança para o público durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro. E que isso pode causar transtornos ao público que irá aos eventos.

“O atentado em Nice preocupa a nós também. Acompanhamos todos os fatos e tiramos algumas lições. Vamos ter que revisar procedimentos, ampliar barreiras, as revistas, vamos ter que ter uma segurança muito mais rígida. Infelizmente isso pode ser uma dificuldade a mais e um transtorno para as pessoas, mas é para o bem e para a segurança delas”, afirmou o ministro, em entrevista à rádio CBN.

O ministro fez questão de reafirmar que o Brasil está se cobrindo de todas as medidas exigidas pelas autoridades para garantir a segurança da Rio-2016.

“Estamos cumprindo com todos os encargos do COI para defesa e segurança, as Forças Armadas Brasileira estão com um trabalho de planejamento de três anos, nós temos uma parceria com as principais agências de inteligência do mundo todo. A Olimpíada do Rio terá o primeiro centro internacional de inteligência, já estão credenciados representantes de 106 países, que vão estar neste centro, além de nós mesmos termos um centro integrado de contra-terrorismo. Todas as providências que nos foram demandadas, nos estamos fazendo”, assegurou Jungmann, que está no cargo desde maio, quando o vice-presidente Michel Temer assumiu interinamente a presidência da República.

Veja medidas tomadas pelo Governo para evitar ataques terroristas

O Governo Federal tem tomado uma série de medidas para evitar que ataques terroristas atrapalhem a realização dos Jogos Olímpicos, especialmente após os atentados ocorridos em outros países.

6 mil agentes da Força Nacional de Segurança Pública foram destacados para realizarem a proteção da população e dos turistas que virão ao estado acompanhar o torneio. Além disso, um gabinete especial voltado ao combate e prevenção foi criado para monitorar possíveis situações de risco.

Composto por militares do Exército, Marinha e Aeronáutica, o gabinete irá centralizar todas as informações sobre ameaças à Olimpíada. Os dados serão compartilhados por agências de inteligência de outros 97 países para que a contenção e monitoramento de ameaças seja mais eficiente. Uma base de dados dos Estados Unidos sobre terroristas também será disponibilizada para que o Brasil faça um monitoramento abrangente de possíveis ameaças.

Outra medida tomada para garantir a segurança do torneio foi a criação de um centro policial colaborativo, em que agentes de mais de 50 países irão ajudar a monitorar possíveis ocorrências. Especialistas de países como Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e Espanha estarão trabalhando diretamente neste centro antiterrorismo internacional criado pelo Brasil.

FONTE: UOL

17
Deixe um comentário

avatar
17 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
14 Comment authors
Tadeu MendesHUGO MAIAMatheusRoberto Bozzoby Mauro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jorge Knoll
Visitante

Nossas FFAA se prepararam para um tipo de abordagem, agora terão que fazer uma reengenharia, melhor distribuir as forças, prever a colocação de blocos de concretos, proteger melhor eventos olímpicos e não-olímpicos que acolham aglomerado de pessoas e turistas que visitarão o RJ, inclusive, na orla marítima, a fim de evitar que o massacre de Nice se repita no Rio.
Não está descartado que tenham que mobilizar maior número de militares, além do previsto nop projeto original.

johnatan warp drive
Visitante

algo me diz, que se quiserem atacar o Brasil de maneira direta, nao farao durante as olimpiadas devido ao grande esquema de segurança, farao apos as olimpiadas quando a inteligencia brasileira estara acomodada !

Marcos Gley Rodrigues Ferreira
Visitante
Marcos Gley Rodrigues Ferreira

Uê, a cada novo atentado no exterior a nossa segurança e revisada?? Não era previsto isso???

Rogério Barcelos Midão
Visitante

Quanto mais segurança Melhor!!! Temos que aprender com os atentados de outros países!!!

kfir
Visitante
kfir

Ou seja, não estavam preparados para o pior…vai ser necessário muita gente armada…

EParro
Visitante
EParro

Revisar planejamento é a prática mais recomenda para a obtenção de sucesso em uma ação. Aliás, planos “completos”, planos “infalíveis”, normalmente fracassam grosseiramente.

glaxs7
Visitante

O treinamento Antiterrorista, tanto pra Copa do Mundo como Pras Olimpíadas foi feito a partir de 2010 nos EEUU por parte da SWAT e no Chile por parte do GOPE. O Oficial que fez o treinamento era tenente do BOPE naquela época. Ao retornar ao Brasil assumiu como Chefe Antiterrorista. Hoje não sei qual a graduação dele mas sei que o nome dele era Marco Antônio de Souza. Acho que nesse treinamento foram previstas variadas situações de ataque pras quais deverá estar preparado.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Em vez de criar uma Vila Olímpica isolada do resto da cidade, onde seria mais fácil fazer segurança e causar o mínimo de transtornos à população, o plano das Autoridades à época foi o de “integrar olimpicamente a cidade e a população numa grande festa”. Ninguém pensava em segurança, o tom era dado pela Velha que declarava que devia-se “conversar com os terroristas” e abrir as fronteiras.
O sinal da desorganização é a humilhação que a Força Nacional passa.
O Rio estará sob Estado de Sítio não-declarado.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

A tática usada em Nice foi “perfeita”. Passou Eurocopa, a festa de 14/07 de noite já estava avançada, o aparato de segurança mesmo que não tenha sido diminuído já estava cansado, relaxado, tudo ia acabar naquela noite… aparece um maluco de surpresa de caminhão do nada. E olha que estamos falando de um país com Polícias estruturadas e Forças Armadas profissionais. Aqui a Organização ainda arrumou 450.000 camisinhas (o triplo de Londres-2012) pro pessoal se divertir durante e depois dos Jogos, em vez de enfiar as delegações pra fora no apagar da pira olímpica, o que mostra a seriedade com… Read more »

kfir
Visitante
kfir

ANDEI por copa e arpoado Ipanema,, nao gostei da segurança…estao fazendo M.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Cúmulo da bagunça : Prefeito do Rio pediu, e conseguiu, trazer o jogo Pokemon-Go, e ainda chama o povo do mundo todo pra vir jogar aqui… fala sério…

Isaque freitas
Visitante

Essa foto foi no meu bairro o bairro da penha

by Mauro
Visitante
by Mauro

Cara o prefeito do RIO declarou a falta da segurança dentro do estado, fala que o governo do estado não esta cumprindo com suas obrigações em entrevista internacional, vai entender briga de cachorro grande. Irei ficar no meu barraco em sima da lage vendo pau peia comer na pista. Sera que poderei jogar Pokemon aqui? O prefeito deve curti muito Pika-Pika Pikachuuuuuu.kkkkkkkkkkkkkk

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo
Matheus
Visitante
Matheus

Não vejo isso como insegurança. Acredito que melhorar a segurança após perceber um risco maior traga mais confiança.

HUGO MAIA
Visitante
HUGO MAIA

A grande questão é que tudo isso deveria ser uma questão a ser tomada principalmente pelas polícias, não pelas forças armada.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

O FBI e o MOSSAD já estão no Brasil he algum tempo.

A NSA também está monitorando as informações dentro e fora do Brasil.

A possibilidade de um atentado é muito grande.