quinta-feira, outubro 21, 2021

Saab RBS 70NG

Ucrânia celebra 25 anos de sua independência com um desfile militar em Kiev

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

T-64BM_Bulat_of_the_Ukrainian_Army
T-64BM Bulat do Exército Ucraniano

A Ucrânia celebrou nesta quarta-feira os 25 anos de sua independência com um grande desfile militar em Kiev, enquanto o país segue afundado em um conflito armado com os separatistas pró-russos no leste. Milhares de ucranianos (em sua maioria vestidos com a camisa bordada tradicional, a “vyshyvanka”) se reuniram no centro da cidade para assistir ao desfile, no qual, ao contrário do ano passado, houve tanques e blindados. Muitos espectadores agitavam a bandeira azul e amarela da Ucrânia na avenida principal de Kiev até a Praça da Independência, mais conhecida como Maidan, símbolo da revolta pró-europeia que levou à queda do governo pró-russo do ex-presidente Viktor Yanukovich em 2014.

O desfile começou por volta das 10h00 (04h00 de Brasília) com o hino ucraniano e 4.000 pessoas participaram. “Após mais de dois anos de guerra, é possível dizer que o inimigo não alcançou seus fins estratégicos. Não colocou a Ucrânia de joelhos”, afirmou o presidente ucraniano, Petro Poroshenko. “Com este desfile, nossos sócios ocidentais recebem o sinal de que a Ucrânia é capaz de se defender sozinha, embora ainda peça apoio”, acrescentou.

Depois do desfile, foi realizada a “Marcha dos Invictos” na avenida principal de Kiev, com voluntários, médicos e combatentes que participaram do conflito no leste. Também desfilaram familiares de vítimas. A Ucrânia é palco há dois anos de um conflito entre suas forças armadas e os separatistas pró-russos que, segundo Kiev e os países ocidentais, contam com apoio militar da Rússia. Moscou desmente esta informação. Esta disputa deixou mais de 9.500 mortos desde sua explosão, em abril de 2014. Apesar de várias tréguas, os confrontos prosseguem. A Ucrânia proclamou sua independência da União Soviética em 1991 após o golpe de Estado frustrado de uma facção do partido comunista soviético em Moscou.

FONTE: AFP

- Advertisement -

36 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Isaque freitas
5 anos atrás

Haha, esses vão ser usados como bucha de canhão pelo seu ” sócios ocidentais”

Ricardo
Ricardo
5 anos atrás

Isso aí já foi o segundo país mais poderoso do bloco soviético. Hoje não aguenta nem um único regimento russo como acorreu no único da guerra quando foram moídos pelo exercito russo. estão virtualmente falidos e dependem do FMI que prometeu várias parcelas do empréstimo de 17 bilhões, mas até hoje só pagou 2 parcelas, tamanha é a chance de também levarem calote.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
5 anos atrás

T-64 , precursor do T-80 e T-90 russos. A Ucrânia depois da dissolução da URSS, desenvolveu atualizações para o T-64 como os apresentados no video, com blindagem reativa e novos sistemas de mira. Os caras ainda tem o Oplot (T-84) mas acho que as restrições orçamentárias, fizeram o projeto não passar de menos de dez unidades adquiridas pelo exército ucraniano. O Paquistão conseguiu receber 200 antes do embargo russo. Infelizmente para a Ucrânia ela como nação nunca passou de um anteparo para Moscou contra seus agressores e de celeiro … para os Nazis e a URSS. Elea tem muito pouco… Read more »

junior
junior
5 anos atrás

Mobiliza isso tudo para a área de conflito e acaba de uma vez com os russos, não, quero dizer rebeldes rs

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

OFF – O governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram nesta quarta-feira (22) que chegaram um acordo de cessar-fogo bilateral e definitivo, que é um primeiro passo para colocar fim ao conflito armado, segundo a Associated Press. O conflito, considerado um dos mais longos do mundo, marcou gerações e deixou mais de 220 mil mortos. Os combates também obrigaram milhões de campesinos a se deslocar desde o início das hostilidades, em 1964.
Matéria completa em http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/06/colombia-e-farc-anunciam-acordo-de-cessar-fogo-bilateral-e-definitivo.html

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu nesta quinta-feira (25) que seu país será “parceiro” da Colômbia no processo de paz, ao afirmar que o histórico acordo entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) mostra que o “compromisso sustentado pela diplomacia pode superar inclusive os conflitos mais complicados”. “Ao marcar o final de uma era de guerra, reconhecemos que o trabalho de conseguir uma paz justa e duradoura só está começando”, destacou Obama, em comunicado divulgado pela Casa Branca. Obama havia parabenizado na quarta-feira por telefone o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, pelo acordo… Read more »

Leo Neves
Leo Neves
5 anos atrás

Junior
Nem o dobro disso consegue acabar com as forças pro – Russia no leste…

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Amigo Claudio!
Algumas observações.
T-90 tem pouca coisa a ver com T-64.É outra escola , outra visão , outro conceito..
Ja em relacao do Oplot e contrato com Paquistão acredito que a negociação sobre 300 unidades esta bem longe de ser finalizada e definida. Além do exercito ucraniano so os tailandeses conseguiram comprar umas 20 maquinas. E ainda com grandes atrasos na entrega..
Um abraço!

Carlos Campos
Carlos Campos
5 anos atrás

coitada da Ucrânia ela inteira serve de palco para guerra Ocidente x Rússia. apesar de ser a favor da Rússia na Síria sou contra ela na Ucrânia, os Ucranianos deviam mandar tudo que tem para o leste e matar o máximo possível de russos para essa guerra acabar.

Jr
Jr
5 anos atrás

Carlos, a Ucrânia não vai fazer isso, o exército Ucraniano levaria uma surra dos russos que estariam em maior número, são mais bem treinados e tem materiais mais modernos, o exercito ucraniano como uma força profissional praticamente não existe, resultado de décadas de muita corrupção e descaso do governo em Kiev. Eu costumo dizer que a Ucrânia é o Brasil da Europa, um país grande que tinha tudo para dar certo, mas a maldita corrupção( sempre ela) não deixa

Satyricon
Satyricon
5 anos atrás

Não sei não hein, acho que o pessoal anda menosprezando a Ucrânia, e muito. Quando a Polônia deixou o pacto de Varsóvia, era a imagem do atraso. Hoje a Polônia não apenas é um país desenvolvido, mas é peça fundamental na geopolítica da OTAN e da Europa. Se compararmos a Polônia daquela época com a Ucrânia de hoje, a meu ver, a balança pende mais para os ucranianos. Possuem industria e economia mais desenvolvidas, apesar de estarem com um conflito armado dentro de suas fronteiras. Mas estão administrando bem o problema, não cutucando o “urso”, e fortalecendo suas posições enquanto… Read more »

Ricardo
Ricardo
5 anos atrás

Será mesmo? Vejam como está a Ucrânia depois da revolução Maidan: Ucrânia compra gás 30% mais caro da UE em comparação quando comprava da Rússia; A moeda ucraniana se desvalorizou 350% em relação ao dólar; A inflação em 2015 foi de 43%; A indústria de defesa perdeu 80% de sua renda e agora na Antonov os trabalhadores trabalha UMA vez por semana; O governo ucraniano corto laços econômicos com bancos russos e perdeu 9 bilhões em remessas dos ucranianos na Rússia, maior investimento direto que tinham. Pelos termos do FMI a ucraniana terá de pagar sua divida até 2041 com… Read more »

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Amigo Carlos! Você jura que consegue identificar e diferenciar um russo da Rússia mesmo e um ucraniano pro-russo de Lugansk? Ou outra parte da Ucrânia ? Inevitavelmente vai errar em 90% dos casos. O momento que muita gente esquece é que milhões de ucranianos estão trabalhando na .. Rússia! Fazendo trabalho sujo , atuando na construção civil e limpeza urbana só para garantir sobrevivência da sua família em Lviv ou Ternopil e etc. Na existe solução militar para Ucrânia. E tem muita sangue ucraniana derramada dos dois lados do conflito.Para mim a situação bem próxima de zugzwang em xadrez. Um… Read more »

Jr
Jr
5 anos atrás

Satyricon, a grande diferença entre Polônia e Ucrânia é que o sistema político polonês nunca foi e nunca será tão corrupto quanto é o sistema político Ucraniano

Jacinto Fernandes
Jacinto Fernandes
5 anos atrás

Isso é jogo de soma -1, porque nem a Russia, nem a Ucrânia obtiveram vantagens com o conflito. Se é verdade que a economia da Ucrania foi gravemente prejudicada, é igualmente verdade que a economia russa também foi.
A Rússia passa por uma recessão mais grave que a brasileira, (seu PIB, em 2013 era de 2.231 trilhões e hoje é de hoje é de 1.326), a qualidade de vida caiu acentuadamente, o número de pobres aumentou…
Um jogo de soma -1, em que todos saíram perdendo…

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Se a Rússia invadir o resto da Ucrânia, logo aparecerão armas fabricadas no Ocidente, como fuzis e MANPADS, na mão de resistentes ucranianos, armas estas que entrarão através da fronteira com a Polônia e a Romênia.

Carlos Campos
Carlos Campos
5 anos atrás

ScudB
eu mas eles lá vão conseguir, eles conseguem, o problema é que não é separatistas contra Ucrania sim Rússia, separatistas contra a Ucrânia. o fato de ter ucranianos na Rússia é um grande problema mas ao passar a guerra tudo para eles volta ao normal.

Carlos Campos
Carlos Campos
5 anos atrás

eu não

Ricardo
Ricardo
5 anos atrás

Será mesmo que a crise russa é pior que a brasileira? A divida pública russa não chega a 10% do PIB (menor do que qualquer país do ocidente) a nossa está na casa dos 65% O desemprego na Rússia é de 5,4% e no Brasil 11,4% as reservas russas estão na casa de 393 bilhões de dólares e as brasileiras 377 bilhões de dólares ( e muito inteligente acha que o Brasil quebrou, piada). O PIP por poder de paridade de compra ( que mostra o real poder de compra de um país e não a simples mudança cambial) dos… Read more »

augusto
augusto
5 anos atrás

Ricardo as reservas russas estão muito abaixo do que as nossas, inclusive o tesouro russo falou que no primeiro semestre de 2017 o dinheiro vai acabar ai não ter como subsidiar o emprego igual eles estão fazendo, sem conta que o rublo esta desvalorizado e estão com inflação de dois dígitos na casa dos 10,11% e a divida russa é muito maior que 10% quando o Putin assumiu em 2011 já era de 25% faz as contas já são 5 anos de governo do mesmo que tem uma politica econômica igual a da Dilma, a divida russa já ta na… Read more »

Satyricon
Satyricon
5 anos atrás

Fato: nenhum país que optou por se unir à UE se deu mal. Alguns se deram melhor do que outros, óbvio, mas na média o processo é extremamente favorável. Condicionantes democráticas e liberalizantes fazem bem a qualquer nação, sempre. Turquia e Inglaterra estão, a meu ver, na contramão da história, por motivos completamente distintos. Se a economia da Ucrânia estivesse uma locomotiva, eu rasgaria todos os livros de economia que tenho, porque a menos que se trate de uma superpotência mundial (e só existe uma), a economia de qualquer nação vai sofrer horrores com um conflito armado. Quanto à reportagem… Read more »

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Amigo Carlos! Não consegui decifrar a frase toda mas em geral acredito que entendi 🙂 . Bom , resumindo : um ex-policial , russo ,nascido e crescido em Lugansk , casado com ucraniana , fazendo parte das forças de resistência de LPD deve ser considerado como russo ou não? Ou um mineiro , ucraniano em 5 geração , que virou “terrorista” após um “Grad” do exercito ucraniano matar a família dele? Vai identificar ele como? Russo? Ou um russo mesmo de Kiev que nem fala direito ucraniano (coisa normal para capital) que foi mobilizado e esta servindo no exercito? Como… Read more »

Ricardo
Ricardo
5 anos atrás

Augusto, não sei de onde você tirou esses dados, mas aqui está uma fonte sobre a previsão da dívida pública russa de 2016 (18%)e não sei se você sabe, mas na Rússia existem 3 fundos de reservas diferentes, uma para os pensionistas (+ ou – 80 bilhões de dólares), um usado para tapar buracos do orçamento, este sim pode desaparecer em 2018 e é o que o ministro se refere e o 393 bilhões destinados a absorver impactos na economia.
http://www.statista.com/statistics/273488/countries-with-the-lowest-national-debt/

Leonardo Andrade
5 anos atrás

Esse pode até não ser o tema em questão mas não consigo deixar de observar as comparações entre Brasil e Ucrânia como crise política, crise econômica, forças armadas não compatíveis com o tamanho, riqueza e condição geopolítica e faço a seguinte pergunta… Não estaríamos nós caminhando para um problema semelhante já que em comum temos os mesmos problemas e recentemente tenho observado o fortalecimento de movimentos separatistas principalmente no sul do Brasil. Será que não aprendemos com nosso passado e até mesmo com o que esta ocorrendo na Ucrânia? Uma potencia estrangeira ou até interesses regionais não poderiam apoiar um… Read more »

Ivan da Silveiraa
Ivan da Silveiraa
5 anos atrás

Boa noite! Tem gente comparando estatisticas do Brasil, Rússia e Ucrânia…não façam isso, para fazer isso tem que ter bastante conhecimento na área, é muito, muito difícil fazer esse tipo de comparação, pois a metodologia empregada em cada país é diferente. Não é tão simples como abrir o wikipedia e sair analisando estatisticas kkkk Só uma observação: A questão da dívida pública de um país, por exemplo, não deve ser analisada levando em conta apenas quantos porcento do PIB de um determinado país corresponde a dívida, mas também qual o juros aplicado sobre esse montante, quantos porcento da divida está… Read more »

Jorge Knoll
5 anos atrás

– Se o Brasil fosse a Ucrânia, levava uma surra da Rússia, pois militarmente as nossas FFAA são inferiores a UCRÂNIA, em número de tanques, artilharia pesada, MÍSSEIS – ENTÃO NEM FALAR, perdemos no comparativo, pois não temos nem experiência de combate.
E a nossa FAB QUE hoje possui 75 mil homens, vai reduzir suas fileiras para 56 MIL HOMENS, cortando 8 bases aéreas das 22 que possuía.

Marcello ASM
Marcello ASM
5 anos atrás

Para ajudar na compreensão da situação entre Rússia e Ucrânia sugiro o vídeo documentário do History Channel “Construindo um Império – Rússia”: https://www.youtube.com/watch?v=kvjeFuDN2yw Creio que podemos considerar o History suficientemente isento e que apresenta, apenas, fatos históricos sem uma visão ideológica por trás. Dai podemos observar alguns fatos: 1 – O que hoje chamamos de Rússia foi uma criação de um clã ucraniano. 2 – Desde os primórdios a maior parte do atual território ucraniano, inclusive sua capital Kiev, pertenciam a Rússia. Estamos falando do século XII: bastante tempo portanto. 3 – Nunca existiu uma Ucrânia independente, pelo menos nunca… Read more »

Leonardo
Leonardo
5 anos atrás

Os Estados Unidos gostam de jogar War e desde a queda da URSS, mobilizam força militar nos seus “aliados” vizinhos da Rússia. Se eu fosse o presidente russo, e tivesse a obrigação de defender o povo russo contra ameaças externas, estaria fazendo as mesmas intervenções na Ucrânia que estão sendo feitas há dois anos. Não estou dizendo que um lado é bom e outro mau, não sou nem pró-Russia nem pró-americano. Só digo que a águia aproveitou a fraqueza do urso para estrangulá-lo. É do jogo, para quem pode e quer jogar. Mas haverá consequências.

Leonardo
Leonardo
5 anos atrás

“Creio que podemos considerar o History suficientemente isento e que apresenta, apenas, fatos históricos sem uma visão ideológica por trás.”

Quase cuspi meu café de tanto rir.

Leonardo
Leonardo
5 anos atrás

Sem contar que o History Channel tem jogado sua credibilidade na lama, desde que começou a falar sobre extraterrestres…

Ivan da Silveiraa
Ivan da Silveiraa
5 anos atrás

Bom dia Leonardo, o dia que os governantes da Rússia estiverem preocupados com aquilo que você citou: “Se eu fosse o presidente russo, e tivesse a obrigação de defender o povo russo contra ameaças externas”….nesse dia a Rússia vai começar a se preocupar com os seus problemas internos (que são monstruosos) e passar a administrar a administração pública para um Estado sério e eficiente, que transmita credibilidade interna. Nos últimos 150 anos ninguém fez tão mal para os russo do que os seus próprios governantes! Leonardo diz: Nunca existiu uma Ucrânia independente, pelo menos nunca em sua atual configuração territorial,… Read more »

Marcello ASM
Marcello ASM
5 anos atrás

Ivan da Silveiraa 29 de agosto de 2016 at 10:48 Bom dia. Não foi o Leonardo que escreveu que “Nunca existiu uma Ucrânia independente,…”. Fui eu e meu ponto não é o de negar o direito à autonomia ou a independência da Ucrânia mas apenas de mostrar que se trata de algo bem mais complexo do que aparenta ser. Não se trata de um país pré-existente que reconquistou sua independência. Ucrânia e Rússia, desde o século XII, foram uma coisa só e, portanto, não existem “fronteiras naturais” ou “históricas” entre ambos ou, se tanto, são difusas. E não se trata… Read more »

Ivan da Silveiraa
Ivan da Silveiraa
5 anos atrás

Ok. Então desculpe pelo engano. Entendo você! Abraço!

Antonio Carlos Jr Zamith
5 anos atrás

Ditador PutinKGB quer a URSS de volta. Só não invadiu os países bálticos pela OTAN ter chegado antes. E tem +15 mil soldados russos invasores e matbel da Rússia. Ninguém engana satélites nem a OTAN. PutinKGb quebrar o tratado de Minsk vai ter resposta da OTAN que a Romênia não vai aceitar tropas russas atravessarem a Ucrânia para Transnistria.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
5 anos atrás

nem sabia que a Ucrânia tinha HMMWV’s.

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Amigo jhenison!
Tem algo em torno 150 dessas sucatinhas.Estão literalmente se desmanchando e toda essa situação é vista como grande farsa: janelas de plástico , falta de blindagem na maioria dos carros entregues , pneus estourados , motores engasgados com combustível local e zero de assistência técnica (um kit de reparo de motor custa 22 mil presidentes mortos!).
Uma das reportagens sobre assunto : http://www.washingtonpost.com/news/checkpoint/wp/2015/11/30/on-ukraines-frontlines-u-s-supplied-equipment-is-falling-apart/
Um abraço!

Últimas Notícias

Novidades na Exposição Internacional Aeroespacial e Defesa de Seul – ADEX 2021

A Exposição Internacional Aeroespacial e Defesa de Seul, ou ADEX 2021, acontece no Aeroporto de Seul em Seongnam, Gyeonggi,...
- Advertisement -
- Advertisement -