sexta-feira, outubro 15, 2021

Saab RBS 70NG

Temer aproveitará 7 de setembro para mostrar relação com as Forças Armadas

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

forcas-armadas

ClippingO governo do presidente Michel Temer aproveitará o Sete de Setembro para marcar um novo período nas relações do Palácio do Planalto com as Forças Armadas. A ideia é mostrar que acabou a temporada em que os investimentos na área militar ficavam em segundo plano na hora de distribuir os recursos orçamentários. No ano que vem — primeiro ano do orçamento feito pelo governo Temer —, os valores destinados globalmente a todas as despesas do setor subirão de R$ 82 bilhões para R$ 93 bilhões, conforme inscrito no projeto de lei orçamentária para 2017 enviado na semana passada ao Congresso. “A Defesa teve seu orçamento muito comprimido de 2013 para cá. O que faremos é dar alguma descompressão que permita a continuidade dos projetos”, comenta o ministro da Defesa, Raul Jungmann.

O ministro conta que, no biênio 2008/2009, os militares foram autorizados a começar vários projetos de peso, dentro do chamado PAC Defesa. Ali entraram os caças, o submarino nuclear e os convencionais, entre outros. “Foram muitos projetos de ciclo longo e custo alto. Na crise fiscal, eles foram praticamente paralisados”, comentou. “Esses projetos já começaram e não podem parar. O que estamos fazendo agora é recompor o mínimo para que possam ser mantidos”, afirma Jungmann com uma crítica direta ao governo Dilma.

Quando do ajuste fiscal do governo Dilma, em janeiro deste ano, os valores destinados aos projetos estratégicos da Defesa tiveram uma queda de 46%. Isso sem contar a redução entre o que era previsto e o que acabava efetivamente liberado. A implantação do estaleiro e base naval para construção e manutenção de submarinos convencionais e nucleares, que chegou a ter um orçamento previsto de R$ 1,5 bilhão em 2014, ano eleitoral, caiu para R$ 351 milhões em 2015. Agora, esse valor será de R$ 614 milhões, além de R$ 364,5 milhões para a construção do submarino de propulsão nuclear, e R$ 1 bilhão para a construção de submarinos convencionais.

Das três Forças, entretanto, a que obteve maior acréscimo no orçamento global para 2017 foi o Comando do Exército. Os valores subiram de R$ 34 bilhões este ano para R$ 40 bilhões — R$ 6 bilhões a mais; o da Marinha subiu de R$ 20,6 bilhões para R$ 24,6 bilhões; e o da Aeronáutica, de R$ 18,9 bilhões para R$ 20,7 bilhões. Esses valores incluem todas as despesas, inclusive pessoal ativo e inativo.

No caso do Exército, entre as prioridades em termos de investimentos, está o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), com R$ 340 milhões, e a aquisição de blindados no Projeto Guarani, com R$ 332 milhões. Para a Aeronáutica, o destaque vai para a compra de caças (R$ 1,5 bilhão) e a aquisição de mais um KC-390, o cargueiro desenvolvido pela Embraer que ainda precisa de certificação para ser comercializado. A proposta do governo para o ano que vem é investir R$ 200 milhões em mais um cargueiro, além de R$ 552 milhões para o projeto de desenvolvimento dos KC-X.

FONTE: Correio Braziliense

- Advertisement -

32 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
felipeeliasmaia
5 anos atrás

Ao que parece os R$552 milhões no KC-X podem comprar 3 aeronaves Boeing 767-300/ER, de acordo com o preço cobrado pela IAI na época (aprox. U$150 milhões/unidade).

Claudio Moreno
Claudio Moreno
5 anos atrás

Boa tarde Senhores!

Pouco adianta aumentar o orçamento e depois contingenciá-lo !!!

Outra coisa, no primeiro mandato do “nove dedos” ele aumentou também o orçamento, mas em contra partida contingenciou mais que os anteriores.

Moreno

Conteo
Conteo
5 anos atrás

Ótimo, já estava mais do que na hora. Ainda assim acho pouco para o tamanho das forças que é aqui no Brasil.

Thomas
Thomas
5 anos atrás

Muito interessante, me chamou a atenção foi a compra de mais um KC-390. Além de sempre levantar a “bandeira” da reformulação administrativa das FFAA, gasta-se muito dinheiro com pessoal. Quem sabe nossa “sucateada” MB, possa pelo menos comprar dois navios chineses, sou a favor de projetos que possarmos fabricar navios no Brasil, mas a situação da MB é tão grave, que é imprescindível comprar navios usados ou chineses.

Carlos Campos
Carlos Campos
5 anos atrás

Realmente o Nine Fingers aumentou depois contingenciou, espero que o Temer não faça isso, que diminua mais o número de ministérios, uma pena ele arregar para um bando de sangue sugas que se dizem artistas e manter o MIC.

Lewandowski
Lewandowski
5 anos atrás

Felipe,
.
U$ 150 milhões ou R$ 150 milhões? Creio que seja em reais, pois em doletas não compra não.
.
Tomara que se concretize, pois precisamos dos KCX, além da continuidade do KC-390 e Guaranis.
.
Sds

francesco_keko
francesco_keko
5 anos atrás

Mesmo assim é pouco, um país do tamanho do Brasil deveria investir no mínimo 100 bilhões de DÓLARES.

Madmax
Madmax
5 anos atrás

(A) 150 usd a 3,25 = 487,5 milhões de reais.
(B) custo de desenvolvimento è custo fixo.
Divide-se pelas aeronaves produzidas.
(C) desconheço como esse custo voltará para os cofres públicos. Tenho que ler o contrato para saber mas acredito que deve existir algum mecanismo de recuperação desse custo. Nem que seja uma espécie de royalte pago, como foi com o supertucano
http://www.aereo.jor.br/2014/12/09/embraer-comeca-a-pagar-royalties-do-super-tucano/

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

é como eu disse, pelo menos ele sabe falar e não é pau mandado de um semi-analfabeto. O guarani dá pra uns 100 carros o valor. Mobilia quase dois batalhões. É um alento para linha de produção parada. Mas o sub nuclear é uma palhaçada. Deveriam priorizar as unidades de superfície e os sub convencionais.

Trollbuster
Trollbuster
5 anos atrás

Off Topic

Mas a mega picareta Taurus, agora foi flagrada enviando armas para um traficante de armas iemenita…

Juarez
Juarez
5 anos atrás

Só lembrando aos amigos, os mais otimistas, que o nosso orçamento não é impositivo, e se as medidas de corte de gastos e reformas como previdenciária trabalhista não andarem, podem esquecer…..

G abraço

kfir
kfir
5 anos atrás

Forjas Taurus, é acusada de vender armas ao iemenita Fares Mohammed Mana’a, apontado pelas Nações Unidas como um dos maiores traficantes de armas do mundo.
http://veja.abril.com.br/brasil/taurus-e-acusada-de-vender-armas-a-traficante-internacional/

kfir
kfir
5 anos atrás

Falta ao Estado um plano de negócios… há um mercado mal atendido pela Rússia…
não vejo ninguém apresentar uma análise de mercado, uma projeção e um plano viável…vejam a Taurus tendo de “inovar” …temos o super tucado e agora o kc390, e o que estamos perdendo?

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
5 anos atrás

E tem de mudar mesmo, o exército é chamado para tudo nesse país desde copa do mundo,olimpíadas,tragédias naturais,policiar morro,cumprir as duras penas suas tarefas constitucionais e até como foi em 64 chamado para botar uns vagabundos para correr.Parabéns ao EB.

Gerson
Gerson
5 anos atrás

Não acredito e não confio neste Temmer ele passa uma imagem de mentiroso, de alguem que quer passar a conversa em nossos militares, daquele que só promete e depois não faz nada..acho que as FAs vão penar novamente. As FAs devem confiar desconfiando deste governo. Não esqueçam que FAs nunca serão prioridade para esse bando de político corrupto, não dá voto.

Gerson
Gerson
5 anos atrás

Michel Temmer compra sapatos numa loja lá da China e agradece com a palavra ありがとう que quer dizer arigatô…..Esse é o nosso Presidente.

theogatos
5 anos atrás

Uma pergunta de ignorante mesmo, peço desculpas antecipadas alias,
.
1) O financiamento dos caças não é Estado-Estado?
2) Não inicia somente depois de entregue a última unidade?
3) Porque o texto fala que os valores adicionais são para este projeto?
4) Algum dos outros projetos citados têm a mesma característica?
.
Pergunto porque se esse é o caso, esse dinheiro adicional (não é pouco) vai para reaparelhagem mesmo? Entendo que os projetos desenvolvidos por aqui interrompem o avanço em contigenciamentos, mas outros não.. O jornalista errou nesta questão ou eu estou completamente equivocado…
.
Ssd.

Lucas Lima
5 anos atrás

Parabéns ao Temer !!

Há informações que KC-390 ira abrir o desfile de 7 de Setembro em Brasilia

Lemes
Lemes
5 anos atrás

Cláudio Moreno, concordo plenamente com você. A MB tem que parar com essa mania de comer ovo cozido e arrotar caviar. Larga mão dessa história besta de submarino nuclear, e foca em reaver operacionalidade da força de superfície. Uma marinha que pena para manter uma força de submarinos U209, os fuscas dia mares, querer operar sub nuclear? Ficam gastando os olhos da cara com um PA de cabotagem que sequer tem uma ala aérea e ainda quer sub nuclear, depois querem ser levados à sério…

zorannn
5 anos atrás

Mesmo os 82 bi deste ano (citado no texto) é um orçamento recorde. Se realmente se confirmar o orçamento de 93 bi, isto representa um aumento de 14 % no orçamento. O aumento concedido aos militares, representa somente 5% de aumento nos gastos totais do orçamento. Portanto se racionalizarem os gastos, dá pra fazer muita coisa.

theogatos
5 anos atrás
Madmax
Madmax
5 anos atrás

Theogato
Deve ser compra de f-35 de prateleira.

theogatos
5 anos atrás

heheheh.. Boa Madmax…
.
Mas ai “é bom demais para o Brasil” como disse nosso ex-ministro… (http://www.aereo.jor.br/2009/12/01/o-dia-em-que-o-ministro-jobim-descartou-o-f-35/). Bom demais pra ser verdade… Será que vai tudo pro KC-390, lembro de uma outra reportagem de um tempo atrás que falava em um valor ainda a ser repassado de cerca de R$ 850 milhões na época para a Embraer… Não sei se este valor é o mais atual ou o mais correto…
.
Sds

Lukas Delmondes
Lukas Delmondes
5 anos atrás

Dado o momento do país eu acho isso absurdo.

Se as 3 forças soubessem administrar sua verba e não gastassem horrores com pessoal e pensões, nada disso aconteceria.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
5 anos atrás

Theogatos, já li em algum lugar que isso é meramente formal. Constar no orçamento o gasto, ainda que o pagamento venha a ocorrer apenas no futuro. No fim, nada é pago agora, apenas consta no orçamento, para atestar que houve uma contrapartida que gerou um crédito futuro para o banco sueco.

Predator
Predator
5 anos atrás

Será que com o aumento o Exército vai poder dar continuidade aos Helicópteros de Ataque???

Jodreski
Jodreski
5 anos atrás

Podia dar um orçamento de 100 bilhões para os militares se eles continuarem a gastar 99 bilhões com pagamento de pessoal vai ficar complicado do mesmo jeito.
A função das forças armadas é estar pronta para proteger o Brasil e seus interesses e não ser um cabide de emprego.
Oficiais demais e munição de menos, eis o retrato das nossas forças armadas.

kfir
kfir
5 anos atrás
theogatos
5 anos atrás

Rafael Oliveira – obrigado pelo esclarecimento!
.
Sds.

Armando
Armando
5 anos atrás

Gostaria de saber do clube militar, qual a posição oficial deles sobre o golpe, sobre a venda da nossa soberania e sobre o crescimento do fascismo no Brasil. Se tiver alguem aqui que é do clube militar, favor se manifestar. Sou a favor da criação de um conselho da república no qual os milicos tenham poder de veto, principalmente quando se tratar de assuntos da soberania nacional; se é que vai sobrar algo, dp contrario, como vi num post aqui: as forças armadas se tornarão vigilantes patrimonial de bens estrangeiros aqui no Brasil; ai é melhor mudar o regime deles… Read more »

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Se houver mais verbas para as FFAA e acabar o confronto ideológico com estas, via “Comi$$ão da Inverdade” e outros, então não há do que reclamar.

Alexandre
Alexandre
5 anos atrás

Putz, até aqui tem comedor de mortadela que vem falar em Golpe? O processo de impeachment foi totalmente constitucional.

Últimas Notícias

ESPECIAL: Apresentação das capacidades do Exército Francês

Por Jean François Auran* Colaborador especial do Forças Terrestres/Forças de Defesa Parece às autoridades militares francesas que o mundo está se...
- Advertisement -
- Advertisement -