Home Conflitos em andamento Decisão da CIA de Trump condena rebeldes sírios

Decisão da CIA de Trump condena rebeldes sírios

3346
65
Free Syrian Army

A decisão relatada pelo presidente de cessar um programa de armas secretas para a Síria soa como a sentença de morte para o movimento opositor que luta contra Bashar Assad

Por Paul D. Shinkman

A decisão do presidente Donald Trump de encerrar um programa da CIA que forneceu armas e outros suprimentos a rebeldes lutando contra o regime sírio, certamente equivale a um golpe de morte para a causa da oposição, dizem os familiarizados com o programa, e um fim para o único programa conhecido publicamente nos EUA no esforço para derrubar o presidente Bashar Assad.

“Psicologicamente, é um golpe esmagador para os rebeldes sírios”, diz um ex-comandante de operações especiais dos Estados Unidos com experiência atual na Síria, que, como outros que falaram sobre a notícia dos EUA para essa história, pediu para permanecer anônimo para discutir informações confidenciais.

O Washington Post informou quarta-feira que Trump encerrou o programa secreto de cinco anos, que até mesmo os defensores dizem que não alcançou seu objetivo final, pelo menos, que era garantir um movimento dissidente na nação autocrática do Oriente Médio, se não precipitar a expulsão de Assad.

Em última análise, o programa gastou centenas de milhões de dólares treinando e distribuindo armas para milícias na Síria, dispostas a lutar contra o regime de Assad, de acordo com funcionários que trabalharam com ele. Ele atingiu o pico durante os primeiros quatro anos e depois diminuiu gradualmente antes de se tornar abertamente questionado por quem realizava a missão, uma vez que a fortaleza rebelde de Aleppo caiu em dezembro passado.

O programa, primeiro revelado pelo The New York Times em junho de 2012, nasceu e, talvez, complicado por uma relutância no governo Obama de comprometer totalmente os EUA à mudança de regime na Síria após o movimento da Primavera Árabe de 2011, devido a preocupações de caos regional. A preocupação permaneceu mesmo depois que os EUA começaram a desdobrar forças para combater o grupo Estado Islâmico na Síria, após o seu surgimento em 2014.

A operação secreta também fracassou por causa das preocupações de que os chamados rebeldes “moderados” estavam operando em coordenação com afiliados da al-Qaeda, como a Jabhat al-Nusrah, de forma proativa ou desesperada.

Não foi sem seus sucessos. As milícias apoiadas pelos EUA conquistaram algumas vitórias táticas, embora em última instância, perdendo em face do Exército Sírio. O programa também desenvolveu uma rede de inteligência na Síria que não existia anteriormente, oferecendo perspectivas únicas à Casa Branca sobre o que realmente estava acontecendo no terreno através de uma série de ferramentas de comunicação, incluindo plataformas de redes sociais como o Snapchat.

A natureza altamente complicada da guerra, no entanto, não podia ser compatível com as políticas que a administração Obama definia para si mesma.

“Certamente o questionamos o tempo todo, quando a direção da guerra realmente começou a mudar, especialmente quando a Rússia entrou, esses combatentes foram empurrados para trabalhar com o grupo mais capaz no terreno, que era a Nusrah”, um ex-oficial de defesa sênior segundo a administração Obama.

“Esses grupos foram úteis para entrar em contato com outros grupos e cooptá-los, mesmo que estrategicamente não tenha sobrevivido, taticamente às vezes eles conseguiram que os grupos baixassem as armas”, diz o funcionário. “Eles tinham melhor alcance do que qualquer outra pessoa com quem conversávamos”.

Cancelar o programa, no entanto, foi finalmente a decisão certa, diz o funcionário, acrescentando: “o resultado não faz sentido”.

Rebelde usando BGM-71 na Síria

Uma análise de quinta-feira do Grupo Soufan, uma empresa de inteligência privada com sede em Nova York, observou entre as falhas do programa “a completa incapacidade dos EUA para vetar adequadamente o extremismo violento entre a oposição síria”. O grupo apontou como moderados e extremistas se misturavam regularmente e que os rebeldes moderados eram freqüentemente “vistos com suspeita e desdém como ferramentas do Ocidente”.

Os principais membros da administração Obama consideraram encerrar o programa ao longo de sua operação, de acordo com funcionários que falaram com o Post e outros com a US News. No entanto, particularmente depois que a Rússia desdobrou seus militares para a Síria em 2015 em apoio ao seu patronado Assad, a Casa Branca naquela época estava preocupada com o efeito de cancelar o programa sem ter conseguido nada com isso.

“Do ponto de vista de business, é absolutamente a decisão certa”, diz o ex-comandante. “Mas a diferença entre nós e o resto do mundo, é que nós também temos uma decisão moral e ética”.

A condução de operações secretas contra outro país traz consigo preocupações de “marca”, diz ele, centradas em como os EUA e seus parceiros são percebidos na época e como essa parceria pode afetar as operações futuras, quer para a América, quer para quem optar por fazer parceria com ela.

“Você está preocupado não apenas com a marca do país, mas com as pessoas com as quais você está tentando trabalhar, os povos autóctones no terreno com quem você está trabalhando. É um trabalho difícil, muito difícil”.

Outras operações no terreno na Síria, a pedido de Moscou, indicam que a causa dos rebeldes sírios, conhecida através de grupos como o Exército Sírio Livre, provavelmente está condenada.

O Irã anunciou nesta quarta-feira que a imprensa russa orquestrou um segundo cessar-fogo em torno da capital Damasco e da cidade de Homs — uma vez considerada a capital dos rebeldes que, a partir desta semana, foi conquistada por forças leais ao regime sírio. O novo acordo sinaliza que não há mais forças externas importantes que operam na Síria que apoiem o movimento de oposição.

Os críticos de Trump dizem que sua cooperação com a Rússia, incluindo o encerramento do programa da CIA que Moscou criticou, equivale a jogar nas mãos de Vladimir Putin.

“Fazer qualquer concessão à Rússia, sem uma estratégia mais ampla para a Síria, é irresponsável e míope”, disse o senador John McCain, presidente do poderoso Comitê de Serviços Armados, em um comunicado. O republicano do Arizona está atualmente se recuperando de procedimentos médicos nesta semana que determinaram que ele sofre de câncer cerebral.

Trump repetiu frequentemente sua vontade de trabalhar diretamente com a Rússia para negociar um cessar-fogo na Síria — uma rota para a paz, o governo Obama hesitou em abraçar as preocupações de validar o que considerava a intromissão da Rússia na Síria e outros lugares, como a Ucrânia.

No entanto, o programa da CIA, mesmo no melhor dos casos, nunca esteve destinado a alcançar sua missão de remover Assad.

“Você entra nesta situação impossível”, diz o ex-funcionário. “Se você apenas olha historicamente para programas de treinamento e equipamento e programas de aconselhamento com grupos subnacionais, para fazer isso sem estar lá no terreno, ter que fazê-lo remotamente e fora do país, não penso que nós tenhamos um exemplo na história onde isso tenha sido bem sucedido “.

FONTE: U.S. News

65
Deixe um comentário

avatar
65 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
31 Comment authors
SatyriconLeonardoMaslowHMS TIRELESSVader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Soldat
Visitante
Soldat

Ainda bem que Mrs Trump acordou……..tarde mas acordou é o único jeito de acabar com essa guerra em que o comunista do Mrs Obama criou através da maldita primavera Árabe que destruiu países e inundou a Europa de terroristas disfarçados de refugiados.

Isso tudo em nome da Democracia Americana pobre mundo a passos largo para WAR III.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

A CNN deve estar babando de raiva de Trump, certamente ainda vão continuar a ladainha de ligação de Trump com Putin nas eleições que segundo eles foram fraudulentas.
Vamos aguardar as próximas notícias dessa encrenca toda.

donitz123
Visitante

O povo americano agradece ao Presidente Trump. Milhões de dólares do contribuinte americano estavam sendo usados para treinar terroristas que mais tarde se virariam contra eles.

Hélio
Visitante
Hélio

Ainda bem né, chega de financiar jihadistas com a desculpa de serem ~rebeldes~, toda essa zona no oriente médio é culpa do Obama, desde a Líbia à Síria

Antonio M
Visitante
Antonio M

Pode ser que sejam forçados a refletir sobre o que vale realmente, se levar até o fim a Jihad ou mudar de valores para algo de fato construtivo. O problema é que isso afeta diretamente o Islã e o rompimento com ele é algo difícil.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Obama tinha que ser fritado na cadeira elétrica. Junto com os Clinton.

Juliano M
Visitante
Juliano M

Onde a esquerda põe a mão ficam as marcas de sangue. Sob Obama e seus cúmplices comunas europeus o mundo se vê hoje muito mais inseguro. Com eles se iniciou a queda do Ocidente: sem coesão nacional, com importação de população hostil e lideranças (políticas, religiosas e de formadores de opinião) que abraçam o politicamente correto como arma contra os valores, modo de ser e história de seus povos. Merkel, Obama e seus lacaios terão um destaque especial nos livros de história. A primavera árabe não passou de uma revolução orweliana, na época a mídia hoje corretamente identificada como Fake… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

A política externa de Obama foi a pior de toda a História Americana. Conseguiu barrar Jimmy Carter, mas a diferença é que ainda acho que Carter era apenas um ingênuo com boas intenções. Não consigo imaginar Obama e Hitlery Clinton sendo ingênuos, mas sim criminosos.
.
Feliz que a Trump e equipe estão realmente dispostos à acabarem com essa palhaçada.

_RR_
Visitante
_RR_

Nada que o próprio Trump não deu indícios de que faria mais dia ou menos dia… . Quem realmente deve estar batendo a cabeça a parede são as monarquias árabes, isso sim… . — . Seja como for, a história nunca perdoará esses sujeitos que desencadearam ou permitiram essa situação… . Tem gente que já corre pra apontar vencedores e perdedores nessa quizomba… Mas francamente, o que os “vencedores” ou “perdedores” fizeram…? . Putin demorou anos pra intervir. E quando o fez, a Síria já estava mergulhada no caos. Foi um erro terrível, que custou centenas de milhares de vidas… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

E o Hezbollah entrou no jogo. Sempre pode piorar.

Bravox
Visitante
Bravox

Tem muita gente no brasil que ainda pensa que obama foi um ótimo presidente (todo dia globo mostra como tal).

ScudB
Visitante
ScudB

Hezbollah , Liwa al Quds, Liwa Suqur al-Sahara , Os Tigres – são melhores naquele cenário.E vai piorar para “verdes” ja que os “pretos” estão colapsando .Como também para sionistas ja que experiência e armamento estão em progresso . Então. Hoje tem somente uma pergunta em relação dos “rebeldes” : vão aceitar o lado da al Nusra e virar fertilizante ou adotar postura de Ahrar al-Sham e se-integrar no processo de restauração da Síria? A outra pergunta seria em relação do curdos e Pentágono : CIA parou financiamento dos bandidos da Síria. E o Pentágono?Vai parar também?Os curdos vão ficar… Read more »

Galeano
Visitante
Galeano

Olá a todos.

Assistindo recentemente vídeos desse conflito na Síria e lendo matérias aqui sobre blindados, me chamou atenção uma coisa. Muitos blindados sírios utilizam blindagem reativa, mas nunca – pelo menos nunca vi – gaiola de proteção contra RPG’s.

Então pensei na seguinte questão.
Seria viável utilizar a blindagem reativa + proteção em gaiola contra RPG’s?
Isso não tornaria, virtualmente, o veículo imune às armas anti-tanque mais ‘leves’ hoje disponíveis?
Embora pareça absurdo, seria eficiente instalar de alguma forma as placas reativas por fora da gaiola para diminuir o impacto do choque sobre os tripulantes?

Obrigado.

Hawk
Visitante
Hawk

E agora o que a imprensa vai dizer? Que Trump é malvado por desarmar os rebeldes, sendo que as armas iam direto pro ISIS? Se duvidar ele retira as forças americanas de uma vez de lá e rearma Israel (que dizer deixa mais armada), mas como isso não é o jogo WAR vamos ver “as cenas do próximo capítulo”! Gostaria de ver o que o “Vader” e o “Bosco” dizem sobre isso.

Hawk
Visitante
Hawk

Gilson Moura 21 de julho de 2017 at 19:22, se duvidar agora que a CNN vai dizer que tem a prova “definitiva” que Putin fraudou as eleições! Será que agora os Russos vão agradecer ou vão ficar revoltados?

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

E assim, como outrora, os EUA ajudam a criar outro grupo terrorista que vão querer vingança por terem os incentivados (governo Obama), para depois os abandonar à própria sorte.
.
E aí, Bosco, Vader, Emmanuel, etc…, o que acham disso?!

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Wellington Goes.
Infelizmente, sou obrigado a concordar contigo. Os rebeldes, abandonados pelos EUA, vão se bandear para outro player, e o Hezbollah tá aparecendo, em um timing perfeito.
Israel também pode apoiá-los, mas talvez mesmo para os rebeldes o “inimigo sionista” seja um aliado duro de engolir.

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Chega a dar soninho…se a America intervem criticam. Ao se retirar tambem criticam! Um saudosismo dos anos 60…cobra do Sr Obama!

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

E os EUA não aprenderam nada em financiar os mujaredins, que viraram o Talibã. O que iria acontecer com estes contras depois que tomassem o poder na Síria?

A Política americana de se meter em tudo que é buraco produziu metade dos terroristas do planeta!!

Duas Torres derrubadas não serviu pra nada mesmo!!

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Já disse várias vezes, o Ocidente cristão não tem que se meter com o OM. Eles que se virem.

oganza
Visitante

Aprendam uma coisa: TODOS essas fontes como Washington Post, The New York Times são todos Democratas e portanto da esquerda americana ou seja Fake News. . O que dizer sobre Paul D. Shinkman? Realmente não sei, lembro de ter lido uns dois artigos dele, mas o problema desse aqui em questão é que ele e nem a US News citam uma única fonte primária própria, apenas ditas fontes primárias de terceiros. Meus queridos, isso é telefone sem fio. . O que Trump fez foi o óbvio ululante: para que que eu vou manter uma aliança com gente que SE vencermos,… Read more »

Felipe silva
Visitante
Felipe silva
Walfrido Strobel
Visitante

Felipe Silva, isto é uma reportagem baseada em um relatório da Fundação de Defesa da Democracia (FDD), uma organização americana de extrema direita que a anos vem com esta conversa mole, inclusive cobram atitudes do Gov. do Brasil em relação ao contrabando de mercadorias até em relação ao comécio legal no Paraguai, que segundo estes americanos é dividido entre criminosos chineses e árabes, estes ultimos ligados a terroristas do oriente médio. O Brasil não tem motivo nenhum para se preocupar com o que os comerciantes da fronteira, sejam legais no comércio paraguaio ou contrabandistas fazem com seu lucro, se estão… Read more »

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

O Oganza não gosta somente de feijão com arroz. Seu prato é bem variado e com condimentos que fogem ao mundinho auto sustentável ocidental. Que pensa que não existe nada além de seu umbigo e se fode quando uma culinária alien desanda seu organismo.

Juliano M
Visitante
Juliano M

“O Brasil não tem motivo nenhum para se preocupar com o que os comerciantes da fronteira, sejam legais no comércio paraguaio ou contrabandistas fazem com seu lucro, se estão financiando grupos extremistas não é problema o Governo Brasileiro.”
Sério isso?

Walfrido Strobel
Visitante

Juliano M, sim sério.
A denuncia anterior deles era que o comércio na triplice fronteira tinham muitos libaneses que estariam ligados a grupos terroristas.
Até que eu saiba nenhum atacou o Brasil, mesmo com as Olimpiadas e Copa aqui.

Juliano M
Visitante
Juliano M

Strobel,
Não ter havido atentado nos grandes eventos não desqualifica a ameaça e tão pouco a relação financeira apontada.

E o “lucro” de atos ilícitos praticados em solo brasileiro financiar crimes internacionais, dentre eles terrorismo, não nos diz respeito? Lamentável tal posicionamento.

timuskukii
Visitante

Cade aqueles ´´ze povim´´ que falaram que esse assunto que o EUA financia grupos terroristas não passa de um mito dos comunistas anti-americanos ? Esta ai a prova, e ainda a quem acredita que um país muçulmano será democrático através de revoluções jihadistas…

Johan
Visitante
Johan

Obama foi um “M” fruto do ufanismo do mundinho perfeito com muitas flores e todos de mãos dadas como aquelas vinhetas de fim de ano daquela porcaria de emissora que ainda está de mimimi com a entrada de Trump, só que o mundo real é bem diferente. A civilização Ocidental tem que barrar esses cortadores de cabeça.

Marcos Torres
Visitante
Marcos Torres

O que me incomoda é que os EUA tão ensaiando o mesmo tipo de “pataquada” na Venezuela, que é aqui ao lado.

oganza
Visitante

Johan, só para desenevoar algumas coisas: – Obama nunca representou os anseios do Povo Americano. Obama é um revolucionário Islâmico que fez um acordo com a elite globalista e o Partido Democrata. E sim, você está certo, Obama é um “M”. – Trump representa muito mais a essência nobre da cultura americana que não tem nada haver com que Obama e os Democratas fizeram. – As atrocidades que os Democratas fizeram ao longo de sua história deixa coisas como o PT com vergonha. . Dinesh D’Souza encarou essa realidade e além de produzir 4 Livros sobre o assunto, fez dois… Read more »

oganza
Visitante

Juliano Bitencourt, só uma breve sugestão de percepção: – Esse “pensar no próprio umbigo” não é inerente e nem mesmo Natural (no sentido aristotélico) do Mundo Ocidental. Isso é uma fabricação dos inimigos do Ocidente que nos atacam a 2 mil anos e mesmo assim prosperamos e eles ainda chafurdam. Na história tivemos vários momentos de inflexão nessa eterna guerra que antes de ser Bélica é essencialmente Cultural. . A próxima década será mais um desses momento de inflexão e apesar da penetração e enfraquecimento cultural promovido nos últimos 150 anos, o imaginário e principalmente o espírito ocidental nunca foram… Read more »

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Wellington Góes 23 de julho de 2017 at 11:38 Meu querido, sabe aquela história “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”? Bem isso. Aquilo é um atoleiro sem fim. Veja o que aconteceu com a “democrática” primavera árabe. Todos os ditadores que caíram deram lugar a grupos mais radicais. Melhor exemplo foi o Egito. Grupos rebeldes que iriam trazer mais igualdade e paz se mostraram mais déspotas do que os tiranos de antes. Sempre acreditei que a Síria com bashar al assad era ruim mas sem ele é pior. O ISIS mostrou bem que de rebeldes eles… Read more »

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Hawk 23 de julho de 2017 at 7:46 Será? Já teve produtor da CNN alegando que essa história de Trump com Rússia é lorota, mas eu acredito que eles ainda vão continuar com essa ladainha até a próxima eleição, isso se antes não tirarem ele por “obstrução de justiça” que não teve nada comprovado até agora. E mais, para um republicano se juntar a um democrata para retirar um presidente da república do partido dele, o crime vai ter que ser muito sério. Ainda estamos longe disso. Provavelmente, Trump cumprirá seu mandato normalmente como qualquer outro presidente. Isso irá mudar… Read more »

donitz123
Visitante

oganza 24 de julho de 2017 at 12:30
.
Dinesh Eu Queria Ser Branco e Republicano D’Souza foi aquele que chamou a mãe do Obama de White Trash?

August
Visitante
August

Não tão simples assim como alguns aqui dizem ! Pq se fosse assim presidentes importantes seria apoiadores da causa muçulmana como Reagan. Aliás o apoio a insurgência no Afeganistão pode ser comparado ao apoio anti Assad e a do Afeganistão apesar de trazer a al-qaeda ajudou a derrubar uns dos regimes mais perversos das história regime esse que foi ajudado e financia pelos americanos para lutarem contra outro regime mais perverso ainda a uns 70 anos atrás, ou seja , se fosse tudo tão simples assim Reagan e Roosevelt seriam monstros anti-americanos. O que se pode discutir se o uso… Read more »

Hawk
Visitante
Hawk

Gilson Moura 24 de julho de 2017 at 13:48, Poucos sabem, mas pergunte aos seus pais, tios ou até mesmo seu avós, em 1984 a “Globo” tacava o pau “direto no governo Reagan” e depois que ele saiu elogiavam direto Bush-Pai por ter feito a Guerra do Iraque, Clinton, Bush-Filho pela sua campanha contra o terror (embora metem-se o pau nele também) e Obama. Tirando Reagan, esses quatro tinha uma linha de pensamento “bem próximo” (embora Bush Filho tenha sido o mais prepotente). Bastou entrar um cara como Trump que praticamente “fez o que prometeu em campanha” (assim como Reagan)… Read more »

Hawk
Visitante
Hawk

Gilson Moura 24 de julho de 2017 at 13:48, Poucos sabem, mas pergunte aos seus pais, tios ou até mesmo seu avós, em 1984 a “Globo” tacava o pau “direto no governo Reagan” e depois que ele saiu elogiavam direto Bush-Pai por ter feito a Guerra do Iraque, Clinton, Bush-Filho pela sua campanha contra o terror (embora metem-se o pau nele também) e Obama. Tirando Reagan, esses quatro tinha uma linha de pensamento “bem próximo” (embora Bush Filho tenha sido o mais prepotente). Bastou entrar um cara como Trump que praticamente “fez o que prometeu em campanha” (assim como Reagan)… Read more »

August
Visitante
August

Comparar Reagan com Trump é uma ofensa ao Ronald Reagan .

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Hawk 24 de julho de 2017 at 16:59 Eu lembro disso, mas não era tão vulgar quanto é agora com Trump, vale destacar que a Globo principalmente vivia dizendo que o mundo ia acabar com o mandato de Trump, acho que ontem mesmo um jornalista(do qual não me recordo agora) afirmou que ainda o mundo não acabou, eu nesse momento tive que rir para não chorar. Sobre o Bush pai e o filho assim como Clinton, ora, eles fazem parte do establishment, a mídia pega mais leve com eles por conta da agenda. Tanto a família Clinton quanto Bush detém… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Oganza, eu achei que ja tivesse lido de tudo, mas sua colocação de que Obama é um revolucionário islâmico e Trump representa mais a essência nobre da cultura americana mostra que vc deve ser um republicano de carteirinha.

Hawk
Visitante
Hawk

August 24 de julho de 2017 at 17:46 Os dois são parecidos pelo principio que eram perseguidos pela mídia, basta procurar na internet. Reagan era muito mais político, passava confiança e tinha um carisma incrível (Sua esposa também).
Trump é menos político e mais “show man”. Como disse, Trump não é um grande político, mas pelo menos faz a lição de casa que é estancar os gastos. Aqui no Brasil por exemplo, nunca reduzem os gastos do estado, só aumentam.

Vader
Membro
Trusted Member

Para o Wellington e outros: . É assim né? . Quando os EUA dão armas pros rebeldes, estão errados… Quando param de dar armas pros rebeldes, estão errados… . Logo, independente do que eles façam, para os haters de plantão os EUA estarão sempre errados. . E segue a antiamericanalhice imunda dos latrino-americanos… 😉 . Mas pelo menos o Tio Sam não se OMITE, como uns e outros, dá as caras a tapa, às vezes faz cagadas mas sempre tenta consertá-las. Não enfia a cabeça num buraco como China Vermelha e outros, nem entra sempre do lado errado da História,… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Bem lembrado Vader! Putin pode acabar com a Guerra Civil na Síria mas vai reinar sobre uma terra devastada. Para piorar vai ter de lidar com o Hezbollah.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Hawk 24 de julho de 2017 at 16:59 Eu tinha te respondido ontem, mas acho que meu comentário não foi validado. Vou fazer um comentário mais breve dessa vez. Nada de diferente do que acontece com o Trump, todos aqueles que defenderem a cultura ocidental é acusado de tudo quanto é “crime”, naquela época não era tão vulgar quanto é agora. Apenas para se ter uma ideia, a Globo vivia anunciando que a eleição de Trump acabaria com o mundo, dias atrás um jornalista da rede de televisão falou que com o mandato de Trump o mundo ainda não acabou,… Read more »

ScudB
Visitante
ScudB

Quem quem quem transformou? A Rússia?Xiitas? Não brinca..
E milhões em armamento para jihadistas fofinhos só para plantar as florzinhas? Eles cuidaram bem das terras.Fala serio , só para variar!

oganza
Visitante

donitz123, Walfrido Strobel: Não, Dinesh D’Souza é um indiano que investigou a realidade, produziu e foi prezo por isso. O que foi que você fez? . Republicano de carteirinha? Sou um observador da realidade e portanto um amante da verdade. Se isso é ser “Republicano de Carteirinha”, então sou. Não posso dizer o mesmo de vocês. Veja bem, vocês não são burros, só são mentalmente preguiçosos e espiritualmente negligentes. . Obama muçulmano? https://www.youtube.com/watch?v=mtwdGUXliV8 em 1:15 – “John McCain has not talked about my muslim faith…” e ai o reporte da uma ajudinha – “Christian faith” – e o sujeito nem… Read more »

donitz123
Visitante

ScudB 25 de julho de 2017 at 16:57
.
O que esperar dos discípulos de Olavo de Carvalho senão isso.
.
A Rússia entrou para garantir seus interesses, evitar que as centenas de terroristas chechenos conseguissem PHD em terrorismo e retornassem para vitimar civis russos como em Beslan (financiado pelo contribuinte americano) e evitar que a Síria mergulha-se no caos. Agora ficam de mimimi porque os barbudinhos cortadores de cabeça que apoiaram travestidos de “pacíficos manifestantes pro-democracia” levaram uma sova.

donitz123
Visitante

Dinesh D’Souza é um mané sem senso do ridículo.

Soldat
Visitante
Soldat

Kkaakakaka….ler piadas dos Pro-Amis me diverte….

“PS2: A Rússia, os árabes e os xiitas transformaram a Síria num deserto. Reinarão sobre o pó. Parabéns a todos: só salvou-se o Curdistão, graças à ajuda americana”.

Vai entender esses seguidores de Amis…..mas fazer o que a culpa né a É sempre do Putin e dos malvados Russos…rsrs….