Home Conflitos em andamento Trump: opções militares contra a Coreia do Norte estão prontas

Trump: opções militares contra a Coreia do Norte estão prontas

3042
15
Mísseis balísticos da Coreia do Norte em desfile

EUA e Coreia do Sul preparam manobras militares para alertar regime asiático

SEUL — O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira que opções militares contra a Coreia do Norte estão prontas para serem ativadas se necessário. O governo americano e a Coreia do Sul preparam manobras militares em grande escala para alertar a Coreia do Norte previstas para o fim de agosto, informaram autoridades militares de ambos os países. Segundo o regime de Kim Jong-un, que indicou que vai desenvolver um plano de ataque à ilha de Guam, território americano no Pacífico, os exercícios são um ensaio para a guerra. Por sua vez, a China, principal parceiro comercial da Coreia do Norte, pediu calma na escalada da tensão entre os países.

As manobras se realizam todos os anos, mas nesta ocasião ocorrem após Pyongyan afirmar que planeja lançar quatro mísseis Hwasong-12 contra a ilha, sede de bases aérea e naval dos EUA. O ataque, segundo o regime asiático, será concretizado este mês e ainda deve passar pela aprovação de Kim.

As manobras, chamadas de Ulchi-Freedom Guardian, acontecem entre 21 e 31 de agosto e contam com a participação de milhares de soldades americanos e sul-coreanos por terra, mar e ar. Washington e Seul sinalizaram que os exercícios têm natureza defensiva e são cruciais para dissuadir a Coreia do Norte de uma possível agressão.

CHINA NEUTRA

A China, aliada e parceira comercial mais importante da Coreia do Norte, reiterou os pedidos de calma durante a crise atual. Pequim já expressou frustração tanto com os testes nucleares e de mísseis de Pyongyang quanto com o comportamento da Coreia do Sul e dos EUA, como exercícios militares, que acredita elevarem as tensões.

RÚSSIA: RISCO DE ESCALADA ‘MUITO ALTO’

O ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, alertou nesta sexta-feira de que o risco de escalada na crise entre EUA e Coreia do Norte é “muito alto”, após a recente troca de ameaças.

“Os riscos são muito elevados, sobretudo, levando-se em conta a retórica usada. Há ameaças diretas de usar a força”, declarou o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, em um encontro com jovens transmitido pela televisão. “É por isso, claro, que estamos muito preocupados”, apontou, acrescentando que cabe “ao mais forte e mais inteligente” dar “um passo para se afastar da linha perigosa”, em uma clara referência aos EUA.

FONTE: O Globo/Agências Internacionais

15
Deixe um comentário

avatar
15 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Ronaldo de souza gonçalvesXFFRobsonEmerson R.BFabiano Martins Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
August
Visitante
August

A melhor estratégia não é um ataque premptivo as capacidades nucleares da Coreia do norte ou uma mudança de regime mas sim uma estratégia de cerco é dissuasão, ou seja, fechar totalmente o cerco político e econômico ao Kim e garantir a completa exterminação ao regime se eles atacarem a Coreia do sul . Pronto aí a guerra acaba

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

August 12 de agosto de 2017 at 7:28 Essa estratégia de cerco só funcionaria se a China concordasse, uma possibilidade bem remota. A CN não atacou a CS até hoje e não irá atacar pelo simples motivo da reação internacional que cairia em peso contra a CN, podendo haver até mesmo com a China e a Rússia – seus aliados em tese – participando desta coalização. E a situação também seria o inverso, se os EUA atacassem a CN, os sul-coreanos seriam prontamente atacados pelos norte-coreanos, e provavelmente o mundo teria uma reação anti-USA. Na minha humilde opinião, essa “briga”… Read more »

August
Visitante
August

A China não precisa concorda. As circunstâncias são piores para ela. Aqui nesse blog há uma grande opinião que a China é q mantém a CN é isso tá longe de ser uma vdd, no máximo uma meia verdade. No mais um cerco é a melhor opção, se a CN do quebra é exterminada simples assim. É o que vc fala que a CN nunca atacou o sul é uma grande de uma mentira atacou sim em 1950 e na década de 60 tentou de todas as maneiras desestabilizar a CS tentaram até matar o primeiro-ministro e então ditador Park… Read more »

August
Visitante
August

No mais a estratégia dos EUA agr com o Trump é colocar mais pressão na panela de pressão tentando fazer o Kim mudar de postura ou seus “amigos” chineses o forcarem. Mas os EUA não vão atacar só se a CN atacar primeiro, mas que eles vão pressionar para um erro da Coreia do norte há isso vão. A estratégia está posta empregar os meios superiores inteligentemente afim de colocar pressão na CN ou seja estratégia de contenção a mesma utilizada contra a URSS do que moldada ao cenário atual da península.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

É muita ingenuidade acreditar que a China deixaria os EUA fazer um cerco em um país da Ásia – inclusive bem ao lado dos chinas, se isto acontecer, então podemos considerar que os chineses não têm nenhum poder sobre aquela área, o que irá colocar em xeque a posição que a China quer alcançar na área. E esqueci de mencionar que este cenário de ataque é no pós-guerra, até hoje não se teve nenhuma notícia proporcional ao que aconteceu na Guerra da Coreia, porque se a CN atacar CS, os EUA prontamente iriam aniquilar os norte-coreanos. Quando falo de ataque… Read more »

August
Visitante
August

A China não tem q deixar, sabe porque? Porque não poder de fogo para peitar os EUA simples assim ! Entenda, tanto que os EUA fez o deployment do thaad na CS e o chinas ficaram só na fala reclamando não fizeram nada ! Peace through strength é a melhor estratégia sempre funciona e sempre funcionará

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Até parece que os EUA iriam deslocar metade de sua frota naval e aérea para peitar a China, a menos é claro que estoure uma guerra mundial e isso de fato se torne realidade, só que para os EUA fazerem um cerco na CN intimidando até a China, os EUA precisariam da 7º, 5º e talvez a 6º e a 3º frota. Meu caro, a Rússia também faz a mesma coisa, os EUA também faz a mesma coisa, quando a Rússia coloca mísseis antiaéreos perto da fronteira, a OTAN dá chilique, quando a OTAN faz isso no Báltico e na… Read more »

Fabiano Martins
Visitante
Fabiano Martins
Emerson R.B
Visitante
Emerson R.B

Acho que o pessoal esta fugindo do ponto essencial em questão.
A CULPA da Koreia do Norte existir , e fazer as merdas que faz, SÃO exclusivamente da RUSSIA e da CHINA.E agora que a situação esta extremamente complicada eles tiram o seu da reta e não fazem nada, em cima, de uma situação que eles mesmos criaram.Atitude tipicamente de comunista, NUNCA admitem os seus erros, culpa é sempre dos outros.

August
Visitante
August

Gilson mouro vc se contradiz no seu comentário, os EUA podem muito bem fazer o cerco a hora que quiserem aliás vc mesmo responde isso nesse trecho ” Por acaso a definição de soberania mudou? Porque até onde sei não mudou” fazer um cerco não viola a soberania da CN, pelo contrário só fortalece as soberanias da CS e Japão que são constantementes ameaçadas por esse regime mocorongo. E a China o que vai fazer nada até porque ela não quer e não pode peitar os EUA, você mesmo fala ngm quer a 3gm é vdd ngm quer ! Aliás… Read more »

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

August 13 de agosto de 2017 at 21:11 Você não entendeu o que eu disse. Veja bem o contexto que eu usei o conceito de soberania. “Meu caro, a Rússia também faz a mesma coisa, os EUA também faz a mesma coisa, quando a Rússia coloca mísseis antiaéreos perto da fronteira, a OTAN dá chilique, quando a OTAN faz isso no Báltico e na Ucrânia, a Rússia dá chilique, quando fazem isso na CS, a China dá chilique, quando fazem no Japão, a China e Rússia dão chilique. Por que eles começariam uma guerra por algum país colocar baterias antiaéreas… Read more »

Robson
Visitante

Isso ta fácil de resolver… é só os americanos combinarem com os chineses que após acabar com o regime farão da CN um protetorado chines…

Robson
Visitante

Isso ta fácil de resolver… é só os americanos combinarem com os chineses que após acabar com o regime farão da CN um protetorado chines… ninguem quer as coreias unidas mesmo… diminuem as tensoes e ainda da esse presente de grego pros chinas….

XFF
Visitante
XFF

A China já deixou bem claro que, se a CN atacar os EUA, a China ficaria neutra e se os EUA atacar primeiro a CN ,a China reagirá. Isso é um recado bem claro. A China mão vai permitir os EUA derrubar o regime CN para depois os EUA colocar uma base lá.

Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

quem ajudou a coreia do norte e ter armamento nuclear foi a china,ajudou no programa de misseis,ajudou.Mas perdeu o controle com seu parceiros é isto é muito perigoso.Tem que apertar a china ,para que CN desista.Uma guerra dificilmente o EUA conseguiria defender a coreia do sul.A solução é diplomática com uma pressão sobre a china.