Home Estratégia Alemanha é instada a repensar e aumentar seus gastos militares

Alemanha é instada a repensar e aumentar seus gastos militares

4006
55

Por Zoran Radosavljevic

BRUXELAS — A paisagem política em mudança deve forçar a Alemanha a sair da sombra do passado e assumir um papel muito mais ativo na defesa e na segurança da Europa, de acordo com um novo relatório publicado na quinta-feira (12 de outubro).

O relatório, escrito pelo veterano do grupo de imprensa de Bruxelas, Paul Taylor, para os Amigos da Europa, sobre as perspectivas de uma integração europeia de defesa mais próxima, destaca a posição crucial da Alemanha. É o poder econômico da Europa e o país com maior potencial para construir uma União Europeia de Defesa, juntamente com a França.

“Em um mundo de Putin, Trump, Brexit e ISIS, os alemães estão despertando lentamente para essa ideia, mas os obstáculos permanecem mais políticos e psicológicos do que financeiros ou técnicos”, disse Taylor ao apresentar o relatório intitulado “Saltando sobre a sua Sombra” – Jumping over its shadow.

Depois de pesquisar quase 200 atores de defesa seniores na Alemanha e na Europa, o relatório descobriu que a segurança doméstica e o terrorismo islâmico são vistos como a maior ameaça na Alemanha, acima da segurança cibernética, da migração irregular e dos riscos militares na Europa Oriental.

Sinalizando uma possível mudança política na estratégia de defesa da Alemanha, mais entrevistados acham que a UE, ao invés da OTAN, deveria ser o foco principal dos esforços de defesa renovados da Alemanha, enquanto os EUA já não são vistos como o parceiro de segurança mais importante da Alemanha.

O relatório ocorre logo depois da chanceler alemã Angela Merkel, ter ganho seu quarto mandato consecutivo, e que está iniciando negociações de coalizão com os Democratas livres e os Verdes anti-nucleares, nas quais a defesa provavelmente será um dos elementos de disputa.

Merkel tinha sido indiferente às questões militares e de defesa, mas, segundo o relatório, não poderá mais fechar os olhos.

“O mundo de Angela Merkel mudou além do reconhecimento … A Alemanha agora mora em um ambiente cada vez mais instável”, disse Taylor.

O relatório argumenta que 70 anos após a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha deveria fazer “um investimento sustentado em defesa, após duas décadas de cortes contínuos”. O orçamento de defesa da Alemanha situa-se em apenas 1,2% do PIB, muito abaixo do compromisso de 2% esperado pela OTAN, e depois de subir ligeiramente em 2016, pela primeira vez em anos.

“Basicamente, o Bundeswehr está rodando no vazio”, disse Taylor, pintando uma imagem sombria de um exército morrendo de fome com extrema necessidade de financiamento e modernização, em grande contraste com o poder econômico da Alemanha.

“As forças armadas foram esvaziadas pelo atrito orçamentário. Aviões, helicópteros, veículos blindados e navios são canibalizados para manter um número limitado de unidades operacionais. Apesar de uma reviravolta no orçamento de defesa desde 2016, o reequipamento completo da Bundeswehr levará 15 anos. As indústrias de defesa estão em polvorosa devido a reformas incompletas do sistema de compras militares “, disse o relatório.

  • Clique aqui para o artigo completo, no site Euractiv.
  • Clique aqui para obter o relatório completo (218 páginas em PDF) no site Amigos da Europa.

FONTE: Euractiv.Com, publicado em 12 de outubro de 2017

55
Deixe um comentário

avatar
55 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
DaGuerraLoyola AragãoTadeu 54JuarezDelfim Sobreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Galeao
Visitante
Galeao

“As forças armadas foram esvaziadas pelo atrito orçamentário. Aviões, helicópteros, veículos blindados e navios são canibalizados para manter um número limitado de unidades operacionais. Apesar de uma reviravolta no orçamento de defesa desde 2016, o reequipamento completo da Bundeswehr levará 15 anos. As indústrias de defesa estão em polvorosa devido a reformas incompletas do sistema de compras militares “, disse o relatório.

Parece que ele esta falando de outro paif!

sds
GALEAO

Juliano M
Visitante
Juliano M

Com a radical mudança étnica promovida por essa Dilma alemã o refortalecimento militar chegará a tempo do califado germânico impor aos demais membros da EU sua política interna, partilhar novamente a católica e antagonista Polônia com a Rússia e escolher o lado errado nos futuros conflitos.

Luciano
Visitante
Luciano

Esse Wiesel AWC é uma arma muito interessante para reconhecimento!

oganza
Visitante

PROPAGANDA de AMACIAMENTO… Lança-se a discussão, cria-se uma ameaça (que é verdadeira por um lado e falsa por outro) e justifica-se a população politicamente correta o aumento do orçamento. . Querem entender as entrelinhas da materiazinha? Assistam Star Wars – A Guerra dos Clones, onde devido há uma ameaça “externa” (no caso separatista) a República dá mais poderes ao Chanceler e cria uma FFAA “Multi Nacional (inter-planetária)” controlada pelo Senado (Chanceler). . Vamos para a realidade: A Europa (Bruxelas) está “nomeando” um inimigo externo mas é tudo mentira… TODOS os governos da UE são revolucionários e o tal inimigo é… Read more »

oganza
Visitante

E no meio das boas notícias: EUA deixou a UNESCO huhuhuhu.

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

” EUA deixou a UNESCO”
Claro, ousaram criticar Israel pelos crimes que cometem diariamente na Palestina. E quem manda nos Estados Unidos é… Israel!!!

Bravox
Visitante
Bravox

Joao Moita Jr crimes? (os palestinos sao extremistas islamicos ja sabe né?)

Doug385
Visitante
Doug385

Joao Moita Jr 12 de outubro de 2017 at 22:13

Vou te dar a mesma resposta que o embaixador americano deu: quantos judeus vivem no Egito, na Arábia Saudita, na Argélia ou no irã? Existe 1,5 mi de árabes em Israel, inclusive com direito a representante no Knesser. Quantos refugiados sírios esses países que acusam israel receberam? Quantos países alí naquela região gostariam de ver Israel destruído? Quantos tentaram fazer isso nos últimos 60 anos?
Como você trataria alguém que está jogando pedras na sua janela e tenta arrombar sua porta da frente com armas em punho?

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Senão me engano o atual comandante da IAF é árabe ou beduíno.

Da para esperar um judeu no comando da FA da Arábia Saudita ?

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Bemvindos à Embaixada de Israel no Blog…rsrsrs
Shabat Shalom

Doug385
Visitante
Doug385

Joao Moita Jr 13 de outubro de 2017 at 9:06

Talvez o amigo consiga se manifestar mais livremente e ter maior aceitação em outros blogs, reconhecidos como “Embaixadas de Cuba”. Neles o amigo poderá regurgitar todo o seu palavrório anti-imperialista sem ninguém para contestar.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Joao Moita Jr 13 de outubro de 2017 at 9:06

Todos são bem-vindos em lugares livres e democráticos ao contrário dos lugares que você gosta

Rafael_PP
Visitante
Rafael_PP

Não sei se o conceito funciona de fato. Não sei se cumpre a missão a contento. Também não sei o grau de sua utilidade no campo de batalho.
.
Mas considero o Wiesel (AWC) um veículo extremamente interessante, principalmente pela ‘aparente’ simplicidade e capacidade de exercer diversas funções.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Doug385 13 de outubro de 2017 at 8:24

Se não me engano, foi Golda Meyer (assim q escreve? – se não foi ela, me corrijam) q disse algo sábio:
Se os árabes deixarem suas armas, haverá paz.
Se Israel deixar suas armas, será exterminado.

_RR_
Visitante
_RR_

Rafael_PP ( 13 de outubro de 2017 at 11:10 )

Tivemos a chance de ter algo muito similar.

https://www.youtube.com/watch?v=LvIMo-UdYN4

Augusto
Visitante
Augusto

Rafael_PP a engensa tinha um projeto de blindado bem parecido com o alemão diesel, pelo que eu me lembre a engensa estava projetando para o Iraque. Só de curiosidade mesmo

Augusto
Visitante
Augusto

Wiesel não diesel kkkk, eita corretor. Acho que falei a mesma coisa que o RR mas quando só apareceu o post dele depois que eu enviei o meu rsrs

Rafael_PP
Visitante
Rafael_PP

_RR_, Augusto, grato pela atenção dos dois.
.
O problema é que a Alemanha encomendou e recebeu quase 500 unidades entre as duas versões. E a ENGESA morreu com quatro protótipos. Não deveriam ter dependido tanto do Saddam. Na realidade militar, infelizmente, só boa vontade não conta.
.
Ps: ambos devem ser muito divertidos de se pilotar.

Plamber
Visitante
Plamber

É off-topic, mas já que os moderadores permitiram o assunto: Nessa briga entre Israel e Palestina não existe um lado certo ou errado, apesar de os palestinos terem pisado lá primeiro, mas isso também não quer dizer muita coisa, já que eles podem ter retirado outros povos dali. Os palestinos não são menos criminosos do que os israelenses (e vice-versa). Os dois lados são covardes, principalmente os israelenses, por usarem força totalmente desproporcional. E depois nós é quem somos os anões diplomáticos… Nunca vi Israel ser diplomático em toda minha curta existência neste planeta, aliás, os diplomatas de Israel devem… Read more »

Matheus G.
Visitante
Matheus G.

Joao Moita Jr 12 de outubro de 2017 at 22:13

O sionismo está para o judaísmo assim como o estado islâmico está para o islã, acertei?

oganza
Visitante

Alexandre Galante 13 de outubro de 2017 at 16:35
“Senhores, o assunto é Alemanha, como foi parar em Israel?”
– Melhor comentário. Realmente. Como??? kkkkkkk

Bavaria Lion
Visitante

As coisas mudam…

Em 1945 a Alemanha estava divida e proibida de fabricar armas. Hoje em dia, é a líder da UE, consolidou o sistema econômico mais sólido e sustentável do mundo e agora, vai voltar a ocupar a liderança de onde nunca realmente deveria ter saído: a vanguarda tecnológica de vetores militares e estratégicos.

A liderança estratégica do mundo pelo conhecimento. Se conseguirem lidar com o problema do “choque cultural” da grande migração islâmica, ninguém segura esse país. Um dos países mais importantes de todos os tempos desde que mundo é mundo.

oganza
Visitante

Bavaria Lion,
“consolidou o sistema econômico mais sólido e sustentável do mundo…”
– Fique curioso. E qual seria esse sistema que a Alemanha consolidou?
Grande Abraço.

oganza
Visitante

ERRATA: “Fique curioso”
E NÃO: “Fique curioso”

Doug385
Visitante
Doug385

Plamber 13 de outubro de 2017 at 15:28

Não sou fanboy, apenas tenho apreço pelos nossos valores e, goste você ou não, Israel é um dos pilares da civilização ocidental.
Me responda uma coisa: como dialogar com quem quer o seu extermínio? Como conversar com um povo bárbaro que mata seus próprios irmãos por terem uma visão diferente sobre a mesma fé? Foi por abundar diálogo que Hitler dominou quase toda a Europa.

Doug385
Visitante
Doug385

“Você está defendendo os palestinos agora? Não entendi, pois quem adora fazer isso é Israel…”

Claro, o Iron Dome é só pra iluminar o céu no Reveillon, né?!

oganza
Visitante

Bavaria Lion,
“Um dos países mais importantes de todos os tempos desde que mundo é mundo.”
– Há controvérsias nessa afirmação. Importantes sim, mas “desde que mundo é mundo” é uma estultice completa. O Estado Alemão nasceu no século XIX, em 1871.
Grande Abraço.

Doug385
Visitante
Doug385

Senhores, o assunto é Alemanha, como foi parar em Israel?

Porque um iluminado achou que que os EUA estão para Israel assim como Venezuela está para Cuba.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Tô achando que o assunto Israel vai render, a conversa irá virar uma bola de neve, um respondendo o outro.

oganza
Visitante

Affff o corretor bugou de vez aqui: É FIQUEI CURIOSO kkkkkkkk

Doug385
Visitante
Doug385

Voltando à Alemanha…
Fico imaginando como os alemães elegeram pela quarta vez a Dilma deles. No mais, 1,2% do PIB para a defesa da maior potência européia é ridículo.

Augusto
Visitante
Augusto

Oganza tbm fiquei curioso ! Ter uma balança comercial com excedente não quer dizer, estabilidade econômica nem sustentabilidade o que importa na real é a balança de pagamentos como um todo e tbm cada país é um caso. Ex: EUA é deficitário na BC mais tem excende qna Balança Financeira e Capital que cobre o déficit da outra balança, ou seja, se sai dinheiro por um lado entra pelo outro.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Doug385 13 de outubro de 2017 at 19:30

Procure a resposta na economia. Embora a Alemanha venha enfrentando diversos problemas, a economia segue como a única política que o governo ainda consiga se sustentar eleitoralmente. O desemprego é bem baixo se comparado com a zona do euro, orçamento mais equilibrado, e a dívida pública abaixo da média da zona do euro e caindo, ao contrário de outros países da zona que é tudo inversamente.

Aquela história sobre criar uma força militar da Europa ainda encontra adeptos entre os europeus?
Sou curioso quanto a este assunto.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Agora Israel virou pilar da civilização ocidental. Que eu saiba, os pilares foram a Roma Antiga, a Grécia Antiga e a Igreja Católica. Tirando o fato de Cristo ter nascido judeu e de ainda lermos o Pentateuco como preparação para o Novo Testamento, qual foi a outra majestosa influência israelense para que Israel possa ser considerado fundador da civilização ocidental?

Doug385
Visitante
Doug385

Gilson Moura 13 de outubro de 2017 at 19:59

Certamente a economia tem falado mais alto. Embora a situação não seja das melhores, os vizinhos estão pior. O custo social tem forte impacto nas economias europeias.
Aventou-se a alguns anos a criação de uma Força Expedicionária Europeia com um contingente ao redor dos 20 mil homens. Não se falou mais nisso. Talvez muitos não estejam dispostos a arcar com os altos custos.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Antes dos “palestinos” pisarem naquela terra, ela já era Judéia.

oganza
Visitante

Augusto e Gilson Moura, pois é, e ainda estou esperando a resposta da tal intelligentsia sobre esse tal super-mega-ultra sistema que a Alemanha consolidou. . E Gilson, a tal Força Militar Europeia é o segundo maior sonho erótico dos burocratas de Bruxelas. O primeiro é transforma a Europa em uma federação de Estados subservientes à um governo central em Bruxelas com a consequente destruição de todas as fronteiras e soberanias europeias, tanto políticas, físicas e culturais. . Ps.: “Procure a resposta na economia.” – Não basta e seria uma metonímia isso, pois tais respostas seriam o conteúdo e não a… Read more »

Doug385
Visitante
Doug385

Leonardo 13 de outubro de 2017 at 20:21

Leu bem? Um dos pilares! Ou você tem dificuldades de interpretação ou é um sujeito mal-intencionado.
Um dos pilares religiosos, para ser mais preciso; já que o judaísmo é a base do cristianismo.

Augusto
Visitante
Augusto

Os países da UE tem uma força de cada país divididos em battlegroups para missões de baixa-intensidade(conflitos e missões de paz,recebtimente tentaram colocar tbm a ajuda humanitária em casos de desastres e proteção da fronteira naval), enquanto a Otan tem o objeto de proteger contra uma guerra de alta intensidade, só que na real essa força da UE não é empregada em nada e no que é faz mal. O grande objetivo da Merkel com o exército europeu é querer dividir os custos da sua própria defesa e agradar politicamente a esquerda com quem ela vive uma lua de mel… Read more »

Leonardo
Visitante
Leonardo

A tradição judaico-cristã não passa de um mito, foi isso que eu quis dizer. O cristianismo é a boa nova, que não guarda praticamente nada em comum com as tradições judaicas. O cristianismo não é a evolução do judaísmo, é uma novidade, uma ruptura.

Soldat
Visitante
Soldat

Alguém na Alemanha tem que aparecer o mais rápido possível e tira aquela Maldita Comunista, entreguista, traidora a grande Mohammed Angela Merkel do poder.

Mas isso só vai acontecer quando os Libertadores Amis e Ingleses saírem da Alemanha infelizmente.

Enquanto isso a Islamização corre seu curso normal a ritmo largos.

Obs.
Caso a Otan entre em guerra com a Rússia em menos de 7 dias eles terão chegado a Berlim e serão recebidos como os Verdadeiro salvadores da Civilização…Romano-Grega…hehehehee…podem ter certeza disso…

Bravox
Visitante
Bravox

Alemanha caminha para queda e todos sabem o motivo, quanto tempo até estourar uma guerra na europa ?
(alguma previsão?)

Renato Carvalho
Visitante

Soldat,
Em 7 dias os Russos chegam a Berlim !!
Só se for como prisioneiros de guerra, a Rússia a despeito de estar em processo de modernização de suas FAs ainda não são páreo para a OTAN o amigo esqueceu que se Putin se aventurar por aquelas bandas vai ter que encarar além da Europa os EUA e todo seu poderio.

MadMax
Visitante
MadMax

Uma Europa armada novamente? Não, obrigado, chega de porrada.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Como está escrito, a Alemanha vai se mexer, assim como toda a Europa e Canadá, porquê o presidente messingélico só tem olhos para Israel.
Daí que a Alemanha deve começar a se acertar com os vizinhos para aquisição e desenvolvimento de material bélico comum.
E podem desistir de aquisições dos EUA. F-35 na Luftwaffe pode ficar distante, só para citar um exemplo.

Bavaria Lion
Visitante

Oganza Essa matéria da BBC explica. Basicamente, o sistema alemão foi o que entendeu que o estado existe para possibilitar ao povo uma alta qualidade de vida. Isso passa por financiamento racional, com lucros de bancos limitados (diferente do brasil, por exemplo, em que os governos pós-militares foram invariavelmente, meretrizes dos bancos). Um IDH paradoxalmente aliado a economia forte e de mercado sustentável. A sustentabilidade é a base dos governos que funcionam. Que permitem a população o acesso a serviços públicos de qualidade (aqueles mesmo que estão na declaração dos direitos humanos). Segurança, Educação, Saúde e Infraestrutura de transporte são… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Renato Carvalho, dou 16 duas para Berlim cair, pelo simples fato de que a excessão dos Poloneses, estes s aprenderam a licao, o resto da turma do califado da Eurobambilandia vão ser literalmente patrolados pelas divisões blindadas Russas, porque a maioria dos equipamentos militares franco alemães simplesmente não funciona, não opera e não tem mais pessoal qualificado na quantidade requerida. Até eles conseguirem alinhas uma brigada de tanques, os Russo estarão cruzando o Reno. A única esperança deles é a cavalaria do Tio Sam chegar a tempo, caso contrário em 30 dias teremos a nova Dunkerke. Não estou inventando nada,… Read more »

Augusto
Visitante
Augusto

Bavária Lion, a Alemanha teve uma economia boa no séc. XXI por causa da agenda 2010 e as reformas Hartz, quanto aos gastos públicos a Alemanha é hipócrita, por exemplo, quer que outros países custeem sua defesa entre várias e outras coisa que a Alemanha usa a UE como desculpa para dividir seus custos. Quanto aos Juros bancários isso não é exclusividade da Alemanha todos os países ricos tem juros baixo, aqui no Brasil o juros é alto para que os bancos não quebrem e que sejam a maioria de capital nacional. O sistema bancário brasileiro é uns dos mais… Read more »

Bavaria Lion
Visitante

Augusto 14 de outubro de 2017 at 13:40

Acredito que o mais imundo, o nosso sistema bancário.