Home Artilharia Exército recebe viaturas do Programa ASTROS 2020

Exército recebe viaturas do Programa ASTROS 2020

5937
20

Formosa (GO) – No dia 30 de outubro, o 6º Grupo de Mísseis de Foguetes (6º GMF) foi palco de uma cerimônia para a entrega de 12 viaturas modernizadas, no padrão MK3M, ao Exército Brasileiro. Elas fazem parte do terceiro lote de veículos entregues e atendem a mais uma etapa do Programa Estratégico do Exército ASTROS 2020.

As viaturas-lançadoras foram apresentadas durante a solenidade, presidida pelo Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, General de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha. Após o processo de modernização, todas foram dotadas de tecnologia digital similar à da versão MK6. O presidente da Empresa Estratégica de Defesa Avibras, João Brasil Carvalho Leite, realizou a entrega simbólica das chaves ao Comandante do 6º GMF, Tenente-Coronel Elson Lyra Leal.

A remodelagem das viaturas da versão MK3 para MK3M do Sistema ASTROS compreende os trabalhos de engenharia e a execução das atualizações mecânicas, eletromecânicas, eletrônicas e de software de comando e controle, com o objetivo de melhorar o desempenho e a capacidade. O recebimento desses produtos de defesa contribui para a evolução e a consolidação da Artilharia de Mísseis e Foguetes, representando um salto tecnológico de capacidade, de eficiência e de efetividade para o apoio de fogo da Força Terrestre.

Para o Comandante Logístico do Exército Brasileiro, General de Exército Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, este é um momento bastante significativo para a modernização da segurança nacional, por meio do ASTROS 2020, ainda com o benefício da considerável economia financeira alcançada no processo de remodelagem das viaturas. “E assim o Forte Santa Bárbara torna-se uma realidade, uma grande potência de fogo no Centro-Oeste”, concluiu.

O presidente da Avibras complementou que o ASTROS 2020 é resultado de uma parceria consistente entre a Força Terrestre e a indústria bélica nacional, o que coloca o Brasil entre as principais nações no domínio de novas tecnologias.

Participaram, ainda, da solenidade o Secretário de Economia e Finanças do Exército, General de Exército Antônio Hamilton Martins Mourão; o Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Fernando Azevedo e Silva; autoridades do Ministério da Defesa e comandantes de organizações militares da Guarnição de Brasília.

Projeto Estratégico ASTROS 2020

O Programa Estratégico do Exército ASTROS 2020 busca a dissuasão extrarregional para a defesa do Brasil. Alinhado com a Estratégia Nacional de Defesa, o Sistema é um dos sete programas indutores da transformação do Exército Brasileiro.

Iniciou-se em 2012, com a assinatura de dois contratos com a Avibras Indústria Aeroespacial S/A, companhia 100% nacional e que fabrica produtos de defesa, com a finalidade de desenvolver um míssil tático de cruzeiro, com alcance entre 30 e 300 km; e um foguete guiado de elevada precisão, com alcance de 40 km.

Ainda como projetos integrantes do Programa ASTROS estão: a aquisição de novos veículos de combate; a modernização das viaturas do 6º GMF; o Sistema Integrado de Simulação ASTROS (SIS-ASTROS), que trabalha ambientes operacionais virtuais de combate; e o Forte Santa Bárbara, criado com a finalidade de reunir, em um único local, as organizações militares operacionais de mísseis e foguetes, um estabelecimento de ensino, um centro de logística, uma unidade de busca de alvos, unidades administrativas e um campo de instrução adequado para treinamento. O término do programa está previsto para 2023.

FONTE: Exército Brasileiro

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bravox
Bravox
2 anos atrás

Duvida, com integração da viatura de controle de disparo ao nosso satélite (FAB) é possivel maior precisão de disparo ?

Gabriel Barbosa
Gabriel Barbosa
2 anos atrás

Boa noite !!!

Alguem sabe dizer quantos lançadores temos ?

Li que uma bateria possui 4 lançadores , 1 remuniciadora , 1 metereológica , 01 comunicação , 01 seletora de tiro ….

Ta certo isso produção?

Obrigado e abraço a todos!!!

TeoB
TeoB
2 anos atrás

Gostaria de saber como anda o desenvolvimento, se é que existe o projeto da versão antiaérea do Astros 2020. acho que se for criada de fato essa plataforma seria um salto muito grande na defesa do nosso país, integrar um míssil guiado e uma viatura com o radar saber e ou outro radar não deve ser impossível ou inviável ponto de vista tecnológico.

César A. Ferreira
César A. Ferreira
2 anos atrás

A viatura MK-6 é desenvolvida sobre um chassi Tatra.
A versão Mk-3, Mercedes Benz…
A versão agora recebida, Mk-3M, continua com chassi MB?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Ótimo,
Astros 2020 faz a diferença.
O KC 390 pode levar uma bateria completa em quantas viagens ?
Levando em consideração peso e cubagem (m3).
______________________________

General de Exército Juarez (?!)
General Mourão na área.

Felipe Coraca da Gama Vajano
Felipe Coraca da Gama Vajano
2 anos atrás

@Bravox

Para os proximos anos, esqueça satelites, ou pelo menos não dependa dessa tecnologia. Tudo indica que o campo de batalha do futuro proximo é baseado em Signals Supremacy, que no caso especifico, significa que ambos os lados farão o melhor possivel para interromper os sinais eletronicos do adversario, dentre eles de GPS.

wwolf22
wwolf22
2 anos atrás

e o Vant que iria designar/obter alvos para o ASTROS ???

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
2 anos atrás

César A. Ferreira 30 de outubro de 2017 at 22:39,

sim meu caro, o chassi continua o mesmo, MB.

wwolf22 31 de outubro de 2017 at 7:16,

até onde sei, o desenvolvimento deste sistema continua, mas em banho-maria pela Avibras…

Grato

Negrão
Negrão
2 anos atrás

Alguém pode disponibilizar vídeos e imagens dos acertos do astros (ponto de impacto dos foguetes)?
Qual o percentual de acerto e raio de acão por foguete?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás
PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
2 anos atrás

Negrão, meu caro, vai aqui um vídeo pra você e os demais encherem os olhos. O Sistema Astros MK-6 operado pelos indonésios, inclusive neste vídeo, da para observar a presença de técnicos brasileiros da Avibras assessorando os militares indonésios. No vídeo aparece uma bateria quase completa deste sistema. Dá para ver o interior dos veiculos e ter uma noção de como ficou a nova versão MK3M do EB. Você verá os impactos dos foguetes com suas cargas explosivas. Pelo que dá para perceber no vídeo parece ser a versão nos menores calibres ou seja os SS30 ou SS40 pelo relativo… Read more »

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
2 anos atrás
Pedro
Pedro
2 anos atrás

Os senhores poderiam comentar sobre a filosofia de emprego desse tipo de arma? Como seria o emprego real, a dinâmica no campo de batalha, como atua em conjunto com outras forças, etc ?

mf
mf
2 anos atrás

Gabriel

Atualmente uma bateria tem 6 lançadores, e em Formosa-GO estarão todos os 36 do exercito, e ainda os fuzileiros navais possuem 6 unidades também.

Ypojucan
Ypojucan
2 anos atrás

Caro Colombelli, aproveitando seu conhecimento, gostaria de saber se você acharia por bem o EB adotar versões mais leves e baratas de lançadores de foguetes. Algo como um GRAD russo ou mesmo os lançadores do Exército Argentino (que são simples caminhões sem blindagem, com foguetes de 122mm/127mm). Até os Marines agora pensam num veículo como uma caminhonete armada com foguetes. Outros exércitos utilizam baterias de foguetes justamente para missões de fustigação, amaciamento, ou fogo de inquietação, prolongadas e de menor intensidade, como os Iranianos (existem vídeos de jipes armados com lançadores de foguetes), Sérvios (Yuguslavos -várias versões desde rebocadas até… Read more »

Walfrido Strobel
2 anos atrás

Um vídeo bonito do Astros, pena que o EB não investe nestes vídeos mais detalhados sobre seu equipamento.
. https://m.youtube.com/watch?v=KirQRy1e0To

Seal
Seal
2 anos atrás

Belo vídeo!!…o Produto é Brasileiro mas essa Unidade, se não me engano, do Exército Indonésio, referencia o Sistema Astros como se fosse um orgulho nacional deles, coisa que às vezes, nós brasileiros não dá o devido valor.

Pedro
Pedro
2 anos atrás

Colombelli, obrigado pela resposta!

Dody Schimitd
Dody Schimitd
2 anos atrás

Está mais para o aumento de viaturas blindadas para o controle das ruas quando o caos urbano tomar conta. E falta pouco pra isso. Se aquela moda dos saques em massa voltar e pegar força, será o estopim para um cenário descontrolado.

Dody Schimitd
Dody Schimitd
2 anos atrás

Estão fazendo manobras e treinamento. Deve ser uma resposta por causa que disseram que nossas forças armadas só servem para capinar e pintar. Ou está para acontecer algo, mas como sempre não alertam e não dizem nada. Podiam ser mais úteis na segurança das ruas, mas …