Home Artilharia Antiaérea Exercício ‘Além da Vanguarda’ treina com mísseis Igla e radar SABER M60

Exercício ‘Além da Vanguarda’ treina com mísseis Igla e radar SABER M60

3531
7

Osasco (SP) – A 5ª Bateria de Artilharia Antiaérea Leve (5ª Bia AAAe L) participou do Exercício “Além da Vanguarda”, da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), entre 23 e 27 de outubro, na cidade de São José do Barreiro (SP).

Durante a atividade, a 5ª Bia AAAe L realizou a defesa antiaérea de uma Cabeça de Ponte Aérea, com quatro unidades de tiro de míssil Igla S e um radar SABER M60.

No exercício, foi feito o helitransporte dos fardos do radar, de uma posição na cidade de Formoso até a crista de uma elevação no interior da cabeça de ponte.

FONTE: Exército Brasileiro

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
ZéBoscoDoug385marcio alvesFernando_SP Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

Esse radar saber m-60 e muito bom pequeno fácil de transportar,gostaria de velo num guarani por exemplo.eu acho que a defesa de ponto está melhorando pensem o Brasil tem muitas hidrelétricas refinarias,fabricas cidades importantes enfim tem centenas senão milhares de pontos para defender.Penso que deveria sim dobrar o efetivo,tem centenas de iglas centenas de RBS70 e centenas de canhões antiaéreos,deveriam desenvolver o piranha 1b com mais um estágio e desenvolver bateriam antiaéreas,ou coloca-los nos guepard que também em em numero pequeno.È um modo mais em conta que ter centenas de caças.Eu tenho uma mentalidade mais defensiva pois o Brasil não… Read more »

Fernando_SP
Visitante
Fernando_SP

Tempos atras assisti a um vídeo no youtube, de uma empresa de turismo (??!!) falando sobre a unidade de artilharia antiaérea de Bagé (?), enfim, nela eles mostraram os jipes Marruás levando a tropa e equipamento ao local e levavam um tempão na preparação para ação e pensei que se já não teria ocorrido aos militares colocarem um desses radares em um Marruá 2,5 t e colocar uns Igla montados em suportes, prontos para uso. Israelenses, russos, americanos e por aí vai, já fizeram isso e temos tudo aí, pronto, só falta colocar na “caçamba” (rs). Já vi até um… Read more »

Fernando_SP
Visitante
Fernando_SP

Sobre o comentário anterior achei o link:
https://www.youtube.com/watch?v=xZPmvJds3go

marcio alves
Visitante

Espero que futuramente surja uma versão com antena menor de estado sólido e mais leve do SABER M60 e montada em uma viatura leve trazendo mobilidade ainda maior para o EB

Doug385
Visitante
Doug385

Fernando_SP 1 de novembro de 2017 at 8:19

A própria SAAB já possui uma solução para isso montada em cima do Iveco LMV.
Há um projeto de uma empresa nacional para a mesma solução: http://tecnodefesa.com.br/armadillo-shorad-e-atgm-mac-jee-amplia-conceito/

Bosco
Visitante
Bosco

Veículos capazes de operar radares em movimento geralmente utilizam radares de curto alcance, na faixa de 20 km. No Ocidente praticamente esses radares estão em desuso e a grande maioria dos sistemas antiaéreos operam radares de melhor desempenho (e maiores e mais desajeitados) instalados remotamente, enquanto os veículos de defesa antiaérea propriamente ditos (SPAAG/SPAD) estão desdobrados pelo terreno sem emitir, mais avançados, operando passivamente. Parece tentador ter um veículo antiaéreo de deslocamento rápido dotado de radar, mas na prática não existe essa “blitzkrieg” tão rápida a ponto de obrigar a existência de radares montados em veículos blindados operando tão próximo… Read more »

Zé
Visitante

Muito bom o adestramento de Baterias AAe com os Heli. Pode ser que posições isoladas mas “sensíveis” ao Governo Federal possam precisar desse reforço em algum momento.