Home Indústria de Defesa Ucrânia apresenta o novo radar de defesa aérea 80K6T

Ucrânia apresenta o novo radar de defesa aérea 80K6T

2557
12

O UOP SE Scientific Production Complex Iskra da Ucrânia está preparando um novo radar de observação 3D designado 80K6T – baseado em módulos de estado sólido – para os testes de fábrica.

Este radar é projetado para designação de alvos para os meios de defesa aérea e pode trabalhar com todos os tipos de sistemas de mísseis antiaéreos que equipam as Forças Armadas da Ucrânia. Além disso, os poderosos recursos de radar permitem usá-lo como um link de informação dentro das unidades da Força Aérea da Ucrânia.

A característica principal do 80K6T é uma matriz faseada ativa. Permite detectar e rastrear alvos com uma alta precisão. Ao mesmo tempo, uma única estação permite a medição simultânea da distância do alvo, azimute e altitude.

O 80K6T permite detectar alvos aéreos a uma distância de até 500 km, em altitudes de até 40 km. Ao mesmo tempo, o radar pode rastrear até 500 alvos simultaneamente. Além disso, a estação de radar pode trabalhar sob uma interferência significativa de guerra eletrônica do oponente. Devido a isso, os operadores do 80K6T podem observar a dimensão aérea sem obstáculos, uma das principais condições para a eficácia da defesa aérea.

Em um minuto, o radar faz até 12 voltas, fornecendo atualização de dados dos alvos a cada 5 segundos, e uma grande área de visualização Na lateral da antena, até 70 graus, permitindo a detecção de foguetes de artilharia de apoio ao campo de batalha. Além disso, um sistema especial de processamento de sinal permite detectar mísseis de pequeno porte e de cruzeiro em baixas altitudes com o seguimento do terreno.

No processo de desenvolvimento do 80K6T, especialistas do SPC Iskra prestaram especial atenção à mobilidade do complexo, que consiste em duas pequenas unidades de transporte: uma para os operadores da estação de radar e geradores de energia autônomos, e no segundo – para o equipamento de radar. Esta solução permite o transporte 80K6T usando aeronaves leves.

FONTEukroboronprom.com.ua

12
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
angeloSandroSmokingSnake 🐍ronaldo de souza gonçalvesGabriel Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
João Adaime
Visitante
João Adaime

500 km? Pode isso Arnaldo?
E todas as demais características? Não erraram num zero aí não?

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

“João Adaime 17 de dezembro de 2017 at 13:38”
.
Tradução: Um B52, ou um Tu-95, (algo bem grande para que possa refletir bastante a um radar) voando bem alto… em um dia ensolarado com aquela brisa fresca… em um dia que o salário acabou de cair na conta… em um dia em que meu time do coração ganhou do seu rival… em um dia onde a esposa não dormiu de calça jeans…
Nessas condições detecta ATÉ 500 kms de distância e até 40 kms de altura…

carcara_br
Visitante
carcara_br

Sapo apertado pula, parabéns aos ucranianos
https://iskra.zp.ua/index.php?option=com_content&view=article&id=113&Itemid=3&lang=en
Alcance de 350km para um alvo de 3m², estão se preparando para o Su-57, por se tratar de um radar de vigilância é quase certo que utilize bandas VHF/UHF

carcara_br
Visitante
carcara_br

Trocando em miúdos a limitação contra um alvo grande como um bombardeiro é basicamente do horizonte radar em condições normais!

ScudB
Visitante
ScudB

Um “Pelicano” (79K6) ex-soviético (dos anos 80) de exportação.
200km com 2m quadrados de RCS.E sem sistema de controle de fogo nem meios de abater alguma coisa.Basicamente tentando vender carregador sem balas.
Um grande abraço!

Gabriel
Visitante
Gabriel

Interessante , me parece que na Ucrânia existe uma industria de defesa sólida ainda…
Quando soube que os ucranianos queriam participar da concorrência das novas corvetas da MB eu já estava ciente da qualidade dos estaleiros herdados da URSS mas não vazia a minima ideia de como andava a capacidade deles de produzir o aparato eletrônico embarcado, mas agora vejo que os caras são fortes mesmo!

ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

Peço que alguns destes em conjuntos com o sabre em grandes quantidades poderiam dar alerta antecipado para as forças no qual o Brasil nonca teve ,Penso que esse radar na pedra da gávea ou no cristo daria uma cobertura e tanto,se associar uns astros próximos .seria uma defesa e tanto para afrota no rio.

carcara_br
Visitante
carcara_br

A argentina também desenvolveu um bom radar neste seguimento…
A gente podia pensar em desenvolver algo por aqui, a quanto tempo operamos aqueles no amazonas???

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

500 km de alcance?? Bom mesmo é o M60 com 60 km de alcance, triste isso.

Sandro
Visitante
Sandro

kkkkkkk SmokingSnake vc leu meu pensamento amigo kkkk, bem isso. É nos aqui enchendo o peito para falar do M-60 e dos Astros-2020 kkkk. Um radar com um ridículo alcance de 60 km que em caso de guerra real, depois que vc detectou ja ta tomando chumbo pq o tempo de reação e de s de 5,8minutos, isso tratando-se de um helicóptero comum. Sefor um helicoptero de ataque o tempo fica ainda mais curto.. Nem vou comentar de turbo helices e jatos pq ai vira piada.

carcara_br
Visitante
carcara_br

Nosso radar tem uma potência de pico menor que um ferro de passar roupas e vocês estão comparando com um radar cuja potencia de pico equivale a 400 cv, ou um caminhão de potência ;-(

angelo
Visitante

Gostaria de ver uma matéria sobre sobre a efetividade dos radares russos de 6mil km , pois uns 4 desses na região de anápolis vigiaria o brasil , os vizinhos e o oceano atlântico e seria difícil destruí-los pois o inimigo teria de percorrer uns 2 mil km e poderia ter uma defesa com uma bateria do S300, uma do S400 mais o iron dome .Daria trabalho ao inimigo e não ficaria tão caro em relação a sua importância e utilidade.