Home Geopolítica Trump está em guerra com o Ocidente?

Trump está em guerra com o Ocidente?

1938
64

Por Ishaan Tharoor

Apenas um dia depois de seus comentários impressionantes em Helsinque, o presidente Trump tentou recuar. Na capital finlandesa, ao lado do presidente russo, Vladimir Putin, durante uma coletiva de imprensa, ele duvidou das conclusões das agências de inteligência norte-americanas de que a Rússia interferiu na eleição de 2016. De volta à Casa Branca na terça-feira, entretanto, Trump argumentou que ele havia simplesmente tinha se expressado mal; ele leu uma declaração dizendo que, de fato, aceitou que Moscou tentasse influenciar a votação. Pelo menos por um momento.

“Poderia ser outras pessoas também”, acrescentou ele na frase seguinte. “Muitas pessoas lá fora.”

Poucos em Washington foram convencidos pela reviravolta de Trump. Desde que assumiu o cargo, Trump repetidamente questionou as investigações de seu próprio governo sobre a interferência do Kremlin e descartou o crescente corpo de evidências que ligam essa invasão à sua vitória eleitoral – incluindo um comentário do próprio Putin na segunda-feira. Desde as observações em Helsinque, além disso, ele havia sido entrevistado pela Fox News e não fez menção a mal-entendidos. Mesmo sua tentativa de esclarecimento na terça-feira aparentemente foi auto-editada em algo mais desafiador.

Trump também não disse nada na segunda-feira sobre a anexação da Crimeia pela Rússia em 2014 ou o seu papel em reforçar os excessos violentos do regime sírio. Essa timidez estava em contraste com sua crítica aos aliados da OTAN em Bruxelas na semana passada. Para muitos críticos de Trump, suas atuações nas duas cidades encerraram um ano e meio de ataques tácitos e evidentes à aliança transatlântica.

O comportamento de Trump foi “de um homem que quer que a aliança fracasse”, escreveu o colunista do New York Times, David Brooks. “Sua aceitação de Putin na segunda-feira foi uma dança da vitória no túmulo euro-americano”.

“O presidente russo recebeu efetivamente um passe livre de um presidente dos EUA para continuar sua guerra híbrida contra o Ocidente”, escreveu Guy Verhofstadt, um ex-primeiro-ministro belga. Ele pediu aos liberais europeus que se unam contra o Trumpismo e seus representantes, apontando para os esforços de um ex-assessor de Trump para impulsionar os populistas de extrema direita no continente. “A batalha agora está em curso para derrotar o sonho doentio de Steve Bannon de uma revolução populista de direita na Europa e um recuo para o nacionalismo assassino do passado da Europa”, escreveu ele.

Vale a pena perguntar, mesmo agora, quem Trump vê como seu inimigo. Sua campanha política foi redigida na retórica nativista contra o “globalismo”, um eufemismo para um mundo de liberais multiculturais e elites empresariais e políticas que ele alegou não ter em mente os interesses dos Estados Unidos. Desde que assumiu o poder, ele concentrou esses ataques em instituições reais – o Partido Democrata e funcionários públicos que ele chama de “o Estado profundo” em casa, e blocos multilaterais como a OTAN e a União Europeia no exterior.

Mais amplamente, ele demonstrou uma apatia consistente pela ordem mundial construída pelos EUA que garantiu a supremacia dos americanos por décadas. “No mundo pós-guerra, a política dos EUA tinha quatro características atraentes: tinha valores centrais atraentes; era leal aos aliados que compartilhavam esses valores; acreditava em mercados abertos e competitivos; e sustentou esses mercados com regras institucionalizadas”, escreveu Martin Wolf, do Financial Times. “Esse sistema sempre foi incompleto e imperfeito. Mas foi uma abordagem altamente original e atraente para o negócio de comandar o mundo”.

Wolf sugere que Trump está inclinado a rejeitar esse sistema, que muitas vezes é o que estamos invocando quando nos referimos agora ao “Ocidente”: “Para aqueles que acreditam que a humanidade deve transcender suas pequenas diferenças, esses princípios foram um começo. No entanto, hoje o presidente dos EUA parece hostil aos valores centrais da democracia, da liberdade e do estado de direito; ele não sente lealdade aos aliados; ele rejeita mercados abertos; e ele despreza as instituições internacionais. E ele acredita que isso pode dar certo.

“Trump pode ter diminuído a liderança dos EUA no mundo”, disse o analista russo Maxim Suchkov ao Today’s WorldView em Moscou na semana passada, “mas ele ainda quer dominação”.

Essa visão de mundo leva muitos analistas a sugerir que Trump tem mais em comum com autocratas como Putin do que com os líderes eleitos das principais democracias da Europa. Para os críticos da hegemonia americana, que há muito argumentam que seus valores declarados têm pouco a ver com suas ações geopolíticas, Trump confirmou suas crenças.

“Isso reduz os EUA de serem o líder do mundo livre a ser apenas mais uma grande potência”, disse Daniel Fried, ex-diplomata e companheiro do Conselho Atlântico, aos meus colegas David Nakamura e Carol Morello. Ele “desfaz 100 anos da grande estratégia da América”, acrescentou, “o que funcionou bem para nós. Ganhou a Guerra Fria porque as pessoas por trás da Cortina de Ferro foram inspiradas por nossas ideias e ideais.”

Em vez disso, Trump defende outra visão. Como já escrevemos antes, a concepção de Trump do Ocidente é cultural, não política. Está ancorada na retórica do sangue e do solo e na raiva contra a imigração. Na semana passada, ele argumentou em Bruxelas que as novas chegadas de migrantes são “muito ruins para a Europa” porque estão “mudando a cultura”.

Uma multidão de políticos europeus tradicionais discordaria, assim como a maioria de suas populações. Uma nova pesquisa do Pew com oito países da Europa Ocidental, publicada este mês, descobriu que 66% dos entrevistados acreditam que os imigrantes fortalecem suas sociedades.

Mas Trump vê essa abertura – e a perspectiva de uma Europa mais integrada e diversificada – como uma fraqueza. Aqui, novamente, ele se torna um espírito afim com Putin, outro estranho de pé, cético, à porta do liberal Ocidente. “Até 2014, a Rússia costumava se ver como o ponto mais oriental do mundo ocidental”, disse Dmitri Trenin, diretor do Centro Carnegie de Moscou, ao Wall Street Journal. “Desde então, houve uma mudança fundamental e a Rússia se voltou para dentro. A elite russa e seu líder, Putin, chegaram à conclusão de que tentar se tornar parte do Ocidente não levará aos resultados desejados.”

Isso envolve uma tentativa de virar para o leste e cultivar laços mais profundos com a Ásia. Mas também viu o Kremlin construir ligações com os mesmos populistas europeus de extrema-direita que Trump celebrou. Matteo Salvini, ministro do Interior da Itália e líder da extrema direita, está pressionando pelo fim da UE e das sanções à Rússia. Putin, enquanto isso, cultivou uma imagem global como líder nacionalista cristão proeminente e é aplaudido pelos supremacistas brancos nos Estados Unidos.

Os governos Putin e Trump podem estar em desacordo, mas os próprios dois homens, argumentou o jornalista Leonid Ragozin, estão “do mesmo lado da divisão”. Eles representam “a mesma linhagem de uma cultura global em ascensão: a dos tabloides viciosamente xenófobos”, TV de infoentretenimento politicamente tendenciosa, showbiz brega, populismo irresponsável, nativismo raivoso e cleptocracia oligárquica”, escreveu ele para o BuzzFeed News.

E seus adversários desorientados, agora liderados por uma Europa oprimida, estão lutando para lidar com a situação.

FONTE: Washington Post

64
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
52 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
Bruno RochaWilhelmWalfrido StrobelSoldatJoao Moita Jr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antonio
Visitante
Antonio

Trump está em guerra com seu próprio cérebro.
Um neurônio briga com o outro. Tico contra o Teco.
Ele está levando os EUA para o buraco.
Direto.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

A diferença é que Trump pode ser contido por aquilo que você mais repudia: a Democracia.

Antonio
Visitante
Antonio

Infelizmente, a falta de democracia vem se alastrando pelo Mundo. E pode se manifestar das mais diversas formas. Pode ser pela xenofobia e racismo (dentre outras mazelas) no Ocidente, como muitos regimes fechados da Ásia e África, bem como regimes com dominância religiosa que grassam pelo Oriente Médio. Nesse quesito se enquadram vários países muçulmanos e Israel, que acabou de aprovar lei tornando o País exclusivamente judeu. Tipo um ‘apartheid’. Como se vê, existe falta de democracia para todos os gostos

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

O Irã não é uma “república islâmica”? E não críticas ao regime persa, muito pelo contrário….. Outros países da região (Egito e Síria) se declaram “Repúblicas Árabes” adotando um critério racial, e não vejo críticas aqui….. Agora de fato a lei israelense é perigosa não por ser racista mas sim por dar munição aos seus odiadores ao redor do mundo, aqueles que em nome de um “humanismo” ou dos direitos de um povo prega de forma aberta ou velada a destruição do Estado Judeu e o extermínio do seu povo. Basta ver quem diz ser Israel um “Estado que pratica… Read more »

Antonio
Visitante
Antonio

A partir do momento que inventam que crime de responsabilidade e parte do Judiciário toma partido de um grupo politico, podemos afirmar: Foi golpe.
A propósito. Vc não está acompanhando o que está acontecendo? Vc vive em Marte?

Antonio
Visitante
Antonio

Digo: inventam UM crime de responsabilidade.
E mais. Tão sem vergonha, que não tiveram coragem de tirar os direitos políticos da Presidente.
Mas, se formula mágica de picaretagem desse certo, não haveria Código Penal, né?

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Não é preciso viver em Marte e tampouco em Pasárgada! basta conhecer o “livrinho” para saber que não foi golpe! O resto é bobagem…

Quanto aos direitos políticos da Ex-Presidente, já havia um precedente nesse sentido no STF quando do impeachment do Collor, então nada de mais…

Antonio
Visitante
Antonio

Conhecemos esse roteiro. Só mudaram os atores. E sabemos que não acaba bem.

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Mr Tireless.
Particularmente não acho que vivemos uma democracia.
Vivemos em uma cleptocracia. Somos divididos em Feudos e em castas.
‘Nunca tantos roubaram tanto de tantos”.

Hélio
Visitante
Hélio

Eu gosto quando a máscara cai e o esquerdista e o liberal percebem que são iguais, até na sua proposta de “democracia”. Dois lados da mesma moeda.

Antonio
Visitante
Antonio

Na verdade, judeus e muçulmanos são duas faces da mesma moeda. Vivem no atraso, com suas mentes voltadas para valores arcaicos, como se o mundo não tivesse evoluído vários séculos

nonato
Visitante
nonato

Talvez a democracia que você aprova é a de Cuba, Venezuela e da Nicarágua…

Antonio
Visitante
Antonio

Prefiro a da Guatemala, Honduras, Níger, Haiti, Congo, Mali e etc., etc., e etc.

Bruno Rocha
Visitante
Bruno Rocha

Cuba tinha um campo de concentração para homossexuais até a pouco tempo atrás. Rússia, China, Venezuela, todos esses países são xenofóbicos. Eu não vejo vocês criticando esses países, pelo contrário, os defendem acima de tudo.

Maurício Siqueira
Visitante
Maurício Siqueira

Será que realmente o Trump é burro? Com tudo que ele realizou e construiu na sua vida empresarial ele pode ser chamado de Burro? de ter 2 neurônios? Talvez ele esteja sendo mais empresário que político, o mundo empresarial em que dava as cartas, é diferente do jogo político global.

Hélio
Visitante
Hélio

Se está eu quero que vença. O que deu na cabeça da esquerda para adotar esse discurso de ocidente x Oriente que sempre foi narrativa de neocon? Será que agora o globalismo vai voltar contra o oriente por admitir que suas ideias não colam por lá? Antes que algum necon venha defender a narrativa de “ocidente” vale lembrar que tanto a filosofia grega quanto o cristianismo são orientais, assim como o direito romano, que apesar de ocidental, é helênico. “Cultura ocidental” não existe, os unicos ocidentais aculturados eram os latinos, de resto, nada eram mais que um amontoado de macacos… Read more »

Defensor da Liberdade
Visitante
Defensor da Liberdade

Vai explicar isso para o Allan dos Santos do Terça Livre, que disse que civilização era só o ocidente, quando na verdade o que se chama de civilização nasceu na mesopotâmia, ou seja, no oriente.

Hélio
Visitante
Hélio

Esse cara é um charlatão, assim como todo o círculo neocon. Mas por incrível que pareça, mais e mais gente está percebendo isso e vendo a verdade das coisas, e eu não sei como.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Idônea é a extrema-direita xucra e suas teses mirabolantes acerca do “Deep State” certo?

Hélio
Visitante
Hélio

Exatamente, diferente da “direita” fresca que mente para chegar ao poder e corromper o Estado. No mais, eu recomendo que largue um pouco a página do MBL, a coluna no Reinaldo Azevedo e LEIA LIVROS. Converse com pessoas. Saia um pouco da militância de internet e vá entender a realidade das coisas. Claro, considerando que você não seja só um mentiroso tentando controlar danos.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Cara, com todo o respeito mas acho que quem está precisando ler livros e sair do conspiracionismo delirante é você, até porque a extrema direita nunca fez nada de útil para a humanidade. Muito pelo contrário…

nonato
Visitante
nonato

Extrema direita xucra? O esquerdismo é uma seita.
Apenas na América latrina ainda se tenta ressuscitar o comunismo. E ainda tentam desqualificar as pessoas de bem que se levantam contra essa tentativa de golpe na região…

Hélio
Visitante
Hélio

Ah! Vale lembrar que eles não defendem as tradições do ocidente, eles defendem as políticas iluministas modernas. Usam a narrativa de ocidente x Oriente justamente para enganar e jogar as pessoas contra as tradições.

Hélio
Visitante
Hélio

HMS TIRELESS 19 de julho de 2018 at 16:28
Aé? Tipo quais livros? Quais estudiosos você recomenda? Eu sei, nenhum. Você nunca estudou politica e foi alienado pelo establishment atual. É o tipico eleitor bovino que pensa que a política é pt x psdb. Claro, assumindo que você só seja ignorante e não desonesto.

Delfim
Visitante
Delfim

Cadê quem defendia que ele ganharia o Nobel ?

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

O Deep State agindo lá como cá

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Amigo, esse papo de “Deep State” é coisa de extremista de direita…..

Não caia nessa!

Hélio
Visitante
Hélio

Como é que é? Será que você vai negar todos os fenômenos políticos que vão contra sua narrativa? Ninguém nunca negou o deep state, nem os liberais como você, todo americano sabe que o deep state existe e domina a política nacional, não é diferente do que era a KGB.

Delfim
Visitante
Delfim

Ele está identificando “futuros inimigos em potencial” dos EUA.
Lembrando que “inimigos” não precisam ser necessariamente militares.
A UE possui um softpower extremamente forte, talvez o maior.

Antonio M
Visitante
Antonio M

O jogo tem altos e baixos, acertos e erros e a geopolítica não é para amadores. Ainda veremos muitos lances mas, melhor do que Obama com certeza, que em um encontro onde não percebeu que o microfone estava ligado disse, mais ou menos assim, a um assessor de Putin para que o ele não se preocupasse com alguma coisa em relação à política anti-míssseis. E nossa presidenta, que usa o palanque da ONU para clamar por uma aliança anti-imperialista pois os EUA espionam !!!!!! E depois pediu para deixar para lá …. E não existe cultura ocidental? E São Bento,… Read more »

Rafa_positron
Visitante
Rafa_positron

hã ?
É o que, menino ??????

Antonio M
Visitante
Antonio M

Faltou dizer que a Europa está sucumbindo, a esquerda ajudando o Islã a se impor a cada dia e esse continente sim, perdendo a identidade por isso gerando esse antagonismo …..

Alessandro
Visitante
Alessandro

não, não, não…. quem está em guerra com o ocidente é esses globalistas/comunistas que não aceita os valores morais cristãos, e que usam o capitalismo pra ganhar rios de dinheiro as custas do povo, e depois dividem as pessoas em classes e gêneros, pra conseguir suas conquistas, e depois malandramente joga a fama de “malvadão” para quem não atende suas agenda.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Pois é, mas já parou para pensar que quem é um baluarte na defesa dos valores cristãos é justamente a Rússia, que você tanto ataca. Quem está destruindo o Ocidente é a própria elite do Ocidente, propagando utilizando a defesa de minorias como uma ferramenta de manipulação e deteriorando os valores da sociedade. Vamos citar o caso do Bolsonaro. Ele defende os valores cristãos, é contra o homossexualismo, é contra a baderna, diz que não vai dar mole para bandido. Oras, se formos pensar bem, não são justamente os valores que a Rússia apregoa? lá eles não admitem gayzismo, e… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Quem acha que um legítimo exemplar da extrema-direita xucra como bolsonaro é um neoconservador realmente precisa rever conceitos e principalmente de mais leitura….

A propósito algumas questões me intrigam 100nick: Qual o seu problema com gays, o devido processo legal, a liberdade de expressão e pensamento e também a liberdade religiosa?

Defensor da Liberdade
Visitante
Defensor da Liberdade

Peraí, Bolsonaro não é um neoconservador? O cara até um dia desses defendia o regime militar (mais socialista que o próprio Marx), defende estatais, defende protecionismo (Ah os malvados chineses comprando terras brasileiras), apoia controle de natalidade patrocinado pelo estado, apoia proibição e guerra estatal contra às drogas, qual conservador Old Right você já viu defender essas coisas, ainda mais capitaneadas pelo estado? Você tem uma visão muito errada não só do conservadorismo em si, como do que é o neoconservadorismo. Sugiro ler mais obras de cientistas políticos de verdade, não desses bloguinhos “de direita” que têm por aí, onde… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Em parcas linhas você mostrou que não sabe o que é conservadorismo e muito menos o neoconservadorismo, ainda mais ao colocar um legítimo representante da extrema-direita xucra como neocon. Estatismo desenfreado, protecionismo e afins passam muito longe da pauta neoconservadora, que quando vai ao poder é sempre marcada justamente pelo inverso que é a privatização, a desregulamentação do mercado e o livre comércio. Se perigar acredita que neoconservadores foram trotskistas na juventude.

É por isso até hoje os libertários leram mas não entenderam “A Revolta de Atlas”

Alessandro
Visitante
Alessandro

mas eu não crítico a Rússia por causa disso, já até elogiei eles por manter essa postura e valorizar sua cultura, e não aceitar essa ocidentalização liberal que estão impondo em nós aqui. A minha bronca é com o Putin, pois há vários indícios que ele é corrupto, e se utiliza de meios antiquados da antiga URSS pra se manter no poder e esconder seus podres, mas de qualquer forma, o seu comentário é muito pertinente.

Alessandro
Visitante
Alessandro

E sobre o Bolsonaro, ele não coloca os interesses dos EUA acima dos interesses do Brasil, apenas tem um alinhamento maior com eles do que com a China, pois não adianta negar são comunistas. O Bolsonaro adotou uma postura agressiva contra essa ideologia, contraditório seria ele falar mal do partidos de esquerda como ele faz, e depois elogiar a China e sua forma de governar, ae não dá né !? rss..

Alessandro
Visitante
Alessandro

E sobre o Bolson@ro, ele não coloca os interesses dos EUA acima dos interesses do Brasil, apenas tem um alinhamento maior com eles do que com a China, pois não adianta negar são comunist@s. O Bolsonar0 adotou uma postura agressiva contra essa ideologia, contraditório seria ele falar mal do partidos de esquerd@ como ele faz, e depois elogiar a China e sua forma de governar, ae não dá né !? rss..

Antonio
Visitante
Antonio

O Trump tem dois neurônios e o Bolsonaro apenas um. Vive em paz com sua boçalidade. Sem brigas.

Alessandro
Visitante
Alessandro

Antonio, me sinto honrado quando alguém como vc, que idolatra um regime autoritário e assassino me “elogia”. E sim eu vou viver em paz com minha “boçalidade” pois é oq pessoas de bem fazem, já fui como vc tempos atrás, e espero que um dia vc encontre a sua paz com sua consciência.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Os chineses são comunistas, é? então eu também quero o comunismo, nos moldes chineses, implantado aqui no Brasil. Veja como é a vida na china: https://www.youtube.com/watch?v=i1rPwvKKmDM Um casal de brasileiros que vive lá e conta tudo. Não adianta mais mentir nos jornais, a gente hoje em dia tem internet, logo podemos dar um bypass na mídia mentirosa e saber como as coisas realmente são. E quanto ao Bolsonaro, essa defesa dos valores tradicionais da família que ele diz que faz é na verdade só um pano de fundo para camuflar o seu verdadeiro objetivo que é tão somente defender os… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Agora fale para a gente o que são os tais “globalistas”?

Alessandro
Visitante
Alessandro

vc quer comunismo nos moldes deles? simples vá morar lá, interessante que não vejo nenhum cidadão rico que paga de “socialista” com todas essas informações, já que os jornais daqui mentem, entre escolher morar e investir nos EUA ou China em definitivo, não pensa duas vezes e vai para no primeiro rsrs… quando alguém tem coragem de ir pra lá, (como esse casal ae do video) quer ficar apenas temporariamente, estranho não ? A China não é essa maravilha toda, crescendo pra caramba, cheia de oportunidade, pq ninguém quer ficar por lá já que é tão bom assim? Eu ti… Read more »

Matheus S.
Visitante
Matheus S.

Já sabemos, já sabemos

blá blá blá

Putin é o guardião da cristandade(é o Carlos Martel da modernidade – ops fiquei sabendo que Putin e Dugin não gostam da palavra “modernidade”), é o melhor político do mundo, controla Trump, Kiko e papagaio…

Corta o papo furado.

Só chegou onde chegou com ajuda do tal dos “globalistas” que você relata, é apenas mais um capacho da elite global, assim como o Trump e todos os outros presidentes e líderes das nações.

Flanker
Visitante
Flanker

Ah é? Temos internet? Na China não é bem assim, nem whatsapp funciona. Meu sobrinho ficou um mês lã, à trabalho, e nunca conseguiu utilizar whats. Só conseguia se comunicar com o Brasil por telefone mesmo.

Antonio palhares
Visitante
Antonio palhares

Se o Brasil se comportasse como os chineses hoje seríamos uma superpotência.

Skyraider
Visitante
Skyraider

É estranho, mas a história parece se repetir: esse encontro entre Trump e Putin me relembrou aquele episódio constrangedor que foi o encontro entre Chamberlain e Hitler, antes da II Guerra.

Defensor da Liberdade
Visitante
Defensor da Liberdade

Como assim constrangedor? Ao contrário do bufão verborrágico do Churchill que queria a desforra contra à Alemanha, Chamberlain e Hitler estavam lá para evitar um caos maior. Só quem realmente estudou a história sem ser pelos livros furados do MEC sabe que as movimentações políticas do período entre guerras não eram nada amistosas, e que a Alemanha tentou evitar a guerra a todo custo, sempre recebendo um chega para lá dos britânicos e seus aliados.

Skyraider
Visitante
Skyraider

Tá bom cara pálida, conta agora aquela piada do papagaio.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Ainda seguindo religiosamente a fraude intelectual do Mises segundo a qual Churchill seria um bufão e Hitler um estadista? Só lembrando que apologia ao nazismo é crime viu!?

Antonio
Visitante
Antonio

Neste ponto concordo contigo.
Esse pessoal que fala de Mises vive no País das Maravilhas.
O que é visto nas universidades como mera curiosidade acadêmica, totalmente impraticável na realidade do dia a dia, tornou-se a cartilha de alguns lunáticos.
Sem contar que muitos tem formação acadêmica na área em pesquisas de Google.
É coisa de brasileiro. Surreal!

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Que eu saiba o nazismo acabou no fim da II Guerra. Os que falam do nazismo hoje são pessoas que ganham dinheiro e favores se fazendo vítimas de um nazismo que não existe mais a 70 anos.

Antonio
Visitante
Antonio

E mais. Abusando da paciência do resto do mundo.
Um dia, essa paciência acaba.

Gallina
Visitante
Gallina

Trump e Putin representam exatamente a mesma idéia, contra os democratas americanos e, de maneira geral, a Europa Ocidental. Uma aliança improvável, inimaginável há alguns anos, entre a direita (verdadeira direita) e o leste europeu, o qual não se deixou levar pela concepção ideológica dos países europeus do ocidente. Notar que Hungria, República Tcheca e Polônia, por exemplo, são radicalmente contra a política imigratória permitida em seus pares ocidentais.
Sds

Ricardo
Visitante
Ricardo

Interessante é que foi feita uma pesquisa entre os eleitores republicanos sobre a reunião com Putin e 80% aprovaram sua conduta, e para 85% a imprensa faz a Rússia ser uma ameaça muito maior do que é. Trump é um candidato fora do sistema, por isso o massacre da mídia. Uma análise simples mostra que a Europa e a China estãod eitando e rolando encima da economia dos EUA e que a divida pública está crescendo assustadoramente. Trump é o homem que quer reverter essa situação! Se a mentirosa cumpulsiva Hillary Clinton tivesse ganhado essa estória de Rússia tinha morrido… Read more »

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr
Soldat
Visitante
Soldat

Coitado do Trump está em cima do muro divido entre o falso humanismo(liberalismo e Democracia) e a salvação do ocidente(Europa).
—————————————-
1- A civilização verdadeira e a Grega-Romana eNão a da Revolução de 1789.
2- O fim da UE vira o mais rápido possível.
3- Somente o Nacionalismo salvara a Europa e o Ocidente Grego-Romano.
———————————————————————————–
Eita o Oh may good dessa vez acho que terei meu comments wiped out.
Snif..Snif,,,

Wilhelm
Visitante
Wilhelm

O nacionalismo, assim como o liberalismo e a democracia moderna, também é uma bobagem inventada por revolucionários, Soldat. Durante a maior parte da história da Europa, sequer se conhecia o conceito de Estado-nação e a maior parte dos povos — a despeito das diferenças — convivia em uma relativa conformidade dentro de um ambiente moldado pela catolicidade

Para salvar a cultura cristã, é preciso destruir não apenas o liberalismo e demais ideologias materialistas que estão corroendo a sociedade, mas também seus filhotes.