Home Data Comemorativa 4ª Brigada de Montanha completa 110 anos

4ª Brigada de Montanha completa 110 anos

2465
4

Juiz de Fora (MG) – A 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha) – 4ª Bda Inf L (Mth), “Brigada 31 de Março”, completou, no dia 6 de agosto, 110 anos de história. A solenidade comemorativa, presidida pelo Comandante da Brigada, General de Brigada Carlos André Alcântara Leite, foi realizada no dia 9 de agosto, no 10º Batalhão de Infantaria Leve. A Cerimônia contou com as presenças do Senhor Antônio Carlos Guedes Almas, Prefeito Municipal de Juiz de Fora, do General de Divisão José Antônio da Silva Moreira, antigo Diretor de Saúde do Exército, do Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, do Senhor Marcus Vinícius Campos, Reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora, dos comandantes de Organizações Militares, autoridades civis e convidados.

A formatura, além de comemorar o aniversário da brigada, objetivou também a elevação do nível de interatividade das organizações militares (OM) subordinadas e vinculadas à 4ª Bda Inf L (Mth) com a Cerimônia de Brevetação dos novos Combatentes de Montanha e a entrega de Diplomas de Amigo da Brigada.

Anunciada a presença de Ex-Combatentes no local da formatura, foi dado o toque de “Presença de Ex-Combatente”, em homenagem aos Senhores José Maria da Silva Nicodemos e ao Senhor José de Souza Campos, que integraram a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e, com sacrifício, bravura e glória, souberam defender os ideais de liberdade e democracia, por ocasião da Segunda Guerra Mundial.

Como parte das comemorações foram agraciadas com o “Diploma de Amigos da Brigada de Montanha” as Instituições e personalidades que se destacaram no corrente ano, como reconhecimento pela integração, amizade, apoio e participação conjunta nas diversas missões realizadas por esse Grande Comando.

Na sequência das atividades foi realizada a cerimônia de brevetação dos novos combatentes de montanha, onde ocorreu a brevetação dos 561 oficiais, subtenentes, sargentos, cabos e soldados que concluíram, no ano, o Estágio Básico de Combatente de Montanha (EBCM) no 10º Batalhão de Infantaria Leve, em Juiz de Fora; no 11º Batalhão de Infantaria de Montanha, em São João del Rei; e no 32º Batalhão de Infantaria Leve, em Petrópolis (RJ).

Origem da 4ª Brigada de Montanha

A 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha) originou-se pelo desmembramento da 4ª Brigada Estratégica (1908), situada em São Gabriel – RS. Foi criada em 1915, tendo como sede inicial a cidade de São Paulo-SP. Em 1919, já com a denominação de 8ª Brigada de Infantaria, deslocou-se para Belo Horizonte – MG, onde lá permaneceu por 19 anos, para dar lugar à Infantaria Divisionária/ 4ª Divisão de Infantaria (ID/4), que, por sua vez, foi transformada em Subcomando da 4ª Divisão de Infantaria (1946).

Em 1952, a ID/4 é recriada tendo como nova sede a Cidade de São João Del Rei-MG. No ano de 1971, em função da reestruturação básica do Exército, a 4ª Brigada de Infantaria ressurgiria, com a extinção da ID/4, agora em Belo Horizonte – MG.

Em 1985, recebe a sua denominação “4ª Brigada de Infantaria Motorizada”, permanecendo na capital mineira até 1996. Em 1º de janeiro de 1997, instala-se no aquartelamento de Mariano Procópio, em Juiz de Fora, majestoso patrimônio cultural e histórico. Por sua reconhecida participação no desencadear da Revolução Democrática de 1964, esta Grande Unidade recebeu a denominação histórica de BRIGADA 31 DE MARÇO, honraria concedida através da Portaria Ministerial nr 1642, de 07 Nov 74.

No desfecho de uma antiga aspiração, a Portaria nº 142 de 13 de março de 2013, torna realidade a transformação para 4ª Brigada de Infantaria Leve (Mth). Ao longo de sua história, a Brigada vem mantendo o honroso legado dos seus antigos, por seus atuais integrantes que compõem esta tradicional Grande Unidade do nosso Exército.

Como parte das comemorações foi realizada uma partida de futebol no campo do 4º Grupo de Artilharia de Campanha Leve entre os integrantes das Organizações Militares da Brigada de Montanha e autoridades civis e militares da guarnição, o X Simpósio de Doutrina de Montanha no Auditório do Comando da 4ª Bda Inf L (Mth) e os Cultos Religiosos.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

4
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
AlexandreAgneloBilleLuciano Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano
Visitante
Luciano

Como fez falta uma unidade especializada em guerra de montanha na FEB! Talvez nao tivéssemos necessitado da décima de montanha norte americana no Belvedere e Castello fosse tomado muito antes!

Bille
Visitante
Bille

Buenas. A quantas anda o equipamento desse pessoal?
É uma atividade bastante dispendiosa e o material além de caro, detona rápido (material de escalada, de todos os tipos). O material de combate ainda precisa estar adaptado à atividade, por conta do peso e espaço pra acondicionar.

Esse pessoal participa de cursos e estágios nos Andes? É a maior cadeia de montanhas da AL.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Material não sei dizer o quão bom é ou não.
Sei por colegas q serviram lá, q era material bom.
Quanto a cursos e intercâmbios, há muitos.
Os militares do 11º BI Mth fazem cursos na Argentina, Espanha, Rússia etc.

Alexandre
Visitante
Alexandre

Meu caro Bilie o material é top de linha sou natural de Juiz de Fora , servi no 10 BI por 10 anos e fiz vários cursos de montanha com 11 BI os caras “fera mesmo ” o batalhão deles é extremamente operacional .

” Batalhão para frente e para o Alto Montanha !!! “