Home Noticiário Internacional Militares venezuelanos discutiram golpe contra Maduro com governo Trump

Militares venezuelanos discutiram golpe contra Maduro com governo Trump

4947
105

Os rebeldes venezuelanos de alta patente militar encontraram na gestão de Donald Trump uma brecha e um apoio para tirar o presidente Nicolás Maduro do poder

O governo do presidente Donald Trump se reuniu secretamente com militares rebeldes venezuelanos de alta patente ao longo do ano passado para discutir a deposição do presidente Nicolás Maduro, revelaram funcionários norte-americanos e um ex-comandante militar que participou das conversações.

Estabelecer um canal de diálogo clandestino com golpistas na Venezuela foi uma grande aposta para o governo americano, apesar de seu longo histórico de intervenções secretas na América Latina. Muitos países da região ainda se ressentem do fato de os EUA terem apoiado rebeliões e golpes em países como Cuba, Nicarágua, Brasil e Chile e ignorado os abusos cometidos pelos regimes militares durante a Guerra Fria.

A Casa Branca não quis comentar sobre as conversações, mas disse em um comunicado que era importante se engajar em um “diálogo com todos os venezuelanos que demonstram o desejo de democracia” para “levar uma mudança positiva a um país que tem sofrido muito sob o governo Maduro”.

No entanto, um dos comandantes militares envolvidos nos encontros secretos não era uma figura ideal para ajudar a restaurar a democracia: ele está na lista dos EUA de funcionários corruptos na Venezuela. Ele e outros membros do aparato de segurança da Venezuela têm sido acusados por Washington de uma série de graves crimes, incluindo tortura de críticos, prisão de centenas de prisioneiros políticos, tráfico de drogas e colaboração com a ex-guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que é considerada uma organização terrorista pelos EUA.

Os americanos acabaram decidindo não ajudar os militares e os planos de um golpe foram paralisados. Mas a disposição de funcionários americanos de se encontrar várias vezes com oficiais rebeldes com o objetivo de derrubar um presidente no continente pode provocar um revés político.

A maioria dos líderes latino-americanos concorda que o presidente Nicolás Maduro é um governante autoritário que arruinou a economia do país, provocando uma grave escassez de alimentos e remédios. O colapso provocou o êxodo de venezuelanos desesperados, que cruzaram as fronteiras sobrecarregando os países vizinhos.

Maduro tem acusado Washington de agir ativamente para obter sua deposição e as conversações secretas podem fornecer a ele munição para reduzir a posição contrária a ele na região.

“Isso vai cair como uma bomba na região”, disse Mari Carmen Aponte, que foi diplomata responsável pela América Latina nos últimos meses do governo Barack Obama.

Os militares venezuelanos buscaram acesso ao governo americano durante a presidência de Obama, mas foram ignorados. Então, em agosto do ano passado, o presidente Trump declarou que os EUA tinham uma opção militar para a Venezuela – uma declaração que atraiu condenações de aliados na região, mas encorajou os militares rebeldes a tentar contato com Washington novamente.

Em uma série de encontros no exterior, que prosseguiram até o início deste ano, os militares disseram aos funcionários americanos que representavam umas centenas de membros das Forças Armadas preocupados com o autoritarismo de Maduro.

Os oficiais pediram aos EUA que lhes fornecessem rádios com sistema criptografado, citando a necessidade de se comunicarem secretamente enquanto preparavam um plano para instalar um governo de transição para comandar o país até a realização de eleições. Mas o governo rejeitou e o plano naufragou após uma recente operação que levou à prisão de dezenas de rebeldes.

FONTE: Estadão/New York Times

105 COMMENTS

      • Impressionante como vc não sabe o que é comunismo.
        Impressionante em achar que alguém está defendendo alguém. Caso interesse, acho Maduro uma aberração.
        Impressionante desconhecer que para que essa ação seja defendida por gente como vc no Quinto Mundo, é necessária criar uma grande desestabilização na sociedade-alvo antes. Ninguém intervém numa Bélgica.
        Impressionante com o modus operandi de Tio Sam é sempre o mesmo desde osa nos 50.
        Impressionante com os críticos de ditaduras dita comunistas no mundo e da história defendem com unhas e dentes as ditaduras fascistas do mundo e da hitória, incluindo as do Cone Sul.
        Bom dia.

  1. Esses militares venezuelanos são uma vergonha, só se importam com beneficios próprios e não com o país e com o povo que está fugindo em massa. Se venderam para o Maduro mas ele esquece que, se ele comprou os militares, outros podem comprar também.

  2. Deixa como está.

    Daqui uns dias não sobra pedra sobre pedra naquela venezuela e ai podem começar a se arrepender de ter escolhido esse povo da esquerda.

    Se os EUA forem querer ajudar vão vir com esses papinhos de DCE que eles é que são os ruins. Então deixam apodrecer por meios próprios.

    Quem sabe assim consigam se reerguer.

  3. Tenho dó (o pior dos sentimentos) do povo Venezuelano. Nas mãos de um canalha, e na possibilidade de cair nas mãos de outros canalhas.

    Segue o jogo, graças aos nossos militares que o Brasil não virou uma Venezuela.

    Fico na torcida para que a Tropa continue unida na defesa da Pátria e nunca no conluio com picaretas.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkk inflação de 300% em 1980 manda lembranças! Isso tudo para caçar 300/500 comunistas armados com Ak-47 e umas granadas que queriam tomar o poder de um país… Fala sério, brasileiro merece mesmo ser estudado…

        • Mas é claro q teve. Eleição válida só serve quando a direita ganha? Acho que diziam a mesma coisa do Chavez.
          Como não se pode contestar o fato de que o cara é o presidente por direito por escrutínio popular, constesta-se a veracidade das eleições.
          Manjado.

          Vou dar um palpite pra nossas, volta aqui pra conferir em outubro:
          Se ganhar o Bolsonaro, ninguém vai tocar no assunto das tão faladas urnas eletrônicas.
          Se ganhar alguém da esquerda, as urnas eletrônicas foram fraudadas.
          Em outubro vc poderá vir conferir, o silêncio da direita ou a histeria da direita bolsoíinia, dependendo do resultado.

        • O fato é que a ‘oposição’ venezuelana é sistematicamente derrotada nas urnas. Aí, vai curar a perda com champanhe nos hotéis de Madri.

  4. Uma pena os Militares Venezuelanos terem se vendido, o pior é que nada garante que se tirarem o Maduro de lá algo pior não venha acontecer, o país precisaria de um intervenção séria, e uma lavagem igual ou mais forte que a Alemanha onde os militares e civis que permitiram o governo socialista da Venezuela serem a vergonha que é hj, um país muito rico, que deveria ser igual aos EAU, Kwait, Noruega, estar desse jeito é ridículo, espero que encontrem uma maneira de tirar esse governo corrupto de lá. Espero que a Turquia passe pelo mesmo processo em Breve que está indo na mesma direção da Venezuela.

  5. Na verdade esses jogos geopolíticos existem e isso basicamente representa o interesse de uma nação, mas eu tenho de me ater aos fatos, e o fato é que os EUA não chegaram a ajudar ou a intervir, apenas cogitou e conseguiu uma tentativa fracassada. Não sou Venezuelano, não moro naquele inferno, e nunca votei em esquerda, sou incapaz de dizer se isso é bom ou ruim pra eles, mas “Piór que ta, não fica”, como diria o lendário Francisco Everardo Oliveira Silva(vulgo: tiririca).
    Aproposito, se a ONU não faz nada, abre margem para que outras potências façam.

    • Mas será que vai dar trilhão desta vez, igual ao Iraque? Tem que ter cuidado, a última intervenção militar que os EUA fizeram não se saíram nada bem, crise mundial, dólar servindo de papel higiênico… Nessa época fiz muitas viagens ao exterior por causa do dólar baixo.

  6. Se alguém acha que o ditador Maduro vai cair está enganado e se vier um substituto será tão tirano quanto ele, a Venezuela ainda tem muito dinheiro guardado para manter a elite que o apóia e manter também os militares e igualmente a milicia armada que segundo a CIA passa de dois milhões de integrantes. O único caminho é um bloqueio comercial absoluto para que o dinheiro do governo acabe então os milicianos e militares se voltem contra ele. Só falta combinar com os russos e chineses!!!!

  7. Daqui a pouco vaza:

    – Estados Unidos admitem ter influenciado o impeachment através da operação Lava Jato.

    Quem lembra do wikileaks em que o William Waack era informante do Mossad dentro da Globo? Povo tem memória curta.

    • Daqui a pouco não. Saiu uma matéria hoje do Centro para Pesquisas Econômicas e de Políticas Públicas em Washington dizendo que os americanos estão atuando na América Latina promovendo golpes contra vários governos eleitos.

      • Onde isso?
        Porque só vejo os comunistas dominando.
        Se os EUA estivessem agindo, a América latrina não estaria essa bagunça.
        Estado islâmico no oriente médio e o bolivarianismo comunismo na América latrina…
        E têm uma máquina de propaganda enorme conseguem iludir a população, usam táticas diversas inclusive estudantes nas os universidades passam por doutrinamento e lavagem cerebral…
        Outros ficam nas redes sociais demonizando os EUA, o cristianismo e a democracia.
        E ainda uma matéria dessas em tom de vitimização do ditador “eleito” Maduro.

  8. Os Estados Unidos em conjunto com o Brasil e Colômbia devem intervir militarmente na Venezuela, depondo este ditador, com base em fatores humanitários e econômicos. Estados Unidos teriam a supremacia aérea e o Brasil com a Colômbia ocupando por terra. Na sequência um projeto humanitário como nos moldes da Minustah. Força Brasil!

    • Cara, não coloca na nossa conta isso.
      Deixa eles apodrecerem sozinhos.
      O máximo que tinha que ter era barrar e deportar todo venezuelano que esteja por aqui.

      Esse país vai ficar igual Cuba, caindo de podre, povo pobre e sem rumo algum a não ser fugir. E que não venham pra cá.

    • Que maravilha, não bastando o GLO que o EB esta fazendo no RJ e em outros estados eventualmente, como na crise da polícia do ES, agora você quer que o nosso EB vá fazer GLO na Venezuela. Já que é você que esta tendo essa ideia brilhante, que tal você se alistar como voluntário

  9. Ontem assisti a entrevista do General Mourão na Globo News; Ele que já foi adido na Venezuela, disse que vem a um bom tempo falando que a nossa próxima missão de paz será na Venezuela.

    • Basta fazer um embgargo no petroleo venezuelano. Manda a US Navy para o caribe e faz um bloqueio aeronaval. Nada entra e nada sai. A Venezuela implode no dia seguinte.

      Menos uma republiqueta socialista/comunista fajuta na AL. A esquerda so faz merda mesmo.

  10. Pobre povo venezuelano, espero que se livrem o quanto antes desse ditador maluco, assim espero que os cidadãos de Cuba e Coreia do Norte se libertem também.

  11. Quem colocou Maduro e Chaves no poder foram os venezuelanos. País nenhum no mundo tem que se meter nisso. Se toda vez que um povo cometer erros ao eleger políticos os outros que tem que resolver o problema, nunca aprenderão a se defenderem. Deixe que eles resolvam os seus problemas, e aprendam com seus erros. A solução é através do voto ou da revolução, isso é com eles.

    • Verdade. E os militares parece que demoram a aprender. Não viram o que deu em 1954? 1964? 2016?
      Quando se viram para o lado contrário ao que o povo quer, dá encrenca.

      • Antes de ficar proferindo bravatas deveria tratar de ler o “livrinho”, assim você para de repetir a mentira de que impeachment é golpe.

        • Como não tem a ver ?

          Vou falar o óbvio..

          A Venezuela não é a Síria, que está longe do Brasil e os gênios da esquerda brasileira adoram opinar sem conhecimento de causa.

          A Venezuela é aqui do lado, com milhares de Venezuelanos fugindo para o Brasil.

          O Brasil, não é nenhum paraíso graças aos últimos 12 anos de (des)governo da esquerda estamos com problemas internos que não serão resolvidos facilmente em menos de outros 12-16 anos.

          Não se meter no problema da Venezuela é agravar os nossos problemas internos e adicionando um componente a mais com estrangeiros não qualificados disputando vagas de emprego com brasileiros do mesmo nível, que são o grosso da nossa força de trabalho desempregada.

          Ridículo quando vemos os gênios do GF falando em interiorizar estes venezuelanos e arrumar empregos para eles, quando ainda temos 13 milhões de brasileiros desempregados segundo as estatísticas oficiais, sendo o nro real bem maior.

          Então o Brasil deve se meter sim no problema da Venezuela, sem alimentar o regime Maduro.

          Estendo para você a mesma sugestão..

          Se acha que o Brasil não tem que se meter receba uma família de venezuelanos na sua casa e ainda se responsabilize em arranjar emprego para eles.

      • Faça um intercâmbio com haitianos. Ou somalis. Ou guatemaltecos. E etc. etc. etc. São muitas opções. O capitalismo é craque em criar países miseráveis.

  12. reparem, os mesmos comentaristas que defendem a ban.di.da.gem aqui no Brasil, e rotulam quem discorda de seus pensamentos, são os mesmos que defendem esse di.ta.dor na Venezuela, só por ae vc concluem pq o nosso país chegou nesse estado de barbárie.

    São essa gente que diz que estão preocupados com o trabalhador, pobre, mulher, ne.gro, ho.mos.se.xual, mas quando vc vê milhares deles passando por dificuldades como é o caso dos venezuelanos, preferem defender com unhas e dentes o regime autoritário venezuelano.

    como dialogar com esse tipo de pessoas, se eles não querem ?

    • E os que defendem golpes e invasões militares e nos países dos outros também são os mesmos. Será este um portal de radicais se passando por ovelhas democraticas? Como se dialoga com radicais?

      • defendem golpes e invasões militares ? rsrs… não falei, já chegou o primeiro que vestiu a carapuça!

        defendemos LIBERDADE, DEMOCRACIA e PROSPERIDADE, coisa que um co.mu.nis.ta não faz a menor ideia, não tenho culpa se gente da espécie como esse Maduro só entende na base da ba.la, são pessoas como ele e seus SEGUIDORES que se passam por “ovelhas democráticas” se fazendo de “ton.tos” e fingindo que não estão vendo essa crise de refugiados descontrolada, pq estão PASSANDO FOME por causa do socialismo.

        Vc prefere defender um governo autoritário e anti-democrático, a ver a população local ter seus direitos assegurados pela constituição, a ânsia de poder e controle das massas é tanta, que pessoas como vc prefere jogar na lata do lixo, toda aquele discurso ideológico da es.quer.da de “direitos” do trabalhador, pobres, ne.gros e etc. nessas horas a máscara cai, e vcs mostra a verdadeira face, nunca se importaram com as “minorias”, apenas EXPLORAM eles pra chegar ao poder, e depois que chegam não querem sair mais, e vão até as últimas consequências causando problemas até para outros países.

        típico pensamento mar.xista: “Nós podemos fazer o dia.bo quando é a hora da eleição” – Dil.ma Rou.ssef

        • Alessandro 9 de setembro de 2018 at 18:17 , excelente explanação. A todos que defendem a “democracia” atual Venezuelana, peço que deem uma volta por lá, tentem viver ao menos três meses na maravilha de país com sistema de governo que vocês tanto admiram, depois voltem aqui para nos agraciar com as belissímas experiências de vida no paraíso.

  13. “Mas o governo rejeitou e o plano naufragou após uma recente operação que levou à prisão de dezenas de rebeldes.”
    Algum dedo duro entregou a matilha.

  14. As forças armadas deram conta no Haiti, ai vem um cidadão falar das favelas do Brasil, mais de 75% dos cariocas querem que a intervenção militar no Rio de Janeiro continue, estamos fazendo um ótimo trabalho , o que falta é liberdade pra abater bandidos e investimento em educação, saúde, saneamento basico e etc , veja o que foi feito no Haiti pelos militares brasileiros .

    • Não concordo totalmente. O que mais faz falta no RJ é a sociedade parar de consumir drogas e mercadoria roubada. Isso sim faria a real diferença pois assim não haveria dinheiro para repor as armas apreendidas. Da forma como está, a reposição de armas e marginais é muito mais rápida do que o que se pode combater. Estão querendo combater tuberculose com aspirina. O resultado é tão óbvio quanto inevitável. Pode demorar mas o doente vai morrer.

  15. Enquanto isso brasileiros morrem na froteira , por causa de um ditador doente , temos que receber sim os venezuelanos, porém é necessário o controle e ordem , o cidadão brasileiro não tem culpa.

  16. O Maduro deve estar agradecendo aos céus por essa notícia. É a desculpa perfeita pra ele perseguir ( ainda mais ) os seus opositores e qualquer um que ele considere “ameaça a segurança nacional” ou “inimigos da revolução”.

  17. Senhores
    Só pra constar,
    1) militares venezuelanos não são militares brasileiros….
    2) Willian Waack informante do Mossad na Globo????? Desde quando o Mossad precisa de informante na Globo????
    3) o q tem os militares da Venezuela com os brasileiros em 1964 e 2016????
    (Aliás… em 64 o povo clamou pelos militares, e em 2016, os militares ficaram totalmente de fora do processo, até pq, se os militares contarem o q veem….)
    4) Golpes contra os governos na América do Sul???

    Senhores….
    É sério???
    Na moral…. eu me convenci q é patológico.

    • Comentarios cegos de viés esquerdista ja sabe o tipo de falacia que sai dessa galerinha revolucionaria que vive de teorias que sem provas .
      No mais quem ajudou o regime do Chaves ? (Lula e a turminha do mesmo)
      Quem lembra da ONG viva rio que foi la fazer o serviço de desarmar a Venezuela?

    • Mossad na Globo,MI6 no SBT, CIA na Band, FSB na Cultura,Deuxieme Bureau na Gazeta, Guoanbu na Rede TV,BSB na Rede Vida,Abin no Netflix e por aí vai… É melhor ler besteira do que ser cego. Só acho.

    • Povo clamou ? Meia duzia de empresarios e a parcela conservado ( leia-se atraso social) que foi lá nas ruas protestar contra o governo do jango.
      Sem povo ou com povo os militares iriam dar o golpe que já haviam tentado dar em Vargas antes de seu suicídio.

      • Prezado,

        Só a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”, salvo melhor juízo, reuniu mais de meio milhão de pessoas nas ruas… Foi a maior manifestação de rua da história, somente sendo superada pelas manifestações em massa de 15 de Março de 2015 e 13 de Março de 2016…. Até onde sei, nunca um protesto de qualquer grupo socialista no Brasil conseguiu reunir tantos…

        O movimento de 64 foi apoiado em peso pelas classes médias e baixas, e pela elite intelectual ( aí inclusos políticos, clero, filósofos, celebridades e mídia em geral ), e sua origem é eminentemente civil; e foi isso, o povo nas ruas, que precipitou a saída de Goulart.

        Quanto a participação dos militares, em teoria não era nem pra acontecer… Mas ocorre que certas movimentações desestabilizantes não puderam ser ignoradas, tais como a revolta de 25 de Março ( revolta dos marinheiros ), apoiada em peso pelos socialistas, e cujos participantes foram anistiados por Goulart a contra gosto do almirantado. Com atitudes como essa, era questão de tempo até que toda a ala militar “conservadora” das três forças se movesse… E seja como for, o que ocorreu foi que essa força avançou basicamente contra os partidários rebelados que desejavam dar suporte ao então Presidente, dominando-os praticamente sem luta… E Goulart, sem apoio de sua ala militar, bateu em retirada…

        O governo militar em si foi costurado depois; um monte de remendos entre os remanescentes da classe política e militares a partir de Abril daquele ano…

    • “em 64 o povo clamou pelos militares,”

      O q é “povo” pra vc? A classe media alta? O empresariado? Os meios de comunicação das 5 familias? (São as 5 mesmas de sempre, saiu do Chateaubriand entrou as do Civita).
      Vc nem sabe o que é povo ,rapaz.

  18. Se fizerem um plebiscito ou referendo na Venezuela perguntando ao seu povo se querem se libertar desta Ditadura que se iniciou com Hugo Chaves, tenho certeza que a maioria, uns 85% da população Venezuelana, será a favor da sua liberdade a qualquer custo, mesmo que seja por meio de uma intervenção internacional, somente a corja envolvida com o partidão será contra.
    A verdade que depois da América Latina, talvez o único espaço que por alguma sorte os comunistas consigam, seja eles travestidos de sociais democratas, socialistas, centro liberais, etc, os famosos “melâncias” poderão tentar a sorte será na Africa!
    Infelizmente quanto mais ignorante um povo é, mais esse mesmo povo compra as “facilidades” que essa falsa ideologia de igualdades prega! Claro, é mais fácil eu aceitar o meu analfabetismo e posição inferior em condições de pobreza e ficar a espera de um “milagre” e “divisão do que os outros conquistaram com suor, do que correr atrás daquilo que tanto necessito, ou seja, “EDUCAÇÂO” e trabalho para conquistar uma posição e condições melhores na sociedade e fazer do meu País, um País melhor! As sociedades que caem nessa arapuca são mais ou menos como todas as vítimas que caem no golpe do estelionatário, as vítimas buscam vantagens e facilidades!
    Meu discurso não é nada “Correto” dirão, mas quem disse que sou “politicamente correto”, alienado da realidade, onde por exemplo favela vira “comunidade’, ora ora, até um condomínio nos Jardins é uma comunidade, me ajuda aí, geração avestruz comigo não!
    Ah.. O regime de esquerda trevoso da Venezuela irá cair sim! Esperem passar as eleições presidenciais aqui no Brasil e termos novamente um governo sério de centro-direita, que no mínimo não irá ficar contra a ONU e os EUA e podem ter certeza que alguém vai cair de “madura” kkk!
    Para quem não percebeu, estamos passando por uma limpa ao comunismo na América Latina… Argentina não chora mais, Cuba já caiu, os ptralhas e cumpanheiros (Pc do B, PSOL, PSTU, PMDB, etc) já estão indo para cadeia, o Equador já foi e os próximos são Venezuela seguido pela ordem o cocaleiro boliviano! Quem viver verá!!!

    • “Se fizerem um plebiscito ou referendo na Venezuela perguntando ao seu povo se querem se libertar desta Ditadura que se iniciou com Hugo Chaves, tenho certeza que a maioria, uns 85% da população Venezuelana, será a favor da sua liberdade a qualquer custo,”

      Ele acabou de ganhar uma eleição, a maioria do povo venezuelano disse que quer ele lá, vc vive em Marte ou é má fé?

      • Cara, só na sua cabeça que a população gosta dele, ele frauda tudo no governo para se manter no poder, tem as forças armadas e a polícia em seu favor, pois são os únicos que tiram proveito da situação… converse com os venezuelanos que estão deixando o país aos milhares…

  19. Comunistas ou não, baderna ou não, acho que já chegou a hora te botar um fim nesse negócio da CIA derrubar governos latino americanos quando bem quiser. Não vou nem mencionar 1964. Faço lembrar a vocês que o Brasil como anda poderia facilmente em muito pouco tempo virar um apetitoso alvo para um golpinho desses. Vocês estariam de acordo? Pimenta nos olhos dos outros é refresco.

    • Eles derrubam porque querem pois, ao invés dos governos da AL, eles são profissionais, dedicados e sérios no que fazem. Na hora em que os governos aqui tiverem um mínimo de competência e muito menos olho grande no dinheiro público, eles podem até conseguir mas será bem mais difícil. Quando se ganha um jogo, parte do motivo é sua própria competência e a outra parte é a incompetência do adversário.
      De mais a mais, eles estão fazendo o que interessa ao país deles. Em relações internacionais não tem essa de moçinho e bandido. Cada um faz o seu e quem quiser e puder que se defenda.

    • Um comentário sensato mas pode ter certeza muitos aqui adorariam uma intervenção americana no Brasil contra os outros brasileiros que pensam diferente deles . A Quinta Coluna brasileira sempre foi atuante.

      • Quem persegue quem pensa diferente é o Maduro. Vejo venezuelanos querendo intervenção até do Brasil porque não tem mais para quem recorrer.

      • Alex II, em Marte não, lá quem vive são as mulheres… Lembra: “Os homens são de Marte e é pra lá que eu vou!” Kkkkk.

        Prezados, o que posso dizer é que tive uma inquilina venezuelana, quase refugiada, procurando tratamento médico no Brasil por causa da falta de recursos básicos lá e acabamos criando uma amizade e ela desabafou muitos detalhes de como as coisa funcionam lá!
        O “MEDO” é a maior arma que sustenta o governo covarde lá instaurado, só para ser breve as milícias de lá são todas forças paramilitares sustentadas pelo governo ditador, bem diferente das nossas aqui do RJ (Que são bandidos travestidos querendo parecer mocinhos), mandam mais que a própria polícia lá e se acharem que você é contra o governo te matam no meio da rua sem pestanejar e seguem como se nada tivesse acontecido!
        No mundo em que vivo, não sei qual é, mas com certeza alguém aqui irá me orientar! Vejo os tabloides todos os dias noticiarem uma imensa massa de refugiados da Venezuela fugindo para os países vizinhos largando tudo ou o quase nada que têm para trás para poder fugir do governo da sua pátria mãe! Ou é pela super aprovação da população lá eles se melindraram ou estão preparando uma invasão dos países vizinhos travestidos de refugiados (Como Ho Chi Min fez no Vietnan do Sul) para nos libertar da Democracia no continente e instaurar uma única DEMONIOCRACIA! Aqui no Brasil, vão aproveitar para libertar o pobre molusco perseguido do aquário! KKK

  20. concordo com o sr. Agnelo. Nossa CF proíbe guerra de intervenção. este ditador mistura de Stalin , Hitler e Pablo Escobar já está com os dias contados. Seus próprios “camaradas” civis e militares acabarão com ele. Não precisa intervenção, golpe, macumba… Este governo bolivariano cairá por si só. Agora, quem defende este tipo de “governo “bolivarianta” deveria ter vergonha, pois aqui com todos os problemas e mazelas dá para ser livre: falar, escrever e viver como bem se entende. e se não gostam deste péssimo modelo de democracia que há neste Brasil, dirijam-se para a Venezuela, Nicaragua ou outra grande maravilha onde estes caudilhismos conjuntamente com o socialismo ultrapassado do século XX ainda persistem em sobreviver. Podemos ter mil problemas mas nós brasileiros devemos tentar melhorar nossa situação e não é defendendo o atraso seja lá em “Cucamonga’ ou aqui. Abraços a todos os comentaristas sem exceção. Odeio, detesto ditadores; e sempre relembro que “a ignorância é a maior das misérias”. Reitero apreços a todos.

  21. Mesmo modus operandi americano.
    Fizeram isso em 64 no Brasil e deu no que deu.
    Mas tem quem diga que o Brasil foi liberto de um “golpe comunista” que estava por vir. Oi ?
    O mais engraçado é que não existem nenhumas provas do tal golpe comunista, mas da influencia americana existem milhares. Tudo para sufocar nossa industria e deixar o país de pernas abertas para o capital exterior.
    Deu certo, até hoje nossa industria é dependente e tem ainda quem caia no conto do comunismo malvadão que vai dominar o Brasil.

    • Primeiramente os americanos NÃO orquestraram nada contra o Brasil, hoje é sabido que não houve intromissão dos EUA, 64 foi iniciativa dos brasileiro e com grande apoio popular, posteriormente os EUA apoiaram, assim como o resto do mundo ocidental e livre.
      em vez de criticar 64, acho mais sensato olhar para a ditadura da Venezuela e Cuba, duas ditaduras de extrema-esquerda que mata MUITO, assim como na Nicarágua.
      Deu no que deu: melhor governo da história do Brasil, único período da república onde houve o mínimo de planejamento, algo só visto na época da monarquia. Saímos de u país rural para a 9 maior economia do mundo, obras em todas as frentes, inclusão de milhões de brasileiros, construção de escolas, universidades, escolas militares e institutos de pesquisa. Governo que tem impacto direto na nossa vida até os dias atuais, desde universidades até infraestrutura.
      Na minha opinião os militares em 64 fizeram o que deveria ter sido feito naquele período, assim como ocorreu nos outros países da AL com regimes militares. Trata-se de um período de guerra fria, havia grande interesse de grupos internos e externos na instabilidade do Brasil, basta ver as greves, grupos armados, ataques contra setores etc…estavam criando um ambiente de caos internos para atingir um determinado fim.
      Não vamos ser ingênuos, havia um interesse imenso do grupos socialistas na desestabilização do Brasil. Quem não acha que havia risco é um completo inocente!
      Havia espiões da URSS no Brasil, o assessor de João Goulart era um espião da URSS, inclusive cogitavam estimular uma guerra civil no Brasil em 1961 (conforme mostra alguns documentos do serviço secreto da URSS).
      O Brasil estava no auge do populismo, o Jânio Quadros representava tudo de ruim naquele período (último presidente eleito pelo voto), já o João Goulart era um Jânio Quadros piorado…visitando a China Comunista e querendo ampliar laços com ditaduras comunistas (em pleno mundo de guerra fria), além de propostas totalmente populistas para “cativar o povão”.
      Em vez de ter a cabeça no lugar e resolver os problemas internos de forma racional, buscou fazer inúmeras bobagens.
      Eu vejo 64 como uma contra-revolução, manutenção do “status quo” das instituições em nível nacional, eleições normalmente para 90% dos cargos. Tão verdade que o país continuou igual, não houve revolução, não houve guerra civil, não houve genocídios como na maioria dos países pró-comunismo, a base social ficou intacta…basicamente era proibido ser ligado a grupos comunistas e atuar contra o Estado (isso ainda existe), de resto era tudo igual…
      O inverso aconteceu no Brasil, de 1964 até 1985 o Brasil teve um avanço gigantesco, saiu de um ambiente rural para o país industrial, com inúmeras empresas e avanços nas áreas sociais, além de bons indicadores em relação a 64…

      • Não adianta, Rodrigo.
        Esse material do lado soviético, eles dizem q foi “plantado” pelo Império Anglo- sionista…kkkkkk
        É pura alienação….
        Assim como teimam em dizer q o povo nas ruas era um “gato pingado”
        Mas não explicam, pq, sem propaganda nenhuma, as FFAA sempre foram as instituições de maior credibilidade, e pq um Ex-militar está na frente das pesquisas sem apoio da máquina corrompida.

  22. Uma intervenção na Venezuela custaria de dezenas e até centenas de milhares de mortos,pois será combatida na selva amazônica venezuelana, é uma supremacia aérea não vai ajudar muito,lembre-se do vietnan.Claro que os russos e chineses vão envolver. Gostaria que fosse resolvido diplomaticamente ,sei que e difícil mas é o caminho menos dolorosos para o povo venezuelano.

  23. Fonte: New York Times…pessoas envolvidas na negociação: não identificadas
    Ou seja, para mim essa matéria NÃO tem valor, pois partindo no NY times, um jornal corrupto e sem credibilidade, nos moldes dos blogs sujos aqui do Brasil, não tem condição.

  24. A situação na Venezuela é pavorosa…
    Não se pode falar mal do governo, pq as milícias são feitas por muita gente. Vc comentando na fila do supermercado, pode ser ouvido pelo caixa, q é miliciano.
    Quando se pergunta na sala de aula, não se pode levantar a mão direita…. só a esquerda…
    Esse nível…
    Os q conheço q moraram lá, reportam a mais obscuridade de vida possível.
    Eu vejo gente defendendo aquilo, e dou graças a Deus por 64!!!

    • E hoje tem várias pessoas querendo o mesmo caminho e vão fazer de tudo para conseguir, declararam uma guerra, agora ou é nós ou eles.

  25. Tic Tac. é uma questão de tempo Maduro cair. E os EUA não intervieram porque sabem como vai acontecer. Virá de dentro. Quando voce tem gente comprada, como estão os militares venezuelanos, cuidando de ganhar dinheiro e de pagar embuste, sempre surge a ciumeira do “fulano ganha mais que eu”. Lembram como estourou o Mensalão? Não tardará a um grupelho dentro da FA venezuelanas ficar descontente com a mesada, se enciumar dos outros e articular um golpe. Quem se vende é sempre ganancioso e todo ganancioso nunca se conforma de outro estar ganhando mais. Junte a isso o fato de que nunca é possivel dividir o bolo igualmente quando pilantras o almejam e a equação está montada, com resultado assaz matemático.

    Até lá, os demais paises da AL tem que aguentar as consequências desastrosas de um governo verdadeiramente ditatorial que é apoiado por gente daqui. É o dois pesos e duas medidas. O impedimento, processo com maior quantidade de defesa ja apresentada em um processo no Brasil e votado mais de 6 vezes, em plena conformidade com a CF/88, é golpe é violação da democracia ( na verdade é sua maior expressão), mas o regime maduro é “legítimo”, lá não tem preso político ( de verdade, não que se dizem assim por terem roubado o erário). E Cuba, co companheiro ( e amigo) Fidel, não é ditadura, ninguem quer enfrentar 150 km de tubarões pra fugir de lá, ali existe liberdade e oposição.

    A sociedade venezuelana está sendo estiolada, com danos irreparáveis, e aquilo que está acontecendo lá é o reflexo do projeto de país que muitos querem para aqui.

  26. Quando eu escrevi tempos atrás que o BR deveria tomar uma posição firme na Venezuela, acharam graça.
    Agora chineses, russos e americanos querem intervir por causa do petróleo. Maduro é só um pretexto.
    E o BR só segurando os refugiados.

  27. “Nós podemos fazer o dia.bo quando é a hora da eleição” – Dil.ma Rou.ssef

    é por causa desse tipo de pensamento que países como Venezuela chegaram onde estão, e se o Brasil não se cuidar, vai para o mesmo rumo.

    Ae depois os defensores dos “oprimidos” não dão a menor bola quando acontece uma crise de refugiados, pq o importante já está feito, que é fazer o dia.bo para ganhar as eleições e não sair mais do poder.

  28. JÁ QUE TOCARAM NO ASSUNTO 1964,nem a URSS levou a serio os socialistas tupiniquins.
    Segundo relato da STB.
    “Não se podia sequer falar em derrota, pois a derrota pressupõe uma luta, e no Brasil houve somente uma tomada pacífica de poder pela direita”
    “homens e mulheres têm unhas tratadas, todos querem a qualquer preço causar a impressão de que não precisam trabalhar fisicamente”.
    Referindo-se à classe média urbana, ele diz que “são pessoas preguiçosas e bem levianas, com as quais não se pode contar”.

    “Os brasileiros de classe média frequentemente surpreendem um europeu com uma longa lista de faculdades e cursos que terminaram; mas, na verdade, o conhecimento adquirido por eles é muito superficial, o que significa que no Brasil, por regra, encontramos pessoas ignorantes, que, mesmo com numerosos títulos científicos, não chegam aos pés da nossa gente com formação primária”, finaliza.

    E saiu correndo,rsrsrs.

  29. O jornalista Leonardo Coutinho – no seu interessante Chavez, o Espectro, nos capítulos finais narra duas abordagens feitas por setores das Forças Armadas Bolivarianas aos EUA.

    A primeira, quase suicida, era de um ataque militar preventivo que neutralizasse bases de apoios bolivarianas e permitisse a sublevação de setores não cooptados por Maduro. A segunda, fratricida, seria o apoio financeiro e logístico para uma guerra civil contra os coletivos e milícias de Maduro.

    Ambas foram rechaçadas por Washington. O que me leva a duas hipóteses: ou a atual gestão norte-americana acredita piamente na autodeterminação dos povos ou a América latina de fato não significa mais nada na geopolítica mundial…

  30. Uma Constituição não precisa ser feita por eleitos pelo povo’, diz Mourão
    ESTADÃO 13/09/2018

    Vice de Bolsonaro defende nova Constituição, sem passar ‘por eleitos pelo povo’
    O GLOBO 13/09/2018

    São falas que não comportam qualquer relativização. São o que são: um projeto espúrio de aniquilação do poder democrático.

    É o cúmulo da desfaçatez reacionária. E ainda querem falar da Venezuela. É o extremismo na outra ponta.

    Eu já escolhi o meu lado, e certamente é o lado onde não estão os aprendizes de déspotas e dos que defendem uma ditadura, seja ela de qualquer matiz ideológica.

    • Ozawa ele falava hipoteticamente de uma das possibilidades de se fazer uma constituição. Quem acompanha as falas dele sabe que não tem nenhum laivo de ditadura e muito menos de perpetuação no poder. Veja o contexto em que foi perguntado. É como quando questionaram Mourão no globonews cobre intervenção militar. Questões forçadas, hipotéticas, concebidas para gerar frases para serem descontextualizadas.
      Há uma campanha visivel dos meios de comunicação contra ele o candidato. Repare nos enfoques e manchetes. Frases muito mais sérias foram ditas por outros que queriam impor ( e querem) controle na imprensa e não se viu este estardalhaço.

      Hoje no bol tinha seguinte reportagem: transexual ameaça divulgar nomes de casos seus que votam em Bolsonaro. Precisa dizer algo mais?

    • Colombelli, eu vi o contexto, e o contexto é uma eleição presidencial onde um candidato a vice-presidência tem por convicção uma nova ordem da política nacional através de uma Constituição escrita por um “grupo de notáveis”, cujo texto passaria por um “plebiscito” . . .

      Demonstra assim, ou uma ignorância flagrante de Direito Constitucional, mesmo comparado, sua história, fundamentos e propósitos, ou um inconveniente flerte com o despotismo, no mínimo retórico.

      Como disse antes, essas palavras não comportam qualquer relativização, dizer o contrário, é ser, isso sim, notavelmente cínico, e sem precisar de plebiscito.

      • Desculpe me intrometer, nem sei se o que vou dizer aqui cabe no contexto, mas acho viável sim, uma nova CF e que essa passe longe dos deputados e senadores, pois em sua grande maioria, são salafrários de péssimo caráter e sem nenhuma hombridade, deturparam e destroçaram as “10 medidas anticorrupção” que teve apoio de milhares de cidadãos… penso que devemos sim ter uma nova CF simples e objetiva como a dos EUA por exemplo.

        Outra coisa, todos sabemos que a grande massa da população do Brasil é facilmente manobrada quando artimanhas eleitoreiras são lançadas ao ar (diga-se de passagem, assistencialismos, limpeza de nome junto ao SPC, vale gás, bolsa família, etc) então prefiro que essa massa, apesar de ter direitos (que não sabem utilizar), passe longe das escolhas que envolvem o futuro de todos no país, e não só o que diz respeito ao umbigo deles.

        Preciso de uma país que me de condições de ir além da sobrevivência, um país que não me faça nadar contra a correnteza todos os dias, que não jogue contra a população, que faça uso eficiente dos meus impostos, que não me faça gastar minha renda discricionária com burocracia e perda de tempo tendo que correr atrás de milhares de coisas que poderiam ser simplificadas.

        *Se os aparelhadores esquerdistas estão contra e matando a pau a ideia, então quer dizer que ela é boa, pois vai acabar com muita bocona que fica mamando nas [email protected] do dinheiro público.

  31. Alguns pensamentos aqui esposados, respeitáveis não obstante aterradores, afrontam até mesmo o sangue dos soldados brasileiros que combateram totalitarismos recentes na história mundial, contra autocracias que ao alvedrio de seus líderes resolveram usurpar o poder popular na audaciosa convicção de saber o que era melhor para coletividade, imbuídas, é evidente, das boas intenções e bons propósitos dos déspotas que as conduziram.

    Nessa ordem de ideias, tem-se que o EB efetivamente combateu o lado errado há 75 anos no solo europeu, devendo chamar sua então 1ª Divisão Brasileira, FEB, de “Fascistas Expedicionários Brasileiros”, tendo por lema “Sieg Heil” e, regressando das comemorações na então Germânia, apoiado efusivamente, ao contrário do que também erradamente fizeram, nosso glorioso Estado Novo e sua “polaca”, a carta política outorgada, que justificativa a necessidade de poderes extraordinários para proteger a sociedade brasileira da ameaça comunista, o “perigo vermelho”.

  32. A Venezuela vai se auto-implodir igual aconteceu com a URSS, os EUA nao vao precisar mover um dedo.

    Agora eu gostaria de ver mesmo era os EUA intervirem na Arabya Saudita, onde as mulheres sao tratadas como lixo e a populacao vive sob dominio de uma Ditadura Radical Islamica. Pq os radicais da Arabya Saudita sao piores q o Maduro e os comunistas da ex-URSS.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here