Home Noticiário Internacional OEA não descarta intervenção militar para depor Maduro na Venezuela

OEA não descarta intervenção militar para depor Maduro na Venezuela

6391
188

De acordo com o secretário-geral da OEA, o governo venezuelano tem cometido violação dos direitos humanos e crimes contra a humanidade

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), Luis Almagro, afirmou que não deve ser descartada uma intervenção militar na Venezuela para derrubar o governo de Nicolás Maduro.

A declaração do uruguaio ocorreu na Colômbia, no momento em que tratava da migração em massa de venezuelanos. De acordo com Almagro, o governo venezuelano tem cometido violação dos direitos humanos e crimes contra a humanidade.

“Nesse caso é miséria, é fome, é a falta de remédios, que são como instrumentos repressivos para impor uma vontade política ao povo, isso é inadmissível”, afirmou.

“O sofrimento do povo, no êxodo induzido que está sendo conduzido [pelo governo venezuelano], coloca as ações diplomáticas em primeiro lugar, mas não devemos descartar nenhuma ação. Quanto à intervenção militar para derrubar o regime de Nicolás Maduro, eu acho que não devemos descartar nenhuma opção.”

As declarações, dadas em Cúcuta, cidade na fronteira com a Venezuela, após uma reunião com o presidente da Colômbia, Iván Duque, e soaram como uma resposta ao governo do ditador Nicolás Maduro. Nesta semana, a Venezuela rejeitou ofertas de ajuda de outros países e informou que a atual crise humanitária pela qual o país passa faz parte de uma campanha mundial de difamação para derrubar Maduro.

O ditador venezuelano disse ainda que iria pedir uma indenização a Bogotá devido ao número de imigrantes colombianos que vivem na Venezuela. As declarações fizeram parte da primeira manifestação pública de Maduro após o jornal americano The New York Times ter revelado um encontro entre militares rebeldes do regime e representantes de Washington, o que segundo ele comprova que países estrangeiros trabalham contra seu governo, em especial os Estados Unidos.

FONTE: Folha de São Paulo

Subscribe
Notify of
guest
188 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

É… até tu, OEA?!
Sensacionalista, zero possibilidade!
Quem pode, pode, mas se a ‘conversa’ progredir, espero que não nos arrastem nesta intervenção.
Já estamos comprometidos demais com os venezuelanos por aqui…

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

Amigo, se um dia ocorrer alguma intervenção lá, certamente participaremos e aquele lado do Brasil virará um caos. Milhões de venezuelanos fugindo da fome, talvez tropas atacando a fronteira com o Brasil.

Antonio
Antonio
Reply to  Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

E está arriscado esse sujeito pegar um gancho de 30 dias como o Comandante do Exército Uruguaio. Falando muita besteira em público.
No mais, concordo. Zero possibilidade. Apenas sensacionalismo.

Gustavo Romko
Gustavo Romko
Reply to  Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

Deve-se levar em consideração que quase todos os postos de chefia do governo venezuelano foram ocupados por militares. Tendência que vem desde Chaves. Há também um excesso de promoções, havendo hoje mais de 2000 generais por exemplo, quase todos sem merecimento. Estes ocupam postos chaves em toda a cadeia de distribuição de gêneros, na economia, na indústria e na PDVSA, em todas as áreas do governo. E são os mais corruptos. Dessa forma as FFAA venezuelanas estão completamente e irremediavelmente corrompidas moralmente, para a retomada dos rumos do país. Por outro lado quem sustenta o regime de Maduro são os… Read more »

Roberto F. Santana
Roberto F. Santana
2 anos atrás

Tubo de ensaio para o Lockheed F-35.
Tomara que haja algum duelo entre F-16 versus Sukhoi ou mesmo F-16 versus F-16.Isso se não houver uma corrida geral dos militares para debaixo de suas camas.

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
2 anos atrás

Se for bem-feitinha, organizada e planejada, Maduro cai em menos de um mês. As tropas se rendem totalmente em 3 e em seis meses teremos eleições.

eliton
eliton
Reply to  Marquês de São Vicente
2 anos atrás

Será que os americanos não pensaram a mesma coisa quando estavam planejando invadir Vietnã e o Iraque?

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
Reply to  eliton
2 anos atrás

Comparar um país hispânico, cristão e cuja capital fica a menos de 3 horas de vôo de Miami com um Vietnã da década de 60 é meio forçar a barra, não acha?

Humberto
Humberto
Reply to  Marquês de São Vicente
2 anos atrás

Qualquer guerra, pode ser planejada no seu início, mas quem disse que o inimigo vai seguir o seu planejamento, Vietna, Afeganistão (Russos), Iraque mostram como pode ser pantanoso. Não tem sentido algum enviar tropas para tirar o Maduro de lá, deixe o pais entrar em colapso por si só. Quanto a imigrantes, quem tem aguentado o tranco são o Peru e a Colombia, o Brasil recebe muito pouco se comparado com eles. Maduro vai ter o fim do Kadafi (morto pela população), Sadan (que foi preso, não sei se existe pena de morte na Venezuela) ou do Xa Reza, que… Read more »

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Humberto
2 anos atrás

Enquanto o dinheiro do petróleo e do narcotráfico pagar os militares melancias (verdes por fora e vermelhos por dentro) da Venezuela, Maduro e seus partido ficam no cargo.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Marquês de São Vicente
2 anos atrás

Kkkkkkk até parece que foi assim no Iraque, Afeganistão, Líbia. Pode ter certeza que a Venezuela iria para a guerra de guerrilha, e aí amiguinho a coisa iria feder.

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Marquês de São Vicente
2 anos atrás

Eu não dou uma semana.

O duro vai ser o discurso dos russófilos que o pessoal do Maduro não sabia usar os equipamentos e bla bla bla bla bla

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Deve ter sido desse jeito no Vietnã, Iraque e Afeganistão. Já que nada dos russos presta, vai lá tu enfrentar, depois irei à médium para tu me contar do outro plano como é que foi.

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Defensor da Liberdade
2 anos atrás

Se eu tivesse idade, de fato iria com todo o orgulho…

Não fujo das minhas obrigações.

Bravox
Bravox
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Fora o discurso das esquerdas enchendo o saco .

Alex II
Alex II
Reply to  Marquês de São Vicente
2 anos atrás

Eleições de novo? E se os chavistas ganham de novo? Vc manda derrubar de novo?

Vinicius
Vinicius
2 anos atrás

Ta de sacanagem? O Brasil tem que se envolver sim, é DEVER do Brasil, como potência regional, de por um fim na tirania do Maduro. Problema é que o Brasileiro e o Brasil em sí só olham para o próprio umbigo, nunca para além das fronteiras.

mendonça
mendonça
Reply to  Vinicius
2 anos atrás

isso mesmo colega, temos problemas demais pra olhar para os alheios.

Sidney
Sidney
2 anos atrás

Talvez o povo da Venezuela precise sofrer mais para que isso tenha possibilidade de acontecer. E também sofrerão seus vizinhos tendo que absorver os refugiados. Seja qual for o tamanho do sofrimento desse povo, não esquecem que talvez seja necessário pois em algum momento o povo quis o governo que tem. E NUNCA esperem que a esquerda canalha do Brasil reconheça a tragédia desse governo, será sempre culpa dos americanus malvadus e do capitalismo os males da Venezuela. Não estamos totalmente livres desse mal, aqui, da cadeia poderão vir as ordens de nosso governo, e virão com muito ódio, maldade… Read more »

Antonio
Antonio
2 anos atrás

Tarde demais. Maduro está em Pequim negociando novos e maiores acordos econômicos e aumento do intercâmbio político e militar.

Leonardo Moraes
Leonardo Moraes
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Enquanto você dava seus pulinhos de cheerleader com pompom na mão, ele estava se refastelando em um restaurante badalado na Turquia. kkkk

Antonio
Antonio
Reply to  Leonardo Moraes
2 anos atrás

Isso pouco importa. O fato é que ele está trazendo muitos bilhões de dólares em investimentos chineses e a certeza de que os EUA já eram na região.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
2 anos atrás

A imprevidência sobre fatalidade é uma constante na anarquia latinoamericana: tivesse a Venezuela sido desviada da senda ditatorial quando ainda era factível sem sangue e destruição, hoje a possibilidade de uma intervenção militar potencialmente desastrosa seria impensável.
SIC semper tyrannus chega a ser uma profecia que se autocumpre.

_RR_
_RR_
2 anos atrás

Marquês, amigos… Talvez nem precise tanto… Creio que basta um Carrier Group sitiar a costa e os militares venezuelanos marcham rumo ao Palácio de Miraflores… Estou quase certo de que vão preferir mil vezes depor Maduro e manter suas cabeças que seguir seu líder em uma cruzada insana… Mas claro… O sucesso ( diria até a própria execução ) dessa “contra-revolução” venezuelana, vai depender muito da penetração ideológica no meio dessa gente; fora outros pormenores… As milícias populares chavistas, por exemplo, certamente oferecerão resistência. E mesmo que sejam vencidas, haverão milhares de milicianos que irão para a margem da sociedade,… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  _RR_
2 anos atrás

Voltemos à realidade.

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  _RR_
2 anos atrás

Também imagino um cenário parecido. Mas creio que haveria uma resistência do Exército Bolivariano até a completa superioridade aérea por parte dos aliados, o que deveria ocorrer em algumas semanas. Depois disso o moral baixaria muito e os militares venezuelanos iriam depor o Maduro e lutar mais um pouco enquanto negociariam uma rendição condicional. – As milícias dariam problema se os aliados ocupassem alguma parte do território venezuelano. Isso no “pós-guerra” durante uma eventual ocupação. – A infantaria aliada seria imprescindível em uma Intervenção. Não há “freedom fighters” em atuação na venezuela hoje. Os maduristas sumiram com todos os agitadores… Read more »

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Não precisa mencionar que sem o apoio aéreo dos USA tal intervenção é absolutamente inviável. A FAB e os Colombianos sozinhos não passam dos S-300 e dos BUKs

Gabriel Luis da Silva
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

“Não passam dos S-300” Meu Deus cara…

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  _RR_
2 anos atrás

Não vai ser muito diferente da invasão do Panamá…

Esta turma está com o Maduro, como estavam com o Noriega, mediante $$$$$$$

Sem dinheiro o amor acaba.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Comparar a situação militar da Venezuela com o Panamá deve ser uma piada de mal gosto.

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Walfrido Strobel
2 anos atrás

Você acha que esta turma está com o Maduro porque são ideologicamente alinhados ? ahahahaah

Nem o teu Deus do petê conseguiu isto, tem que ser na base da mortadela e do mensalão.

Daniel Ricardo Alves
Reply to  _RR_
2 anos atrás

Acho que a situação ficaria meio complicada se os EUA encostassem um porta aviões na costa venezuelana. A Rússia e a China tem muitos interesses por lá, o que obrigaria os americanos a darem alguma coisa em troca da autoridade de impor sua vontade lá. A UNASUL (é uma piada, eu sei) veria com muita preocupação essa intervenção e provavelmente encostariam mais ainda nos chineses e russos. Em resumo, tem tudo para dar uma merda maior do que todo mundo imagina.

sub-urbano
sub-urbano
2 anos atrás

O EB já pode preparar uma licitação para a compra de repelentes de mosquito e sacos pretos.

Essa doação de obuses dos USA não é a toa. Como não tem ninguém surdo no Pentágono, já escutaram os tambores da guerra.

Felizmente estaremos do lado certo, o lado da USAF. A Colômbia também deve ajudar com carne pro churrasco, junto com o Brasil.

Agnelo
Agnelo
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Não se usa repelente na Selva…
Vc é rastreado.

Igor
Igor
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Agnelo, pode explicar melhor?

FN
FN
Reply to  Igor
2 anos atrás

Repelente tem cheiro estranho ao ambiente, o que facilita a detecção por forçãs inimigas e tbm não adianta muito, já que em ambiente “selvático” transpira-se em profusão, o que acaba com a eficiencia destes.

igor
igor
Reply to  FN
2 anos atrás

obrigado!

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
2 anos atrás

E o Maduro recorreu a ONU, incrível como a ONU deixa esses regimes agirem livremente, mas também quem está no controle dessa organização são socialistas assim como o próprio Maduro. Essa gente está acabando com o mundo, não é a toa que atualmente tem o maior número de refugiados desde a segunda guerra mundial, mas eles parecem ter uma tara com refugiados e imigrantes, quanto mais melhor.

Antunes 1980
Antunes 1980
2 anos atrás

Eu já havia cantado esta bola.. a invasão por parte de um grupo formado por Brasil, Colômbia e Argentina, se faz mais do que necessária. Depor uma ditadura que deixa seu povo morrer de fome é algo de extrema urgência. Sobre a estratégia, os Estados Unidos garantindo a supremacia aérea, o restante acabará ocorrendo dentro do planejado. Com tudo bem organizado, tanto a parte militar como a parte humanitária terão o menor efeito colateral possível. Força Brasil !

Antonio
Antonio
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

O EB está tomando tiro de traficante em favela e vc quer enfrentar T-72s e Sukhois?

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Comparação tosca cara, o EB esta sendo usado como bucha politica nos morros do Hell de Janeiro, não podem usar seus equipamentos de guerra convencional por la (Obuseiros, Astros, Morteiros etc.) não podem dar um tirozinho de .50 alias. E como querer usar uma espada onde e necessário e só se permite um bisturi.
No caso de um conflito entre nações e diferente. Mas concordo que somente F.5 e AMX não darias conta de S300 e BuKs, mas dái entraria a USAF mesmo.

Marcos R.
Marcos R.
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Regra de engajamento, deixe o EB abater como hostil qualquer indivíduo portando arma de fogo para ver se a situação não muda no Rio.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

O Brasil não é idiota de entrar em uma intervenção dessas.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Walfrido Strobel
2 anos atrás

Eu não sei o que é pior: o Brasil se meter na intervenção ou ser chamado para limpar a sujeira depois. Como Iraque, Afeganistão, Líbia e cia mostram, derrubar um governo é fácil, levantar outro em seu lugar é muito mais difícil.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
2 anos atrás

Eu queria ver se os anticomunistas daqui do Brasil iriam levantar seus traseiros dos PCs, onde redigem textões e vídeos para YouTube, pegar os FALs e os Ia2 e iriam para Venezuela lutar contra a Guarda bolivariana entricheirada nas favelas de Caracas. De minha parte pode ter certeza, não iria caso fosse convocado, dormiria umas noites na cadeia, apanharia, pagaria multa numa boa. Já não basta pagar horrores de impostos, ainda ter que lutar por gente que eu nem conheço é dose. Os venezuelanos que dêem fim no problema que eles mesmos criaram.

Carlos Campos
2 anos atrás

o governo da Venefavela pede para o mundo negar a realidade diante aos seus olhos, vejo Venezuelano morrendo de fome, vejo Venezuelano caminhando centenas de quilômetros só para morar numa barraca em Roraima, mulheres que se prostituem por algumas dezenas de reais só para ter o que comer pagar um aluguel e não deixar os filhos passando fome, sinceramente não gostaria de ver um brasileiro morrendo para salvar um país que escolheu o socialismo, não era ditadura no início, começou com gasolina barata, dinheiro para pobres e etc. e assim o povo escolheu o que deu as migalhas para eles,… Read more »

Ozawa
Ozawa
2 anos atrás

Que Maduro, cujo nome é sua própria predestinação, está pronto para cair não há dúvidas, o problema é por quem no seu lugar. São décadas de desconstrução das instituições democráticas que estruturam um Estado para que ele exista além e à parte do líder de plantão. A Venezuela é hoje, para o bem ou para o mal, queiramos ou não, o Bolivarianismo, e sem ele terão que reconstruir algo no lugar, sob o risco do caos elevado à calamidade, algo provisório até uma República Democrática de fato e de direito, talvez um Bolivarintermediarianismo . . . A Venezuela é o… Read more »

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Excelente comentário e a alusão ao nosso cenário é perfeita.

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

e só trocar “bolivarianismo” e colocar a palavra certa “socialismo” que vc explica certo.

Tira o Maduro e ai? Vão continuar fazendo as mesmas coisas ? Vão continuar com as mesmas políticas?

A Argentina está indo pro mesmo buraco.

Antes que não acabem com o socialismo e entre um governo melhor não adianta gastar bala.

Heitor
Heitor
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Perfeito, Osawa!

Nem é necessário acrescentar nada, os bons entendedores entenderão.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Ozawa, quando você fala do “povo”, logo penso do “povo, que forma a massa” aqui do Brasil, que elegeu por 4x um partido que fud%&* o país e que arquitetou um plano de permanência eterna no poder, esse partido criou “ferramentas e meios” para alienar essa massa de modo que sempre votariam a favor deles, vemos isso nesse momento, onde um ex-presidente preso, diz-se ao menos as pesquisas, estaria no topo para voltar a ser eleito…quem curte as HQs The Walking Dead, deve ter percebido a coincidência do nosso EX, com o personagem Negan, vilão mais sanguinário da série, que… Read more »

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Alex Nogueira
2 anos atrás

Concordo em muito com seu raciocínio. Acho que o voto não deveria ser um direito adquirido, mas sim conquistado. o cidadão deveria ter no mínimo 21 anos, ter ensino médio completo ou ter feito um curso rápido oferecido nas escolas publicas sobre nosso sistema politico e politica em geral patrocinado pelo TRE. Não quero elitizar esse poder, mas deixar nas mão de pessoas que são levadas ao vento, que não tem o mínimo entendimento de cidadão, é um convite para o caos e desordem politico como vemos aqui mesmo no Brasil. hoje as vésperas de uma eleição presidencial temos um… Read more »

Celso
Celso
Reply to  OSEIAS
2 anos atrás

Oseias e outros, passo aqui uma sugestao para aqueles que nao conhecem, entendem ou compreendem, ou nao sabem..ou pensam que sabem muito..
Procurem sobre GRAMSCISMO, origem e sugestoes do mesmo. A partir disso vejam exatamente tomando como base uma curva a partir de 1986 e com propriedade comparativa , como estao ou caminham inumeros paises da america latrina e o Brasil a tiracolo quase caindo do barranco. Sds

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Celso
2 anos atrás

Celso obrigado pela informação, realmente a linha de pensamento gramscista faz a cabeça dos governos esquerdistas da América do Sul, principalmente do partido que esteve a frente da presidência nos últimos mandatos… esse partido seguiu a cartilha a risca e atualizou para os dias de hoje, chega a ser sádica a maneira como manipulam a massa… e chega a ser mais doentio ver como tentam a todo custo mover essa massa em direção ao poste.

Ozawa
Ozawa
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Já expus antes em outro post, e aqui novamente por necessário, que em alguns pensamentos aqui esposados, respeitáveis, não obstante ao meu juízo aterradores, é afrontado até mesmo o sangue dos soldados brasileiros que combateram totalitarismos recentes na história mundial, contra autocracias conduzidas pelo alvedrio de seus líderes, que resolveram usurpar o poder popular na audaciosa convicção de saber o que era melhor para coletividade, imbuídas, é evidente, das sempre boas intenções e bons propósitos de todos os regimes totalitários, sejam politicamente destros ou canhotos. Nessa ordem de ideias, tem-se que o EB efetivamente combateu o lado errado há 75… Read more »

Igor Almeida
Igor Almeida
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Ozawa, seus comentários são como ilhas paradisíacas no oceano que é a Internet dos comentários da massa brasileira.

Cadu
Cadu
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Perfeito as suas colocações. A Venezuela é um caos total, com grupos narcotraficantes, cubanos, militares e milicias armadas. A solução para a Venezuela não é nada simples, é pior, são tantos vetores que eles podem se tornar um Iraque na America do sul, descambando para uma guerra civil total e afetando os outros vizinhos. Eu acredito que ainda há uma resistência em intervir devido ao alto custo de reconstrução da Venezuela, e quem vai por esse dinheiro, além disso, tem a questão de vidas que serão perdida( tanto de venezuelanos, assim de quem intervir). Sendo que as milicias, os cubanos… Read more »

Sidney
Sidney
2 anos atrás

Vou dizer algo aqui que muitos não irão gostar! É bem simples esta eleição no Brasil, você escolhe um lado, estar do lado da Polícia e da Justiça, ou estar do lado de bandidos e corruptos. Nada mais que isso!

Se escolher o lado errado, a Venezuela será nossa parceira e o seu estado atual nosso futuro!

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Sidney
2 anos atrás

Perfeito.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Perfeito x2!

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Alex Nogueira
2 anos atrás

3x

Farley Diego
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Perfeito. Só estão esperando o Juliet Bravo ganhar pra fazer essa ação coordenada.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Farley Diego
2 anos atrás

Propaganda política no Forte???

Antonio
Antonio
Reply to  Sidney
2 anos atrás

Pode começar a preparar a construção da Vara Federal de Chuí porque vai ter muita gente indo trabalhar lá. Ou então, arrumem uma bela aposentadoria compulsória com proventos proporcionais.

Wilson França
Wilson França
Reply to  Sidney
2 anos atrás

Se eu votar na Marina, estarei de qual lado dessa sua simplificação tosca?

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Wilson França
2 anos atrás

Lado bandido, pois a Marina vem do lado esquerdo, isso é fato.

*Não sei se já leram, mas tem candidato do partido do ex-presidente preso dizendo que se o partido dele ganhar, libera um indulto para o presidiário no primeiro dia de governo… só no Brasil mesmo.

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  Wilson França
2 anos atrás

Wilson, pra facilitar o seu entendimento daquilo que vc chamou de comparação tosca.
Dos 5 primeiros colocados nas pesquisas somente um não esta envolvido em escândalos de corrupção. O esfaqueado.
Os demais estão envolvidos na lavajato e outros escândalos. Sim. Aquela “que só aparece de 4 em 4 anos” esta e o marido dela tb.
Agora fica a pergunta, quem esta do lado bandido? Entendeu a comparação?

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  CignusRJ
2 anos atrás

Funcionária fantasma não é escândalo de corrupção? Fosse um político chinês seria fuzilado.

Sem processo na justiça ali só o cearense brizolista…. o que ganha de todo mundo no segundo turno e toca o terror nos debates kkkk

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

ps. fosse um político chinês seria fuzilado e família pagava a bala.

Antonio
Antonio
Reply to  CignusRJ
2 anos atrás

‘Dos 5 primeiros colocados nas pesquisas somente um não esta envolvido em escândalos de corrupção. O esfaqueado.’

Por isso que ninguém mais acredita nessa Lava-Jatp. Só pune quem eles não gostam. Só que o povo já percebeu isso. Vc não percebeu?

Pelo avatar, acho que não

Heitor
Heitor
Reply to  Sidney
2 anos atrás

Lado justiça e lado bandido.. que bonitinho.. as eleições agora viraram uma guerra entre o bem e o mal… Chega a ser fofo de tão inocente.

Pedro
Pedro
Reply to  Heitor
2 anos atrás

É mas é isso mesmo. Toda a esquerda está unida para se manter no poder, livrar o molusco e manter o sistema podre que a Lava-Jato expôs nos últimos anos. Hoje em dia, só um honesto teve coragem e chance real de acabar com o grande esquemão.

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Pedro
2 anos atrás

Perfeito Pedro! É isto mesmo…

Só não entende quem não quer.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Sidney
2 anos atrás

Perfeito !!!!!!
E espero que assim q, sabe quem, ganhar dê a missão ao EB de adentrar a Venezuela comandando uma força conjunta com outras nações da AL e acabar com esta sacanagem q já está prejudicando a vida dos já sofríveis brasileiros de Pacaraima e circunvizinhanças.

Eddi
Eddi
2 anos atrás

Por mais que eu deteste guerras!
Se tiver que ser alguém a fazer o trabalho, melhor que seja os EUA, além de grande poder de persuasão também é eficiente, rápido, e com poucas baixas civis e militares.
Brasil poderia muito bem participar apenas no pos-guerra em uma missão de Estabilização do pais.
O que me preocupa mais é a posição da Russia e China quanto a isso!

José Luiz
José Luiz
2 anos atrás

Parece que estão soprando ventos ruins para o futuro, infelizmente se ocorrer qualquer tipo de ação militar que por acaso venha envolver o Brasil será uma catástrofe, independente do que é o regime Maduro. pois temos problemas internos sérios. Mas temos indícios fortes, creio que esta ação se dará na forma de uma força pacificadora após intervenção, visto que, as ações iniciais devem ocorrer por conta das forças norte americanas, como ocorreu no Haiti, cabendo a uma força de países sul americanos proceder a “pacificação”. A bola já foi cantada em uma entrevista pelo Gen. Mourão, que disse que não… Read more »

Cadu
Cadu
Reply to  José Luiz
2 anos atrás

Na verdade na visão do James Mattis( secretário de Defesa americano) , essa intervenção teria que contar com a união de países sul-americanos, liderados pelo Brasil, para dar mais legitimidade a ação.
Cedo ou tarde vai acontecer, seja para evitar uma guerra civil total ou depois que uma iniciar( esse seria o pior cenário).

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  Cadu
2 anos atrás

Não haverá uma guerra civil na Venezuela.
É preciso ao menos dois lados armados pra se enfrentarem e só um lado esta armado.
Saiba que houve campanhas pro desarmamento do povo, que nem fizeram aqui. Só que lá deu certo e agora o povo não tem como se defender.

Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Melhor que a invasão da Venefavela para dar fim a esta carnificina que tem lá..

Seria mandar todos os brasileiros que acham que o Maduro está certo para lutarem ao lado dele.

Bille
Bille
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Ciro Gomes approves!!

Wilson França
Wilson França
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

E vc por acaso vai lutar do lado “certo”, ou só ficar olhando pela Internet?

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Wilson França
2 anos atrás

Eu não tenho mais idade

Eu já fiz a minha parte pela democracia lá atrás protestando para tirar o Collor.

Acho difícil o Exército recrutar pessoas acima dos 40.

João Adaime
João Adaime
2 anos atrás

Acho difícil o Brasil se envolver militarmente. Melhor fomentar uma guerra civil por lá. Depois forças da OEA fazem uma intervenção pacificadora. Mas digamos que a OEA leve a questão para a assembléia e seja aprovada a intervenção. Com certeza Bolívia, Nicarágua e Venezuela (se participar) votariam contra. Cuba, que está suspensa do bloco, protestaria. Aqui no Brasil, tudo teria que ser aprovado pelo Congresso Nacional, não só a ação em si, mas um orçamento específico. Logo os bolivarianos locais iniciariam uma campanha contra. Os familiares dos soldados, temerosos de receberem seus filhos em sacos plásticos numa guerra que não… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
2 anos atrás

Que zica que é a América do Sul, como pudemos ser tão azarados em relação a nossos irmãos do norte…
Como sempre digo, espero que o povo venezuelano se livre dessa desgraça de governo e consigam voltar a “viver” e não somente “sobreviver”, assim como nós brasileiros também precisamos seguir esse mesmo caminho.

José Luiz
José Luiz
2 anos atrás

A Venezuela com os problemas dela, este regime do Maduro acaba por si só. Independente de ideologia creio que não é um problema nosso, temos fronteira com vários países, imagine se tivermos que nos envolver com a bagunça que ocorre em cada um deles, estaremos com sérios problemas. O maior problema para o Brasil é a questão humanitária. Claro que como este é um fórum de debates sobre assuntos militares, não sou contra desenvolver teorias de conflito hipotético. Mais já coloco de ante mão a quem for postar sobre isso, antes de sair escrevendo pensem um pouco ou pesquisem como… Read more »

cadu
cadu
Reply to  José Luiz
2 anos atrás

Acho que a grande questão dessa intervenção é o medo de ocorrer uma guerra civil total, o que tornaria a situação ainda pior. Infelizmente, a Venezuela está cheios de vetores como: Cubanos, milicias armadas, narcotraficantes e militares. Ou seja, a resolução politica está cada vez mais difícil. Entretanto, uma intervenção pode causar um caos total, faltam figuras representativas para conduzir o país de forma saudável.

Angelo Chaves
Angelo Chaves
Reply to  cadu
2 anos atrás

O Brasil também está cheio de cubanos, de vermelho e de jaleco branco..

Madmax
Madmax
2 anos atrás

É pelo andar da carruagem o Atlântico logo lutará outra batalha.

Madmax
Madmax
Reply to  Madmax
2 anos atrás

Se é que sua incorporação a nossa marinha já não se deveu a esse objetivo.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Madmax
2 anos atrás

Não concordo com você Madmax. Ali foi uma compra de oportunidade mesmo… Compraram sem nem pensar em Venezuela.

José Luiz
José Luiz
2 anos atrás

Como navio de apoio para uma tropa de paz, em um teatro em que não haja ameaças aéreas ou navais o Atlântico é absolutamente perfeito.

Douglas Falcão
Douglas Falcão
2 anos atrás

Intervenção nunca funciona pois sempre chega tarde demais… lamento que a direita venezuelana não tenha sido capaz de impedir a instauração de um regime marxista.

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Vão morrer dezenas de milhares de pessoas não será um guerra fácil,não se iludam,ela será um novo vietnan.

OSEIAS
OSEIAS
2 anos atrás

Pelo pior cenário, não acredito em intervenção nenhuma. O Brasil já deixou claro varias vezes que só age a pedido da ONU, e olhe lá. Mas acho que esses comentários de organismos multilaterais são para os descontentes e rebeldes venezuelanos derrubarem o governo atual. Ai teremos vários senários a frente, o melhor dos casos, são os militares derrubarem o governo, apoiado pela OEA e os EUA, são convocados eleições grais para 3 meses e vida que segue. Mas se descambar para uma guerra civil………. Aí amigos, vocês conhecem a teoria do caos? o bater das asas de uma borboleta no… Read more »

OSEIAS FERNANDES DA
OSEIAS FERNANDES DA
Reply to  OSEIAS
2 anos atrás

perdoe o erro *cenário

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
2 anos atrás

“OEA não descarta intervenção militar para depor Maduro na Venezuela´´.
Com exceção dos EUA, não consigo imaginar nenhum outro país das Américas fazendo isso. Duvido MUITO que a Colômbia e, principalmente, o Brasil mandem tropas pra lá. A menos que sejamos invadidos…alguém seria doido a esse ponto?

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Willber Rodrigues
2 anos atrás

Caso algum país invadisse a Venezuela, creio que o Brasil ficaria só atentos na fronteira, mandando tropas, aeronaves e suporte com força! Só daria algum passo se a coisa tivesse vindo para o lado brasileiro.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

Sim. Mas meu questionamento foi sobre o Brasil mandar suas FA´s pra Venefavela pra fazer uma intervenção militar pra depôr o Maduro. Como eu disse, com exceção dos EUA, e a menos que sejamos atacados primeiro, não consigo imaginar nenhum outro país das américas fazendo isso.

Nati
Nati
2 anos atrás

Nossas armas não tem equipamentos, para se meter em um conflito com um país bem armado como a Venezuela. Nossos jovens não merecem morrer por aventuras idiotas, o que se deve fazer e fechar a fronteira, por prontidão máxima em Roraima e deixar os EUA fazerem seu show por lá. Aqui a grana sempre é curta para termos boas forças, então botar nossos militares, mas por idiotices ideológicas como alguns descansados, vociferam acima. Tenho parentes e amigos nas forças, e ve-los servindo de buchas, pra esse lixo ideológico de esquerda ou direita é inaceitável. Sempre digo a eles que devem… Read more »

João Francisco
João Francisco
2 anos atrás

Não tem a mínima chance de o Brasil invadir a Venefavela sem a ajuda homérica e massiva dos EUA, o Brasil infelizmente não tem condição nenhuma de invadir ninguém. Até no RJ estão perdendo feio, não resolveram absolutamente NADA, não melhorou NADA, o EB sai dos morros e no mesmo dia os parças estão soltando fogos, sem os EUA NADA é factível contra a Merdezuela.

Alex II
Alex II
2 anos atrás

Não foi esse mesmo Almagro que disse ter sido um grande erro da OEA a invasão da Republica Dominicana anos atrás para retirar do poder um desafeto dos americanos e que isso não mais se repetiria, chegando a pedir desculpas publica em nome da organização por aquilo?

Alessandro
Alessandro
2 anos atrás

Acredito que o secretário geral da OEA já deve estar sabendo de alguma coisa para ter falado isso, como já foi dito acima por outro comentarista, o General Mourão foi bem claro no debate dos vices que deu para a Veja, que a próxima “missão de paz” que o Brasil irá participar no futuro será na Venezuela. To começando a acreditar que realmente todo esse material bélico que os EUA estão doando, ou vendendo via FMS para nós não é atoa, acredito que os americanos devem estar esperando os resultados das eleições no Brasil, e caso se confirme o favoritismo… Read more »

Alex II
Alex II
Reply to  Alessandro
2 anos atrás

Os milicos venezuelanos não são como os brasileiros, respeitam a Constituição e o presidente eleito, de fato e de direito, mesmo que ela seja uma bosta. Os políticos que resolvam os problemas criados por eles.

Aprenda isso, vc está acostumado com golpistas fardados – e me parece um entusiasta deles – na sua cultura mas lá é outro país e outra cultura.

Angelo Chaves
Angelo Chaves
Reply to  Alex II
2 anos atrás

Os milicos de lá se beneficiam do regime. Tem mais de 1000 generais lá, e esses generais tem papel higiênico. Tu achas que quem está sendo agradado por um regime quer outro? Essa última afirmação vale também para o Brasil.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Angelo Chaves
2 anos atrás

Angelo Chaves 16 de setembro de 2018 at 18:55
Exato Angelo, assim como no Brasil só defendem os partidos de esquerda, aqueles que se aproveitam de alguma forma das tet@s do governo para mamar.

Quem tem boquinha cheia fica quietinho e bate o pezinho para defender regimes corruptos a custa do sacrifício de quase toda a população.

Só adolescente bobinho e adulto tapado para acreditar no discurso de igualdade pregado pelos esquerdistas, que dizem que todos terão acesso a isso e aquilo. Igual a uma certa lavagem cerebral que anda passando no horário eleitoral gratuito.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Alex II
2 anos atrás

Alex II 16 de setembro de 2018 at 18:12 se para vc respeitar a constituição é deixar o povo na MISÉRIA criando a maior crise humanitária da história da Venezuela, onde milhares de refugiados todos os dias atravessam a fronteira fugindo dos maus tratos, que esse mesmo governo Maduro jurou diante de todos que iria trazer prosperidade e democracia, como manda a CONSTITUIÇÃO da Venezuela, então alguém aqui está muito desinformado, e não sou eu. Mas no seu caso nem é de falta de informação, é uma questão de MORAL na qual lhe falta mesmo, na qual usa e abusa… Read more »

Diego K
Diego K
2 anos atrás

Se houver intervenção lá que seja muito bem pensada pra nao desestabilizar a região que apesar de tudo ainda é de paz. Algo cirúrgico antes de eclodir uma guerra civil. Após tirar os maiores líderes de maneira cirúrgica, entrar tropas e organismos internacionais dando voz de prisão, prendendo todos que nao se renderem e cooperarem com uma transição e governo interino. Sem dar espaço pro surgimento de revoltas. Um imenso trabalho midiático tb teria de ser feito.

Diego K
Diego K
Reply to  Diego K
2 anos atrás

O q descrevi acima seria um jeito de tentar algo diferente das intervenções americanas, algo mais efetivo. Sem causar um caos no país invadido e usufruir do petróleo e vendas de armas e sem sobrar efeito colateral bem negativo na América do Sul e no Brasil. Aí sim resolveria os problemas de vdd. Mas claro essa não é a intenção primaria das invasões americanas, não deve ser fácil fzr algo diferente tb.

Alex II
Alex II
Reply to  Diego K
2 anos atrás

Qualquer intervenção externa na Venezuela desestabilizaria a região, não agora mas pra sempre ou pelo menos muitas decadas. Acorda pra realidade da vida e da geopolitica.

Diego K
Diego K
Reply to  Alex II
2 anos atrás

Interpleta direito. Desestabilizar vai mas tem como fazer com o mínimo de efeito colateral. Pra isso é preciso boa vontade antes de interesses econômicos.
Não deixaria qualquer superpotência desestabilizar o quintal do Brasil pois eles tem interesses alem do altruísmo de ter uma Venezuela democrática. Jogam o jogo dos players de high elo. Tem muito o que aprender antes de dar lição de moral meu caro Alex II, repito suas palavras “Acorda pra realidade da vida e da geopolitica.”

Matheus de Oliveira
Matheus de Oliveira
Reply to  Diego K
2 anos atrás

A região já esta desestabilizada, basta ver a onda migratória sentido norte-sul em Roraima!

Diego K
Diego K
Reply to  Matheus de Oliveira
2 anos atrás

De fato, mas nada comparado ao Oriente Médio.

LUCAS DA SILVA RIBEIRO
2 anos atrás

Intervenção na venezuela, que tem a bolivia como aliados, vão cooptar militares bolivianos para lutarem ao lado deles, o problema é a guerra na selva, que ira acontecer, e aposto que o Brasil vai ser o unico que vai ter capacidade de enfrenta los na selva.

Bravox
Bravox
Reply to  LUCAS DA SILVA RIBEIRO
2 anos atrás

A Colombia luta a anos na selva contra grupos de guerrilheiros narcotistas tem mais experiencia que nossas tropas .

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
2 anos atrás

Quem era Chaves, um militar que se insubordinou, foi punido e depois se apresentando como Salvador da Pátria voltou pelas urnas…
Esta história parece com o Brasil de hoje que procura um Salvador da Pátria….
Triste um país que no desespero procura um Salvador da Pátria e os resultados não são bons.

Heitor
Heitor
Reply to  Walfrido Strobel
2 anos atrás

Muito triste, Walfrido… Eu pensava que esse desespero só viesse das pessoas que não tiveram educação de base e muito menos informações sobre como funciona o “sistema”. Mas agora vejo que existem considerados “intelectuais” que não pensam e acabam recorrendo a exatamente o mesmo desespero.

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Walfrido Strobel
2 anos atrás

O Brasil, não procura um salvador..

O que nós temos é uma extrema falta de opção..

É o Bolsonaro ou aliados do presidiário de Curitiba.

Simples assim..

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Walfrido Strobel
2 anos atrás

Walfrido, na verdade não precisamos de um salvador, só o fato de ser o oposto de uma regime que esteve presente por 4 mandatos que não deram certo e aparelharam o governo e ramificou um sistema de compra de voto disfarçado; já torna o cidadão uma escolha sensata, agora esse dito salvador ainda tem o bônus de ter um programa de governo voltado a erradicar o comunismo e voltar a se aproximar dos países que realmente interessam… ai não dá nem para pensar né. Quem você prefere de aliado rsrsrs? Time 1: Canadá, EUA, Inglaterra, Chile, França ou Time 2:Cuba,… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  Alex Nogueira
2 anos atrás

O Time 1 não quer aliados. Quer capachos. O Chile, não pertence ao Time 1. É capacho também. Sobrevive vendendo cobre a preço de banana.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Antonio, correção, o time 1 não quer alienados de governos ditatoriais e nesse momento está em um caminho bem melhor do que o Brasil.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Alex Nogueira
2 anos atrás

Esqueci de falar que o time 2 quer escravos, além do próprio povo já escravizado, certamente em algum ponto do futuro vão ver o Brasil como fazendinha particular.

Caio
Caio
2 anos atrás

Walfrido strobel perfeito! Infelizmente o erro é só do vizinho.

rdx
rdx
2 anos atrás

Minha aposta: Marinha, defesa anti-aérea e força aérea venezuelanas serão destruídas nas primeiras 48 horas de conflito. Poucas horas após o desembarque do USMC, as desprezíveis forças terrestres bolivarianas entrarão em debandada, e os grupos leais ao regime que resistirem serão rapidamente aniquilados.

Munhoz
Munhoz
Reply to  rdx
2 anos atrás

Neste cenário as forças invasoras terão que enfrentar tropas numa região de selva e montanhas numa situação um pouco mais difícil do que aparenta numa analise simplista, o governo venezuelano estocou uma boa quantidade de armas exatamente com a intenção de formar uma grande guerrilha. E os EUA ainda sofrem com o trauma do Vietnã e Iraque, e no Afeganistão as coisas não andam muito bem resolvidas, o custo de uma invasão deste tipo numa região com selva, com vários lugares para grupos de guerrilha sobreviverem acantonados onde a selva pode fornecer água e o suporte básico para a subsistência… Read more »

rdx
rdx
Reply to  Munhoz
2 anos atrás

Os militares estadunidenses estão morrendo de medo! Cenários completamente diferentes. Os vietnamitas comunistas da década de 60, que certamente eram mais destemidos que os latinos bolivarianos, travavam uma guerra nacionalista e eram apoiados pela URSS no contexto da Guerra Fria. Já a Venezuela é um Estado pária (não é apoiado por ninguém), possui um exército de desqualificados e uma milícia de famintos. Diferentemente do Vietnã, que recebia apoio de Estados vizinhos, em especial da China, a Venezuela está cercada por 03 países hostis (Colômbia, Brasil e Guiana). Além disso, grande parcela da população venezuelana é contra a ditadura bolivariana.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  rdx
2 anos atrás

E a guarda bolivariana? Ali é um antro de guerrilheiros, certeza que tem gente das FARCs e narcotraficantes por lá, esses loucos podem muito bem iniciar uma guerra de guerrilha pelas vielas e pelas selvas da Venezuela, com algum suporte do governo ou de simpatizantes, não irão torrar dinheiro para bombardear toda a infraestrutura venezuelana para caçar meia dúzia de guerrilheiros, mas esses guerrilheiros podem muito bem provocar muitas baixas na força invasora.

Matheus de Oliveira
Matheus de Oliveira
2 anos atrás

A guera virá e não tardará, nem que seja uma guerra civi na Venezuela. Agora a pergunta do milhão: nosso futuro presidente estará do lado dos EUA e Colômbia ou ao lado do Maduro? Se depender da situação, creio que temos grandes chances de nossa diplomacia apoiar o Maduro, a não ser que o outro candidato ganhe, oque espero, mas, mesmo assim, o Brasil estará dividido e ninguém quer nesse momento de indefinição uma campanha no exterior, precisaremos de estabilidade interna e uma diplomacia sólida para podermos cumprir nossa parte com os aliados, caso contrário a prioridade é estabilizar o… Read more »

Agnelo
Agnelo
2 anos atrás

É completamente improvável uma intervenção militar q façamos parte. É inconstitucional. Uma participação brasileira viria como o Gen Mourão disse, Missão de Paz, lembrando q o Brasil NÃO FAZ imposição da paz. O mais perto de imposição foi no Haiti, sendo q o governo haitiano, reconhecido internacionalmente, solicitou apoio. A Venezuela sucumbirá de dentro pra fora, em um caos dantesco. Nossa participação não contará com M-109, mas com Hospitais de Campanha, Campo de Refugiados etc A Venezuela deve ser muito bem observada. País riquíssimo, com o melhor petróleo do mundo, afundando… Senhores Empregos acabam com a miséria… distribuição de $$,… Read more »

Juarez
Juarez
2 anos atrás

Que sirva de exemplo a todos os aprendizes de déspotas, de qualquer ideologia político-partidária, com ou sem uniformes, e estes quase sempre originados da expulsão de suas fileiras por, pasmem, insubordinação, como na Venezuela e alhures . . ., que o Bolivaricinismo seguiu o caminho daqueles que pregam uma Constituição feita por “notáveis”, não eleitos pelo povo, pois, na visão arrivista dos autocratas, o povo, em sua maioria, não é composto por “notáveis” mas por “descartáveis”, ao contrário de uma legítima Democracia de cujo povo o poder emana, a começar pelo constitucional, e em seu nome é exercido . .… Read more »

Ozawa
Ozawa
Reply to  Juarez
2 anos atrás

Prezado, Juarez, parafraseando a célebre história de Bocage, a proposta do ‘colegiado de notáveis’ é tão infame, que nem valia a pena corrigir com o ‘plebiscito’, porque a emenda é pior do que o soneto . . .

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Faltou um detalhe…

Que o Brasil precisa de uma nova Constituição acredito que seja ponto pacífico..

A questão final é..

como criar uma nova constituição descente com o CN altamente corporativista ?

A necessidade de mudança é urgente, mas infelizmente não existem maneira dela ser executada com a visão do político atual

Bravox
Bravox
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Rapaz tem uma ideia de plebiscitos para fazer a vontade do povo é a unica saida para uma nova constituição.

Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Bravox
2 anos atrás

Confesso que eu não sou um entusiasta da democracia direta, mas algo precisará ser feito.

Juarez
Juarez
2 anos atrás

Heitor 16 de setembro de 2018 at 18:49 Lado justiça e lado bandido.. que bonitinho.. as eleições agora viraram uma guerra entre o bem e o mal… Chega a ser fofo de tão inocente. Claro que viraram, tem um candidato hospitalizado, vítima de tentativa de assassinato, tem um avião de um ditador africano de Viracopos com 16 milhões de dólares em dinheiro e diamantes descarregado em Campinas, se isto não é uma guerra híbrida, não sei mais o que é. Quanto ao “fofo” , tem 23 milhões de “fofos e fofas” na fila do seguro desemprego, e não estão lá… Read more »

Bravox
Bravox
Reply to  Juarez
2 anos atrás

É cada coisa que essa galerinha do ‘bem’ fala do mundo de igualdade e felicidade .
(Venezuela mostra que o sistema lindo deles funciona)

Heitor
Heitor
Reply to  Juarez
2 anos atrás

Juarez, eu entendo e acompanho isso tudo, além da questão da saúde, segurança e educação (fora desta não há salvação), mas não existe vara de condão.. 23 milhões de empregos não serão criados só porque um lado será eleito e o outro não. Para te falar a verdade, esse assunto me deixa profundamente angustiado, nenhum dos candidatos está preparado, o que já presumia. Estamos sim em um momento delicado e muito difícil em nossa história. Mas algo que aprendi sobre a política, tanto nacional quanto internacional, é que não há lado ‘bom’. Não esqueça, os melhores do marketing trabalham para… Read more »

Housemaq
Housemaq
2 anos atrás

No Brasil, por 13 anos, tivemos um “governo” que se aliou com FARC, “DitaCuba”, “Venefavela”, “Narcolívia” e como se não bastasse, um regime que apedreja mulheres (Irã).
Com certeza vou votar e escolher o lado certo da história, que terá como aliados os EUA, Canadá, Inglaterra, França e outros países de primeiro mundo justos, organizados e democráticos.
Chega de ditaduras esquerdistas, comunistas, alienadas e absolutamente irresponsáveis!
Precisamos dar um basta! De uma vez por todas!

Juarez
Juarez
2 anos atrás

Prezado Ozawa, lamento que você simplifique desta forma, ou ainda separe como dois fatos, mas respeito e compreendo sua opinião.

Adriano
2 anos atrás

Os venezuelanos decidiram trilhar o caminho do socialismo, então eles que se virem pra sair dele por conta própria. Não é justo envolver vidas e recursos brasileiros pra resolver os problemas dos outros, enquanto temos muitos problemas aqui também. Falta dinheiro pro básico no Brasil, o governo está operando no vermelho, estamos lutando pra sair da maior recessão da nossa história, e ainda tem gente que quer envolver o Brasil numa guerra? É muito fácil ficar pedindo por uma guerra do conforto do seu sofá. Uma sugestão aos compadecidos de um povo imoral que quis viver às custas dos outros… Read more »

Alessandro
Alessandro
2 anos atrás

Uma coisa eu reconheço, podem até tirar o ditadorzinho do poder, mas essa horda c.o.m.u.n.i..s.t.a já se impregnaram na sociedade há muito tempo, já passamos da fase que mar.xismo era uma ideologia, já virou cultura! vão in.fer.ni.zar a vida de todos os países ocidentais por muito tempo através do crime organizado, e como as democracias dos países latinos americanos é mais maleável, vamos sentir muito mais as consequências. é como disse o colega acima, ou vc escolhe estar do lado da justiça, ou escolhe ficar do lado do bandido, quem prefere ficar em cima do muro depois não reclama, a… Read more »

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Alessandro
2 anos atrás

Tem toda razão, ate porque eles seguem as teorias de Marcuse, consideram crime, banditismo, vandalismo e ate o terror como ferramentas revolucionárias.

Juarez
Juarez
2 anos atrás

Pois é, “simplória, porém extremamente verdadeira sua afirmativa, preza Alessandro.

Juarez
Juarez
2 anos atrás

preza = prezado

Wagner
Wagner
2 anos atrás

America Latina está falida,não tem recursos para guerra,esperar algo dos vizinhos Maduro só sai quando morrer de velhice.

Capa Preta
Capa Preta
2 anos atrás

De 2015 para cá cerca de pouco mais de 1 milhões de refugiados do norte da africa e Oriente Médio se deslocaram para Europa.
Na Venezuela já são quase 2 milhões de deslocamentos. A America latina vai continuar achando isto normal para não incomodar seus partidos canhotos locais ???

Agnelo
Agnelo
2 anos atrás

Impressionante essas comparações… Vietnã… Apoiado por Russia e China, e q fez muito mais com suas FFAA do q o Vietcong. Depois, tentou invadir a Tailândia e perdeu… A China tentou enquadra-lo e não conseguiu. Hj, tem como um dos maiores aliados econômicos, quem? EUA Iraque… Teve seu governo destituído. Perdeu a guerra. Hj, tem governo pro-ocidente. Conseguiram controlar o ISIS e não tem paz, pelo radicalismo islâmico. Afeganistão, poder destituído, povo odeia o Talibã, e resiste contra as melhoras por conta do radicalismo. Aliás, sem 1% do apoio q o Vietnã teve, deu um pau no invasor soviético no… Read more »

J Brandão
J Brandão
2 anos atrás

Fico pensando: os brasileiros cruzam o deserto para entrar ilegalmente nos EUA. Isso justificaria uma intervenção militar aqui?
As pessoas falando no envolvimento do Brasil em uma intervenção militar. Você aceitaria seu filho lá?
Esse tipo de fala abre caminho para a prática de burradas.

ODST
ODST
Reply to  J Brandão
2 anos atrás

Não faça uma comparação cretina dessas. Aqui não temos uma inflação de 1.000.000%, os mercados não estão vazios, não precisamos de um saco de dinheiro para comprar alguns gramas de carne, não temos protestos sendo violentamente reprimidos por uma ditadura bolivariana e não estamos prendendo opositores apenas por fazerem oposição.