Home Engenharia Robôs tEODor e Telemax na Manobra Escolar da AMAN

Robôs tEODor e Telemax na Manobra Escolar da AMAN

2249
4

Resende (RJ) – Em um dos problemas militares simulados trabalhados ao longo da Manobra Escolar 2018, foi recebida uma denúncia da presença de um artefato explosivo em frente ao prédio de uma prefeitura. A fim de elucidar o militar em formação sobre os procedimentos em situações dessa natureza, foram acionados os robôs tEODor e Telemax, ambos da marca Telerob (empresa alemã) e pertencentes ao 2º Batalhão de Engenharia de Combate, de Pindamonhangaba (SP).

Os robôs foram criados com o propósito de serem utilizados em operações de Desativação de Artefatos Explosivos. Foram adquiridos pelo Exército Brasileiro, para o Núcleo da Diretoria de Material de Engenharia e representa um avanço significativo no manuseio de explosivos. O objetivo é que o robô estabeleça o primeiro contato com o artefato explosivo, realizando a neutralização do material sem pôr em risco a integridade física de seres humanos.

Tanto o tEODor quanto o Telemax são operados por rádio frequência com alcance de utilização de um quilômetro. A utilização de meios remotos na desativação de artefatos explosivos tem como principal finalidade diminuir a exposição humana a risco de uma detonação. Os robôs já atuaram em grandes eventos, entre eles as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carvalho
Carvalho
1 ano atrás

Um dos melhores livros sobre a participação da FEB na Itália que li chama-se “Quebra-canela”, com o relato da ação do 9º BEC.
Durante a tomada de Monte Castelo, Castelnuovo e Montese, lutaram formando forças tarefas juntos com a infantaria, abrindo “canchas” livres de minas.
Não custa mais do que 10 pila….nos sites de venda de livros usados.

Agnelo
Agnelo
1 ano atrás

Excelente aperfeiçoamento do nosso EB.

Foxtrot
Foxtrot
1 ano atrás

Como anda o desenvolvimento do robô nacional Caipora ?
Alguém saberia informar?
Outra coisa, quando o EB criará uma unidades especializada em desarme de explosivos e demolição com explosivos, aos moldes do EDO norte americano?

pedro antunes
pedro antunes
1 ano atrás

muito intetessante.