Home Carros de Combate Tanque indiano Arjun Mark1-A em testes

Tanque indiano Arjun Mark1-A em testes

3824
27
MBT Arjun Mk1

Versão Mark1-A terá melhor capacidade de disparo, mobilidade e menor peso

O governo indiano confirmou que a DRDO (Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa) e o Exército Indiano estão realizando testes de desenvolvimento do Arjun Mark-1A atualizado, que agora vem com mais de 93 modificações feitas na primeira versão Arjun Mark1, que foi introduzida pela primeira vez de 2011 em unidades do Exército Indiano.

O Arjun Mark1-A é, na verdade, um trabalho anterior que foi idealizado para desenvolver a variante Mark2, que agora está passando por melhorias adicionais e redução de peso e deverá estar pronta para produção em alguns anos.

Após uma melhora considerável em sua blindagem e com várias modificações e melhoramentos, o peso do tanque atual subiu para 68 toneladas, de 58 toneladas da variante Mark1.

O Exército Indiano tardiamente exigiu até 3 toneladas de redução de peso em 2016. De acordo com estudos da DRDO que exigiram um casco reconfigurado para perder todo o peso extra que ele ganhou devido às exigências do Exército, uma considerável quantidade de tempo e testes foram necessários para recertificar o casco e a torre recém-reconfigurados.

O Ministério da Defesa (MOD) recomendou ao Exército Indiano a aceitar 118 unidades da variante Arjun Mark1-A, enquanto a DRDO continua a desenvolver a variante Mark2.

Para ampliar o desenvolvimento, o casco e a torre foram terceirizados para Reliance Infra em 2017 e a CVRDE já recebeu o primeiro casco e as torres da empresa antes do cronograma em 2018, que provavelmente serão usados no Arjun Mark1-A.

MBT Arjun MK2

27
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
16 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
19 Comment authors
Andre MottacolombelliPanzerhaubitzeAlfredo AraujoDelfim Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Flight
Visitante
Flight

Toda vez que vejo esses tanques só me vem o Osório na memória e o lamento do mesmo não ter vingado.

Bardini
Visitante
Bardini

Esse Arjun é trocentas mil vezes mais indiano do que o Osório foi brasileiro.
.
2019… Deixa esse projeto morrer em Paz.
.
E o Tanque que o EB queria era o Tamoyo.

Flight
Visitante
Flight

Também o Sucuri II, com outra finalidade, mas que para sua época era muito bom ao fim que se destinava.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

O Sucuri II já era outro ninja na época com canhão de 105 e sendo um 6×6, pena que morreu junto com o Osório.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Sem falar no Tamoio que também morreu na mesma época.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Ao ver um monstro desse e comparar com seus antepassados MBT’s conforme o documentário,show, que tem na NetFlix(o qual aconselho a todos verem) é impressionante. As necessidades presentes e advindas de lições em guerras e conflitos levaram os MBT’s a incorporarem tudo o que se vê hoje.

OSEIAS
Visitante
OSEIAS

qual o nome do documentaria?

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Tanques de Guerra;Mobilidade Mortal.

Julio
Visitante
Julio

Arjun e Tejas, não sei qual dos 2 consegue ser mais enrolado.

Felipe Morais
Visitante
Felipe Morais

Kkkkkkkkkkkk acho que nada supera o Tejas.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Com certeza o Tejas !!!
O Arjun perto do Tejas é o Flash!!!rs

J-20
Visitante
J-20

Você só precisa de 1 tiro para destruir um Arjun, justamente na parte metade da torre onde está localizado o visor do artilheiro. Lá a blindagem é quase inexistente. Além disso, nem precisa se preocupar com o seu APFSDS. Segundo fotos vazadas, o seu poder de penetração é de 300mm de RHA

Bardini
Visitante
Bardini

Você já ouviu falar em erro aleatório e fatores de influência que podem estar presentes em um tiro desses?
Isso claro que, antes de fazer aquela busca no Dr. Google…
.
Um blindado acertar o outro, em certas circustâncias já é uma tarefa difícil. Um blindado acertar este sistema é um nível de complexídade muito além da simplicidade do seu comentário.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

No jogo arcade de computador, no qual foi baseado o comentário dele… não deve ser tão difícil… rs

J-20
Visitante
Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Autor do artigo: “Deya Roy, “””””Defense Enthusiast””””””, S&T Policy Consultant and a Voracious Reader

Marcos
Visitante
Marcos

And the tank designers are foolish enough to overlook the said shortcoming ?
SMH

Jeff
Visitante
Jeff

Rápido, avisa lá os indianos…

Panzerhaubitze
Visitante
Panzerhaubitze

Esse J-20 ainda anda jogando muito War Thunder.

Luís Henrique
Visitante

Estão no caminho certo. Hoje nós damos risada, tem piadinha. Daqui 10 ou 20 anos o Arjun mk2 ou mk3 ou um novo MBT, assim como o Tejas mark 2, 3 ou um novo caça serão muito melhores que os atuais. E a Índia será cada dia mais independente de fornecedores estrangeiros. Até que em 2050 provavelmente serão uma superpotência militar assim como os EUA e a China. Se nós não fizermos a lição de casa, daqui uns anos eles farão piadas de nós. Aliás, se analisarmos o poder militar deles e o nosso, não poderíamos nem sonhar em fazer… Read more »

Daglian
Visitante
Daglian

Menos. O IDH da Índia é digno de um país miserável. Nem nós podemos rir do poder militar deles, nem eles podem rir do nosso país, que apesar dos pesares está melhor para o seu povo do que a Índia.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

“Hoje nós damos risada, tem piadinha”
.
Qualquer um que “zomba” de uma iniciativa, qualquer que seja, de desenvolvimento e/ou pesquisa de qualquer coisa, é um tolo (para não adjetivar de forma mais baixa).
A roda que foi inventada nos primórdios da humanidade não foi uma de aro 20″ de fibra de carbono com pneus run flat de perfil baixo…

Elton
Visitante
Elton

Se nos tivéssemos dois vizinhos com exércitos enormes e armas nucleares(China/Paquistão) também seríamos uma força militar formidável tanto em meios aéreos, navais e terrestres e com certeza com uma variedade de armas nucleares táticas e estrategicas e soldados com os melhores equipamentos e treinamento possíveis.mas……

Delfim
Visitante
Delfim

Mas temos 150 anos sem guerras com vizinhos e 116 anos de fronteiras definidas.
E tem gente fora, e pior, dentro daqui que acha que somos “anão”.
Que continuem pensando.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Mais do mesmo, nada que um T-90S ou mesmo um Leopard 2A4 não possa realizar.
Dinheiro jogado fora desenvolvendo um equipamento que poderia muito bem ser adquirido da Alemanha ou Rússia.
Se bobear até os M-60 turcos dão mais conta do recado.

colombelli
Visitante
colombelli

é “demais”: pesado de mais, grande demais, e será caro demais.

Andre Motta
Visitante
Andre Motta

Se é uma modernização é sinal que ja foi pior e estão avançando…poderíamos ter feito o mesmo e hoje estar produzindo nossos próprios meios blindados.