Home Comunicação Exército usará Inteligência Artificial no atendimento ao público das mídias sociais

Exército usará Inteligência Artificial no atendimento ao público das mídias sociais

1649
43

Brasília (DF) – Dentre os mais de 90 mil jovens que ingressarão nesta sexta-feira, 1º de março, para prestar o serviço militar obrigatório, há um que será treinado para cumprir qualquer missão, de forma incansável. O nome de guerra desse novo integrante, que trabalhará 24 horas todos os dias, será “Max”. Não se trata de um ser humano, mas de uma inteligência artificial (IA) que terá uma presença ativa nas principais mídias sociais do Exército Brasileiro. O nome “Max” tem um duplo significado, pois a sigla significa Módulo Auxiliar de Relações Públicas e é uma citação direta ao herói brasileiro da Segunda Guerra Mundial, Sargento Max Wolf Filho.

O Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx) já havia realizado algumas iniciativas para a construção de soluções automatizadas de respostas. Em 2016, lançou um sistema integrado ao WhatsApp que empregava, para interagir, o método conhecido como Unidade de Respostas Automatizadas (URA). Uma central URA nada mais é do que um rol de opções em que o usuário é obrigado a escolher uma delas. Nesse tipo de configuração, não há simulação de conversação e, mesmo assim, cerca de 800 mensagens eram respondidas por mês. Por limitações da técnica e da forma como foi implementado no WhatsApp, o serviço se tornou inviável e foi desativado em junho de 2018.

Ainda nesse ano de 2018, o CCOMSEx iniciou os estudos de plataformas de IA, como o Watson, da IBM; o QNA Maker/Azure, da Microsoft; e o DialogFlow, do Google. Escolhido o melhor serviço, iniciou-se o aprofundamento dos estudos e os primeiros testes com o chatbot. Para isso foram analisadas mais de 20 mil conversas ocorridas nas mídias sociais com o intuito de compreender como o público realizava as interações e para identificar os assuntos mais relevantes.

O Max é uma categoria especial de chatbot que utiliza elementos de Machine Learning (aprendizado de máquina) e Processamento de Linguagem Natural para dar a resposta mais adequada aos questionamentos recebidos.

Inicialmente, o Max operará na plataforma Messenger do Facebook e responderá a uma ampla gama de questionamentos que vão desde as diversas formas de ingresso no Exército até dicas de como conseguir uma namorada.

É muito provável que o Max seja o primeiro chatbot do mundo a incorporar oficialmente a um exército, tendo, inclusive, um plano de carreira. Isso significa que a partir do momento que ele ampliar suas conexões e apresentar um resultado de interação mais assertivo, será promovido às graduações superiores. Essas promoções também vão alterar o avatar escolhido para representar o Max. Como exemplo, antes de sua ativação, o Max usará calça jeans e camiseta branca, que é o mesmo traje exigido dos conscritos. Na sexta-feira, dia da incorporação de todos os novos recrutas, o Max já estará de camuflado e gorro, pois a boina só será recebida após o primeiro acampamento.

Outro ponto de destaque será a forma de interagir com o usuário. O Max está sendo programado para ter um senso de humor e possuir uma variedade de respostas para perguntas similares.

A presença de IA para intermediar a comunicação com o público tornou-se uma necessidade para as instituições e empresas que querem atender a todas as demandas recebidas com rapidez e disponibilidade. O Exército hoje recebe cerca de 10 mil mensagens privadas por mês, que desconhecem horários, férias e feriados. Além disso, a cultura digital encurtou o tempo, tornando as pessoas mais imediatistas e impacientes. Em virtude disso, é preciso responder, quase que instantaneamente, às pessoas que entram em contato com o Exército. Hoje, pelo volume de mensagens recebidas, o Exército Brasileiro precisaria de um pelotão, trabalhando em escalas, para atender a essa demanda.

O principal papel do Max será intermediar a conversação entre humanos, pois, respondendo às questões simples, permitirá que a equipe de relações públicas do CCOMSEx se dedique às mais complexas e à busca por novas formas de interação.

FONTE: Agência Verde-Oliva

43
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
32 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
24 Comment authors
MosczynskiDefensor da liberdadeWagnerCapt. GrandeMarcelo Andrade Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
DaGuerra
Visitante
DaGuerra

O serviço militar obrigatório é um anacronismo, um abuso contra esses jovens utilizados como mão de obra escrava. A manutenção dessa “doutrina” de ocupar todo território nacional, inclusive “fronteira” é outro fator de ineficiência e desmobilização do Exército . Pior que a própria cúpula da Força não tem vontade nem disposição pra mudar a situação. Uma capa de modernidade em cima de muito preconceito e obsolescência. Não poderia ser diferente do País e cultura a que pertence.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Tem exército arrependido de abdicar de “direito”…

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

do*

cwb
Visitante
cwb

sem polêmica,que solução vc daria para resolver esse suposto problema cultural?
eu penso em profissionais militares que entram como voluntários por 5 anos,em troca receberiam treinamento em combate e formação profissional a nível técnico ou superior,quando derem baixa podem ser absorvidos pelo mercado civil.
Quando o tempo dos primeiros chegar na metade seria feito nova chamada.
Acho que 50 mil homens e mulheres bem equipados fariam a diferença..
fica aberto o debate..

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Aprecio seu comentário mas o blog deve ser uma coleção de idéias e posicionamentos. Em outras postagens podemos aprofundar. Obrigado!

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

mimimi kkkk

guarda essa tua opinião ridícula pra reunião do partido ou vai pra Portugal também junto com seu ldolo jean

Wagner
Visitante
Wagner

É ridiculo sim, fazer a molecada de jardineiro é ridiculo.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Muitos jovens brasileiros usam o serviço militar obrigatório para sair da pobreza. Na prática, o serviço militar hoje não é obrigatório, serve quem quer.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Na prática, o serviço militar hoje não é obrigatório, serve quem quer…

Colega quando eu fui servir em 1988 ja era assim, e so iria servia quem desejava, inclusive era perguntado sobre isso ao Conscrito e a maioria voltava pra casa.

PAULO SANTANNA
Visitante
PAULO SANTANNA

Entre na discussão…Servi em 1968 e também já era assim. Servia quem quisesse!

Mosczynski
Visitante
Mosczynski

Negativo, meu irmão em 1998 teve que servir e não teve jeito de escapar. Um amigo em 1999 também teve que servir e o que lhe ajudou foi ter conhecimento de informática para não fi ar se lascando.
Alistamento militar deveria ser livre, vai quem quer.

Colombelli
Visitante
Colombelli

Correto

Capt. Grande
Visitante
Capt. Grande

Infelizmente nas Escolas que ministro Aqui em Curitiba 5ª RM 5ª DE. Sobraram jovens voluntários – que sonhavam com a carreira militar, muitos ficaram abatidos desta guerra por vagas, ai comentei das MUITAS POSSIBILIDADES: AMAN, EPCAR, AFA, IME, EXPECEx, CFS, CFNv, ACAD. NAVAL ENTRE OUTROS>>>O sorriso voltou e já procuraram cursinhos… Brasil.

Colombelli
Visitante
Colombelli

Prezado tendo em vista o numero de alistados e a pequena fração que incorpora a quase totalidade e de voluntarios. Por outro lafo pessoal todo NB custaria mais caro

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

DaGuerra

Se nao ta satisfeito com Brasil caia fora garotão …

Brasil ame-o ou deixou-o esse é o lema !!!

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Eu já pensei nisso várias vezes, dinheiro não falta, mas aqui é muito fácil ganhar dinheiro com os trouxas, por isso não arredo o pé daqui.

Pampapoker
Visitante
Pampapoker

Diga me quem és, eu te tirei com quem tu andas…ao ler,lembrei disso. Comentário infeliz o seu.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Quem dera fosse tão fácil deixá-lo assim lol

Dodo
Visitante
Dodo

Ta certo mesmo, quem não gosta do país que saia. O Brasil precisa de gente patriota que vai trabalhar para melhorar-lo cada vez mais. Quem não gostou pode fazer que nem a lhama cuspidora e ralar peito, é até bom que abre espaço no mercado de trabalho pra quem quer

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

É isso aí!
A Inteligência Artificial é o futuro (ou o presente, como queiram).
E isso em diversos campos da atividade humana.

paulo
Visitante
paulo

interessante iniciativa. parabéns.

cwb
Visitante
cwb

aproveitando seu comentário que foi muito proveitoso vou colocar outra ideia que deve passar por cima da constituição:
as forças armadas deveriam ser fiel depositário de todas as reservas naturais onde poderiam treinar e patrulhar.
passa a verba do ministério do meio ambiente para a defesa e toca o barco…
podem atirar as pedras…

cwb
Visitante
cwb

reserva natural =área de preservação…

Colombelli
Visitante
Colombelli

Tambem penso assim. Seria uma forma de policiar as áres e inibir depredação.

paulop
Visitante
paulop

Interessante a sua colocação Fernando. Mas eu talvez aplicaria uma regra de serviço totalmente voluntário por tempo determinado em contrato(para os que atingirem até o posto de Major, e que a partir daí seriam estáveis). Algo em torno de 8 ou 10 anos. Dá tempo de treinar, se aperfeiçoar e se preparar para a vida pós-militar. Também acho que concentrar as unidades em pontos estratégicos do território seria mais interessante que mante-las muito distribuídas.
Abraço

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

olha as bobagens escritas ‘200 aviões de transporte KC 390, 200 Chinooks, 200 blackhank ‘ Porque só 200 ? porque nao 500 ? ou 5 mil de cada ? com certeza nao ia faltar piloto nem mecânico nesse desvaneio. e tem mais bobagens vindo … ‘ transformaria o EB num exército nacional e não regional.’ cara na boa quantos anos voce tem ? 12 ou 13 ? Lamento, mais nada do que você falou muito pode ser aproveitado exceto com relação a Guarda nacional. E pelo que eu sei e ja li que existiu sim estudos sobre a forma de… Read more »

Renato B.
Visitante
Renato B.

Podiam botar um desses para gerenciar o twitter da família. Ia poupar alguns problemas.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Agora com as escolas cantando o hino nacional vamos ter mais gente interessada em defender o país…..

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Somente pelo hino eu não acredito… mas não vejo mal nenhum em voltarem as aulas de OSPB e Educação Moral e Cívica

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Nas escolas dos seus filhos pode voltar, nas dos meus não. Isso aí eu ensino em casa. O estado não tem moral para ensinar moral à ninguém.

Dodo
Visitante
Dodo

Já temos, é só perceber o quanto aumentou, especialmente entre os jovens o interesse no tema defesa e na possibilidade de cursar uma carreira militar. Isso em parte se deve ao fato de termos crescido na era digital, com excelentes jogos de guerra e de simulação, além disso a internet e a divulgação de sites especializados e canais de esse tema ajudaram bastante. Na minha época de escola já tinham 3 pessoas(2 homens e uma mulher) que estavam treinando para a especxs

colombelli
Visitante
colombelli

desde há muito so “serve ” quem quer. É uma escola de vida. Voce não vai sair formado um mega combatente e não terá uma formação “profissional”, mas irá aprender o valor das coisas e se auto-conhecerá. Vi homens chorarem por um gole de água. Literalmente. Estes serão cidadãos que não deixarão torneiras vazado e não desperdiçarão água . Nenhuma porção de comida posta na bandeja pode ir ao lixo. Serviu, come Este não desperdiçará mais comida. Lixo ou vestígios não podem ser deixados nos locais de acontonamento e muito menos jogados no interior da OM. Este não jogará tocos… Read more »

cwb
Visitante
cwb

vi isso que vc falou na turma do meu pai,o pessoal da base aérea do bacacheri.
todo ano se encontravam para o churrasco,mas antes o sargento colocava eles em formação e eram dispensados para comer.
eu ia junto e ouvia as histórias deles e percebi que naquele ano que serviram a pátria, a convivência moldou eles em outra coisa,algo como uma irmandade,diferente de encontros de formatura…
abraço!

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Excelentes palavras Colombelli.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Perfeito Colombelli, Servi na BAGL, no RJ de Agosto de 1986 a ago 1987 (Cmte Ten Cel Luiz Carlos da Silva Bueno – futuro Cmte da Aeronáutica)) Tempo em que você andava de ônibus e na rua fardado com o Azul da FAB, diferente de hoje, você tinha que ter permissão para andar à paisano. Hoje, tem que ter autorização para andar fardado e correndo o risco de ser morto. Duvido que na minha época, vagabundo se metia com Militar, era “saco”, “vala”. Até hoje me recordo das responsabilidades e do carater que foi construído, assim com as amizades que… Read more »

Camargoer
Visitante
Camargoer

“inteligência” e “exército” é um oximoro

colombelli
Visitante
colombelli

tudo isso é recalque? duvido que voce passasse em qualquer avaliação para ingresso nas FA.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Amigo. Em “Caçada ao Outubro Vermelho”, o comandante do submarino americano Dallas faz essa piada ao encontrar o oficial da inteligência militar. Achei que alguém lembraria da referencia. Peço desculpas. Aprenda a levar a sério o que merece ser levado a sério, e a rir de tudo mais!” (Hermann Hesse) Um grande abraço de quem o admira.

colombelli
Visitante
colombelli

te peço desculpas se não entendi o motejo.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Cara amigo, eu que agradeço o alerta do mal entendido. Talvez fizesse mais sentido no poder naval do que no forte. Eu podia ter esclarecido isso no meu primeiro comentário. Peço desculpas. Estarei mais atento . Um grande abraço.

colombelli
Visitante
colombelli

saiba que tenho grande respeito e apreço por ti. por isso estranhei o teor do comentário, sem saber e atentar, certamente, ao gracejo subjacente. Justamente pelo teu proceder sempre lhano e correto pareceu estranho e ofensivo. Ai eu me passei ofensivamente e de forma intempestiva e açodada. Reitero as desculpas a ti e a todos pelo equivoco. Agora entendemos. Nós, na verdade, é que estamos sofrendo de falta de memória ou de déficit de cultura cenematográfica. Este é um dos grandes filmes “de guerra” e eu deveria ter lembrado já que o assisti várias vezes (e sou cinéfilo das antigas)… Read more »

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Colombelli. Obrigado pelo apreço. É mútuo. Lembrei de outros filmes de guerra que coloco no mesmo grupo de “excelentes”… Uma ponte longe demais, Patton, Tora Tora Tora, Gloria feita de sangue, Nada de novo no front.

Mosczynski
Visitante
Mosczynski

Foi feita alguma pesquisa para decidir qual seria o modelo para o Max? Não podia ser alguma coisa mais séria e que logo no começo ajudasse a inspirar a escolha da carreira? Inteligência envolve psicologia também… Na gringa o Exército desenvolveu um jogo para incentivar o alistamente e esse Max aí parece mais um conscrito de República bananeira.