Home Exército Brasileiro Especialistas em Guerra na Selva do Brasil vão atuar em Missão de...

Especialistas em Guerra na Selva do Brasil vão atuar em Missão de Paz no Congo

7102
38

A Organização das Nações Unidas (ONU) convidou o Brasil para participar da Missão das Nações Unidas na República Democrática no Congo (MONUSCO) com instrutores formados pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), organização militar reconhecida como um dos melhores centros de especialização de guerreiros de selva do mundo.

Atualmente, a MONUSCO é a segunda maior missão de paz em andamento da ONU, atrás somente da que ocorre na República do Mali (MINUSMA), também localizada no continente africano.

A preparação para a missão inicia-se ainda em abril, quando 13 guerreiros de selva selecionados voltarão a se encontrar no CIGS, em Manaus. O grupo, composto por oficiais e sargentos, passará por diferentes treinamentos até o embarque para o país africano.

No CIGS, de 29 de abril a 10 de maio de 2019, eles realizarão a revisão, em inglês, das técnicas mais modernas de Guerra na Selva. Após esse período, os militares passarão por avaliações físicas e psicológicas em centros especializados do Exército Brasileiro, no Rio de Janeiro. Além disso, um preparo específico para a atuação em Missões de Paz ainda será realizado pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), também localizado na capital fluminense.

A MONUSCO conta, hoje, com mais de 15 mil militares de diferentes países e está sob o comando de um militar brasileiro – o General de Divisão Elias Martins Filho, que tem o mandato previsto até dezembro de 2019. Além do Force Commander, mais oito militares brasileiros fazem parte da missão no centro do continente africano.

No momento, o Brasil participa de nove missões da ONU, com 44 militares do Exército Brasileiro.

Missão na República Democrática no Congo

O país está localizado na região central do continente africano e enfrenta uma série de problemas sociais e conflitos armados. Trata-se de um dos maiores países da África em extensão territorial, possuindo grandes riquezas naturais, o que infelizmente não é sinônimo de desenvolvimento nacional. O baixo índice de desenvolvimento humano (IDH) e o alto índice de mortalidade infantil são apenas alguns dos tristes registros da República Democrática do Congo. Atualmente, a região enfrenta um grave surto de ebola, o segundo pior da história, com mais de 600 mortes.

O General Elias explica que “para que ocorra uma Operação de Manutenção da Paz, como das que o Brasil participa, alguns requisitos precisam ser cumpridos: primeiro o consentimento do país anfitrião; segundo a existência de um acordo de paz entre as partes envolvidas; e terceiro quanto aos atores que contribuem para o processo de paz – civis, militares e agentes humanitários que devem ser imparciais e representar todos os continentes na área da missão. E, por fim, tudo isso deve estar sob o comando das Nações Unidas”.

Para o Force Commander: “os conflitos nessa região, em particular no leste, são bastante sangrentos, tendo provocado desastres humanitários que não têm tido notoriedade diante da comunidade internacional. A República Democrática do Congo tem mais deslocados no interior do país do que na guerra da Síria. Estudos indicam que há mais de 200 grupos armados, e bem armados, na região, causando grandes danos às populações civis. Nos últimos anos, tornaram-se comuns os ataques às tropas das Nações Unidas, o que contribuiu para a existência de um ambiente bastante tenso com uma situação de risco elevada que tem provocado mortes de peacekeepers, os “soldados da paz”, como são conhecidos os militares que atuam nas missões de paz sob a égide da ONU”.

Outras informações:

  • Seção de Comunicação Social do Comando Militar da Amazônia telefones (92) 3659-1150 ou (92) 3659-1152 e e-mail jornalismo@cma.eb.mil.br.
  • Divisão de Missão de Paz do Comando de Operações Terrestres (COTER), telefone (61) 3415-5391 e e-mail divmispaz@coter.eb.mil.br

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

38
Deixe um comentário

avatar
15 Comment threads
23 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
24 Comment authors
nonatoTeoBsagazcolombelliPRAEFECTUS Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Blind Mans Bluff
Visitante
Blind Mans Bluff

Boa sorte aos guerreiros!

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

Meus caros, vocês já pararam pra pensar o seguinte: Porque não vemos tropas dos EUA engajadas ferozmente nos conflitos do Continente africano??? Difundisse a muito tempo que os americanos mantêm uma “leve presença” na África. Mas vejamos bem, os EUA mantém o olho bem aberto na África através do Comando dos Estados Unidos na África( o Africom). É sabido que os EUA possuem extensa rede de destacamentos militares na África, incluindo locais previamente secretos ou não confirmados em pontos cruciais como a Líbia, o Níger e a Somália. É uma constelação de bases militares que inclui 34 locais espalhados pelo… Read more »

nonato
Visitante
nonato

Oh, coitado. O Brasil vai mandar 18 homens… É comum nessas operações na África o maior contingente ser de tropas da própria África, que teoricamente, seriam menos suscetíveis a ataques. Nsse tipo de operação, as tropas poderiam ser alvos fáceis. É uma missão de paz da ONU. Também não vemos a Rússia ou a China mandando ninguém. Nesses países, são conflitos internos, como fala na matéria, há uns 200 grupos armados. Não dá para encarar para valer. Não há uma força específica a ser enfrentada. Não se pode usar força bruta. Estão certos os EUA de não mandarem suas tropas… Read more »

737-800RJ
Visitante
737-800RJ

Pelo que leio sobre o CIGS, quem se forma lá tem competência de sobra! Que Deus os abençoe!

Nilton Ferreira
Visitante
Nilton Ferreira

“A missão será sempre cumprida. Selva!!! “

Nilton Ferreira - Boina Preta. BABV 1992
Visitante
Nilton Ferreira - Boina Preta. BABV 1992

Boa sorte guerreiros.

Material Arquivo
Visitante
Material Arquivo

General SANTOS CRUZ orgulho. VIVA! Espero que em prol do povo miserável a limpeza seja feita.

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Ha ha ha ha….triste!

Pablo
Visitante
Pablo

por qual motivo???

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Mas o Mourão não disse que a próxima missão de paz do EB seria navenezuela?? Vamos em busca de mais migrante, chicunguia, ebola? Tem uns zés que achamque globalismo é brazil…

Pablo
Visitante
Pablo

pelo nível do teu comentário não vale a pena perder tempo!

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Sempre tem que ter um anti-Brasil para vir fazer graça.

Elton
Visitante
Elton

As forças armadas são financiadas e treinadas com dinheiro do contribuinte brasileiro,ao menos que se tenha algum interesse estratégico e economico para nosso país não faz sentido ficar enviando soldados para essas missões da ONU.

Pablo
Visitante
Pablo

e a ONU não paga nada????? são só 13 militares, que diferença vai fazer para o exército que tem mais de 200 mil militares????

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

É a ONU quem paga

CB Vicente
Visitante
CB Vicente

Excelente! Nossos militares em serviço da restauração da paz e da ordem em países assolados pelo caos e violência.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Será portanto uma missão de instrução.

Elton
Visitante
Elton

desdobrar unidades para reforçar os Pelotões de fronteira que estão esquecidos na Amazônia e que carregam o piano nas costas ninguém quer né….

Agnelo
Visitante
Agnelo

Comentário sem nexo nenhum….

Pablo
Visitante
Pablo

por acaso tu não leu a reportagem? nao viu que quem solicitou os militares foi a ONU, não foi o exercito que se voluntariou e sim um pedido atendido por um número mínimo de militares!!

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Se leu não entendeu.

Isto é comum na pátria educadora

Pablo
Visitante
Pablo

viva a educasaum.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Nossos indígenas são excelentes guerreiros de selva. Tem uma vantagem enorme sobre o homem branco. Buscam na selva tudo que necessitam. Não precisam levar ração liofilizada nem tendas de campanha. Carregam o indispensável e suprem-se na natureza. Isso os torna muito ágeis nos deslocamentos e na ação de combate. Quem já atravessou a selva abrido picada a facão sabe do que me refiro.

Alfa BR
Visitante
Alfa BR

Pelo contrário Luiz. Indígenas de comunidades isoladas não se adaptam bem a vida militar, são indisciplinados (considerando os regulamentos militares) e só consideram ser comandados por aqueles maiores e mais fortes. Há casos de recusarem obedecer ordens de sargentos e oficiais mais baixinhos, chegando até a partir para agressão física.

Os ribeirinhos sim são bem cotados.

“Não precisam levar ração liofilizada nem tendas de campanha.”

Agora experimente não levar isso numa campanha militar…

Elton
Visitante
Elton

Entendi muito bem ,só fiz uma crítica a como o Brasil sempre está pronto para enviar soldados ao pedido da ONU quando nosso próprio território tem ernomes areas sem a menor presença das forças armadas na região de fronteira.

Pablo
Visitante
Pablo

Em qual area militar tu atua??

Elton
Visitante
Elton

Se a gente for na onda da ONU você não vai imaginar os atoleiros em que eles vão nos enfiar ou já esqueceu da participação brasileira no Haiti que custou até vidas de soldados brasileiros em uma missão que não trouxe nenhum benefício para nosso país.

ralmeidarar
Visitante
ralmeidarar

Elton se não sabe não fala, pra missão do Haiti todos queriam ir (todos que conheço, tirando os SUB antigão rsrs), primeiro paga em Doletas, segundo é a oportunidade de uma missão real oque vale muito, ai vão falar mais pode morrer, senhores somos militares estamos cientes que podemos morrer, outra pra ir somos voluntários.

Delfim
Visitante
Delfim

É ser anti-BR declarar que o BR não deveria aceitar o convite (não foi uma intimação) para ir ao Congo ?
Será que todos os países-membros são convidados ? Todos que o são aceitam ?
O que vamos ganhar ? Cadeira no CS ? Vaga na OTAN ? Um tapinha nas costas ?
.
Lembrando que o BR já esteve no Congo na década de 1960. Tanto naquela época quanto hoje, o Congo é objeto de disputa das grandes potências e mineradoras. Ganhamos nada a não ser refugiados barrados em outros lugares.

colombelli
Visitante
colombelli

não existe nenhum conhecimento místico guerra na selva de que um grupo seja detentor. Não teremos muito a ensinar nem a aprender neste campo. Mas se for um pequeno grupo só não há problema de mandar. alguns Se pode aprender aspectos de missões de paz. mas missão de paz de vulto não ganharíamos nada realmente.

Munhoz
Visitante
Munhoz

Nesses países tem uma cobra 🐍 chamada Mamba negra , outro dia tava vendo um documentário sobre isto, o negócio é tão venenosa que mesmo depois de morta se uma pessoa colocar a mão na boca dela e fizer um pequeno corte a pessoa já tem o risco grave de morte !

Aqui no Brasil quando fala que tem uma cobra aparece um monte de macho querendo matar a coitada, nesses países o pessoal fica a uns 30 metros de distância esperando o especialista chegar !

Edimur
Visitante
Edimur

Gostaria que fossem um batalhão inteiro para ganhar experiência, porque no dia que os canhões se virarem para nós, não vai ser nenhum engomado que vai dar a cara a tapa.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

A África vai ser um excelente aprendizado.
Um cenário altamente complexo, muito mais arriscado que nossas fronteiras.
De milícias do narcotráfico, disputas tribais e até terroristas da Al Qaeda. Tudo em um balaio só. Boa sorte !

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
Na AL, tem vizinho q omisia e apoia narcoguerrilha e terroristas transnacionais em seu territorio, trsnsportam drogas, armas e ouro pra eles em sua Forca Aerea e ainda tem apoio de varios politicos e parte de nossa sociedade.
O q é pior?

Chevalier
Visitante
Chevalier

Um narco-Estado que começa com V, uns politicos dum partido que termina com T e apoio de uns alunos de sociologia e filosofia…

sagaz
Visitante
sagaz

Isso se, e somente se, o presidente deste referido país solicitar à ONU o estabelecimento de uma força de paz e a ONU acatar.

TeoB
Visitante
TeoB

Off topic.
segundo o que recebi em um grupo parece que começou a guerra civil na Venezuela… alguém tem alguma informação? tropas leias ao Maduro contra tropas e pessoas declaradas ao Guaido
também li que supostamente o EB envio cerca de 500 homens para Roraima afim de ficar de prontidão por la. se alguém tiver informações gostaria de saber se procede…

Agnelo
Visitante
Agnelo

Eu leio o apoio a Maduro e comentários como fuzilar, e agradeço a Deus mais uma vez pela Revolução de 64.
A imprensa e as teses batem incessantemente nos militares, e continuamos com os maiores índices de aprovação da população.
Entendem o porquê?