quinta-feira, outubro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Violência no confronto entre oposição e governo na Venezuela

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Imagem mostra veículo blindado da Guarda Nacional da Venezuela atropela manifestante. Assista ao vídeo abaixo.

Os líderes opositores Juan Guaidó e Leopoldo López deram início na madrugada de hoje à uma ação para tentar derrubar o regime de Nicolás Maduro.

López, que estava em prisão domiciliar, se juntou a Guaidó. Ambos se dirigiram para a base aérea de La Carlota, em Caracas, onde anunciaram o apoio de militares dissidentes e convocaram a população a se juntar a eles.

Maduro, no entanto, disse que as Forças Armadas do país seguem leais a ele, e convocou uma manifestação popular em apoio a seu governo.

Segundo a Folha de São Paulo, o Brasil vê adesão militar maior e risco de guerra civil em Caracas.

Integrantes da cúpula militar brasileira e diplomatas especializados em Venezuela se disseram surpresos pela rapidez da escalada da crise na ditadura de Nicolás Maduro e já não descartam o risco de uma guerra civil no país vizinho.

Rússia acusa oposição venezuelana de recorrer à violência

Um dos principais aliados do ditador Nicolás Maduro, o governo da Rússia criticou nesta terça a oposição venezuelana e pediu que os dois lados sentem para negociar uma saída para a crise no país.

Após reunião sobre Venezuela, Bolsonaro encoraja apoio a Guaidó

Em nota divulgada após encontro realizado no Palácio do Planalto na manhã desta terça-feira (30) para discutir a situação da Venezuela, o presidente Jair Bolsonaro encorajou outros países a apoiarem o movimento para depor o ditador Nicolás Maduro em torno do autoproclamado presidente Juan Guaidó.

- Advertisement -

329 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
329 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tomcat4.0
Tomcat4.0
2 anos atrás

Podia passar uma leva de F-35 destruindo as bases dos covardes assassinos de civis apoiadores do bandido MaLduro e os apoiadores de Guaido podiam pegar uns Mi-24 e detonarem estes blindados brancos ae. Muita covardia viu. (comentário editado)

Favor respeitar as regras e não desviar o assunto do tópico.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Por favor, onde desrespeitei as regras, apenas para que este mau comportamento não se repita ???
Isso não é de minha índole !!!

Ricardo Ramos
Ricardo Ramos
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Acredito que o Fernando queira dizer temos que resolver de forma mais diplomática, com a menor destruição possível, para que isso não evolua para uma guerra civil.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Ricardo Ramos
2 anos atrás

Me referi aos editores que me sensuraram ,por mais que não vi mudança no comentário. Uai

Dodo
Dodo
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Não se ofenda tomcat, os editores tem estado bastante “sensíveis” quando o tema é algo que vai de encontro a seus “ideias” de perfeição jornalística

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Foi a irritação frente a covardia gratuita e um delírio momentaneo.rs
Mas a situação não é pra rir 🙁

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Chegou a hora?

João Souza
João Souza
Reply to  Marcos
2 anos atrás

Não. Muita água por debaixo dessa ponte ainda.

mabeco
mabeco
Reply to  Marcos
2 anos atrás

Tentaram ameaças. Pressão midiática. Sabotagem. Sanções. Regicídio. Chantagem. “Ajuda humanitária”. Quartelada. Resta chamar a turma da Blackwater. Quiçá Academi. Haverá milhares de mortos. O Prince ficará ainda mais multibilionário. E o Maduro (Diosdaldo / Padrino / Arreaza / ou seja lá quem for) continuará no poder.

Definitivamente, arrogância e hipocrisia não são bons conselheiros.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  mabeco
2 anos atrás

E hoje, Aécio Neves declarou: ‘Brasil deve dar apoio a Guaidó’.
Agora vai!

mabeco
mabeco
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Dois fósforos queimados tentando parecer úteis.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Marcos
2 anos atrás

30.04.2019 | 18h34

Huh? Hora de que?

‘Não vamos falar de invasão, não estamos bem de armamento’
Jair Bolsonaro

Lucas Silva
Lucas Silva
Reply to  Marcos
2 anos atrás

Ditadura repremir o povo… Normal. A ditadura brasileira, a nossa ditadura, torturava, estuprava e matava. Ainda pior que “apenas” atropelar.

Lucas Silva
Lucas Silva
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Errado igual.

Francisco Lúcio Sátiro Maia Pinheiro
Francisco Lúcio Sátiro Maia Pinheiro
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Pior que ” apenas ” atropelar ? Que comentário é esse ? Você sabe das execuções extrajudiciais que segundo a Anistia Internacional ,em apenas 3 anos superou 8.200 execuções ? Isso supera em muito o numero de criminosos mortos pelo Regime Militar, e em 7 vezes menos tempo. Você quer mesmo ter o atrevimento de comparar cidadãos que lutam desarmados por liberdade e comida com terroristas brasileiros que sob a mais que falsa bandeira ” democrática” iam aprender a explodir pessoas nas piores ditaduras socialistas como Cuba, China, URSS ? Já experimentou mudar de fornecedor de crack ? Boca de… Read more »

Davi
Davi
2 anos atrás

Espero que isso acabe logo para que o povo siga em frente suas vidas!
Cai logo Maduro, já passou da hora!

Pirulito
Pirulito
2 anos atrás

A hora é agora da oposição ter apoio militar estrangeiro, se não serão esmagados pelos governistas apoiados.por Cuba e Rússia

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Pirulito
2 anos atrás

Realmente, né. Espero que as coisas não piorem aí no Brasil, ou também vai ser necessário um “apoio militar estrangeiro” aí na Bahia De Guanabara. Tá vendo como pimenta nos olhos dos outros é refresco?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Joao Moita Jr
2 anos atrás

Se a imprensa comuna parar de aporrinhar a PM do RJ resolve o problema do Rio sozinha..

Camargoer
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Caro Rodrigo. Em democracias estabelecidas, o papel da imprensa de centro e de oposição é “aporrinhar” o governo. O sociedade espera que imprensa seja livre para publicar a verdadeiras com responsabilidade. Uma imprensa é que iluda seu público defendendo a posição dos seus anunciantes (públicos e privados) e que não autocensure notícias que sejam contrárias aos seus interesses é extremamente danosa para uma democracia. A imprensa livre é um dos modos que a sociedade tem para fiscalizar o Estado.

Flanker
Flanker
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Só que o que acontece hoje no Brasil é exatamente os grandes grupos de midia defendendo seus próprios interesses ……imprensa livre para publicar a verdade com responsabilidade: isso é o que falta, em grande escala, na nossa grande imprensa…

Camargoer
Reply to  Flanker
2 anos atrás

Olá Flanker. Temo que você tenha razão. Fico bastante incomodado que uma empresa possa controlar TV, rádio, jornal, etc, usando a mesma redação para unificar as noticias. Como são empresas privadas, entendo que busquem lucros, mas o poder dessas empresas em manipular as noticias (são muitos os exemplos) é um problema de complexa solução. Infelizmente, a internet tem sido sub-aproveitada como meio de informação. Fico impressionado com a quantidade de relatórios, teses, artigos, disponíveis para consulta e amplamente ignorados.

Ferreras
Ferreras
2 anos atrás

Cada lado jogou uma torre, vamos ver se será suficiente para o chequemate.

Camargoer
2 anos atrás

Caros Colegas. Há alguns meses atrás, tivemos um amplo debate aqui sobre a crise na Venezuela. Naquele momento, defendi que a melhor solução seria a convocação de novas eleições presidenciais sem as candidaturas de Maduro e Guaido, mas o posicionamento do governo brasileiro inviabilizou qualquer iniciativa diplomática coordenada pelo Brasil para uma solução pacífica. Independente de ser bem sucedida ou não, a iniciativa de Guaido de promover um golpe de estado por meio de uma ação militar deveria ser repudiada por todos aqueles que acreditam nas ideias de democracia e direitos humanos. Caso o golpe tenha sucesso, o governo golpista… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Você escreveu muito apenas para justificar a continuidade dos desmandos de Maduro! E não existe “tentativa de golpe” quando o governo que ali está é ilegítimo visto que todos sabemos que após convocar uma constituinte sem se submeter ao crivo do poder legislativo e de criar um absurdo na forma do voto setorial Maduro fraudou escancaradamente as eleições. E uma vez que ditador usurpou o poder do povo, seu verdadeiro titular e que foi impedido de se manifestar nas urnas, o direito de resistência é absolutamente legítimo.

Camargoer
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Caro HMS. A solução para a crise na Venezuela deveria ter sido negociada diplomaticamente meses atrás para que agora estivessem ocorrendo eleições gerais, como escrevi há meses, ao invés de combates nas ruas. Uma tentativa de golpe resulta em endurecimento do regime, fracassando ou tendo sucesso. Uma solução utilitarista que justifica uma ação de exceção por um bem maior continua sendo ataque á normalidade constitucional. Um “golpe para proteger a constituição” é um oximoro.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Você não está entendendo! Não há mais espaço para qualquer solução diplomática visto que todas as tentativas anteriores restaram frustradas pelo fato de Chávez e Maduro não cumprirem com o acordado, o que aliás foi dito taxativamente pelo sumo pontífice o Papa Francisco.

Maduro rejeitou eleições livres e ao invés disso fraudou o pleito usurpando portanto a soberania popular. E ao contrário do que você afirma o direito de resistir não é golpe, e sim a usurpação de Maduro.

Camargoer
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Caro HMS. Eu consigo imaginar três alternativas para a crise venezuelana. Um delas é uma guerra civil com ampla interferência externa, o que talvez seja o pior cenário que poderia trazer graves consequências para toda a América Latina. A outra será um endurecimento político tanto no caso do golpe fracassar quanto se for bem sucedido. A terceira alternativa seria um acordo entre o governo e a oposição para convocar novas eleições gerais, o que demandaria uma mediação internacional. A alternativa que causaria menor trauma seria o acordo, mas seria também o mas complexo por envolver uma solução de compromisso. Infelizmente,… Read more »

C. César
C. César
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Engraçado que quando o Lu la mandava bilhões do BNDS (que, aliás, já levamos o cano nisto!) para a ditadura do Maduro se manter aí a diplomacia brasileira estava certa, né esquerdista hipócrita? Não custou caro isso não?

Camargoer
Reply to  C. César
2 anos atrás

Olá Cesar. Eu agradeceria se você pudesse indicar um documento do BNDES com esses números. Acho que seria bastante útil para o debate sobre a crise na Venezuela.

C. César
C. César
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Procure vc! Pelo tanto de Deslikes que vc toma vc ainda não viu que aqui todo mundo já percebeu que vc só esta aqui para tro llar cheio de ¨irudição¨?

Camargoer
Reply to  C. César
2 anos atrás

Caro Cesar. Já procurei, até mesmo naqueles documentos que saíram da “caixa-preta” do BNDES no começo do ano. Não encontrei qualquer coisa que sustente o seu comentário. Imaginei que você soubesse de algum.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

A diplomacia brasileira perdeu a isenção lá atrás, na época dos malfadados Celso Amorim, Samuel Pinheiro Guimarães e MAG, quando apoiou incondicionalmente o chavismo. E pagamos o preço dos desatinos da “diplomacia dos atabaques” até hoje…

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Vc está colocando a culpa do atropelamento na conta dos atropelados meu caro por meio desta fala ? Pois assim como Guaido estão lutando por sua liberdade, por comida, por remédios etc.

Camargoer
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Caro Tom. Neste momento, aqueles que apoiam Guaido cometem o mesmo erro daqueles que apoiam Maduro. Os esforços diplomáticos deveriam conduzir a uma solução pacífica. De um ponto de vista pragmático, uma escalada de violência seria contrária aos interesses brasileiros. Há anos existe uma pressão de refugiados venezuelanos na fronteira como Brasil, o que irá se agravar no caso de uma guerra civil ou do aumento da repressão política. Caso a tentativa de golpe fracasse, o atual governo irá reprimir os golpistas, caso seja bem sucedido, o novo governo irá reprimir aqueles que apoiavam o regime anterior. A economia brasileira… Read more »

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Concordo com quase tudo, mas, nosso atual alinhamento político ,não ideológico, é o que nos afastou de virarmos o 2.0 da Venezuela e pior, Lula e Dilma via PT financiaram a miséria venezuelana de hoje em detrimento de melhorias em terras brasilis e com dindin de nossos impostos.

Camargoer
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Caro Tom. Tenho a impressão que dois grupos políticos que disputam o poder na Venezuela não terão condições de conviver pois foram incapazes de montar um acordo político quando o cenário era menos radical. Qualquer tentativa de acordo político teria que ser mediado por uma diplomacia internacional que fosse reconhecida pelos dois lados. Esse talvez seja a maior diferença de outras crises que ocorreram na América Latina, quando o Brasil cumpria esse papel de mediador. Acho que a posição do governo brasileiro prejudicou qualquer tentativa de acordo político, que teria necessariamente de passar por novas eleições.

Jorene
Jorene
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer dando uma lição de como enrolar, dar uma miguelada e não dizer a verdade: a ditadura de Maduro só se sustenta pela compra de seus três mil generais. rsrsrsrs

Camargoer
Reply to  Jorene
2 anos atrás

Caro Jorene. É bastante difícil argumentar sobre fatos e dados que estão disponíveis sem emitir algum tipo de juízo de valor, mas é instigante quando algum colega aqui da trilogia coloca um argumento circunstanciado que eu desconhecia ou tinha uma compreensão equivocada.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer Prezado Concordo em parte. Acredito q, por vínculos políticos e ideológicos, a Venezuela não seria melhor ou pior influenciada por outra postura nossa. Mas, em relação a um acordo entre as partes, concordo q será muito difícil. Quem está no poder na Venezuela, notadamente um enorme número de militares, estão ganhando muito dinheiro de ouro, petróleo e drogas, em detrimento da melhora de vida da população. Esse pessoal nunca largará o osso. Estão MUITO mais arraigados do q aqueles q viviam das mamatas daqui. Ou Maduro (não especificamente ele, mas seu grupo) continuará no poder com uma população cada… Read more »

Camargoer
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Olá Agnelo. A maioria das análises focaram nas razões do colapso econômico e social da Venezuela e sobre a legitimidade ou ilegitimidade de Maduro após a última eleição presidencial. Acho que nesse momento, a crise venezuelana foi agravada pelo confronto oposição x governo e não será resolvida derrubando Maduro. O “Grupo de Lima” (GL) não reconhece Maduro como presidente. Consequentemente, Maduro rejeita a sua mediação. Por outro lado, o tentativa de golpe liderada por Guaido também fragiliza a sua defesa democrática. Li que o GL estaria considerando incluir Cuba nas discussões, mas ao mesmo tempo, integrantes do GL também pressionam… Read more »

Camargoer
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

O impasse é essencialmente político. Guaido defende que Maduro deixe o poder como condição para convocar eleições. Meduro parece temer que o governo de oposição que assumir caso renuncie irá impor uma repressão política ao seu grupo.

SPQR
SPQR
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer, você é um tremendo relativista.

Camargoer
Reply to  SPQR
2 anos atrás

Caro SPQR, a única que não me trai é a tabela periódica.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Não, estão lutando por poder, o povão normalmente se ferra entre os dois lados.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer

É evidente que esse Guaidó é um golpista como muitos que infestam a América Latina.
Essa tentativa de hoje só mostra isso.
Golpista que está sedento para assumir o poder e fazer o que esse tipo de gente sempre faz.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Golpista foi quem fraudou as eleições, no caso o Maduro……

O próximo….

Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Claramente é um blindado golpista a soldo da CIA tentando incriminar o imaculado socialismo bolivariano do século XXI, só não vê quem não quer, não é mesmo camarada?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mikhail Bakunin
2 anos atrás

Ofereça seus conhecimentos a Trump. Ele está, claramente, precisando

Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Viu o presidente desse povo hoje, no Datena?

https://www.youtube.com/watch?v=hpILKcaAKqo&hd=1

C. César
C. César
Reply to  Carlos Ravara
2 anos atrás

Saudades do semianalfabeto ¨du Bráziu puthânfia¨ ou da estocadora de vento?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  C. César
2 anos atrás

O Brasil todo está.
Em tempo.
O Governo está precisando de patrocinadores para o ‘evento’ em Nova York. E de um local também.
Ninguém quer oferecer.
Va lá e ofereça seu patrocínio, afinal vc deve ser um rico empresário, democrata e defensor das causas liberais.
Não perca tempo.

C. César
C. César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Qual ¨Brasil todo está¨?
Os únicos que querem a volta do partido-quadrilha ao poder são os pe le gos que perderam as bocas nos sindicatos, os artistas esquerdistas e as mídias lacradoras que perderam Rouanet e propagandas governamentais, os 30 mil petistas que parasitavam no governo federal e as ONGs inúteis. Isso sem contar tudo quanto é corrupto preso ou investigado pela lava-jato, ditaduras esquerdistas mundo afora (como o Maduro!) que ficaram sem dinheiro do BNDS, criminosos como o Battisti que não tem onde se esconder mais, etc, etc.

Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Essa imagem resume a tentativa de golpe melhor do que qualquer artigo:
https://oi65.tinypic.com/j76e53.jpg

sagaz
sagaz
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

É o Guaidó com tanque chinês “zero km” passando por cima de povo que trabalha e produz passando fome? A Venezuela virou um apocalipse zumbi, e o Brasil quase passou por isso, infelizmente alguns ficaram com os cérebros devorados!

mabeco
mabeco
Reply to  sagaz
2 anos atrás

Sim, devastador.
Imagine se tivessem disparado 80 tiros em um carro civil.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Ué, voce ainda está aqui? Pensei que estava a caminho de Caracas para defender seu querido regime!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
2 anos atrás

Não precisa. O povo venezuelano vai dar o destino correto a esses golpistas.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

O povo está desmaiando de fome. E foi desarmado pela ditadura socialista, tal qual tentaram fazer aqui. Senão Maduro já seria um cadáver há muito tempo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
2 anos atrás

Ao que parece o Brasil já se antecipou e ofereceu asilo aos oficiais golpistas.
Mas, talvez eles prefiram ir para Miami.

Jorene
Jorene
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Realmente, para Cuba maravilhosa é que não vão.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Como a Elite brasileira anti-golpista que está indo para Portugal?

Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Após essa tentativa desesperada, só resta a invasão; há boatos de que dois porta-aviões zarparam da costa leste e oeste com destino ao Mar do Caribe com escoltas e navios de apoio. Os próximos dias serão decisivos.

Jorene
Jorene
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Não sei se pelego é povo.

Alex Stelio
Alex Stelio
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

E quem mata seu próprio povo de fome e frauda eleições é o quê?

Jorene
Jorene
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

O que você diz ser golpista tem apoio popular, já o ditador que conversa com passarinhos tem apoio do narco-exército e suas gangs de motoqueiros.

Doug385
Doug385
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Diplomacia com governos autoritários só serve para o ditador ganhar mais tempo. O golpe já houve, Guaido só está promovendo o contra-golpe.

Camargoer
Reply to  Doug385
2 anos atrás

Doug. Os canais diplomáticos são fundamentais para as relações internacionais principalmente com regimes autoritários ou totalitários. As relações entre regimes democráticos são mais fáceis. O objeto das negociações diplomáticas é evitar a escalada militar. Ao tomar partido por um ou por outro lado, o governo brasileiro perdeu a isenção para intermediar uma solução negociada, que será conduzida pelos interesses de outros países.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

O Brasil já havia perdido qualquer condição não agora mas lá atrás, quando a “diplomacia dos atabaques” praticada de 2003 a 2016 apoiou incondicionalmente o chavismo

Camargoer
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Caro HMS. Desde a redemocratização dos países da América do Sul, a diplomacia brasileira coordenou e intermediou diversos acordos, o que evitou vários conflitos. Essa deveria ter sido a posição do governo brasileiro, usando seu peso diplomático e econômico para forçar que os grupos dialogassem até chegar a um acordo sobre a convocação de eleições gerais. Essa oportunidade foi perdida, restando apenas as alternativas de confronto. É o que eu lamento.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Você insiste no erro! Em relação à Venezuela o Brasil perdeu a isenção quando quando apoiou incondicionalmente os abusos do chavismo. E arcamos com as consequências até hoje…

Jorene
Jorene
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Inclusive deu guarida para terrorista italiano, apoiou grupos extremistas árabes, defendeu Gadhafi, jurou amizade eterna a ditadores africanos, expulsou atletas cubanos que pediram asilo político e “namorou” as Farc. Não deixa de ser um legado…

Doug385
Doug385
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Muito fácil falar em diplomacia tendo 3 refeições diárias e não tendo que beber água podre de rio. O que poderia ser feito através dos canais diplomáticos já vem sendo feito há tempos. Você realmente acha que o Maduro vai desistir da sua condição de poder e convocar novas eleições? Você confiaria numa eleição promovida pelo atual governo venezuelano? Por favor, não nos tire para idiotas com essa retórica já conhecida pelos demais colegas foristas.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

“Isentão” detected.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Me explique, Camargoer, como ter diplomacia com um déspota como é o Maduro?

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Eduardo
2 anos atrás

Me lembrei de Dilma Rousseff, a estadista que queria dialogar com o estado islâmico…

Marcos R.
Marcos R.
Reply to  Eduardo
2 anos atrás

Tem um tipo de diplomacia que funciona com esse tipo de gente… Aquela que envolve 100.000 t. de aço.

Camargoer
Reply to  Eduardo
2 anos atrás

Olá Eduardo. As relações com regimes democráticos são fáceis. Os desafios existem nas relações com regimes de exceção. Apesar dos organismos internacionais mencionarem que hoje existem mais países democráticos do que totalitários. Segundo o relatório “Freedon in the world 2019”, 26% dos países são classificados como “Not free” e 44% são considerados “Free”. Alguns dos países “Not free” com quem o Brasil mantém relações diplomáticas e comerciais são a China, Russia, Arábia Saudita, Irã, Angola (entre muitos outros), além dos países considerados “Partly free”, como Paraguai, México, Colombia, Moçambique, etc). Portanto, o fato de um país ser considerado não democrático… Read more »

Jorene
Jorene
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

É verdade né ? Imagina o Líbano se relacionando com o Estado Islâmico caso os jihadistas tivessem vencido a guerra.

Camargoer
Reply to  Jorene
2 anos atrás

Caro Jorene. Quando provaram que Nixon obstruiu a justiça durante as investigações sobre Watergate (sou fã do filme “Todos os homens do presidente”), foi feito um acordo político que consistia na renúncia de Nixon que tinha a garantia do indulto presidencial. Kissinger tratou secretamente com o governo do Vietnã do Norte a retiradas das tropas americanas e a liberação dos prisioneiros. A posse de Sarney enquanto Tancredo estava internado foi uma negociação política que envolveu Ulisses garantindo o apoio do Congresso e Figueiredo exonerando um comandante linha dura em Brasilia que se preparava para fechar o Congresso e também que… Read more »

C. César
C. César
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Já reparou que todos esses textões cheios de ¨irudição¨ que vc escreve pode ser substituído por ¨Lu la livri¨, ¨É gópi¨, ¨Diuma mulhé onésta¨ ¨Fássista¨¨ e ¨Eli não!¨ ?

JackTheRipper
JackTheRipper
Reply to  C. César
2 anos atrás

Ignorancia tem cura.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  C. César
2 anos atrás

Vc não concorda? Argumente, não desqualifique, parece petista!

Camargoer
Reply to  C. César
2 anos atrás

Caro Cesar. Espero que você tenha celebrado o 1 de maio com sua família e com aqueles que você estima. Concordo que é um desafio escrever de modo claro e conciso. Peço desculpas pelos comentários mais longos, mas ás vezes o assunto é complexo e muita gente tem dificuldade de entender o que escrevo.

C. César
C. César
Reply to  Eduardo
2 anos atrás

Fala por experiência própria?

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Vc fala, fala, fala , fala e não diz nada com nada.

E depois, após ver as imagens das tropas do maduro avançando em civis vc vem querer por culpa no Guaido???

Em que planeta sem lógica vc vive?

Que porcaria de universidade vc frequenta que arrancam seu cérebro e inserem fezes no lugar?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rui Chapéu
2 anos atrás

Alguns gatos no telhado de zinco fazem muito barulho.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Me responda uma coisa Antonio. porque quando a Violência é propagada pelo lado que você defende ela é justificável, aplicada com eficiência e sem outras alternativas (segundo você mesmo)

Mas quando a mesma coisa é feita pelo lado que você não apoia ela se torna truculenta, exagerada e desproporcional?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

Os Estados Unidos deram o nome de ‘Operação Liberdade’ a essa quartelada tosca.
Gostaria que eles promovessem uma operação dessa para levar a democracia para a Arábia Saudita, local onde pessoas são costumeiramente decapitadas e crucificadas.
E onde nunca ouve eleição.
Conta outra!

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Você não respondeu minha pergunta. E eu nunca manifestei apoio a Arabia Saudita. Mas você tem trazido a Arabia Saudita em várias dos seus discursos. Mas ai é que está, se você critica tanto a censura e violência que o Governo da Arabia Saudita causa, não seria correto você criticar essas mesmas ações cometidas pelo Governo venezuelano de Nícolas Maduro. são as mesmas coisas, só mudam o lado afinal. A Arabia Saudita é uma Monarquia absolutista. e foi assim desde seu inicio então não espero ver eleições la nem tão cedo e apesar dos pesares é de se dizer que… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Você ainda não respondeu a minha pergunta. se é abominável de um lado, porque se torna justificável de outro?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

Violência existe em todos os lados.
É comum na espécie humana.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Então não tem porque criticar ou defender, não importando o lado que a cause.

Fábio
Fábio
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

A maconha que voce fuma é estragada cara!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Percebemos todos os dias ao ler os seus comentários, uma violência contra o bom senso e um desrespeito a inteligencia de todo o ser humano que respira na face do planeta.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Desculpe: HOUVE.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Kings… quando os caras perguntam sobre “A”… Você deve responder sobre “A”.

Você foge do assunto, fica feio, passa vergonha

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Aplica se o mesmo na Syria ?

JackTheRipper
JackTheRipper
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

A força eh a palavra. By Adolf Hitler

C. César
C. César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Os esquerdistas daqui incluindo esse M a v pago e o isentão ¨irudito¨ aí em cima mal conseguem disfarçar a frustração de ver o ¨cumpanheru¨ ditador cair e a ideologia fracassada deles afundar cada dia mais.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  C. César
2 anos atrás

Perfeito. Um faz o papel de agressivo e o outro de sábio moderado.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
2 anos atrás

E o outro de minion compassivo.
Valha-me!

Camargoer
Reply to  Rui Chapéu
2 anos atrás

Caro Rui. A despeito das suas perguntas fora do contexto da discussão, defendi ha algum tempo que apenas a intermediação diplomática poderia levar a Venezuela a convocar novas eleições gerais, com a ressalva que nem Maduro nem Guaido poderiam participar como candidatos. Contudo, o posicionamento do governo brasileiro inviabilizou uma solução desse tipo. A crise agora deve ser vista nesse contexto de escalada que poderia ter sido interrompida meses atrás. A consequência agora será um aumento da repressão política independente do resultado da tentativa de golpe. De um modo mais simplista, agora é torcer para os tolos não continuarem fazendo… Read more »

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Maduro prende opositores, anula o poder legislativo, mata o povo com seus milicianos, mas a culpa da “falta de diálogo” é do governo brasileiro? Além do antonio, voce pretende que mais alguém acredite nesse chorume sob a forma de palavras?

Camargoer
Reply to  paddy mayne
2 anos atrás

Caro Paddy. Eu pretendo apenas contribuir com o debate, apresentado argumentos baseados em fatos, documentos e números que são públicos. Prefiro que concordem ou discordem de mim a incutir qualquer elemento de fé.

JackTheRipper
JackTheRipper
Reply to  Rui Chapéu
2 anos atrás

Nao eram civis: eram golpistas.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Caro Camargoer,
Nas últimas eleições presidenciais, Maduro simplesmente impediu que seus dois maiores opositores concorressem.
Não há nenhum organismo internacional minimamente isento que considere que a eleição de Maduro foi legítima. Até OEA se recusou a mandar observadores para as eleições.
Se o governo Maduro não foi eleito legitimamente, não há golpe de Estado, pois a Constituição Venezuelana atribui ao presidente do Congresso, Guaidó, que assuma o Poder Executivo para convocar novas eleições presidenciais.
Ou seja, Guaidó está simplesmente cumprindo a Constituição ao tentar tirar o usurpador do poder.

Camargoer
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

Caro Rafael. Encontrei que o Art.5 da Constituição venezuelana em vigor diz que “a soberanía reside intransferiblemente en el pueblo” e complementa que ele o exercerá por meios diretos previstos na constituição e por meio de eleições. Portanto, a única saída constitucional seria convocar novas eleições gerais para que a soberania popular seja exercida. Uma tentativa de golpe é um atentado à Constituição por instaura um regime de exceção ao violar soberania popular que deve ser exercida por meio de eleições. A normalidade constitucional não pode ser instaurada por um dispositivo de exceção. O que caracteriza um golpe é sua… Read more »

pangloss
pangloss
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer, creio que a solução diplomática – exclusivamente diplomática – pressupõe um interlocutor minimamente decente. Maduro não atende a essa premissa. Por mais que o Antoniokings discorde.

Camargoer
Reply to  pangloss
2 anos atrás

Caro Pangloss. Infelizmente, a escalada de violência na Venezuela inviabilizou um acordo político agora. Provavelmente será necessário um recuo do governo e da oposição. A recente tentativa de golpe por Guaido o inviabilizou como alternativa que poderia ser aceita pelo governo. A oposição terá que se reorganizar em torno de um nome que sinalize um processo de pacificação.

pangloss
pangloss
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Prezado Camargoer, Maduro inviabilizaria qualquer opositor, em qualquer momento, sob quaisquer circunstâncias, a qualquer pretexto.
Perceba que ele é um ditador, um usurpador do poder.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

E o que você diz do golpe dado por Maduro, que violou a soberania popular ao fraudar a eleição? Está vendo como o seu raciocínio não se sustenta? E uma vez que o ditador deu um golpe qualquer tentativa de cessá-lo, pacífica ou não, é legítimo direito à resistência

Camargoer
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Caro HMS. Hipoteticamente, podemos considerar Maduro ilegítimo ou legitimo, sem entrar no juízo de valor. No caso dele ter uma autoridade legítima, Guaido seria necessariamente ilegitimo e não seria possível qualquer defesa. Por outro lado, se considerarmos que Maduro exerce uma autoridade ilegítima, o único caminho para restabelecer a soberania popular seria por novas eleições. Neste contexto, Guaido também seria ilegítimo por não ter sido eleito em uma eleição.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer, se bem me lembro a proposta inicial do Guaidó é justamente assumir o poder para fazer uma nova eleição, ele tem um prazo específico para fazer isso. Se ele cumprir isso sua intervenção seria legítima e estaria de acordo com sua própria proposta de solução diplomática.

Camargoer
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Caro Renato. O mais importante para a normalização política na Venezuela teria sido novas eleições livres. Contudo, o conflito enter a oposição e o governo praticamente inviabilizou as negociações. o que somente terá sucesso se houver um recuo de ambos como sinalização para um acordo. A tentativa de golpe liderada por Guaido o inviabilizou como representante da oposição para um acordo político.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Entendo seu ponto Camargoer, já tem gente chamando a iniciativa de Guaidó de amadora. A questão é que a solução negociada vai ter que envolver Cuba, China e Rússia.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Caro Camargoer,
Tem que ler o artigo na íntegra:
Artículo 5. La soberanía reside intransferiblemente en el pueblo, quien la ejerce directamente en la forma prevista en esta Constitución y en la ley, e indirectamente, mediante el sufragio, por los órganos que ejercen el Poder Público.

Los órganos del Estado emanan de la soberanía popular y a ella están sometidos.

Como o Maduro manipulou o sufrágio, ele não é um representante do povo e, portanto, é ilegítimo.

Camargoer
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

Caro Rafael. Mencionei o artigo da constituição venezuelana para enfatizar que apenas eleições livres irão legitimar a soberania do povo venezuelano. Um acordo desse tipo poderia ter sido mediado pela comunidade internacional, como ocorreu tantas vezes.

C. César
C. César
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Não! como bom esquerdista vc colocou apenas a parte do texto que te interessava e excluiu o que não podia usar para continuar tro llan do!

Falcon
Falcon
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

Camargoer, como fazer eleições se Maduro se recusa a faze-la. Ele diz que foi “eleito” e não cabe outra eleição … Eleito em uma eleição “viciada”…

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Falcon
2 anos atrás

Falcon, acho que o que o Camargoer esta dizendo é que para abaixar a fervura na Venezuela, seria necessário uma atuação diplomática, que deveria ter ocorrido a tempos. Agora, isto vai ser bem difícil, pois os dois lados não querem dialogar (talvez se um lado estivesse disposto, um enorme talvez, um acordo poderia ser costurado).
E quanto a diplomacia brasileira, sim ela falhou (governos do PT) e está falhando.

Camargoer
Reply to  Marcelo Baptista
2 anos atrás

Olá Marcelo. Acho exatamente isso. Quanto ao Itamaraty, o que considero mais grave é que além de ter falhado na defesa dos interesses do Brasil, ela está atuando ostensivamente para que ocorra um conflito, o que é contrário do que se esperaria da diplomacia brasileira.

Camargoer
Reply to  Falcon
2 anos atrás

Caro Falcon. A crise na Venezuela só será superada por meio de eleições. Há alguns meses (certo?) teria sido mais fácil, mas temo que essa possibilidade foi desperdiçada pela diplomacia internacional. Talvez só seja possível colocar a oposição e o governo para negociarem pela mediação internacional. Por outro lado, apoiar um conflito na Venezuela é contrário à todos os interesses brasileiros.

aisc
aisc
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Carmargoer,

Parabéns pelo comentário sensato.
A melhor saída continua sendo novas eleições presidenciais sem as candidaturas de Maduro e Guaido.

Camargoer
Reply to  aisc
2 anos atrás

Obrigado Aisc. A normalidade democrática só sera estabelecida na Venezuela por meio de eleições livres. Qualquer outra solução será incapaz de pacificar o país.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Isso é mais ou menos como acreditar no Papai Noel. O Maduro não deixará o governo enquanto ele tiver controle das forças armadas e em relação às forças armadas ele aprendeu o elementar com o Fidel Castro: manter o controle das forças armadas, fazendo dela uma casta privilegiada e não representar risco ao vizinhos. Isso é suficiente para manter-se no poder.

Camargoer
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Caro Jacinto. As únicas ações aceitáveis são aquelas que levem a uma pacificação do país e a um governo de soberania popular, eleito por eleições livres. Houve uma oportunidade de mediar uma solução diplomática que foi desperdiçada. Agora, qualquer que seja o desfecho do golpe, haverá um endurecimento da repressão política.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

De novo, Camargoer: isso é acreditar no Papai Noel. O pressuposto de qualquer negociação é haver tanto o interesse quanto efetiva capacidade de conceder algo ao adversário. Para o Maduro aceitar realizar novas eleições, sem a participação dele, ele teria de admitir a existência de fraude nas eleições que ele diz ter vencido limpamente. E se não houve fraude, a convocação de novas eleições é que viola a soberania popular. Essa opção sua não é realista, nunca foi e esta mediação é só tentativa do Maduro a) ganhar tempo e b) se legitimar como governo legítimo. Acho que você não… Read more »

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Não com Fidel, qualquer Ditadura só se mantem pelo apoio das Forças Armadas, não existe ditadura desarmada.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Jacinto, entendo sua lógica, mas tem um elemento faltando nesse raciocínio. Muito do controle sobre as forças militares venezuelanas está no aparato de segurança do Maduro, que existe com o apoio cubano. Não vai existir solução negociada sem um dedo de prosa com eles.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Mas eu não acredito em solução negociada com o Maduro. Ao contrário, eu acho que o Maduro vai se tornar uma versão venezuelana do Fidel Castro. E sobre a presença de cubanos, eu concordo 100%, e vou além: a inteligência cubana é enormemente eficiente, e tem sido muito eficiente desde a revolução cubana. Eles são especialmente eficientes na proteção de regimes aliados.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Eu concordo que a solução negociada se tornou mais improvável, mas ainda acho ela melhor que tirar o Maduro na marra e o Brasil ganhar uma Líbia na sua fronteira norte.

Sobre a influência cubana, lembro que eles tiveram um papel discreto, porém importante, nas negociações pelo fim do conflito com as FARC na Colômbia. Se os caras estiverem na mesa de negociação vão ter muita influência sobre o Maduro. Se garantirem algo para chineses e russos a chance também aumenta.

A questão é: Quem tem a competência diplomática para costurar um acordo desses?

Camargoer
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Olá Renato. Geralmente, o Brasil ficava à frente das mediações diplomáticas na América do Sul, mas os últimos posicionamentos do governo inviabilizaram a participação do Brasil como mediador. Acho que a solução diplomática ficou mais difícil mas ainda é a melhor opção.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

O último conflito de verdade (enfase no “verdade”) que o Brasil teve liderança em mediação diplomática foi a Guerra do Cenepa entre Peru e Equador em 1995. Depois disso, o Brasil perdeu muito espaço na América do Sul. Por exemplo, no caso da Colômbia, as negociações começaram em 2011 e se concretizaram em 2016 e foram realizadas em Cuba com a participação da Noruega; e os facilitadores foram o Chile (pela Colômbia) e a Venezuela (pela FARC). Houve, portanto, 5 países envolvidos (Colômbia, Chile, Venezuela, Noruega e Cuba) e o Brasil só ficava sabendo das coisas após elas ocorrerem. Nem… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

E Cuba vai topar perder mais uma mesada ?

Para eles não interessa a saída de mais um Bolivariano.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Negociação nesse caso significa duas opções: convencer o outro lado que ele ganha mais te apoiando, ou que perde muito se brigar contigo. Se oferecerem uma saída “honrosa” para o Maduro e Cuba entrar em algum dos dois casos eles acabam topando.

Camargoer
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Olá Renato. Acho que é por ai mesmo, mas eu ampliaria as soluções possíveis. 1) você ganha mais me apoiados, 2) você perde muito ficando contra mim, 3) você perde menos me apoiando. Em qualquer negociação, é necessário sempre deixar uma saída para o adversário, porque se ele for encurralado, sem nada a perder, ele vai para o tudo-ou-nada. Isso é péssimo. Em diplomacia, as perdas costumam ser ampliadas junto ao publico interno, que é afetado pelas consequencias econômicas e políticas das perdas diplomáticas e deprimido emocionalmente pela derrota. Portanto, uma derrota diplomática deve parecer para o público interno uma… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Concordo Camargoer, como diz o Sun Tzu “uma estrada de ouro para o inimigo que se rende”. Mas eu acho que o Maduro está mais fraco do que quer aparentar, ele não é exatamente um moderado para ser tão calmo em relação ao Guaidó.

Camargoer
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Olá Renato. Você levantou um bom ponto. Eu não consigo avaliar a força de Maduro e de Guaido. Contudo, a cada dia, tenho a impressão que Guaido fica mais fraco. Talvez esse enfraquecimento de Guaido abra uma janela de negociação caso a oposição decida trocar Guaido por outro lider. Isso ficaria mais palatável para o governo. Acho muito difícil que governo aceite negociar com Guaido após a tentativa (ao que parece fracassada) de um golpe.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Renato, O modo de se evitar um golpe militar é conhecido há muitos anos, e não é nada especialmente difícil. Em verdade, um golpe só dá certo quando parte significativa das forças armadas concordam com ele e para isso é necessário muitas negociações dentro delas. Evita-se um golpe – ou melhor, impede-se o sucesso de um golpe, antecipando-o. Fazendo o movimento golpista antecipar o golpe antes de ele estar em condições de ter sucesso. Foi o que o Maduro fez. O Guaido, de alguma forma, acreditou que tinha um apoio que, no final não se concretizou. Lançou o golpe, e… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Jacinto, pelo que entendi a tentativa do Guaidó foi bem ruinzinha. Foi para uma base militar importante e SE conseguisse número de militares suficiente poderia começar uma insurreição e SE o povo apoiasse massivamente poderia ter sucesso. Nenhum dos SE’s aconteceu e o resultado foi essa montanha que pariu um rato. Imagino que até exista uma razoável parcela dos militares insatisfeita, mas aí entra o aparato de segurança estrangeiro e a paranóia típica de ditador para impedir que essa parcela insatisfeita se articule. Foi uma quartelada de políticos e soldados. E lembremos que a Venezuela tem um longo histórico de… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Renato B.
2 anos atrás

Renato,
O Guaido não é completamente idiota, e se ele iniciou o movimento é porque ele acreditava ter apoio para isso. Ninguém começa um golpe sabendo que ele vai falhar. É aqui que observamos a mão de um serviço de inteligência e contrainteligência fazendo ser trabalho de forma correta: os serviços de inteligência do Maduro conseguiram enganar o Guaido fazendo-o acreditar que pelo menos parte das forças armadas iria aderir a ele. E com isso, fizeram-no lançar um movimento antes de ele estar maduro – que é a forma pela qual se evita um golpe.

Alex Stelio
Alex Stelio
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Além de escrever muito, escreveu com vários erros de português desde a primeira linha “Há alguns meses atrás…” Se já é há alguns meses não precisa colocar “atrás”.

Camargoer
Reply to  Alex Stelio
2 anos atrás

Caro Alex. Obrigado pela correção. Estarei atento nas próximas vezes.

Camargoer
2 anos atrás

Recomendo dois documentários no Youtube. Um sobre o “caracazo” em 1989 e o segundo chamada “A revolução não será televisionada” sobre a tentativa de golpe em 2002. Tenho a impressão que são dois registros que ajudam a compreender a crise venezuelana.

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Crise na Venezuela = Socialismo.

Não precisa mais nada pra entender.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rui Chapéu
2 anos atrás

Tente chegar na Argentina hoje.
Greve geral contra o direitista Macri.
Vai para a lata de lixo de História como toda a corja de extrema direita.
E a lista vai aumentar. Pode anotar.
Haja lixeira!!!!

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Que direita?

O cara congelou preços, tá estatizando as coisas lá e tu vem falar que o cara é de direita?

Ele não cortou gasto público, não fez reforma, não fez nada a não ser o que um governo de esquerda faria.

Volta lá fazer dancinha de “tô com maduro!”

C. César
C. César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Desde quando o Macri é de Direta, analfabeto?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  C. César
2 anos atrás

Ah! Esqueci. É socialista.

C. César
C. César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Para esse asno FHC e Aécio são de Direita então falar o quê, né!?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  C. César
2 anos atrás

Mais um ‘olavete’.
Chega!

C. César
C. César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Mais um adorador de presidiário semianalfabeto corrupto.
Chega!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  C. César
2 anos atrás

Não jogue pedra no telhado dos outros.
Daqui a pouco vc pode estar reverenciando seu presidiário também.
Lembre-se. Estamos no Brasil.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Kings, cada palavra que você escreve suja sua imagem desse blog. se alguém separar apenas seus comentários e espalhar na internet dizendo que esse é o conteúdo dos leitores isso vai espalhar grande parte do publico. acho incrível a sua capacidade de passar pano para mortes de civis contanto que elas sejam feitas pelo lado politico que você apoia

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

Procuro me expressar de maneira hiperbólica para realçar os fatos e alertar as pessoas.
Por acaso vc acredita que os EUA estão muito interessados em promover a liberdade e democracia no Mundo e em especial na Venezuela?
Ou que Guaidó é o paladino da justiça, liberdade e prosperidade do povo venezuelano?
Se acredita é inocente ou está apenas propagando essas coisas com interesses escusos.
E tem muita gente na internet nesta segunda situação.
Pode acreditar.

Matheus de Oliveira
Matheus de Oliveira
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

E quem diabos no Brasil, que mal lê um livro por ano, vai entender uma hipérbole, uma simples comparação já deixa 60% da população confusa! Em relação ao Guaidó, eu não confio 20% nele, sou da opinião de quem assumir o novo governo deve convocar eleições em no máximo 90 dias, caso contrário, será mais ditadoreco de de quinta categoria,desses que só em Terras sub tropicais nos proporcionou!

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

No seu “texto”, troque EUA por Rússia ou China…..troque Guaidó por Maduro……e na parte “está apenas propagando essas coisas com interesses escusos”….inclua a você mesmo nessa situação…..

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

As pessoas aqui acreditam tanto em você quanto acreditam em terraplanistas. olha o nível em que você está, isso é triste.

C. César
C. César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

O seu telhado é de vidro, M A V!

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Antoniokings, se a crise econômica atingir o Brasil de forma mais forte, até o Bolsonaro vai virar de esquerda.

Alex Stelio
Alex Stelio
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

E desde quando lá é direita? Vide os congelamentos dos preços, nunca vi a direita fazer isso.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Vale o mesmo para o Assad ?

Camargoer
Reply to  Rui Chapéu
2 anos atrás

Pelo contrário Rui. A crise na Venezuela tem suas raízes na década de 80, cuja melhor expressão foi o “caracazo”, que estabeleceu as condições para as vitórias eleitorais de Chavez, que por sua vez endureceu as relações internacionais com os EUA após a tentativa de golpe em 2002, e mantinha uma relação amistosa com o Brasil que o qualificava para coordenar a intermediação dos conflitos nos países fronteiriços.

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Mantinha “relações amistosas” com o Brasil enquanto o governo esquerdista daqui o apoiava incondicionalmente e financeiramente… Quando a “anta” foi retirada do poder e o drácula assumiu, as relações já começaram a se deteriorar… quando o novo Presidente assume aqui no país, o maduro “rompe” relações conosco e diz que apoiamos os golpistas…mas é o Brasil e a Colômbia, que estão dando apoio aos refugiados produzidos em larga escala pelo governo bolivarianista… O golpe foi dado quando Maduro impediu seus adversários de concorrerem em eleições livres, quando ele criou uma assembléia paralela para governar, alijando a assembléia eleita pelo povo… Read more »

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

A crise da Venezuela começou assim: Em meados dos anos 2000, o governo populista de Hugo Chávez resolveu expandir os gastos públicos, como parte do seu programa socialista de governo. Mas como a Venezuela é um país pobre, não poderia fazer por meio de aumentos de impostos (algo impopular). Por sorte, o dólar começou a perder força no começo dos anos 2000, o que forçou o preço do barril para cima continuamente. Lógico, o preço do petróleo é cotado em dólar, se este perde valor, o preço do barril subirá. E o que isso significou? Que eles poderiam passar a… Read more »

Jorene
Jorene
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Que conflitos nos países fronteiriços o Brasil coordenou com sucesso ??? Desde quando a diplomacia de nanico serviu para alguma coisa além de ganhar tempo para governos esquerdistas corruptos e falidos ? rsrsrsrsrs

Camargoer
Reply to  Jorene
2 anos atrás

Olá Jorene. Talvez o melhor exemplo seja o conflito Equador x Peru, que resultou em um acorde de paz assinado em 1998, que contou com a participação do EB na MOMEP. Tem um artigo de 2016 “The Ecuador-Peru Peace Process” do Marcelo Biato que vale a pena ser lido.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Não Camargoer, desde 2002 muita água passou por baixo desta ponte. Se você for pensar assim, jogando o problema cada vez mais para o passado, você vai concluir que o problema é o Colombo ter “descoberto” a América. O governo do Chavez, pacificou o país depois de 2002. Eliminou focos problemáticos nas forças armadas e tocou a economia de forma usar o dinheiro dos exportações do petróleo para comprar apoio popular. A crise atual da Venezuela tem origem quase que inteiramente econômica: primeiro, a queda do preço do petróleo. O grande drama venezuelano, em relação ao preço do petróleo, foi… Read more »

Heinz Guderian
Heinz Guderian
2 anos atrás

Bem que o Mourão falou, a próxima missão de paz do Brasil será na venezuela. Aguardem!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

Agora sabemos porque a Alemanha perdeu a Guerra para a União Soviética.
Com Generais como esse Heinz Guderian fica fácil.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkk você entende o fino de história

TeoB
TeoB
2 anos atrás

Infelizmente a situação deve ficar pior, torço para que tudo acabe logo com o menor numero de vitimas possível.
Possuo familiares que viveram em Roraima e tem amigos lá, o que falaram é que estão receando um movimento muito grande de refugiados para os próximos dias caso as coisas escalem mais. realmente a situação é triste e complicada.

Hawk
Hawk
2 anos atrás

A Rússia chamou a oposição “armada de paus e pedras” de violenta! Passar com blindados em cima de civis desarmados é o quê? Diplomacia? O pessoal que está achando que nesse ponto ir cantar “Imagine” na frente de uma coluna de blindados vai resolver alguma coisa só pode estar de brincadeira!

Brunow Basíllio
Reply to  Hawk
2 anos atrás

Agora não estão armados com “paus e pedras” mais , tem video ai mostrando dezenas de militares que aderiram a Guaido, e todos estão armados…