domingo, novembro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Bolsonaro altera decreto e veta fuzil a cidadão comum

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Taurus T4
Taurus T4

Palácio do Planalto diz que mudança ocorreu para ‘sanar erros’ de publicação original

Por Luci Ribeiro – Terra

Depois de contestações na Justiça e no Congresso, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta-feira, 22, várias retificações no chamado Decreto de Armas, editado no início deste mês para facilitar o porte de armas no País. As correções constam de dois novos decretos.

Segundo o governo, o novo texto inclui “vedação expressa” à concessão de armas de fogo portáteis, como fuzis e carabinas, ao cidadão comum.

Em nota, o Palácio do Planalto disse que um dos atos foi editado “com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original, como numeração duplicada de dispositivos, erros de pontuação, entre outros”.

Nesta semana, a fabricante de armas brasileira Taurus havia dito que o decreto abria a possibilidade de a população comprar um fuzil, o T4 semiautomático de calibre 5,56. Segundo a empresa, havia uma fila de cerca de 2 mil clientes para adquirir o produto.

O outro decreto é “alterador”. Conforme o Planalto, “ele modifica materialmente alguns pontos do Decreto nº 9.785, de 7 de maio de 2019, que por determinação do Presidente da República foram identificados em trabalho conjunto da Casa Civil, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ministério da Defesa e Advocacia-Geral da União a partir dos questionamentos feitos perante o Poder Judiciário, no âmbito do Poder Legislativo e pela sociedade em geral”. Mais de 20 pontos do decreto original foram alterados.

Taurus

Nos três primeiros meses do ano e de governo Jair Bolsonaro, a fabricante brasileira de armas Taurus registrou lucro líquido de R$ 92 milhões, aumento de 15,5% em comparação com o primeiro trimestre de 2018.

Durante a campanha presidencial, uma das bandeiras de Bolsonaro era o combate à violência e flexibilização das regras sobre o porte de arma. Desde que tomou posse, o presidente editou dois decretos que facilitam a posse de arma e o porte para algumas profissões.

FONTE: Terra

- Advertisement -

199 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
199 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tomcat4.0
Tomcat4.0
2 anos atrás

Só porque eu queria comprar um T-4 !!! 🙁

Lucas Silva
Lucas Silva
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Juntava esses T-4 mais uns 100 voluntários cidadãos de bem e poderiamos faxinar a cidade. Atacar os bairros dominados por milicias de policiais corruptos e/ou criminosos e suas facções.

Camargoer
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Caro Lucas. A partir do momento que o “cidadão de bem” fazer o primeira ação de justiçamento, ele próprio se torna um criminoso, virando alvo de justiçamento daqueles que eram “cidadãos de bem” mas se tornaram criminosos. Violar a lei para fazer justiça é crime, portanto o justiceiro é um assassino que deve ser punido, qualquer que tenha sido sua intenção. Um “cidadão de bem” cumpre a lei, caso contrário é apenas mais um criminoso impune.

Lucas Silva
Lucas Silva
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Saudaçoes Camargoer. Não digo no sentido de infligir a lei, talvez eu não fui claro no primeiro comentário, digo no sentido legal e justo. Dentro da legalidade. A prisão civil por qualquer um da sociedade, bem como os meios necessários para tal e a legitima defesa são legalizados. Explico. Um grupo de cidadãos armados e equipados que flagre em um bairro um grupo em um ato crimininal, pode, agir no sentido de predem de imediato esses criminosos, caso eles não se rendam e utilizem suas armas de fogo, os cidadãos também poderam empregar força proporcional. E nesse cenário criminosos podem… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

E foi assim que começou a milicia.

marcelo mariano
marcelo mariano
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Antes mesmo de falar em legalidade dessa maluquice, você tem ideia do que é realmente entrar em combate na rua com fuzil 5.56mm ?
Sabe o que esta munição faz numa parede comum de casa, sem falar em portas e janelas?
Sabe do alcance?
Não é joguinho de computador, não, cara …

Lucas Silva
Lucas Silva
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

As expressões faxinar e atacar levaram ao entendimento diverço ao que eu queria, creio.

teropode
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Mais óbvio do que isto seria quebrar ovos para frita-los !

Anthoni
Anthoni
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Por essa otica: “justiceiros se tornam criminosos”…

Nao deveríamos entao levar todos os “guerrilheiros” (Araguaia, etc) a julgamento?

A “comissão da verdade”(sic!),nao viu isso!!!

Fila
Fila
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Até porque é fácil saber quem é criminoso.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Se for atacar facção, ataque logo a mais poderosa e a mais danosa de todas, o Estado.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Kkkkk falou Rambo !

Lucas
Lucas
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Muitas milicias surgiram exatamente com esse discurso.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

Ô Charles Bronson!
Pode ficar tranquilo que esse Decreto deve ser julgado inconstitucional.

francisco Farias
francisco Farias
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

A imprensa e o Rodrigo Maia (por indisposição com o Presidente) espalham que o decreto é inconstitucional. Entretanto, o único ponto que pode ser declarado inconstitucional é no tocante ao PORTE, pois o estatuto do desarmamento restringe o porte a determinadas categorias/pessoas.
a POSSE (ter e manter em casa) não é inconstitucional, pois a lei (estatuto do desarmamento) não veda a posse de armas pelo cidadão, apenas dificulta.

Negrão
Negrão
Reply to  Tomcat4.0
2 anos atrás

O T4 não é uma boa, é melhor e mais barato importar equipamentos de qualidade! Existem casos de explosões e falhas do T4, que o fabricante não conseguiu resolver. Não é saudável para ninguém ter um instrumento de defesa que falha na hora H, não acha?

Eduardo
Eduardo
Reply to  Negrão
2 anos atrás

Mais barato não vai ser não, o mais barato que tu vai achar em .223 vai ser em torno de 16 – 18 K, uma arma de USD 1,000 sai por R$17.000 na importação como CAC (que é a forma mais econômica), esse Taurus daí sai por menos de 10K (ultima vez que vi o catalogo estava R$8913,80 a vista – só não coloco a tabela da Taurus porque não tenho como colocar imagem aqui). O seguinte vídeo, apesar de estar falando sobre o decreto e fazendo uma simulação da redução do RTS, dá uma ideia boa dos custos (pode… Read more »

Heinz Guderian
Heinz Guderian
2 anos atrás

Pergunta de leigo.
Esse fuzil T-4 tem o mesmo nível de confiabilidade do M4 americano? Ou é só esteticamente parecido? Alguma força adotou ele mesmo em pequenas quantidades? Abs

M.@.K
M.@.K
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

A plataforma AR15/M16/M4 parede ser de grande confiabilidade. Até mesmo marcas famosas de armas como a SIG e a Ruger mudaram seus conceitos para este tipo de arma. Mas se não me engano, algumas industrias norte americanas tiveram alguns problemas na replicação deste tipo de arma e a Taurus teria tido este mesmos problemas. No YouTube tem muita matéria sobre isso… Aqui no RS a Polícia Militar (Brigada Militar) recebeu esta armas e até agora AINDA não tiveram problemas.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  M.@.K
2 anos atrás

entendi, tem sempre uma dificuldade em se copiar projetos

Paulo Costa
Paulo Costa
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

Os chineses que o digam

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

Cara é a Taurus, eles tem o toque sexual, tudo que tocam conseguem f@der….

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

A Brigada Militar recebeu levas de 30 e 172 unidades, respectivamente. A PCRS recebeu 11 e depois 60, a Susepe encomendou 18, fora unidades compradas pela sociedade e doadas ao Estado (15 a 20 un). Ainda não atirei com um, mas os colegas que usaram estão contentes, parece agradar mais que o IA2. Essas poucas unidades são as primeiras, logo estão sendo “surradas” para habilitar o efetivo e mesmo assim não apresentam grandes problemas. O T4 tera preferência pois a carabina é 2 mil reais mais barata que a Car Ia2. As panes vistas no video do Marcos do Val… Read more »

M.@.K
M.@.K
Reply to  Talisson Goet
2 anos atrás

…”Os primeiros 30 que a BM recebeu, entregues ao GATE e usados até o osso…” as IA2 ou as T4?

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  M.@.K
2 anos atrás

Me referi sempre ao T4. O IA2 tem apresentado mínimos defeitos de forma bem parecida, quando raramente acontece. Mas ambas as armas não mostram problemas que inviabilizassem o uso ou confiabilidade. A preferência que se deu pelo T4 foi peso, ergonomia da empunhadura e coronha telescópica, miras de visada mais rápida etc

M.@.K
M.@.K
Reply to  Talisson Goet
2 anos atrás

O BOPE recebeu armas T4 mas também da Armalite, correto?

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  M.@.K
2 anos atrás

A BM recebeu 45 Armalite AR10. Foi 40 no modelo patrulha que foram divididos com o Batalhao de Choque. Os outros 5 sao para uso meio DMR meio sniper para tentar substituir os PSG1. As duas unidades também usam T4 e IA2.

paulof
paulof
2 anos atrás

Carabina para defesa residencial e uma 9mm para treino me parece o pacote ideal no br.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  paulof
2 anos atrás

Ainda acho que para defesa pessoal, um calibre doze e uma .380 é mais do que suficiente. Agora categorias como CACs que ficam de fora de vários campeonatos (principalmente por fuzil) deveria ter o fuzil sim. Mas só para quem é confederado.

M.@.K
M.@.K
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

Também penso assim…

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

Acompanho o relator.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

O .380ACP é muito fraquinho.
Já que vai se defender, melhor usar o 9mm ou o .40 e inutilizar o agressor com a menor quantidade de tiros possível.
Esses calibres são comuns no Ocidente. Só no Brasil e uma outra republiqueta que tinha essa proibição ridícula.

Aldo Ghisolfi
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

Penso que o .380 é um excelente calibre para defesa pessoal, pois além de muito bom poder de parada, permite tiros mais seguros e certeiros, pq tem um recuo pequeno, muito menor do que o calibre 9mm ou o .40. Calibre 12 é a glória. Estou me conduzindo para uma Walther ou Sig Sauer, ambas .380 e uma Mossberg 12.

paulof
paulof
Reply to  Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

Se puder começar a importar munição, logo no Brasil a do calibre 9mm deve se tornar a mais barata, e como não pretendo usar para porte, uma CZ75 ou sua congenere Rex Zero1 tá mais que bom.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

9mm e muito perfurante. As balas atravessam, o criminoso ainda pode atirar e você acerta um inocente que esteja atrás do vagabundo. Tem varios videos no you tube de vagabundo levando tiro e andando. O .038 e a 40mm tem mais parada.

Marcos R.
Marcos R.
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

.380 é arma para atirar em amigo, para defesa precisa stoping power, pelo menos .40 ou.45.

Fila
Fila
Reply to  Marcos R.
2 anos atrás

mui amigo hein

Camargoer
Reply to  Fila
2 anos atrás

Olá Fila. Lembrei de um personagem do Jô Soares… um gordo (óbvio) argentino que lamentava ter amigos brasileiros.

Leopoldo
Reply to  paulof
2 anos atrás

Discordo! Para defesa pessoal quanto maior poder de choque melhor será a neutralização do inimigo. Quanto ao fuzil foi uma derrota para o cidadão de bem.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  paulof
2 anos atrás

Não deveria ter po€&# nenhuma, dentro de uns anos, parte de vós, me darão razão. ^^

nonato
nonato
Reply to  Peter nine nine
2 anos atrás

Concordo em parte.

Larri Gonçalves
Larri Gonçalves
2 anos atrás

É lastimável este retrocesso, pois o cidadão honesto que pode ter um fuzil do tipo T 4 em casa fica privado de ter, mas a bandidagem continua armada e fica por isso mesmo, agora manda os defensores do desarmamento para o front contra os bandidos armados de fuzis e aí eu quero ver quem aguenta o tranco.

Mateus Lobo
Mateus Lobo
Reply to  Larri Gonçalves
2 anos atrás

A menos que você seja dono de ma mansão, dificilmente alguém vai tentar invadir sua casa com um fuzil e colete balístico. Para a área urbana o poder de transfixação do 556 é alto demais e não há como aproveitar sua boa balística, pois os engajamentos serão a curta distância, uma 12 seria muito mais efetiva e trazendo menos riscos aos vizinhos. Para sítios e chácaras o .30 carbine é uma boa opção.

tulio762
tulio762
2 anos atrás

Que tipo de carabina foi excluída? Carabinas em 9mm também foram excluídas?

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  tulio762
2 anos atrás

Acho que todas. Pelo visto vai continuar a mesmice getulista de CTT40 e CT30 e só para CAC. Brasil é um país de castas, mesmo.

Gabriel BR
Gabriel BR
2 anos atrás

Uma pena…estou torcendo para que consigamos liberar a posse para os cidadãos em breve.

M.@.K
M.@.K
2 anos atrás

No meu entendimento, acho que esse tipo de arma (fuzil) AINDA deveria ter uma restrição mais severa. E quem sabe com o tempo pudesse ser liberada gradativamente. No meu entendimento, acho que plataformas que usam o calibre .40S&W, .45ACP e .30Carbine já são uma ótima opção de defesa, se comparado aos atuais calibres permitidos (380ACP; 38SPL; 6,35mm; airsoft….).

Mateus Lobo
Mateus Lobo
Reply to  M.@.K
2 anos atrás

É uma evolução enorme! Só de poder comprar uma 12 de cano de 20pol ao invés de 24pol já vai ajudar muito na defesa residencial. para quem precisa de mais alcance o .30 carbine permite o engajamento efetivo até 300m.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Mateus Lobo
2 anos atrás

Isso mesmo….

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
2 anos atrás

Nos EUA é mais difícil comprar pistola e revolver do que um fuzil porque são mais fáceis para esconder e de praticar assalto, no Brasil é tudo ao contrário…

M.@.K
M.@.K
Reply to  SmokingSnake 🐍
2 anos atrás

Bom, olhando por essa perspectiva…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  SmokingSnake 🐍
2 anos atrás

Até o momento em que um maluco entra numa escola, nem shopping ou numa igreja e mata uns 50.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Fica tranquilo, a quantidade de mortes diárias no Brasil são brincadeira de criança perto de um maluco entrar em uma escola ou igreja…joga na conta daqueles que vc defende politicamente…

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Plinio Jr
2 anos atrás

O Brasil tem mais assassinatos por ano que todas os mortos dos Estados Unidos durante toda a guerra do Vietnam.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Plinio Jr
2 anos atrás

Contanto que não seja seu filho, né?

Fila
Fila
Reply to  SmokingSnake 🐍
2 anos atrás

Smoking, talvez lá é que seja tudo ao contrário… Fuzil tem que ser mais restrito mesmo.

JClaudio
2 anos atrás

Não consegui ver na nova versão do decreto onde estaria a proibição ao T-4. Segundo as especificações da Taurus, o T-4 no calibre .556, na versão semi-auto (carabina) tem energia cinética de 1.320j e o decreto manteve o limite de 1.620j, do decreto anterior.

Cícero V A
Cícero V A
Reply to  JClaudio
2 anos atrás

Idem!

Neves João
Neves João
Reply to  JClaudio
2 anos atrás

Desde o primeiro decreto de 07/05 havia proibição expressa de posse de fuzil, a imprensa junto com a Taurus é que publicaram q o cidadão ia poder comprar fuzil baseando-se apenas na energia cinética, não podia antes e não pode hoje, foi tudo invenção da imprensa e da Taurus, pura desinformação e a galera q não lê acredita. Art.2, III, VII. “…III – arma de fogo de uso proibido:VII – arma de fogo portátil – arma de fogo que, devido às suas dimensões ou ao seu peso, pode ser transportada por uma pessoa, tais como fuzil, carabina e espingarda;” Infelizmente… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Neves João
2 anos atrás

Bem isso João… vale tudo CONTRA o atual governo… é quela máxima: Se você não acompanha as mídias, você é desinformado… se você acompanha as mídias, você é MAL informado…

Cícero V A
Cícero V A
Reply to  Neves João
2 anos atrás

Entendo, mas de acordo com o Fabricio Rebelo, “pode”:

https://www.facebook.com/watch/?v=366183604009890

Victor Filipe
Victor Filipe
2 anos atrás

A questão é que o T4 nunca foi liberado.
De acordo com o fabricante (Taurus) a arma (na versão semi-automática) entrava no limite de Joules permitido, porem o calibre dele (5,56×45) nunca foi liberado então ficou nessa confusão ai.

Neves João
Neves João
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

Vdd. Desde o primeiro decreto de 07/05 havia proibição expressa de posse de fuzil, a imprensa junto com a Taurus é que publicaram q o cidadão ia poder comprar fuzil baseando-se apenas na energia cinética, não podia antes e não pode hoje, foi tudo invenção da imprensa e da Taurus, pura desinformação e a galera q não lê acredita. Art.2, III, VII.

JClaudio
Reply to  Neves João
2 anos atrás

Colega, sua interpretação está equivocada, se me permite discordar. O art. 2º do decreto é uma norma explicativa, ele diz como se deve entender cada termo técnico, para efeito de aplicação do decreto. O inciso III, descreve o que é arma de fogo de uso proibido e as elenca nas alíneas “a” e “b”. Já o inciso VII, diz o que é arma de fogo portátil e dá como exemplo, fuzil, carabina e espingarda. O inciso VII, não é um complemento do inciso III. No art. 2º, II, “c”, DIZ QUE ARMA DE FOGO PORTÁTIL DE ALMA RAIADA COM ENERGIA… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
2 anos atrás

Olha o 556 pelo que sei ultrapassa a energia maxima permitida, mas o calibre do AK74 não ultrapassava, o Bolsonaro mais uma vez dando uma fraquejada.

ScudB
ScudB
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Exato : a energia de todos osprojeteis modernos 5.45×39 (7N10 , 7N22 e 7N38) esta girando em torno 1320-1340jj.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Mas o calibre do T4 é o 5,56×45 NATO então ele não tava liberado. na verdade 5,56 nunca foi liberado.

paulof
paulof
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Eu tinha pensado para quem mora no br, uma carabina 22 transformada em Bullpup (tem muitos kits para Ruger 10-22), se voltar atrás da 9mm é apoiar uma bizarrice tupiniquim.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

qualquer munição 7,62, seja Russa ou OTAN, tem mais de 3000 joules.
O 5.56 padrão tem 1700 joules

Mauricio R.
2 anos atrás

O fuzil automático full auto dos MST, MTST, PCC, Comando Vermelho, 3º Comando, Amigos dos Amigos, nenhum nobre deputado, senador ou aqueles defensores dos direitos humanos dos manos se prontificou em proibir.

Kommander
Reply to  Mauricio R.
2 anos atrás

Quer dizer que o MST E MTST usam fuzis agora? MDS.

Brasileiro
Brasileiro
Reply to  Kommander
2 anos atrás

Bom dia. Exclarecendo, infelizmente alguns nucleos sim, tem. Ja fui filiado ao PT, isso antes do lula ser eleito, e tive a oportunidade de conhecer alguns campos. Toda aquela histeria que antes foi sobre treinamento com aS FAR, de ter fuzis e armas de guerra, é sim realidade em alguns campos, logicamente estes sendo minoria, mas ocorreram, tendo eu presenciado algumas situações e conversas. Mas hoje, não sei qual a situação. Fui militante por anos e tive a oportunidade de conhecer a fundo as entranhas. Vejo muitos comentaristas aqui defender a esquerda, mas garanto que esses nunca viram a verdadeira… Read more »

Wilson França
Wilson França
Reply to  Mauricio R.
2 anos atrás

Tem uma lei que permite ao MTST, PCC e CV portar fuzil?
Ou é a polícia que não consegue apreender e impedir que obtenham mais?

Jota Ká
Jota Ká
Reply to  Wilson França
2 anos atrás

PCC, CV, AdA, milícias, etc. são organizações de bandidos. Existem porque o estado não conseguem tirar de circulação. Agora membros do MST, MTST, se regularmente assentados, têm e terão os mesmos direitos dos proprietários rurais.

Fernando
Fernando
2 anos atrás

Pelo visto, infelizmente eu também não vou poder comprar um m114 155 mm howitzer

Flamenguista
Flamenguista
Reply to  Fernando
2 anos atrás

Muniçao diabolo 4.5 ainda está liberada???

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Flamenguista
2 anos atrás

Esta foi ótima!!! SDS tricolores o único. st4

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Fernando
2 anos atrás

Acho que no acervo de colecionador, em tese, é possível.

737-800RJ
737-800RJ
2 anos atrás

Não tem problema; já foi dado um passo gigantesco. Só o fato de não precisarmos ficar presos a calibres pequenos como o .380, já é muito bacana. Quem há 2 anos imaginaria que poderíamos ter posse de pistolas em calibres 9mm, .40 e .45, além de carabinas?
A área da segurança pública e a ênfase em proteção à propriedade privada me empolgam muito nesse governo.

Antunes 1980
Antunes 1980
2 anos atrás

Quando esta medida for liberada, o que vai ter de fazendeiros e outros grupos criando grupos de defesa, que podemos chamar de milícias armadas. Seria a volta do coronéis de antigamente. O risco de perder o controle é gigante.
Ainda acredito que todos os recursos existentes, deveriam ser convertidos para equipamento e aumento do contingente policial, melhores salários etc.
Sabemos que as forcas policiais não são onipresentes, porém delegar a responsabilidade de combate ao crime para a população civil, já acho demais. Tem que haver um equilíbrio.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

Esse decreto não tem nada a ver diretamente com segurança pública, muito menos com repassar o dever de proteção para a população civil, é uma questão de reconhecer o desejo da sociedade de se armar e portar armas para sua defesa pessoal, o que é um Direito Natural, ou seja não cabe o Estado restringir a defesa pessoal, qualquer atitude contrária é golpista, opressora e antidemocrática pois foi a população que quis e segundo a CF a poder emana do POVO.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Nós votamos em um plebiscito e em um candidato que carrega esta “bandeira”, é vontade do povo poder se defender!

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

Antunes a mais de 30 anos que essa sua argumentação não se sustenta por fatos. Na teoria é muito bonita, mas só na teoria.
Serão precisos mais 40, 50… anos com o cidadão vivendo atrás de cercas elétricas e grades, com familiares sendo assassinados e estuprados, para a ficha cair?
Como vc mesmo informa: “forças policiais não são onipresentes”

Mauricio R.
Reply to  Farroupilha
2 anos atrás

“…com familiares sendo assassinados e estuprados, para a ficha cair?”

Calma não precisa tanto, basta ver qntq gente anda morrendo pelo simples furto de um aparelho celular.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Mauricio R.
2 anos atrás

Verdade Mauricio R.
A que ponto a ousadia e falta de humanidade nossa bandidagem chegou.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

Mas as invasões, depredações e até homicídio praticado estaão liberadas então? Direito de defesa é direito a vida e propriedade, se por exemplo os invasores não quiserem ser alvejados, que não invadam. Simples assim.

Camargoer
2 anos atrás

Olá Colegas. Achei curiosa a justificativa “com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original, como numeração duplicada de dispositivos, erros de pontuação, entre outros”. Fico na dúvida se foi pressa ou incompetência.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Fico na dúvida se foi pressa ou incompetência.´´
ÔÔÔ Carmagoer…não fala assim do deus vivo não…não faz esse tipo de pergunta, rapaz. Quer ser negativado e ter milhares de respostas do tipo mas e o PT?´´

C.César
C.César
Reply to  Willber Rodrigues
2 anos atrás

Não querem ser negativados ou passarem vergonha com conversa fiada esquerdista ou bancando os isentões basta os M A V s irem comentar no G1 ou no Brasil247, não é não!?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  C.César
2 anos atrás

Tá vendo? Chegou o primeiro.

C.César
C.César
Reply to  Willber Rodrigues
2 anos atrás

Apenas respondi a provocação da mor ta de l a.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Willber Rodrigues
2 anos atrás

‘Tá vendo? Chegou o primeiro.’

Chegou aqui, meio perdido andando por aí.
kkkkkkkk

Camargoer
Reply to  Willber Rodrigues
2 anos atrás

Olá Wilber. A versão final de uma lei, portaria, decreto.. geralmente passa pela assessoria jurídica dos órgãos públicos. Ás vezes em poucos horas, um procurador ou um especialista faz uma leitura crítica e revisa o texto antes da assinatura ou da publicação. Se houve pressa, pularam essa etapa, o que explica os erros de edição. Caso a assessoria tenha dado um “OK”, então houve incompetência, o que também explicaria a presença de erros. De qualquer modo, obrigado pelo alerta. Um abração.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

As assessorias jurídicas da Câmara e do Senado já declararam que o Decreto é inconstitucional.
Espero que vá logo para a lata do lixo.

Luiz Konfidera
Luiz Konfidera
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

A AGU deu parecer favorável…
Resta saber o que os “nobres” ministros do STF vão achar…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Luiz Konfidera
2 anos atrás

Via de regra, a AGU defende os interesses do Governo.
Nesse caso, sua aprovação não diz nada.
Diria tudo se ele própria considerasse inconstitucional.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Não foi pressa nem incompetência.
Foi apenas para tentar acalmar a reação da sociedade com tamanha imbecilidade.
Aliás, que deve ser declarada inconstitucional pelo STF.

Cidadão
Cidadão
2 anos atrás

Ridículo! As armas como T4, MP 15-22 e a CTT 40 estavam abaixo do limite em Jaules. Mas uma medida pra infantilizar, emascular e idiotizar o Brasileiro. Decepção com essa defecção de Bolsonaro junto aos coronéis e seus jagunços, bandidadem, corruptos , crime organizado, terroristas e comunistas. Quando nós nos livraremos do tacão do Estado, donos da verdade e “bem intencionadas” ong comuno-globalistas?

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Cidadão
2 anos atrás

Calma Cidadão, posso estar errado, mas acredito que isso se trata de um recuo estratégico. Infelizmente Bolsonaro e sua equipe estão enfrentado uma muralha de interesses contrários e forças que se enraizaram no país, as quais são totalmente indiferentes a desgraceira do povo, e que se beneficiam de um sistema legal caótico. Ex: Lideranças políticas socialistas, inúmeros órgãos de segurança estatal, milhares de empresas de segurança privada, empresas de seguro patrimonial, empresas que vivem de licitações. Imagina o quanto as empresas de segurança privada não devem a anos se articular, sorrateiramente na mídia e com vários políticos, a favor do… Read more »

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Farroupilha
2 anos atrás

Penso mais ou menos como você Farroupilha. Eu imagino que o governo tende a “causar”, como diz a minha filha adolescente, e estrategicamente exagera a dose de radicalismo para conseguir aprovar o que realmente é necessário. Aí muitos tentam desqualificá-lo como sendo um bando de malucos ou idiotas. O governo sabe que para qualquer projeto que apresente haverá reação contrária, mesmo sendo ela for boa ou necessária. Se for um programa para erradicar o mosquito que transmite o vírus da dengue, os do contra se levantarão em defesa do mosquito…

Foragido da KGB
Foragido da KGB
2 anos atrás

O traficante, ladrão, bandido, marginal pode continuar comprando e portando fuzil , já o cidadão de bem não pode nem legalmente possuir um em sua residência pra sua proteção.
O País safado esse aqui, e o cara abrindo as pernas pros legalistas e positivistas, tá muito frouxo esse presidente . Segue o baile , mais um dia no país da put**ia.

Camargoer
Reply to  Foragido da KGB
2 anos atrás

Caro Foragido. Um traficante, ladrão, bandido, marginal atua necessariamente fora da lei. Apenas o cidadão segue a lei. É essa a diferença entre os dois. Acho que seria um oximoro um criminoso seguir a lei. Caso um cidadão decida agir contra a lei, deixa de ser cidadão e passa a ser um criminoso igual ao que ele pretende combater.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Carmagoer na Faculdade de Direito aprendi que nem todo o Direito é Justo, ou moralmente defensável, as regras sobre armas desse país é uma injustiça, uma tirania, não pq uma pessoa desobedece uma lei q ela se torna o que pretende combater, ao longo da história tem inúmeros casos de leis injustas, se for para aplicar lei fria da lei que de desfaçam os tribunais que são caríssimos passamos a mandar petiçoes a I.A.s que emitiriam sentenças, sai muito mais barato, mas justiça não é sempre o que acontecerá.

Camargoer
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Caro Carlos. Concordo com você há uma enorme distância entre o que é legal, justou ou ético. Nem pretendo debater sobre Direito porque seria “chutolataria” da minha parte. Nesse campo, vou aprendendo com quem sabe mais. Conduto, parece-me um equivoco comparar a ação de um criminoso adquirindo armas ilegalmente com um “Cidadão de Bem” que cumpre a lei. O criminoso “não pode” continuar comprando armas ilegais porque isso seria um crime. Mas o que caracteriza um criminoso é agir contra a lei. Portanto ele irá adquirir uma arma ilegal mesmo que seja proibido por lei. Por outro lado, um “cidadão… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Foragido da KGB
2 anos atrás

Foragido, se trata de estratégia, há uma montanha de empresas e interessados no eterno desarmamento do povo. Bolsonaro e sua equipe estão combatendo não uma batalha mas uma guerra. Um passo já foi dado, o primeiro e mais importante o de liberar as armas de mão (pistolas e revólveres de novo para o povo), mas claro que virão outros passos.

Ozawa
Ozawa
2 anos atrás

Continua inconstitucional e será integralmente ou majoritariamente derrubado no Congresso ou no Judiciário, simples assim.

Alterar matérias de repercussão constitucional por mero regulamento é típico dos reacionários messiânicos. Sequer déspotas esclarecidos fariam isso.

E segue a decadência desse governo.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

É um assunto bem controverso. Mas não vislumbro alguma inconstitucionalidade clara. Talvez em algum debate aprofundado, até se constate anomalia constitucionais, mas aparentemente não há inconstitucionalidade flagrante sobre o decreto em si.

Ozawa
Ozawa
Reply to  M.@.K
2 anos atrás

Transbordar uma lei (Estatuto do Desarmamento) por meio de um decreto, criando, na verdade, o “Estatuto do Armamento”, ignorando flagrantemente o rito legislativo constitucional só pra não aprofundar muito pois as imbecilidades acachapantes e recorrentes desse governo o tornam tão raso que não reclamam debates profundos. E só por aqui.

Camargoer
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Olá Ozawa. Portanto, independente do teor do decreto, ele é inconstitucional porque apenas uma lei pode alterar outra lei, certo? Portanto, o decreto que modifica a legislação é inconstitucional por sua forma, não sendo necessário discutir o mérito? Espero ter entendido. Neste caso, é apenas incompetência jurídica mesmo.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Camargoer só nessa frase já sei que vc não entende muito de lei “apenas uma lei pode alterar outra lei, certo? “,,,,,, não pq no nosso ordenamento jurídico determinado dispositivo não tem em sei nome LEI, que ele não seja uma lei.

Camargoer
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Caro Carlos. Em questões jurídicas, eu prefiro mesmo perguntar para quem sabe mais (sabe aquela frase de caminhão “consulte sempre um advogado”? Concordo completamente). Acho que não entendi bem como o ordenamento jurídico brasileiro trata essa hierarquia na legislação. Ainda estou um pouco confuso sobre o que você comentou sobre o que seria uma lei e no que ela seria diferente do decreto presidencial. Agradeço a ajuda.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Poderia explicar com minhas palavras seria confuso para vc então peguei esse conceito de Lei, bem fácil de entender, Preceito jurídico (norma) escrito, emanado (que nasce) de um poder estatal competente (legislativo federal, estadual ou municipal ou poder constituinte) com características (ou caracteres) da generalidade (igual a todos) da coercitividade (força – imposição ou imperatividade (dever de conduta) – do Estado) e da duração (tempo de vigência). Veja que o conceito de Lei abarca uma MP e um Decreto, até mesmo uma Súmula do STJ ou STF, o Estatuto do Desarmamento dá o poder para o Presidente Junto do EB… Read more »

Camargoer
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Olá Carlos. Obrigado pela explicação. Pelo que entendi, cabe ao decreto regulamentar a lei, desde que não entre em conflito com o que diz a lei. É isso?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

não necessariamente, alguns pontos podem ser alterados por decreto como calibre, agora quantidade eu não tenho certeza se o Presidente teria esse poder,,,, e sendo assim não existe inconstitucionalidade nenhuma no decreto.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

faltou citar nesse conceito que no Brasil decretos e sumulas são leis, pois possui todas características de lei.

Camargoer
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

Olá. Entendi. Pelo que li, há um questionamento no STF sobre a constitucionalidade do decreto. Então vai ser necessário esperar mesmo o entendimento do Supremo se as alterações realizadas no decreto estariam ou não da alçada do presidente. Valeu.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Não quero entrar no mérito sobre se a liberação de armas restritas é uma coisa certa ou não. Até porque isso é um debate mais político e ideológico do que técnico. Minha posição é que tem que ser analisado com cautela e muita calma. O que me refiro é que a Lei 10828 tem um status muito semelhante à de uma lei penal em branco, isto é, ela não define o que seria arma restrita. Para isso teríamos que nos recorrer de uma regulamentação do Poder Executivo (salvo engano o R105 – me corrija, por favor) que especifica o que… Read more »

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Aquele Estatuto que foi sancionado apesar de submetido a referendo popular em que a população votou majoritariamente contra?

Leopoldo
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Inconstitucional foi o estatuto do desarmamento que não respeito o referendo popular, como também é inconstitucional a própria constituição brasileira. Se não tem capacidade para possuir armas respeite a quem tenha, não seja covarde e venha tirar a liberdade dos cidadãos.

Camargoer
Reply to  Leopoldo
2 anos atrás

Caro Leopoldo. Em que ponto a CF88 é inconstitucional?

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Caro Camargoer, no fato de ter sido elaborada por inúmeros fichas sujas. Este fato faz com que necessitemos urgentemente de uma nova e isenta Constituição.
Não pode haver legalidade em normas estabelecidas por ilegais.

Camargoer
Reply to  Farroupilha
2 anos atrás

Caro Farroupilha. Caso você esteja se referindo à “Lei da ficha limpa” sobre as condições de inelegibilidade de 2010, ela não poderia retroagir para 1986, quando foram eleitos os deputados e senadores que redigiram a CF88. À luz da legislação vigente, o congresso foi eleito legalmente, o que torna a CF88 legítima.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Claro Camargoer que retroagir uma Lei para aplicações antes de sua criação é ilegal (e absurdo). Mas a questão aqui é Moral, e de bom senso com nossos jovens e crianças. A Lei da Ficha Limpa, antes de tudo, serviu para oficializar (o que todo mundo sempre soube) da existência de políticos bandidos. Partindo deste ponto (oficial) e não hipóteses de desconfiados ou maledicentes, fica claro que nossa atual Constituição é maculada, pois teve a participação de inúmeros políticos que entraram para o esgoto de nossa História. Fica muito difícil (impossível), falarmos para nossas crianças e jovens sobre uma coleção… Read more »

IAlm
IAlm
Reply to  Leopoldo
2 anos atrás

Constituição inconstitucional.

Camargoer
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Olá Ozawa. Você poderia me ajudar a entender a inconstitucionalidade do decreto? Ele violaria algum artigo da CF88 ou foi a forma de “decreto” usado ao invés de PL ou PEC? Parece existir uma tecnicalidade bastante rígida, mas que para quem não é da área de direito fica sempre difícil de entender. De qualquer forma, não pretendo manter qualquer tipo de arma de fogo em minha casa, mas queria entender melhor o seu argumento, talvez até para defende-lo também.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Camargoer
2 anos atrás

Caro Camargoer, sim há “inconstitucionalidade” no desarmamento, pós outubro de 2005, isso sim, veja aqui,
lá no fim da Lei 10826-03…
“§ 1o Este dispositivo, para entrar em vigor, dependerá de aprovação mediante referendo popular, a ser realizado em outubro de 2005. Ver tópico (25 documentos)

§ 2o Em caso de aprovação do referendo popular, o disposto neste artigo entrará em vigor na data de publicação de seu resultado pelo Tribunal Superior Eleitoral.”
Acontece que o referendo NÃO aprovou esta lei, portanto “constitucionalmente” ele deveria ter saído de vigor já em 2005.

sbrisse
sbrisse
Reply to  Farroupilha
2 anos atrás

Dispositivo e somente um artigo de lei e não a lei inteira.O dispositivo que precisava de aprovação do referendo popular de 2005 e somente o artigo 35 da lei 10826/03, o resto entrou em vigor data da publicação. “Art. 35. É proibida a comercialização de arma de fogo e munição em todo o território nacional, salvo para as entidades previstas no art. 6o desta Lei. § 1o Este dispositivo, para entrar em vigor, dependerá de aprovação mediante referendo popular, a ser realizado em outubro de 2005. § 2o Em caso de aprovação do referendo popular, o disposto neste artigo entrará… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

Ozawa… segue o chororô da <==== ….. kkkkkkkkkkkkkkk

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alex Nogueira
2 anos atrás

Prepare o seu lenço.
As coisas vão ficar muito interessantes.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Ozawa
2 anos atrás

aí entramos numa disputa sobre constitucionalidade, eu vejo a constitucionalidade do decreto.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Carlos Campos
2 anos atrás

A constitucionalidade do decreto de Bolsonaro está no NÃO do referendo de 2005.

Samuel
Samuel
2 anos atrás

Não votei no Bozo.

Paulo Costa
Paulo Costa
Reply to  Samuel
2 anos atrás

Ta Tudo bem colega fica tranquilo … ele nao precisou do seu voto teve 10 milhões de votos a mais que o Poste kkkk

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Paulo Costa
2 anos atrás

Para vc ver, né?
Conseguiu perder toda essa ‘vantagem’ em 3 meses.
Sujeito deveria ficar quietinho, sem fazer nada como fez durante trinta anos.
Foi se meter onde não devia e não sabia.

P.S. E não foi por falta de aviso.

Reginaldo
Reginaldo
Reply to  Samuel
2 anos atrás

Também não votei no Bozo e também não votei no outro, então tô de boa, só acompanhando o show.

Camargoer
Reply to  Samuel
2 anos atrás

Caro Samuel, considerando que o voto é secreto, é indiferente em quem cada um votou, se é que votou. Caso importasse, a votação seria aberta e identificada. Não existe qualquer obrigação de coerência ideológica ou ética. Estapafúrdio ou não, o voto dispensa justificativa ou crítica.

Lucas Silva
Lucas Silva
2 anos atrás

Podem postar o decreto mais atualizado?

Camargoer
Reply to  Lucas Silva
2 anos atrás

Olá Lucas. Acho que você poderá chegar ao documento com as revisões digitanto “/retificacao-118358419”. O decreto atualizado pode ser encontrado digitando “DECRETO Nº 9.785, DE 7 DE MAIO DE 2019”

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
2 anos atrás

Estatisticamente o método de suicídio mais visado e praticado é por armas de fogo…porque a maior parcela das pessoas que tentam isso buscam por métodos que não tragam dor e sofrimento e provoquem uma morte instantânea e indolor…portanto a liberação de armas contribuirá como um facilitador e consequentemente aumentara ainda mais os índices de suicídios no país…

Eu abdico de ter esse direito pois as consequências disto só serão o agravamento de determinados problemas de nossa sociedade…

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  Oiseau de Proie
2 anos atrás

Como já comentei outro dia aqui, atendi vários casos de suicidios de civis, todos eram proprietarios de armas, todos se enforcaram e a arma ficou lá, parada…. Sei de apenas um caso de civil que suicidou-se por arma.
Campeões de suicidio por armas aqui no RS são policiais, quase todos desarmamentistas.

paulof
paulof
Reply to  Oiseau de Proie
2 anos atrás

O mais usado para suicídio é intoxicação, no sudeste são 49% dos casos.

α Tau
α Tau
Reply to  paulof
2 anos atrás

“paulof

O mais usado para suicídio é intoxicação”

E porque a intoxicação?…explique pra nós…

A sua informação não esta exatamente errada…mas eu te advirto para que se atente para não se apoiar em informações incompletas ou rasas pois vc esta lidando com um assunto demasiado complexo e delicado…

C.César
C.César
Reply to  α Tau
2 anos atrás

Quando vc diz ¨nós¨ é vc e seus outro Nicks que vc inventou para tr o ll ar aqui, né!?

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Oiseau de Proie
2 anos atrás

O suicídio por armas de fogo é o método de suicídio mais adotado nos eua…o suicídio costuma ser um ato impulsivo…o método estando a mão contribui…se os meios não estiverem a mão o impulso passa e na maior parte dos casos a vida continua… Nossos governantes não governam a favor do crescimento​ e enriquecimento do Brasil e sim a favor de seus financiadores de campanhas a fim de garantir suas futuras campanhas… Sai pilantra, entra pilantra, e o braziu é uma grande festa de pilantragens….e o pior é que invés de se unir o povo brazileiro se dividem pra defenderem… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Oiseau de Proie
2 anos atrás

Pesquise Oiseau – Vc está equivocado.

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Oiseau de Proie
2 anos atrás

O acesso as armas de fogo em regiões de fronteira ou nas regiões agrícolas demonstram o problema e ajuda a compreender a distribuição geográfica das ocorrências….Exemplo disso é o número bastante elevado de suicídios em Mato Grosso e no Amazonas…Enquanto a média nacional é de 5,2 casos por grupo de 100 mil habitantes nesses locais a taxa é de 13,6 e 11,9, segundo dados do Mapa da Violência 2017… E um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada(Ipea) sobre austeridade e saúde diagnosticou a partir da análise de diferentes estudos que as crises econômicas e o consequente aumento do… Read more »

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
2 anos atrás

Usar um fuzil dentro de casa é de um exagero cavalar, a menos que o cara more numa mansão onde você dá 30 passos da TV para o sofá. Na zona rural como é o meu caso o uso do fuzil é justificável, mas dentro de ambientes urbanos? Fala sério, só armas de cano curto, até por que ninguém anda com adesivo na testa “sou ladrão vou te roubar”. Até mesmo dentro de casa fica complicado o cara pegar o fuzil ao ouvir o ladrão mexer na porta, telhado e afins, ainda mais à noite. Agora fico estupefato com a… Read more »

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  Defensor da liberdade
2 anos atrás

Tu defende a tua liberdade, não a dos outros, né?

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Talisson Goet
2 anos atrás

Defensor da liberdade… mas só até certo ponto! Hahahahahahaha

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Talisson Goet
2 anos atrás

Meu querido, estou discutindo a utilidade prática de uma pessoa utilizar um fuzil para defesa pessoal dentro de casa e ambientes urbanos, não estou discutindo questão de liberdade.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Defensor da liberdade
2 anos atrás

Fuzil em casa só vai servir para o sujeito atirar nos pedestres que estão na calçada quando tiver furioso por ter brigado com a mulher, batido com o carro, o time de futebol perder e etc.
A chance de uma sandice dessa ser aprovada seria ZERO.
E vc não precisa ficar estupefato. É isso mesmo que vc escreveu.

C.César
C.César
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Não meça os outros por vc! A maioria dos brasileiros não é de gente estúpida e irresponsável não, camarada.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  C.César
2 anos atrás

Estamos tendo problemas em conviver com patinete elétrico.
Imagine com fuzil.

Negrão
Negrão
2 anos atrás

Essa fonte se equivocou quanto a notícia. Na minha interpretação o governo tirou com uma mão e deu com a outra, visto que proibiu para cidadãos comuns (urbanos) fuzis, carabinas e espingardas, deixando só as curtas, por outro lado liberou tudo isso na área rural, tendo somente a “posse da terra”. Já para os CACs a flexibilização foi melhor com direito a um grande número de armas. Já a questão porte expandiu esse direito a outras profissões, dando àquelas do decreto anterior como “exemplos”.

Negrão
Negrão
2 anos atrás

DECRETO Nº 9.797, DE 21 DE MAIO DE 2019 Altera o Decreto nº 9.785, de 7 de maio de 2019, que regulamenta a Lei nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003, para dispor sobre a aquisição, o cadastro, o registro, a posse, o porte e a comercialização de armas de fogo e de munição e sobre o Sistema Nacional de Armas e o Sistema de Gerenciamento Militar de Armas, e o Decreto nº 9.607, de 12 de dezembro de 2018, que institui a Política Nacional de Exportação e Importação de Produtos de Defesa. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso… Read more »

Adriano
Adriano
2 anos atrás

Acredito que o primeiro decreto foi exagerado por parte da presidência, deixando vários pontos em aberto. Essa questão de Fuzil e o limite de joules me parece que foi feita de forma precipitada. Sou policial e diferente de alguns colegas, sempre fui defensor da posse de arma para o cidadão, e porte para aquele de atendesse as devidas condições legais, na mesma proporção que se deve ter um aumento de pena para quem for pego alcoolizado portando uma arma, independente de ter usado ela para ameaçar ou atirar, por exemplo. Na minha opinião para uso civil até um calibre .40… Read more »

Juan Soares
Juan Soares
2 anos atrás

mas o .223 (versão civil do 5.56) tem uns 1290/1340 joules, de novo o governo se embolando….

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Juan Soares
2 anos atrás

A munição 5,56X45MM COMUM (NATO BALL) SS109 CBC, a qual o Fuzil T4 utiliza tem a energia de 1.780 joules na boca do cano, logo excede a energia (joules) que o governo permite. Assim sendo, esse calibre fica restrito as forças de segurança nacional.

Cidadão
Cidadão
2 anos atrás

Quem decide que arma usar dentro de cada circunstância é o Cidadão. Tem um monte sabichão pra dizer o que o outro pode ou deve fazer. Dentro dos parâmetros, 1620 J aescolha o T4 ou a Pst 40 ou a faca de trincheira, na sua casa, , sitio, fazenda ou numa via amarela, vermelha ou Brasil.

Delfim
Delfim
2 anos atrás

Na verdade, o Estatuto do Desarmamento que é inconstitucional, pois armas são assunto do Executivo, e o Estatuto se originou do Legislativo, tendo assim vício de origem.
.
O próprio Estatuto reconhece o R-105 como regulador de armas e calibres, e tal regulamento é do EB, ou seja, do Executivo.
.
Pena que policiais ainda continuem tendo status inferior à caçadores e colecionadores.
.
Lá se foi minha carabina .30M1. Tinha nada que ter posto calibre de arma longa em uso no decreto. O .30M1 já estava dentro do limite atual do R-105, só liberar nominalmente. Agora melou.

PACRF
PACRF
2 anos atrás

Diante da incapacidade do Estado: porte e posse de armas para cidadãos comuns como política de segurança pública. Será que vai dar certo?

paulof
paulof
Reply to  PACRF
2 anos atrás

Porte e posse de armas para cidadãos comuns não é política de segurança pública, é segurança pessoal, assim como o é ter seguranças (mesmo que vc tenha um cargo político).

PACRF
PACRF
Reply to  paulof
2 anos atrás

Nesse sentido, os cidadãos comuns de nosso País só terão segurança pessoal se tiverem o porte e a posse de armas. Aqueles que não desejarem ter o porte e a posse de armas estarão condenados a viverem inseguros.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  PACRF
2 anos atrás

E só armas nas mãos da bandidagem deram certo né?
Incrível a insistência de algumas vozes contra armas nas mãos das pessoas de bem.
Só não vê quem não quer o porquê desta insistência.

PACRF
PACRF
Reply to  Farroupilha
2 anos atrás

Ninguém apoia “armas na mão da bandidagem”. É obrigação do Estado evitar que isso aconteça. Ao permitir que cidadãos comuns tenham posse e porte de armas para “se sentirem seguros”, o Estado delega ilegalmente sua responsabilidade. Lugar de bandido é no banco dos réus para responder por seus crimes e atrás das grades para cumprir suas penas.

Flanker
Flanker
2 anos atrás

Cidadão comum usando fuzil é um exagero…..para autodefesa, um bom revólver ou pistola estão de ótimo tamanho. No plebiscito sobre o desarmamamento, realizado em 2005, o povo, em sua maioria (64%), disse ser contra a proibição do comércio de armas e munições no Brasil. Mas, mesmo assim, o Congresso votou e o Executivo sancionou a proibição do comércio de armas no Brasil…..à revelia da contade popular. Dizem que é pela segurança e para o bem do povo…..mas, quem disse que o povo precisa ser tutelado e conduzido pela mão?? Em qualquer democracia, a vontade do povo e Soberana!!! O que… Read more »

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Flanker
2 anos atrás

A vontade do povo é soberana, esse é o ponto!

sergio ribamar ferreira
Reply to  Carlos Gallani
2 anos atrás

Correto.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Flanker
2 anos atrás

Flanker, concordo. Um bom revólver ou pistola aliado a um bom treinamento faz muita diferença. E digo mais, uma carabina CBC de 10 tiros semi-automatica utilizando munição cal.22 Hyper-velocity, já faz um bom estrago. Lógico, a carabina já tem que vir apta a calçar esse tipo de munição, a maioria já utiliza. Para defesa de aérea rural é muito boa. A puma cal.38 também.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Ivanmc
2 anos atrás

Concordo

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Flanker
2 anos atrás

Caro Flanker: “Todo mundo que é contra as armas, Não Precisa Comprar Arma Nenhuma!!” Quem dera que fosse só isso. O problema não são as simples pessoas que são contra as armas (verdadeiros pacifistas – ótimas pessoas). Mas o problema é toda uma massa brasileira que manobra (articula) a favor do desarmamento do povo de bem, que são as empresas de segurança privada, as agências de seguro patrimonial, as organizações de segurança estatal (guardas municipais – absurdo sua criação – tremendo cabideiro), empresas de transportes de valores, até academias de defesa pessoal. O furo é muito mais embaixo, complexo… De… Read more »

sergio ribamar ferreira
Reply to  Farroupilha
2 anos atrás

Concordo com o sr. Farroupilha

sergio ribamar ferreira
Reply to  Flanker
2 anos atrás

Concordo com o Sr. Flanker

sub urbano
sub urbano
2 anos atrás

Objetivo do decreto é armar as milícias… A Polícia do RJ nunca apreendeu tantos fuzis, os milicianos que financiaram a campanha de Bonaro estão ficando sem armas e apelaram para a Famiglia.

Negrão
Negrão
Reply to  sub urbano
2 anos atrás

De onde vcs tiram tantas desinformações?