Home Noticiário Internacional Quem vai invadir o Brasil para salvar a Amazônia?

Quem vai invadir o Brasil para salvar a Amazônia?

6997
196

É só uma questão de tempo até que grandes potências tentem impedir a mudança climática por qualquer meio necessário

Por Stephen M. Walt

5 de agosto de 2025: Em um discurso na televisão para a nação, o presidente dos EUA, Gavin Newsom, anunciou que havia dado ao Brasil um ultimato de uma semana para cessar as atividades destrutivas de desmatamento na floresta amazônica. Se o Brasil não cumprisse, avisou o presidente, ele ordenaria um bloqueio naval de portos e ataques aéreos contra infraestruturas brasileiras críticas. A decisão do presidente veio no rescaldo de um novo relatório das Nações Unidas catalogando os efeitos globais catastróficos da contínua destruição da floresta tropical, que alertou para um “ponto crítico” que, se atingido, desencadearia uma rápida aceleração do aquecimento global. Embora a China tenha declarado que iria vetar qualquer resolução do Conselho de Segurança da ONU autorizando o uso da força contra o Brasil, o presidente disse que uma grande “coalizão de estados preocupados” estava preparada para apoiar a ação dos EUA. Ao mesmo tempo, Newsom disse que os Estados Unidos e outros países estão dispostos a negociar um pacote de compensação para mitigar os custos para o Brasil para proteger a floresta tropical, mas somente se ele cessar seus esforços atuais para acelerar o desenvolvimento.

O cenário acima é obviamente exagerado – pelo menos eu acho que é – mas até onde você iria para evitar danos ambientais irreversíveis? Em particular, os estados têm o direito – ou mesmo a obrigação – de intervir em um país estrangeiro a fim de evitar que cause danos irreversíveis e possivelmente catastróficos ao meio ambiente?

Levanto essa questão à luz das notícias de que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro está acelerando o desenvolvimento da floresta amazônica (60% das quais estão nas mãos dos brasileiros), pondo assim em perigo um recurso global crítico. Como aqueles de vocês com mais respeito pela ciência do que Bolsonaro sabem, a floresta tropical é tanto um filtro de carbono importante quanto um regulador crítico de temperatura, bem como uma fonte importante de água doce. O desmatamento já prejudicou sua capacidade de desempenhar esses papéis cruciais, e cientistas brasileiros estimam que condições cada vez mais quentes e secas poderiam converter boa parte da floresta em savana seca, com efeitos potencialmente catastróficos. Na semana passada, a matéria de capa da revista Economist, pró-empresa e orientada para o livre mercado, foi “Deathwatch for the Amazon”, que enquadra a questão muito bem. Para reafirmar minha pergunta inicial: O que a comunidade internacional deve fazer (ou deveria) para evitar que um presidente brasileiro equivocado (ou líderes políticos em outros países) adote ações que possam prejudicar a todos nós?

Isso é onde fica complicado. A soberania do Estado é um elemento crítico do atual sistema internacional; com certas exceções, os governos nacionais são livres para fazer o que quiserem dentro de suas próprias fronteiras. Mesmo assim, o escudo da soberania nunca foi absoluto, e várias forças foram se desdobrando por muito tempo. Os Estados podem ser sancionados por violar o direito internacional (por exemplo, desafiando resoluções do Conselho de Segurança da ONU), e o direito internacional autoriza os países a entrar em guerra por autodefesa ou quando o Conselho de Segurança autorizar ações militares. É até legal atacar o território de outro país preventivamente, desde que haja uma base bem fundamentada para acreditar que ele estava prestes a atacá-lo primeiro.

Mais controversamente, a doutrina da “responsabilidade de proteger” procurou legitimar a intervenção humanitária em potências estrangeiras quando o governo local era incapaz ou não estava disposto a proteger seu próprio povo. E, na prática, os Estados aceitam rotineiramente as infrações à sua própria soberania, a fim de facilitar formas benéficas de cooperação internacional.

Quando a pressão chega, no entanto, a maioria dos estados se ressente e resiste aos esforços externos para levá-los a mudar o que estão fazendo dentro de suas próprias fronteiras. E mesmo que a destruição da floresta amazônica represente uma clara e óbvia ameaça para muitos outros países, dizer ao Brasil para parar e ameaçar tomar medidas para deter, punir ou prevenir seria um jogo inteiramente novo. E eu não quero destacar somente o Brasil: seria um passo igualmente radical ameaçar os Estados Unidos ou a China se eles se recusassem a emitir tantos gases do efeito estufa.

Não é como se os líderes mundiais não tivessem reconhecido a gravidade do problema. As Nações Unidas consideraram a degradação ambiental como uma “ameaça à paz e segurança internacional”, e o ex-representante de política externa da União Europeia, Javier Solana, argumentou em 2008 que a mudança climática “deve estar no centro das políticas externas e de segurança da UE” e já identificaram várias maneiras pelas quais o Conselho de Segurança poderia agir para evitá-lo. Como os pesquisadores Bruce Gilley e David Kinsella escreveram há alguns anos, “é pelo menos legalmente viável que o Conselho de Segurança invoque sua autoridade sob o Artigo 42, e use força militar contra os Estados que considera ameaças à paz e segurança internacionais em virtude de sua falta de vontade ou incapacidade de refrear as atividades destrutivas que emanam de seus territórios”.

A questão, portanto, é até que ponto a comunidade internacional estaria disposta a ir a fim de prevenir, suspender ou reverter ações que possam causar danos imensos e irreparáveis ​​ao meio ambiente de que todos os seres humanos dependem? Pode parecer improvável imaginar estados ameaçando uma ação militar para evitar isso hoje, mas torna-se mais provável que as estimativas mais pessimistas de nosso futuro climático se mostrem corretas.

Mas aqui está um paradoxo cruel: os países que são os maiores responsáveis ​​pelas mudanças climáticas também são os menos suscetíveis à coerção, enquanto a maioria dos estados que podem ser pressionados a tomar medidas não são fontes significativas do problema subjacente. Os cinco principais emissores de gases do efeito estufa são a China, os Estados Unidos, a Índia, a Rússia e o Japão – quatro deles são estados de armas nucleares e o Japão é uma potência militar formidável por si só. Não é provável que ameaçar qualquer um deles com sanções funcione, e ameaçar uma séria ação militar contra eles é completamente irrealista. Além disso, é improvável que o Conselho de Segurança autorize o uso da força contra estados muito mais fracos, porque os membros permanentes não gostariam de estabelecer esse precedente e quase certamente vetariam a proposta.

É isso que torna o caso brasileiro mais interessante. O Brasil está de posse de um recurso global crítico – por razões puramente históricas – e sua destruição prejudicaria muitos estados, se não o planeta inteiro. Ao contrário de Belize ou Burundi, o que o Brasil faz pode ter um grande impacto. Mas o Brasil não é um verdadeiro grande poder, e ameaçá-lo com sanções econômicas ou mesmo com o uso da força se ele se recusar a proteger a floresta tropical pode ser viável. Para deixar claro: não estou recomendando esse curso de ação agora ou no futuro. Eu estou apenas apontando que o Brasil pode ser um pouco mais vulnerável à pressão do que alguns outros estados.

Pode-se também imaginar outros remédios para esse problema. Os Estados poderiam certamente ameaçar ou impor sanções comerciais unilaterais contra Estados ambientalmente irresponsáveis, e os cidadãos privados poderiam sempre tentar organizar boicotes voluntários por razões semelhantes. Alguns estados deram passos nesse sentido, e é fácil imaginar tais medidas se tornando mais difundidas à medida que os problemas ambientais se multiplicam. Alternativamente, os estados que governam o território ambientalmente sensível poderiam ser pagos para preservá-lo, no interesse de toda a humanidade. Com efeito, a comunidade internacional estaria subsidiando a proteção ambiental por parte daqueles que possuem os meios de fazer algo a respeito.

FONTE: Foreign Policy

196
Deixe um comentário

avatar
73 Comment threads
123 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
84 Comment authors
Marcos Ferreirajose luiz espositoMadmaxWagnermarcelo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Nenhum estado tem o direito de intervir no outro. Por que eles não conservaram suas próprias florestas? O mundo todo desmatou seus territórios, e agora cobram do Brasil a responsabilidade de manter intacto o nosso, sendo nós, o país que mais conserva florestas em todo o mundo. O pior é ver como o povo Brasileiro é CORNO e compra esse discurso dos gringos. Agora falando da questão militar, mesmo querendo, é impossível invadir e tomar um país como o Brasil, se já é difícil tomar paisecos menores que nossos estados, imagine tomar um país inteiro do tamanho do Brasil. Digo,… Read more »

Marcelo
Visitante
Marcelo

A estratégia de ocupação das potências é dividir em áreas. Cada um fica com um pedaço para pilhar e roubar. Quem participa da guerra leva um quinhão.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Esqueçam eles não nos invadirão ,nos farão um Bloqueio Marítimo e Econômico, e nos farão assinar Acordos para que eles venham explorar a Amazônia , uma porção de tolinhos que pensa que se nós preservarmos etc,nada nos acontecerá , porém eles não estão preocupados com Floresta alguma ,usam uma desculpa ,para eles Imperialistas, a explorarem !

Kommander
Visitante
Kommander

Então só porque eles desmataram e acabaram com as florestas deles, o Brasil tem que fazer o mesmo, é isso?

JPC3
Visitante
JPC3

A questão seria achar o equilíbrio, preservar a floresta e ao mesmo tempo levar desenvolvimento para as cidades da região.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Para as cidades? Simples: tirem impostos.
Pra manter a floresta e desenvolver o lugar, definitivamente não se precisa de desmatamento para além do que já foi feito, basta vetar qualquer nova área desmatada e baratear os custos de produção desses locais.

JPC3
Visitante
JPC3

Não sei, as poucas pessoas que eu conheço a opinião reclamam muito da falta de desenvolvimento e infraestrutura da região. Outra reclamação deles é a ausência do estado e da dominação por cartéis e criminosos devido a falta de concorrência.

Mas só conheço a opinião de uns três ou quatro por isso não posso falar muito.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

aí que tá, geralmente são cidades muito próximas, quando não literalmente do lado de grandes rios. Trabalhar a infraestrutura local é plenamente possível, basta que o Brasil abandone uma de suas mais estúpidas tradições, iniciada lá pelo infeliz do JK: a de transporte rodoviário, o mais ineficaz e caro de todos, só não sendo menos eficiente do que lançar foguetes.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Por Favor !

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Fernando Turatti de certa forma já é feito, com a ZFM, porém o Paulo Guedes nao gosta da mesma, eu só digo que o amazonas tem 14% do território nacional e tá bem conservado as florestas, se a ZFM acabar o povo do Amazonas tenho certeza que não vai ficar passando fome e humilhação para manter os metidos dos europeus se sentindo bem.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Para onde vai a madeira e o minério extraído da Amazônia? para a Europa e América do Norte, assim como araras, cobras e papagaios que são contrabandeados para lá.
Se eles querem acabar com o desmatamento da Amazônia bastaria boicotar a compra dessa madeira e proibir a venda de animais provenientes do Brasil.

Adler Medrado
Visitante

São um bando de hipócritas, principalmente esses europeus assexuados.

Kommander
Visitante
Kommander

O problema é a falta de fiscalização, o Ibama está sobrecarregado, e o atual presidente ainda quer desmantelar o órgão.
Fazendeiros e madereiros são o principal fator para o desmatamento na Amazônia, além dos garimpos. Faça uma pesquisa rápida e verá que grande parte dos donos de fazenda e madereiras na região norte e centro-oeste são políticos ou tem familiares no meio político, o que dificulta ainda mais o endurecimento e cumprimento das leis.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Por favor , estas completamente Por Fora ,que IBAMA ,conheces nada ,NIENTE !!

A6MZero
Visitante
A6MZero

Os países europeus tiveram grande sucesso na recuperação da cobertura vegetal, hoje há mais florestas e áreas de cobertura florestal do que haviam no inicio do século XX, tudo isso sem redução na produção e na qualidade de vida, além disso é plenamente viável uma exploração controlada de recursos inclusive a própria extração de madeira e outros recursos feita com baixo impacto ambiental e retorno financeiro.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Mais UM ! Deus me livre ,vou para por aqui ,é um pior que outro , e todos Crendo em Papai Noel, Mula Sem Cabeça ,Saci Pererê , etc e até na Estória do BOTO , PO…, ainda não entenderam que o problema é o Imperialismo ,eles usam a defesa da Floresta ,para eles a explorarem futuramente e hj nos roubarem ,vamos estudar e deixar de ser bobinhos ,defendendo o verde ,a natureza ,estas baboseiras de ONGUEIROS Vagabundos ,parei de ler , da indigestão !!!

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

No dia em que eles tomarem a Amazônia vão desmatar mais rápido do que o Brasil está fazendo. OS países ditos capitalistas (França, Inglaterra, Alemanha, USA…) só se preocupam com o que vão ganhar, nenhum está preocupado com meio ambiente.
QUAL dos países que hoje acusam o Brasil já tomou a iniciativa de fazer reflorestamentos em seu próprio solo?

Jef2019
Visitante
Jef2019

Vejo por tras 2 objetivos. Interesse nas riquezas existentes nesta regiao e ao mesmo tempo frear o desenvolvimento brasileiro…eles tão cagando montes paea indios e guaxinins. Não passa de pretexto que colou…com relação ao povo cair nessa lábia. tem que atentar que são influenciados pela grande mídia, grande parte da classe politica e pelo sistema que estão juntos a intetesses estrangeiros contra o brasil.
Agora o que espero do atual governo brasileiro e principalmente dos MILITARES é ações para reverter essa situação

Johnny Silva
Visitante
Johnny Silva

EUA se tiver que invadir o Brasil para salvar a Amazônia eles o farão! Seria para o bem de todo planeta e sua população!

jerominho do alemão
Visitante
jerominho do alemão

tem um ditado japonês que diz que “nenhum argumento justifica uma revolta, a menos que se ganhe”.

nenhum país tem o direito de invadir outro, a menos que invada pela força e mostre que manda e ponto final.

e quanto a esse direito de “não invadir”, vale também pra venezuela?

Wagner
Visitante
Wagner

Exato. Esse papo de “proteger a amazonia”é para boi dormir. Se estivessem realmente preocupados com o ambiente reflorestariam o que devastaram.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Estas certo ,se tentarem ,mostres a eles os Acordos Internacionais , para eles mudarem de ideia . Rodrigo eles não invadirão o Brasil ,mas nos farão um Bloqueio Naval e Econômico e nos tiraram Acordos para que Explorem a Amazônia para nós , entendeste !!! Qual a atitude que os nossos Militares e Políticos pensam em tomar e já deveriam ter tomado , até hoje nenhuma , a não ser darem discurso pronunciamentos ,escreverem colunas em sites ,somente escutamos BLA BLA BLA ,no Império com PEDRO II ,não tinha Parapapá ,ele sempre manteve o Império pronto para Defender-se de qualquer… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

Basta convidar empresas americanas e chinesas para participar, aí eles não reclamam.

Kommander
Visitante
Kommander

Empresas chinesas e americanas já existem na Amazônia à tempos…

JPC3
Visitante
JPC3

Verdade, mas eu quero dizer que tendo lucros eles não irão reclamar. Mas concordo que devemos preservar a floresta, porém, ao meso tempo os habitantes de lá também tem direito ao desenvolvimento e muitas riquezas devem ser aproveitadas.

Kommander
Visitante
Kommander

Se fosse para os habitantes locais explorarem, dou total apoio. Mas fica difícil competir com grandes empresas estrangeiras.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Quais empresas?

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Cite-as !

JPC3
Visitante
JPC3

Acho que você não entendeu o comentário.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Os EUA ameaçarem o Brasil? não precisa, não carece! é só eles mandarem, que nós obedecemos, sem questionar. E com um grande sorriso e satisfação. E ainda oferecemos, gratuitamente, um passeio turístico pelas nossas regiões anais.

JPC3
Visitante
JPC3

Fale por você…..

Alexandre198
Visitante
Alexandre198

E o pré-sal não foi assim?

IgorAraújo
Visitante
IgorAraújo

Quem vendeu o maior campo de petróleo até hoje encontrado (Libra), foi a Dilma, para uma empresa estatal norueguesa, a Statoil.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Não interessa quem vendeu isso ou aquilo. A verdade é que o Brasil, independentemente de quem está no poder, sempre faz o que os USA querem. Nosso pais não aguenta a mais leve pressão dos yankes.

Delfim
Visitante
Delfim

Detalhe que a Noruega possui imensas reservas de petróleo que resolveu manter intactas para vir explorar aqui.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não vai precisar invadir a Amazônia.
Basta fazer, como os europeus já estão ensaiando, boicotar produtos brasileiros que estejam prejudicando o meio-ambiente amazônico.
Simples de fazer, rápido e barato.

JPC3
Visitante
JPC3

Certamente aqueles que nunca se preocuparam com a destruição da Amazônia ou com o massacre de índios devem ficar muitos satisfeitos com isso.

Acordaram agora….

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Estas em um Surto maior que o sequestrador de Onibus !

JPC3
Visitante
JPC3

Outro vermelhinho de facebook que não tem nada para dizer….

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Pensamento Rosso é teu , como nada tens na cabeça , tenta colocar o teu Rabo em mim !

Alexandre Fontoura
Visitante
Alexandre Fontoura

Então não vão boicotar nada. Cite um produto brasileiro que esteja prejudicando a Amazônia? Só se for o mogno extraído ilegalmente e contrabandeado para a Europa.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Quem estava entregando a Amazônia era o governo canhoto, tenho visto até comentários de traidores canhotos dizendo que a Amazônia deveria ser tirada do controle do Brasil e ser internacionalizada.

Além de terem feito de tudo para impedir a integração e desenvolvimento da região também, hoje o próprio governo fica impedido de construir uma ferrovia ou de passar um simples cabo de fibra ótica para interligar o norte.

Mark
Visitante
Mark

Eu vi isso também, SmokingSnake. Vi isso em um canal americano e tinha um brasileiro falando em inglês dando a sugestão de colocar a amazônia como patrimônio internacional para impedir o Brasil se usar a amazônia, depois eu mandei se fuder.

colombelli
Visitante
colombelli

adivinha o partido destes elementos

Alexandre Fontoura
Visitante
Alexandre Fontoura

Bobagem. Você conhece a região?

Flanker
Visitante
Flanker

Hehehe….tá explicado….demorou, mas se denunciou! Kkkkkkkkkkk

Exclua-me dessa sua orgia pelas regiões anais….se vc gosta, respeito. É seu e faz o que quiser com ele….mas, não generalize seu gosto, como se fosse o mesmo de todos. Kkkkkkkkk

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Falou o cara que é tchutchuca dos russos.

colombelli
Visitante
colombelli

o tempo que q gente lambia botas dos outros como cuba, venezuela, farc, paraguai já passou so voce não viu ainda. ja foi e não volta

Daniel7440
Visitante
Daniel7440

O autor Stephen M. Walt é conhecido por suas conexões com o Partido Democrata. Vejam só como o discurso da “esquerda paz e amor” só vai até a metade da segunda página. Condenam a violência, exceto quando lhes é conveniente. Abominam a guerra, exceto quando ela é travada em defesa de seus interesses. No II Congresso de Paz de Haia, as brilhantes contribuições de Ruy Barbosa (não a toa apelidado de Águia de Haia) levaram à consagração do princípio de igualdade da soberania dos Estados, sendo todos os Estados igualmente soberanos e independentes, não importando o quão díspares fossem. Pelo… Read more »

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

atire na mensagem, não no mensageiro! É um texto bastante interessante para pensar desdobramentos geopolíticos e militares de uma catástrofe já anunciada!

Kommander
Visitante
Kommander

Não adianta, sempre aparece esses fakes aqui. Pessoas com nicknames desconhecidos misteriosamente aparecem sempre por aqui quando o tema envolve mais política do que militarismo. E o que o cara faz!? Só vem deixar o ambiente tóxico com fake news.

Daniel7440
Visitante
Daniel7440

Kommander, não entendi seu comentário. Só porque eu não tenho o hábito de comentar aqui significa que minha intervenção tem menos relevância que a sua?

“Pessoas com nicknames desconhecidos”, ora meu caro, você quer o quê? Que eu me apresente? Quer uma cópia da minha identidade, autenticada em cartório? Qual é o procedimento pra você, autoridade deste fórum, decida que eu posso comentar?

E onde eu falei fake news? Você tem alguma comprovação do que diz?

C. César
Visitante
C. César

Daniel, como o Kommander é um dos muitos Nikcs de M a v esquerdistas ¨comentando¨ aqui ele acha que todo mundo é igual a ele.
Ele segue à risca o mandamento: ¨Chame os outros do que vc é!¨

Alexandre Fontoura
Visitante
Alexandre Fontoura

É um amontoado de bobagens. Vivo no Amazonas, em Manaus. Aqui, em 350 anos de “ocupação branca”, 97% da Floresta está preservada, comtodas as cidades, agropecuária, hidrelétricas e estradaa construídas. Moro em Manaus e conheço a maior parte dos 62 municípios do Amazonas. Tem desmatamento e sérios conflitos por terra no Sul e no Oeste do Pará. Basta vontade política para resolver. Escrevem muitas bobagens sobre a Amazônia.

colombelli
Visitante
colombelli

nada como ouvir quem conhece. Esta ai é a verdade senhores, não a mentira manipulada da esquerda que quer criar o caos e prejudicar o Brasil. Alguem ainda não entendeu porque o diretor do INPE foi removido? faz parte de um aglomerado de elementos que vivem de criar pânico. Quem duvida, voe sobre a amazônia. São centenas de km de mato fechado. O Brasil é sim exemplo de preservação. Mais de 605 do território nacional está nesta condição

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Então se estes Países de vagabundos estivessem interessados em Preservação , deveriam Endeusar o Brasil,mas em contrário, nos acusam , ainda não entenderam o porque ??

colombelli
Visitante
colombelli

o mensageiro diz tudo sobre a motivação e a fundamentação da mensagem.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Igualdade entre Estados ! Somente entre Estados que possuem Força , países que se defendem com Papo como o nosso , estão fora ! Vamos lá um País que gasta em Defesa o que gastamos e que suas FFAA estão nas condições que as nossas estão e, continuando a adiar investimentos , menos os Privilégios e Vantagens da Oficialidade, brinca com Defesa . Quando pensamos em 2a Esquadra , a 1a estava no bagaço porém , os efetivos da Marinha subiram de 50 para 80 mil homens , aqui se começa pelo fim . Temos muitas unidades militares para precisarmos… Read more »

Caique Lua
Visitante
Caique Lua

Não precisa gastar dinheiro invadindo não gente, só empurrar umas sansões políticas/econômicas que o Brasil de destrói todinho…

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

É um cenário catastrófico, mas possível. Quando é dificílimo de prever, uma vez que vastas são as variáveis no quesito planeta, além dos avanços tecnológicos totalmente imprevisíveis, mas o fato é que estamos a aquecer o planeta e que existe uma relação bastante demonstrável e palpável entre emissão de gases poluentes e tal aquecimento. O Brasil de fato não é nem de longe uma potência militar global, aliás, nós patinamos muito pra ser até mesmo a maior força local, numa região com países pequenos e pobres. Já argumentaram acima que “o Brasil não pode ser invadido”, mas isso é um… Read more »

Markus
Visitante
Markus

O ser humano não tem capacidade de interferir no clima do planeta.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Ah pronto, agora chegou a trupe dos terraplanistas.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Pelos seus downvotes são pelo menos três!

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Rapaz, eu to até que satisfeito que a grande maioria não vai nessas loucuras. São as pequenas vitórias do dia a dia: o brasileiro em sua maioria não é antivaxxer, não é terraplanista, nem negacionista do aquecimento global. Acho que já temos problemas demais pra ainda por cima sermos malucos.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Isto todos sabemos e eles mais ainda, então o Fake existe para que ? certamente cultivam um Pretexto. Lembram de Saddam Roussein , antes de o atacarem ,fizeram a sua Caveira , e certamente muitos aqui apoiavam pois acreditavam nas Mentiras que criaram contra ele ,não é ?

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Não necessariamente não existe essa relação de aumento de gases e aquecimento global.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

A 130 anos venho colocando , somos uma Nação republiqueta de Castas, elas tomaram o Poder , com elas seus Privilégios e Vantagens têm Prioridades ,os Interesses da Nação somente depois que estas Castas são Servidas ,pergunto , o quanto poderíamos fazer com as Pensões de Filhas de Militares ? De Juízes ? Um Estado com o Tamanho necessário , se as Aposentadorias das Castas fossem dimensionadas como em outras nações , e se estas Castas fossem Patrióticas ,mas não todos vivem fazendo viagens a Orlando e chamando a Florida de Flórida , quem me aqui por várias vezes leu… Read more »

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

desculpem não fiz correções .

Daniel7440
Visitante
Daniel7440

Acrescento: o território compreendido pela Amazônia legal perfaz uma área de 5 217 423 quilômetros quadrados, correspondente a cerca de 61% do território brasileiro.

Se algum outro Estado, como os EUA ou os europeus, desejam tão ardentemente ver a floresta integralmente preservada, recomendo que eles próprios deem o exemplo e convertam 60% de seus territórios em mata fechada também.

Quando fizerem isso, prometo publicamente que serei ardoroso defensor da causa da preservação amazônica.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Você leu errado. Esse é o percentual da floresta que é do Brasil, não o percentual do nosso território que é floresta. A floresta ocupa ligeiramente menos de 50% do nosso país.

Daniel7440
Visitante
Daniel7440

Prezado, a superfície do território brasileiro é de 8 515 767,049 km². Destes, 5 217 423 km² são da Amazônia legal.

Explique-me, por gentileza, como é que 5 milhões ocupa “ligeiramente menos de 50%” de 8 milhões.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

aparentemente a nossa definição de amazônia legal difere de fato do bioma amazônico. Aí está o engano. Amazônia legal pura e simplesmente se refere a uma divisão política do Brasil, enquanto floresta amazônica de fato se refere ao bioma. De qualquer modo, está incorreto crer que a “Amazônia Legal” seja de fato a quantidade de floresta amazônica no país.

Alexandre Fontoura
Visitante
Alexandre Fontoura

Errado. A Amazônia Legal corresponde, sim, a 61% fo Território Nacional e inclui diversos ecossistemas, como a Floresta Amazônica, os Campos Gerais e o Pantanal do Mato Grosso. A Floresta Amazônica representa 26% do Território Brasileiro e está em sua maior parte concentrada nos estados do Amazonas (onde está 97% preservada) e Pará.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Depois que infelizmente criaram esta tal Amazônia Legal , fizeram o favor a Ongs e aos Interesses estrangeiros de chamarem Mato Grosso , Tocantins , Rondonia e até Roraima de Floresta Amazônica , e a Burrice continua ,o Governo Brasileiro deve de imediato acabar com esta Amazônia Legal , criada para estender os Incentivos Fiscais da Amazônia e esta nos criando problemas !

Gustavo
Visitante
Gustavo

Além disso poderiam, principalmente os Europeus, questionar as florestas da Rússia. As maiores do mundo, e seus impactos no clima global.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Pois é meu amigo,apenas te esqueces que a Rússia é a Rússia e o Brasil é o Brasil , a Rússia sempre se preocupou com Defesa e nós aqui com Privilégios e Vantagens, lá aparece dinheiro para as necessidades da Nação , aqui muito mais , porém para as Necessidades ,Privilégios e Vantagens de Nossas Castas ,o Brasil não tem ELITES e sim Castas !

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Nenhum estado tem o direito de intervir no outro, mas, sabemos que na prática não é bem assim.
Estes países trabalham com o conceito de defesa nacional e estratégica muito melhor que um certo país maravilha da América do Sul.
Se, o desmatamento da Amazônia for tratado lá como interesse nacional, babau para o Brasil, invasão na certa.
O EB, não vai dar nem para primeira semana.

Marcos
Visitante
Marcos

Como o colega acima já explicou, é apenas um democrata escrevendo o que está em seu íntimo, com a condição de estar assegurado das críticas pelo simples fato de que ele é considerado um “intelectual”.

É apenas um democrata escrevendo um texto para justificar uma guerra por recursos naturais, uma Lebensraum ecológica. Não é por menos que Enéas Carneiro justificava a criação da biribinha atômica made in Brazil como um meio de dissuasão necessário para um futuro de incertezas.

Enquanto estivermos dormindo em berço esplêndido o nosso futuro será recheado de incertezas.

Kommander
Visitante
Kommander

Engraçado que você fala em GUERRA, mas não lembra que o atual presidente republicano dos EUA está doido procurando guerra com o Irã para aquecer a indústria armamentista e evitar a queda do dólar. rcrcrcr

colombelli
Visitante
colombelli

sabemos bem a serviço de quem este elemento da esquerda americana está. Será coincidência o texto sair agora? e so pra lembrar aos amigos ja tem outro deles aqui tentando criar o caos com pasteis de vento das mensagens vazadas. Campanha orquestrada. Mas pifia

Daniel7440
Visitante
Daniel7440

Indo mais além: com a expansão predatória da China sobre países africanos e sulamericanos (vide Peru e Argentina) e o barril de pólvora que é a Venezuela, que concentra interesses chineses, russos e americanos, será que já não passou da hora dos nossos ”ilustres” oficiais generais se tocarem de que nossa estratégia de defesa tem que ser pensada em uma perspectiva global, e não meramente regional?

Se defender dos estados falidos da América Latrina é chutar cachorro morto. Temos que estar prontos pra nos defender de agressões externas, inclusive de potências globais.

Kommander
Visitante
Kommander

Até que enfim você fez um comentário sensato. É sábio que na AL ninguém tem exército pra peitar o Brasil. Precisamos nos preparar para agressões globais, mas para os generais, o dia que o Brasil for invadido os EUA vão nos defender. Então temos que depender pra sempre dos EUA!? E se o agressor for os EUA? Se tratando de sobrevivência, é cada um por si.

MFS
Visitante
MFS

Os EUA dificilmente atacariam o Brasil , eles nos vêem como o mais importante elemento de estabilidade na América do Sul , a potência regional natural por aqui. Além disso há muitos investimentos americanos por aqui , empresas, filiais, ações , etc. Esta paranóia com os EUA é ridícula. Atacar o Brasil seria jogar um mercado de 210 milhões de pessoas nas mãos da China. Somos historicamente aliados dos americanos e os militares de la nos vêem dessa forma. Participamos com a FEB na WWII, fomos convidados a participar da guerra da Coréia e do Iraque, e até a entrar… Read more »

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Apenas que os EUA podem liderar ou fechar os olhos para isso , e tirar proveito após. Nossos Generais , mesmo quando tiveram todas as Oportunidades nada fizeram pela nossa Defesa , o próprio Pres Geisel tinha um Lema , Desenvolvimento com um Mínimo de Segurança e Defesa ,esta aí quebramos a cara , nossos Generais , quando se manifestam é com Bla Bla Bla de Preocupação ou sobre as Vantagens das outras Castas sobre a deles , mas como Povo e Defesa nada , nenhuma preocupação !

João Souza
Visitante
João Souza

O Brasil precisa de armas nucleares pra ontem. Elas são o “seguro” do mundo infelizmente.

Marcos
Visitante
Marcos

Levando em consideração o argumento energúmeno de que a proteção da Amazônia é uma necessidade para a sobrevivência do “planeta”; vamos aplicar o mesmo peso e a mesma medida em relação aos países com arsenais nucleares?

Os Estados Unidos possuem cerca de 6 mil ogivas capazes de deixar um continente despovoado, a Rússia idem.

Quando é que vamos criar uma coalizão internacional para invadir os Estados Unidos no intuito de proteger o futuro das nossas criancinhas?

Alexandre Fontoura
Visitante
Alexandre Fontoura

Quanta bobagem escrita neste artigo. O que não sign8fica que potências estrangeiras não tentem invadir. Só que não para salvar. A Amazônia não precisa ser salva.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Bobagem também é Crer em Invasão ! Nunca invadiriam pois não são Otários, sabem que podem fazer Bloqueios Navais e Econômicos , então conseguirão de nós Acordos e Vantagens na Região !

Thiago Aiani
Visitante
Thiago Aiani

Considero um cenário muito pouco provável, porém possível , sobretudo medidas coercitivas . O Direito não existe, não existe nenhum direito natural, só pode existir através de uma instituição/organismo que tenha a força para respaldar e fazer que seja respeitado. Direito sem força é letra morta para masturbação intelectual. Nesse cenário são úteis e sempre atual as palavras do Almirante Mário César Flores : “convém que o nosso poder militar – não podemos pretender vencer uma potência grande num conflito clássico -, pelo menos faça com que custe caro, aumente o patamar de risco de sua atuação militar, ela faça… Read more »

André
Visitante
André

Quem salvou o Brasil de ser invadido foi o Bush, que fraudou a eleição contra o Al gore, este que na campanha dizia que a amazonia não era do Brasil e que nos estavamos destruindo a floresta e etc. numa época que nem tinha Bolsonaro pra justificar isso, e o FHC traidor já deixou as ffaa acabadas e deixou o SIVAM com os americanos pra facilitar a futura invasão, além de assinar o TNP sem pedir nada em troca, sorte nossa e azar do Iraque que entrou o Bush!

MFS
Visitante
MFS

O Sivam é operado por brasileiros , não existe um botão nas mãos deles americanos para desligar os radares. Houve uma licitação e seriam os americanos ou franceses. Sem histeria.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Muito difícil uma ação militar contra o Brasil por causa do desmatamento, talvez se o Brasil, em um hipotético cenário deixe de ser uma democracia e além de desmatar esteja tentando expandir suas zonas de influência na América Latina através da força como um Irã da vida é no oriente médio, ai sim pode rolar uma estratégia com força militar.

Agora na realidade, sanções e boicotes são bem prováveis assim como o rebaixamento na cooperação e diálogo estratégico, mas isso no meu ver só viria da Europa e não dos EUA.

Thiago Aiani
Visitante
Thiago Aiani

Um exemplo , a Índia quando presidente Bill Clinton impôs sanções econômicas como respostas aos testes nucleares , inclusive cortando toda a ajuda militar e econômica, congelando empréstimos de bancos americanos a companhias estatais indianas, proibindo empréstimos ao governo indiano para todos, exceto a compra de alimentos, proibindo a tecnologia aeroespacial americana e as exportações de urânio e não satisfeito queria tambem boicotar todos os pedidos de empréstimo feitos pela Índia às agências de empréstimos internacionais. E nada adiantou, as sanções mostraram-se ineficazes – a Índia estava em um período de forte ascensão econômica e seu comércio com os EUA… Read more »

Augusto L
Visitante
Augusto L

No meu ver com qualquer pressão estrangeira o Brasil vai tomar um jeito, a população brasileira é de acordo com a preservação da Amazônia e não concorda com o desenvolvimento desenfreado da Amazônia.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

A Amazônia tem uma parcela insignificante no sequestro de carbono, isso não se fala muito mas quem mais armazena carbono, de longe, são os oceanos.
comment image

Daniel7440
Visitante
Daniel7440

Esse papo de Amazônia é pano de fundo pra interesses políticos de duas vertentes:

1- Por um lado, as grandes potências têm interesse em explorar os recursos econômicos lá localizados.

2- Por outro lado, a esquerda paz e amor quer conservar a floresta pra ficar de consciência limpa enquanto consomem entorpecentes e fazem ”bundaço” contra os governos de direita (que se multiplicam, não a toa)

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Outro detalhe é que floresta é feita literalmente para absorver energia solar e tem um albedo muito baixo. Se plantassem outra Amazônia no deserto do Saara a temperatura do planeta aumentaria…. então esse sensacionalismo todo que dão à Amazônia contra o aquecimento global não faz lá muito sentido.

carcara_br
Visitante
carcara_br

Rapaz acho que você está simplificando demais o balanço energético da floresta e confundindo como a energia absorvida acaba por se transformar em calor, trabalho e por fim elevação de temperatura.
Forneça 1cal a um grama sílica e 1 cal a um grama de água e veja que a variação de temperatura não são iguais nas duas situações e adicione uma camada de complexidade extra já que não se trata do aquecimento direto da superfície, mas da camada de ar acima dela…

Thiago Aiani
Visitante
Thiago Aiani

Tambem correto, mas para a falácia popular/mediática pouco importa . O importante é fazer uma terrorismo psicológico sobre os eleitores/cidadãos para que sejam mais compreensíveis e justifiquem qualquer medida a ser tomada. Não é necessário mentir ,é suficiente reportar retalhos da verdade, é suficiente omitir coisas óbvias como o fato de que alguns países desenvolvidos, como nos Estados Unidos, uma pessoa consome em média 575 litros de água, enquanto em países subdesenvolvidos a maior parte dos habitantes convive com apenas 15 litros por dia, o que revela as grandes desigualdades econômicas e sociais existentes ao redor do globo.O país detem… Read more »

Jacinto
Visitante
Jacinto

E a principal fonte de oxigênio são os Filoplanctons, que habitam os mares.

Alexandre
Visitante
Alexandre

Exatamente! As algas nos oceanos têm muito mais importância como “pulmão do mundo”, do que a Floresta Amazônica que, aliás, produz muito gás carbônico também, por conta da deterioração de matéria orgânica. Quer ver a Floresta Amazônica produzir muito oxigênio? Corte muitas árvores, de maneira planejada, não rente ao solo, mas na altura de um homem em pé, por áreas e não indiscriminadamente. Depois, passe para outra área, permitindo que a primeira área se reconstitua, isso irá produzir mais oxigênio, pelo crescimento da nova floresta.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Floresta Velha não Sequestra Carbono , renovação de Florestas sim e Agricultura Idem ,as plantas precisam de carbono para crescerem , então a Agricultura é grande no sequestro de carbono da atmosfera , e depois isto de Carbono , Aquecimento , Mudanças Climáticas não passa de motivos para Colocarem Coleiras em alguns países como o nosso !

Fred
Visitante
Fred

Parabéns. 7 meses de desgoverno, de destruição da ciência e do meio ambiente. De censura e demissão de quem traz dados sobre desmatamento. O resultado é esse aí. Um país que vota na ONU junto com Arábia saudita e Indonésia. Sem crédito internacional nenhum. Que quer colocar filho de presidente no lugar de diplomatas de carreira. Com presidente que cancela agenda com ministro francês pra cortar cabelo fazendo live. Sanções econômicas são questão de tempo. Se as potências estrangeiras vão tomar o que é nosso através de privatizações quase de graça ou se a Amazônia será internacionalizada por incapacidade de… Read more »

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

O choro e a desinformação gratuita continuam livres!!!🤦🤦🤦

Augusto L
Visitante
Augusto L

Pelo menos não vota a favor de China e Russia como antes.
Para seu entendimento o Chile e o Japão votaram como o Brasil no conselho de direitos humanos da ONU.

Alexandre
Visitante
Alexandre

Muita bobagem dita. Não é só o governo que questiona a validade dos dados do INPE sobre desmatamento. O maio acadêmico também:

https://www.gazetadopovo.com.br/republica/professor-alexandre-patriota-usp-questionamentos-dados-inpe/

Colombelli
Visitante
Colombelli

Quando ficaram 14 anos saqueando o país, enriquecendo empreiteiros e corruptos, e enlameando o nome do Brasil se unindo aos parias, e lançando o pais na sua maior crise voce aplaudia. Não tem moral.pra criticar.
A despeito de voces o país está se “endireitando” e voltando ao rumo. Sonha com o caos que não virá.. E chora que a gente adora.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

FRED esta te faltando Um Carequinha !!

Marcelo Lemos
Visitante
Marcelo Lemos

Prezados, esse cenário parece contos da minha avó. A Amazônia legal tem mais de 5.000.000 milhões de quilômetros quadrados. Como invadir um bioma deste tamanho???? Vietnã tem 331.210 KM o Tio Sam ficou lá por 20 anos de 1955 a 1975 sendo os anos de 65 a 70 a era mais sangrenta. Despejaram la mais de 300 toneladas só de Bombas de Napalm sem falar as demais, fora ”agente laranja”, bombas de fragmentação e bombardeios maciços de B52 em todo O vietnã e parte do Camboja e que aconteceu???????? Sem falar no Franceses que ocuparam antes e se lascaram…. Desata… Read more »

tomcat4.0
Visitante
tomcat4.0

E olha que na Amazônia a surra seria trocentas vezes pior pois o EB domina aquilo ali e quem acha que ali seria um passeio pros players grandões( como bem lembrado por vc Marcelo ,tecnologia e superioridade do tio Sam adiantou nada no Vietnâ),kkkkk, ledo engano pois tem índios nas fileiras do EB ali e a escola mais foda de guerra na selva está ali o “CIGS “. Nada mais a declarar.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Onde aprendeste tamanha baboseira ??

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Marcelo Lemos muitos como você ,são desinformados por nossas Castas , entre estas a dos militares, que temos como Defender a região com nossas Tropas de Selva a melhor do mundo, grande parte do brasileiro acredita em Papai Noel , por isso temos castas que vivem no melhor ´Padrão do Mundo , e o Povo em um dos Piores . O dia que partirem contra o Brasil apenas nos farão um Bloqueio Naval e Econômico,em pouco tempo enviaremos Diplomatas que assinaram Acordos e Tratados ,os cedendo a região para Exploração ,na Volta estes Diplomatas junto com o nosso Governo ,… Read more »

Zorann
Visitante
Zorann

É isso aí… É só continuarmos gastando quase 90% do orçamento de Defesa com folha de pagamento, que o cenário do primeiro parágrafo ficará cada vez mais convidativo

Um país que gasta uma fortuna em defesa e não tem a menor capacidade de se defender, vai zelar pela integridade de nosso território como?

Pedro
Visitante
Pedro

Troque “Newsom” por “Macrom” (ate rima!) e EUA por França, e ja estamos indo para o quadro acima. Só que o tal escritor esquece de uma coisa: o que é mais vital para o mundo, as arvores da amazônia ou os cereais/grãos brasileiros? Pq depois que o Brasil peitou os “bixos grilos” a nível mundial, nenhum governo ousou fazer algo contra o Brasil, a exceção de uma nação europeia que anda blefando ultimamente? Simples, pois o Brasil tem um poder tão forte ou maior do que o Petróleo ou o $, que se chama comida! Depois de 6 meses no… Read more »

Colombelli
Visitante
Colombelli

Positivo. Temos a maior extensão de areas agricultaveis e ate 2050 a produção tem que dobrar pra alimentar 9 bilhões. Temos uma fonte de poder e temos que começar a usar este poder sobretudo contra subpotências fracassadas que não vivem sem os EUA dando escora e cuja decadência ja é evidente.

tomcat4.0
Visitante
tomcat4.0

Pedro, comentário irretocável, parabéns vc foi na veia !!!

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Para gerar polêmica: alguém acharia aceitável ver seu filho morrer em combate pela “nossa amazônia”? A vasta maioria dos brasileiros não recebe nenhum benefício da exploração da floresta, que é em grande parte ilegal ou irregular e não gera nenhuma coleta de impostos. Para piorar, o desmatamento amazônico altera o regime de chuvas do sudeste e centro-oeste, com secas e óbvios prejuízos. Então, morrer para salvar o que? o status quo de grileiros, madeireiros, alguns falsos índios, políticos canalhas, o ranário do Jader Barbalho (alguem se lembra?), a SUDAM? De qualquer forma, não acredito em invasão. É muito mais barato… Read more »

Thiago Aiani
Visitante
Thiago Aiani

Também não acho aceitável, mas não acho aceitável perder/ ceder a soberania sobre metade do território brasileiro. Próprio por isso, para não perder nem um nem o outro, é necessário um poder dissuasório que inviabilize o custo-benefício de tal empreitada. Uma guerra como Vietnã é uma loucura, não só acho um cenário pouco provável, mas comportaria um sacrifício alto demais para o povo brasileiro, que essencialmente é um povo ocidental e já sensibilizado no tema. Não somos vietnamitas, não acredito que suportariamos esse sacrifício.

pangloss
Visitante
pangloss

Paddy Mayne, você chegou ao ponto certo: ninguém faz guerra se puder atingir seus objetivos por outro meio menos custoso.
Ocupar o Brasil é muito caro. Fica muito melhor, para o candidato a invasor, pagar uns pixulecos para o governante (?) da vez.
Sem falar que boa parte da população brasileira ficaria muito satisfeita em ser colônia de alguma potência estrangeira – sobretudo EUA ou China, conforme os grupos de fanboys.
Talvez até acordassem a divisão do território brasileiro entre si, para ter lugar para todo mundo nesse colonialismo.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Melhor ser obrigado a ler isso que ser Cego !!

Jef2019
Visitante
Jef2019

É so ver um pouquinho a pressão que alemanha e França fizeram recentemente na questao ambiental ao Brasil para enxergar que não trata-se apenas de um sonho americano…varias potências estão de olho nisso…e quem pensa que a ONU vai defender a soberania do brasil contra eventual agressão fumou algo muito louco…não esperem nada de bom de lá também…o Brasil está só nessa…parabéns aos governos que tivemos e principalmente aos generais e comandantes militares que deixaram chegar nessa situação. Perdemos a soberania e não temos aparato militar para desistimular aventuras de outros paises aqui. O presidente Macron da França propôs um… Read more »

Alessandro
Visitante
Alessandro

Mas quem disse que americanos, europeus e asiáticos já não invadiram a Amazônia? Já estão aqui dentro nos sabotando em parceria com vários políticos brasileiros, há muito tempo, e tem nome, ONG (organizações não governamentais)

Leiam o livro “Psicose ambientalista” de Dom Bertrand, é uma riqueza de detalhes sobre como funciona essa fábrica de ecoterroristas.

Jef2019
Visitante
Jef2019

Perfeito Alessandro…a questão agora é como sair dessa.

Renato
Visitante
Renato

O curioso destas argumentações é que quetem preservação da floresta e nenhum país fala em replantio, formação de areas verdes.
Se plantarem agora em 2023 já teremos grandes florestas no mundo todo.

Acho que existem varias outras razões que não estão claras.

Este angu tem caroso

Demetrius
Visitante
Demetrius

Mas este blog já foi bem melhor, a linha que passou a adotar ficou lamentável…

Qiko
Visitante
Qiko

A questão é bem simples e direta !
Não adianta tentar fugir da (nova ordem mundial)
O Brasil está nos planos deles…
É só questão de tempo

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Se eles querem que a floresta fique preservada tudo bem, portanto que eles ajudem a arcar com os custos, mas só por garantia o Brasil devia aumentar as tropas e fiscalização na região, além de desenvolver uma indústria militar poderosa só para garantir.

Augusto
Visitante
Augusto

O autor conseguiu mostrar que é cínico e covarde do começo ao fim do texto. Primeiro, deixa claro que nem de longe o Brasil está entre os maiores países produtores de gases poluentes e que quem atacaria o nosso país “para salvar a humanidade” seria justamente um dos grandes poluidores; segundo, diz que várias nações do globo poderiam ser atacadas sob o pretexto ambiental, mas aponta o Brasil como “o caminho mais fácil a ser seguido” justificando descaradamente que se trata de nação sem armas atômicas, diferentemente de China, EUA, India e Rússia.

Oseias
Visitante
Oseias

Hora de desenvolver nossa bomba nuclear.

Control
Visitante
Control

Srs O Tio Trump nem acredita no aquecimento global e é contra as medidas de combate a emissão dos gases de efeito estufa. Portanto dele, nem se deve esperar qualquer medida a favor da manutenção das florestas. Por outro lado, economicamente, nem interessa aos americanos invadir a Amazonia, até porque, com um pouco de dinheiro eles obtêm dela o que desejarem quanto a recursos da biodiversidade; Recursos, aliás, que nem tem sido do interesse dos brasileiros que ficam agarrados a exploração de madeira, minerais e, eventualmente criação de gado (desmatando, para tanto). O risco de perda de soberania sobre a… Read more »

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Estranho! Não ouvi essa gritaria toda pela Amazônia no Governo do PT. e olha que desmatamento e queimadas sempre existiram! Como bem disse nosso Presidente: “O Governo agora é outro, aceitem que doi menos!”

Wéner Assis
Visitante
Wéner Assis

O Brasil so tem imbecis no cenario politico, seja na direita ou na esquerda.

ODST
Visitante
ODST

O autor só esqueceu que grandes potências militares nascem da necessidade de protegerem sua soberania e interesses, e portanto não seria nada inteligente duvidar da capacidade do Brasil em se tornar a próxima grande potência caso surja a necessidade de se proteger no futuro.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Eles deviam antes de impor algo Brasil, tentar reflorestar a Europa, a América do Norte, o Japão, principalmente a Alemanha e a França dois países que não tem moral nenhuma de exigir nada à ninguém,,,,,, quanto a uma intervenção exterior no Brasil, não daria certo, o Brasil no máximo ia perder sua pouca infra estrutura mas uma permanência de tropas aqui seria um suicídio, iam morrer milhares de gringos, os custos de vidas e equipamentos para os estrangeiros seriam enormes, Iraque e Afeganistão não seriam nada comprados ao Brasil.

Diego
Visitante
Diego

Devemos ter armas nucleares. Quem vai tacar bomba na Amazônia? É o alibi perfeito.

Benjamim
Visitante
Benjamim

Por que não reclamam da poluição industrial da China? Por que não fala das usinas térmicas europeias que queimam carvão e gás natural? Esse é mais um texto tendencioso que que pôr a cultura de desenas de anos de desmatamento em um governo de poucos meses. Faça-nos um favor e pare de engrossar o coro dos outros e contribua com soluções e não só críticas e ameaças.

Romão
Visitante
Romão

Porque a China tem armas nucleares.
Mais cedo ou mais tarde, grande parte do território brasileiro será invadido e administrado por um consórcio de nações estrangeiras. Os governo e os militares sabem disso desde a década de 1970.
.
Resta saber se alguém está realmente está disposta a morrer pra defende-lo.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Quem é Stephen M. Walt? O que é Foreign Policy?

colombelli
Visitante
colombelli

ele é mais um infiltrados a serviço de gente daqui apoiando a nossa “oposição” de forma oportunista com pasteis de vento. Isso so deve servir pra darmos um troco ainda mais contundente ano que vem na eleição.

Marcius
Visitante
Marcius

Olha já tá dando raiva dessa ladainha contra o Brasil, sendo que as grandes potências são as grandes poluidoras do planeta, combustível fóssil, carvão, etc, e a culpa do clima é sempre do Brasil? Tenha santa paciência! Já tá enchendo o saco! Invade a Rússia então,a China, a Índia, ué? Mais aí vai ser suicídio para todo mundo, joga uma nuclear na Rússia, a Rússia joga outra nos EUA, pô!, mas ai destruir o país dele não pode né? Com todos problemas que temos, somos o que mais tem florestas preservadas e poluímos muito menos que eles. Essa campanha contra… Read more »

Johnny Silva
Visitante
Johnny Silva

Não vejo problema algum do EUA invadir o Brasil! Se eles invadiram o Iraque e tantos outros países afora, porque não o Brasil? Seria para o bem do povo brasileiro, nada mais que isso! EUA melhor do que ninguém sabe o que é bom para o mundo! Eu apoio!!!

MARCELO LUCAS DE MESQUITA
Visitante
MARCELO LUCAS DE MESQUITA

Não faz diferença se desmatamos ou não a amazônia,mas se teremos condições de repelir qualquer agressão.O mundo pouco se importa com o brasil…somos recursos ,não somos outra coisa na visão deles.

colombelli
Visitante
colombelli

Um civil que não tem minima noção do que é uma operação militar falando uma sandice tendenciosa e ridicula. Ele não lembra do Vietnã? o Vietnã cabe dez vezes no estado do Pará. Ele acha que invadir e manter uma área do tamanho de um continente é um estalar de dedos. Fanfarrão. Este sujeito andou fumando algo muito ruim. Certamente consequência do maior controle na fronteira que deve estar barrando o “material de primeira” do Mèxico. Tem tantos civis que nos brindam aqui com comentários brilhantes, elucidativos, com conhecimento de causa. Será tão dificil assim o cidadão se informar um… Read more »

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Não confie que tropas de selva resolverão nosso problema, seremos invadidos pelo litoral, não vai haver guerrilha de selva ou Cerrado. Outra coisa, no Vietnan eles resistiram por anos pq recebiam apoio pelo norte da China e União Soviética, aqui não vai ter isso, derrotou nos grandes centros urbanos acabou, nosso povo não tem tradição de uso de armas, somos bons em passar os conterraneos pra trás, a tal da latinidade. Como não nos interessamos, por décadas, em possuir defesa agora ficamos a mercê de quem fêz o dever de casa. isso deveria servir de alerta para as autoridades criarem… Read more »

colombelli
Visitante
colombelli

Spice. Dominar um pequeno setor da amazônia não adiantaria de nada estrategicamente. Teria que dominar tudo. manter um setor de um pais e deixar o resto é expor tropas sem finalidade. Os EUA não conseguiram controlar o Vietnã que é umas 20 vezes menor do que a Amazônia ou mais a despeito de terem lá posto mais de 500 homens e do largo apoio aéreo mesmo depois de dez anos. No Iraque tiveram problemas de suportar tropas com estradas e ampla possibilidade de apoio aéreo. As linhas de suprimento eram de dezenas de km. Na Amazônia as linhas de suprimento… Read more »

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Interessante, sempre estou de ouvidos abertos, mas na questão do apoio nosso litoral estará bloqueado, e a ajuda de uma potência antagônica ao nosso inimigo viria pela amazonia ocidental ? Venezuela ? acho um pouco difícil. O assunto é interessante e complexo. Nesse caso hipotético de invasão (tudo aponta para uma coalizão ocidental) só nos restaria apoio da Rússia e China, e pra dificultar, nossos equipamentos ‘calçam’ munição que eles não fabricam. Eu, se quisesse tomar o Brasil, viria pelo mar, depois que uma imensa chuva de mísseis tivesse destruído todas nossas bases aéreas e depósitos militares; desembarcaria simultaneamente tropas… Read more »

colombelli
Visitante
colombelli

Space, na verdade o emprego de força so seria necessário em caso de paises párias que tem poucos parceiros comerciais ou parceiros não alinhados com o ocidente. Tipo coreia do norte, irã e outros. No caso de paises integrados mundialmente como é nosso caso, uma simples resolução da ONU seria acatada por maioria de nossos parceiros e nos quebraria economicamente. Por isso quando o sujeito fala em invasão, isso so tem um fim plausível que seria tomar e explorar as riquezas e não proteger nada. Proteger meras medidas econômicas bastam. Ou ele esconde o real motivo deliberadamente ou se trai… Read more »

Sincero Brasileiro da Silva
Visitante
Sincero Brasileiro da Silva

Os governantes brasileiros não cuidam da amazônia portanto acho justo o EUA cuidar!

cesar silva
Visitante

libia, iraque, afeganistão estão uma maravilha depois das intervenção, e muito cinismo. intervenção no brasil com problemas com russia china irã coreia do norte, os problemas com esses países vão se resolve na próxima década? e o brasil tem o exemplo de desenvolvimento sustentável na amazônia carajá.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Texto tosco de um professor maluco e sem noção. Cutucando onça com vara curta.🤦

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Os caras vão morrer pela boca literalmente, se esquecem que o Brasil alimenta boa parte do planeta. Eles boicotam, depois passam fome.

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

E veja, Rodrigo: os EUA e o Brasil são os dois maiores fornecedores de soja pra China. A China ameaça não comprar mais soja dos EUA (que está enfrentando uma quebra nas safras por problemas climáticos) por causa da sobretaxa de 25%. Mas toda a soja restante do mundo não supre a demanda chinesa, e aqui no Brasil o preço de venda ainda não aumentou por causa da ingerência dos compradores – e o produtor deveria segurar a oferta pra receber melhores prêmios ou preço. Seria a hora perfeita pro Brasil se aliar, mesmo in declaradamente, ao esforço de guerra… Read more »

100nick-Elâ
Visitante
100nick-Elâ

Cuidado com o que deseja. Para sua informação, a China está investimento na produção de soja na Rússia. O investimento vai demorar 10 anos para render frutos, mas já estão investimento. Aproveite para vender agora para China, porque daqui 10 anos vamos perder o mercado.

Cidadão
Visitante
Cidadão

Enquanto isso a china queima toneladas de carvão pra gerar energia.

Leandro. O
Visitante
Leandro. O

Nenhum País do mundo tem moral para falar mal do Brasil sobre meio ambiente. Não só pela gigantesca área verde peservada em nosso país. Mas também pelo uso de energias renováveis como o Etanol, que recolhe boa parte do carbono emitido por meio das plantações de cana de açúcar. E a maioria das usinas geradoras de energia serem hidrelétricas. Não sou a favor do desmatamento. Mas tem que haver formas sustentáveis de desenvolver a região Amazônica. Se as grandes Nações estão realmente preocupadas com o q está acontecendo com o clima no mundo. É só emitirem o q são capazes… Read more »

Augusto L
Visitante
Augusto L

Todos tem. O que acontece na Amazônia afeta o mundo todo. É estupido negar isso, e se no caso o Brasil estiver um passo para acabar com a Amazônia e a ONU decidisse intervir eu aplaudiria e ainda me juntaria a coalizão internacional.
Nunca lutarei por um pais que esteja do lado errado da história nem que seja o meu e que se exploda isso de soberania.

colombelli
Visitante
colombelli

Augusto é certo eles destuirem o que tinham para dar conforto a seus povos e agora quererem que sejamos jardineiros deles? quem pratica um ato supostamente imoral ou errado não tem moral para apontar o dedo para os outros. E a ONU é uma organização que tem dono. Não tem legitimidade nenhuma

Colombelli
Visitante
Colombelli

Certissimo. Mais de 60% do pais é area com algum tipo de restrição ou protecão ambiental. So 9% da area é plantada. Menos de 1% é minerada. Ninguem tem moral. O que está ocorrendo é uma campanha dos derrotados com ajuda dos seus iguais estrangeiros pra atacar o governo e que atinge a imagem do pais. Tudo à base de mentira e sencacionalusmo oportunista. E o pior é que dão voz pra isso.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Acho que somente os vermelhos estrangeiros é que apóiam essa ideia e a oposição.

De resto é a própria mídia que faz um desserviço ao pais ao atacar o governo deliberadamente sem esclarecer os fatos e a burrice do presidente de atirar para todos os lados. O que ja era de se esperar, o mesmo acontece nos EUA.

João XXIII
Visitante
João XXIII

Pessoal. Vendo pelo contexto pratico de uma eventual “coalizao para invasao da Amazonia”, na opiniao se vcs como se daria na pratica essa invasao se o negocio descambasse para “troops on the ground” ? Como seriam nossas eventuais “defesas”? Qual estrategia usariamos para combater tal coalizao?

marcelo
Visitante
marcelo

boqueio naval, bloqueio aéreo, incursão de comandos e asfixia econômica. porta aviões no litoral de são paulo e rio, destruição do cindacta 4, ataque as bases da serra do cachimbo e val de caens em Belen pa, porto velho, boa vista, desconexão da internet, e GPS, destruição dos satélites em orbita. transferência das brigadas da região sul para o norte, argentina não é mais um oponente capas, instalação de fibra óptica no leito dos rios, foguetes com capacidade para destruir satélites, sistema de guerra eletrônica semelhante ao da russia “cortina de ferro”, pelo menos 32 submarinos, algo semelhante ao s300… Read more »