Home Defesa Aérea Exército dos EUA compra sistema Iron Dome de defesa aérea

Exército dos EUA compra sistema Iron Dome de defesa aérea

10422
80
Iron Dome

HUNTSVILLE, Alabama – O contrato para a compra de dois sistemas Iron Dome para a capacidade interina de defesa contra mísseis de cruzeiro do Exército dos EUA foi finalizado, de acordo com o vice responsável pelos esforços de modernização da defesa aérea e antimísseis do serviço.

O Iron Dome foi co-desenvolvido pela empresa norte-americana Raytheon e pela firma de defesa israelense Rafael. É parcialmente fabricado nos Estados Unidos.

Agora que o contrato está assinado, o Exército será capaz de descobrir cronogramas de entrega e detalhes em termos de recebimento dos sistemas, disse Daryl Youngman ao Defense News no Space and Missile Defence Symposium em Huntsville, Alabama, em 8 de agosto.

O Exército estava mudando suas verbas de financiamento dentro do seu programa de Proteção de Tiros Indiretos (IFPC) – em desenvolvimento para defender-se de foguetes, artilharia e morteiros, assim como aviões não tripulados e mísseis de cruzeiro – para preencher sua lacuna de capacidade urgente de defesa contra mísseis de cruzeiro em uma forma interina. O Congresso ordenou que o Exército empregasse duas baterias até o ano fiscal de 2020 no orçamento fiscal de 2019 do serviço.

O Iron Dome pode se transformar em uma capacidade duradoura, dependendo de como ele se apresenta no intervalo, disse Youngman durante uma entrevista separada pouco antes do simpósio.

“Estamos realizando análise e experimentação para suportar o IFPC”, disse Youngman. “Isso inclui algumas análises e simulações em nível de engenharia para determinar o desempenho de várias opções, incluindo Iron Dome – ou pedaços do Iron Dome – e como integramos tudo isso no sistema [defesa aérea integrada e mísseis]”.

O coronel Chuck Worshim, gerente de projeto de sistemas de defesa de mísseis do Exército com o Programa Executivo de Mísseis e Espaço, disse ao Defense News em abril que o serviço estava retrabalhando sua estratégia duradoura do programa IFPC e experimentaria durante todo o verão e outono para obter uma melhor sentido de como o IFPC pode ir além dos recursos interinos.

Enquanto isso, o Iron Dome será levado a unidades operacionais e provavelmente participará de exercícios formais e informais para identificar como ele pode ser usado como parte das arquiteturas de IFPC e de defesa aérea, em comparação com o modo como é atualmente empregado em Israel contra foguetes que chegam e mísseis a curta distância.

O Iron Dome é um dos sistemas de defesa aérea mais utilizados no mundo.

FONTE: Defense News

80
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
62 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
44 Comment authors
tomAri LevinsonRodrigo Martins FerreiraSargento PincelFlanker Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Blind Mans Bluff
Visitante
Blind Mans Bluff

Ja era hora.

Delfim
Visitante
Delfim

Antes que os messinjas tenham ataque, favor ler : “O Iron Dome foi co-desenvolvido pela empresa norte-americana Raytheon e pela firma de defesa israelense Rafael. É parcialmente fabricado nos Estados Unidos.”

Se fosse 100% israeli nem chegava perto dos EUA.

Vai que nem o A-29, em partes daqui para ser montado na Sierra Nevada.

Leandro Assis
Visitante
Leandro Assis

Vc está equivocado meu amigo, o US Army ou Exército dos EUA compraram o sistema de proteção ativa Trophy genuinamente Israelita para equipar tanques M1 Abrams num valor estimado em 350 mil dólares o equipamento para cada blindado, até que eles conseguissem desenvolver seus análogos domésticos. A indústria de defesa de Israel é formidável e muitas vezes demonstra que ter o maior orçamento militar do mundo não significa estar sempre à frente de todas tecnologias. Por isso podemos acreditar que em casos russos e chineses podem assumir sim a frente em alguns projetos como costumam fazer esse tipo de propaganda.… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Será dividido com a Leonardo DRS. As FA’s americanas só podem comprar, por Lei, produtos “Made in América”.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

E nem por isto eles deixam de ter trocentos projetos de origem estrangeira nas suas FFAA.

Somente exigem que seja montada uma linha de montagem nos EUA, para gerar empregos e renda.

Rick Zoho
Visitante
Rick Zoho

Chegava sim! Eles fabricariam sobre licença, da mesma forma que fazem com o Super Tucano ou o míssil Pinguim (fabricado como AGM-119).

Delfim
Visitante
Delfim

Aí deixa de ser 100% israeli.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Será que foi brinde de Israel para os americanos, ou só os americanos que dão brindes para Israel? 🤔

Joelson
Visitante
Joelson

É.. Sião sempre será referência!

Heinz Guderian
Visitante
Heinz Guderian

Uma dúvida, esse sistema poderia ser acoplado num veículo lançador?(ser móvel) No mesmos moldes de um S400 ou um THAAD

Bosco
Visitante
Bosco

Sim, pode! A versão adotada pelos americanos deverá ser montada em caminhão (????):comment image?itok=LV15ibgM

Heinz Guderian
Visitante
Heinz Guderian

Show de bola vey, é pedir muito umas 5 baterias desse sistema aqui no Brasil? kkkk

WVJ
Visitante
WVJ

Eu iria preferir ver alguém desenvolvendo um desses localmente, não temos pressa né…

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Espera aí. Quando ficar obsoleto, desembarca lá.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Bosco, eu sei que não é a função disso…

Mas ele pode ser usado para ar-terra? Tipo, recebeu informação de um alvo no solo e o F-35 acima acabou a munição….

Ele poderia ser usado ou não?

Bosco
Visitante
Bosco

Rui, Você questiona se o Tamir (míssil do sistema Iron Dome) pode ser utilizado como míssil sup/sup, contra alvos no solo? Se for, a resposta é não. Só se for contra navios. Contra alvos em terra ele não tem como atingir nada. Não tem GPS para poder ter alguma precisão e o seeker radar não deve ser capaz de engajar trancar em alvos específicos em terra. Só se tivesse um seeker radar operando em onda milimétrica. Aí poderia ser utilizado contra alguns alvos em terra que tivessem sua “assinatura” registrada no processador, como faz um Brimstone ou um Hellfire Longbow.… Read more »

Art
Visitante
Art

Esse caminhão é desmontavel ele é montado sob plataforma.

Bosco
Visitante
Bosco

As sapatas estão instaladas. Ele disparou a partir do caminhão. O sistema Iron Dome israelense é colocado via guindaste da posição.

Bosco
Visitante
Bosco

E tem a versão I-Dome, só com 10 mísseis em vez de 20 mas já com um radar AESA de 4 faces dando cobertura em 360º , fazendo o papel de um Pantsir (defesa móvel de forças em manobra).comment image

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Se for a mesma função do Pantsir, vai ser só a de levar chumbo.

Bosco
Visitante
Bosco

Bruno,
Pode sim. Ele atua nas funções C-RAM e antiaérea clássica. Também é efetivo nas função C-PGM.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Inclusive eles já criaram uma versão naval pra esse sistema.

Marcos
Visitante
Marcos

Esse sistema parece ser perfeito para o Brasil

Compacto, eficaz e barato.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Jamais, tem que ser o CAMM-ER por que o CAMM já vai para as corvetas. Padroniza as 3 forças com o mesmo míssil e reduz-se bastante o custo de aquisição de mísseis e sistemas. A dupla CAMM-ER & Rapidfire 40 mm no Brasil seria sensacional.

Allan Lemos
Visitante
Allan Lemos

Barato?kkkkkk

Marcos
Visitante
Marcos

370 milhões por 2 baterias = 12 lançadores, 240 mísseis e outros equipamentos necessários para o pleno funcionamento dos equipamentos.

Daniel Pontes
Visitante
Daniel Pontes

Já demonstrou sua grande capacidade, é muito bom mesmo. Só que para o nosso país o melhor mesmo é investir no projeto do astros anti aerio, isso pelo fato de que não temos pressa de adquirir algo desse tipo e ainda mais que aos poucos temos que nos tornar cada vez mais independentes

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Orrr para derrubar foguete burro do Hamas até eu derrubo com uma baladeira.

Flanker
Visitante
Flanker

Qual a diferença entre derrubar um foguete burro e um míssil? Por acaso o míssil perceberia que estava sendo trackeado e desviará do míssil interceptador? Claro que não…..o que torna eficaz um sistema desse tipo, é a capacidade de detectar, rastrear e interceptar o alvo.
.seja ele um míssil ou um foguete….

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

então vai para síria, aposto que o EI ia te pagar em ouro

Jef2019
Visitante
Jef2019

Desenvolvimento lancador nacional nao aei em quanto tempo estaria operacional. Fora a questao orcamento…na minha opinião é prioritario sim. Bola da vez soberania da amazonia e nao temos capacidade para abater alvos de media e elevada altitude….absurdo…compra pra ontem…

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Barato?????????

é cada opinião que se lê aqui, que até assusta.

Flanker
Visitante
Flanker

Se a info de 370 milhões de dólares por 2 baterias estiver correta, torna esse um sistema barato. O Brasil recebeu oferta russa de 1 bilhão de dólares por 3 baterias do Pantsir.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Obrigado, queria essa matéria aqui, sou fã do sistema, mas acredito que o sistema LASER de israel vai ser formidável, queria que o Brasil participasse nele

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Shalom,

só metade rsrsrs,,,,,,

Bosco
Visitante
Bosco

Lista dos sistemas AA e ABMs utilizados pelo US Army:
Manpads Stinger
Sistema Avenger
Sistema NASAMS (proteção de Washington)
Sistema Patriot
Sistema THAAD
Sistema M-SHORAD
Sistema Iron Dome
Sistema Centurion (Sistema Phalanx)

Mísseis usados pelos diversos sistemas:
Stinger (E, J, K)
SLAMRAAM (AIM-120C5/7)
PAC-2 GEM
PAC-3
PAC-3 MSE
THAAD
Hellfire Longbow
Tamir

Canhões e metralhadoras utilizados:
M-3 (.50): 12,7×99 mm x 1000 t/m
Vulcan: 20×102 mm x 4.500 t/m
M230LF: 30×113 mm x 600 t/m

Pedro Rocha
Visitante
Pedro Rocha

Mestre Bosco saudações! Uma dúvida o IRON DOME e similar ao RAM? A “cabeça” de busca é compatível com os foguetes de 70 mm? Esse sistema não se torna caro se for utilizado para um ataque em saturação? Foguetes disparados em salva com espoletas de proximidade e talvez uma orientação a laser não seria similar?
Obrigado pela atenção!

Bosco
Visitante
Bosco

Pedro, O Tamir (míssil interceptador que compõe o sistema Iron Dome) é um míssil relativamente “pesado”. Cerca de 90 kg. Diferente do RAM ele usa um radar ativo em sua cabeça de busca, com atualização via radar de terra em tempo integral, via data link. Como você sabe o RAM utilizar um seeker IIR combinado com “radar passivo” (ARH), não recebendo atualização durante todo o percurso até o alvo. E a cabeça de busca do Tamir não é intercambiável com foguetes de 70 mm não. O Tamir tem 160 mm de diâmetro. Em relação a um ataque de saturação, ele… Read more »

Pedro Rocha
Visitante
Pedro Rocha

Obrigado mestre Bosco! Imagino como seria um ataque terrorista com mini drones (zangões) estes armados e imunes a interferência haja vista que os mesmos podem ter seus vôos programados dispensando o link! Medo! Nessas situações vamos voltar para a atiradeira da infância! Brincadeira a parte quero somente demonstrar como torna-se extremamente complexo defesa aérea em nossos dias! Uma duvida mestre Bosco… Quando o IRON DOME atua não existe o risco de sua detonação próximo a população? (Tipo detonar na altura das construções) O Tamir com seus 90kg deve ter uma ogiva poderosa!

Bosco
Visitante
Bosco

Pedra,
Ele atinge os alvos em grande altitude. Vale salientar que a população é encaminhada a abrigos.
Quanto ao enxame de minidrones, o USA está adquirindo um projetor de micro-ondas de alta energia (HPM) que tem potencial de destruí-los no ar de uma vez. https://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3939912/Watch-Army-s-real-life-PHASER-GUN-action-Weapon-knock-swarm-drones-cars-smart-missiles-single-blast-microwave-energy.html

Bosco
Visitante
Bosco

Pedro,
Perdão! Quis dizer “Pedro”.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson
Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

eles tem sim, foi contrabandeado da Bielo Rússia

Rafa_Positronn
Visitante
Rafa_Positronn

Já ouvi falar nesse sistema

Parece ser bom

Uma vez questionei se ele da categoria do Tor russo ou do Aster francês

Me disse que ele não se encaixa em nenhuma das categorias dos sistemas mais conhecidos

Conclui que ele é mais adequado para conter artefatos menos desenvolvidos como os misseis do Hammas

Confere ?

Mateus Lobo
Visitante
Mateus Lobo

Ele foi desenvolvido para abater projéteis com trajetórias balísticas como foguetes e morteiros, que tem uma trajetória mais definida. Para mísseis e bombas guiadas Israel usa o Python e não o Tamir.

Bosco
Visitante
Bosco

Mateus,
Se ele se presta a uma versão naval é porque é efetivo em outras funções, como por exemplo AA, ACM (contra mísseis de cruzeiro), C-PGM (contra projéteis guiados de precisão) e antimíssil antinavio.
Não existem mísseis exclusivos contra ameaças balísticas dentro da atmosfera (interceptadores balísticos endoatmosféricos). Se ele é capaz de interceptar ameaças balísticas não o impede de sê-lo em relação a ameaças aerodinâmicas manobráveis.

Bosco
Visitante
Bosco

Essa história de que existem mísseis eficientes contra alvos balísticos mas que não o são contra alvos aerodinâmicos manobráveis vem da desinformação russa que martela isso na nossa cabeça. É claro que combinar mais uma variável a qualquer equação a complica, então, por certo, interceptar um alvo que tenha uma trajetória prevista é mais fácil que um que tenha uma trajetória irregular e imprevista, mas isso não quer dizer que a interceptação se torna impossível. No caso de mísseis balísticos por exemplo, apesar da trajetória ser previsível, o ponto onde o alvo estará num determinado momento nessa trajetória não o… Read more »

Augusto L
Visitante
Augusto L

Bosco com advento de radares AESA ninguém se preocupa com isso mais.

Madmax
Visitante
Madmax

Vi uns vídeos no canal hoje no mundo militar. É um bom sistema mas é adequado para um cenário tipo Israel, ou defender bases em território inimigo, o Brasil precisa mesmo é de Patriots.

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Uma bateria dessa Vizinho a venezuela, outra em Manaus, um em Brasilia, Uma no Rio de Janeiro, duas no Sul, estava de bom tamanho para o brasil para o que temos hoje.

Éder
Visitante
Éder

Seria necessário ao Brasil? Acho que sim, temos que procurar desenvolver um sistema destes, capacidade temos, só que a corrupção atrapalha!

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

O melhor sistema de defesa do mundo, sem sombra de dúvidas.
Agora ouvir a turminha da foice e do martelo, com aquele blá blá que o S-400 é muito superior etc, que preguiça !
Israel desenvolve os melhores sistemas pois sabe que está cercado por terroristas travestidos de coitadinhos, sedentos por sua destruição!
Parabéns Israel and USA.

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

…”Agora ouvir a turminha da foice e do martelo, com aquele blá blá que o S-400 é muito superior etc, que preguiça !”

…”Agora ouvir a turminha do ‘Shalom lá lá lá lá ‘, com aquele blá blá que o Iron Dome é muito superior, que preguiça! “

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Me falta gás para qualquer comentário sobre Israel.

Cesar
Visitante
Cesar

Permitam-me fazer uma pergunta de leigo…
O Phalanx Ciwis não seria mais prático e econômico?

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Por incrível que pareça, os Israelenses copiaram nosso Patriot, renomearam Iron Dome, e agora estamos comprando deles… Depois reclamamos do alto budget de defesa…

JPC3
Visitante
JPC3

Podem até usar tecnologias semelhantes mas são muito diferentes e para alvos também muitos diferentes.

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

A opinião dele que é um US soldier e, ve de perto o funcionamento dos dois sistemas, tem muito mais ‘gabarito’ que as nossas.

Bosco
Visitante
Bosco

Vinicius,
Tem US soldier que nunca passou perto de um lançador do sistema Patriot e pela comparação que ele fez parece ser o caso do Joao Moita.
Tirando o fato que os dois são sistemas de mísseis eles são completamente diferentes.
Dizer que o Patriot é semelhante ao Iron Dome é o mesmo que dizer que uma espingarda 12 é semelhante a um obuseiro 105 mm. Ambos são armas de fogo dotados de cano que são “carregadas” pela culatra.

Salim
Visitante
Salim

Pessoal poderia ler um pouco antes de comentar. Bosco vc tem paciência de monge, as vezes kkkk

Bosco
Visitante
Bosco

Os mísseis do sistema Patriot: PAC 2 GEM: 908 kg, ogiva de 90 kg de fragmentação anelar, espoleta de impacto por RF, velocidade Mach 4, altitude 24 km, alcance horizontal 160 km contra alvos aerodinâmicos e 15 km contra alvos balísticos, orientação por telecomando combinado com TVM, motor foguete sólido – PAC 3: 320 kg, ogiva de 24 kg de alto explosivo, espoleta de impacto, velocidade Mach 5, altitude de 20 km, alcance horizontal de 80 km contra alvos aerodinâmicos e 20 km contra alvos balísticos, orientação por telecomando combinado com radar ativo terminal, motor foguete sólido – PAC 3… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Uma correção: os números mais consistentes para o Tamir são: ogiva de 11 kg , alcance horizontal de 20 km e horizontal de 10 km.

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

An, é? Você serve comigo? Ainda não te vi na caserna não.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Farda da Guarda Nacional?

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Thank you, Vinicius. Exatamente.

JPC3
Visitante
JPC3

Podia dar uma justificativa técnica de porque um é cópia do outro, porque, excluindo os que não leem sobre o assunto, ninguém concorda com o que vocês escreveu.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Agora diz aí o que faz ele ser uma copia, o bosco mostrou o lado dele, só falar que não viu ele na Caserna não prova nada.

JPC3
Visitante
JPC3

Vinicius Momesso

Só dar mínima pesquisada, são sistemas muito diferentes. Talvez tenha sido piada e eu não entendi.

rui mendesmendes
Visitante
rui mendesmendes

Tu és Brasileiro ou Usa?

Bosco
Visitante
Bosco

Se jurou a bandeira americana virou cidadão americana e renega automaticamente a cidadania brasileira. Como não há um rito formal de perda da cidadania brasileira fato é que eles vão levando a vida como se tivessem dupla cidadania e isso é tolerado até que “algo” aconteça onde fica explicitado que eles são cidadãos americanos (ou de qualquer outro país) , aí, serão tratados como tal e não como brasileiros. O Brasil não aceita a dupla cidadania salvo na situação de países que adotam o jus sanguinis para reconhecerem seus cidadãos, como por exemplo, os cidadãos brasileiros filhos de pais italianos… Read more »

Ari Levinson
Visitante
Ari Levinson

Meu caro João Moita, antes de mais nada vamos tirar a fantasia de GI que ela já está bem rota né? No mais a comparação que voce fez é imprópria pois que o Patriot é um sistema SAM destinado a abater aeronaves, mísseis de cruzeiro e na sua variante PAC-3 tem capacidade inclusive de abater mísseis balísticos. Por seu turno o Iron Dome é um sistema menor destinado a abater foguetes não guiados, projéteis de artilharia e munições guiadas. É um sistema sem concorrentes no mundo embora o TOR-M1 russo possa em caráter improvisado ser usado na mesma tarefa. Outrossim… Read more »

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

O curioso caso de Iron Dome, foi copiado do Patriot e fizeram algo diferente.

RobertoBozzo
Visitante
RobertoBozzo
rui mendesmendes
Visitante
rui mendesmendes

Era o politico e o governo que ia revolucionar a economia Brasileira. Mas cortar despesa, sem se preocupar como fica o cidadão, isso é uma resposta já tão ultrapassada e utilizada.

Bosco
Visitante
Bosco

Rui,
Você saberia apontar em que o cidadão está sendo prejudicado pelo atual governo?
Em que o governo anterior, de fala macia, politicamente correto, com retórica a favor dos oprimidos e dos trabalhadores, mas que assaltava a nação, era melhor para o cidadão do que o atual?
*Vale salientar que os mesmos personagens que demonizam o governo , torcem e fazem de tudo para que dê errado, são os primeiros a criticá-lo por não estar funcionando. Realmente no Brasil o poste mija no cachorro.

tom
Visitante
tom

A reforma trabalhista foi para resolver o problema do desemprego. A reforma da previdência será para resolver o problema da economia. Parece que é sempre possível enfiar goela abaixo da população a “necessária” redução nos gastos sociais do estado sem qualquer garantia de contrapartida. No entanto, nunca se pode ao menos cogitar auditar, planejar ou procurar reduzir os gastos com o item de maior peso no orçamento público. Tal lógica perversa permanece imutável governo após governo.

Entusiasta Militar
Visitante
Entusiasta Militar

O Brasil precisa de um sistema de Misseis terra-ar e infelizmente na da pra ficar mais 10 anos esperando desenvolver um localmente então o que fazer ???

O caminho seria o Patriot ou o S-300 ou o Bamze ???

Eu nao sei mesmo so sei que precisamos

Felipe Morais
Visitante
Felipe Morais

Bom dia. Na minha opinião, o caminho não é nenhum desses aí.

O caminho é o CAMM, uniformizando os sistemas utilizados no Exército e na Marinha (tamandarés).

Entretanto, creio que venha algo made in Israel ou americano mesmo. Se vier.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

CAMM-ER e rapidfire. Talvez o Morfey para VSHORAD. O resto é resto.

Sargento Pincel
Visitante
Sargento Pincel

Já li e vi em vários artigos que não adianta para o brasil canais de defesa aérea de longo alcance… Pois devido ao nosso imenso tamanho serão necessárias varias baterias e mesmo assim o sistema ficaria cheio de furos. O mais viável para a proteção são os sistemas de curto alcance em pontos estratégicos e ai sim excelente sistemas de alerta antecipado juntamente com a Força aérea… Mas reforço… Não sei qual é a solução, a gente acha que um Iron Dome ou o S-400 seria o ideal, mas as vezes não é a necessidade real. Uma Bazuca para matar… Read more »