Home Armas de Fogo Glock vence licitação e venderá 40 mil pistolas para a PM de...

Glock vence licitação e venderá 40 mil pistolas para a PM de SP

8909
97

Corporação importará armas por R$ 891,66 cada, com economia que chegará a R$ 53 milhões aos cofres públicos

Por Tahiane Stochero e César Galvão, G1 SP e TV Globo

A fabricante austríaca Glock venceu uma licitação internacional da Polícia Militar de São Paulo e fornecerá 40 mil pistolas semiautomáticas calibre .40 para a corporação.

A previsão inicial era pagar até R$ 2 mil por cada arma. Mas, após pós 28 rodadas de lances, a Glock fez a melhor oferta com o valor de R$ 891,66, ficando classificada em primeiro lugar.

A estimativa é que a compra resulte uma economia de R$ 53 milhões aos cofres públicos, conforme o Centro de Material Bélico da corporação.

Na última aquisição de pistolas Taurus, em 2011, a PM pagou R$ 1.901 por cada. Segundo oficias ouvidos pela reportagem, a corporação já teria chegado a pagar quase R$ 5 mil por uma pistola, o preço individual de mercado para pessoas físicas.

Disputa

Participaram da disputa, além da Glock, a italiana Beretta e a fabricante turca Canik. A brasileira Taurus não participou da disputa. Atualmente, a fabricante responde a processos administrativos e judiciais por parte da PM de SP e de outros estados por falhas em pistolas e submetralhadoras, mas não há restrições a sua participação em licitações.

A proposta inicial da Beretta era de R$ 1.727,55 por cada pistola, enquanto que a inicial da Glock ficava em torno de R$ 1.988. A Canik não foi credenciada por falhas na documentação.

A sessão pública de propostas, realizada na quarta-feira (21) foi suspensa após a classificação final da proposta e, agora, a Glock terá 10 dias, após a publicação do resultado no Diário Oficial, para a apresentação de amostras, com as quais serão realizadas testes de qualidade do equipamento.

O G1 questionou se a Glock gostaria de se manifestar sobre a competição, e aguarda retorno.

Mais compras

Além das 40 mil pistolas calibre .40, a PM de São Paulo irá comprar também 1.300 fuzis calibres 5.56 e 7.62, dois fuzis de sniper (atirador de precisão) e 10 metralhadoras leves de calibre 7.62 mm.

Os equipamentos serão entregues até o final de 2020 e custarão R$ 108,9 milhões.

FONTE: G1

Subscribe
Notify of
guest
97 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Williams Jonas Barbosa
Williams Jonas Barbosa
10 meses atrás

Ótima aquisição da PM/sp. Será que o fuzil de 5,56 e 7,62 sera o da Imbel?
E uma pergunta de leigo, metralhadora leve de calibre 7,62 existe?
Boa tarde a todos.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Williams Jonas Barbosa
10 meses atrás

metralhadora leve de calibre 7,62 existe minimi,mg5,hk21

Carlos
Carlos
Reply to  horatio nelson
10 meses atrás

MINIMI 7,62 FOI A TESTADA NO EXÉRCITO BRASILEIRO E APROVADA PELA POLÍCIA MILITAR PAULISTA – PARABÉNS AO GOVERNADOR DÓRIA QUE DEU UM CHEGA PRÁ LÁ NESSA PORCARIA DA TAURUS 💩 – E PELA BRILHANTE NEGOCIAÇÃO QUE TROUXE ÓTIMO PREÇO E UMA EXTREMA QUALIDADE NO ARMAMENTO – TOP DEMAIS

Fila
Fila
Reply to  horatio nelson
10 meses atrás

7,62 e .30 não é a mesma coisa?

M.@.K
M.@.K
Reply to  Fila
10 meses atrás

Na verdade, o padrão OTAN e que adotamos aqui no Brasil é o 7,62x51mm usado no veterano FAL. O .30 existem duas variantes conhecidas (existem mais) que é a .30.06 (usado no Grarand da 2GM, calibre 7,62x63mm) e o .30 Carbine usado nas carabinas (não lembro se tb M1) os quais eram usados na CT30 da Taurus. O .30 Carbine, seu cartucho lembra o de um .38SPL/357Magnun mais alongado, mas com poder balístico entre o .45ACP e o próprio 357, mas bem inferior ao 5,56x45mm. O .30.06 é um 7,62x51mm mais potente mas nada comparado ao 12,7x99mm (.50). Os dados… Read more »

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  M.@.K
10 meses atrás

Seu comentário não foi negativado, pelo contrário, eu estava lendo e fui clicar em “read more” (ler mais) e acabei negativando.

Cbamaral
Cbamaral
Reply to  Williams Jonas Barbosa
10 meses atrás

A PM-SP estudava adotar o SCAR-L, mas não sei te dizer se será para todo a tropa ou apenas grupos de elite.

Fernandes
Fernandes
Reply to  Cbamaral
10 meses atrás

Acredito que se for verdade seria somente para grupos de operações especiais, o SCAR-L é um armamento caro até para os padrões americanos,(tanto no mercado civil como no militar)

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Cbamaral
10 meses atrás

Eu tenho visto fotos do GATE com o SCAR Mk16…

Mas n eram fotos em operações.

Na boa…se for para comprar um fuzil moderno que peguem logo HK416

Dinheiro o estado tem.

Williams Jonas Barbosa
Williams Jonas Barbosa
Reply to  Williams Jonas Barbosa
10 meses atrás

Obg pessoal.

RockShooter
RockShooter
Reply to  Williams Jonas Barbosa
10 meses atrás

Alguém sabe se essas pistolas serão adquiridas com ou sem trava manual??

Ricardo
Ricardo
Reply to  Williams Jonas Barbosa
10 meses atrás

Quem ganhou a concorrência foi a Glock não a Imbel.

horatio nelson
horatio nelson
10 meses atrás

poxa vida e nós cac´s comprando glock por 8 mil…

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  horatio nelson
10 meses atrás

Acho que essas licitações ficam de fora os impostos, não?

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  DOUGLAS TARGINO
10 meses atrás

sim…meu comentario foi só demonstrar q para civis o valor é 10x maior

João Moro
João Moro
Reply to  horatio nelson
10 meses atrás

Também acho absurdo.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  horatio nelson
10 meses atrás

Sou CAC e tenho uma IMBEL, ela foi 4100,00 e 2200,00 foi imposto.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  DOUGLAS TARGINO
10 meses atrás

sim e ainda varia de estado pra estado aqui em goias é um dos maiores impostos

João Moro
João Moro
Reply to  DOUGLAS TARGINO
10 meses atrás

Não. É cobrado imposto, mesmo em licitações. Normalmente o preço menor se deve a quantidade e a competição.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  João Moro
10 meses atrás

João Moro, você está errado.
Não é cobrado imposto em vendas para os entes da Federação, pois existe a imunidade tributária (rectius: de impostos) recíproca entre União, Estados e Municípios.

Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

VI – instituir impostos sobre: (Vide Emenda Constitucional nº 3, de 1993)

a) patrimônio, renda ou serviços, uns dos outros;

PS: ademais, se fossem cobrados impostos, a Glock estaria vendendo as armas por cerca de US$ 100, o que seria inviável para ela.

nonato
nonato
Reply to  Rafael Oliveira
10 meses atrás

Tenho quase certeza absoluta que nessas aquisições não há a hipótese de imunidade tributária. Pois não se trata de bens, patrimônios, serviços prestados. Diferente seria o IPTU de um prédio federal ou estadual. Na minha opinião, deveriam isentar. Não faz sentido a União liberar dinheiro para um estado comprar uma viatura (falo de convênio e não de fundo de segurança ou for), tipo 100 mil, sendo que tipo 20% é ICMS. O Estado estaria ganhando duplamente. O mesmo acontece com a aquisição de uma viatura pela PM. Ah, a viatura foi 100 mil reais. Mas 20 mil é ICMS. Por… Read more »

Jose
Jose
Reply to  João Moro
10 meses atrás

Não é cobrado IPI e ICMS

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  horatio nelson
10 meses atrás

Cara, foi exatamente o que pensei! Sem falar nas taxas, RADAR, etc. Os caras matam a gente…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
10 meses atrás

Bom saber que os homens e mulheres da policia do estado onde eu resido vão ter em mão uma pistola de qualidade.

Desculpem a pergunta, mas….qual seria o tipo de situação em que a PMSP usaria essas metralhadoras 7.62?

Cbamaral
Cbamaral
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Elas serão mandadas em aéreas de presídios com membros da alta cúpula do pcc, muitos planos de resgate desses presos já foram descobertos.

Se Você buscar na internet, vai ver que Pm-Sp recebeu autorização do EB para comprar metralhadores .50 e .30

Mike FT
Mike FT
Reply to  Cbamaral
10 meses atrás

A PMESP não recebeu autorização para comprar nem .30 e .50, o que aconteceu foi o empréstimo por parte do EB para a PMESP utilizar a MAG nas cercanias do presídio de Presidente Prudente devido a tentativa de regaste de criminosos.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Mike FT
10 meses atrás

Mas a Mag é .30!

rdx
rdx
Reply to  DOUGLAS TARGINO
10 meses atrás

É 7,62x51mm

Henrique de Freitas
Henrique de Freitas
Reply to  DOUGLAS TARGINO
10 meses atrás

7.62 Amigo. Excelente arma.

Cbamaral
Cbamaral
Reply to  Mike FT
10 meses atrás

Mike, segundo reportagem do G1

” A corporação pretende convencer os militares de que precisa comprar fuzis de calibres .30 e .50, restritos das Forças Armadas, mas que são usados por criminosos, podendo perfurar veículos blindados, destruir paredes e até derrubar helicópteros.”

Dos militares que conheço e fazem parte da força, ainda não se saiu nada proibisse a compra.

Se você estiver mais atualizado sobre a questão dessa autorização de compra, por favor coloque as aqui se possível.

Grato desde já.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Cbamaral
10 meses atrás

“A corporação pretende convencer os militares de que precisa comprar fuzis de calibres .30 e .50, restritos das Forças Armadas, mas que são usados por criminosos”

Palhaçada…o Estado tendo que “pedir benção” do Exército pra poder se equipar….só no Brasil mesmo pra ter essas patifaria…

Os traficantes tiveram que pedir autorização do EB pra ter esses fuzis tambem?

nonato
nonato
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

O que você diria se a polícia começasse a usar canhões?
Quero dizer, realmente o problema são os bandidos usarem armas de altíssimo calibre.
Mas se liberar geral pra as polícias podem no futuro se contrapor as forças armadas.
Acho que essa é a questão.

nonato
nonato
Reply to  nonato
10 meses atrás

De repente a polícia da Bahia, do Maranhão, por terem governadores contrários ao presidente da república, decidem se armar e enfrentar o governo federal, por exemplo.
Talvez por isso a restrição.
Hugo Chávez rebaixou o calibre das armas da polícia justamente por esse motivo.
Os policiais fizeram revoltas…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  nonato
10 meses atrás

Desculpem, mas… É sério que vocês acham que, se deixar, a PMSP vai comprar M198 Howitzer ou Apaches, e que por isso o EB tem que controlar o que a polícia de cada estado pode ou não comprar? Senão corre o risco deles “quererem depôr o presidente e fazer uma guerra civil?” Voltamos pra 1932 agora? Sem ofensa, mas isso é ridiculo. O EB não tá dando conta nem de proteger as fronteiras, o que o EB sabe sobre as necessidades da PMSP, ou da necessidade que a polícia de cada estado tem com a criminalidade de seu território? E… Read more »

Recruta Zero
Recruta Zero
10 meses atrás

Qual a pistola glock a PMSP vai comprar, .40 S&W (Glock 22, 23, 24, 27, 35), e será a geração 4 ou 5???

João Moro
João Moro
Reply to  Recruta Zero
10 meses atrás

No teste de qualidade saberemos qual eles irão vender.

Igor Almeida
Igor Almeida
Reply to  Recruta Zero
10 meses atrás

G22, geração 5

RockShooter
RockShooter
Reply to  Recruta Zero
10 meses atrás

Alguém sabe se essas pistolas virão com ou sem trava manual??

André
André
Reply to  RockShooter
10 meses atrás

A Glock, externamente, só tem a trava no gatilho.

Recruta Zero
Recruta Zero
10 meses atrás

Quanto as 10 metralhadoras leves de calibre 7.62 mm. Socorre nós mestre Bosco!!!

rdx
rdx
Reply to  Recruta Zero
10 meses atrás

Provavelmente FN Minimi 7,62mm. Esse modelo já é usado pelo BOPE da PMERJ.

Luis
Luis
Reply to  rdx
10 meses atrás

A FN Minimi é 5,56×45 mm. A metralhadora que o BOPE-RJ usa(va) é uma H&K 21.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Luis
10 meses atrás

Existe versão 7.62 da Minimi.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Recruta Zero
10 meses atrás

Policia com metralhadora 7.62. Olha aonde chega a necessidade de enfrentamento com as facções criminosas… Daqui a pouco estarão licitando Apache, canhão ZU-23…

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  paddy mayne
10 meses atrás

Com as leis atuais que protegem os criminosos não adianta a polícia contar, por exemplo e exercício de imaginação, com F-22, F-35, B-1, B-2, Apache, Abrahams, Black Hawck, visão térmica, satélites, …, nada disso adiantaria para conter a criminalidade, nem mesmo se houvesse um policial por habitante.

JOSE CLAUDIO DA SILVA
JOSE CLAUDIO DA SILVA
10 meses atrás

A PM está de parabéns, mas faço uma ressalva. Nas primeiras pistolas de um lote inicial de 8mil, a PM exigiu que a glock colocasse trava de segurança nas pistolas. Ficarão horríveis esteticamente. Sei que US Army também exigiu travas de segurança nas suas pistolas e acho que a PM foi no vácuo. Acho um equívoco.

DanielJr
DanielJr
Reply to  JOSE CLAUDIO DA SILVA
10 meses atrás

Quando apareceu essa glock com trava durante o início dessa licitação, vi em um site de notícias alguém comentando que a trava extra é solicitada pois acontece ocasiões em que o PM está ocupado com alguma coisa (imobilizando alguém) e outra pessoa vêm por trás e saca a pistola e imediatamente aperta o gatilho. Como a glock tem a trava no próprio gatilho, isso faria ela disparar, e com a trava extra seria necessário desativá-la primeiro. Como na hora da ação a pessoa que pega na arma do PM geralmente só aperta o gatilho, isso previne acidentes graves. Mas nunca… Read more »

RockShooter
RockShooter
Reply to  DanielJr
10 meses atrás

Além desse problema, existe o problema da pistola disparar durante o recoldreamento. Pistolas strike-fired sem travas possuem esse problema, tanto é que alguns fabricantes estão oferecendo esta opção em suas pistolas. Este tipo de disparo acidental ocorre devido a algo que entra no coldre (camisa…), ou quando o coldre se deforma ou quebra. Uma camisa no coldre poderá entrar no guarda-mato, desabilitar a trava do gatilho e conforme o operador introduz a arma, esta dispara. Quanto a uma deformação ou quebra do coldre que resultam em disparo acidental, é mais raro, mas existem relatos desse tipo, inclusive registrado em vídeo.… Read more »

Bardini
Bardini
10 meses atrás

“A previsão inicial era pagar até R$ 2 mil por cada arma. Mas, após pós 28 rodadas de lances, a Glock fez a melhor oferta com o valor de R$ 891,66, ficando classificada em primeiro lugar.”
.
Já imaginaram se o “glorioso” EB fizesse o mesmo com o caso da PORCARIA do IA2?

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Bardini
10 meses atrás

O EB está ocupado demais tentando impedir que os cidadãos de bem possam se armar ao mesmo tempo em que lutam para manter suas belas aposentadorias integrais aos 30 anos de serviço, acha mesmo que eles tem espaço na agenda pra pensar em economizar dinheiro do contribuinte? És um monstro desalmado, Bardini!

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Fernando Turatti
10 meses atrás

Fernando, acho que pelos seu histórico de comentários, você deve ter sido reprovado em vários Concursos Militares, só pode.. Vira o disco cumpadi!!

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Marcelo Andrade
10 meses atrás

Opa meu consagrado, eu nunca tive nenhum interesse no exército e minhas capacidades físicas estão em dia(1,80m com 73kg) e as mentais sempre foram bem decentes, comigo já tendo sido aprovado na Universidade Federal de Uberlândia no meu segundo ano(e novamente no terceiro, quando ingressei), por ampla concorrência mesmo tendo estudado desde a quinta série em colégios públicos(de verdade, não essas mamatas de Institutos Federais ou militares).
Acredite, se eu quiser eu entro a qualquer momento em qualquer desses cargos públicos, até porque não são exatamente tão exigentes como você quer fazer parecer ser.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Marcelo Andrade
10 meses atrás

Não velho…

Ele deve ser CAC…

E se tem instituição no Brasil mais desarmamentista que o Viva Rio, Sou da Paz e a Globo é o Exército Brasileiro.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Bardini
10 meses atrás

Mas no caso do IA2 não teve concorrência.

rdx
rdx
Reply to  Alfa BR
10 meses atrás

No RJ não teve! O “glorioso” EB vendeu 1000 Para-FAL recondicionados para a PMERJ por quase R$ 3 milhões.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Bardini
10 meses atrás

pra mim o EB pecou em não comprar um projeto pronto, e nacionalizar, ou até mesmo produzir localmente

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Bardini
10 meses atrás

Estranho, só aqui vejo comentários contra o fuzil IA2, já li publicações e conversei com militares, os quais gostam muito dele, substituindo um FAL com mais de 50 anos de idade. Não sou entusiasta de armas portáteis, nem especialista, meu negócio é de peças de artilharia a Porta-Aviões, mas não vejo por aí esse asco que alguns aqui nutrem contra o Imbel. É uma visão minha, ok? Gostaria que alguém operacional do EB aqui tecesse algum comentário. Abs!

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Marcelo Andrade
10 meses atrás

Fosse bom ele seria exportado, algo que jamais ocorrerá.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Marcelo Andrade
10 meses atrás

Alguém operacional que toma punição se falar mal ?

Igor Almeida
Igor Almeida
10 meses atrás

Pagina do Governo do Estado de São Paulo com link para a licitação.

https://www.imprensaoficial.com.br/ENegocios/MostraDetalhesLicitacao_14_3.aspx?IdLicitacao=1340116#

Objeto da licitação: pistola tática no calibre .40 S&W com sistema de ação semi-automática com acessórios e conjunto de reposição imediata.

Oferta da Glock (vencedora): Pistola G22 G5 Cal .40

Igor Almeida
Igor Almeida
Reply to  Igor Almeida
10 meses atrás

Sugestão: baixem o Edital e confiram o Termo de Referência, com as especificações técnicas da aquisição. No mesmo link também tem a ata da licitação. Acredito que exista outra que ainda não foi publicada (22/08, 16h55m).

Carlos Campos
Carlos Campos
10 meses atrás

Deve ter General Chorando, pois o próprio EB ajudava manter o monopólio da Taurus. Parabéns a Polícia de SP, vão receber uma ótima arma, que se abras as portas para SigSauer, Steyer, HK entre outras.

Guacamole
Guacamole
Reply to  Carlos Campos
10 meses atrás

Nunca entendi o porque disso uma vez que não vejo generais nos quadros da Taurus, nem mesmo com “membros consultivos”.
Por mim, tinha uma fábrica de armas em cada esquina, não importa a nacionalidade.

Augusto Mota
Augusto Mota
Reply to  Guacamole
10 meses atrás

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ Por fora.

Guacamole
Guacamole
Reply to  Augusto Mota
10 meses atrás

Apesar de aqui ser o Brasil e esse ser o primeiro motivo que vem a mente, não parece ser manter de pé.
Qual general arriscaria aposentadoria de 3 décadas de serviço pra receber propina, e quanta propina é necessária pra comprar todo oficialato?
A Taurus quebraria antes, acredito.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Guacamole
10 meses atrás

Não precisa comprar todo o Oficialato. Basta comprar um ou alguns em postos chaves.
O Vice-Almirante Othon mandou um abraço para você.
No mais, ele não arrisca a aposentadoria. A família fica com ela como se fosse uma “pensão por morte” caso ele seja expulso das Forças Armadas (se é que vão descobrir o crime e se é que ele será punido).
O crime no Brasil compensa, meu amigo.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Guacamole
10 meses atrás

Pq o EB fazia dos importadores um inferno? pq as polícias só podiam comprar fuzil IMBEL? pq quando uma fábrica de arma queria vir ao Brasil era mal recebida, a SigSauer anos atrás pensou em vir para cá, o EB não quis nem pensar na possibilidade,,,, aí me pergunto o que eles ganham criando um monopólio? prazer? hahahaha vou impedir as pessoas de comprar armas estrangeiras, PM de Glock? só por cima do meu cádaver! hahaha sou muito mal, odeio arma gringa, arma gringa é fim do Brasil, o Brasil ia acabar se alguém tiver uma CZ, uma SigSauer? o… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Carlos Campos
10 meses atrás

Pois é Carlos..

Estes caras que nunca lidaram com PCE ficam lambendo o EB e falando bobeira..

Da um ódio…

Guacamole
Guacamole
10 meses atrás

Faz esse valor pra população civil e eu combro duas.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Guacamole
10 meses atrás

Os traficantes compram pela metade disso!!!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Marcelo Andrade
10 meses atrás

Nem a pau…

Os traficantes pagam bem mais caro que no mercado legal.

Space Jockey
Space Jockey
10 meses atrás
Zygmunt-toni
Zygmunt-toni
Reply to  Space Jockey
10 meses atrás

Situação perigosa é a qual vivemos. Acha justo acabar com o resto que sobra da mata amazônica ?

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Zygmunt-toni
10 meses atrás

Não, mas esse desmatamento sempre existiu.

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Zygmunt-toni
10 meses atrás

Desde o descobrimento do Brasil até hoje não se desmatou nem 10% da Amazônia brasileira…

Mauricio R.
Reply to  Adriano Luchiari
10 meses atrás

A NASA disse que para esta época do ano, está na média dos últimos 15 anos.
Macron precisa mostrar serviço, tadinhos dos agricultores franceses movidos a subsídios, e criar problemas para o acordo EU/Mercosul.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Zygmunt-toni
10 meses atrás

Zygmunt meu Deus o Bonoro vai queimar a Amazônia e Nárnia ao mesmo tempo :'(

Carlos
Carlos
Reply to  Space Jockey
10 meses atrás

A O.N.U. – A FRANÇA – A NORUEGA-E ALEMANHA ESTÃO GRITANDO COM FORÇA PELA AMAZÔNIA – Estão convocando uma Reunião Urgente na O.N.U

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Space Jockey
10 meses atrás

Já passou da hora do governo pegar uns F-35 ou F-15 mesmo, Abrams, Apache e até S-300 mesmo. Estão esperando o quê? Só estão orquestrando isso em conjunto com certa gente dentro do país porque sabem que o Brasil é fraco, a China é o maior poluidor do planeta e quem mais libera CO2 na atmosfera vê se falam alguma coisa contra os chineses.

ALEXANDRE
ALEXANDRE
Reply to  SmokingSnake 🐍
10 meses atrás

Pois é cara,eu não entendo as vezes parece que eh tudo um teatro.
Bolsonaro ja deveria pegar parte do dinheiro recuperado da corrupção e investir em equipamentos.Alegar segurança nacional para aqueles paspalhoes do congresso neguem.
Ja garante 2 lote nos projetos prosub prosuper IA2 e compra dos EUA apaches

Renato B.
Renato B.
10 meses atrás

Economia de dinheiro do contribuinte e equipamento melhor para a polícia. Suponho que só a Taurus não curtiu.

Sergio
Sergio
10 meses atrás

Ótima aquisição umas das melhores pistolas do mundo por um preço justo parabéns na minha opinião poderia ser a 9 mm leva mais munição menos recuo e melhor precisão e o poder de parada quase igual ideal para forças policiais.

Jhon
Jhon
10 meses atrás

Livre concorrência possa trazer benefícios para Brasíl, chega de pagar + por produtos inferior da Taurus e Imbel. Brasil mudando tem que abrir + esperamos que chegue nos combustíveis, internet e no setor automotivo…

Fernando
Fernando
10 meses atrás

Haja policial feliz em SP agora.

Magniphicus2
Magniphicus2
Reply to  Fernando
10 meses atrás

Adoraria comprar do Estado, por até 100% desse valor, como incentivo ao Público Interno!

Luiz Floriano Alves
Reply to  Fernando
10 meses atrás

Jhon
Vc tá certo. Se vale para pistolas tem que valer para os demais itens de equipamentos. Vamos importar mais automotivos, com melhor preço e qualidade. Os carros nacionais tem péssimo acabamento e durabilidade duvidosa. O custo é inexplicável. Ou será que tem a tal TT no pacote tb?
Abço.

Delfim
Delfim
10 meses atrás

É leve, tem ótima empunhadura, precisa… mas não. Foi concebida para ser uma pistola militar, do exército austríaco, para ser portada fria (sem munição na câmara). Por isto não tem cão, travas ou decocking (trava no gatilho é como trava nenhuma). Portada quente, com munição na câmara, é perigosa. É a arma com mais disparos acidentais que conheço. Um conhecido ao sacar se deu um disparo na panturrilha. Como melhorar ? Adotando um gatilho pesado, como a Polícia de NY fez. Ficou como um revólver. As polícias brasileiras adotarão tal gatilho ? Aqui na PCERJ todas as pistolas Taurus serão… Read more »

M.@.K
M.@.K
10 meses atrás

Apesar de uma tendência geral para a adoção do 9mm (9x19mm), havendo até estudos para sua viabilidade, achei interessante a permanência pelo calibre .40S&W, que na minha opinião, é um dos mais eficientes calibre para defesa. Parabéns a PM/SP

Luiz Floriano Alves
Reply to  M.@.K
10 meses atrás

Entregar armas automáticas sem cão para militares de gabinete ou com pouco preparo tático é convite ao desastre. Pode até ser muito barata de produzir/comprar, mas não justifica a compra por preço. Essa arma é de uso civil e para policiais que precisam de arma para uso eventual. Vi incidentes vários nos estandes de tiro. Aquela segurança de gatilho é muito pouco. Segurança crítica deve ser redundante como nas SIG SAUER,COLT etc..Se lançarem na tropa de rua, para o dia a dia o resultado será trágico.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Luiz Floriano Alves
10 meses atrás

Polícias do mundo todo usam Glocks sem travas externas…

DOUGLAS AGUIAR DA SILVA
DOUGLAS AGUIAR DA SILVA
10 meses atrás

Segundo informes uma das exigências da Polícia Militar era a trava manual

CESAR FLORIANO
CESAR FLORIANO
10 meses atrás

Vai demorar uns 5 anos até chegar em nossas mãos esse armamento.
Os adm vão receber primeiro q os policiais q estão na linha de frente, nas ruas protegendo o Cidadão de bem, depois chega à esses polícias. Infelizmente a PM de SP é assim.

Sergio
Sergio
Reply to  CESAR FLORIANO
10 meses atrás

Cesar são 40 mil unidades no inicio o pessoal administrativo com a nova politica é muito pequeno com certeza vai para linha de frente e estas armas tem todas os requisitos de segurança do edital.

MARLON R MAIA
MARLON R MAIA
10 meses atrás

fuzil 556 e 762 pode ser o excelente fuzil IA2 DA IMBEL

MARLON R MAIA
MARLON R MAIA
10 meses atrás

o fuzil IA2 da imbel que as focas armadas usa calibre 5.56 e 762

Luiz Floriano Alves
Reply to  MARLON R MAIA
10 meses atrás

Existem excelentes armas para nos servirem de padrão. Fomos copiar detalhes do FAL por comodidade de termos o ferramental. Os “clones” do AK47 e do M-16 pululam nos arsenais dos países industrializados. Até a Taurus está negociando sua versão do M-16 com os indianos. Mas nós temos que mostrar ao mundo que o brasileiro é esperto e faz suas armas, de qualquer jeito. Essa arma da Imbel já está mal falada. Complexa e problemática. Será que vale a pena trocar pelo bom e velho FAL?