Home Geopolítica Intervenções dos EUA na América Latina

Intervenções dos EUA na América Latina

5053
268

No infográfico acima, as intervenções dos EUA em países da América Latina. As intervenções diretas se caracterizaram por ações militares ou da CIA para mudanças de governo.

Com o agravamento da crise na Venezuela, o mesmo fantasma voltou a rondar a América Latina, o da ameaça de uma intervenção militar dos Estados Unidos.

Já em 2017, o presidente americano, Donald Trump, fez menção a “uma possível opção militar se necessária” no país sul-americano.

Depois que a Venezuela recebeu apoio da Rússia, as menções sobre a opção militar para remover o presidente Nicolás Maduro quase que desapareceram do noticiário, mas a tensão permanece.

Subscribe
Notify of
guest
268 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Benjamim
Benjamim
8 meses atrás

Excelente infográfico! Trabalhos assim ajudam muito a ter um panorama geral.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Benjamim
8 meses atrás

Eu adoraria ver com a análise de intervenções de outras potências também.

Melkor
Melkor
8 meses atrás

Eu acho curioso que a imprensa em geral fale de ameaça de intervenção americana, fantasma da intetvenção americana, etc, enquando há décadas sofremos intervenção justamente dos opositores dos americanos.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Melkor
8 meses atrás

Ain, nós somos um fracasso por culpa dos outros! Nós somos muito competentes, honestos, e inteligentes, mas os vilões nos sabotam! Não há desigualdade social no Brasil provocada pelo próprio povo, as elites intelectuais, progressistas e nacionalistas, nem corruptos, nem preferimos beber cachaça no carnaval a prestar um serviço comunitário aos que mais necessitam. Não, não somos egoístas nem relapsos. Não, nossa classe política é honesta! Honesta! O problema são os vilões do Norte, aqueles maus! Buá! Buá! Buá!

Camargoer
Camargoer
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Caro Vitor. Não creio que o problema seja os vilões do norte ou os vilões do sul. Tenho a impressão que essa abordagem que você critica e ao mesmo tempo defende (talvez por isso é necessário ser sarcástico) parece ser insuficiente para discutir o Brasil, discutir os EUA e comparar os dois.

Sequim
Sequim
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Isso é mais uma prova de que o que houve em 1964 foi um golpe, uma quartelada com auxílio estrangeiro e que alguns insistem em chamar de revolução. Tavezl com esse gráfico em inglês, compreendam de uma vez por todas.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Sequim
8 meses atrás

Caro Sequim. Acho que nos últimos anos aparecem vários documentos do Departamento de Estado dos EUA e da Casa Branca sobre a conspiração que resultou no golpe de 64. Um bom documentário é “O dia que duro 21 anos”. Por outro lado, é importante discutir sempre esse tema para evitar que versões virem fatos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Esse documentário é excelente!

Camargoer
Camargoer
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Olá Antonio. Um dos melhores. Se tiver oportunidade, há um documentário chamado “Teoria do Choque” que ajuda muito a pensar o que são as revoluções coloridas. Também tem um outro mais antigo sobre educação “Para o dia nascer feliz”.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Sequim
8 meses atrás

Amen. God bless America.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

Tadeu Mendes, foi difícil para você aprender o português? Digo isso, por que dizem por aí que a nossa língua é uma das mais difíceis do mundo para se aprender. Para um americano falar e escrever em português deve ser um feito e tanto. Congratulations dude! Greetings from Brazil.

João Carlos
João Carlos
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Português é difícil? Nada! Facinho! Difícil é achar alguém que usa o português de forma correta, só isso.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Caro Vinícius,

Nasci no Brasil. Já fui universitário, já fui militar (EB ), já fui profissional na área de informática, antes de emigrar para os Estados Unidos há 35 anos atrás.

Vivo a mais tempo nos EUA do que vivi no Brasil.

Não tenho dificuldades com o idioma português, porque falo e escrevo muito bem ( muita leitura e excelente em redações).

Quem me faz passar vergonha é o bendito corretor ortográfico que as vêzes faz modificações que passam despercebidas por mim.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Já ia me esquecendo: o português é bem difícil de aprender, mas quando bem falado, os americanos geralmente adoram a nossa pronúncia.

nonato
nonato
Reply to  Sequim
8 meses atrás

Certamente você apoia o comunismo e preferia o Brasil nas mãos da união soviética.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Victor.
Eu concordo contigo. Porém, tem interferencia sim. É ingenuidade achar que não. A Amética latina é quintal dos Estados Unidos. Porque sempre se comportou como quintal.

Kommander
Reply to  Antonio Palhares
8 meses atrás

O argumento do Victor mais o argumento do Antonio, praticamente descrevem o que sempre foi o Brasil.

Bosco
Bosco
Reply to  Antonio Palhares
8 meses atrás

Antonio,
Dê um exemplo prático e real do Brasil sendo “quintal” americano.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Bosco
8 meses atrás

a população come ketchup, prova irrefutável.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

E tem o sonho de levar os filhos para a Disney quando fazem 15 anos.
É o êxtase cultural.

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Antônio
Aí sim é um argumento lógico e bem razoável acerca da nossa subserviência aos EUA.
Morte aos EUA porque nossas crianças querem ir na Disney quando fazem 15 anos.
*Esse pessoal já foi mais criativo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco.
Pelo seu cometário temos a exata noção de como a colonização cultural funcionou.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

kkkkkkkkkkkk

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

E pelos seus comentários temos a noção de como a subversão marxista, descrita por Bezmenov, funcionou.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

kkkkkkkkkkk

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Quem pode, pode. Quem não pode sacode.

Ou você esperava que os brasileiros levassem seus para visitar as praias em Cuba?

Será que você vai levar seus filhos para visitar o mausoléu do Lênin?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Mas os teus ídolos adoram ir para lá…

A tua candidata a vice Presidente a Manuela D´avila foi fazer o enxoval da filha em Nova Iorque, não foi para Havana.

Só se ela pegou o avião para Cuba e desceu no lugar errado.

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Eu levei a minha filha quando ela fez 7…

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

Os Americanos “amam” o “Brazilian Barbecue”, que eles com dificuldade chamam de “churrasco”. Uma dos mais famosos restaurantes dos EUA são o “Fogo de Chão”, onde eles servem o interessante “rodízio”. Os Americanos comem até doer a barriga.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Esqueceu que elas adoram também futebol, samba e a beleza das mulheres brasileiras.
E também comprar bananas a ‘preço de banana’ para exportar caríssimo para o resto do Mundo.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

Os russos comentários McDonald’s desde 1990.
E agora, como fica seu argumento Carlos Campos

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

meu argumento é de que Rússia é quintal dos EUA.

FANTASMA
FANTASMA
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

É um FANFARRÃO!

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Nas últimas eleições nos mecanismos de pesquisa na web, na ida do atual presidente mais o principal ministro na sede da CIA, em 64.

Nas forças Armadas onde quase não temos equipamentos russos ou chinês.

Bosco
Bosco
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

Munhoz,
Foi fraco isso, né? Ninguém intelectualmente honesto aceita esses “fatos” como sinônimo de subserviência do Brasil aos EUA.
E eu nem me referi ao atual governo mas sim em toda a história brasileira pós SGM.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
8 meses atrás

De 64 a 85 sob um regime comandado pelo EUA e vc acha pouco??

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

Ah tá. Talvez o período de 64 a 85 tenha sido o período mais paranoico anti-Americano. Totalmente ao contrário do quer você diz. Só se tinha relações com os EUA por interesse de combaterem a desgraça comunista, que ameaçava todo mundo. Foi nesta época que se fazia defesa de mercado, portos praticamente fechados, esforço para alcançar auto-suficiência, bem como um exacerbado patriotismo, visto que os lideres do país eram “militares”. Ou seja, você fala uma imensa bobagem.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

O mundo naquela época era diferente, o golpe de 64 teve orientação dos EUA, como o próprio gráfico diz, e ele durou até 85, onde a principal influência em nosso país era os EUA, as relações econômicas na época eram diferentes, o mundo não era globalizado.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

O Brasil graças as pesquisas de Cesar Lattes(descobridor da partícula Méson), estava avançando grandemente na area nuclear, inclusive um reator nuclear 100% nacional estava quase pronto, mas aí veio 64 e “chutaram o traseiro” de Lattes, preferindo um reator da Westinghouse e atrasando de vez o programa nuclear brasileiro.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Vinícius,

Até aonde eu saiba, o César Lates trabalha Bells, desenvolvendo LASER.

No me consta que êle tenha sido físico nuclear.

Esclarêça por favor.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

Tem um documentario sobre Lattes que fala sobre isso(não me lembro o nome) de vez em quando passa no canal fechado brasileiro, Curta Brasil.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

Munhoz,

Os Estados Unidos hoje, tem influência do que nos anos 60.

Tanto é assim, o idioma estrangeiro mais buscado é o inglês.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Concordo. As políticas econômicas de Delfim Netto eram de dar injeja em qualquer “inimigo do mercado”: protecionismo, privilégios e oportunidades únicas para os amigos, reserva de mercado, tabelamento de preços. A “direita brasileira” da decada de 70-80 era isso. E tem representantes ativos até hoje. Pensamento econômico de direita nesse pais ainda é raro.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

Munhoz,

Vai para a Venezuela ou Cuba.
God bless America.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

Não sou de um lado nem de outro, só acho que não tem santo nesse bolo !

MMerlin
MMerlin
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

Kct Munhoz. Dizer que a CIA orquestrou o movimento de 64 é uma coisa. Outra coisa é dizer que foi um regime comandando pelos EUA. Pesquise os atritos e problemas entre os dois períodos e você descobrirá a realidade.
Não confunda influência com comando. Estamos falando do país que na época, de longe é o maior player tecnológico e militar.

Bosco
Bosco
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

“Nas forças Armadas onde quase não temos equipamentos russos ou chinês.”
Cara… Você pode mais!
Imagine você conversando com um garotinho de 8 anos sobre geopolítica e você vai saber como me sinto.
Esse seu argumento superou de longe os mantras mais sem nexo e ingênuos repetidos pelo pessoal do grêmio estudantil Che Guevara a respeito do imperialismo americano e de nossa subserviência a ele.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Amigo pense de um modo um pouco diferente, o ideal é uma autonomia em nossa indústria bélica, como em Israel por exemplo, no entanto se vc não tem essa autonomia, o ideal é vc diversificar um pouco, no nosso caso poderia ter uma defesa antiaérea e mísseis anti navio russos, ao ficarmos somente com equipamento ocidental, se uma frota de navios de um país ocidental vier fazer pressão em nosso litoral os meios que possuímos são conhecidos nos mínimos detalhes, frequência de radar etc por exemplo, ou seja nossas forças armadas servem como uma espécie de reserva da OTAN, mas… Read more »

MMerlin
MMerlin
Reply to  Munhoz
8 meses atrás

Israel não tem autonomia na indústria bélica, mas depende o mínimo possível. E isto se dá não devido exclusivamente a subsídio do estado. O nível educacional é dos mais altos do mundo. O governo investe pesado em pesquisa e desenvolvimento. As empresas são valorizadas e seu sucesso não é visto como monstro capitalista. O setor privado faz sua parte uma vez que governo gerencia bem a economia. E, por fim e não menos importante, Israel é um país pequeno cercado por inimigos já sobrepujados, todos juntos, mais de uma vez. Nem preciso dizer o perigo que isto representa.

Melkor
Melkor
Reply to  Melkor
8 meses atrás

Curioso esse seu nome…
Argumento fraco.
você está tentando terceirizar a culpa, é isso mesmo?

Munhoz
Munhoz
Reply to  Melkor
8 meses atrás

Tanto um lado como o outro fazem tipos variados de intervenção, não tem santo nesse bolo. O que ocorre é que no atual momento com a internet a situação está um pouco mais sofisticada, aí é que devemos manter uma certa autonomia, na China e na Rússia por exemplo a internet já está blindada, ou seja o governo tem varios sistemas de bloqueio que não deixam entrar robots nas mídias sociais, Youtube etc Todos os países que não tem isso fatalmente serão manipulados. Não que a Rússia ou a China sejam democráticos, pelo contrário eles usam essa blindagem exatamente para… Read more »

nonato
nonato
Reply to  Melkor
8 meses atrás

Não vemos o autor preocupado com o fantasma de Maduro.
A intervenção americana significaria a libertação do povo venezuelano.
Acredito que quem escreveu apoia uma intervenção europeia na Amazônia.
Os esquerdistas são caras de pau.
Há 100 anos o comunismo tenta tomar o poder na América latrina.

Sujismundo
Sujismundo
8 meses atrás

A vocação expansionista estadunidense na América Latina tem raízes na Doutrina Monroe…Desde o final do século 19 os eua usam de força militar para impor alianças comerciais, ver o exemplo do Japão na era Meiji…O Brasil assim como alguns outros na época da guerra fria queriam a liberdade de ser independente das duas potências e esse bloco era chamado de terceiro mundo… O anticomunismo foi muitas vezes usado como pretexto para reforçar a dominação estadunidense, não havendo uma preocupação com os valores e ideais de liberdade americanos e fundamentais do capitalismo original…Esse intervencionismo tira a liberdade dos países e reforça… Read more »

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Sujismundo
8 meses atrás

Ai coitado… O pobre inocente indefeso. A verdade é que vivemos em uma comunidade. Uma comunidade em conflito. Esta estória de não querer se alinhar com um ou outro, ficar sobre o muro, só existe no mundo das fantasias filosóficas bem intencionadas. Ou você vai para um lado ou outro. Além do mais, a vida é assim, há quem lidera e quem segue a liderança. Como o Brasileiro infelizmente sempre foi muito incompetente, tem que seguir o líder. Tem que comer muito feijão ainda para querer liderar. No mais, estas estórias de sabotagem e assassinatos são teorias da conspiração, como… Read more »

Sujismundo
Sujismundo
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

O que acho interessante neste pais é como tem “brasileiros” que se auto desvalorizam…não resta duvidas de que existem em nosso pais pessoas de péssima índole, mal educadas e calhordas, mas nossa nação também é constituída de muitas pessoas com vergonha na cara, trabalhadoras, honestas, educadas e hospitaleiras como em qualquer outra sociedade… causa vergonha porque isso não representa o nosso povo…não se iludam em achar que estadunidenses, ingleses, etc, são justos e bonzinhos, pois tem tantos maus caráteres lá como aqui…a diferença é que lá ao invés de ficarem julgando seu próprio povo cada um tenta fazer a sua… Read more »

Elint Meteor
Elint Meteor
Reply to  Sujismundo
8 meses atrás

Off Topic, mas vale a pena! Melhor vídeo para celebrar a Independência do Brasil!
https://www.youtube.com/watch?v=GFHBNI7oKX4

Leandro
Leandro
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Como pode ser tão capacho?

Elint Meteor
Elint Meteor
Reply to  Sujismundo
8 meses atrás

Charuto cubano mofado detectado…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Sujismundo
8 meses atrás

seu comentário, devia englobar, URSS/Rússia, UK, França, Alemanha, Japão, e agora a China.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Sujismundo
8 meses atrás

God bless America.

Horna
Horna
8 meses atrás

Só em agosto Trump ameaçou 3x “recebeu apoio da Rússia”.

“quase que desapareceram do noticiário”

Só ler e assistir mais.

Tomca.t
Tomca.t
Reply to  Horna
8 meses atrás

Pois é, a melhor parte do texto foi essa do tal “apoio” e o “medinho” do tio Trump(sabem de nada “inocentes”).hauhauhauhauhau

Gabriel
Gabriel
8 meses atrás

“aim, americano malvado, imperialista”
Ainda bem que temos países na América Latina que fizeram a escolha certa, Cuba e Venezuela, e trilham caminho de sucesso, prosperidade, desenvolvimento e liberdade (sqn).

Joao Moro
Joao Moro
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

rs

Camargoer
Camargoer
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

Caro Gabriel. O fato dos norteamericanos serem malvados ou bonzinhos não muda nem explica o número de intervenções diretas e indiretas na América Latina. É importante notar que outros países que sofreram intervenções dos EUA também têm grandes problemas de pobreza e estagnação, como Porto-Rico, Guatemala, Nicarágua… e os grande países latino-americanos também estão em crise (Argentina, Brasil, México…) mesmo com histórias bem distintas. Acho que as coisas são mais complexas do que ter ou não o apoio dos EUA. Aliás, parece que isso não faz diferença.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Os Estados Unidos levantaram a Europa no pós-guerra, levantaram o Japão no pós-guerra, e levantaram a Corea do Sul no pós-guerra.

Os EUA ajudaram a Rússia durante a Segunda Grande Guerra Mundial e também ajudou a China no mesmo período.

os Estados Unidos são tão máus , que êles ajudaram o Brasil à que viesse se tornar outra latrina cubana.

Kommander
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

Ter apoio é uma coisa, ser capacho é outra. Se você quer ser submisso a alguém, isso é problema seu.

calvario
calvario
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

Ou é robô ou é jumento.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

“aim, americano malvado, imperialista”

Quem nasce para ficar no quintal, não chega nunca à sala de estar.
De ninguém.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

Sanções, sanções, sanções… a arma mais eficiente de se frear o desenvolvimento de um país! Cuba está cinquenta anos atrasada por causa de sua “incompetência” em formar engenheiros decentes, ou por conta de uma “dito” embargo de ‘meio século’?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Cuba não tem analfabetismo, população sem médicos, moradores de rua, menores infratores e muitas outras mazelas das sociedades ditas ‘ocidentais’.
Eles são felizes do jeito deles e não será um brasileiro e um argentino com países cheios de miséria que poderão criticá-la.

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Mas então por que eles enfrentam tubarões para ir para os EUA? Você quer determinar artificialmente o que é melhor para o povo e quer qualifica-lo de feliz de forma autoritária sem saber a opinião dos próprios. Lá é um latifúndio de um dono só (Castro), autoritário e que se acha deus e o único capaz de saber o que o povo quer e precisa e você acha bonito todo mundo morar na senzala e não chegar nunca a sala de visitas da elite bilionária, e vem falar de subserviência do Brasil aos EUA.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Tem gente que quer enriquecer sem se preocupar com os outros,
Deve ter gente assim também em Cuba.
Poucos, mas devem existir.
O problema nosso é que muitos brasileiros, talvez uma quantidade maior que as populações de Cuba e Venezuela juntas, querem sair do País para poderem sobreviver.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Humm….eita discurso mofado…..tanto quanto as ideologias que você adora! E você, divide tudo o que ganha? Te preocupa com os miseráveis brasileiros?

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

São tão felizes que curtem pegar uma câmara de pneu e contar com a sorte para chegar à Flórida. Também tem a sorte de não terem diabetes, afinal de contas vivem sob dieta hipocalórica (não opcional) desde o nascimento.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
8 meses atrás

Ih rapaz!
Foi há mais de 20 anos.
O que se sabe é que muitos já estão voltando para a ilha.
Sem contar milhares de americanos que vão para lá usar os serviços públicos porque não têm dinheiro para se tratarem em casa.
Sinal dos tempos

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Kings,

Você tem que parar de usar drogas.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Meu Jesus!! Isso só pode ser doença…..mesmo sendo cínico, nesse nível, é doentio…..

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

AK fazendo o que faz melhor: endeusando da miséria.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
8 meses atrás

Quem endeusa os ‘geradores de pobres’ são vcs.

‘Novos pobres na Argentina csomam 2,65 milhões em um ano’
28/05/2019
https://oglobo.globo.com/mundo/novos-pobres-na-argentina-somam-265-milhoes-em-um-ano-23692284

Sequim
Sequim
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Verdade, Kings. Tanto que a mídia corporativa argentina, que adota o comportamento de biruta de aeroporto, pois se vira sempre para onde o vento está soprando, já começou a fazer uma “mea culpa” cínica e oportunista por ter apoiado a loucura neoliberal de Macri. Já dão como certa a vitória da chapa da Cristina Kirchner em outubro. É o início do fim de um governo que só produziu miséria na Argentina. Patético ver o Macri fazer promessas que na boca da esquerda são tachadas de “populistas” para tentar reverter o quadro eleitoral.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  paddy mayne
8 meses atrás

Mas ele vive muito bem no RJ.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Kings,

Você é cego ou máu caráter?

Flanker
Flanker
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

As duas coisas, com ênfase na segunda….

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Mas não tem comida na mesa…

Os que chegam em Miami exaustos, são os pobres coitados que vão tomar um banho de mar em Havana e a correnteza os arrasta até os EUA.

Chegam exaustos de tanto tentarem em vão nadar contra a correnteza para voltar para Cuba.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Atualize-se:

‘Thousands of Cuban exiles are exploring an unusual option: Returning to Cuba to live’

https://www.miamiherald.com/news/local/community/miami-dade/article204732234.html

Flanker
Flanker
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Kkkkkkkk….boa, Rodrigo!!

Victor Moraes
Victor Moraes
8 meses atrás

Muito bem. Agora só falta fazer um gráfico sobre as graves ameaças que os EUA sofreram ao longo de sua história que levou a estas intervenções. Porque eu imagino que eles fizeram estas intervenções não por esporte. Nem simplesmente porque não gostavam de fulano, ciclano ou beltrano. Tenha certeza que tudo o que foi feito foi feito por motivos no mínimo razoáveis ou extremamente necessários, como por exemplo, quando há chacinas tirânicas, ou ameaças ao sistema de liberdade civil e econômica tipicamente ocidental. De interesse da maior potência econômica do mundo. Ao redor do mundo os EUA sempre foram ameaçados,… Read more »

pampapoker
pampapoker
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Troco pelo gráfico das ações soviéticas.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  pampapoker
8 meses atrás

Então perdoe-me, eu não vi… deve ter sido a um bom tempo atrás… Mas, de qualquer maneira… foi feito o comentário…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Só sofre ameaça porque se mete nos outros países.
Quando parar de fazer isso, poderá viver em paz.

Flanker
Flanker
8 meses atrás

A invasão à Baía dos Porcos, em Cuba, em 1961, tentativa realizada por dissidentes e refugiados cubanos residentes nos EUA, mas que foram treinados e apoiados pela CIA, para derrubar Fidel, não consta no infográfico como “indireta”, em Cuba.

Carvalho
Carvalho
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Bem observado Flanker
Dá quase para dizer que aquilo foi uma intervenção direta, já que todo o armamento foi fornecido pela CIA.

Carvalho
Carvalho
Reply to  Alexandre Galante
8 meses atrás

Galante,
Há 3 anos estive em Cuba. Peguei um ônibus e fui visitar Baía dos Porcos, num ponto chamado hoje Giron.
O local é o mais estupido possível para planejar um desembarque.
Trata-se de uma zona de áreas alagadas com uma vegetação arbustiva muito densa.
Para sair da praia somente por duas longas e estreitas estradas construídas sobre aterro.
Bastou Fidel botar um ferrolho e a invasão automaticamente perdeu seu ímpeto.

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Carvalho
8 meses atrás

O local do desembarque foi mudado um pouco antes da invasão, o local inicial de desembarque foi escolhido por militares e planejadores da CIA, na cidade de Trinidad, no sul de Cuba — um local com muitas vantagens. Por um lado, estava ao lado das montanhas Escambray, onde rebeldes anticomunistas já estavam no terreno lutando contra o regime de Fidel Castro. O local original também tinha docas, que eram cruciais para permitir que navios obsoletos da Brigada descarregassem gasolina, óleo, material de comunicação e outros suprimentos vitais. Outro benefício importante de Trinidad era a presença de um campo de pouso… Read more »

Carvalho
Carvalho
Reply to  Matheus Santiago
8 meses atrás

Perfeito Matheus,
Giron até hoje é um pequeno povoado de não mais do que 50 casas.
Na década de 80 foi instalado um resort frequentado por russos, hoje decadente.

Flanker
Flanker
Reply to  Alexandre Galante
8 meses atrás

Ah, entendi…então o estudo é só sobre aquelas intervenções que deram certo? Eu sei que foi um fiasco, mas pensei que englobava todas as ações….Obrigado, Galante!

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Alexandre Galante
8 meses atrás

Você já se perguntou porque mataram o Kennedy?

Sequim
Sequim
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

Não foi por causa da Marilyn Monroe?

Camargoer
Camargoer
Reply to  Sequim
8 meses atrás

Olá Sequim, excelente hipótese. Acho que poderíamos considerar também uma conspiração liderada por Aristóteles Onassis, que visava tornar Jackline uma viúva, por quem Onasss era apaixonado há anos.

Claudio
Claudio
8 meses atrás

Como pode ter gente que defende os interesses dos americano mesmo não ter nascido lá e nunca ter colocado os pés lá também? O negócio dos americanos é guerra, quando não tem uma eles criam, não adianta discutir soberania do Brasil, quando se tem um povo tão bobo, achando que os americanos são nossos “amigos” , “aliado”,sempre caindo na lábia de que os russos , chinese são maus, ( acuse os outros do que você é) eu também era esse pateta de que os Estados Unidos eram perfeito, mas depois do Wikileaks,passei a ver o outro lado da moeda ,… Read more »

Elint Meteor
Elint Meteor
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Ah sim, claro !!! A KGB russa nunca fez sabotagem, espionagem e boicotes !!!
E o Partido Comunista Chinês é o paraíso na Terra !!!
Pôxa Claudio… Não força a biela…

Flanker
Flanker
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Países não possuem amigos e sim, interesses em comum. E isso vale para qualquer um…..para os EUA, como você fala e para China, Rússia, França, Alemanha, etc….

Bosco
Bosco
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Sem dúvida ninguém aqui acha que países são amigos uns dos outros. Todo mundo sabe esse mantra de que países visam interesses. Só o Brasil mostrou ser um país amiguinho de vários. Na época do PT o Brasil era amigo de um monte de países e não visava interesse algum, inclusive doando fortunas, refinarias e até sendo amigo dos americanos comprando refinaria enferrujada 10 x mais cara. Ele só não era amigo do povo que morava nele. A discussão aqui é mais embaixo. Não é questão de saber se os EUA é ou não nosso amigo e todo mundo sabe… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Concordo contigo, Bosco! Eu argumentei sobre o comentário do Claudio, feito mais acima. Subserviência é um termo forte……fomos subservientes quando houve o caso da refinaria citada por você é em outros durante os anos de governo petista….já agora, no governo Bolsonaro, anunciar apoio à mudança da capital israelense e concordar com tudo que o governo dos EUA faz, também é sinal de subserviência…… Claro que os acordos, alianças, reconhecimentos e apoios dados pelos governos petistas à outros países foram de uma insensatez enorme e com interesses mais que escusos. Só não tenho aceitado muito a concordância incondicional do governo brasileiro… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Flanker, Não considero que o apoio de Bolsonaro à mudança da capital de Israel esteja atrelado a alguma subserviência do Brasil aos EUA. Acho sim que é intenção do presidente por uma série de motivos. Em relação à “concordância incondicional do governo brasileiro à todo e qualquer posicionamento e ação dos EUA” eu considero que é devido à figura do Trump especificamente e não à potência “EUA”. Em o Trump sendo substituído por um esquerdista do Partido Democrata essa concordância automática cessa. Os dois casos que podem nos levam a crer que exista essa concordância automática (caso Venezuela e caso… Read more »

Sequim
Sequim
Reply to  Bosco
8 meses atrás

O apoio do Brasil à mudança da capital de Israel foi mais uma loucura desse governo insano. Tanto assim que quando ficou claro que tal apoio poderia comprometer as exportações de frango do Brasil para o Oriente Médio, o covardão que hoje ocupa a presidência da República voltou atrás com o rabo entre as pernas.

Rafaelsrs
Rafaelsrs
8 meses atrás

Eu incluiria a intervenção em 2016 no Brasil via lava jato e outros think tanks patrocinados por eles.

Flanker
Flanker
Reply to  Rafaelsrs
8 meses atrás

Humm…..entendi! Ah claro…Moro é agente da CIA, né? Lula, seu partido e sua quadrilha, além de todos os outros políticos, de quase todos os partidos, são inocentes…uns anjinhos…..não roubaram nada….e os bilhões que estão voltando agora para os cofres públicos saiu do nada….materializou-se milagrosamente…..
Ora cidadão, tome um rumo na vida!!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Calma Flanker!
O Glenn está destrinchando esse assunto.
Cada semana sai uma coisa nova.
Aguarde os próximos muitos episódios, visto que ele diz que a Vaza Jato está apenas no início.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Vaza-jato = pastel de vento.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Xupah Pantsir kkkkkk

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

O que o COAF está destrinchando bem é o quanto passou de dinheiro naa conta do marido do Verdevaldo.

Mas a imprensa só fala do Flávio Bolsonaro.

Flanker
Flanker
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Calma, Rodrigo, eles viram essa história dos vazamentos como uma tábua de salvação…só que essa tábua não vai flutuar muito tempo mais……e eles estão percebendo….e estão ficando apavorados….llkklkkkkk

Sequim
Sequim
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Cara, você viu que a rejeição ao senhor que hoje ocupa a presidência já está batendo em 40%? Ou você acha que as pesquisas de popularidade são uma trama comunista?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Sequim
8 meses atrás

Pelas pesquisas o Haddad seria presidente da república.

Rafaelsrs
Rafaelsrs
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Cara quem falou em partido político, Lula, moro é CIA foi você mas que a colaboração do DoJ dos EUA com o MPF de Curitiba já foi confirmada até mesmo pelo dallagnol isso foi, os EUA, desde a espionagem da cúpula do poder pela nsa divulgada pelo Snowden, vem sim trabalhando para desestabilizar o Brasil. E agora só um adendo: você falou de milhões retornando ao país mas pesquise dos bilhões de prejuízo que a lava jato deu ao país por não ter condenado somente os corruptos mas ter quebrado as empresas mais importantes que tínhamos no país, empreiteiras que… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rafaelsrs
8 meses atrás

Rafael.
E hoje, no novo capítulo da Vaza Jato, cujo o tema é ‘Vazamentos seletivos da Lava Jato’, encontramos a seguinte pérola do bem-aventurado de Curitiba, o anjo das bochechas coradas: “A questão jurídica é filigrana dentro do contexto maior, que é político”

Flanker
Flanker
Reply to  Rafaelsrs
8 meses atrás

Ah…..mais teoria da conspiração……como é fácil terceirizar nossa corrupção, incapacidade e desonestidade……

WVJ
WVJ
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Tenho consciência de nossas deficiências e vícios mas percebo que nossa geringonça de construção civil expandindo pelo conesul e África representava incômodo para concorrentes estrangeiros; assim como nosso plano de auto-suficiência em energia (petróleo, biodiesel e etanol) também incomodava.
Após a Lava-jato (iniciada com uma parceria ilegal entre MPF e Dep. de Justiça dos EUA), rapidamente, tudo resolvido. Não acha intrigante o encadeamento dos fatos?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rafaelsrs
8 meses atrás

Rafaelsrs.
E ainda podemos incluir as tentativas de incriminar líderes de esquerda da Argentina, Equador, Peru e etc., utilizando o aparato policiai/judicial para isso.
Acharam que tinham descoberto a pólvora sem fazer barulho, mas esqueceram de perceber que isso não deu certo em lugar nenhum do Mundo.
Precisou de um jornalista americano para esclarecer isso aqui no Brasil.

sub urbano
sub urbano
Reply to  Rafaelsrs
8 meses atrás

É possível que seja verdade. Bolso não tinha a menor chance de ser eleito, seu partido era pequeno e ele não tinha capital político para vencer. Muitos youtubers ficaram ricos na campanha… Pouco custa a CIA imprimir 50 milhões de dólares sem lastro e comprar uma eleição latino americana. O resultado vemos hoje: estagnação econômica e mediocridade.

Matheus
Matheus
8 meses atrás

Muitos comentários lúcidos aqui sendo negativados pelos lambe botas de americanos.
Claro que a América Latina tem muita culpa de sua atual mediocridade, mas os “irmãos” do norte nunca moveram um dedo pra ajudar.
Se você acredita que EUA, Rússia ou China querem o nosso bem, ou você sofreu alguma lavagem cerebral ou só é desonesto mesmo.

Kommander
Reply to  Matheus
8 meses atrás

A maioria aqui se descreve como “patriota”, mas não perdem a oportunidade de lamber as botas dos EUA ou Russia, por isso o país continua a mesma bosta. Os políticos são reflexo da própria população, ou a quem discorde que a população brasileira é muito mal educada e quase (sempre) manipulada!?

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Kommander
8 meses atrás

Preconceito com o Paraguai, só por que estamos perdendo empresas para eles?

Bosco
Bosco
Reply to  Matheus
8 meses atrás

Matheus,
O PT nos anos que estiveram no poder sem dúvida nenhum não foram lambe botas dos americanos mas em compensação lamberam o saco de um monte de estrangeiros, inclusive com doações de refinarias, “empréstimos” para os “amigos”, etc.
Ah! Mas esqueci que vocês só se importam e acham que estamos sendo lacaios quando o negócio é com os EUA. Você, com sua mente mais abrilhantada, poderia nos dar um exemplo prático e real do Brasil sendo submisso aos americanos.
Antecipadamente, agradeço.

Zygmunt-toni
Zygmunt-toni
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco : Boeing engolindo embraer.
Nosso presidente prestando continência a bandeira americana.
Passe livre pra americano entrar no Brasil sem visto.
Filho de presidente usando bonezinho de candidato a eleição nos EUA ( ???)
Quer que eu coloque mais ? Ainda acha que BR não é submisso aos EUA ?

Bosco
Bosco
Reply to  Zygmunt-toni
8 meses atrás

Zygmunt,
Ainda tô esperando um exemplo de submissão aos ianques, onde claramente nossa soberania tenha sido aviltada em favor de alguma causa americana.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Zygmunt,
Na sua lista você deveria ter incluindo a compra da refinaria de Pasadena.

Bosco
Bosco
Reply to  Zygmunt-toni
8 meses atrás

Zygmunt, Você cita seus belos exemplos de submissão do Bolsonaro aos EUA, como por exemplo, ele bater continência à bandeira americana, mas com certeza considera o Brasil importar médicos de Cuba a peso de ouro uma atitude soberana do Brasil. Também doar 20 bilhões de dólares aos amigos comunistas é um ato de soberania petista, né. O que te causa horror é a continência do Bolsonaro. Quanto à sua implicância com o “passe livre” o Brasil o concede a mais de 100 países. Então, pela sua ótica, somo submissos a todo mundo. Quanto à Boeing/Embraer, essa eu passo. Prefiro nem… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco, usando teu gancho do Mais Médicos, durante o tempo que durou esse programa, descontando os 30% dos salários que ficavam aqui, para os médicos, que de fato eram quem trabalhavam, foram enviadas para Cuba a bagatela de 2,8 bilhões de reais!!! Ou seja, financiamos o governo decrépito e mofado, de uma ideologia assassina e retrógrada, de forma legalizada e sob as bênçãos, e conivência, do governo brasileiro…..isso, os doentes que defendem essa escória, nâo comentam!!!

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Zygmunt-toni
8 meses atrás

Bom, pelo menos a Boeing pagou, né? Já o porto de Mariel e o metrô de Caracas…

Matheus
Matheus
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Engraçado como voce ignorou as partes onde eu explicitamente mencionei Russia e China.
Mas vai lá Boscão, continua lambendo as botas dos seus mestres, confie no seu potencial cara.

Bosco
Bosco
Reply to  Matheus
8 meses atrás

Matheus, Vocês colocam a Rússia e a China como cortina de fumaça, para posarem de isentões. O que lhes incomodam de fato, que lhes afeta a autoestima e põe pra fora o complexo de inferioridade é só a relação com os americanos. Quanto a países não serem amigos e sim terem interesses, resta claro isso. Ninguém quer que país algum seja amigo do Brasil. Basta cumprir contratos e nos tratar com reciprocidade. E o Brasil igualmente não é amigo de ninguém (salvo na época que o Brasil doava dinheiro e importava “médicos” a peso de ouro) .

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco,.

Eu acho interessante ver quantidade petralhas vivendo aqui nos EUA.

Dá pra entender?

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Matheus
8 meses atrás

Os EUA ajudaram o Brasil a não virar Cuba. Quer melhor ajuda que essa?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Matheus
8 meses atrás

Por que um outro país precisa mover um dedo para nos ajudar ?

Bosco
Bosco
8 meses atrás

No atual cenário brasileiro onde uma direita conservadora conquistou o governo pela via democrática e tenta sobreviver a 40 anos de gramscismo onde o marxismo cultural nos foi imposto goela abaixo e a tática de subversão comunista foi colocada em prática de forma a detonar nossa cultura e nossa moral com objetivos pouco republicanos e com resultados que todos sabemos quais foram, esse tipo de artigo que o Galante coloca é absolutamente impróprio. Sem mais! *Interessante que a intervenção americana para tirar um ditador é considerado um absurdo mas a intervenção russa para manter um é altamente louvável. Ou seja,… Read more »

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Não colocarei o contexto “Galante” em questão mas assino em baixo do teu comentário e incluo que o sistema que mais matou na história, mais que o nazismo, foi o comunismo, essa sanha esquerdolenta é totalmente parcial e se as intervenções tem por objetivo extirpar essa doença então é muito provável que elas estejam salvando vidas!

Camargoer
Camargoer
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Caro Bosco. Acho que fazer um juízo moral das intervenções dos EUA na América Latina leva o debate para um beco sem saída. A pergunta mais importante seria sobre as consequências econômicas e sociais dos países que sofreram essas intervenções. Elas atenderam os interesses das populações locais, não mudaram nada, ou elevaram a qualidade de vida desses países para níveis elevados? Tenho a impressão que o debate deveria ir nessa direção. Talvez seja necessário pensarmos em Cuba hoje mas também em Porto Rico, Guatemala, Haiti, Bolívia, Honduras… todos sofreram intervenções mas fizeram escolhas históricas diferentes. O que aconteceu com cada… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Saldo até agora Brasil escapou de ser miserável, Cuba tinha um padrão de vida parecido com os países desenvolvidos e hj é miserável, intervenção para tirar os revolucionários não funcional e situação da população sabemos como é, Chile tá para entrar no Hall dos desenvolvidos, Guatemala ainda é atrasada, intervenção não funcionou, Panamá é praticamente de primeiro mundo, qualidade de vida perto de Portugal por exemplo. Haiti já era uma porcaria desde que os franceses saíram de lá, não houve uma grande intervenção somente americana lá,EUA apoiou a ditadura lá para eles não se alinharem aos soviéticos, Bolívia não conheço… Read more »

α Tau
α Tau
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Esta dicotômica ideológica entre direita e esquerda é ultrapassada desde já a muito tempo mas infelizmente muitos ainda acreditam nessa farsa ideológica que não funciona no mundo contemporâneo…só serve para políticos inescrupulosos ascenderem através de quem acredita em conto de fadas… como Confúcio nos ensinou temos sempre que buscar o caminho do meio, do equilíbrio, pois nada que é extremo é bom…temos que parar de discutir se o melhor governo é o de direita ou de esquerda e procurar nos concentrarmos em pessoas que realmente queiram nos servir, independente de ideologias políticas...espero que um dia o povo pense por si… Read more »

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Bosco
8 meses atrás

40 anos? Então os militares eram bem incompetentes no seu combate ao comunismo. Ou então era pano de fundo para se manterem no poder, afinal foram os militares que derrubaram a monarquia no Brasil.

Bosco
Bosco
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

Defensor,
Sim! Mais de 40 anos! Bem nas barbas dos militares estava sendo urdido o plano comunista. Um indivíduo pode apresentar estar com plena saúde e na verdade ser portador de um câncer terminal.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

na parte que militares foram incompetentes é vdd.

Elint Meteor
Elint Meteor
Reply to  Bosco
8 meses atrás

“intervenção americana para tirar um ditador é considerado um absurdo mas a intervenção russa para manter um é altamente louvável”

Bosco para Presidente já !!!

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Elint Meteor
8 meses atrás

Deus me livre, Bosco iria pôr Olavo de Carvalho como ministro da educação, já imaginou as escolas ensinando que a terra é plana, que Pepsi é adoçada com resto de abortos, e que microondas é uma arma emboioladora? “Mestres do capitalismo” do Nando Moura no telecurso?

Bosco
Bosco
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

E você como palpiteiro a respeito da governança do Brasil não serve. Seu país é o Rio Grande do Sul.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Não manjo de instituições parasitas do Estado, minha área é a privada onde me dei muito bem.

SPQR
SPQR
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

Dá pra perceber que sua área é mesmo a privada.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  SPQR
8 meses atrás

Diz isso para o meu Mercedes C300…

Flanker
Flanker
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

Kkkkkkkk…..você é o tipico pelado que ganhou uma graninha e não perde uma oportunidade de querer aparecer…..C300 é táxi na Alemanha….rico de verdade não fica falando o que tem….não precisa querer ostentar!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  SPQR
8 meses atrás

O duro é que ele raramente aperta a descarga rs

Flanker
Flanker
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Não, Bosco!! Não me diz isso…esse tal de Defensor é gaúcho?? Não pode ser! Meu estado ja produziu umas tranqueiras, mas como esse aí? Duvido!!

Elint Meteor
Elint Meteor
Reply to  Bosco
8 meses atrás
bjj
bjj
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Marxismo cultural é um das teorias mais curiosas que eu já vi, sobretudo quando se aplica num país onde a maioria absoluta das pessoas não tem a mínima ideia de quem foi Marx, e o melhor é que se pode testar: se eu parar 10 pessoas na rua aleatoriamente e pedir uma explicação sobre o conceito de mais-valia, quantas conseguirão me responder corretamente? Sobre a intervenção americana pra tirar um ditador ser um absurdo, talvez seja por conta de alguns precedentes como Iraque e Líbia, palcos da “redemocratização” estadunidense onde esses países foram quase varridos do mapa e jogados ao… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  bjj
8 meses atrás

BJJ, Mesmo você não parece saber o que é “marxismo cultural”. Isso não tem nada a ver com a teoria marxista, O Capital, o Manifesto Comunista, a “mais valia” ou coisa que o valha. Marxismo Cultural é um termo cunhando por cientistas políticos conservadores para definir uma “suposta” tática de infiltração no seio da sociedade ocidental que teria sido advogada e colocada em curso pelos pensadores da Escola de Frankfurt com a intenção de minar a Civilização Ocidental com o objetivo de substitui-la por uma sociedade igualitária e justa. Só nisso ela se aproxima de Marx, daí pegaram o nome… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Olavo subscreve como possível, mas não pode provar, que foi Theodor Adorno quem escreveu as ‘músicas’ dos Beatles… No que tange à destruição dos fundamentos da cultura tradicional, como se explica a batelada de pensadores que, muito antes da Escola de Frankfurt, identificava tal destruição progressiva nas artes, nas ciências, na ética, na moral, digamos, pelo menos desde o Renascimento? O fenômeno destrutivo apontado é real, mas será mesmo que é originado na ação sistemática e voluntária da Escola de Frankfurt ou é de origem menos autoral, mais de época, mais difusa e cheia de fatalidade?…

Bosco
Bosco
Reply to  Alex Barreto Cypriano
8 meses atrás

Alex,
Seria assim se as causas ditas “progressistas” não tivessem sido abarcadas em bloco pela esquerda marxista.
Fosse uma evolução cultural natural isso não aconteceria e sim caminharia ao longo do tempo de maneira esparsa.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Destruir a cultura burguesa sempre foi um desejo dos esquerdistas, sói disant progressistas, porque a consideram um entrave aos seus intentos iluminados de dar à luz o novo (uma fatalidade, segundo a metafisica do materialismo histórico). Desde Nietzsche, o irracionalismo vem fazendo gato-e-sapato do pensamento tradicional ocidental. A Grécia e Roma clássicas também experimentaram um longo período de degenerescência cultural – compare-se um Heráclito e um Platão a algum sofista como Górgias. Por aqui o velho Anatol Rosenfeld lutou sozinho, praticamente na miséria por recusar entrar no clubinho dos iluminados esquerdistas, tentando encontrar um viés positivo no irracionalismo e na… Read more »

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Caro Bosco,

Dá para incluir a ideologia do gênero nessa miscelânea de patologias mentais?

Camargoer
Camargoer
8 meses atrás

Olá Colegas. Os EUA e Brasil têm muitos paralelos, mas também muitas diferenças. Ambos surgem da colonização europeia predadora, contudo a independência de cada país teve uma história diferente. A independência dos EUA é consequência de sua revolução burguesa contra a metrópole que deu origem a uma república moderna. Já o Brasil, recebeu se tornou a sede da metrópole com a vinda da família real fugindo de Napoleão, que é a raiz do Império do Brasil independente. A economia brasileira cresce baseada nas fazendas escravocratas, assim como o sul dos EUA. O norte dos EUA inicia um processo de industrialização… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alexandre Galante
8 meses atrás

Olá Galante. Obrigado. Sinto-me lisonjeado e feliz por contribuir com a trilogia, pelo que nutro grande carinho.

Kommander
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Obrigado pelos comentários lúcidos, Carmargoer. A de se parabenizar os Estados Unidos pela força e determinação que possuem. Não costumo gostar das intervenções feitas pelos EUA que agem como polícia do mundo, mas pelo outro lado eu entendo o que fazem, querem se manter sempre na liderança, um passo a frente dos outros. Isso é uma coisa que falta ao Brasil, fome de poder, de crescer, de realmente acordar e se tornar um país grande.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Kommander
8 meses atrás

Olá Kommander. Uma das coisas boas aqui na Trilogia é a impossibilidade de conseguir uma unanimidade. Sempre haverá uma informação nova, uma correção necessária, uma fonte adicional. Quando comparo a trajetória dos dois países ao longo desses 200 anos, fico com alguma dificuldade de dizer que “eles” são melhores ou estão com a razão. Darcy Ribeiro, e acho que Jessé de Souza também, defendem a ideia que a elite brasileira foi mais competente que a norteamericana em garantir seus privilégios.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Ótimo texto Camargoer. Quando o posicionamento é pertinente, tem que elogiar!

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

a orgiem do Brasil é um acomodamento da elite que levou o país a um império” discordo dessa parte, a Elite não era Acomodada, mas parte se sentia ameaçada com a industrialização do país, a família imperial apoiava essa industrialização, mas um ponto em que os danos de terra sentiam raiva da família imperial, a gota d’água foi libertação dos escravos. uma parte da Elite sim atrasou o país, mas não o surgimento do Império em si não tem nada a ver com um acomodamento de toda ela.

Luciano
Luciano
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Uma ótima demonstração de lucidez, fundamentada em conhecimento histórico (e nao em “estória” baseada em achismos que só reforçam aquilo que é conveniente!) que está presente em grande autores (como Caio Prado Junior, Gilberto Freire, Boris Fausto, Jessé de Souza, Darcy Ribeiro, etc). Um excelente exercício de história comparada! Parabéns, colega! Acredito que vc daria um ótimo cientista social! Dá gosto ler seus comentários!!

Camargoer
Camargoer
Reply to  Luciano
8 meses atrás

Olá Luciano. Estamos aprendendo juntos. Você é uma referência para mim de ética e bom humor. Obrigado amigo.

Binho
Binho
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Colonização dos EUA é bem diferente da nossa.

Os britânicos fizeram muita coisa naquele país antes de serem expulsos, somente viajar e conhecer o que foi as “Treze Colônias”.

Bem diferente da família Orleans e Bragança que nunca pensaram em desenvolver esse país.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Binho
8 meses atrás

Binho, os ingleses, holandeses, portugueses e espanhóis colonizar diversos lugares, mas poucos saíram do subdesenvolvimento. Não há diferença na colonização do norte dos EUA daquela feita pelos holandeses no norte do Brasil ou nas regiões das minas gerais.

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Mas é claro que há diferença na colonização do norte dos EUA daquela feita dos holandeses no norte do Brasil. A região mais próspera do Brasil no século XVII foi a do nordeste sob os holandeses, que haviam trazido consigo mesmos, comerciantes e banqueiros judeus. Porém, quando começaram a perseguir católicos como não é demonstrado nos livros, começou o processo para retomar essas terras invadidas. A consequência disso foi que os holandeses se mudaram para uma cidade chamada Nova Amsterdã, atual Nova Iorque, fundando o primeiro sistema bancário de Nova Iorque. O primeiro cemitério e sinagoga de Nova Iorque trazem… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Matheus Santiago
8 meses atrás

Perfeito seu comentário, Matheus Santiago.

Binho
Binho
Reply to  Matheus Santiago
8 meses atrás

Os governos dos EUA sempre incentivaram uma grande imigração de europeus, principalmente do Norte. Os EUA e Canadá são uma extensão do Norte da Europa nas Américas, aonde herdaram muita coisa como estaleiros, fabricas de armas, fazendas produtivas, industrias e por ai vai. Esse inventivo era tão grande, que George Washington perdoou os 30 mil germânicos (maioria Hessenos) que lutavam pelo Rei George na guerra da independência, aonde esses mesmo mercenários germânicos foram depois a base do exercito americano. Aqui no Brasil, Pedro I expulsou todos mercenários após a “revolta dos mercenários” quando maioria se rebelou por não receber soldos.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Matheus Santiago
8 meses atrás

A primeira sinagoga de Nova York foi sefardita. O primeiro seminário judeu foi fundado pelo rabino Mendes.

Binho
Binho
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Colonização do Brasil teve 2 momentos.

1º parte de exploração do NE e Norte, aonde somente vinham soldados, aventureiros, e os chamados “Os degredados”, trouxeram milhares de escravos.

2º Parte de povoamento, após descoberta do ouro em Minas e Goias, aonde cidades inteiras de Portugal ficaram vazias.

E esse imigração forte até anos 70

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Caro Camargoer,

Excelente comentário e aula de história.
Imparcial e apolítica.
Parabéns.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

Obrigado Tadeu. Tentei evitar partidarizar a discussão, mas são argumentos fundamentalmente políticos.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Camargoer
Excelente comentario!
Belissimo texto, imparcial, esclarecedor e baseado em fatos historicos.
E o melhor… sem levar o tema para o “achismo” ou besteirol ideologico igual certos “comentaristas ispecialistas” da direita/esquerda daqui fazem.

Alessandro
Alessandro
8 meses atrás

Coloquem ae em 1964 URSS, pois o livro “O RETRATO” de Osvaldo Peralva que foi treinar lá com os comunistas, deixa bem claro que o governo soviético junto ao partido comunista estavam financiando a luta armada aqui dentro, isso tbm é INTERFERÊNCIA externa.

Tomca.t
Tomca.t
8 meses atrás

Pessoal, uma boa pedida , em filme, pra se ver esta influencia na AL por parte do tio Sam é o filme “Feito na América” baseado em fatos reais e estrelado por nada menos que Tom Cruise.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Tomca.t
8 meses atrás

Tomcat
Excelente sugestao.
Ja assisti, é um otimo filme.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Tomca.t
8 meses atrás

Ola Tomcat. São dois filmes complementares. 1. Feito na América, e 2. O mensageiro.

Antunes 1980
Antunes 1980
8 meses atrás

Devemos levantar nossas mãos para o céu agradecendo por todos estas décadas longe da influência e domínio comunista/socialista.
Imaginem hoje sermos semelhante a Cuba, Venezuela, Angola, Coreia do Norte, Vietnã.
Os Estados Unidos e o capitalismo são longe de ser um sistema perfeito, mas como é bom ter liberdade religiosa, poder ouvir a música que você quer, comprar o carro da marca que você quer, ter várias as opções de escolas para os seus filhos, investir o dinheiro do seu trabalho onde você bem entender.
Como é maravilhoso ser LIVRE!

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antunes 1980
8 meses atrás

Antunes,

Amém.

Quem não gosta dêsses previlégios, são pessoas mentalente insanas.

O Comunismo e o Socialismo são duas facêtas de uma patologia sociológica.

Bosco
Bosco
Reply to  Tadeu Mendes
8 meses atrás

Tadeu,
Todo mundo, sem exceção, gosta desses privilégios, só que os comunistas não gostam que sejam estendido a todos.

Gabriel BR
Gabriel BR
8 meses atrás

As potências defendem seus interesses, errados somos nós ao sermos displicentes para com a nossa segurança nacional e nossos interesses. ( Isso vale para todos os países latino americanos).

Sequim
Sequim
Reply to  Gabriel BR
8 meses atrás

Concordo. Enquanto não cuidarmos de nossos interesses nacionais, seremos sempre joguetes nas mãos alheias.

Alfredo RCS
Alfredo RCS
8 meses atrás

Seria interessante ver um grafico das intervenções sovieticas e suas consequencias atuais…Afinal, usamericano malvados sairam…ja os comunas ficaram.

Antunes 1980
Antunes 1980
Reply to  Alfredo RCS
8 meses atrás

A turma da foice e do martelo aqui do Brasil acredita cegamente que a União soviética foi referência em paz, liberdade, defesa da minorias, igualdade e ações humanitárias.
Desconhecem totalmente os quase 15 milhões de mortes pela máquina comunista. Vai entender né ?

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antunes 1980
8 meses atrás

Antunes,

15 milhões? Só isso? Você deve saber que só na Ucrânia, Stalin matou 10 milhões de homens, mulheres e crianças por inanição.

Será que você estava querendo dizer 150 milhões?

O Comunismo exterminou aproximadamente, entre 180 e 200 milhões de sêres humanos.

Como eu mencionei aqui, o Comunismo e o Socialismo são patologias mentais.

Camargoer
Camargoer
8 meses atrás

Caro Colombelli. Acho que o problema é bem mais complicado do que imaginar a AL como um cubão ou venefavela. A AL é uma grande favela, onde a maioria das pessoal são doentes, mal-instruídas e praticamente sem perspectiva na vida. Acho que a maior parte da população latinoamericana não sentiria qualquer diferença entre uma favela em Caracas, Recife, Buenos Aires, Santiago ou mesmo Michigan. Nos últimos anos, ficou muito difícil eu concordar que nos livramos de um fracasso social e institucional para conquistarmos uma sociedade justa e solidária.

Azevedo
Azevedo
8 meses atrás

“Guerra é o maneira de Deus ensinar geografia aos americanos.”

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Azevedo
8 meses atrás

“Capitalismo é como a tua esposa dizendo que te odeia. Comunismo é como uma prostituta dizendo que te ama”. Victor Moraes

Camargoer
Camargoer
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Olá Victor. Fico curioso sobre essa fixação sexual para metáforas políticas. Geralmente são de mal gosto e quase sempre inadequada.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Ain monge Camargo! O pior que fixação sexual é a negação sexual, como se não fosse brasileiro…

Camargoer
Camargoer
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Caro Victor. Acho que o destino no “pós-morte” vai depender muito do que cada um fez…. alguns “homens-santos” escolhidos por Deus irão se sentar á sua direita; outros terão um dos destinos descritos por Dante; alguns irão reencarnar; outros se tornarão estrelinhas; outros se transformarão em purpurina. Provavelmente, serei lentamente esquecido. Só serei lembrado em duas datas, aniversariamente: quando fizer anos que nasci, quando fizer anos que morri. Mais nada.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Eu prefiro mil vezes uma pessoa escrachada, que fala de sexo e bebe arrotando e come cuspindo do que um sujeito pedante, que tem como principal esporte corrigir o comportamento das outras pessoas como se fosse o senhor da razão politicamente correta. Não se preocupe, pessoas bem intencionadas assim como você também vão para o inferno.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Caro Victor. Acho que o destino no “pós-morte” vai depender muito do que cada um fez…. alguns “homens-santos” escolhidos por Deus irão se sentar á sua direita; outros terão um dos destinos descritos por Dante; alguns irão reencarnar; outros se tornarão estrelinhas; outros se transformarão em purpurina. Provavelmente, serei lentamente esquecido. Só serei lembrado em duas datas, aniversariamente: quando fizer anos que nasci, quando fizer anos que morri. Mais nada.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

“O Comunismo nunca deu certo porque Satanás ficou com inveja de Marx” Victor Moraes

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

“As pessoas que muito se esforçam em parecer sábias, não fazem esforço algum em parecer chatas”. Victor Moraes

Camargoer
Camargoer
Reply to  Victor Moraes
8 meses atrás

Olá Victor. Alguns indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um assunto acreditam saber mais que aqueles que são bem preparados. Essa superioridade ilusória é chamada de “efeito Dunning-Kruger”. Fico intrigado que ignorar esse comportamento é um modo de reforça-lo.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

“Eu tenho certeza que todos aqueles que querem mudar o mundo vivem numa merd@” Victor Moraes

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

“A grande frustração do politicamente correto é não conseguir dar um destino não danoso para as próprias fezes” Victor Moraes

Pedro Bó
Pedro Bó
8 meses atrás

Antes das datas mencionadas no gráfico, ainda teve a Guerra Mexicano-Americana, entre 1846 e 1848, onde os mexicanos perderam boa parte do seu território, sem contar a colonização americana do Texas, que se separou do Estado mexicano para posteriormente se unir aos EUA. A Amérlca Latina, por seu histórico de miscigenação racial, cultura latino-ibérica e catolicismo, longe de todo aquele ideário WASP, nunca foi respeitada pela América Anglo-Saxônica. Se o Brasil ainda fosse um Império, talvez (e um talvez bem grande) pudéssemos bater o pé para os EUA de vez em quando.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Pedro Bó
8 meses atrás

a gente batia o pé para o UK, até passamos um tempo sem relações diplomáticas, a Rainha vitória pediu desculpa ao Brazil, então acredito que estaríamos melhor e no máximo teríamos um país de segunda categoria e não de 5°

carcara_br
carcara_br
8 meses atrás

“Bosco
Antonio,
Dê um exemplo prático e real do Brasil sendo “quintal” americano.”
.
Aqui seu exemplo.

Bosco
Bosco
8 meses atrás

https://www.youtube.com/watch?v=zOe0RmLB6bw
Nem precisamos dizer mais nada.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Dá até sono, Olavo e seus seguidores, a máquina de divisão mais poderosa que o Brasil já viu, uma verdadeira seita que chegou ao poder, representam o mais baixo nível da política brasileira, não cansam de passar vergonha com suas teorias da conspiração que são uma por uma desmascaradas, mas sempre aparecem com uma nova.

Bosco
Bosco
Reply to  carcara_br
8 meses atrás

Carcara,
A maior proeza do diabo é fazer acreditar que ele não existe.
Fique com sua leitura da realidade e eu com a minha.

Bosco
Bosco
Reply to  carcara_br
8 meses atrás

Políticas e leis idênticas sendo implantadas simultaneamente em todo o mundo ocidental e todas com viés anti cultura ocidental e o Carcara acha que é tudo fruto da geração espontânea e que não há um movimento organizado por traz. A agenda globalista LGBT, abortista, feminista, a favor das drogas, anti cristã, anti família tradicional, o movimento para aceitar a invasão do Islã no Ocidente, o desarmamento, a vitimização dos criminosos, a agenda ambiental, o socialismo, o discurso politicamente correto… Tudo é fruto da geração espontânea nos diversos e mais distantes países, como num passe de mágicas todo mundo em todo… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Caro Bosco. A população mundial é cerca de 7 bilhões de pessoas, das quais 2,2 bilhões são cristãs (parte católica, parte protestante e outra parte ortodoxa), 1,6 bilhão muçulmanos (xiita, sunitas..), 1 bilhão de ateus, 1 bilhão de hindus… o mundo é mais diverso do que a cultura judaico-cristâ. Alguns ideias são universais, como educação igual para meninos e meninas, que parece tão óbvio mas que ainda precisa de programas internacionais para ser amplamente implantado. A campanha mundial de vacinação contra a varíola erradicou a doença, mas só porque todas as regiões atendidas. O verme da guiné é outra que… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

“o mundo é mais diverso do que a cultura judaico-cristã.” Mas você conhece algum outro local onde a cultura e religiões originais estejam sendo diretamente atacadas por um processo claramente orquestrado, como no Ocidente? Será que está havendo um movimento anti islâmico no Islã? Ou quem sabe um movimento anti hindu na Índia? Não né? E por que não? Porque os “socialistas” basicamente consideram a família patriarcal aos moldes cristãos como a fonte primal da opressão no Ocidente e é na família que a luta de classes se inicia. Tal pensamento revolucionário não abarcou o mundo todo mas unicamente o… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Ola Bosco. Eu discordo da premissa que existam culturas e religiões originais qualquer lugar do mundo. Todas são influenciadas ao longo do tempo. É um equívoco histórico defender a existência de religiões, culturas ou raça s puras ou originais.

Bosco
Bosco
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Camargoer, Eu sou ateu mas nem por isso eu acho que o mundo deva ser um lugar sem ordem e sem preceitos civilizacionais mínimos. A promiscuidade pretendida pelo “progressismo” da esquerda é claramente danosa a uma sociedade ordeira e que tenha como objetivo a elevação do ser humano. A esquerda na tentativa de fazer um mundo melhor, perfeito, sem opressores, meteu os pés pelas mãos com sua engenharia social idealizada por meia dúzia de “intelectuais” e imposta a todo o povo. É essencialmente má e autodestrutiva por levar invariavelmente ao autoritarismo, à intolerância , ao fanatismo e à quebra do… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Olá Bosco. Fico feliz pelo retorno do “astronauta”. Acho que de modo simplificado, podemos pensar em uma centro-direita e uma centro-esquerda democráticas, cuja defesa da democracia (e portanto dos direitos humanos) é um valor comum. Elas se diferenciam sobre a prioridade do orçamento, das políticas de distribuição de renda, do papel regulatório do Estado, etc. Elas são fundamentalmente diferentes e usam a arena democrática para ganhar o direito de implementar suas políticas. Já a extrema-esquerda e a extrema-direito são fundamentalmente totalitárias, mas possuem propostas bem diferentes para os seus estados totalitários (o que define claramente quem são os grupos sociais… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Camargoer,
Só pra deixar claro esse dislike no seu comentário endereçado a minha pessoa não foi meu. O like foi meu.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Bosco
8 meses atrás

O ateísmo pode ser interpretado como perversão moral consequência da engenharia social comunista. Ou existe um conjunto de fatores se modificando no mundo e transformações comuns que levam sociedades diferentes a desejarem coisas parecidas. Ou, é tudo um plano maléfico…
Triste ver esse discurso conspiratório consegue cooptar pessoas inteligentes, que podiam perfeitamente defender uma visão de mundo que procura conservar seus valores, sem necessariamente ver a posição oposta como inimiga, ou uma grande orquestração comunista…

Camargoer
Camargoer
Reply to  carcara_br
8 meses atrás

Olá Carcará. Há registros de pensadores ateus desde a Grécia antiga. “O Capital” foi publicado em 1867. Valores cristãos têm no máximo 2 mil anos. Ser ateu é uma decisão pessoal que está presente há mais de 40 mil gerações.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Concordo, mas eu não estou discutindo o fato, ou a realidade, mas a interpretação que um grupo grande de pessoas tem do mundo atualmente.
Nem vou entrar no mérito dos valores cristãos surgindo a 2000 anos, porque pra mim é um equivoco.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco,

Estamos sendo destruídos essa legião de demònios que você citou.

Brevemente o mundo vai tomar um susto. Aguarde.

Não sou religioso.

Bosco
Bosco
Reply to  carcara_br
8 meses atrás

A esquerda se viu por décadas com o monopólio do discurso porque abafou todas as vozes contrárias e aí plantou a ideia que não havia mais esquerda nem direita ou o antagonismo capitalismo / comunismo e que o pensamento humano havia encontrado um equilíbrio e que o comunismo a la soviético havia sido morto e enterrado. De repente um “deputadozinho” do baixo clero resolveu peitar a mainstream e o establishment e agora o chamam de louco e colocam nele a culpa pelo país estar dividido. E ele em sendo vítima das mais diversas teorias conspiratórias que são invariavelmente desmascaradas é… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
8 meses atrás

no final eu acho que essas intervenções foram mais benignas do que malignas, vendo como era, como seria, e como ficou, parece ser bom.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

Ola Carlos. Acho bastante difícil defender que as intervenções trouxeram algum benefício para as populações locais. Nenhum lugar que sofreu intervenção experimentou algum progresso social ou econômico. Eu tenho a impressão que as intervenções atrasaram ou prejudicaram o processo de consolidação democrática. Democracias são feita por gerações vivendo em um regime estável com planos de longo prazo. As intervenções fizeram o processo de construção democrática retornar ao início. Nenhum país que sofreu intervenção nos últimos 50 anos mostra índices melhores do que os que não sofreram.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Me diz aí como o Panamá sofreu e retrocedeu? se pedi um exemplo, me dê outro se quiser.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

Olá Carlos. Fiz uma pesquisa bem superficial mas que pode nos ajudar a pensar. O ístmio do Panamá era território colombiano. Quando a empresa francesa faliu, os EUA decidiram terminar a obra. Como o parlamento colombiano não sancionou o acordo, os EUA apoiaram uma revolução que levou à formação do Panamá em 1904. em prejuízo da população colombiana que perdeu a renda do uso do Canal. Hoje a Colombia é considerada parcialmente livre pela FreedonHouse (65 pontos) e o Panamá livre (85 pontos). A Colombia tem um IDH 0,747 (proximo ao Peru) e o Panamá um IDH 0,789 (próximo à… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer
8 meses atrás

Esqueceu de mostrar que no Panamá os salários são um pouco melhor, e os 15 mil de per capta, queria que vc me mostrasse onde e como a situação país se deteriorou, e vc não fez. em poucos anos o Panamá atingirá os 20 mil per capta e gerá um país de alta renda. índice de Gini não é nada, eu acho irrelevante, anos atrás o Afeganistão tinha um grau melhor que a Alemanha, mas o nível de vida de Alemão não é pior que um Afegão

Luciano
Luciano
8 meses atrás

Parabéns, Galante! Excelente material! Lucidez, dados históricos VERDADEIROS e didática ajudam muito nos debates aqui!

Bosco
Bosco
8 meses atrás

O mais curioso é a turma da lacração que queria a intervenção na Amazônia dar pitaco criticando as intervenções americanas. rssssss
Nada como um dia após o outro.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Curioso era ver a direita acusar a França de colonialismo, quando a mesma direita dizia que colonialismo era invenção da esquerda para destilar o ódio contra o Ocidente kkkkkkk deveriam casar cada direitista com um esquerdista, pois combinam na hipocrisia.

Cavalo-do-Cão
Cavalo-do-Cão