Home Blindados Alemanha estende operação dos blindados Weasel 1

Alemanha estende operação dos blindados Weasel 1

2635
29

Por cerca de 73 milhões de euros, 196 veículos sobre lagartas Wiesel 1 estão sendo preparados para uso estendido pela Alemanha.

O pequeno veículo sobre lagartas levemente blindado é usado como porta-armas na infantaria, para emprego anticarro, contra forças levemente blindadas e como veículo de reconhecimento.

O Wiesel 1 é transportável por via aérea e deve poder ser usado até pelo menos 2030.

Dependendo da configuração exata, o comprimento do Wiesel 1 é de cerca de 3,55 metros, altura 1,82 metros e largura 1,82 metros. Com apenas 2,75 toneladas, pesa menos do que a variante blindada do veículo Humvee.

29
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
19 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
Luiz Floriano AlvesMMerlinRENANRenatoCarvalho2008 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Parece de brinquedo ou de anão.

Eduardo
Visitante
Eduardo

A esse tamanho já deveria ser operado remotamente. Esse será o futuro. Ainda sobraria o espaço dos combatentes para mais armamentos, sejam esses armamentos munições para combater de imediato ou transporte dos mesmos.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Os americanos á tem essa (con)versão….

FighterBR
Visitante
FighterBR

Tanque de circo

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Putz, estou precisando de um veículo assim.
Será que eles vendem??

João Adaime
Visitante
João Adaime

A Engesa projetou dois blindados pequenos como este, o Jararaca, 4 X 4 sobre rodas e o Ogum sobre lagartas.
O Jararaca chegou a ser exportado, porém não foi adotado pelo EB.
O Ogum ficou só nos protótipos. Seu projeto foi inspirado no Wiesel alemão.

rdx
Visitante
rdx

Lembro de uma foto do Jararaca armado com o ATGM Milan. Pena que o EB não se interessou.

Santiago
Visitante
Santiago

Tem matéria no Forte de 2009 sobre o EE-3 Jararaca e o EE-T4 Ogum ambos da Engesa, inclusive tem comparação com o Wiesel alemão. https://www.forte.jor.br/2009/09/24/o-blindado-engesa-ee-3-jararaca/ https://www.forte.jor.br/2009/09/22/o-blindado-engesa-ee-t4-ogum/

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Aqui nós desenvolvemos o OGUM , porém abandonaram como sempre ,foi desenvolvido para ser superior a este .!

FighterBR
Visitante
FighterBR

Começou…

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

O Ogum tinha como destino o Iraque. O EB nunca requisitou algo parecido.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

O que o EB requisita , quando do Osório , preferiam o Tamoio uma piada ! Atrasados dirão , seria para nossa realidade ,porém a realidade de qualquer defesa , é a do inimigo e não a nossa !

MMerlin
Visitante
MMerlin

O Tamoio tinha um nível de nacionalização de peças extremamente alto e atendia aos requisitos do EB.
O Osório foi projetado para o Oriente Médio, com relevo e vegetação bem diferentes da nossa e com pouquíssima tecnologia nacionail.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Não me parece muito efetivo este mini blindado.
Mas se o pragmatismo e lógica alemã, ele ainda deve ter seu papel no teatro de batalha.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Eles queriam um blindado sobre lagartas capaz de ser transportado dentro de um CH-3 (como mostra a última foto).

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Tropas PQD , Aerotransportadas e Helitransportadas levarão um Leopard para a Ação ,pensaste antes de dar opinião? No caso ,ele poderia levar misseis anticarro e um morteiro que automaticamente seria levado a posição de tiro !

Carvalho2008
Visitante
Carvalho2008

Fala-se que na mesma oportunidade do famosa competição vitoriosa do Osório, também houve uma coadjuvante entre o Ogum e Wiesel, que o Ogum também teria demonstrado sua superioridade

Renato
Visitante
Renato

Esse conceito de veículo não seria adequado para lançamento com tropas paraquedistas??. Lembro-me de que os russo tinham algo parecido na época da guerra fria.

Carvalho2008
Visitante
Carvalho2008

Exatamente isto!

Carvalho2008
Visitante
Carvalho2008

O objetivo dele é exatamente este.

Um blindado para desdobramento rápido aerotransportado.

RENAN
Visitante
RENAN

Reinventar a roda Uma versão brasileira com 2m de comprimento, 2m de largura, 1,5 m de altura. Pesando no máximo 2 toneladas completamente armado Semi autônomo. Com capacidade de ser lançado do c-390, 10 unidades por vôo. Onde possa acompanhar uma equipe de 7 paraquedista de forma semi autônoma. Pode ter sua relevância no combate moderno. Um pequeno espaço plano no topo com uma maca, pode servir de transporte de equipamentos deixando o lombo do soldado livre. E em caso de ferido pode ser usado para levar o soldado. Com a opção de controlar o mesmo por aplicativo. Ou colocar… Read more »

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Também tivemos os SAFOS ( Sistemas de Alta \\\\\\\\\\\\funcionalidade Operacional ) se não me engano ,para serem lançados de Paraquedas ,mas também o Exército não se interessou , como sempre !

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Correção Sistema de Alta Flexibilidade Operacional SAFO !

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

SAFO 1 da JAMY e Mulas Mecnicas Biselli , procurem no Google !

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

mas depois o EB encomendou o Chivunk….

Carvalho2008
Visitante
Carvalho2008

Eu imagino mini Stugs em plataformas como as que vc descreveu

Uma estabilização do canhão na vertical e 15o de lados, permitem que um equipamento assim possa operar até em ruas apertadas

Remoto ele poderia seguir à frente onde as equipes seguiriam na retaguarda apenas para remuniciar quando os projéteis acabarem. Versões porta morteiros de tiro direto e indireto, canhões sem recuo de 120 MM com ou pod de foguetes mimados entre simples ou laser guided

Um chassi padrão poderia ter versões simples tripuladas a até outras telecomandadas pela tropa

Carvalho2008
Visitante
Carvalho2008

Pod de foguetes mixados

Luiz Floriano Alves
Visitante

O grande trunfo deste blindado é a facilidade de transporte aéreo e sua mobilidade rápida no TO. Até um heli pesado pode deslocar um.Poderíamos fabricar uma versão melhor, com componentes automotivos nacionais. Um projeto para o EB considerar. Os Navais tb teriam proveito com um destes blindados. Armado com ATGM seria uma arma eficaz.