Home Acidente Aeronaútico Acidente com helicópteros Tiger e Cougar no Mali mata 13 militares franceses

Acidente com helicópteros Tiger e Cougar no Mali mata 13 militares franceses

4153
73

A colisão no ar de dois helicópteros foi o incidente mais mortal em décadas para os militares franceses. As tropas faziam parte de uma força francesa de combate aos extremistas islâmicos

PARIS – Uma colisão no ar de dois helicópteros matou 13 soldados franceses na noite de segunda-feira no Mali, anunciaram autoridades francesas na manhã de terça-feira, o incidente mais mortal para o Exército Francês em quase quatro décadas.

Os soldados faziam parte dos 4.500 militares franceses existentes na região do Sahel na África Ocidental desde 2013 para combater o violento jihadismo que se espalhou por toda a região, atormentando vários países.

Os dois helicópteros do Exército francês estavam apoiando uma operação terrestre de comandos franceses que combatiam um grupo de jihadistas que viajavam pelo deserto em caminhonetes e motocicletas, disseram oficiais militares.

Um dos helicópteros havia sido enviado para “permitir a exfiltração imediata de elementos no solo”, afirmou um comunicado do exército.

Voando a baixa altitude, os dois helicópteros colidiram.

“Estava muito escuro”, disse a ministra da Defesa francesa, Florence Parly, em entrevista coletiva à tarde. “Estava sem lua.” Os soldados no terreno já haviam enfrentado os jihadistas, disse Parly, e pediram apoio aéreo.

Ela disse que “as condições operacionais e de combate são extremamente exigentes”.

Não houve sobreviventes entre os soldados franceses, disseram autoridades. Os mortos foram comandos e “soldados de elite” do Exército Terrestre, disse Parly. O acidente ocorreu na zona atualmente mais sensível e afetada pelos islâmicos, no sudeste do Mali, perto da fronteira sem lei com o Níger. A autoridade do governo nessas zonas de fronteira, longe da capital, é mínima.

“Esses 13 heróis tinham apenas um objetivo: proteger-nos”, escreveu o presidente Emmanuel Macron no Twitter na terça-feira.

Os 13 militares franceses mortos no acidente

As forças francesas na região são vistas como apoio essencial aos exércitos locais fracos que têm lutado para conter a ameaça de extremistas afiliados ao Estado Islâmico.

Os ataques são frequentes e os exércitos no Mali e no Burkina Faso parecem impotentes para impedi-los ou limitar suas próprias perdas. Há apenas uma semana, 24 soldados malianos foram mortos na mesma região quando a patrulha foi atacada. Os malaios disseram que 17 jihadistas também foram mortos.

No início de novembro, os jihadistas associados ao Estado Islâmico atacaram a base militar do Mali de Indelimane, matando cerca de 50 soldados. O acidente de segunda-feira ocorreu cerca de 27 quilômetros ao sul de Indelimane. As perdas francesas foram mais leves – 38 mortes desde que os militares franceses intervieram para impedir um avanço jihadista no Mali, quase sete anos atrás.

Mas os contínuos ataques, o reconhecido fracasso até o momento das forças francesas em acelerar os exércitos do Sahel e a impunidade com a qual as bandas jihadistas operam levantaram questões na França sobre a utilidade da Operação Barkhane, como é chamado o destacamento francês. Na terça-feira, representantes de extrema esquerda no Parlamento francês pediram ao governo que pensasse em desistir.

Mas as autoridades militares francesas, em um recente briefing para jornalistas em Paris, não deram nenhuma indicação de retirada a curto prazo – pelo contrário, indicaram que as forças francesas estariam na região indefinidamente. Essas autoridades confirmaram a declaração de julho do general François Lecointre, chefe do Estado Maior, que disse à televisão francesa que sem as forças de seu país, os governos do Sahel “entrariam em colapso”.

As autoridades militares disseram que os jihadistas na região não eram fortes o suficiente para montar ataques a capitais nacionais e não controlavam nenhum território, mas que foram eficazes em minar persistentemente os recursos e a autoridade dos governos nacionais.

“Eles querem mostrar que os estados são fracos”, disse um oficial no briefing.

FONTE: New York Times

73
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
53 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
48 Comment authors
BinhoArariboiaBeserra(FN)Felipe MoraisBlind Mans Bluff Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
João Souza
Visitante
João Souza

Combater jihadista é enxugar gelo. É como um cassino…vc torra seu dinheiro e no fim perde.

sagaz
Visitante
sagaz

Primeiramente que Deus conforte as famílias. Agora quanto a vossa excelência, deve morar no Mali para dizer que não vale a pena, correto?

João Souza
Visitante
João Souza

Vc crê que os franceses estão preocupados com os malaios? Quase em pleno 2020 vc realmente acredita que o sofrimento do povo do Mali ditou a decisão da França de enviar tropas pra lá? Será que o presidente e parlamentares franceses moram no Mali para tomarem tal decisão então? Porque esses soldados morreram por sob responsabilidade deles…enfim…

nonato
Visitante
nonato

Você apoia os jihadistas?

m. wolf
Visitante
m. wolf

o interesse dos franceses é proteger as abundantes reservas de urânio daquela região. é este urânio que abastece as usinas nucleares francesas.

Talisson
Visitante
Talisson

Não conheço a fundo o enredo desse conflito, bem como não tenho um viés à esquerda mas custo a acreditar que Marcron esteja preucupado com os cidadãos do Mali, como também não creio que Macron, Greta, Rede Globo etc… tenham se precupado realmente com as “girafas” da Amazônia. Como diz Robinson Farinazzo no canal A Arte da Guerra, esse pessoal defende interesses, não pessoas.

jorge domingos
Visitante
jorge domingos

macron incompetente , se preocupe mais em ajudar a tirar a frança do desmazelo que se encontra que contagia tudo inclusive suas forças armadas.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Antes de tudo, que Deus os tenha e console os familiares.

Ersn
Visitante
Ersn

Helicópteros modernos com sofisticados sistemas de NVG e FLIR além de ser operados por bem treinados pilotos,será que não foram abatidos por MANPADS e AAA e os militares preferem dizer que foi acidente?

Fabrízio
Visitante
Fabrízio

Pensei exatamente nessa hipótese de “história cobertura”!

Entusiasta Militar
Visitante
Entusiasta Militar

se tivesse sido um abate de uma dessas aeronaves a outra iria fugir e se salvar, alem disso, com certeza ja teríamos videos propaganda do Terroristas gritando feneticamente allah akbar

nonato
Visitante
nonato

E se os dois tiverem sido abatidos?

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Que trágico. Condolências às famílias.

Porém vale ressaltar que em geral , os países não confirmam que suas aeronaves são abatidas por rebeldes e/ou terroristas.
Desconfio que eles foram abatidos por fogo antiaéreo.

comment image

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Antunes, desde que vi esta notícia em outro local eu já pensava exatamente como vc comentou. Muito difícil duas aeronaves destas colidirem em missão ainda mais que o heli de ataque fica mais longe dando cobertura pro outro pousar e recolher a tropa ou desembarca-la.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
Infelizmente, pode acontecer.
Por vezes, não dá pra ficar tão longe ( dependendo do terreno e vegetação ou clima), levando o apoio a ficar perto, respeitando uma altitude de segurança, pra não ser alvo de MANPAD.
Sds

Lucas Schmitt
Visitante

Bom dia a todos. Fugindo do assunto da matéria, eu preciso fazer um trabalho, e gostaria de começa-lo descrevendo qual o papel que as forças armadas cumprem no nosso país, porém não encontro as palavras certas e nem argumentos certo. Algum de vocês poderia me ajudar? Por que as forças armadas são importantes para o Brasil?

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
No site do MD, EB, MB e FAB tem coisa.
Sds

Carvalho
Visitante
Carvalho

Sugiro
https://anpocs.com/index.php/papers-29-encontro/gt-25/gt08-21/3688-csilva-o-pensamento/file

Pesquise também sobre Doutrina Delta no exército brasileiro

Pedro
Visitante
Pedro

Coloca no Google, “art. 142 na constituição federal” lá vai te dar um norte!

Zé Mané
Visitante
Zé Mané

Para torrar dinheiro público.

Tutu
Visitante

Seu nick diz muito sobre você.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Cai como uma luva kkkkkkkkk

Agra
Visitante
Agra

Vai tomar no cu

Brunow
Visitante

A Bruxa passou voando sobre a França por estes dias, eles não estão com sorte, boatos vindo do Qatar sugere que o país teria cancelado o contrato para compra de 490 veículos blindados VBCI 8×8 da Nexter, no valor de 2 bilhões de euros..

MBP77
Visitante
MBP77

“… representantes de extrema esquerda no Parlamento francês pediram ao governo que pensasse em desistir.”
*
Por que será que não me surpreendo com essa postura?
Os iguais se protegem mutuamente, como de costume.
Sds.

pgusmao
Visitante
pgusmao

A França utiliza largamento a Legião Estrangeira no Mali, soldados de vários países que contribuem com as forças francesas, as quais tem grande dificuldade de recrutar jovens para seu exército. A Legião com seu efetivo acaba sendo a “bucha de canhão” da França.

Lucas
Visitante
Lucas

Mas isso acontece desde sempre.
Aliás esse é o objetivo da Legião estrangeira Francesa. Ser a “ponta de lança” das forças armadas francesas. Ou seja, os buchas de canhão…

rui mendesmendes
Visitante
rui mendesmendes

Pois então é azar, pois as ultimas perdas de vida nas forças francesas, são todos franceses, e de outras unidades que não a legião, têm sido mais comandos hubert.

Agnelo
Visitante
Agnelo

A Legião é uma forma q a França achou de fazer suas guerras sem morrer francês, dificultando a perda de legitimidade.

Beserra(FN)
Visitante
Beserra(FN)

Boa parte dos Legionários hoje em dia são Franceses, estou falando das Praças, pois como sabemos, todo o Oficialato da Legião é constituída de Franceses Natos, advindos da Academia do Exército Terrestre, onde jovens Aspirante-a-Oficial ao se formarem na sua respectiva Arma tem a opção de escolher a carreira no Exército Terrestre ou na Legião Estrangeira.

Antigamente 90% dos Praças na LE eram estrangeiros, hoje s jovens franceses preferem a LE ao Exército, pois as vantagens econômicas para franceses natos são enormes comparadas as do Exército.

Piloto de Combate
Visitante
Piloto de Combate

Acho difícil que tenha sido AAAe…

Se fosse, teria atingido uma das Anv, pois a outra teria condições de esquivar no inicio do Atq… Ainda, com os recursos disponíveis, dificilmente todos teriam morrido…

Por outro lado, é muito plausível que tenha havido choque entre estas Anv, isso sim com efeitos catastróficos…

Terreno muito plano requer um voo realmente baixo. Numa formação tática, as distâncias são muito próximas. Numa noite escura, como era o caso da última semana, a visão noturna fica prejudicada. Tudo isso somado, risco altíssimo na missão.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Piloto ,blz, novidades sobre a questão dos Cobras made in FMS pro EB ???

ersn
Visitante
ersn

pilotos destacados nesse tipo de desdobramento são normalmente experientes e bem treinados ,não foi um voo de treinamento onde eventualmente a falta de familiaridade e experiencia com equipamento ou da tripulação contribui para esse tipo de acidente,e pensa na noticia no jornal na frança:”duas aeronaves do exercito foram abatidas por rebeldes no mali” e mais facil dizer que foi acidente….

Piloto de Combate
Visitante
Piloto de Combate

Por mais experiência que se tenha, as variáveis são inúmeras…

Ao se voar baixo, rápido, perto, escuro e com a presença de inimigo, a exposição ao risco é muito grande…

Tivemos recentemente intercâmbio com a AvEx Francesa… Altíssimo grau de adestramento! Altíssimo grau de risco em suas missões…

E no voo OVN, como disse outro forista, as percepções são afetadas.

Blind Mans Bluff
Visitante
Blind Mans Bluff

Aeronaves americanas se chocaram contra o solo do deserto, durante treinamento, antes da operacao Desert Shield. Seu comentaria nao tem fundamento.

Fernando
Visitante
Fernando

não era um nh90?

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Primeiramente minhas condolências aos familiares dos tripulantes… Segundo: O que vou escrever aqui já havia escrito nos outros dois blogs e volto a repetir: Só tem uma maneira de acabar com terrorismo: Primeiro: Ao invés de ficar jogando dinheiro fora com compra de armamento bélico para combate-los, dê estrutura (Moradia, educação, saúde, oportunidades) para os ditos terroristas ou até para aqueles que pensam ser. Pq?!? O terrorismo se vale da mesma maneira que o crime organizado se vale na áreas pobres brasileiras… Se não tenho oportunidade fazendo o certo, vou fazer o errado para ver o que dá… Dae as… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
Terrorista não é bandido.
Há muitos enganados, mas há muitos convictos de seus ideais, o q não é muito compreendido em um mundo, onde ter valores e ideais tem sido considerado bobagem.
sds

rui mendesmendes
Visitante
rui mendesmendes

Claro, e matar civís inocentes, vais dizer que é dano colateral, não é? Assim como esconder armamento em escolas, dormir em casas de familias com crianças, para ter escudo, tudo legítimo, e faz parte de ideais, não é? Lindos ideais, esses.

Blind Mans Bluff
Visitante
Blind Mans Bluff

Terrorista nao eh bandido. Entendi.

Manock
Visitante
Manock

Quando ocorrem colisões no ar contra projéteis inimigos é realmente trágico!

😝

Agnelo
Visitante
Agnelo

Talvez vc não saiba, mas a média de perdas aéreas em combate é de aproximadamente 50 % fogo inimigo e 50 % acidentes.
sds

Ricardo Barbosa
Visitante
Ricardo Barbosa

Quem é do Mali é malinês e não malaio, como tá no texto. Malaio é da Malásia.

nonato
Visitante
nonato

Parece haver pouca vontade política.
7 anos na região e o problema continua.
Claro que no Afeganistão também é parecido.
No Mali parece ser mais fácil.
Mas tudo parece com o Estado Islâmico na Síria.
Enquanto não botarem pra torar, combater para valer, fica nesse lenga lenga estilo Obama e Macron.
O mesmo se aplica ao tráfico internacional de drogas.
Se agir pra valer na Colômbia e no México com certeza cai drasticamente o tráfico de drogas.

Salim
Visitante
Salim

Nonato, e bem difícil combater grupos terroristas no meio população Civil. Nazistas não conseguiram acabar grupos resistência com todas atrocidades cometidas por eles. Solução seria um plano Marshaw para estas regiões e também para Brasil pois aqui os números de violência superam a de muitos conflitos ( em nr absolutos superam todos).

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

Trump inclusive ja sinalizou que “não descarta” o uso de Drones no combate aos carteis mexicanos.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

A única coisa que vai acontecer é morrer um monte de inocentes, pois traficantes se misturam no meio da população e das próprias forças do governo. Prenderam o filho do El Chapo num dia, no outro começaram a matar policiais e civis inocentes igual insetos em dedetização. Tiveram que soltar o cara.

Além do mais tráfico é empreendedorismo, não se espante se começar a surgir manpads ou um 20 mm nas mãos dos cartéis para abater drones do governo.

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

deve ser de UMA DESONRA ser polícial no Mexico e ainda ‘se ajoelhar e bater continência’ aos chefes dos cartéis!

rui mendesmendes
Visitante
rui mendesmendes

Pois, bom mesmo é o teu amado líder, que se retira, e deixa os companheiros de armas sozinhos.

Felipe Morais
Visitante
Felipe Morais

O Salim te respondeu com um excelente exemplo. Os nazistas, com um elevadíssima estrutura estatal, não conseguiram acabar com os grupos de resistência. Brasileiros e Colombianos, com uma forte estrutura estatal, enfrentam uma imensa dificuldade em combater organizações criminosas, sendo que essa estrutura estatal é penetrada, com certa frequência, por esses grupos criminosos. Agora você imagine a dificuldade que um Estado totalmente falido, sem estrutura, sem pessoal, com altíssimo nível de corrupção etc (como esses países africanos) possuem para enfrentar esses grupos armados. E não é uma força de poucos milhares de estrangeiros que vai mudar isso. Em uma pseudo… Read more »

Flavio
Visitante
Flavio

A França adora se envolver no Mali, seria pelos minérios?

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

Como ex-colônia francesa ele tem o dever de manter a ordem no país… estão lá desde 2013 ,e o interesse do Governo francês é querer evitar que rebeldes islâmicos da África Ocidental se tornem um perigo para a Europa. A França teme que o Mali se torne refúgio e lugar de formação de terroristas caso lá se instale um Estado islâmico. Mas não se trata somente de possíveis ameaças terroristas. A longo prazo, a França tem interesse em explorar os recursos minerais da região do Sahel, principalmente petróleo e urânio, mineral que a empresa nuclear francesa Areva já explora há… Read more »

Augusto L
Visitante
Augusto L

Geralmente helicópteros de forças especiais tem equipamentos TERCOM

Augusto L
Visitante
Augusto L

E radares altímetros.

Juarez
Visitante
Juarez

Com o breu noturno em uma noite sem lua cheia, vale o NVG, que distorce profundidade. Isso ái ´emissão é coisa para top dos tops, e que é top neste tipo de missão são Night Stalkers.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Juarez essa notícia me fez lembrar um artigo que li na Rand a um tempo atrás, o autor comparava as operações francesas e americanas e chegou à conclusão que os franceses aceitam riscos nas suas operações que os americanos nem pensariam em fazer caso fossem correr os mesmos.

Binho
Visitante
Binho

Maioria dos legendários ai são franceses, me parece que quase todos.

Claro que essa história de acidente foi pra dar uma “amaciada” na opinião publica francesa já puta com esse governo.