Home Carros de Combate Saab celebra contrato para atualização de meia-vida de simuladores de veículos de...

Saab celebra contrato para atualização de meia-vida de simuladores de veículos de combate alemães

1812
15

A Saab celebrou um contrato para a atualização de meia-vida dos simuladores dos veículos de combate AGDUS do Exército Alemão. O valor do pedido é de cerca de 180 milhões de coroas suecas (SEK) e as entregas acontecerão em 2020-2022.

O Exército Alemão deu o primeiro passo para modernizar a sua capacidade de treinamento militar em 2017, ocasião em que a Saab forneceu o código aberto a laser U-LEIS. Isso proporcionou maior interoperabilidade ao Exército Alemão, permitindo a sua participação em exercícios militares multinacionais. O pedido representa o próximo passo nesse processo e inclui a substituição de hardware obsoleto, além da instalação de novos softwares em todos os veículos, que devem entrar em operação pelo exército até 2030.

“É uma grande satisfação ampliar a capacidade de interoperabilidade do cliente alemão, um fator essencial para a participação de exercícios multinacionais de alta qualidade. A Saab possui um longo e saudável histórico de cooperação com o cliente e, este pedido, fortalece ainda mais o nosso relacionamento com o Exército Alemão”, declarou Åsa Thegström, head da unidade de negócios de Treinamento & Simulação da Saab Dynamics.

O contrato prevê a atualização do sistema AGDUS BT 46 do Exército Alemão para a última geração da tecnologia. A atualização inclui treinamentos de alta fidelidade, tecnologia sem fio e recursos de realidade aumentada incorporados às miras. Ela integra ainda sistemas de controle de disparos, silhueta de veículos reais e simulação completa de balística a laser. O sistema pode ser configurado para diversas plataformas de veículos e é totalmente compatível com as gerações anteriores. ­

DIVULGAÇÃO: Saab/MSLGROUP Publicis Consultants

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antunes 1980
Antunes 1980
7 meses atrás

Por que na matéria não converte as coroas suecas para valor aproximado em dólar?

Gordo
Gordo
Reply to  Antunes 1980
7 meses atrás

Pela cotação que vi 1 dolar vale 9,5 coroas suecas. Aparentemente o Trump nao reclama dessa diferença com Eles e nem com o Japão sobre sua respectiva moeda.

Antunes 1980
Antunes 1980
Reply to  Gordo
7 meses atrás

Então um contrato de aproximadamente 18,5 milhões de dólares. Me parece que deixar o valor em 180 milhões de coroas suecas causa um impacto bem maior, correto?

Gordo
Gordo
Reply to  Antunes 1980
7 meses atrás

Da essa impressão num primeiro momento, o impacto aparenta ser maior.
Imagino que o texto tenha deixado o valor em coroas pelo fato de que o negocio pode ter sido feito em coroas, se não me engano os caças brasileiros foram negociados em coroas. Pelo que andei lendo Países estão cada vez mais negociando entre si com suas respectivas moedas evitando o uso de dolares.
Isso obviamente entre Paises com sistema financeiro estável, caso contrário o negócio só sai em dolar ou euro 💶.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
7 meses atrás

Vai precisar muito dele depois que os EUA sair da OTAN.

sub urbano
sub urbano
7 meses atrás

Interoperabilidade é utopia. A OTAN é uma sopa de letrinhas com uma dúzia de nações que falam 10 linguas diferentes. Se tiver guerra os russos chegam a Berlim e 2 semanas.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  sub urbano
7 meses atrás

“Se tiver guerra os russos chegam a Berlim e 2 semanas.”

Queria ter metade do seu otimismo.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Alfa BR
7 meses atrás

Isso podia ser real na guerra fria nos anos 70-80,hoje em dia duvido que chegariam a berlim em duas semanas,poderiam até chegar,mas lá teriam que enfrentar os Alemães e seus MELLS e seus panzerfaust 3IT

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
7 meses atrás

A cabeça de guerra ou ogiva de carga oca em forma de tandem da arma antitanque Panzerfaust 3 IT foi projetada para derrotar todos os tipos atuais de Blindagem Reativa Explosiva ou ERA (pode perfurar até 1.100 milímetros de aço resistente).

A grande quantidade de alto explosivo na ogiva de carga dupla é extremamente eficaz contra alvos secundários como fortificações de campo, construções de concreto ou tijolos e paredes de sacos de areia.

https://www.zapilili.ru/pics/1/29/military_girls_10.jpg

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  sub urbano
7 meses atrás

Os franceses seriam os primeiros a pedir arrego.

O bloqueado
O bloqueado
Reply to  sub urbano
7 meses atrás

Na verdade na época da Guerra Fria os russos já tinham metade de Berlim, em um dia tomariam o resto.
Hoje em dia tem que atravessar a Ucrânia, depois a Polônia.

nonato
nonato
Reply to  sub urbano
7 meses atrás

O que faz a alegria da turma que gosta da bagunça.
Morar na Rússia e Cuba ninguém quer…

Doug385
Doug385
Reply to  sub urbano
7 meses atrás

A economia russa quebra já na primeira semana numa guerra desse nível.

nonato
nonato
7 meses atrás

Que objeto contratual estranho.
Atualização de meia vida dos simuladores de veículos de combate AGDUs ( não sabia nem que existia esse veículo de combate, muito menos os simuladores).