Home Conflitos em andamento Foguetes atingem a Zona Verde de Bagdá que abriga tropas dos EUA

Foguetes atingem a Zona Verde de Bagdá que abriga tropas dos EUA

3627
129

Foguetes atingem a base das tropas americanas um dia após o ataque dos EUA que matou o comandante iraniano

Vários foguetes caíram na zona verde, fortemente fortificada de Bagdá, em seu bairro de Jadriya e na base aérea de Balad, que abrigava tropas americanas no sábado, disseram os militares iraquianos.

Nenhuma vítima foi relatada em nenhum dos incidentes.

Dois projéteis de morteiro atingiram a Zona Verde e dois foguetes atingiram uma base que abrigava tropas americanas no sábado, um dia após um ataque mortal dos EUA ter matado o comandante iraniano Qassim Soleimani, o principal chefe paramilitar iraquiano Abu Mahdi al-Muhandis e um grupo de outros iranianos e iraquianos.

Osama Bin Javaid, da Al Jazeera, reportando de Bagdá, disse que nenhum dos projéteis caiu dentro da embaixada dos EUA.

“Segundo as forças de segurança iraquianas, os projéteis aterrissaram nas áreas de comemoração dentro da Zona Verde”, afirmou.

Dois foguetes Katyusha atingiram a base aérea de Balad, ao norte de Bagdá, onde estão as tropas americanas, disseram fontes de segurança e militares iraquianos.

Fontes de segurança relataram sirenes estridente e disseram que drones de vigilância foram enviados acima da base para localizar a fonte dos foguetes.

A embaixada dos EUA em Bagdá, bem como os 5.200 soldados americanos estacionados em todo o país, enfrentaram uma série de ataques com foguetes nos últimos meses que Washington atribuiu ao Irã e seus aliados no Iraque.

No mês passado, um ataque matou um empreiteiro americano que trabalhava no norte do Iraque, provocando ataques aéreos retaliatórios dos EUA que mataram 25 combatentes perto do Irã.

As tensões aumentaram na sexta-feira, quando os EUA atacaram o comboio de Soleimani ao sair do aeroporto de Bagdá, e diplomatas e tropas dos EUA em todo o Iraque estavam se preparando para mais ataques com foguetes.

Na sexta-feira, o líder supremo do Irã, Ali Hosseini Khamenei, disse que a morte de Soleimani intensificaria a resistência de Teerã aos EUA e Israel.

Abu Hamzeh, comandante da Guarda Revolucionária da província de Kerman, mencionou uma série de possíveis alvos de represálias, incluindo a hidrovia do Golfo, através da qual cerca de um terço do petróleo transportado por navios do mundo é exportado para mercados globais.

FONTE: Al Jazeera e Agências de Notícias

Subscribe
Notify of
guest
129 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RENAN
RENAN
4 meses atrás

Parece pouco perto do que se espera
Seria um chamariz para estudar o movimento dos americanos?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  RENAN
4 meses atrás

O inusitado do ataque americano pegou de surpresa os xiitas iraquianos.
Agora, provavelmente, devem estar escondendo suas instalações, material e homens para que não fiquem muito expostos.
Depois, devem ocorrer os ataques de retaliação.
O mais importante é ver até onde vão se aglutinar as forças anti-americanas no País.
Se os americanos ficarem sozinhos, podem dar adeus ao Iraque.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  RENAN
4 meses atrás

Não é um chamariz, mas estão testando o tempo de reação dos americanos e ao mesmo tempo dando um recado!

Recruta Zero
Recruta Zero
Reply to  RENAN
4 meses atrás

O que se espera é uma chuva de míssil tomahawk!!!

Cheng
Cheng
Reply to  Recruta Zero
4 meses atrás

Baita ingênuo! Cada tomahawk custa USD1,6mi…..

Salim
Salim
Reply to  RENAN
4 meses atrás

É o que tem o Irã tem pra hoje, pegou emprestado Hamas kk. Acredito ser algum grupo menor que mandou katiusha por conta própria.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  RENAN
4 meses atrás

É o que eles podem fazer…se fizerem mais vão toma porrada até morrer.

Wagner
Wagner
4 meses atrás

Russia e China só na pipoca,pedem moderação ,mas no escondido estão torcendo pelo conflito.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Na verdade quem mais pode se aproveitar da “distração” americana com o Irã é a Turquia com os Curdos. Massacre à vista!

Ricardo Barbosa
Ricardo Barbosa
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Turquia tá em xeque no momento. Se cumprir promessa de mandar tropas para Libia, vai ter que encarar o Egito que tem forças armados do mesmo tamanho e está do lado da Líbia, além da Grécia sua rival eterna. Ao mesmo tempo os rebeldes que ela apoia em Idlib na Síria estão perdendo terreno para o exército sírio apoiado pelos russos. A Turquia está prestes a dar um passo em falso.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Evidente que isso desgastou ao máximo a posição americana no Iraque.
Devemos considerar também que apenas três países apoiaram esses ataque.
Não preciso citá-los, mas sabemos que são governados pelos ‘The Three Stooges’. da política internacional.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Claro… a China, que é o maior importador de petróleo do mundo e consome 13,5 milhões de barris por dia (4.9 bilhões de barris ano), vai ficar feliz quando sua conta no posto de gasolina subir de US$ 295 bilhoes (barril a US$60) a US$500 bilhoes por ano, que é o que vai acontecer se o barril voltar a US$100 o barril

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Aí, é só compra da Venezuela que ontem anunciou que vai abrir a exploração de petróleo para empresas estrangeiras.
Será que alguma empresa chinesa ou russa vai se qualificar?

Ricardo Barbosa
Ricardo Barbosa
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Venezuela está com a capacidade de produção reduzida a menos de um terço por dificuldades operacionais, manutenção, falta de pessoal capacitado, sucateamento de instalações, etc… Demoraria ao menos um ano para aumentar consideravelmente a produção.

Angelo Chaves
Angelo Chaves
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Não, não é só comprar da venezuela. Mesmo o preço do petróleo venezuelano é influenciado pelo mercado mundial, e mais importante que isso, nem todo petróleo é igual, existem petróleos com qualidades diferentes e, portanto, melhores para ser matéria prima de um outro produto. E o petróleo do golfo é o melhor do mundo. Até o Brasil é “autossuficiente” em petróleo, mas importa o petróleo de qualidade diferente de outros locais para produzir produtos diferentes, bem como exporta.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

A Venezuela tem dois problemas. O primeiro é que ela não está conseguindo produzir nem um milhão de barris por dia, e a China consome 13. Precisaria multiplicar por treze a produção, o que levaria décadas. Nem no auge de sua produtividade a Venezuela chegou a produzir 4 milhões por dia. O segundo problema é que a maior parte do petróleo Venezuelano tem mais enxofre do que o do Oriente Médio, o que significa que as refinarias chinesas não conseguem processá-lo.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Se a China tiver direito aos espólios os gafanhotos colocam até uma cruz no capacete e lutam em nome do cristianismo, ou até mesmo em prol da liberdade!

Marcos10
Marcos10
Reply to  Wagner
4 meses atrás

A China tem pouco interesse em um conflito, pois isso elevaria os preços do petróleo, do qual eles precisam tanto.
Outro player que demanda petróleo e a Índia.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Discordo. A eventual destruição de refinarias iranianas prejudica a China.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
4 meses atrás

Bandeira vermelha hasteada na principal mesquita iraniana. O que isso significa? Vingança iminente!

Onde está o pacifismo dos xiitas?

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Hastearam a Bandeira Vermelha de Hussein sobre a Cúpula Sagrada da Mesquita Jamkaran, em Qom. Essa é uma das mais sagradas mesquitas Xiitas e essa bandeira é carregada de simbolismo e significa guerra total e nem na Guerra Irã-Iraque ela foi hasteada! Num país que é uma ditadura teocrática ninguém hastearia essa bandeira numa das mais sagradas mesquitas Xiitas sem autorização do governo.

Gabriel
Gabriel
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Huuuuuu
Huuuúuu

Estou falando, apocalipse a Vista!

Gabriel
Gabriel
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Foi uma ironia…kkkkk

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Se há uma coisa que certamente não haverá é uma guerra total.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Dado o nível do que aconteceu
, as declarações sobre o “pacifismo xiita” parecem bastante estranhas. Isto é pelo menos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Os xiitas devem estar pensando:
Por que os americanos ainda estão aqui bombardeando nossa gente?
Não estaria na hora de irem embora?
Ou já não passou em muito esse momento?

Daniel
Daniel
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Antonio, Os norte-americanos são vizinhos de todos os países do Oriente Médio e, por essas e outras, detém o direito sagrado de interferir e, eventualmente, atacar qualquer outra nação em nome da democracia e da liberdade de mercado. Ao menos, é isso que “pensam” alguns “especialistas” em tecnologia militar… Exatamente aqueles que quase nunca ocupam cargos de comando numa nação e, nas poucas vezes que o fizeram, levaram às nações ao fracasso completo, como na Alemanha e no Japão. Ah, também “pensam” assim os fracassados que mal sabem utilizar a língua materna mas torcem pelo conflito na casa dos outros… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Daniel
4 meses atrás

Correto.
E li uma interessante definição de terrorista em um jornal de grande circulação: ‘Terrorista é aquele que a gente não gosta’.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Daniel
4 meses atrás

Vizinho de todods os países do oriente medio? Fumou crack filho? Ou só faltou as aulas de geografia por materia de esquerdistas comunistas marxista da peste?

Gabriel
Gabriel
4 meses atrás

Depois da morte das girafas na Amazônia, da morte de pacifistas iranianos por drone, a resposta dos justos com uma chuva de fogo. É o apocalipse que se aproxima.

hauhauauahuahauhauabau

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
4 meses atrás

Estão testando o tempo de reação,para talvez lançar alguns scud na base…

Doug385
Doug385
Reply to  Alexandre ziviani
4 meses atrás

Isso seria um erro gravíssimo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alexandre ziviani
4 meses atrás

Não creio que façam isso.
Não há necessidade.
Deve-se aumentar as ações de guerrilha para desgastar os americanos.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Alexandre ziviani
4 meses atrás

Lançar algo partindo do território Iraniano seria quase suicídio. Até os democratas teriam que calar a boca quando Trump atacasse.

Salim
Salim
Reply to  Alexandre ziviani
4 meses atrás

Alexandre, são mísseis praticamente caseiros sem definição alvo, acredito que Rússia nao usa faz muito tempo. Só o Hamas que usa a partir gaza. Acredito ser algum grupo remoto no Iraque tentando fazer algo. Só seriam um teste se fosse algumas dezenas como atiram em Israel, porém lá também sem muito resultado prático.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
4 meses atrás

Trump falou que se o Irã se vingar os EUA vão atacar 52 locais no Irã, o número de 52 faz referência ao número de reféns na tomada da embaixada americana em Teerã durante a revolução islâmica do Irã.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Ele posou uns twitters com essa ameaça, bem no estilo Donald Trump!

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Se fosse para ser destruído e sabendo da eminência de ser destruído,jogaria tudo para destruir qualquer alvo americano na área. Mas acho que trump também deveria ter cuidado com suas bravatas… “Deixe isso servir como um aviso de que, se o Irã atingir americanos ou ativos americanos, nós miramos 52 alvos iranianos (representando os 52 reféns americanos que foram tomados pelo Irã há muitos anos), alguns em um nível muito alto e importante para o Irã e a cultura iraniana, e esses alvos, e o próprio Irã, serão atingidos de maneira rápida e dura. Os EUA não querem mais ameaças!”… Read more »

Angelo Chaves
Angelo Chaves
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

A questão é que vindo dos americanos não são bravatas, eles podem fazer.

Daniel
Daniel
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

O interessante é ver como o povo norte-americano está nas mãos de um cidadão.

Quando eu ouvia a professora falando que imperador x ou y havia tocado fogo em Roma, iniciado uma guerra perdida na Pérsia ou afundado o Império, eu não entendia como um só homem podia fazê-lo.

Agora eu entendo.

paulof
paulof
4 meses atrás

Complexo do palácio presidencial na cidade de Mosul que abriga forças americanas foi atacado por morteiros. Exercito do Iraque deve ser a maior vítima do ataque, provavelmente a missão da comandante Jennie Carignan deve se retirar do país.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paulof
4 meses atrás

E hoje, o Presidente do Irã entrou em contato com Erdogan para, possivelmente, acertar os ponteiros mediante esta grave situação.

OSEIAS
OSEIAS
4 meses atrás

Isso vai longe. Mas todos sabemos que se os americanos quiserem, acabam com as forças iranianas. Mas qual seria o resultado disso? Bom, já vimos esse filme. Um aumento exponencial de violência, terrorismos, etc…
Estamos pronto para isso, vale a pena?

Jacinto
Jacinto
Reply to  OSEIAS
4 meses atrás

É uma pergunta que deve ser realizada pelos dois lados. Vale a pena, para os iranianos, ver seu país destruído para vingar um general?

Rodrigo LD
Rodrigo LD
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Eles são da mesma estirpe dos iraquianos na época do Saddam Hussein e é só questão de tempo para terem o mesmo destino. O oriente médio será a futura terra de ninguém. Voltarão para a idade média, se já não estão lá. Abraço camaradas.

Tulio Rossetto
Tulio Rossetto
Reply to  Rodrigo LD
4 meses atrás

“Voltarão para a idade média”
Eles já vivem na Idade Média, no caso voltarão pra Idade da Pedra.

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

com muita certeza esse exercício de pensamento ejulgamento deve ser feito pelos dois lados.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Os aiatolás não o farão por ele, mas tentar para manter a percepção de que tem algum poder externo. Terão que medir muito bem sua reação, do contrário Trump irá usar a classica doutrina do Big Stick, mas sem a conversa suave, só paulada mesmo.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  OSEIAS
4 meses atrás

A vida dos americanos que vivem fora dos EUA estão ameaçadas, principalmente pelos atentados terroristas. Talvez voltar para os EUA agora seja a ‘melhor opção’.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Dado nível dos ataques americanos, sem motivação e condenado pelo Mundo inteiro, qualquer instalação ou cidadão americano em qualquer lugar do Mundo passou a ser um alvo justificado.
Alguém poderia condenar que um iraniano mate um General americano em Washington argumentando que ele estaria planejando um ataque ao Irã?

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
4 meses atrás

Primeiramente boa noite agentes da Interpol e do Mossad, coraçãozinho para vocês! ♥️

Como era esperado o Irã está retaliando a morte de seu general através de seus proxys no Iraque, Síria e Iêmen. O que já era ruim vai ficar péssimo, principalmente para os cidadãos americanos da área!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Defensor da liberdade
4 meses atrás

E o Parlamento iraquiano pediu a saída de todas as tropas americanas do País.
Se o próximo passo for declarar que não pode assegurar a integridade dessas tropas (como eu estou prevendo) a saída ficará péssima para os EUA.
Aí teremos os EUA contra a maioria do povo iraquiano, suas milícias e Exército.

Gabriel
Gabriel
4 meses atrás

Interessante como ainda existem pessoas que analisam essas questões no Oriente Médio como se ainda existisse a Guerra Fria e a rivalidade URSS x EUA.

Hoje, se for para o bem das respectivas economias, os EUA e China se aliam para tirar o Irã do mapa e a Rússia participa da coalizão e fica com um pedacinho do território. Israel aproveita e ajuda.

Mas nada disso vai acontecer.

O Irã está basicamente isolado. Vai gritar. Vão lançar uns foguetes e a vida vai seguir.

Daniel
Daniel
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

O “eixo do mal” é formado por compradores de armas, serviços e tecnologia seja da Rússia seja da China. Vemos o mundo a partir do ponto de vista norte-americano tal qual os povos submetidos por Roma que os ajudavam a destroçar outros povos… Ou os militares de colônias em pleno século XXI que se alistavam em forças do colonizador. Em que pese o maniqueísmo EUA vs URSS ainda persistir, penso que ele persiste apenas na mente de pessoas de baixa cultura (o que não se confunde com formação acadêmica). Não por outro motivo, tivemos um governo eleito em boa parte… Read more »

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
4 meses atrás

“Vim para confundir, não para explicar” velha máxima de alguns intelijumentos infiltrados fingindo ser o que não são.

Chevalier
Chevalier
4 meses atrás

Só o que o Aiatolá terrorista pode fazer é peidar e beliscar mesmo.

Daniel
Daniel
Reply to  Chevalier
4 meses atrás

Grande contribuição ao debate. Parabéns!

Antunes 1980
Antunes 1980
4 meses atrás

Vai ficar por isso mesmo, foguetes caseiros, RPg’s e no máximo morteiros leves contra as bases norte-americanas. Algo que o talibã já faz a mais de 15 anos no Afeganistão.
Estes coitados são massa de manobra; de milícias xiitas no Iraque, terroristas do hezbolah e hamas até nômades de chinelos houthis. Serão todos feitos de bucha de canhão.
Americanos e israelenses já estão preparados para eliminar estes terroristas xiitas.

comment image

Marcos10
Marcos10
Reply to  Antunes 1980
4 meses atrás

Se fosse fácil assim, os Russos teriam ganho a guerra no Afeganistão, os americanos teriam ganho a guerra do Vietnã, os israelenses teriam resolvido todos os seus problemas na guerra do Líbano, os problemas no Iraque não estariam se arrastando até hoje e a Síria seria um paraíso. Como pode ser visto, nada é tão simples.

Daniel
Daniel
Reply to  Marcos10
4 meses atrás

Marcos,
O Antunes, como muitos aqui, se formou em Relações Internacionais através de filmes do Arnold, Chuck e Stallone. Deixa ele punhetar a vontade pois o machão solitário de classe média só alcança sucesso assim, com aprovação dos primatas semelhantes num fórum dominado pela plebe inculta que goza ao se imaginar parte do estamento que os governa. Isso é assim desde a Grécia e Roma… ou você acha que os exércitos são formados por que tipo de praça?

Marcos10
Marcos10
Reply to  Antunes 1980
4 meses atrás

Mandar algumas bombas não resolve o problema.

Salim
Salim
Reply to  Marcos10
4 meses atrás

Marcos, existe tipos diferente de guerras. A guerra ocupação visa anexar território, nos casos que você citou São conflitos para tirar um grupo do poder ou enfraquecer o mesmo. Ninguém quer o Afeganistão, Líbano, Síria. O que ocorre nestes conflitos são aniquilar bases terroristas e governos que apoiam o terrorismo Internacional, onde hj se enquadra o Irã, pelo menos na visão dos árabes sunitas e do bloco ocidental.

Marcos10
Marcos10
4 meses atrás

Não dá para analisar a situação no Oriente Médio pelo nosso raciocínio. O Irã já foi invadido diversas vezes. Foi dominado pelos britânicos após a primeira guerra. Foi dividido entre Inglaterra e Rússia após a segunda guerra. Foi implantado um regime pró Ocidente, através do Xá. Foi invadido pelo Iraque, em cuja guerra Israel apoiou o Irã.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Marcos10
4 meses atrás

Os EUA também ajudaram o Irã na guerra Irã-Iraque. O escândalo Irã-Contras, que quase derrubou o Ronald Reagan, ocorreu justamente pela transferência de armas americanas ao Irã durante o conflito e a utilização do $$$ desta operação para financiar os Contras na Nicaragua.

Daniel
Daniel
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Ou seja, os descendentes dos persas (algo que nenhum brasileiro, inclusive eu, consegue sequer imaginar) estão sendo esculhambados por gringos desde muito tempo.

Na boa, que brasileiro, por mais frouxo que sejamos, aceitaria essa condição de forma tranquila?

Jacinto
Jacinto
Reply to  Daniel
4 meses atrás

Olha… os persas não são vítimas; trata-se de um povo com desígnios expansionistas, e são assim desde antes de Cristo. Lembe-se onde os persas foram derrotados pelos gregos há 2.500 anos: em Salamina, no Egeu, muito distante de seu território.

Jorene
Jorene
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Os persas são tão bonzinhos. Uns amores…

JT8D
JT8D
4 meses atrás

A manchete da Folha:
“Míssil que matou general iraniano foi visto saindo do condomínio de Bolsonaro”

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  JT8D
4 meses atrás

kkkk kkkkk kkkkkk cara… vc foi perfeito… esta é ótima….

Daniel
Daniel
Reply to  JT8D
4 meses atrás

JT8D, Você não deve ser do Rio ou, caso seja, deve ser de uma área periférica (ou como falamos por aqui, do subúrbio). A Barra da Tijuca é dominado quase que exclusivamente por “novos ricos” e sua classe média que em quase tudo se assemelha às rêmoras. Qualquer pessoa com alguma cultura saberia que os persas, nesse caso, teriam que ter enviado mísseis a partir do Leblon, de Copacabana ou mesmo Botafogo. Logo, estaria descartada a manchete da Foice, propriedade de uma das famílias mais ricas do mundo (tal qual o Globo). Durma-se com uma turba dessas…

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
4 meses atrás

JT8D, tem quem não entenda uma simples ironia. (E o míssil não foi persa e sim americano, rsrsrs).

Camargoer
Camargoer
Reply to  JT8D
4 meses atrás

“PF encontra documentos que ligam o MST ao General iraniano supostamente morto em uma ação militar coordenada por Trump”

tomcat4.0
tomcat4.0
Reply to  JT8D
4 meses atrás

Hauhauhauhauhau, boa !!!

JT8D
JT8D
4 meses atrás

Para quem se interessa pelo assunto dos assassinatos autorizados pelo governo americano, existem vários livros sobre um caso muito polêmico, a execução do terrorista da Al Qaeda Anwar al-Awlaki ocorrida no Iemen em 2011. A morte de al-Awlaki foi muito parecida com a de Souleimani: foi usado um míssil Hellfire lançado de um drone. O complicador deste caso é que, embora de ascendência iemenita, al-Awlaki era um cidadão americano nascido no Novo México. A autorização para a execução foi dada por Barak Obama e um dos livros que conta essa história é “Dirty Wars”, de Jeremy Scahill. Para tornar o… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  JT8D
4 meses atrás

O Obama é uma coisa difícil de entender… ele foi o presidente que mais realizou assassinatos seletivos, deportou mais imigrantes ilegais do que o Trump, mas é visto com uma aura de santidade…

Marcos
Marcos
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Interessante dessa eu não sabia, vc tem alguma fonte disso, se puder me passar eu agradeço..

JT8D
JT8D
Reply to  Marcos
4 meses atrás

Marcos, tem muito material na net sobre isso, além de documentários e livros. O livro do Scahill inclusive foi traduzido para o português há alguns anos atrás.
Vou tentar copiar um link abaixo:
https://www.vice.com/pt_br/article/mgqbxv/o-drone-ranger-as-guerras-sujas-de-obama

Jacinto
Jacinto
Reply to  Marcos
4 meses atrás

Marcos,
Sobre deportações, utilize como argumento de pesquisa “obama deportarion x trump”. Você obterá retornos de inúmeros jornais dos EUA e ai você tem liberdade de escolher o jornal de sua preferência. Sobre assassinatos seletivos com drones, use como argumento de pesquisa “obama drone war”. Naturalmente, os textos estarão em inglês.

Jorene
Jorene
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Por ser um ator que fazia o papel de presidente, aliás simpático, falso, hipócrita e dissimulado. O que muitos adoram.

Tomoko Fujinami
Tomoko Fujinami
4 meses atrás

Os curdos iranianos exilados no Iraque disseram que caso a situação venha a evoluir para uma guerra, eles lutarão junto com os EUA contra a ditadura iraniana.

Frequentemente a teocracia iraniana persegue, tortura e mata os curdos. Não sendo raro bombardearem os curdos no lado iraquiano.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Tomoko Fujinami
4 meses atrás

Todo mundo persegue, tortura e mata os curdos, que formam a maior nação apátrida do mundo.

Salim
Salim
Reply to  Jacinto
4 meses atrás

Pode ser uma possibilidade de EUA avalizar criação pais curdo no ira/Iraque ai os turcos iam ficar loucos.kkk

Jacinto
Jacinto
Reply to  Salim
4 meses atrás

Eu acho que os EUA têm um projeto de longo prazo (20, 30 anos) de criar o Curdistão. Os EUA gostaram da solução dada no caso da Iugoslávia (fragmentar um país em vários menores) e o pessoal chama isso de “balcanização”. É uma forma de enfraquecer o Iraque, o Irã, a Síria e a Turquia – em suma, os países problemáticos da região.

Junior
Junior
4 meses atrás

Olha o que saiu na mídia israelense sobre o que os EUA falaram para o Irã via embaixada Suíça em teerã (representa os interesses dos EUA no Irã) depois de ter matado o general.

https://www.timesofisrael.com/iran-says-us-asked-for-proportionate-response-to-soleimanis-killing/

Jacinto
Jacinto
Reply to  Junior
4 meses atrás

Eu acho que os EUA querem mesmo um resposta do Irã, grande ou pequena, não importa. O que eles querem é uma justificativa para atacar as instalações nucleares do Irã;

JT8D
JT8D
Reply to  Junior
4 meses atrás

Mas o que eles querem dizer com “resposta proporcional”? A morte de um general americano?

César Palmieri Martins Barbosa
César Palmieri Martins Barbosa
4 meses atrás

O ERRO DO IRÃ AO ATACAR A EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS NO IRAQUE EM ANO DE ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS Se esse general é um gênio militar, então o burro sou eu. Quem foi que disse para esse general iraniano que seria uma boa ideia atacar a embaixada dos Estados Unidos em Bagdá, no ano em que o Trump quer se reeleger presidente dos Estados Unidos? Tudo que o Trump quer é um inimigo externo para massacrar e fazer os americanos vibrarem de alegria e orgulho. O Presidente George W. Bush tirou o maior proveito possível do atentado… Read more »

Jorene
Jorene
4 meses atrás

Oriente médio é o samba do crioulo doido! Se não, vejamos; os EUA derrubam a ditadura sunita de Sadam e passam a apoiar os xiitas iraquianos, aliados dos iranianos. O EUA, para enfrentar o Estado Islâmico, arma os curdos comunistas e as milícias xiítas amiguinhas dos iranianos. Agora, com a vitória sobre os jihadistas, o governo iraquiano põe as manguinhas de fora e se prepara para trair os EUA se aliando ao Irã. Moral da história: lá é um vespeiro e é melhor deixar os mulçumanos sunitas e xiítas se destruírem, pois não vale a pena !

Daniel
Daniel
Reply to  Jorene
4 meses atrás

Procurei no dicionário e não achei o que seria esse tal samba. É possível explicar isso aí senhor(a) Jorene?

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
4 meses atrás

Procure nesse seu tal dicionário: “Vai caçar serviço ! “

Jorene
Jorene
Reply to  Jorene
4 meses atrás

Mas só por curiosidade: “O Samba do Crioulo Doido é uma canção satírica composta pelo escritor e jornalista Sérgio Porto, sob pseudônimo de Stanislaw Ponte Preta, em 1966, para o Teatro de Revista, em que procura ironizar a obrigatoriedade imposta às escolas de samba de retratarem nos seus sambas de enredo somente fatos históricos. A expressão do título é usada, no Brasil, para se referir a coisas sem sentido, a textos mirabolantes e sem nexo.”

Daniel
Daniel
Reply to  Jorene
4 meses atrás

Senhora Jorene, não lhe agredi então exijo respeito. Segundo, se a senhora gosta de comunistas como o autor de Febeapá, esse problema é seu…não do meu dicionário.

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
4 meses atrás

Ah, agora deu uma nova pesquisada no seu dicionário, né ? Parabéns ! rsrsrsrs.

jrsal
jrsal
4 meses atrás

O Irã esta prestes a cometer um enorme erro. Se continuarem a atacar indiretamente os americanos e continuar com suas ameaças abre uma oportunidade para os americanos atacarem solo iraniano e seus reatores. E é isso é que Israel esta aguardando

Matheus
Matheus
4 meses atrás

Olha, o Irã não é nenhum santo, mas ameaçar destruir locais culturais, alguns deles patrimonios da humanidade é indefensável.

https://twitter.com/realDonaldTrump/status/1213593975732527112

Trump c*gou no pau forte nesse, isso só vai unir o povo Iraniano ainda mais.

PS: pode chover deslike, não sou alienado, não lambo bota de Trump ou Aiatolá.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Matheus
4 meses atrás

Caro Matheus. O estrago que os EUA fizeram ao patrimônio histórico no Iraque é incalculável.

Matheus
Matheus
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Eu acho engraçado a chuva de deslike, trilogia virou curral de gado de político.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Matheus
4 meses atrás

Caro Matheus. Geralmente, positivação e negativação faz sucesso em concurso de Miss (acho que tem um episódio do BlackMirror que as pessoas buscam insanamente “likes”). Eu já vi negativarem Perguntas, Votos de feliz ano-novo, boas-festas e feliz-natal, Agradecimentos, Sugestão de filme o livro, Dados de fabricantes, Artigo da CF88, Dados estatísticos do IBGE. Uma vez escrevi aqui (e fui muito negativado) “Diga-me quem ti negativas e eu direi em quem tu votas”…

Matheus
Matheus
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Sinceramente não sei dizer se são “trolls” ou simplesmente mal-caráter.
Eu apenas quis dizer que ameaçar destruir patrimonio da humanidade não os fazem ser nada diferentes do que o ISIS fez na Síria ou Talibã fizeram no Afeganistão.

Imaginem se o Irã ameaçasse jogar misseis balísticos no Vaticano.

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Não esqueçamos da síria… Por meio daqueles mercenários teleguiados deles do Daesh…

Daniel
Daniel
Reply to  Matheus
4 meses atrás

Amigo, e que porra de cristão tupiniquim está preocupado com os benditos patrimônios culturais da Humanidade?

A bodega da Arábia senta a marreta no Oriente Médio, injeta dólares em quase todos os piores grupos terroristas mas a galera quase goza quando vê uma live do Trump com os sauditas…

Essa bagaça é patológica. Nós, que não somos patrícios, temos que aceitar os “gostos” masoquistas da plebe na qual nos inserimos. É muita mortadela que se acha uma coxinha.

Tomoko Fujinami
Tomoko Fujinami
4 meses atrás

A influência iraniana no governo iraquiano é muito grande e parece que o parlamento votou pela retirada das tropas americanas. São meros fantoches do Irã. Acatando isso, o caminho fica totalmente livre para o Irã dominar todos os setores da sociedade iraquiana e terminar a engenharia social em cidades próximas da fronteira comum entre os dois. Os iraquianos que reclamarem, serão presos ou mortos, como o Irã já vinha fazendo sob a tutela do falecido Soleimani.

É o começo do fim do Iraque como nação.

Tomoko Fujinami
Tomoko Fujinami
4 meses atrás

Há relatos que quase toda a frota israelense de aviões Gulfstream G550 Nachshon está no ar agora de manhã…

Ou estão planejando fazer um exercicio em grande escala nas próximas 48 horas, ou algum lugar do Oriente Médio terá chuva de bombas israelenses. Não posso imaginar uma terceira opção.

Tomoko Fujinami
Tomoko Fujinami
Reply to  Tomoko Fujinami
4 meses atrás

Fui averiguar agora o site flightradar24.com e ainda há um G550 Nachshon israelense no ar. Ao menos que esteja com transpoder ligado. Está a 12.000 metros de altura e deduzo que monitorando o Líbano. Se prosseguir na rota atual, também passará ao largo da Síria.

Olhando ao redor acabei me deparando com um De Havilland Canada DHC-8 que parece ser do Departamento de Estado dos EUA. Está no Norte da Jordânia, com um comportamento estranho, como se esperando dizerem para ele qual direção ir.

Tomoko Fujinami
Tomoko Fujinami
Reply to  Tomoko Fujinami
4 meses atrás

Um G550 Nachshon decolou da base aérea de Nevatim na última hora. Parece que começou por monitorar a Faixa de Gaza e agora está com atenção voltada para o Libano e as colinas de Golã: O que impressiona nos últimos dias é o nível de atividade da aviação de transporte dos EUA. Só nas últimas 12 horas foram onze C-17 Globemaster III e dois C-5M Super Galaxy saindo dos EUA em direção ao Oriente Médio. Sobre a marinha americana, comparando-se os dados do dia 30 de dezembro com os de 6 de janeiro, a Quinta Frota dos Estados Unidos (responsável… Read more »

Ozawa
Ozawa
4 meses atrás

Se os líderes do Irã forem minimamente mais inteligentes que Trump, o que certamente não é tão difícil, não precisarão dar nenhum tiro, sequer enfrentar frontalmente os Estados Unidos numa guerra convencional, ou nuclear, destrutiva e sem chances de vitória para os persas. O Iraque acaba de decidir pela expulsão de todos os soldados americanos de seu território, após anos de ocupação e bilhões de dólares do contribuinte americano desperdiçados com a ratificação dessa saída impositiva. Com essa acachapante vitória política, o Irã não precisará de outra vitória no campo militar. Certamente o vácuo americano será ocupado pelo Irã. Qual… Read more »

TukhMD
TukhMD
Reply to  Ozawa
4 meses atrás

Esqueceu de combinar com os americanos essa retirada do Iraque. Desde quando país derrotado e ocupado tem direito a exigir retirada das tropas do país vencedor?
PS: “detalhe” outro que “esquecestes”: o executivo iraquiano precisaria ratificara solicitação de retirada.

Junior
Junior
Reply to  TukhMD
4 meses atrás

Não tem como obrigar, mas deixa a segurança de soldados e cidadãos americanos com os americanos, basta desaparecer com aqueles postos de checagem que ficam ao redor das bases e embaixada americana, o resto fica por conta das milícias que lá estão, ou seja, o governo iraquiano lava as mãos, se os EUA quiserem continuar que cuidem de sua própria segurança. Quando houve a invasão a embaixada o Pompeu ligou para o presidente e primeiro ministro exigindo que as forças iraquianas protegessem a embaixada e os interesses e cidadãos americanos no Iraque, tendo em vista que eles eram uma força… Read more »

TukhMD
TukhMD
Reply to  Junior
4 meses atrás

Nesse caso, quem vai proteger o governo iraquiano dusamericanus malvados?

Kita
Kita
Reply to  Ozawa
4 meses atrás

Israel vai ter mais um país pra bombardear todos os dias . Estados Unidos podem até sair, mas os custos para o Iran entrar será enorme.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Ozawa
4 meses atrás

Grande Ozawa!
Estava lendo em outros sites questões relacionadas ao Iraque e um ponto que chamou a atenção: se os EUA tivessem atacado o referido General dentro do Irã, seria uma ação legítima, porém como se deu em outro país, há questões legais que os EUA estão se lixando. E aí foi feita uma correlação com o Brasil: se achamos ruim o Macron fazendo ingerência sobre o Brasil, imagina uma ação externa dentro do território nacional.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Ozawa
4 meses atrás

Ozawa, o que o Parlamento Iraquiano aprovou hoje não tem força executiva. Como os parlamentares curdos e sunitas não compareceram à sessão, não havia quórum para a aprovação de leis -e isso porque o pessoal do Irã ameaçou divulgar os nomes dos parlamentares que votassem contra (o que, na prática, é uma ameaça de morte). A Constituição do Iraque foi escrita justamente para impedir a maioria xiita pudesse – na linguagem parlamentar brasileira – tratorar os sunitas e os curdos.

RENAN
RENAN
4 meses atrás

Me colocando no lugar do Irã Enviaria agentes do serviço secreto a alguns lugares do mundo (frequentado por turistas americano) E procuraria um alvo político e um alvo militar de alta patente. A vingança seria na mesma moeda. Localmente analisar as últimas rotas de navios militares americano Enviar o que poder para o local submarinos e minas naval, esperar um alvo de relevância ( porta aviões ou destroires) afundaria. E depois negaria o envolvimento, mas já sabendo Que 200 alvos seria atacado, tiraria o que fosse crucial destes locais. Esperaria o início da chuva de fogo para iniciar a destruição… Read more »

RENAN
RENAN
4 meses atrás

Do lado americano
Eu mandaria 2 porta aviões para região e seus grupos de batalha.

Mandaria o que podesse de ataque de hacker, para destruir as comunicação e energia do Irã.

Matheus
Matheus
Reply to  RENAN
4 meses atrás

Tem que ser maior de 18 anos pra discutir geopolitica mundial, amiguinho,

Mgtow
Mgtow
4 meses atrás

Os EUA deram um tiro no pé. Assanharam um vespeiros.Os cidadãos americanos não terão mais paz nem dentro de suas fronteiras.

João Girardi
João Girardi
4 meses atrás

Nem os próprios iranianos gostam do governo deles:
https://www.youtube.com/watch?v=JlXgvDMoqjY

João Girardi
João Girardi
4 meses atrás

Pergunta off-topic: Alguém recomendaria um bom livro sobre a história do SAS, de preferência com foco na 2ª Guerra Mundial? Não tem problema se for em inglês.

Jacinto
Jacinto
Reply to  João Girardi
4 meses atrás

Olha a Osprey (essa editora maravilhosa) tem um livro dedicado inteiramente às operações do SAS na 2 GM. Chama-se “The SAS in World War II”, e custa 7 libras na versão eletrônica. No site “https://ospreypublishing.com/the-sas-in-world-war-ii”

O bloqueado.
O bloqueado.
4 meses atrás

Meu oráculo sobre a paciência iraniana falhou.

E o parlamento iraquiano votou sobre a retirada dos americanos do Iraque.

Isso está cada vez pior e eu não moro lá mesmo.

carlos andreis
carlos andreis
Reply to  O bloqueado.
4 meses atrás

Lembrando que o que o parlamento iraquiano aprovou foi a retiradas de TODAS as forças estrangeiras que operam no Iraque, teóricamente incluiría as do Irã também , mas acho que isso é só para inglês (ou americano) ver , tudo indica que os aliados xiitas persas permanecerão “auxiliando” o governo iraquiano com os sunitas , e se precisar com os curdos também , alías os sunitas que são 35% da população iraquiana não ficaram nada tristes com a morte do general persa

Jacinto
Jacinto
Reply to  carlos andreis
4 meses atrás

Não tem validade. Ao que parece, não havia quorum necessário no parlamento (os parlamentares sunitas e curdos não compareceram), então a votação não tem força de lei.

tomcat4.0
tomcat4.0
4 meses atrás

Agora o Iraque vira uma zona de vez. Se, somente se, os americanos saírem do Iraque conforme eles os estão expulsando ,aquilo vai virar a casa da mão joana e o Irã vai nadar de braçada.

Junior
Junior
Reply to  tomcat4.0
4 meses atrás

E a coisa tá se espalhando, olha o que o al shabab fez hoje em uma base americana/queniana no Quênia

https://defence-blog.com/news/somali-terrorist-group-destroyed-u-s-spy-aircraft-in-an-attack-on-military-base-in-kenya.html

O bloqueado.
O bloqueado.
4 meses atrás

Generais Santos Cruz e Santa Rosa declararam que o BR deve ficar de fora.

Fonte UOL.

Matheus
Matheus
Reply to  O bloqueado.
4 meses atrás

Tem que deixar avisado, senão a anta em Brasilia já diz que vai enviar tropas no chão.

Alessandro
Alessandro
4 meses atrás

Vai sobrar para os CIVIS iraquianos no fim das contas, o Irã não tem coragem de declarar uma guerra abertamente contra os EUA, então vão usar civis cegos pelo ÓDIO por décadas de LAVAGEM CEREBRAL, para servir com sua milícia (bucha de canhão) no Iraque e em outras regiões do oriente médio. A tática é a mesma de sempre, ficar jogando esses foguetes caseiros em pontos estratégicos para os americanos e israelenses, para tentar baixar a moral das tropas e criar um terror psicológico na população local, e se aproveitar desses tempos “estranhos” na mídia ocidental, para mudar a opinião… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
4 meses atrás

Vai trumpao pode terraplanar o Iran

Daniel
Daniel
Reply to  Rodrigo
4 meses atrás

Ora pois, mas a Terra já num é plana gajo?!