Home Armas de Fogo Pilotos da USAF carregarão carabina nos assentos de ejeção

Pilotos da USAF carregarão carabina nos assentos de ejeção

8189
76

A Força Aérea dos EUA (USAF) recebeu recentemente o primeiro lote de uma nova carabina tipo M4 projetada para ser transportada nos assentos de ejeção das aeronaves da força.

Foram entregues 2.700 carabinas de defesa pessoal GAU-5A de 5,56 mm de calibre que podem ser rapidamente montadas em situações de emergência, de acordo com um recente comunicado da Força Aérea.

“Nos pediram para projetar uma arma que fosse capaz de atingir um alvo do tamanho de um homem a 200 metros”, disse Richard Shelton, chefe da divisão de armas leves, no comunicado. “Ela pode ser montada em 30 segundos, se necessário.”

O programa de US$ 2,6 milhões foi desenvolvido para atender a uma necessidade operacional urgente de aumentar a capacidade de sobrevivência de tripulações aéreas, afirma o comunicado.

Oficiais da Força Aérea anunciaram o programa em junho de 2018 para fornecer aos pilotos uma arma de autodefesa mais capaz caso sejam abatidos sobre território inimigo. No passado, os aviadores estavam armados apenas com uma pistola e talvez uma faca para proteção.

A nova arma de autodefesa da tripulação aérea é baseada na carabina M4 e pesa menos de sete libras. Ela foi projetada para caber dentro do kit dos assentos de ejeção tipo ACES 2, de acordo com o release.

A Força Aérea também anunciou em 2018 que comprará 130.000 pistolas M18 MHS (Modular Handgun Systems) para substituir suas antigas pistolas M9 de 9 mm da época da Guerra Fria .

O Exército concedeu à Sig Sauer um contrato de até US $ 580 milhões em janeiro de 2017. O contrato de 10 anos da MHS exige que a Sig Sauer forneça o serviço com as versões M17 padrão e M18 compacta de sua pistola de 9 mm.

FONTE: Military.com (tradução e adaptação do blog Forças Terrestres)

76
Deixe um comentário

avatar
30 Comment threads
46 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
48 Comment authors
Rudi PY3TORinaldo NeryEmanuel AndersonEduardoJuggerBR Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Eu achava que eles já usavam a MP7

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

MP7 só o DEVGRU e Delta Force

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

uma pena eu acho uma arma incrível.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Bom tarde Senhores!

Nada mais justo! Proteção pessoal até a extração…isto se a descida for exitosa…

CM

O bloqueado.
Visitante
O bloqueado.

Acreditem se quiser, o revolver S&W M-15 em .38 adotado em 1956 ainda tinha uso na USAF até o ano passado.

https://www.thedrive.com/the-war-zone/26810/the-usaf-is-finally-ditching-the-last-of-its-cold-war-revolvers-for-new-semi-auto-pistols

Claudio Severino da Silva
Visitante
Claudio Severino da Silva

Hoje, o único local em que esses revólveres ainda estão em serviço é no AFSFC (Air Force Security Forces Center), como parte do programa de treinamento do Cão de Trabalho Militar (MWD), também conhecido como programa K9.

gordo
Visitante
gordo

Fiquei surpreso, achava que esse pessoal já levava armas similares a muito tempo já que no Vietnã tiveram uma boa experiência.

roberto Medeiros
Visitante
roberto Medeiros

acredito q seja algum erro de conversão de medidas. provavelmente estivesse em libras, mas colocaram em quilos.
“…e pesa menos de sete quilos…”
Na verdade, uma plataforma AR pesa MUITO menos que isso. ele devia estar falando em 7 libras, que daria aproximadamente 3,5 kg

Carlos Mendes
Visitante
Carlos Mendes

Sim, o artigo original fala em 7 pounds.

Henrique
Visitante
Henrique

Não entendo como tem gente que dá “dislike”em um comentário que é pertinente.

Eduardo
Visitante
Eduardo

Ignorância pura meu caro Henrique ou burrice incurável

Ersn
Visitante
Ersn

E eu achava que no kit de sobrevivência tinha metralhadora MP7, granadas e munição extra ,tenso cair em território hostil somente com um revólver ou pistola.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Na minha concepção isso daí é apenas um placebo. Algo para dar encorajamento às tripulações voando sobre território inimigo. Sim, se eu estivesse no lugar deles também queria um, mas vamos ser realistas: – Um piloto não recebe nem de longe o treinamento de um soldado de infantaria típico no uso do fuzil. – Um piloto armado com um fuzil não tem a menor chance de escapar de um pelotão de 8 soldados também armados com fuzis, em terreno do qual os inimigos estão plenamente familiarizados e o piloto não; – Esses soldados estarão altamente motivados em passar a mão… Read more »

rdx
Visitante
rdx

Claro que faz diferença. Um piloto armado com fuzil pode dar muito trabalho…se bem abrigado pode retardar o avanço da patrulha até a chegada do resgate.

Treinamento? Aposto com qualquer um que um piloto da USAF deu mais tiros na vida que um pelotão inteiro da nossa infantaria.

Henrique de Freitas
Visitante
Henrique de Freitas

Com 2 carregadores ?

Dr. Mundico
Visitante
Dr. Mundico

Eu acho que você anda assistindo muito filme do Stalone ou do Chuck Norris.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Concordo, é claro que o mais importante é não ser localizado. O ponto não é virar o rambo, mas apenas ganhar tempo e melhorar as possibilidades de um resgate.

Santiago
Visitante
Santiago

Exatamente. Regras de restrição de combate, poupar munição e atirar só em último caso.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

O problema não é o quanto de tiros que ele deu, mas sim o quanto ele absorveu no curso do SERE, ali sim da uma verdadeira capacidade de sobrevivência.

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

perfeito

Rudi PY3TO
Visitante
Rudi PY3TO

Me lembrei daquele piloto abatido , acho que na Bósnia que virou até filme que neste momento não me recordo o nome.

Dr. Mundico
Visitante
Dr. Mundico

É o que também penso. Sinceramente não vejo a utlidade dessa arma nas mãos de um piloto abatido diante de patrulhas ou pelotões formados por dezenas de inimigos. Agora vão querer que o piloto seja o Rambo da carabina portátil?

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Voce já respondeu. Se estivesse no lugar deles também ia querer um. Esses rifles não são novidade, mas antes eram bem mais simples. Eram armas multipurpose, pensadas para defesa e até mesmo como arma de caça para sobrevivência, caso o cenário permitisse fazer algum barulho.

Oseias
Visitante
Oseias

A melhor coisa a fazer com essa arma é atirar na própria cabeça.

Naamã
Visitante
Naamã

Clésio,a carabina não é para se defender de tropas regulares.Ela está alí para repelir grupos que não seguem as convenções de Genebra.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

faz sim, pois ele tem a chance de fugir e repelir o inimigo até um ponto de extração ou até chegar o resgate, porém o resgate tem que ser rápido,

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Se o cara quiser ele aperta mais 2 carregadores ai nesse kit. isso daria ao piloto 120 tiros com o rifle + a pistola.

Não ele não vai virar o Rambo, não ele não vai parar o exercito inimigo sozinho.

mas ate o CSAR chegar da tempo do piloto garantir sua segurança e em casos de necessidade, retardar uma pequena patrulha.

Bille
Visitante
Bille

Buenas.

Não é tão simples. Primeiro porque bem sempre você voa na mesma aeronave, segundo que mexer no kit é um procedimento de manutenção (ele não tá acessível sem desmontar uma parte do assento ejetável), terceiro que o assento tem limite de peso – não dá pra sair tacando peso do nada. Se tiver dentro do limite blz. Se não, pode ter problemas na ejeção.

Mas ter um fuzil é excelente. Se tiver um fuzil é uma pistola melhor, e uma boa faca mais ainda.

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Está ia uma excelente solução.
Pois se não me engano, a arma padrão dos pilotos e tripulação de blindados era a H&K MP5-SD.
Parabéns pela USAF pela inovação.
Alias, em se falando de inovações as forças militares americana, chinesa e russa dentre outra, dão um baile.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

P q a SD ?

Hawk
Visitante
Hawk

Também achava que eles usavam a MP7 ou uma carabina portátil! KKK

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Uma boa ideia, se o piloto sobreviver ao abate e a ejeção com uma pistola ( que todo piloto costuma levar ) e uma carabina vão aumentar a chance de se defender e não ser capturado até ser resgatado se cair numa área hostil! Esse tipo de solução vai terminar virando um kit obrigatório nos assentos ejetores, variando o tipo de arma de país para país!

Radagast, o Castanho
Visitante
Radagast, o Castanho

Pelo que vi o kit tem mais do que só o a carabina, tem o que parece ser luvas ou balaclava e uma parada amarela que não consigo identificar o que pode ser.

Agora o que poderia estar ai de útil nessa cor tão chamativa?

Bosco
Visitante
Bosco

Sem querer polemizar , mas eu considero equivocado o termo “carabina” para designar um fuzil de assalto de cano curto. Salvo engano no Brasil carabina é uma arma longa de tiro de repetição ou semiautomática que utiliza munição de arma curta (revólver ou pistola).

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Mas no Exército dos EUA o M-4 é classificado como carabina e creio que por isso na tradução o termo tenha sido usado, mas lembrando a carabina M1 da Segunda Guerra não usava o mesmo tipo de munição do fuzil M1!

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Esta é a definição do EB, no resto do mundo CARBINE é sempre a versão curta de uma arma mais longa.

No caso o M16.

O bloqueado.
Visitante
O bloqueado.

O EB tb chama a submetralhadora (EUA), ou pistola-metralhadora(Europa), de “metralhadora de mão”, o BR é o único país que usa este termo.

E nos EUA até 16″ de cano é carabina, acima disso é rifle. O termo “fuzil” deriva da alma raiada em espiral (fuso), mas sendo assim até um revólver então poderia ser chamado de “fuzil”.

A matéria é traduzida de um site americano, usou a terminologia americana.

Afonso
Visitante
Afonso

Engraçado que o kit, aparentemente, não possui bandoleira. O que dificulta o pleno emprego em ambiente hostil.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Na USAF, senão houve mudanças..

Os alunos jão são enviados para o curso SERE ainda na academia da força aérea.

SERE – Survival, Evasion, Resistance and Escape

Justamente o que o nome diz.

Não é para pegar este AR e sair caçando inimigos.

É para utilizar em extrema emergência, até o CSAR chegar.

Se faz barulho alerta quem está próximo ou se elimina alguém, mais tarde vão dar falta.

O lance é fugir, ocultar, despistar e atrasar..

Entre estar só com uma pistola e este AR, eu fico com os dois.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Os pilotos russos levam uma garrafa de vodka e uma pistola 9mm× Makarov Blowback. 😎

https://youtu.be/bdkK69ScZ3Q

Manoel Claudino Soares
Visitante
Manoel Claudino Soares

Vi que nos mi 24 usam uma ak 74 carabina, no documentário afghan: the soviet war

FAUSTÃO FEIJÃO
Visitante
FAUSTÃO FEIJÃO

No Brasil, os pilotos de aviação de combate e/ou logística seja por meio de asa fixas ou rotativas, transportam algum tipo de armamento em caso de serem abatidos em território hostil?

Gauber
Visitante
Gauber

Acredito que sim, mas suponho que seja uma pistola em calibre 9mm.
porém no nosso caso, se hipoteticamente um piloto for abatido, sua ´´melhor´´ salvação será raciocinar e esconder-se ao aguardo de equipes especializadas para à sua extração temos a disposição do EAS e o ComAnf. Infelizmente o MeC não é habilitado para esse tipo de missão, e no Exército quem iria fazer esse tipo de operação seria um destacamento de Comandos ou Forças Especiais, ou um destacamento misto.

JuggerBR
Visitante
JuggerBR

Considerando que o país não tem pretensões de entrar em território hostil, o mais correto seria um kit voltado pra sobrevivência, no máximo uma pistola pra enfrentar a vida animal.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

O uso da 9mm é obrigatório.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

O piloto não vai precisar matar um pelotão inteiro para sobreviver. Dependendo da tropa enfrentada, matando um ou dois, o resto foge. No mais, caso insistam em sua captura, pelo menos ele terá mais chances de matar mais inimigos antes de ser capturado ou morto.
Uma carabina em mãos bem treinadas pode fazer um grande estrago e garantir a sobrevivência do piloto até seu resgate.
Não, não estou falando que a pessoa vira o Rambo. Só estou dizendo que não terá um desempenho ruim igual a traficantes, policiais e infantes mal-treinados.

O bloqueado.
Visitante
O bloqueado.

O próprio piloto do F-117 abatido nos Bálcãs em entrevista a RFA declarou que muitos equipamentos já disponíveis no mercado civil de então seriam extremamente úteis, e que a primeira coisa que ele pensou em fazer foi se esconder para acionar sua localização em condições seguras. Ele nem pensou em confrontar os sérvios que o procuravam, então não teceu críticas à Beretta M9 que portava. Ele sabia que só revelaria sua posição caso a utilizasse. Então concordo com o Clésio Luiz que tal carabina só vai lhe acrescentar 3kg (arma, maleta, carregadores e munição) para correr dos caçadores inimigos, ou… Read more »

Pst27
Visitante
Pst27

Bobagem!
Os venezuelanos levam bodoque há tempos nos assentos dos seus caças…

Entusiasta Militar
Visitante
Entusiasta Militar

Excelente ideia, com certeza dará mais segurança ao piloto para se defender ate o resgate chegar …

E se o piloto aterrizar numa ilha deserta, ainda pode usar a carabina para varias coisas como atirar num coco e conseguir água de coco fresquinha, acender uma fogueira e ate pescar kkkk

https://www.youtube.com/watch?v=ILMAKXte_Rc

Munhoz
Visitante
Munhoz

Acho que deveria ser equipada com um silenciador e um lançador de granadas, um estoque maior de munição e mira telescópica, poderiam colocar também um designador laser para o piloto abatido poder orientar apoio de fogo.

Mas aí é pedir demais!

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Faltou a fita vermelha para amarrar na testa

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

A fn p90 caberia excepcionalmente nessa função, principalmente com seus carregadores de 50 munições.

rdx
Visitante
rdx

Eu quero ver quem é “Rambo” para subir uma colina ou entrar numa edificação para matar um militar armado com uma M4.

Aliás, a história militar está cheio de exemplos de atiradores solitários que, heroicamente, protegeram posições e/ou salvaram companheiros incapacitados.

Marcus Pedrinha Pádua
Visitante
Marcus Pedrinha Pádua

Mas está infinitamente mais cheia de atiradores solitários que morreram em confronto com números maiores de inimigos…

rdx
Visitante
rdx

O kit possui 04 carregadores de 30 munições.

nonato
Visitante
nonato

Dúvida:
Logo após a ejeção, abre-se um paraquedas, certo?
Mas o piloto continuará preso ao assento?
Caso contrário, ao pousar terá que procurar o assento e, consequentemente, a carabina?

Marcelo
Visitante
Marcelo

A parte do assento onde o piloto se senta fica presa ao arreio do para quedas, e é onde está o kit de sobrevivência e a arma.

nonato
Visitante
nonato

Pronto, respondeu.
Muito embora pareça estranho pousar com o assento junto.
Acredito que a maioria não saiba, não pergunta e pode criticar a pergunta.

Dr. Mundico
Visitante
Dr. Mundico

Pelo teor dos comentários, metade deseja ver o piloto abatido como um Rambo pronto a exterminar o exército inimigo com uma carabina portátil até a chegada da cavalaria, quer dizer, do resgate.
E a outra metade vê o piloto como um kamikaze ansioso pelo suicídio e auto-imolação apenas para eliminar 1 ou 2 inimigos.
Como alguém disse abaixo, se um morrer os outros vão fugir apavorados….
Bem…procurem ajuda especializada o quanto antes!

Pedro
Visitante
Pedro

os enrustidos aqui, na verdade, sonham com guerras, pensam que é vídeo game e mentem aqui dizendo que são apenas entusiastas de armas bélicas e tal…

Dr. Mundico
Visitante
Dr. Mundico

Pois é..pessoal aqui é adepto da doutrina Chuck Norris de combate.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

“se um morrer os outros vão fugir apavorados….”

Eu acho que você viajou legal nessa. Fosse assim nenhum soldado ou insurgente tomaria terreno e ganharia combates, como está acontecendo agora mesmo no Oriente Médio.

Dr. Mundico
Visitante
Dr. Mundico

“Rafael Oliveira
O piloto não vai precisar matar um pelotão inteiro para sobreviver. Dependendo da tropa enfrentada, matando um ou dois, o resto foge. No mais, caso insistam em sua captura, pelo menos ele terá mais chances de matar mais inimigos antes de ser capturado ou morto”.

Chuck Norris versão kamikaze de fim de semana…

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Dr. Mundico,
Gostaria de saber sua opinião sobre o que um piloto deve levar e o que fazer caso aterrisse de paraquedas numa zona de guerra.
Não vai me dizer para ele andar com uma Convenção de Genebra e mostrar para quem vier em seu encalço, né?

Dr. Mundico
Visitante
Dr. Mundico

Amigo, em caso de abate em território inimigo, o piloto deve ter por objetivo permanecer vivo procurando abrigo e ocultando sua posição até um eventual resgate. Usar arma de fogo inadvertidamente apenas acusará sua posição e seu desespero. Não vejo como um único soldado possa se sair bem diante de um pelotão de 5 ou mais homens bem armados , com todo o suporte logístico e conhecedores do terreno. Acho uma temeridade travar combate com forças inimigas de forma isolada, pois será fatalmente ferido ou morto. Essa conversa de um soldado resistir heroicamente diante de um batalhão inimigo é muito… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Dr. Mundico, Eu não falei para usar a arma inadvertidamente. Eventualmente o soldado não consegue se esconder e é localizado. Se localizado e atacado, com uma arma ele pode reagir. Sem arma, não pode. Render-se não significa que sairá vivo. Exemplo óbvio: Estado Islâmico. Renda-se e tenha sua morte cruel transmitida ao vivo. Entre me render ao Estado Islâmico e atirar, prefiro atirar. Render-se e sair vivo também pode não ser vantajoso. Você pode ser torturado brutalmente para passar informações, estuprado e etc. Dependendo da pessoa, é melhor morrer do que passar por isso. Se eu fosse um piloto americano… Read more »

nonato
Visitante
nonato

Acho que agora está explicado. Piloto abatido tem como objetivo se esconder e sobreviver. Mas caso não consiga se esconder, é possível que encontre um soldado e outro. Até porque se estivesse no meio de mil soldados não conseguiria se esconder nem enfrentar. A arma é para pequenos enfrentamentos. Tive até a ideia agora. De repente tornar pilotos em forças especiais. Se for abatido, levar um kit grande para sabotagem, espionagem e enfrentamento. Se tornar uma unidade de comandos avançada. Tentar explodir depósitos de munição, desabilitar antenas de rádio e tanques. Se infiltrar no território inimigo de forma furtiva. Passar… Read more »

Glasquis7
Visitante

Off:
Pero no mucho…

Alguma notícia do Flintlock?

Seria bom ver como se comportam as forças em exercícios fora do Eixo que tradicionalmente vemos.

JuggerBR
Visitante
Emanuel Anderson
Visitante
Emanuel Anderson

Os nossos contam com algo do tipo?