Home Noticiário Internacional Trajetória do Coronovírus país por país – 22 de março

Trajetória do Coronovírus país por país – 22 de março

3885
43

O gráfico do Financial Times mostra que agora os EUA estão definitivamente com a curva mais acentuada (maior crescimento exponencial porque o eixo Y é logarítimico) nos casos de COVID-19. Observar também que Espanha, Alemanha e França estão apenas 7 a 10 dias atrás da Itália.

Quando o número de mortos de Covid-19 nos EUA subiu para 417, com mais de 33.000 casos registrados em todo o país, um número crescente de líderes estaduais e municipais disparou alertas à Casa Branca de que um ponto de inflexão estava próximo.

Os avisos foram particularmente fortes em Nova York, onde os casos aumentaram acentuadamente além dos 15.000 e agora representam cerca de metade dos casos nos EUA.

Bill de Blasio, prefeito da cidade de Nova York, disse que os suprimentos de hospitais, incluindo ventiladores, máscaras e luvas cirúrgicas, seriam esgotados em 10 dias, enquanto Andrew Cuomo, governador do estado de Nova York, alertou que até 80% da população do estado de quase 20 milhões estava em risco de contrair o vírus.

No Brasil, que estará entrando no inverno, o governo inicialmente descartou os alertas e seu sistema de saúde está em mau estado. Se o vírus se propagar nas favelas, pode causar uma catástrofe.

Subscribe
Notify of
guest
43 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
7 meses atrás

Em termos de epidemia, a situação parece muito grave na Itália e nos EUA, este último com avanço devastador nos últimos dias.
Em termos econômicos, parece que soltaram um Bomba H nas economias ocidentais.
Nos EUA, o FED calcula que a queda do PIB pode chegar a 50% nos próximos meses e o desemprego pode ir a 30%.
Isso em uma economia altamente baseada no consumo e onde o Governo e as famílias estão extremamente endividadas.

Sequim
Sequim
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

Uma tragédia a nível mundial, Kings. Que alguns entendam isso definitivamente.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Sequim
7 meses atrás

Sequim

Verdade.
Nunca pensei que fosse presenciar algo dessa natureza e magnitude.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

Bom dia, uma bomba H sem destruir estruturas, preservando o meio-ambiente, mas atingindo o cerne da economia mundial. É maquiavélico (natureza, homem…)

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Saldanha da Gama
7 meses atrás

Sem querer filosofar, mas que sirva de exemplo para que todos repensem suas prioridades na vida e suas maneiras de agir, pois parece que assim não iremos muito longe.
SDS tricolores.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

Ninguem vai passar ileso, desde as economias Ocidentais, Orientais, chineses….vai sobrar para todo mundo…

WVJ
WVJ
Reply to  Plinio Jr
7 meses atrás

Afinal, o barco é um só.
E aqui, provavelmente, com hospitais lotados, não vai fazer muita diferença quem tem plano de saúde top, ou quem é filho de algo.

Pedro
Pedro
7 meses atrás

Lembre que por 10 anos fizemos estádios, vilas olímpicas, portos e aeroportos em ditaduras cumpanheiras ao inves de hospitais no Brasil! Nao se faz copa do mundo com hospitais disseram.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Pedro
7 meses atrás

Meu caro, sem querer defender o que foi gasto para a copa e olímpiada (crime), mas a falta de investimento nesta área, vem de muito antes, uns 30 a 35 anos.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Pedro
7 meses atrás

Vamos lembrar que nossa falta de investimento em escolas propicia a ampla disseminação de fake news tbm!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Pedro
7 meses atrás

Pedro

Estou realmente comovido com sua preocupação com os hospitais para os mais pobres.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

Já que vc n tem nenhuma, alguém tem que ter..

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
7 meses atrás

De bem intencionados, o inferno está cheio.

Kommander
Kommander
Reply to  Pedro
7 meses atrás

Hmmn
Um mês atrás não tava vendo ninguém falar de hospital aqui, só de comprar mais Tamandarés e Gripens. Lembraram da questão social agora?
Nossa, como nosso povo é solidário!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Kommander
7 meses atrás

Kommander

Idem os americanos.
O Pentágono pede para que as indústrias militares não parem a produção de armamentos, enquanto os hospitais de lá começam a reclamar de falta de material.

carcara_br
carcara_br
7 meses atrás

A despeito do fato da nossa curva provavelmente se assemelhar muito mais a americana já que temos múltiplos focos de disseminação da COVID-19, segue a trilha sonora:
https://www.youtube.com/watch?v=HgzGwKwLmgM

Jacinto
Jacinto
Reply to  carcara_br
7 meses atrás
Jacinto
Jacinto
Reply to  Jacinto
7 meses atrás
Reginaldo
Reginaldo
7 meses atrás

Faltou um gráfico com a porcentagem em relação a população dos países pois cada país com possui uma população e a saturação dos sistemas públicos está relacionado especificamente com esta proporção, assim veríamos o porque o caso da Itália ser considerado o mais grave… Outra coisa… O fato do país ser grande e vasto é um fator positivo pois a propagação pode ser desacelerada ou ao menos ter seu crescimento estabilizado preservando assim uma quantidade de leitos sempre disponíveis. Ex. Portugal possui em torno de 3 leitos para cada 1.000 habitantes enquanto que o Brasil possui apenas 2 mas vejam… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Reginaldo
7 meses atrás

Amigo você cometeu um erro conceitual grande ai, o fator mais importante pra velocidade não é o tamanho absoluto, mas a densidade populacional. Ser grande como o brasil, possuir vários focos de disseminação e ter cidades com grandes densidades populacionais significa que o brasil vai enfrentar a curva de Portugal multiplicada várias vezes em alguns dias…

Reginaldo
Reginaldo
Reply to  carcara_br
7 meses atrás

Sim, este é um problema real mas pode ser solucionado através do gerenciamento inteligente. O caso do Brasil é parecido com o da china, até menos complicado e veja que eles conseguiram estabilizar a doença, lá o vírus tem muito chão ainda pela frente devido a super população. Podemos fazer algo parecido aqui também.

Jacinto
Jacinto
7 meses atrás

Parece que os países ocidentais chegaram à conclusão de que, dado o fato de haver muitos portadores assintomáticos, é impossível suprimir e erradicar o vírus. Teremos de conviver com ele e sobreviver a ele. A tentativa dos governos e apenas evitar que muitos se contaminem ao mesmo tempo, para evitar um colapso no sistema de saúde o que eleva exponencialmente a mortalidade das pessoas. Mas veja que os gráficos que demonstram a necessidade de achatar a curva não prevem a redução substancial do números de infectados, apenas alongam o período de contaminação, isso de forma a permitir que a situação… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Jacinto
7 meses atrás

Jacinto, tempo é o recurso mais precioso agora, se achatarmos a curva, além de uma perceptível (porém não acentuada) diminuição do número total de casos teremos oportunidade de produzir equipamentos, preparar leitos, comprar material e desenvolver um protocolo de tratamento com drogas já disponíveis. Se isto for viável será uma vitória incrível da humanidade, tenho certeza que todos os profissionais de saúde ficaram felizes quando os ingratos olharem pra trás é os chamarem de alarmistas e que o corona não foi isso tudo.

Jacinto
Jacinto
Reply to  carcara_br
7 meses atrás

Eu acho correto achatar a curva para diminuir a mortalidade – não tenho nenhuma dúvida da correção das medidas tomadas neste sentido. O que eu estou apontando é que o achatamento da curva não irá fazer o vírus sumir. Apenas irá alterar o tempo de contaminação das pessoas para obtermos o tempo – que é realmente, precioso no momento. Tempo para buscar tratamento, para buscar vacina, para nos preparar.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Jacinto
7 meses atrás

Ok, peguei o seu ponto. até porque pra eliminar o vírus teríamos que destruir seu reservatório natural e não sei se isso é possível, viável ou recomendável.

jommado
jommado
7 meses atrás

E dizer que construíram estádios e investiram em olimpíadas o dinheiro publico( não vou falar do mensalão e dos escândalos da Petrobras e empreiteiras sem falar nos inúmeros outros…) quando o povo pedia HOSPITAIS….

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  jommado
7 meses atrás

Talvez se começassem a cobrar impostos de jatinhos, iates, jet-skis e etc, parassem de pagar auxílios para juízes, procuradores, militares e etc, taxassem grandes fortunas (como fazem nas economias avançadas), parassem de dar isenções fiscais a grandes fazendeiros e industriais e por ai vai, sobrasse dinheiro para estádios, escolas, hospitais e tudo que pudesse imaginar.
Conta outra que esse papo não cola.

J R
J R
7 meses atrás

Tem algo muito errado com os números chineses, eram para ser muito maiores, acho que como sempre, a ditadura prendeu a verdade…

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  J R
7 meses atrás

Este é o problema…acreditar em ditadura é mais questão de fé, que de razão..

WVJ
WVJ
Reply to  J R
7 meses atrás

A OMS deve estar por dentro meu caro. Aceite de uma vez que dói menos.

carcara_br
carcara_br
Reply to  J R
7 meses atrás

Não adianta esconder esses números porque se a infecção pelo vírus tiver correndo solta no país ela será detectada depois quando fizerem novos sequenciamentos do material genético em outros países, mas…

Sequim
Sequim
Reply to  carcara_br
7 meses atrás

Uma das melhores maneiras de se saber se a China está enfrentando novo surto é monitorar, do espaço, por satélite, a qualidade do ar. Se houver uma repentina melhora significa que a economia parou porque as pessoas pararam de circular. No auge do atual pico tiraram fotos por satélite de uma das mais poluídas regiões chinesas e atmosfera no local estava muito limpa. Sinal que a economia havia parado por causa do vírus.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  J R
7 meses atrás

A China tem um enorme e eficiente sistema de saúde pública e de seguridade social.
A Itália também tem, mas falharam no início da pandemia.
Os EUA, além de falharem na questão inicial da disseminação do vírus, não tem um sistema de saúde pública e seguridade social eficientes.
Devem sofrer bastante.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

Antonio,
Isso não é verdade. A China não tem um sistema público e universal de saúde como o SUS ou o NHS britânico. Lá e como nos EUA: ou a pessoal tem um plano de saúde que funciona com base em co-participação (ou seja, o plano de saúde paga uma parte e o consumidor outra) ou ele não tem cobertura nenhuma e precisa pagar o tratamento de saúde. Somente nas zonas rurais é que o Estado chines fornece tratamento médico gratuito à população, mas neste caso os tratamentos são os mais simples, sem capacidade de procedimentos complexos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
7 meses atrás

Jacinto.
Para vc comprovar a eficiência do sistema de saúde chinês, basta assistir os vídeos de brasileiros que moram na China e que utilizam os hospitais.
É uma realidade totalmente inacessível a brasileiros e americanos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
7 meses atrás

Jacinto.

Segue um vídeo de um casal de brasileiros que mora em Guiyang.
Olha o nível do hospital, o preço da consulta (cerca de R$ 8,00) e o preço do remédio (cerca de R$ 3,00).
E olha que eles são estrangeiros.
São valores apenas simbólicos.
Para os locais devem ser mais irrisórios ainda.
E o local onde eles moram (Guiyang) fica em um dos Estados mais pobres da China.

https://www.youtube.com/watch?v=nbWUg-C6DA0

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

Antonio, Isso é atendimento ambulatorial por médico generalista – que é barato porque é barato em todo mundo. No Brasil é possível encontrar médico especializado, com residência (ou seja formação técnica superior ao de um generalista) fazendo atendimento ambulatorial na casa dos R$ 30 reais. Para além da remuneração do profissional, o custo do atendimento ambulatorial é a folha do receituário e a tinta da caneta. O que é caro, no Brasil e em todo mundo, incluindo a China, é a internação hospitalar, porque ai o paciente terá de ser atendido por vários médicos de especialidades diferentes, vários enfermeiros, vários… Read more »

Sequim
Sequim
Reply to  Antoniokings
7 meses atrás

E isso pode turbinar a candidatura do socialista Bernie Sanders à presidência dos EUA, pois um dos seus objetivos como presidente é criar um sistema público de saúde.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Sequim
7 meses atrás

E a obsessão de Trump é destruir o o que restou do Obamacare que é algo mais próximo de uma saúde universalizada.
Os americanos vão pagar caro (em vidas) por isso.

Eduardo
Eduardo
Reply to  J R
7 meses atrás

O vírus Chinês devia ser diferente, mesmo com todos os transportes funcionando, e o ano novo chinês tendo acontecido durante a fase de disseminação, 1.4 Bi de pessoas no país e mesmo assim, ele ficou só em algumas poucas cidades, infectou menos de 100K pessoas (< de 1% da população? pode isso Arnaldo?), é um desafio saber por que ele se espalha nos outros países de forma tão diferente se lá.

Temos um mistério!!!

WVJ
WVJ
Reply to  Eduardo
7 meses atrás

O ano novo foi cancelado

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Eduardo
7 meses atrás

Nada como uma boa dose de sabedoria e determinação orientais.

André Mendonça
André Mendonça
7 meses atrás

Um ótimo vídeo sobre os dados e o avanço do COVID19. Quem está falando é o Átila Lamarino, ele é doutor em virologia pela USP e trabalha com contágio viral.
Recomendo, nem o vídeo e nem o vírus tem viés político-ideológico.

https://www.youtube.com/watch?v=HXmt0j1gtDU