Home Blindados Finlândia reverte política de direitos humanos para exportação militar

Finlândia reverte política de direitos humanos para exportação militar

3880
27
Veículo de combate de infantaria Wahash 8×8, produzido pela Calidus LLC dos Emirados Árabes Unidos, usa componentes fabricados na Finlândia

Alguns ministros do governo finlandês que se manifestaram em voz alta contra a exportação de equipamentos militares para países do Oriente Médio envolvidos em conflitos agora mudaram de ideia e emitiram permissões incomumente longas.

A Finlândia emitiu novas licenças para exportações militares para os Emirados Árabes Unidos, revertendo a promessa política de 2018 de interromper as vendas para qualquer país envolvido no conflito no Iêmen.

A mudança ocorre após um intenso lobby dos Emirados em relação a vários países europeus; mesmo quando os ministros do governo finlandês, que argumentaram veementemente pela proibição de exportações militares enquanto estavam em oposição, parecem ter mudado de ideia.

Embora os Emirados Árabes Unidos tenham retirado oficialmente suas tropas do Iêmen – onde o conflito parou nesta semana durante um cessar-fogo de duas semanas –, ainda apoia ativamente várias forças anti-houthis em aliança com a Arábia Saudita.

Especialistas em direitos humanos dizem que a validade invulgarmente longa das novas licenças de exportação da Finlândia mostra que o governo finlandês está ciente de quão sensível é o problema.

Em uma mudança de política em março, a Finlândia emitiu novas licenças para exportações militares para os Emirados Árabes Unidos.

A Sisu Axles Oy e Katsa Oy receberam licenças para vender 700 conjuntos de eixos e engrenagens para a Calidus LLC, sediada nos Emirados Árabes Unidos, uma empresa que produz veículos aéreos e terrestres para uso militar.

Os componentes finlandeses serão utilizados na fabricação do veículo de combate de infantaria Wahash. Um protótipo do Wahash estava em exibição na feira de tecnologia de armas e defesa IDEX em 2019, e supostamente equipado com engrenagens, eixos e uma variedade de armamentos finlandeses, incluindo canhões automáticos de 30 mm, mísseis anti-tanque e lançadores de granadas.

FONTE: NewsNow Finland

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
3 meses atrás

Gripizinha danadinha é essa em?

Gabriel BR
Gabriel BR
3 meses atrás

Discurso pacifista não enche a barriga de ninguém , ainda mais com a crise que virá em poucos meses.

João Girardi
João Girardi
Reply to  Gabriel BR
3 meses atrás

Pacifismo é uma ideologia genocida.

Zé Rato
Zé Rato
3 meses atrás

Nesta conjuntura actual, quase todos os países vão fechar os olhos à questão dos direitos humanos, para tentarem minorar os seus prejuízos económicos colossais. E repetindo as experiências da Síria, do Iémen e de outras guerras passadas, uns vão exportar blindados às centenas, outros vão exportar milhares de mísseis anti-tanque para destruir esses mesmos blindados. Todos ganham neste mercado, excepto as populações dos países em conflito e os contribuintes que pagam impostos para financiarem os orçamentos dos Estados que financiam “proxy wars” no exterior. Aliás, pelos vídeos que circulam na internet, há tantos mísseis anti-tanque por esses lados que os… Read more »

Peter nine-nine
Peter nine-nine
Reply to  Zé Rato
3 meses atrás

Sim zé… parece uma paródia do ser-humano.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
3 meses atrás

Isso me lembra algo que meu pai dizia; Farinha pouca, meu pirão primeiro.
Mas sem brincadeira, esse bichinho aí deveria ter sido batizado Mars Rover.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
3 meses atrás

Que coisa feia é essa, parece uma lagarta gigante. Acho que o VBTP mais bonito ainda é o BTR 80, pela sobriedade do design.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
3 meses atrás

Boa tarde uma vez mais senhores!

Seguindo de perto o Canadá.

CM

Nilo Antonio Rodarte
Nilo Antonio Rodarte
3 meses atrás

Direitos humanos por direitos humanos, melhor garantir primeiro os dos próprios cidadãos. Não existe mágica nem almoço grátis. Esse politicamente corrento é que não entende a vida real fora da bolha ideal.

USS Independence
USS Independence
3 meses atrás

Bacana esse pessoal que não gosta de exportar armas por elas serem usadas para matar.
Deveriam construir armas apenas para participar de desfiles militares, enfeitarem as frentes dos quarteis e como peças de decoração em museus.
Supomos que eu ou você sejamos um país produtor de armamentos. Vem um outro país e quer comprar nossas armas. Vamos vender, mais vamos impor nossas restrições ao seu uso.
É para rir. Depois que vendeu, tchau. O máximo que se pode fazer é quebrar o contrato e evitar dar o suporte pós venda e olhe lá.

Ricardo Barbosa
Ricardo Barbosa
3 meses atrás

Esse blindado dos emirados parece uma carreta misturadora de ração com silagem.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
3 meses atrás

Por falar em calidus: como ficou a história daquele rolo com a NOVAER por causa do calidus bader 250?

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Karl Bonfim
3 meses atrás

Pau no pé da empresa brasileira. Empreendimento privado tem seus riscos. Foram pra chuva com capa curta… molharam as calças.

CM

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Karl Bonfim
3 meses atrás

A Novaer levou a pior porque foi tola. Agora se quiser retribuir na mesma moeda, poderia simplesmente “colaborar” com a Embraer e “vender a preço simbólico” o desenho do Badr e Embreaer teria um substituto pro Tucano só á espera de uma linha de montagem e o Badr teria seu “maior rival” nesse mercado. O jogo sujo da Calidus pra cima da Novaer pode ser pago na mesma moeda.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
3 meses atrás

Agora que notei, o bichinho até nada. É um hélice que está aparecendo somente um pedaço atrás do pneu traseiro, não? Será que sabe nadar cachorrinho e fazer acrobacia na água????
kkk

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
3 meses atrás

Calidus & EAU …Olha o calote ai gente !!!

A Finlândia que cuide negociando com vigaristas internacionais.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Entusiasta Militar
3 meses atrás

Mas eles não têm dinheiro a rodo da produção de petróleo? Não sabia que são caloteiros.

Matheus
Matheus
Reply to  Alexandre Cardoso
3 meses atrás

Amigo, eles literalmente roubaram um projeto da Novaer.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Matheus
3 meses atrás

Entendi.

Nemo
Nemo
3 meses atrás

$$$

Bueno
Bueno
3 meses atrás

OFF Topic
Uma mensagem para a atual conjuntura?
As Forças armadas estão usando a #LutaremosSemTemo

https://mobile.twitter.com/cmse_exercito/status/1250403910218637313

Gabriel BR
Gabriel BR
3 meses atrás

Achei um vídeo bacana sobre esse carro de combate, https://www.youtube.com/watch?v=eZv6tHYGVZo

Fabio Araujo
Fabio Araujo
3 meses atrás

Parabéns aos finlandeses por acordarem. Eu fico com muita raiva quando vejo reportagens reclamando de armas brasileiras sendo utilizadas em conflitos,se os sauditas estão usando o sistema Astros II e aprovando o resultado,que usem mais. Esse negócio de não vamos vender armas só ferra a nossa indústria e deixamos de ganhar dinheiro, se não vendermos outros vão fazê-lo. Esse papo só serve para diminuir a concorrência no mercado internacional.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Fabio Araujo
3 meses atrás

Esse papo só serve para enfraquecer o ocidente. A Rússia e China sabem disso e eles próprios ficam alimentando essa história, a sputnik que gosta de ficar postando essas matérias contra o Astros II

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

Pergunta ao entendidos..

Este carro ai da foto não tem muitas peças de suspensão expostas ?

Celso
Celso
3 meses atrás

Dias desses acho que vi um desses fazendo adubação de plantação de soja. Se não me engano tava escrito John deere

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Celso
3 meses atrás

Devia ser a versão agrícola dele … na versão militar, trocam a pintura e ensinam ele a nadar, como tu pôde notar .