segunda-feira, setembro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Tiro real com Viatura Blindada Iveco Lince K2

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Rio de Janeiro (RJ) – Adquirida para aperfeiçoar a capacidade operacional do Exército Brasileiro, quando empregado em operações de Garantia da Lei e da Ordem, a Viatura Blindada Iveco Lince K2 – Veículo Tático Multitarefa integrou, no dia 11 de agosto, uma experimentação doutrinária com tiro real no âmbito do combate convencional.

O exercício ocorreu no Campo de Instrução de Gericinó (CIG) e foi conduzido pelo 15º Regimento de Cavalaria Mecanizado – Escola (15º RC Mec – Es), no escopo das experimentações que viabilizarão o uso adequado das 16 Viaturas Blindadas Lince obtidas durante a intervenção federal na segurança pública no estado do Rio de Janeiro, aumentando o poder de fogo, a mobilidade e a proteção blindada.

Nesse exercício, ocorreram o estudo da situação e a adoção simulada da conduta de combate ao inimigo em uma das situações propostas. Os militares embarcados na Viatura Lince fizeram manobras táticas com a realização de disparos com as metralhadoras 7,62 mm MAG e .50, incorporadas as viaturas.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

20 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Soldadinho pmesp
Soldadinho pmesp
1 ano atrás

Sintam-se avontade para me corrigir caso eu esteja falando besteira;

Mas eu tenha uma grande desconfiança de que o EB vai acabar “cortando custos” e descontinuar o programa Guarani e, substituir por viaturas 4X4, seja viaturas Lince equipadas com 7,62mm; .50 ou até mesmo lança misseis guiados etc..

Creio que não seria o mais adequado visto que são viaturas com propósitos diferentes, entretando acredito que seria melhor ter 4.000 Viaturas 4×4 do que ter apenas 400 Guaranis.

Saudações

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

São funções diferentes e complementares, se ver os exércitos turcos, americanos e russos usam esse tipo de viaturas em patrulhas em estradas são mais rápidas e ágeis.

Marujo
Marujo
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

O EB deveria comprar pelo menos parte das Linces que foram descomissionadas UK, econimizando recursos para investir no Guarani.

Bardini
Bardini
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

O programa Guarani prevê a obtenção de toda uma FAMÍLIA de blindados, contendo veículos 8×8, 6×6 e 4X4…

Paulotd
Paulotd
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Aplicações complementares. Guarani resiste a minas e artefatos e a blindagem aguenta mais, essse veículo é mais ágil..

Cinturão de Orion
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

Caro …pmesp. O quantitativo total previsto para os Guaranis não será descontinuado – talvez sim eventual e justificadamente adiado – uma vez que a doutrina definida pelo EB para a Segurança do Território Brasileiro, à luz dos Interesses Nacionais Permanentes e especificamente com a plataforma do Guarani, é a de ter 1) ampla disponibilidade de meios para pronto emprego sobre a malha viária nacional, 2) rápido/rapidíssimo deslocamento por quaisquer vias terrestres ou (na maioria dos) terrenos, não importa a distância (prontamente do Sul ao Nordeste, se necessário, e v-v), 3) capacidade de transporte de pessoal/transferência de tropa para amplo mobiliamento/povoamento… Read more »

Lu Feliphe
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

Mas o programa prevê os 6×6 e 4×4, assim como o 8×8.

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

A lógica desse veuculos você entende vendo a situação do BOPE do Rio de Janeiro. Tenta manobrar bas ruas das favelas com um ônibus e tenta com uma SUV.
Obs. A maioria dos veículos da PM do rio são tipo ônibus blindados, vai entender a lógica.

rdx
rdx
Reply to  Cristiano. de Aquino Campos
1 ano atrás

O blindado usado pelo BOPE é o compacto Maverick

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  rdx
1 ano atrás

Que foi comprado muito recentemente e em pequena quantidade. Ate hoje o que mais se vê por aqui e o carro forte de banco do tanho de um ônibus que compõem a maioria da frota.

Paulotd
Paulotd
Reply to  Cristiano. de Aquino Campos
1 ano atrás

Does anyone know if Imbel will manufacture any machine gun like Fn minimi?

Peter nine-nine
Peter nine-nine
Reply to  Paulotd
1 ano atrás

Well… wy you are speeking english i do not know, since your name is “Paulo”… Mas vou seguir na onda com as minhas pobres aptidões a inglês, sem tradutor ª-ª: Any way, i do not believe so and honestly i do not know if that would be better or worst, considering the “not perfect” performance of IMBEL platforms… IA2 itself is still in need of perfections and the time it has been in service still didnt alow for their users to actualy have a full perspective of the efficiency of the gun. I would say, tho, that the gun is… Read more »

rdx
rdx
Reply to  Cristiano. de Aquino Campos
1 ano atrás

A PMERJ emprega os blindados Maverick, TCT Rhinus Combat (um transporte de valores adaptado) e o tal veículo que possui chassi de ônibus (fabricado pela MIB)

ted
ted
Reply to  Soldadinho pmesp
1 ano atrás

Doido

Talisson
Talisson
1 ano atrás

Recentemente o EB treinou agentes da Força Nacional e do Depen na manutenção de viaturas Urutu. O EB pretende repassar Urutus para essas instituições como fez com a PMERJ?

rdx
rdx
Reply to  Talisson
1 ano atrás

A PMERJ não possui Urutus. Os 03 Urutus que estavam emprestados foram devolvidos.

Talisson
Talisson
Reply to  rdx
1 ano atrás

Opa, mas já? RJ é igual Oriente Médio, políticas de um mês atrás já não valem mais…
Saberia dizem o motivo da devolução?

rdx
rdx
Reply to  Talisson
1 ano atrás

Não sei

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  rdx
1 ano atrás

Foram para cobertura da Copa e Olimpíadas.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Talisson
1 ano atrás

Foram para cobertura da Copa e Olimpíadas.

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -