Home ARP Paraquedistas empregam aeronaves remotamente pilotadas na Amazônia

Paraquedistas empregam aeronaves remotamente pilotadas na Amazônia

3118
33

Manaus (AM) – No contexto da Operação Amazônia 2020, maior exercício de adestramento militar realizado na região, no corrente ano, a Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), por intermédio do 4º Destacamento de Precursores (4º Dst Prec) da Companhia de Precursores Pára-quedista, realizou 6 missões de voo de reconhecimento utilizando um Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas (SARP) de categoria 1, composto por um sistema completo de 2 aeronaves FT-100 Horus, de fabricação nacional.

Ressalta-se que o emprego do FT-100 nesta operação marcou o primeiro voo de um SARP categoria 1 da Força Terrestre em ambiente amazônico, desde a adoção desses meios em 2016. Tal fato agregou valor ao incremento operacional da Bda Inf Pqdt, na qualidade de uma das Forças de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro atuante em todos os ambientes operacionais do território nacional.

As missões de voo tiveram como objetivo levantar dados e coletar imagens de tropas e instalações inimigas em território hostil, em proveito da manobra da Força-Tarefa (FT) Velame e de escalões superiores. Os dados levantados foram transmitidos pelos precursores infiltrados via internet satelital, em pacotes seguros e criptografados.

Os produtos enviados contribuíram para a manutenção da consciência situacional do Comandante da FT Velame, ainda em sua área de aprestamento final, permitindo o refinamento de seus preparativos e de seu planejamento para o assalto aeroterrestre e para as ações táticas subsequentes.

Após o lançamento da tropa e a posterior conquista da região e manutenção da cabeça de ponte aérea, o 4º Dst Prec continuou realizando voos de reconhecimento, a partir de regiões de interesse para a inteligência (RIPI) desdobradas no terreno.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

O que me chamou atenção positivamente na notícia foi um sistema de fabricação nacional é muito bom ver a nossa indústria de defesa implementado soluções nas nossas forças armadas!

Neto
Neto
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Depois pesquise sobre o vant Atoba !

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Neto
1 mês atrás

Já li a respeito e torço para ver em operação nas nossas FA’s!

Helton Poza Drechsler
Helton Poza Drechsler
Reply to  Neto
1 mês atrás

Eles tem que botar míssil nele

Pablo
Pablo
Reply to  Helton Poza Drechsler
1 mês atrás

pra que? vai atacar o que ou quem?

Julius Kaeser
Julius Kaeser
Reply to  Pablo
30 dias atrás

Partindo deste princípio para que FA’s? Atacar quem e aonde, deixa tudo desarmado mesmo…

Clodorencio
Clodorencio
1 mês atrás

Que bom ver esses drones nacionais em operação.
Más o que me chamou atenção foi um controle bem estilo PlayStation na mão do militar.
De todo jeito, bom ver essas tecnologias em ação.

Matheus Carvalho
Matheus Carvalho
Reply to  Clodorencio
1 mês atrás

Gamer e Hacker serão as profissões do futuro, kkkkk

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Clodorencio
1 mês atrás

É muito comum o uso de joystick para controlar drones, inclusive por militares.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Clodorencio
1 mês atrás

tem sub que usa controle de XBOX kkkk

naval762
naval762
1 mês atrás

Eu gosto é assim, indústria nacional presente nas nossas forças armadas.

Fulcrum
Fulcrum
1 mês atrás

É impressão minha ou aquilo é controle de Xbox?

WVJ
WVJ
Reply to  Fulcrum
30 dias atrás

Faz todo sentido ser.

Hermes Jr
Hermes Jr
Reply to  Fulcrum
29 dias atrás

improvisar, adaptar, superar!
Parece ser controle de XboX sim.

Welington S.
Welington S.
1 mês atrás

Nós corremos o risco de perdemos o Amapá?

Sagaz
Sagaz
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Para quem, o fogo?

Ypojucan
Ypojucan
Reply to  Sagaz
1 mês atrás

Para o fogo, madeireiros e garimpeiros e afins. Mas para quem tem visto declarações do Biden (possível futuro presidente Americano), ontem mesmo e com todas as letras, ficou claro que o Brasil receberá sanções económicas e outras restrições se “não cuidar da Amazonia”…será que no futuro próximo teremos que nos aliar a China e Rússia para defendermos nossa integridade territorial? Seria trágico e comico…(serve mais uma vez para os que não querem ver a realidade: Não investir em tecnologia nacional leva a dependência externa e no caso de sanções serem aplicadas ao Brasil “pela destruição das florestas” como ficaria as… Read more »

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Ypojucan
1 mês atrás

Sério?! “Enteressante”…. Rsrsrsrs
Quanto às declarações do Biden, bem como do contínuo e estúpido planejamento estratégico de desenvolvimento e aquisição de equipamentos militares do Aeroclube, vugo FAB, realmente é algo a se preocupar… Especialmente porque no Aeroclube não aprendem com os erros do passado….
Como diria Albert Einstein…. “Não espere resultados diferentes, se tu faz, todo o tempo, as mesmas coisas”

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Sagaz
1 mês atrás

Não se preocupe, o Amapá é o Estado mais preservado do país…

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Gisus… Rsrsrsrs
Ninguém quer, explicitamente, “roubar” o Amapá do Brasil…. É mais fácil o Amapá querer deixar de ser brasileiro… Rsrsrsrs
Tem uma piada aqui no Estado… “PQP, por quê diabos os amapaenses lutaram ao lado de Cabralzinho, pra continuarmos a ser brasileiros?! Hoje poderíamos ser considerado país de primeiro mundo e ganhando em Euro”…. Rsrsrsrs

Mas não se preocupe, fora a piada, não passa pela cabeça dos locais em deixar de ser brasileiros… Pelo menos até aqui…

Kommander
Kommander
Reply to  Wellington Góes
1 mês atrás

Olá, Wellington. Você é amapaense?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Wellington Góes
1 mês atrás

Na vdd a gente nos estados mais ao norte mesmo, Amazonas, Roraima e Amapá, as vezes dá um ódio de fazer parte do Brasil, tem certas que eu vejo que me dá vontade começar um movimento secessionista, pacífico é claro.

WVJ
WVJ
Reply to  Wellington Góes
30 dias atrás

O Brasil nem sempre foi como está agora, houve um tempo éramos a China do momento (SQN); crescíamos bem todos os anos, por mais de década. Quando o brasileiro entender que a forma certa de explorar é preservando, mantendo a floresta, fazendo a coisa limpa, profissional, cirúrgica, pra gringo ver e não poder falar nada porque a planta de extração foi exemplar, um projeto de alemão chato, nessa abordagem. Mas parece que o plano do governo é explorar cagando tudo de mercúrio, queimando, isso eu não aceito pra nossa mata que vai acabar virando deserto. Torço que um cara com… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  WVJ
29 dias atrás

Não é bem assim, já temos extração Mineral na Amazônia, mas parece que não se pode, e muita mineração, temos petróleo saindo do amazonas, o que o governo quer é isso, extração com responsabilidade, depois que se acabar a extração a floresta se recupera, agora parece que para os gringos vamos sair tacando fogo em tudo como se gostássemos de sair tacando fogo em tudo por diversão, que saímos derrubando árvore a sem parar, tudo mentira, o Brasil é o país que mais preserva seu meio ambiente, pode comparar o Brasil com qualquer país, poderíamos criar o padrão Brasil, 14… Read more »

WVJ
WVJ
Reply to  Carlos Campos
28 dias atrás

No momento que o Brasil der os sinais corretos de comprometimento com a preservação, poderia lançar concurso internacional de projetos-modelo pra sacar as ideias mais úteis, daí basta implantar pois já estará tudo rederendado pela academia, e gringo não poderá chiar.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  WVJ
28 dias atrás

Eles chiam sem motivo, tua acha mesmo que os EUA e os Europeus são burros? eu não acho, acho eles canalh@s….. Nossos créditos de carbono que impõe dificuldade de ser vendido como o Ministro Sales já disse, qualquer pessoa com um pedaço de terra poderia estar ganhando dinheiro com o mercado de créditos de carbono, estamos prontos para lotear partes da amazônia a 50 dólares o hectare por ano, essas áreas seriam protegidos por seus patronos, mas até agora só vejo as ongs que arrecadam milhões no exterior vão adquirir, pra mim ações valem mais do que palavras, e o… Read more »

WVJ
WVJ
Reply to  Carlos Campos
28 dias atrás

Amigo, essa fórmula utilizada pelo governo é isolacionista, e qdo os EUA mudarem pro Biden, o coro engrossa pro nosso lado se não seguirmos a cartilha.
Assim, melhor mudar a política, e colocar uma nova estratégia em jogo pois essa atual nos leva pra um lugar que não nos interessa, se for pensar bem em todas as perspectivas.

carlos campos
carlos campos
Reply to  WVJ
25 dias atrás

A fórmula de tentar trazer investimentos externos e internos para preservar a amazônia, não funciona? Pra mim funciona, o que o governo devia fazer é criar sites no exterior, ser aliar a influencers para mostrar que o Brasil vem cuidando de suas florestas melhor que qualquer outro país do mundo, e isso não da boca pra fora, mas com dados, pra mim o GF tá sendo MILF devia combater a Narrativa Fake News dos gringos na casa deles.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Wellington Góes
30 dias atrás

Sabem porque eu fiz essa pergunta?
.
Justamente pelo fato de termos ao lado a Guiana Francesa e nós estamos vendo as recentes ameaças dos europeus, greenpeace, Greta e agora J. Biden na questão Amazônia, e podem ter certeza, essas ameaças serão constantes daqui pra frente.
.
A fala em internacionalização, ”cuidar dos Índios”, ”brasileiro tocando fogo na Amazônia” e outros besteirol, poderá nos levar a uma guerra. Sem contar com outras questões que estamos vendo em toda a AL.
.
A AL está virando um barril de pólvora!

Sem título.png
M65
M65
1 mês atrás

Na última foto, mostra a vegetação rasteira com arbustos e árvores de pequeno porte, resultante do desmatamento da Floresta original. Esta vegetação é que pode pegar fogo com facilidade.

Foxtrot
Foxtrot
1 mês atrás

Nossa o EB adquiriu essa ARP (até nisso as FAA,s nacionais não tem integração, pois na FAB são chamadas de os Vant,s tem outra nomenclatura) faz anos, e só agora está usando operacionalmente? O triste é que outro dia procurei o site da Flight Tecnologias (que fabrica essa aeronave e outras) e não encontrei, o que me levou a pensar que a mesma pode ter sofrido falência, ou foi engolida por alguma multi internacional. Outra ARP que chamou muita atenção há época foi o FH200-TH, um helicóptero com rotores em tandem, contra rotativos que teria muita aplicação na MB e… Read more »

Andre
Andre
1 mês atrás

Lembrei da demonstração do drone da marinha portuguesa….hahahaha

paulo
paulo
29 dias atrás

taí nosso verdadeiro caça nacional, feito 100% no Brasil!