Home mísseis balísticos EUA ameaçam destruir mísseis iranianos enviados para a Venezuela

EUA ameaçam destruir mísseis iranianos enviados para a Venezuela

8229
217

Os EUA avisam que vão destruir mísseis iranianos de longo alcance entregues ao regime de Maduro

Os Estados Unidos estão alertando que irão destruir carregamentos de mísseis iranianos de longo alcance entregues ao regime de Maduro na Venezuela, disse um alto funcionário do governo à Fox News.

“A transferência de mísseis de longo alcance do Irã para a Venezuela não é aceitável para os Estados Unidos e não será tolerada ou permitida”, disse Elliott Abrams, representante especial do Departamento de Estado para o Irã e a Venezuela.

“Faremos todos os esforços para impedir os embarques de mísseis de longo alcance e, se de alguma forma eles chegarem à Venezuela, serão eliminados lá”, acrescentou um alto funcionário do governo.

Os funcionários não forneceram informações de que tais carregamentos eram iminentes. Eles apenas afirmaram que Irã e Venezuela são um par provável para negócios de armas.

“O Irã anunciou sua intenção de se envolver na venda de armas, e a Venezuela é um alvo óbvio porque esses dois regimes párias já têm um relacionamento”, disse Abrams. “A Venezuela está pagando em ouro para comprar gasolina do Irã e há uma presença iraniana no país. A economia da Venezuela entrou em colapso, então cada barra de ouro para o Irã é dezenas de milhares de dólares que o povo venezuelano precisa para alimentos e remédios.”

Na semana passada, o embargo das Nações Unidas à compra e venda de armas convencionais pelo Irã expirou. O governo Trump tentou sem sucesso convencer o Conselho de Segurança das Nações Unidas a estender o embargo.

“O Irã enviou mísseis para os Houthis, então sabemos que eles estão prontos, dispostos e são capazes de enviá-los para a Venezuela e outros possíveis compradores”, disse o funcionário do governo. “Cada entrega de armas iranianas desestabiliza a América do Sul e o Caribe e é especialmente perigosa para os vizinhos da Venezuela como Brasil, Colômbia e Guiana.”

FONTE: Fox News

Subscribe
Notify of
guest
217 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
1 mês atrás

Por mais que eu não goste do regime do Maduro,seria interessante ver estes mísseis aqui no continente sul americano,apenas para ver qual vai ser a reação dos generais de escritório de Brasília caso estes mísseis tenham alcance para atingir centros populacionais e áreas estratégicas do Brasil.
Talvez eles finalmente caiam na real e parem com a lorota de que o Brasil não tem inimigos…

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

E atingem viu, veja que alguns têm coisa de 2000 km de alcance, então poderiam sim atingir Brasília, cidades do Norte e Nordeste, talvez até Sudeste.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

A Venezuela têm boas relações com a Turquia,já pensou se aparece alguns Drones bayraktar TB2 na Venezuela?imaginem a situação do EB,sem defesa antiaéreas de médio alcance e sem sistemas EW?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Li, ontem, que o Irã já é o décimo maior produtor de armas do Mundo.
A reportagem dizia que o fim do embrago e a cooperação com Rússia e China levarão o País a aumentar a produção e exportação de armamentos.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Sieg Heil né?

João Vitor
João Vitor
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Esses de 2000km de raio são salvo engano variações do Scud soviético, são bem grandões e usam tecnologia meio velha, acho que se realmente existir um acordo do tipo seriam os mais modernos mísseis de cruzeiro com uns 300 – 1000km de alcance alegado( não é pouco)

sub urbano
sub urbano
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Os Smerch venezuelanos já possuem capacidade de atingir Boa Vista.

Matheus Henrique do Nascimento Carvalho
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

A Venezuela acredito que não ira tentar algo do tipo e nem preciso dizer o porque, mas caso queira basta apenas atingir Boa Vista, Manaus ou simplesmente entrar no nosso espaço aereo, que isso já ira causar um grande impacto.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr

A Venezuela está fazendo um jogo bem estratégico. Eles nunca disparariam um Smerch contra Boa Vista, simplesmente estão tornando o custo de uma eventual aventura brasileira prohibitivo demais. Em um conflito regional, o indispensável domínio dos ares seria totalmente deles, com os Sukhoi e as baterias anti aéreas modernas em serviço por lá. E antes que sigam que os pilotos deles não prestam, aqui no Norte em círculos de Intel militar sabemos dos programas de adestramento intensivo dos pilotos venezuelanos, baixo a tutelagem de pilotos da força aérea russa. Não posso mencionar fontes, mas isso é real. O alto comando… Read more »

MCruel
MCruel
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Dependendo do local e dia em que atingirem Brasilia (preferencialmente de 3a a 5a), seria uma benção!

Mayuan
Mayuan
Reply to  Diego Tarses Cardoso
26 dias atrás

Conhece Google Maps né? Entra lá e vê melhor.

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Só se acabar a Lagosta… ai eles se mexem.

Senão não vão mudar nada.

João Vitor
João Vitor
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Sim, vc está certo, aliás, se o Brasil está tão “de boa”, porque manter-se entre os 10 maiores orçamentos militares não é mesmo? Forças Armadas brasileiras infelizmente são cofrinho de concurseiro….

sj1
sj1
Reply to  João Vitor
1 mês atrás

A MB deve tá fazendo quase um concurso por mês… Querem 2% do PIB pra continuar investindo 81% em ativos e inativos e solteironas de 80 anos ?! Vão se catar.

Last edited 1 mês atrás by sj1
M.@.K
M.@.K
Reply to  sj1
1 mês atrás

Dá um F5…please

sj1
sj1
Reply to  M.@.K
1 mês atrás

Chega de F5

M.@.K
M.@.K
Reply to  sj1
1 mês atrás

hahahahahahaha …. Boa!

Last edited 1 mês atrás by M.@.K
Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  João Vitor
1 mês atrás

” porque manter-se entre os 10 maiores orçamentos militares não é mesmo? “, boa parte desse orçamento vai para viúvas e filhas de militares, sem falar os próprios, qdo se aposentam.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Me desculpe amigo, mas assim como o camarada de cima vc tb precisa dar “F5”. Desde 2000, isto é, mais de 20 anos, as filhas dos militares não têm mais direito a “pensão vitalícia”, restando este benefício as que tiveram direito adquirido à época, que contribuem com aproximadamente com 2% para a previdência. A pensão recebida por elas, é bem menos de 1% do orçamento das FAA. Com relação às viúvas… bem, isso acontece com quem morre de deixar pensão para suas esposas, é um direito, inclusive ocorre na iniciativa privada pelo INSS. O problema principal, que acho que vc… Read more »

PAULO
PAULO
Reply to  M.@.K
1 mês atrás

Generais ganham bem abaixo do teto do funcionalismo público (Salário de Min STF). Mesmo considerando o Vencimento Bruto (sem aproximadamente 53% relativo aos descontos em folha) fica abaixo. Consulte o Site da Transparência!

M.@.K
M.@.K
Reply to  PAULO
1 mês atrás

hehehe eu sei, só não queria polemizar ainda mais, se você diz algo assim, tem muita gente que vai se magoar … daí forneci a meia culpa para os militares.. 😉

Luiz A. B. O. Júnior
Luiz A. B. O. Júnior
Reply to  M.@.K
1 mês atrás

Bom dia amigo! Infelizmente pra nós, as filhas solteiras de militares recebem a pensão após a morte do mesmo, é só o militar fazer a opção de contribuir com 1,5%; isso mesmo 1,5% de seu soldo que quando de seu falecimento sua aposentadoria fica para a família, esposa, filho e filha. Caso ele tenha filha, e se ela não se casar civilmente ou tiver uma união estável ela vai receber o soldo de forma vitalicia. O governo atual teve uma chance de rever várias coisas agora com a reforma da previdência, mas a única parcela da população que vai pagar… Read more »

M.@.K
M.@.K
Reply to  Luiz A. B. O. Júnior
1 mês atrás

Opa, Olá Júnior, obrigado pela contribuição. No meu simplório ponto de vista, acho que tens razão em parte. Com relação às mudanças de lei em 2000, salvo engano, nenhuma pensionista teve direito a esta benesse de lá pra cá, devendo s que restaram, se for o caso, contribuir, como tu falou entre 1,5% e 2%. Acho eu que em vinte anos, não deve haver muitas ainda que tem este direito. Por certo com o tempo esta distorção será corrigida.  Acredito que com o passar destes vinte anos, esta conta vem decaindo com o bater de botas das tais pensionistas. Então é… Read more »

M.@.K
M.@.K
Reply to  Luiz A. B. O. Júnior
1 mês atrás

Com relação a atual reforma da previdência, é fato que alguns setores do funcionalismo público passaram praticamente ilesos a tudo isso, principalmente os militares. Contudo, outros apesar de algumas vantagens, também foram taxados com algumas perdas. Acho que a maior vantagem que os funcionários públicos possuem na atualidade, em relação aos da iniciativa privada, é a aposentadoria integral e a vinculação de folhas com o pessoal da ativa. Outra vantagem que muitos apontam como privilégio e que será relativizada é a estabilidade, que  no meu entendimento é essencial para a manutenção do Estado Democrático de Direito Brasileiro. Com relação aos… Read more »

Luiz A. B. O. Júnior
Luiz A. B. O. Júnior
Reply to  M.@.K
30 dias atrás

Obrigado a você pela gentileza e educação nas observações, abraço e um ótimo final de semana!

M.@.K
M.@.K
Reply to  Luiz A. B. O. Júnior
30 dias atrás

Capaz bruxo… ninguém é dono da verdade…acho que o contraponto é muito salutar e faz a gente ver um outro lado da moeda que muitas vezes não enxergamos. Faz reforçar nossas convicções ou repensá-las. Grande abraço!

sj1
sj1
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Dos 81% gastos com pessoal, metade é para inativos, um verdadeiro exército de aposentados e pensionistas. Millhares se aposentaram com menos de 50 anos.

PAULO
PAULO
Reply to  João Vitor
1 mês atrás

Durante o Gov FHC, a sistemática de pagamento dos militares mudou. FHC (por revanchismo, acredito) incluiu o pagamento dos militares da ativa, reserva e pensionistas no orçamento da Defesa. Antes, os pagamentos de todo o funcionalismo vinham do Tesouro. Ocorre que isto gerou uma distorção, visto que em muitos países o orçamento de defesa abrange somente as despesas para manter o funcionamento da “máquina”, os investimentos em aquisições, treinamentos e tecnologia. Além disso, “amarrou” o reajuste dos soldos pois quando vc aumenta os soldos para compensar a defasagem inflacionária, vc diminui os recursos para manutenção e investimentos…

M.@.K
M.@.K
Reply to  PAULO
1 mês atrás

Interessante, tem lógica…

Salim
Salim
Reply to  PAULO
1 mês atrás

A conta esta correta, paga-se muito a mais de aposentadoria para militar , politico ou funcionário publico. O correto seria retirar todo este gasto da aposentadoria gasta com a dos Brasileiros normais, ai teríamos estabilidade e ate lucro se devolvessem esta diferença. Este câncer de benefícios a estes apaniguados poder e que afunda Brasil. O que afundou orçamento também foi dobrarem ou ate triplicarem numero de homens irresponsavelmente nestes últimos 15 anos. Temos formas inchadas de pessoal ao extremo e sem meios. Comentários acima mostram incompetência administrativa perdulária e inconsequente, passivo de corte marcial.

Pedro
Pedro
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Parando de aumentarem seus soldos em PLENA PANDEMIA, já ajudaria bastante a nação. Farinha pouco, meu pirão primeiro.

ODST
ODST
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Eu queria ver é a reação dos políticos, isso sim.

Salim
Salim
Reply to  ODST
1 mês atrás

Não gosto de políticos, porem a culpa neste caso e dos militares pois o congresso da para Defesa um orçamento entre os 10 maiores do mundo em usd. Muito mal gerenciado pelos militares, ai juntarão com nine fingers descambou de vez. Agora com capitão cloroquina tao triplicando salario fazendo boquinha esperta no executivo, tem ate alto comando no Min Saúde, virou cabidap.

Leonardo Costa da Fonte
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Os nossos generais e brigadeiros nem vão se preocupar. Eles tem “doutrina”! É um pessoal que pensa que desenvolver doutrina e ficar desarmado, resolve o problema!

PAULO
PAULO
Reply to  Leonardo Costa da Fonte
1 mês atrás

Você acha mesmo que estes brasileiros que dedicam 45 anos de serviço à Pátria, com constantes transferências, os mais baixos salários do funcionalismo, com equipamento obsoletos estão despreocupados? É o mesmo que achar que um Comandante de Batalhão de PM, manda seus policiais ganhando um baixo salário todos os dias subir o morro para enfrentar bandidos muito melhor armados e faz isso “de boa”…

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Um vai perguntar para o outro, chega em Brasilia, São Paulo ou Rio de Janeiro?
Se a resposta for não, ele ficará de boas, pois os únicos centros populacionais e estratégicos que importam são esses.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Cristiano. de Aquino Campos
1 mês atrás

Mas e Manaus? e a zona Franca não conta?

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Não tinha quando o governo era petista. Agora que o povo elegeu um governo de ultra direita do Sr. Jair Bolsonaro agora tem. E com isso se precisa ver até aonde se vai essa parceria dos EUA para se alinhar uma compra de bateria antiaérea para destruir esses misseis caso venha ser disparados.

Salim
Salim
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

Nosso grande aliado colocou cotas em nossos produtos e como exemplo sobretaxou nosso alumínio de 15% para 145%. Brasil tem que se cuidar. Brasil para Brasileiros

Gerson
Gerson
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Venezuela não eh nosso iniigo…. o inimigo esta no pla nalto

Melkor
Melkor
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Qual foi a reação quando implantaram o S-300? Buk-M2E? Petchora-2M?
Qual foi a reação quando implantaram o Su-30?
Muitos desses generais estão alinhado com o discurso da Chinela, não vão fazer nada.

francisco
francisco
Reply to  Melkor
1 mês atrás

Deitados em berço esplendido.

pgusmao
pgusmao
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Adorei “generais de escritório”, sempre acima do peso e velhinhos, totalmente fora da realidade de combate de um exército profissional, impressiona os generais americanos pela boa forma física, aqui é exatamente o contrário.

Zeca
Zeca
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Aposto que a primeira coisa que fariam é pedir aumento do soldo e das lagostas.

PAULO
PAULO
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Os “Generais de Escritório”, quer gostem ou não, estão sujeitos (por lei) ao orçamento e às prioridades definidos pelos Poderes Executivo e Legislativo há mais de 35 anos! Então, de nada adianta eles “caírem na real” e, ao identificar um “inimigo” quererem comprar ou desenvolver sistemas de armas modernos se quem decide estas prioridades não são eles…

Elias E Vargas
Reply to  PAULO
22 dias atrás

Temos agora uma ótima oportunidade de nos manifestar sobra o problema de termos o poder de DISSUASÃO.
O Senado está pedindo apoio da população para saber se apoiamos ou não a construção de um arsenal NUCLEAR.
Eu já aderi, está no site FORÇA TERRESTRE e quem quizer apoiar a idéia é só se inscrever e dar seu apoio ON LINE.
Vamos ver se a coisa rola.
Deveria haver uma massificação nos Sites de Defesa e até na Midia em geral, para chegar ao conhecimento de todos.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Alexandre ziviani
28 dias atrás

Venezuela não é inimiga do Brasil, é um pais irmão. A menos que o lixo que ta na presidencia e sua gestão de vassalos queira fazer gracinha para agradar os EUA e comprar uma briga que não é nossa,.com eles.

Júlio César
Júlio César
Reply to  Alexandre ziviani
28 dias atrás

O Brasil não é e nunca foi inimigo da Venezuela, quem é o inimigo é o Bolsonaro e os vassalos dos EUA. É muito mais inteligente o Maduro esperar as eleições de 2022, se a chapa realmente esquentar até lá, a união do Ciro com o PT será natural e consequentemente o Bolso será derrotado, talvez até no primeiro turno.

DaGuerra
DaGuerra
1 mês atrás

Tem que ser a América? O que o brasil vai fazer diante desta inaceitável situação da ditadura bolivariana dispor de mísseis que podem atingir Boa Vista e Manaus? Fingir que não é problema nosso quando apoiamos firmemente a consolidação desse regime ditatorial?

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  DaGuerra
1 mês atrás

Tem míssil ali que talvez atinja até Brasília.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Seria excelente para acabar com o senado e o congresso, mas teria que ser em dia de votação dos salários deles, assim garantiriamos casa cheia.

CM

Leonardo Costa da Fonte
Reply to  Claudio Moreno
1 mês atrás

Se acabar com aqueles 11 velhotes safados, já resolve o problema. É só por gente honesta naquele poder, que o país toma jeito!

Fkoelho
Fkoelho
Reply to  Leonardo Costa da Fonte
1 mês atrás

Bom seria acabar com os 11 do stf, congresso e senado, fora alguns jantares seniors!

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  Leonardo Costa da Fonte
1 mês atrás

Você fala dos 11 que julgam questões legais e os quase 500 que fazem as leis que eles mesmos burlam e são julgados pelos 11?

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Excelente notícia.

Beto
Beto
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Não atinge, Brasília fica a 3200 km da fronteira com a Venezuela. Mas bem que poderia atingir o STF, senado e câmara. O Brasil ficaria muito melhor.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Beto
1 mês atrás

Atinge Manaus, vi aqui. Mas a região norte ficaria perdida para nós.

DaGuerra
DaGuerra
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Brasilia? Dois bem colocados aqui e ali, block buster e até agradeceriamos o maduro kkk !

Last edited 1 mês atrás by DaGuerra
Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  DaGuerra
1 mês atrás

Da Guerra,

No momento não há muito que fazer. Pois nossa força aérea não tem muitas chances contra os escudo de mísseis anti aéreo de Caracas, sem cobertura aérea menos ainda poderia fazer o EB. Isso já foi discutido e simulado exaustivamente aqui e no aéreo. Triste realidade.

CM

DaGuerra
DaGuerra
Reply to  Claudio Moreno
1 mês atrás

Apoiar a America e a Colômbia, ainda que dando respaldo à ação com o que tivermos disponível. Quem sabe um mísero OPV class Amazonas patrulhando a costa Venezuelana?

francisco
francisco
Reply to  Claudio Moreno
1 mês atrás

No começo a Venezuela até poderia levar vantagens, assim como ocorreu com o Paraguai, mas no médio e longo prazo ela se auto-destruiria. Sem comida e dinheiro para repor as armas. O Brasil passaria por cima deles sem pena ou dó.

Salim
Salim
Reply to  francisco
1 mês atrás

Sim teríamos que comprar armas a preço exorbitante e teríamos que reconstruir parte pais. Mais uma vez ficaríamos submissos ao estrangeiro mais uma vez como na época da guerra com Paraguai.

Joanderson
Joanderson
1 mês atrás

Os EUA cercam o mundo todo com bases militares colocam armas em vários países inclusive armas nucleares,aí fica de choro quando algum país adquirem armas.
A intenção é sempre a dominação dos mais fracos.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Joanderson
1 mês atrás

No DCE tinha um bêbado que repetia essa ladainha

ALISON
ALISON
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Minion pateta…

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  ALISON
1 mês atrás

É só cutucar que o petralha aparece!

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  ALISON
1 mês atrás

Cada vez que os Eua mostram um vídeo do F-22 você se enfia de baixo da cama ?

Paulo Siqueira
Paulo Siqueira
Reply to  ALISON
1 mês atrás

Bom era quando o governo petralha entreguista doava verbas do bndes para a Venezuela!

Last edited 1 mês atrás by Paulo Siqueira
silvom
silvom
Reply to  ALISON
29 dias atrás

e olha o nome do infeliz, hank, ranho, sei lá

Wilson Lobe Junior
Wilson Lobe Junior
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Pode chamar de ladainha mas é a verdade.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Wilson Lobe Junior
1 mês atrás

Apareceu mais um….

sj1
sj1
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

A ladainha até que é verdade, o problema é que quem a vida inteira propagou essa ladainha ficou 13 anos no poder e continuou mantendo o país subserviente (eles adoram essa palavra) e lambe-botas, tanto da China como dos EUA(o atual gov tbm parece ser sabujo). Não investiram em defesa e ainda saquearam o país. VLS, SN, defesa AA, escoltas de 6000, MTC enfiaram aonde ?

Last edited 1 mês atrás by sj1
Paulo Siqueira
Paulo Siqueira
Reply to  sj1
1 mês atrás

No Porto de Cuba e ditaduras africanas e sul americanas!

Lucas
Lucas
Reply to  Joanderson
1 mês atrás

Né, sempre lembrar do “America First”.
Quem acha que os EUA querem ajudar o povo da Venezuela tá mto errado.
Eles não aceitam um país latino americano fora da zona de influência deles.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Lucas
1 mês atrás

Nem aqui Trump é original…..

o “America First” original tem a ver com o movimento isolacionista da IIGM capitaneado por personalidades como Charles Lindberg e Henry Ford e nada tem a ver com as bravatas Trumpistas

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Lucas
1 mês atrás

O problema dos Eua com a Venezuela é justamente a possibilidade de instalação de um míssil que acerte ele.
Agora pense: Se isso é um problema para eles lá em cima, imagine para nós que estamos do lado ?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Joanderson
1 mês atrás

Ué,essa é a lei da natureza.

Hank Voight
Hank Voight
1 mês atrás

Típica bravata populista tão cara à Trump e seus sequazes mas que não se sustenta no mundo real afinal o que ele iria fazer? mandar a USN interceptar os navios em alto mar (ato de pirataria) ou forçar o pouso e eventualmente abater os aviões de transporte (outro ato ainda pior de pirataria)? Melhor coisa a ser feita é sentar e esperar! A narcoditadura de Maduro inevitavelmente vai cair e dentro de pouco tempo esses mísseis estarão desembarcando em algum porto dos EUA para serem analisados. Quanto aos países vizinhos como Colômbia e Brasil, é sempre bom observar que tal… Read more »

sub urbano
sub urbano
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

“Maduro vai cair” só não é mais antigo que “A China vai quebrar” kkkk Deve ter uns 10 anos que escutamos isso.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Maduro vai cair e isso é um fato! Aproveite enquanto pode para conhecer o “socialismo do século XXI”, que consegue ser mais fracassado que o socialismo do século XIX

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

O problema é o que ele poder fazer até cair… e ai ? Vai ficar esperando pra ver ????

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Jefferson Ferreira
1 mês atrás

E o que você espera que façamos, que se rasgue a constituição e se junte aos EUA para invadir o país?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

HMS Tireless.
Desista dessa ladainha.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Quanta obsessão por esse HMS sei lá o quê!? pelo visto ele sodomizou você…rs!

Sequim
Sequim
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Kings, a extrema direita aqui acha que o Maduro é de esquerda. Não é. É só mais um ditadorzinho. Tipo um Pinochet ou um Gualtieri. Esquerda é aquilo que foi democraticamente eleita na Bolívia e na Argentina e aquilo que enterrou a constituição fascista de Pinochet no Chile.

Paulo Siqueira
Paulo Siqueira
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

O que dirá do socialismo latino-americano!

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Amigo,os EUA invadiram o Iraque,ação considerada ilegal sob o ponto de vista da legislação internacional.As prisões secretas da CIA cometem violações contra os direitos humanos de vários prisioneiros de guerra.Acha mesmo que eles teriam algum pudor em cometer “atos de pirataria”?

Carlos Campos
Carlos Campos
1 mês atrás

Olha acredito que é uma boa ameaça mas uma guerra na Venezuela só traz problemas para o Brasil; devíamos tentar fazer um acordo com o Maduro para que ele deixa a Presidência sem conflitos e fique asilado na Rússia ou China, sem direito a voltar para Venezuela nunca mais, além de que esse ato srviria para Generais e políticos corruptos na Venezuela.

ALISON
ALISON
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Muita besteira num texto só…

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  ALISON
1 mês atrás

Tão poucas palavras, tanta bobagem….

Eis a sina de um devoto da alma penada do ABC

WVJ
WVJ
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Quantos anos vc tem? Porque Maduro sairia? Amiguinho, aos poucos a América Latina está sendo unida, não em torno do Brasil ou dos EUA, mas da China. Seria ótimo, até pros EUA, que o Brasil estivesse à frente, mas o sábio que nos governa acha melhor isolar o país e isso vai ficar claro (e caro) qdo o Biden vier nos enquadrar. Se a Venezuela está parecendo mais perigosa agora, não é porque sempre o foi, não acho. Está ficando mais perigosa agora porque o Brasil está mais ameaçador pra ela. Quanto aos países que a apoiam, esperando (quem sabe?)… Read more »

Last edited 1 mês atrás by WVJ
Hank Voight
Hank Voight
Reply to  WVJ
1 mês atrás

“Por que Maduro sairia?” O fato dele ter se reelegido com fraude seria motivo suficiente mas a gente sabe que na prática é bem diferente pois ele é sócio dos generais locais em atividades ilícitas…… “Seria ótimo, até pros EUA, que o Brasil estivesse à frente, mas o sábio que nos governa acha melhor isolar o país….” Concordo quanto ao isolamento promovido pelo Biroliro mas é preciso ressaltar que o partido que esteve no poder de 2003 a 2016 apoiou incondicionalmente o chavismo a despeito da escalada do desrespeito aos direitos humanos e para piorar sempre foi caudatário de Chávez… Read more »

WVJ
WVJ
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Sim, porque ele sairia com um pedido, um acordo, ameaça? Não entendo. Pra mim ele só vai sair qdo morrer ou qdo o suposto imperialismo deixar a pátria dele em paz. Pois é, cada um com sua visão, ou sua loucura.. Cara, não estou aqui pra passar pano nas merdas dos ptistas, vamos evoluir como país, por favor. Espero que essa chacoalhada que foi a vitória do bozo faça o brasileiro médio se identificar com um centro equilibrado. Farcs é assunto da Colômbia e tem a ver com tráfico de drogas: um problema que o séc. XX criou e não… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  WVJ
1 mês atrás

Bom seria o Brasil governado pelo ladrão-mor e fazendo o joguinho chinês: Tudo para a China, primeiro a China.

WVJ
WVJ
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Que tal o Brasil sendo governado por um brasileiro? Do jeito que está às vezes tenho dúvida, mais parece um fantoche ou um lambe saco.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  WVJ
1 mês atrás

24, quer saber quanto ganho? meu peso? frequência s.e.x.u.a.l também? Maduro sairia pelo medo de acabar morrendo, de o país ser atacado e os Militares traírem ele, todo dinheiro que ele acumulou não serviria de nada com ele sendo agredido até a morte pelas ruas de Caracas, tipo Kadafi, nenhuma tirania dura para sempre…….o país se isolando? desculpa mas não vi isso, vi o Brasil correndo para fazer acordo com os EUA, Jp, UE, EFTA, India e até a ChIna pelo Paulo Guedes, tentando ser aceito na OCDE……Não acho a Venezuela perigosa, inclusive já estive lá, meu medo eles virem… Read more »

WVJ
WVJ
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Perguntei a idade porque sua proposta me pareceu muito inocente.
Enquanto ele for suportado pela Russia e China tende a ficar no poder, e acho que só vai sair, como vc mesmo disse, sendo arrancado.
Deixa o Biden ganhar e vai entender o isolamento.
Vc(s) querem uma guerra achando que seria fácil, mas não seria, e, pior, a américa latina ficaria (ao menos moralmente) do lado da Venezuela.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  WVJ
1 mês atrás

cara lê meu comentário, tudo o que eu quero é uma via pacífica, em várias vezes que eu pude falar aqui, defendi uma não agressão à Venezuela, quem uma guerra na Venezuela é simplesmente lunático…. pela Graça de deus Existe outros países no mundo além dos EUA, seria ruim ter sanções, seriam, mas o mundo não acabaria, vide Irã, CN e a própria Venezuela.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Se a aquisição for verdade, não temos a mínima chance de defesa.
Desde a impossibilidade de realizar um ataque preventivo, assim como uma defesa aerea capaz de abater estes misseis balisticos.
Brasilia está vulnerável a ditadura bolivariana, aquela republica que falta ate papel higiênico, mas não armamentos de ponta.

Last edited 1 mês atrás by Antunes 1980
ALISON
ALISON
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Ainda bem que isso que os minions tem não pega…

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  ALISON
1 mês atrás

Por outro lado a patetice de vocês devotos da alma penada do ABC é mais contagiosa que o Coronavírus

Welington S.
Welington S.
Reply to  ALISON
1 mês atrás

Mongolóide.

Alan Correia
Alan Correia
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Esses Misseis nunca chegarão na Venezuela, por um simples motivo, a Flórida… Se eles puderem atingir grandes centros Brasileiros, certamente poderá atingir o território americano, americano pode ser tudo, menos besta.

Alan Correia
Alan Correia
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Texas TB.

Júlio César
Júlio César
Reply to  Antunes 1980
28 dias atrás

Mas no Brasil também falta papel higiênico em muitas casas e é comum ver o povo revirando lixo na rua, e olhe que não estamos sob embargos econômicos como na Venezuela

RENAN
RENAN
1 mês atrás

Faltou um mapa desses dos mísseis iraniano em cima da Venezuela para termos uma noção dos alcance geográfico aqui na América

Glasquis7
1 mês atrás

Então, aqueles que defendem uma guerra contra a Venezuela, deveriam alistar-se e irem a lutar na fronteira.

A Venezuela não é problema do Brasil.

Se o tio Sam, quer tanto tomar a Venezuela então, que sacrifique os seus soldados.

Fazer guerra na casa dos outros, sacrificando cidadãos dos outros pra ficar com os louros e principalmente, os recursos dos outros é muito fácil pra um pais que sequer se digna aliviar as tarifas o aço brasileiro.

Carlos
Carlos
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Bingo! Muita gente que defende essa ideia serão os primeiros se esconderem. “Ah, tenho asma… torci meu tornozelo… estamos em isolamento…”
Os EUA querem usar o Brasil como bucha de canhão, isso sim.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Querer, querem… até o momento estão errando o pulo…

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

EUA já estão levando vantagens em acordos comerciais, agora que descobriu que o governo brasileiro é MANSO e SUBSERVIENTE vão querer mais e mais.

Up The Irons
Up The Irons
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Enquanto a gente era SUBSERVIENTE às ditaduras de Cuba e da Venezuela por mais de uma década, foi lindo! Financiamos obras bilionárias de infraestrutura nesses países por anos… E show de bola! Foi só nos aproximarmos dos Estados Unidos e o chefe do Executivo não presta… Vocês envelhecem, saem do DCE mas o DCE não sai de vocês!

Elisandro
Elisandro
Reply to  Up The Irons
1 mês atrás

Acho engraçado que todos diziam que seria diferente, que seria melhor… Agora que parece que é “mais do mesmo”, e só mudando aqueles para quem servimos, querem nos convencer que “estamos melhores”. Mas eu tendo a acreditar que um erro não apaga ou outro. E que manter o ruim não é certo só porque já estava errado.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Up The Irons
1 mês atrás

Diz pra gente aí, 01 só vantagem concreta que o Brasil levou nesses quase 02 anos de “brotheragem” com os americanos. Cita ai pra gente. Só uma. E para de ser criança em achar que todo mundo vive nessa dualidade, nesse Fla Flu. 90% dos comentaristas desse site foi contra a política externa ridícula conduzida pelos governos petistas, bem como contra a gestão da defesa brasileira, chegando ao ponto de nomear Aldo Rebelo como Ministro da Defesa. Então não é pq alguém aqui critica essa relação de do governo atual com os EUA que é a favor das relações dos… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Quando a gente dava dinheiro a rodo, às custas do povo brasileiro, estava tudo bem, estávamos ajudando os países mais pobres.

Agora que estamos fazendo negócios com quem sabe negociar, pois antes só fazíamos com quem sabia roubar, está ruim.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

A Venezuela é um problema para o Brasil no momento em que o governo deles força o seu povo a procurar abrigo aqui.

Glasquis7
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Isso não é motivo pra ir pra guerra.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Não é,só se de alguma forma isso começar a representar um risco à segurança interna do Brasil.

Glasquis7
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Não representa risco algum.

RENAN
RENAN
1 mês atrás

Não sendo armas nuclear, está no direto de proteção de seus interesses.
Eu adoraria ver o Brasil comprando ICBM com 12000 km de alcance.

Adoraria ter um Brasil preparado com sistemas de mísseis para ataque em camadas 12000, 10000, 8000, 6000, 4000, 2000, 1000, 500, 300, 100, 50km de alcance.

No mínimo isso para dissuadir qualquer país a atacar o Brasil

Felipe Augusto Batista
Felipe Augusto Batista
Reply to  RENAN
1 mês atrás

Existe algum país que investiu num ICBM de 12000km sem ter armas necleares? Só o impacto da ogiva reentrando na atmosfera deve fazer mais estrago que o dos explosivos convencionais que ele seria capaz de transportar. Não faria sentido. Mas eu gostaria de ver o Brasil com o pacote completo, pena que abrimos mão faz tempo.

RENAN
RENAN
Reply to  Felipe Augusto Batista
1 mês atrás

Na minha opinião é mais difícil realizar o ICBM durante um embargo por ter desenvolvido um artefato nuclear, do que sem embargos, assim todos iram ver como normal os testes dos ICBM pois sabem que não tem armas nuclear no Brasil.
Sem embargos se desenvolve o veículo e depois desenvolve o artefato

Bjj
Bjj
1 mês atrás

Que isso sirva para o governo brasileiro tomar rumo na política externa e entender de vez que a Venezuela não é problema nosso. Os EUA bancam o discurso porque podem, já nós, que temos o velho L 70 como uma das principais armas antiaéreas do país, devemos ficar na nossa mesmo ainda mais quando mísseis balísticos entram na equação.

Aliás, não duvido que nao ocorra uma reaproximação entre Brasília e Caracas se o Biden vencer e começar a pressionar o Brasil pela questão ambiental.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Bjj
1 mês atrás

Se o Biroliro se aproximar do narcotraficante Maduro é capaz dele ser linchado pelo gado!

Bjj
Bjj
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Hank

Duvido. Sempre há uma justificava para o que ele faz, sempre. O cara brigou com o “semi-Deus” Sérgio Moro claramente pra defender os filhos da justiça, e a galera do discurso anticorrupção ainda ficou do lado dele, defender o Maduro seria fácil.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Bjj
1 mês atrás

Realmente é bom não duvidar meu amigo….

No mais é impressionante o que devotos de político fazem! antes dos devotos do Biroliro miliciano os devotos do Messias do ABC também levaram a arte de passar pano até às últimas consequências.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Que nada, a lista de coisas que Bolsonaro disse que não faria no governo e fez bate na Antártida, e a gadolândia segue o defendendo.

fabio
fabio
Reply to  Bjj
1 mês atrás

Como assim a Venezuela não é nosso problema?, é um problemão para nos sim, o Brasil tem que se impor e ser a potencia na sua região, e se eles nos atacarem no futuro, como fica vamos sair correndo e pedir ajuda para guerra ? isso é uma vergonha né amigo
parem de ser vira latas

bjj
bjj
Reply to  fabio
1 mês atrás

Fabio

Qualquer país que queira se impor precisa antes de tudo ter condições para isso. E nós temos e não teremos no curto prazo. No mais, não há motivo pra eles atacarem o Brasil, pois assim como no nosso caso, tudo o que eles menos precisam é de uma guerra.

Roberto
Roberto
1 mês atrás

…..o que uma eleição presidencial não faz hein. Discursos, declarações, ameaças, indagações as mais diversas, a guerra midiática a todo vapor. Que continue assim, a narcoditadura bolivariana, seu líder e seus asseclas está no fim, isso é inegável, por um lado um país com mísseis de cruzeiro, balísticos e do outro, quase 90 por cento da população vivendo na pobreza, miséria, isso é inconcebível, o governo não se sustenta.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Roberto
1 mês atrás

as gôndolas dos supermercados estão vazias mas os paióis estão cheios…

Caio
Caio
1 mês atrás

Esse regime militar da Venezuela se comprar estas armas, realmente se tornará um perigo em potencial e infelizmente só estaremos aptos a pedir ajuda.

sj1
sj1
Reply to  Caio
1 mês atrás

Errado ! Pensamento vira-lata ! Se Irã ou CN conseguem construir essas armas nós tbm podemos, nos falta é um povo mais patriota.

Caio
Caio
Reply to  sj1
1 mês atrás

Estou citando o presente e não o futuro distante, ufanista.
Esse idiota do maduro pode se lançar em uma aventura, como os débeis generais da Argentina de Pinochet, só que muito mais próximo das nossas fronteiras.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
1 mês atrás

Ridículo, a Venezuela tem o direito de comprar as armas que quiser, e o Irã tem o direito de fornecer armas a quem quiser também, isso é livre mercado, pilar para o bem estar da nossa civilização. Quer dizer que os EUA agora determinam o que é liberdade no mundo?

RPiletti
RPiletti
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

Determinam… ir contra os mandos deles é meio caminho para a diplomacia de 100k ton entrar na equação…

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Diplomacia ou picaretagem?

glasquis 7
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Não é assim tão fácil. Nenhum país pode invadir outro alegando insanidade ou tirania do seu líder. Até pra invadir o Iraque tiveram que inventar uma desculpa esfarrapada mas, fazer o mesmo com um país de LatAm seria muito diferente.

Existem tratados que previnem tal situação e enquanto Maduro não faça nada fora dos seus domínios, não o por que invadir a Venezuela.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Quer dizer,da mesma forma que existem tratados que protegem prisioneiros de guerra,mas que os EUA violam sistematicamente nas prisões secretas da CIA?

Quem tem que seguir tratados são países como o Brasil,mas para as grandes potências,tratados internacionais valem tanto quando um pedaço de papel higiênico.

Glasquis7
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

O problema são as consequências. Venezuela não atacou nenhum vizinho e não tem como acusar Maduro de ter armas de destruição em massa.

Enquanto não apresentar um risco real, EEUU não tem nenhum motivo pra atacar a não ser o Petróleo.

Existe o TIAR e seria ativado caso o Tio Sam decidir agir por conta própria.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Venezuela não atacou nenhum vizinho e não tem como acusar Maduro de ter armas de destruição em massa.

Como não?Será que você não sabe como a CIA age?

Existe o TIAR e seria ativado caso o Tio Sam decidir agir por conta própria.

De fato,mas duvido muito que algum país se atreveria a pegar em armas contra os EUA,com certeza a OEA(controlada pelos americanos) encontraria brechas no acordo para não obrigar seus membros a se engajarem em um conflito.

Glasquis7
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Como não?Será que você não sabe como a CIA age?”

O que tem a ver a CIA com armas de destruição em na Venezuela?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Nada,o que eu quis dizer foi que os EUA não dão a mínima para as leis internacionais,e usei as atuações da CIA como exemplo,então achar que elas os impediriam de atacar algum país é uma ingenuidade.

Glasquis7
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

De fato,mas duvido muito que algum país se atreveria a pegar em armas contra os EUA”

Não precisa pegar em armas, apenas evocá-lo. seria suficiente pra denunciar uma transgressão ao direito internacional. Seriam os EEUU agindo como Hussein. Nem o povo americano apoiaria.

Há numa guerra, mais política e informação do que vc imagina. além do mais, aa Venezuela esta bem entocada. Desentocá-la custaria muitas vidas Americanas.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

Longe de apoiar esse devaneio de Trump tal como externei acima mas como de costume a extrema direita xucra, junto com a esquerda, está sempre ao lado do que existe de pior no mundo…

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Meu amiguinho, a distância que nos separa, é perceptível, são pilhas e pilhas de livros. Liberdade não é um conceito vago que muda com o sabor do vento, é um conceito fixo que transcende o espaço/tempo.

Proibir meu inimigo de ter boas armas não me faz melhor que ele, certo? Por que o Irã financia terrorismo não implica que sua liberdade de negociar lá fora seja tolhida.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

A Extrema direita xucra nunca me decepciona na indigência intelectual

Last edited 1 mês atrás by Hank Voight
Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Ah tah, você que é o pináculo da sapiência humana, ninguém sabe mais que você… E dão graças a Deus por isso…

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

Continue ouvindo Aviões do forro e entupindo as suas mangas de “agrotóchico” e deixe os adultos debaterem

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Se adultos forem gente como você, prefiro ser criança mesmo…

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

Mísseis balísticos iranianos na Venezuela têm o potencial de atingir a Flórida ou Porto Rico.Logo,torna-se uma ameaça à segurança interna dos Estados Unidos.Dessa forma,eles podem e devem intervir.

sub urbano
sub urbano
1 mês atrás

Maduro se quisesse chegaria a Manaus facilmente. Olhem o mapa e tirem suas próprias conclusões. Depois era botar a área debaixo do guarda chuva antiaéreo de s300,BUks, ZUs e Iglas. Isso anularia a FAB e jogaria todo o peso no EB que teria de buscar os venezuelanos na unha, seria uma tarefa hercúlea. Enfim, o problema para o Brasil seria retomar esse território novamente, pois a calha norte do rio amazonas é geograficamente isolada do resto do país pelo maior rio do mundo. Dependeria de um grande assalto anfíbio ou aerotransportado que o brasil não teria meios para fazer. Eu… Read more »

Heverton ribeiro
Heverton ribeiro
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Mas não esquece de combinar com os indios, pois a estrada só fica aberta de dia.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Mais ou menos, as armas avançadas estão nas mãos dos russos, os próprios venezuelanos desertaram porque estavam morrendo de fome nos quartéis.

Tiger 777
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

E depois ele faz o quê??? Os principais ativos do Brasil estão no Sul e Sudeste. Não tem lógica esta invasão.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Tiger 777
1 mês atrás

Exatamente… isso tudo é para os americanos. “Escolha um inimigo da nação para legitimar sua ditadura”… está no art. 10° do Manual dos Ditadores… hehehe

João Adaime
João Adaime
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Prezado sub urbano Excelente teu ponto de vista. Dentro do espírito da Trilogia. Debater assuntos militares, principalmente ações de combate. Seria interessante que você aprofundasse teus argumentos, estabelecendo cenários, movimentação de tropas e meios, logística, como fazer uma mobilização de vulto sem despertar atenção, sem esquecer que existem outras regiões na Venezuela que necessitam ser defendidas, como a fronteira com a Colômbia, a capital e entorno, a costa marítima e mesmo outras fronteiras comuns com o Brasil. Enfim, como você disporia as tropas venezuelanas dentro do contexto geopolítico da região? E que tipo de reação você espera por parte do… Read more »

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

João Adaime,o EB não têm Atgm,não tem canhões sem recuo em quantidade,não tem blindados leves 4×4,não tem defesa antiaéreas de médio alcance e muito menos sistemas EW caso a Venezuela compre UAV armados,e o pior:como não tem estes equipamentos,não tem a doutrina de utilização deles.

Alessandro
Alessandro
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Ele tem logística para isso? Tem combustível? Tem como manter a tropa alimentada em um cenário de ocupação? Tem como manter as tropas abastecidas com material bélico? Até onde eu sei a Venezuela não produz nada. Aqui, não é o primor na elaboração de armamento, mas temos capacidade fabril para mantermos um exercito no TO da Amazonas, ainda mais com o país sendo invadido. É cada um que aparece aqui…

Salim
Salim
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Alessandro, nunca menospreze inimigo, veja oriente médio e africa, bem piores Venezuela e mais pobres em recursos . Eles tem Rússia, China e Ira na retaguarda para segurar EUA e dar suprimentos. EUA teria cuidado em abrir guerra contra estes em sua proximidade. Vejo como interesse destes 3 abrirem conflito quintal EUA para conseguir recuo dos EUA em Taiwan e Ucrânia. Acredito que a Colômbia seria alvo principal e Brasil pela incapacidade de meios ficaria acuado. A China daria um ultimato ao Brasil em virtude de nossa dependência deles. Infelizmente , por falta capacidade de nossos militares, náo temos meios… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Salim
30 dias atrás

amigão, não estou menosprezando ninguém, mas o sujeito ficar imaginando cenários de ocupação de extensas regiões do Brasil, no mínimo deve imaginar um exército que tenha capacidade e logística para manter tais faixas do território ocupadas

Alessandro
Alessandro
Reply to  Salim
30 dias atrás

Se vc prestar atenção nos mapas que os próprios militares venezuelanos exibem, os mesmos declaram a região do essequibo da Guiana como território deles. Antes do Brasil, manda eles tomarem o que eles pensam que é deles. Nem isso eles tiveram peito.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Olhem o mapa e tirem suas próprias conclusões.”

Olhar o mapa justamente é o que contrária a sua afirmação abaixo:

“Maduro se quisesse chegaria a Manaus facilmente.”

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 mês atrás

De Pacaraima até Manaus são + ou – 850km em linha reta.

Seguindo pela BR-174 dá perto de 950 km.
comment image

Last edited 1 mês atrás by Alfa BR
Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 mês atrás

Das brigadas do Exército Venezuelano, três estão mais próximas do nosso território. Todas GU de infantaria.

O grosso das unidades blindadas e mecanizadas (aptas a manobras rápidas e em maior profundidade) estão localizadas próximo a Caracas. Levariam dias, se não semanas para deslocar essas unidades para próximo a nossa fronteira, coisa que não passaria despercebida.
comment image

Tiger777
Tiger777
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

O último país que nos invadiu, não se recuperou até hoje. Rsssss
Com uma resolução da ONU, a favor do Brasil, bloqueio de venda de armas ao agressor e interesses das grandes potências ( petróleo venezuelano) o que não faltaria seria apoio militar armas ( Para o Brasil).
Pensando bem, vamos torcer para o Maduro fazer isto. Kkkkkkk

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Sim,seria bem simples.Afinal,um país onde falta até papel higiênico deve estar transbordando de recursos para uma operação de invasão.

jrsalvador
1 mês atrás

seus eu fosse os Americanos ofereceria alguns Patriots por um preço bem bacana ao Brasil rsrs

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  jrsalvador
1 mês atrás

Patriots como os que protegiam as refinarias da Arábia Saudita?!

Melhor soltar uma verba para a conclusão e aquisição do avibrás MTC-300 mesmo…



Agressor's
Agressor's
1 mês atrás

Brasil sendo armado pelos EUA através de doações, num momento em que as pressões internacionais aumentam com relação ao atual governo venezuelano é só coincidência ou tem algo mais?! Será que estão pensando em colocar a América Latina em guerra? Mike Pompeu visita o Brasil, aí do nada os americanos doam blindados. Exercício militar na Amazônia, doações de meios para emprego de exército, visita de Mike Pompeo na fronteira com à Venezuela, isso esta com cara de aventura americana na América do Sul. Eu quero estar errado, mas a guerra pode estar muito mais perto de nós do que a… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Welington S.
Welington S.
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

As compras a preço camarada e doações feita pelos EUA vêm de longa data. Se não me engano, desde o fim da WWII. Isso não é novidade. A revista Times deu como capa o Brasil por que o Brasil É A BOLA DA VEZ agora e a América Latina está se transformando em um barril de pólvora e tem gente ainda que ACHA que em nenhum momento, haverá uma escalada militar; provavelmente será entre Venezuela e Colômbia, já que a ”treta” entre os dois são grandes ou, Maduro sendo audaz, fará seus ataques contra o Brasil. Eu mesmo contei aqui… Read more »

Jefferson
Jefferson
1 mês atrás

EUA preocupado com a Venezuela e os nossos militares preocupados com pijamas e aposentadoria com 50 anos e soldo integral…AHHHH tem os mais de 3 mil cargos no governo bozo. é mamata!

EdSanches
EdSanches
1 mês atrás

O Brasil nunca teve problemas com a Venezuela, até o início de2019 .Maduro tem problemas demais em seu país para se preocupar com picuinhas de um ex militar medíocre que esta presidente. Logo isso passa.

Antoniokings
Antoniokings
1 mês atrás

Tio Sam abilolou.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

Como seria bom uns misseis desses atingirem Brasília,mais precisamente no belo palácio do planalto,na sede do STF e no congresso nacional,aí sim veríamos uma grande renovação política…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

Calma!

Mas, que foi engraçado, foi.
kkkk

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Só teria pena dos belos prédios de Niemeyer Antônio Kings…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

(2)

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

prédio podem ser reconstruídos….

Zeca
Zeca
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

Eu já acho feios, não me fariam falta alguma.

Last edited 1 mês atrás by Zeca
ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

O governo Venezuelano tem o direito de adquirir as armas que quiser, e os Iranianos o de fornecer armas a quem quiser também… Agora quer dizer que os eua e o palhaço de Washington tem o direito de dizer de quem pode ou não pode um país adquirir?! Que se dane os estados unidos da américa ! Até parece que eles não vendem armas a regimes duvidosos… Não sendo nuclear a Venezuela pode adquirir oque for. Se nós não fazemos nada,a incompetência é unicamente nossa,quem sabe que com tal pretensão de Caracas a milicada e os palhaços de Brasília ponham… Read more »

sj1
sj1
1 mês atrás

Notícia excelente para nós – o limão você põe açúcar e faz uma limonada ! Nenhum país que ficou na zona de conforto evoluiu militarmente, talvez com essa ameaça o Estado Brasileiro (e não somente as FFAAs) acorde para a necessidade de investir em defesa.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  sj1
1 mês atrás

Será? Porque quando teve aquela situação na fronteira da Venezuela e na suposta ativação do S300 o Brasil não sabia o que fazer,quando Macron deu aquelas declarações a respeito da Amazônia,o ministro da defesa de forma patética fez aquelas bravatas,e até agora nada de aquisição de meio de dissuasão para defender o país.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

É algo bom ter um pouco de temor,as vezes tal ameaça pode se reverter em uma atitude concreta…

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

Sim Adriano,mas e se o alto comando vive na Disneylândia?,com negativismo patológico do tipo “o Brasil é bonzinho ninguém vai fazer nada contra a gente” enquanto isso mais e mais pressões,mais ameaças de sanções,embargos,ate o dia em que as grandes potências se encherem e resolver atacar isso aqui…

Last edited 1 mês atrás by Alexandre ziviani
Bosco
Bosco
1 mês atrás

Mísseis de longo alcance , sejam balísticos ou de cruzeiro, isoladamente, são armas críticas capazes de fazer diferença quando portadoras de ADM (armas de destruição em massa: agentes químicos letais ou arma nuclear). Dotados de ogivas convencionais eles só se mostram efetivos quando compõem um sistema de ataque combinado, onde são direcionados contra alvos prioritários de alto valor fortemente defendidos.
Usados isoladamente, fora do contexto de uma ação ofensiva coordenada, são armas minimamente efetivas, principalmente se em quantidade reduzida.
Nesses casos tais mísseis são mais úteis na guerra psicológica que na tradicional

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Sim Bosco,mas e se o alvo a ser atingido não tem nenhuma contra medida?
O que me preocupa de verdade nem é se a Venezuela compra ou não tal arma,mas o fato de que não existe contra medidas no Brasil ,a situação esta ficando insustentável,vamos ficar cada vez mais a mercê deste maluco bolivariano.

Bosco
Bosco
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Alexandre,
Minha maior preocupação da introdução desse tipo de arma eminentemente ofensiva, de alto custo e de cunho estratégico na AL diz respeito à corrida às armas que tal iniciativa possa deflagrar.
O fato de não termos defesa não é preocupante tendo em vista que a melhor defesa contra esse tipo de arma é a certeza da retaliação. Se num futuro tivermos uma quantidade minimamente razoável de Gripens (o que considero pelo menos umas 70 unidades) já estaríamos bem aptos a retalhar qualquer tipo de ataque com mísseis de longo alcance ao território brasileiro.

Salim
Salim
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Bosco, hj náo temos defesa ponto e nem gripens, gripens em 3 a 4 anos sendo otimista, hoje temos F5 que náo seguram SU30, se colocar bvr de maior alcance seria melhor. Lembro que em caso conflito Rússia e China iriam equipar Venezuela com mais aviões. Temos indícios de grande movimentação treinamento em aviões e demais meios. Igla e RBS náo seguram nada, teríamos que recuar perigosamente em principio.

100nick-Elâ
100nick-Elâ
Reply to  Salim
30 dias atrás

Só iludido acredita nessa história de que Gripen segura SU-30

sj1
sj1
Reply to  Alexandre ziviani
1 mês atrás

Por isso que eu falei que é bom, quem sabe criem juízo e comecem a investir em defesa, teve um TRILHÃO pro Covid mas não tem um BILHÃO(mil vezes menos) pro MTC-300, esse é o país do futuro. Essa história de falta de recursos é balela.

Last edited 1 mês atrás by sj1
Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Mas será o bom e velho Bosco?

Bosco
Bosco
Reply to  Alfa BR
1 mês atrás

Um abraço Alfa.

Tomcat4,2
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Rapaz que alegria te ver por aqui novamente, tempos atrás nos perguntamos,em uma postagem a qual não me recordo, sobre vc ter sumido durante a pandemia e o fato de vc ,se não me engano, ser da área da saúde. Que bom que voltou pra nos brindar com seu conhecimento. Abração do Tom !!! Deus o abençoe !!!

Bosco
Bosco
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Não peguei o Covid não. Tava só dando um tempo mesmo. Obrigado!

Lyw
Lyw
1 mês atrás

“… Os funcionários não forneceram informações de que tais carregamentos eram iminentes. Eles apenas afirmaram que Irã e Venezuela são um par provável para negócios de armas.
“O Irã anunciou sua intenção de se envolver na venda de armas, e a Venezuela é um alvo óbvio porque esses dois regimes párias já têm um relacionamento”, disse Abrams…”

Ou seja, tudo mera especulação. Procuram um motivo para arrumar “treta” com o Irã depois do fim do embargo de armas.

Gabriel BR
Gabriel BR
1 mês atrás

O mal dos americanos e dos seus fã-boys é o fato deles acharem que detém o monopólio da inteligência.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Bom dia, este mal é inerente não só aos eua quem o idolatra , como aos adversários deste e aos que o idolatram. Abraços

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Saldanha da Gama
1 mês atrás

Bom dia, este mal é inerente não só aos eua e os que o idolatram, assim como aos seus adversários e aos que o idolatram. Abraços

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Esse mal é mais exacerbado nos devotos da alma penada do ABC….

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Concordo , são muito parecidos

Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

Se de fato isso acontecer,o Governo Federal precisa reunir urgentemente todo o Alto Comando das Forças Armadas e o CDN para repensar e refazer toda a estratégia nacional de defesa em face do que seria uma ameaça inédita na América do Sul. Será preciso investimentos urgentes em caças furtivos e uma defesa antiaérea de ponta.

francisco
francisco
1 mês atrás

O Brasil não pode ficar neutro nesse assunto. Tem que pressionar o Maduro e se necessário, deve ir para o pau, antes que eles se fortifiquem mais ainda.
Derrubar o Maduro e colocar um governo mais alinhado é esse o remédio.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  francisco
1 mês atrás

Reitero, iremos rasgar a constituição?

sj1
sj1
Reply to  francisco
1 mês atrás

Isso, vai lá e apoia uma guerra por procuraçao dos EUA e pões os exércitos da Otan bem aqui na nossa fronteira pra usarem como trampolim para nos invadir mais tarde. A Venezuela nunca será ameaça contra nossa integridade territorial, exércitos europeus sim. Pensamento geopolítico tá fraco no Brasil.

paulof
paulof
1 mês atrás

Venezuela deve ter em breve uma nova crise, segundo a Baker Hughes informou em setembro de 2020, não há plataformas de perfuração operacionais na Venezuela e tem-se que a produção nesse mês  foi de 383.000 barris diários. Tanto que comprou gasolina do Irã, por isso ao meu ver se os misseis vieram, será uma doação disfarçada por que Caracas está falida.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paulof
1 mês atrás

Quem irá à falência primeiro?
A Baker Hughes ou a Venezuela?
Aposto uns caraminguás na Baker Hughes.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

A Venezuela já faliu cidadão, por mais que você tente se enganar em sentido oposto…..

paulof
paulof
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Bem, nem respondo quem vai falir primeiro, por que a venezuela até para compra de gasolina tem que pagar em ouro para o Irã ” à vista”, a única notícia boa que vejo é que o país tem um bom estoque,

Marco
Marco
1 mês atrás

Agora é que o míssel de cruzeiro entra em produção mesmo. Boa notícia

Tiago
Tiago
1 mês atrás

Ainda que esse misseis sejam entregues, isso não representa ameaça seria ao Brasil, o que não significa que não devemos investir em defesa, devemos sim e muito, mas a Venezuela é um problema para seu próprio povo.

Machado
Machado
1 mês atrás

Engraçado que o EUA acaba de vender mísseis a Taiwan. Eita país hipócrita esse EUA. A crise na Venezuela se agravou devido às sanções. Querem fazer igual ao Iraque.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Machado
1 mês atrás

A Venezuela já invadiu o Brasil. Será que não percebera, ps miseráveis e famintos que vieram buscar vida melhor no Brasil? Os militares apoiam Maduro, mediante regalias que custam o bem estar de um povo que já foi exemplo de padrão de vida. Hoje, em Caracas crianças catam restos dos politicos, nas latas de lixo, para não morrer de fome. E o Ditador Maduro, ainda diz que os Burgueses é que saem para Brasil, Chile, Colômbia e outros lugares onde se respira Liberdade.

Sergio Machado
Sergio Machado
1 mês atrás

É o preço que se paga por uma política burra, belicosa, totalmente desnecessária e subserviente aos interesses de Washington. Apesar das diferenças, Venezuela e nem mesmo Cuba nunca nos causaram problemas. Agora causamos problemas e ameaças a eles. Está aí o resultado: potências armando esses países e os EUA instigando guerra. O que ganhamos? Rigorosamente nada.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
30 dias atrás

Fox nius mas verdadeiro que nota de 3 guarani, tio sam quer mas não tem culhão.

paulof
paulof
29 dias atrás

 Nota: A refinaria de Amuay explodiu na quarta-feira passada, falta de manutenção leva a isso.

JESUAN
JESUAN
29 dias atrás

“A transferência de mísseis de longo alcance do Irã para a Venezuela não é aceitável para os Estados Unidos e não será tolerada ou permitida”, disse Elliott Abrams, representante especial do Departamento de Estado para o Irã e a Venezuela “.. Concordo e fod4_s3

Júlio César
Júlio César
28 dias atrás

Agora imaginem uma guerra do Brasil x Venezuela, o soldado brasileiro de 18-19 anos vindo da periferia enfrentando um adversário que se prepara para uma guerra de invasão desde 2005. Imaginem os restos mortais desses mesmos soldados pobres voltando num saco plástico e sendo entregues a sua família, imaginem a comoção popular, imaginem uma reportagem do Fantástico de 30 minutos sobre a vida e morte de Cláudio, soldado brasileiro de 19 anos que queria ser médico, mas morreu no meio da selva venezuelana numa guerra que nem ele sabia muito bem o motivo. Pois bem, uma guerra contra a Venezuela… Read more »