Home Economia China assina grande acordo comercial da Ásia-Pacífico com 14 países

China assina grande acordo comercial da Ásia-Pacífico com 14 países

2896
180

Hong Kong (CNN Business) — A China acaba de juntar forças com mais de uma dúzia de países da região Ásia-Pacífico para assinar um enorme acordo de livre comércio que está sendo elaborado há quase uma década.

A Regional Comprehensive Economic Partnership abrange 15 países e 2,2 bilhões de pessoas, ou quase 30% da população mundial, de acordo com um comunicado conjunto divulgado pelas nações no domingo, quando o acordo foi assinado. Seu PIB combinado totaliza aproximadamente US$ 26 trilhões e eles respondem por quase 28% do comércio global com base nos dados de 2019.

O negócio inclui vários dos maiores adversários econômicos da região, além da China, incluindo Japão e Coréia do Sul. Nova Zelândia e Austrália também são parceiros, assim como Indonésia, Tailândia e Vietnã no Sudeste Asiático.

O acordo comercial foi proposto pela primeira vez em 2012 como uma forma de criar uma das maiores zonas de livre comércio do mundo.

É difícil avaliar a importância econômica imediata do negócio. Os integrantes da Associação das Nações do Sudeste Asiático – grupo de dez países signatários do acordo – disseram que ele eliminará tarifas e cotas de 65% das mercadorias comercializadas na região.

Os países parceiros também observaram a importância do acordo enquanto o mundo tenta se recuperar da pandemia do coronavírus, afirmando em um comunicado conjunto que o acordo “desempenhará um papel importante na construção da resiliência da região por meio de um processo de recuperação econômica pós-pandemia inclusiva e sustentável.”


“Seu valor simbólico sempre excedeu seu valor real”, disse William Reinsch, especialista em comércio do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais que atuou por 15 anos como presidente do Conselho Nacional de Comércio Exterior. Ele destacou que a Índia desistiu do acordo no final do ano passado, diminuindo a importância do acordo em termos de comércio real.

Reinsch disse, porém, que o acordo pode ter consequências a longo prazo e acrescentou que o envolvimento da China “é um sinal de sua disposição de desempenhar um papel construtivo, apesar de suas ações agressivas no Mar da China Meridional, em Hong Kong e em outros lugares. ”

China e Austrália, por exemplo, têm se envolvido em disputas comerciais ultimamente, mas isso não os impede de avançar com o RCEP.

“Ambos os países vêem grandes benefícios de sua integração econômica mais profunda com outros países asiáticos”, disse Murray Hiebert, associado sênior do Programa do Sudeste Asiático no CSIS. “O RCEP poderia fornecer a Pequim e Canberra outra plataforma onde eles poderiam discutir e resolver suas diferenças.”

Outros observaram que o acordo era mais uma prova do poder crescente da Ásia. Economistas do HSBC disseram no domingo que o acordo “sinaliza que a Ásia continua avançando com a liberalização do comércio, mesmo com outras regiões se tornando mais céticas”.

“Isso pode reforçar uma tendência que já está em curso há décadas: que o centro de gravidade econômica global continue avançando implacavelmente para o Leste”, escreveram eles em uma nota de pesquisa.

 

 

Deixando os EUA para trás?

Não está claro se o acordo terá impacto na relação comercial global mais importante de todas: aquela entre os Estados Unidos e a China, que têm lutado pelo comércio e questões relacionadas nos últimos anos.

“Se isso significa uma mudança na dinâmica regional em favor da China, depende da resposta dos EUA”, disse Reinsch sobre o novo acordo comercial. Ele destacou a importância da eleição de Joe Biden, que sucederá o presidente Donald Trump em janeiro.

“Se os EUA continuarem a ignorar ou intimidar os países de lá, o pêndulo de influência oscilará em direção à China”, acrescentou. “Se Biden tiver um plano confiável para restaurar a presença e influência dos EUA na região, o pêndulo pode voltar em nossa direção.”

Os Estados Unidos notoriamente abandonaram a Parceria Transpacífico – um importante acordo comercial que teria cimentado relacionamentos mais fortes com vários países da Ásia-Pacífico, incluindo Japão, Austrália, Malásia, Singapura e Vietnã – quando Trump assumiu o cargo.

Desde então, os Estados Unidos fizeram alguns acordos bilaterais, incluindo um acordo de 2018 com a Coreia do Sul e a trégua deste ano com a China. Mas não fez um acordo comercial regional abrangente.

“Dadas as deficiências do RCEP, não recomendaríamos a adesão dos Estados Unidos”, disse Myron Brilliant, vice-presidente executivo da Câmara de Comércio dos EUA e chefe de assuntos internacionais.

“Os Estados Unidos devem, no entanto, adotar um esforço estratégico mais voltado para o futuro para manter uma presença econômica sólida dos EUA na região. Caso contrário, corremos o risco de estar do lado de fora, olhando para dentro como um dos principais motores de crescimento do mundo sem nós, “Brilhante adicionado.

FONTE: CNN

Subscribe
Notify of
guest
180 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
sub urbano
sub urbano
11 dias atrás

A China pegou o conceito do antigo Império Japonês da “Esfera de Co Prosperidade da Grande Asia Oriental” ou “Dayto Kyoeiken” e aplicou alguns anabolizantes + 2 bilhões de pessoas. É a cópia superando o original. Só não concordo com o momento, deveriam esperar uns 10 anos pra fazer isso, a Marinha Chinesa ainda não está preparada.

sub urbano
sub urbano
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

Todavia o objetivo é nobre: levar a paz e a prosperidade para as nações do Pacífico, libertando-os da opressão do Ocidente.

Tomcat4,2
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

Hauhauhauhauhau,libertando da opressão do ocidente pra entrar no bafo do Dragão!!!Trocar 6(com liberdade) por meia dúzia de imperialismo e dominação, parabéns pra eles.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

E o interessante é qua apesar do discurso ‘belicoso’, Coreia do Sul, Japão e Austrália se apressaram em aderir ao tratado comandado pela China..

Nostra
Nostra
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Japan got trapped , they were expecting to ride on India as a counter to Chinese hegemony , but when India refused , they had nothing to fall back on , some in Japan were calling to not sign the agreement as a result , but they did eventually.

Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
11 dias atrás

And I don’t understand why the pictures include India, since India rejected RCEP 1 year ago .

Last edited 11 dias atrás by Nostra
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Nostra
11 dias atrás

Não creio que a Índia tenha condições econômicas, políticas e militares para se contrapor e liderar qualquer coisa contra a China.
É uma sociedade atrasada economicamente e dividida social e politicamente.

Mantena
Mantena
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Atrasada ? Vc esta equivocado neste assunto.

Teropode
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

Cara sua Sinofilia te faz falar muita besteira , a Índia possui condições sim de competir economicamente com a China , comparar as ações para solucionar problemas sociais só faz sentido se os países comparados tivessem o mesmo sistema político , neste caso um é democrático o outro não , um aprisiona seus compatriotas de etnia diferente , aplicam a tal reeducação forçada , na pancada e humilhação , o outro respeita as diferenças internas . Para não ter diferenças políticas internas o país tem que ser uma ditadura onde a maioria étnica esmaga as minorias , então esta comparação… Read more »

Teropode
Reply to  Teropode
10 dias atrás

E se somarmos as suas injúrias contra os indianos teríamos materiais para uma ação de racismo .

nereu
nereu
Reply to  Teropode
10 dias atrás

um povo que tem como bíblia o Mein Kampf não pode falar um A sobre racismo, que o diga umas 200milhões de pessoas que vivem na Índia

Teroppde
Reply to  nereu
10 dias atrás

Não entendi , fale mais sobre isto e poste os links . Por favor 😸

Nostra
Nostra
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

Unfortunately for you RCEP member countries think otherwise.

Here read carefully , i have attached the official declaration from RCEP member countries with regard to India.

I wonder why are they so more than eager to include India as a member ?

A poor 5th largest economy of the world.

Em1_Xz2UcAAu4Os.jpeg
Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Ninguém correu, é mais fácil correr pra trás

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

E ainda tem gente que vive no século 19 em relação a New China e Old Traditions

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Dinheiro não tem ideologia.

Teropode
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

Melhor um aperto de mão do que te_la decepada .

Agnelo
Agnelo
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

HAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHHAHAHHA

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Chore bem muito, não vejo a china empurrando sanções em ninguém por não aceitar suas vontades, ao contrário do Tio Sam.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Defensor da liberdade
11 dias atrás

Cuma?

Bebeu?

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  Defensor da liberdade
11 dias atrás

Verdade amigo. E o pior e que agora o Tio Sam vai vir atrás de nós, por motivos mil.

Paulo Siqueira
Paulo Siqueira
Reply to  Defensor da liberdade
11 dias atrás

Tibet,Taiwan,Hong Kong,India que o digam!

Teropode
Reply to  Paulo Siqueira
10 dias atrás

Cegueira hipócrita é o nome disso .

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Paulo Siqueira
10 dias atrás

Até onde eu saiba a China tem conflitos não resolvidos com os países que você citou. Não tem como comparar com EUA e Venezuela, onde esta última nunca atirou nem pedra nos EUA, para hoje estar sob sanções.

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Defensor da liberdade
10 dias atrás

Então a EMBRAER saiu da China em 2002 não em função do que?

Não quis mais produzir na China, ou os Chineses alteraram a taxa de produção unilateralmente?

Teropode
Reply to  Defensor da liberdade
10 dias atrás

Ainda não .

Paulo Sollo
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

O que diabos tem a ver a preparação da marinha chinesa com um acordo de livre comércio? Não é dominação militar, é parceria econômica. Livre comércio entre países que decidiram se tornar parceiros nisto. E estão certíssimos. Você é um exemplo que serve de alerta para o quão estúpidas pessoas com alto nível de alienação ideológica podem se tornar. E que este acordo sirva de exemplo aos intransigentes europeus e atrasados países das Americas Central e Latina. Nós precisamos disto com urgência. É uma questão de sobrevivência. Os EUA vão ter que se mexer agora em relação a algo semelhante.… Read more »

sub urbano
sub urbano
Reply to  Paulo Sollo
11 dias atrás

Você é muito inocente. Nem parece brasileiro… Falando em Brasil, sabe qual a primeira coisa que acontece quando a Policia Militar entra em greve? As lojas são saqueadas.

Paulo Sollo
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

Depois de mais essa viagem na maionese estou convencido de que suas faculdades mentais estão meio lesadas…

Teroppde
Reply to  Paulo Sollo
10 dias atrás

Lesão por falar uma verdade ? É assim que são tratados os realistas ?

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

Esta errado amigo, a primeira coisa que acontece e um churrasco na casa de um PM e de Outro. Aqui no Rio de Janeiro e muito dificil ter greva da PM pelo simples fato que de greve não tem caixa dois entende. Pelo menos aqui no Rio de Janeiro.

Teroppde
Reply to  Cristiano. de Aquino Campos
10 dias atrás

🤣🤣🤣🤣🤣, ai com ou sem greve eles saqueiam do mesmo jeito , caminhões de carnes são convidados a deixar as cargas nas favelas toda semana 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🙏😇

Teroppde
Reply to  sub urbano
10 dias atrás

Os canhotos não curtiram esta observação 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣☠️

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Paulo Sollo
11 dias atrás

O problema é que os Estados Unidos não lidam com seus parceiros de forma respeitosa. Bem como não são de cumprir tratados. Mudam de ideia sempre que mudam de presidente e circunstâncias.

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Antonio Palhares
11 dias atrás

Então enumera as nações que são respeitosas em seus acordos comerciais.

Entendo que a União Europeia deve ser muito respeitosa com suas desculpas do tipo: mas a França tem uma ressalva, mas a Alemanha tem uma lei… Russos e Chineses nunca devem ter dado calotes ou modificado contratos. Nossos amigos da América Latina então… Não sei dizer qual país não deu calote no Brasil e vice-versa…

Aprecio o Globalismo, parece uma boa ideia, mas prefiro ser o último a aderir… Não perdemos nada se nós juntarmos por último, mas demos os primeiros…

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  JORGE PETROLA FERREIRA
5 dias atrás

Tu tens razão. Somente cumprem tratados que lhes são empurrados goela abaixo, os países fracos, pobres e os lambe botas.

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Paulo Sollo
11 dias atrás

Toda zona econômica se reúne ao redor de alguém que vai pagar a conta… Quem vai pagar a conta da UNASUL?

Globalismo é uma ideia legal, mas quem vai bancar?

Last edited 11 dias atrás by JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Paulo Sollo
10 dias atrás

Concordo que o argumento foi colocado fora de contexto. Mas um país possui sua expressão política, militar, econômica, cientifico-tecnologica e psicossocial.

A China declara que todas as suas expressões do poder nacional estão alinhadas em um único propósito.

Só conseguir raciocinar na dimensão econômica é um erro tão grave como só raciocinar na dimensão militar.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  sub urbano
11 dias atrás

Há meu ver a marinha chinesa não será problema se a China respeitar os territórios dos outros países, mas sim a política belicista chinesa será o grande obstáculo!

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Fabio Araujo
10 dias atrás

Políticas de defesa não são barreiras.
Os interesses são as barreiras.

A China está se armando para fazer algo em seu entorno estratégico, algo que exige a política por outros meios.

Se ela pudesse fazer por meio de sua expressão econômica ou política já teria feito e não teria problema.

Globalismo não impede guerras.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  JORGE PETROLA FERREIRA
10 dias atrás

Não falo de globalismo, mas de diplomacia, a China esta reivindicando ilhas e trechos de oceanos que estão dentro do limite de outros países e não dá espaço para negociações! Algumas destas áreas já são alvo de disputas entre outros países por conta da localização no limite entre um ou mais países e muitas são tão distantes da China que não tem como pertencer aos chineses!

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  sub urbano
10 dias atrás

A Marinha Chinesa não mas as ogivas nucleares sim. Fora dizer que eles estão fazendo pressão por número de material e não por qualidade a ponto de mandar os navios da Marinha dos EUA se afastarem e eles se afastam. Pode não estar preparada a Marinha Chinesa mas impõem respeito.

Antoniokings
Antoniokings
11 dias atrás

A China está lançando as bases para propriiciar um grande desenvolvimento econômico.
E como estamos vendo, estará, inicialmente centrado na Ásia.
A expectativa é dobrar o PIB até 2035.
Para isso, estão centrado esforços na abertura e desenvolvimento de seu mercado interno.
E como eu cometei há algum tempo aqui, alguns países ocidentais não serão convidados para essa festa, se continuarem apoiando a iniciativa americana de tentar isolar a China..
Conforme o esperado pelos analistas econômicos, a nova onda de crescimento econômico está se desenvolvendo na Ásia e com o protagonismo chinês.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Se hoje, o Brasil tivesse uma diplomacia competente, tentaria pegar carona no desenvolvimento chinês para sair do atoleiro econômico no qual se encontra. Não quero nem saber se são comunistas, eles têm dinheiro e estão dispostos a negociar com todo o mundo, mas o governo escolheu a ideologia ao pragmatismo e estragou a excelente relação que tínhamos com os chineses.

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Allan Lemos
10 dias atrás

Nunca vi diplomacia sem interesses.

A pergunta é qual o preço, o que o chinês quer para comerciar conosco que ele não tem e não vai conseguir por outros meios.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Allan Lemos
5 dias atrás

Quando se coloca ideologia, religião, arca de Noé e outros quetais, nas relações entre países. Se perde as oportunidades de crescimento, que somente é trazido pelos negócios

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Quero registrar minha observação ao seu postulado, não esqueça que estamos vivendo uma nova disputa da hegemonia econômica o entre dois impérios, para mim é um equivoco uma inserção submissa á um dos modelos, a questão é, será que a burguesia industrial cada vez mais ligada ao rentismo quer investir em pesquisa e inovação pra produção de novas tecnologias?

MFB
MFB
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Master of the obvious…

Cristiano. de Aquino Campos
Cristiano. de Aquino Campos
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Amigo, hoje o PIB deles e 3/4 do Americano, não precisam dobrar, só de inverter essa proporção de forma. Consistente a jogo muda.

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Cristiano. de Aquino Campos
10 dias atrás

Então vc deveria ver o mundo tripartido. União Europeia já possui PIB equivalente ao dos EUA e superior ao da China.

https://en.m.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_GDP_(nominal)

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

Amigo esta festa é da China não tem convidados…

O problema é que a 8a economia do mundo, com a quinta maior população e quinto maior território não tem como se isolar e ficar em cima do muro.

E as opções são bizarras, continuar a lado do ocidente que passa por um processo de autofagia chamado Globalismo (uma doença louca em que o estado se mata), ou do lado do oriente que por outro lado se ergue sem freios e sem fronteiras utilizando-se de todas as expressões de seu poder nacional para alcança seus interesses.

Teroppde
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

Calma , o doidão levou pé na bun**, agora é a vez do s interventores .

FERNANDO
FERNANDO
11 dias atrás

“China assina grande acordo comercial da Ásia-Pacífico com 14 países”
Enquanto isso no Maracaná

Alemanha 7
Brasil 1

heheheheheh

Nota para o Brasil:

Parlamento: 0,0
Forças Armadas: 5,5
Força Econômica: 2,5
Acordos Comerciais: 0,0
Reformas: 0,0
Vontade política: 0,0

Well, não estamos tão ruim assim.

heheheheh

Tiago
Tiago
Reply to  FERNANDO
11 dias atrás

O que isso tem a ver com a noticia?

Agressor's
Agressor's
Reply to  Tiago
11 dias atrás

Só pode ser potência mundial quem investe em industrialização, tecnologia, educação, toda nação que quer ser líder mundial tem que ter poder econômico e militar isso é fato histórico…a China é o único país do mundo que chegou a um crescimento em 14% a ano…o segundo maior PIB do Mundo, o maior PIB em exportação do mundo, 20 milhões de empregos gerados por ano…a China se tornou o maior criador de milionários e bilionários do mundo, o maior crescimento militar a curto prazo do mundo ultrapassando até mesmo a Rússia…estão comprando milhares de hectares de terra produtiva em todo o… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Agressor's
11 dias atrás

A China fechou um acordo para produção e exportação de soja con a Tanzânia.
Ao que parece, esperam que sejam exportadas 15 milhões de toneladas ao ano.
Em se concretizando, será um feito notável, visto que os EUA exportam 20 milhões de toneladas para os chineses.
O Brasil exporta cerca de 70 milhões.

Teroppde
Reply to  Agressor's
10 dias atrás

Mas sua observação confronta com tudo que a China deseja , eles querem concentrar toda industrialização possível , deixando para os párias como o Brasil a função de granjeiros .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  FERNANDO
11 dias atrás

Em que pese seu tom irônico, devemos discordar de algumas notas que vc atribuiu às instituições.
Primeiro que esqueceu de zerar a Presidência. Aliás, deveria jubilá-la.
Depois, devemos considerar o propalado papel das reformas.
Vimos que a da Previdência e Trabalhista foram alardeadas como a salvação do Brasil e até agora não adiantou nada.
Querem fazer a Reforma Administrativa e sabemos, de antemão, qual será o resultado: Nenhum.
Ou seja, os problemas do Brasil são bem mais graves do que a agenda medíocre que esse Governo propõe e que está, na prática, afundando mais o País.

Zézinho
Zézinho
Reply to  FERNANDO
11 dias atrás

Assinamos, nós o Brasil, acordo comercial com a UE e com o EUA. Nota 10 para o governo Bolsonaro nesse aspecto.

joão Fernando
joão Fernando
Reply to  Zézinho
11 dias atrás

Alá o bobo hihihi

O Chato
O Chato
Reply to  Zézinho
11 dias atrás

O acordo com a UE ainda não foi aprovado, seja lá, seja cá. E no que depender das lambanças do atual governo e da histórica falta de comprometimento do país (ou seja, algo que vai além de governo A ou B), terá zero chances de sair do papel. Sobre o acordo com os EUA, é para redução de burocracia, e não um acordo comercial. Ou seja, é irrelevante. Além disso, com a subida de Biden ao poder e as atitudes do ignóbil do Planalto, esse será outro acordo que não deverá sair do papel em sua plenitude (pelo menos, não… Read more »

Last edited 11 dias atrás by O Chato
Teropode
Reply to  Zézinho
10 dias atrás

Vc tá é fazendo graça ,kkkkkkkk, vai , confessa 🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Tiago
Tiago
11 dias atrás

Acordo sensacional,
me pergunto se o Biden vai colocar os EUA de volta no TPP? e também que em pé está o Acordo de livre comercio entre Mercosul e a UE?

Tomcat4,2
Reply to  Tiago
11 dias atrás

Pararam de falar nisso faz um tempo, nem o PR falou mais, estranho, devem estar esperando a bagunça(cheia de fraudes cabeludas) das eleições norte americanas terminar e se ter um PR eleito oficialmente por lá.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Tomcat4,2
11 dias atrás

O que a ignorância e cegueira faz às pessoas.
Falam de fraudes, mas provas, não mostram nenhuma, e a tal cegueira e ignorância, acha o ridículo ex presidente Trump, mais confiável, que as principais instituições Norte-Americanas, a começar pelos tribunais.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Tomcat4,2
11 dias atrás

“cheia de fraudes cabeludas”
Postar fontes fidedignas de fraudes que é bom, ninguem posta, né?

Edmilson Sanches
Reply to  Tiago
11 dias atrás

O Acordo Mercosul e a UE subiu no telhado em 2019…Talvez desça em 2023. Ou …

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
Reply to  Edmilson Sanches
11 dias atrás

Pelo moldes do acordo, que volta ao velho modelo de Metrópole Industrializada e Colônia Agroexportadora, espero que caia do telhado mesmo . . .

fewoz
fewoz
Reply to  Ricardo da Silva
11 dias atrás

Realmente, Ricardo. Parece que esse acordo não seria bom para nenhum dos lados: Brasil e Argentina perdem o pouco que resta de suas indústrias e a UE, especialmente a França, recebe uma concorrência quase que desleal de produtos alimentícios, muitas vezes de qualidade duvidosa, diga-se de passagem.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Edmilson Sanches
11 dias atrás

Enquanto a área ambiental continuar nessa zona o acordo não sai. Não ficaria surpreso é se começarmos a receber sanções no futuro.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Renato B.
11 dias atrás

Pô Renato B.!
Não fale em sanções que daqui a pouco teremos alguns malucos dizendo que o Brasil deveria ter bombas atômicas para manter o direito de vender soja para os outros.
kkkkkk

Teropode
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

Virou desarmamentista agora , já a China pode e deve se armar né ? 🤔🤔🤔 Não gostei desta piada .

PACRF
PACRF
11 dias atrás

Pragmatismo em estado sólido. Bons negócios não rimam com ideologia nem com “amizades” pessoais. Enquanto isso, com Trump derrotado, nossa diplomacia (que diplomacia?) se mantém firme no propósito de isolar o Brasil.

Tomcat4,2
Reply to  PACRF
11 dias atrás

Uai já saiu o resultado oficial das eleições nos EUA ???

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Tomcat4,2
11 dias atrás

Lá, não tem resultado oficial centralizado e cada Estado divulga o seu.
Normalmente pela imprensa mesmo
Biden já ten 290 oficiais e Trump 232, ou seja, Biden já ganhou
Biden deve chegar a 306 delegados
Derrota feia de Trump.

PACRF
PACRF
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Realmente não há um órgão central que comanda as eleições, como o TSE. Cada estado organiza as eleições de forma independente e divulga seus resultados pela imprensa. Quem soma mais delegados leva. É o caso do Biden, que não pode ser mais ser ultrapassado pelo Trump.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Eu não diria que foi uma derrota feia. O interior do país o apóia, ele ainda tem um grande contingente de apoiadores. Ainda que eu concorde que vão abandoná-lo na hora em que surgir um líder mais esperto.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Tomcat4,2
11 dias atrás

Provavelmente, vai ganhar o Biden. Aquele q disse na cara dura pro enviado da Dilma q continuaria espionando o Brasil. E ela q rasgasse a cueca…..

PACRF
PACRF
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Qual é o país do mundo que não é espionado pelos EUA?

Agnelo
Agnelo
Reply to  PACRF
11 dias atrás

A questão não é essa. É o respeito.
Acabou de explodir o caso Snowden. A presidente irritadíssima manda o ministro falar com o Gov americano e o Biden, VPR, é o interlocutor. Ele, rindo, c.gou…. pra ela….

PACRF
PACRF
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Será que o Trump não faria a mesma coisa?

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Meu caro, vc foi perfeito… A ideologia de alguns os cegam e até pensam e colocam o ” se ” … Apenas porque o biden foi contra o nosso presidente eleito… Se invadirem a amazonia neste governo, muitos irão aplaudir e festejar, porque a ideologia os comanda e não o patriotismo. ABRAÇOS

Mabeco
Mabeco
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Questiono onde estavam os agentes de Estado (incluindo os militares) que não defenderam a soberania do pais e a Presidência da República diante desta ofensa. Salvo engano de minha parte, o senhor era oficial militar nesta época, correto?

Agnelo
Agnelo
Reply to  Mabeco
10 dias atrás

Prezado
Nossa parte fizemos e sempre faremos, já a assegurada……..

RPiletti
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Ele fez o que sempre fizeram… a nossa parte que desenvolva meios de evitar essa espionagem…

Pedro
Pedro
Reply to  Tomcat4,2
11 dias atrás

Tu ainda está nessa? Acorda Brasil! Pragmatismo já! Chega de ideologias falidas e que só nos atrasam.

joão Fernando
joão Fernando
Reply to  Tomcat4,2
11 dias atrás

Ainda não chegamos a 20 de Janeiro, qdo a força nacional vai tirar a força o topetudo. Até lá vc tem razão.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  PACRF
11 dias atrás

É de se destacar o papel ridículo de Bolsonaro na Reunião dos BRICS defendendo, tipo um Capitão Brancaleone, a agenda derrotada de Trump.
Estamos mal.

PACRF
PACRF
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Pior foi falar do contrabando de madeira. Tema completamente fora da pauta dos BRICS. Se o Brasil fizesse seu dever de casa, que é evitar o desmatamento, não haveria por que falar em contrabando, pois quem quer que sejam os compradores, teriam que procurar outras fontes. No entanto, o roteiro continua o mesmo: derruba-se a floresta, contrabandeia-se a madeira, grila-se as terras e planta-se pasto para criar gado extensivamente. Conclusão: nós mesmos é que somos os responsáveis pelo contrabando e pela destruição do meio ambiente, que é um bem de todos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  PACRF
11 dias atrás

Exatamente.
Quem derruba a floresta e vende ilegalmente são os brasileiros que contam com a incompetência/conivência das autoridades.
O comprador estrangeiro, às vezes, nem sabe a procedência.da madeira.
Só mostra o despreparo do atual Governo na situação.
E estou sendo legal pra caramba chamando de ‘despreparo’.

PACRF
PACRF
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Gostaria de fazer uma ressalva: a destruição de florestas e o contrabando de madeira não é um problema criado no atual governo. No entanto, o atual governo tem se esmerado em desmantelar o que havia sido feito para evitar queimadas, contrabando, grilarem, etc., ao invés de aprimorar as políticas públicas que existiam, bem como criar novas políticas de proteção ao meio ambiente.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  PACRF
11 dias atrás

Isso é certo.
Os crimes ambientais não são de agora, mas tomemos as decisões do atual Governo nessa área.
Já há um bom tempo, a PF quando desmantelava um garimpo ilegal ou uma área de desmate para extração de madeira, imediatamente incendiava todas máquinas apreendidas.
Se quisesse reclamar, que reclamasse com o Papa.
O que fez o Governo atual?
Além de coibir as incursões do IBAMA, proibiu que a PF incendiasse os equipamentos dos criminosos.
Aí, fica muito difícil.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Nãããããooo, não sabe, não…. bilu tetéia….

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Está aí uma coisa que vcs militares poderiam fazer.
Dar apoio às fiscalizações do IBAMA para conter os crimes ambientais.
Assim, arrumam uma coisa para fazer em vez de ficarem fiscalizando soldado pintando meio ou ver se estão com o bute engraxado.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Huahuahuahuahua boa Kings!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Defensor da liberdade
11 dias atrás

Viu?
Eu conheço um pouco da vida militar.
Vai me dizer que vc não fiscaliza o pessoal que não corta o cabelo, engraxa o bute ou não limpa a fivela do cinto com Kaol?
kkkkkkkk

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Desculpe Defensor.
Vc não, mas o militar em geral.
rsrsrs.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Sabiiiiiiiiiiia q vc era mocorongo!!!
Nunca me enganei!!!
A fivela é banhada, sobra mais tempo na hora da tora!

Tá chatinhadinho, né? As toneladas de maconha apreendidas nos últimos dias pelo EB ia dar pra vc e sua tchurminha pastar bastante, né, Bilu Teteia?

Ra Ra! Descubri!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Na milha época era no Kaol, mas não deixa de ser mais uma das inutilidades cultivadas nas F.A.
Vigiar fivela e bute de soldado.
kkkkk

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Agnelo
11 dias atrás

Kkkkkkkk esse acredita que vão mesmo destruir essa droga toda, que custa milhões, e ficar aquele monte de pé rapado dos quartéis andando de celta, ô inocente!

Agnelo
Agnelo
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

😂😂😂😂 a questão é… o q seria do IBAMA e outros sem as FFAA pra apoiar??
E vc?? Pinta com’eu pinto?
Bilu teteia!

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Vamos absolver o comprador e culpar apenas o vendedor….Porque no caso o vendedor está no governo do biroliro, aí se voltarmos a ter um governo de esquerda, vamos culpar os compradores… Abraços

Miguel Brandão
Miguel Brandão
Reply to  Antoniokings
10 dias atrás

O comprador poderia exigir uma certificação, até mesmo para apresentar a seus clientes. Quanto ao desmatamento, trata-se de uma irracionalidade. Tem que haver ação fiscalizatória mais forte. O comandante do Exército já declarou a necessidade de criar uma Guarda Nacional profissional.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Um inepto, ainda bem que levou uma surra nas eleições municipais que ficou desnorteado, o choro da gadolândia ontem foi fenomenal.

Algo me diz que Bolsonaro não se reelege….

Last edited 11 dias atrás by Defensor da liberdade
Teropode
Reply to  Defensor da liberdade
10 dias atrás

Que Olavo te ouça !

Kornet
Kornet
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

E o Putin o elogiou e parabenizou.
Engraçado né?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Kornet
11 dias atrás

Meramente protocolar.
Putin é um sujeito muito educado.
E deveras astuto.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Bolsonaro como presidente do Brasil é útil para o Putin, assim como o Trump também era.

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
11 dias atrás

Parece-me que a China vai avançar pela via econômica. Menos danos colaterais e mais resultados práticos.
Se souberem atuar estrategicamente é capaz de, daqui alguns anos, Taiwan fazer um plebiscito para integrar a China continental.

fewoz
fewoz
Reply to  Ricardo da Silva
11 dias atrás

Ricardo, a China é talvez o país mais pragmático do mundo. Mesmo com o governo brasileiro atual tendo atacado a China diversas vezes, eles não fizeram quase nada para revidar, pois sabem que governos são transitórios, mas relações Estado a Estado são permanentes. Considerando seu tamanho e força, sua política externa até que é bem tranquila, com exceção dos problemas do Mar da China, é claro. Preferem não criar muitas inimizades, dominar a área econômica, melhorar a qualidade do setor militar e depois, por último, dominar também a área cultural (Para mim, este é seu ponto mais fraco, pois não… Read more »

Hoplita
Hoplita
Reply to  fewoz
11 dias atrás

Isso mesmo, fewoz. Vejam os discursos do Trump e do Xi Jinping na Assembleia Geral da ONU em setembro. É impressionante a diferença. Em seu discurso, Trump esbanjava com estardalhaço suas bravatas e atacava a China como mote de campanha política. Alterava a voz, fez trejeitos televisivos, caras e bocas. Uma figura caricata. O presidente chinês falou depois do norte-americano. Xi citou a necessidade da prosperidade mundial, negócios e parcerias comerciais. Não atacou ninguém. Não alterou a voz. Continuou com aquela expressão impassível de quem tem o domínio da situação e sabe onde quer chegar. Um show de civilidade e… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hoplita
11 dias atrás

E hoje foi anunciado que o Uruguai, Filipinas e os Emirados Árabes Unidos vão se associar oficialmente aos BRICs.
Excelente notícia.

fewoz
fewoz
Reply to  Antoniokings
11 dias atrás

Kings, o BRICS já nasceu morto. Os países deste “bloco” não compartilham absolutamente nada em comum. São grandes, distantes, competidores e cada um tem sua agenda própria. Um bloco só faz sentido se existir cooperação, coisa impossível entre China e Índia. Não fosse aquele britânico ter cunhado este termo, ninguém estaria falando nisso agora.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  fewoz
11 dias atrás

Tem muita coisa que podem fazer em conjunto, como financiamento de projeto (o Banco do BRICs), diminuição de tarifas em áreas complementares e etc.
Há muito o que fazer.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ricardo da Silva
11 dias atrás

Percebe-se claramente que Taiwan está totalmente isolada na área.
Terá de repensar seu futuro.

Nostra
Nostra
11 dias atrás

For clarification India did not sign the agreement. Nor will it be part of RCEP , because it views it has a backdoor move by China to access Indian market after India refused to join Chinese led BRI in 2017. India already has a FTA with ASEAN and CEPA with Japan and South Korea. So no benifts with RCEP other than surrendering own market to Chinese. Even after Indian refusal RCEP went as far as to include provisions to allow entry of India as a full member , which says a lot about their real motives. As far as I… Read more »

Pedro
Pedro
11 dias atrás

Pois é. Todos os países de mundo se alinhando economicamente com a “eventual” maior potência do mundo e nós patinando em retóricas populistas e imbecis, parabéns País do passado e rumo ao lugar nenhum!

obs: Até países não alinhados estão usando do pragmatismo para fechar negócios,pois, os interesses comerciais são maiores.

PACRF
PACRF
Reply to  Pedro
11 dias atrás

Nunca é demais lembrar: dinheiro não tem ideologia, não tem sexo, não tem raça e nem religião.

Gabriel BR
Gabriel BR
11 dias atrás

Sou de uma geração que foi educada com a ideia de que só a Democracia era capaz de levar os países para a prosperidade e segurança. Hoje vejo que não tinha nada de cientifico nesta alegação e que a democracia é uma religião secular , é mais questão de fé do que de razão! Estamos no fim da Ordem liberal internacional e isto é evidente.

Nilson
Nilson
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

Democracia não é feita para obter prosperidade, mas para obter e manter a liberdade. Prosperidade tem relação com política econômica, e Democracia evidentemente não é política econômica.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Nilson
11 dias atrás

“Democracia não é feita para obter prosperidade, mas para obter e manter a liberdade.”
E Está falhando !

Matheus S
Matheus S
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

Não só falhou, como foi um regime político responsável por erguer um dos maiores psicopatas da história mundial: Hitler. E não só ele, vários outros também. Se a monarquia da Alemanha não fosse destronada na I Guerra Mundial, mesmo com o parlamento alemão restringindo os poderes do chefe de estado – fato que realmente ocorreu, Hitler nunca chegaria onde chegou. Nem diria que a democracia realmente falhou, mas o presidencialismo falhou miseravelmente em todos os países que foi implementado, o que inclui também o presidencialismo norte-americano. Mas vou parar essa prosa, senão daqui a pouco, por ocasião da crítica do… Read more »

Caio
Caio
Reply to  Matheus S
11 dias atrás

Mas onde estava o Kaiser da Alemanha na primeira guerra mundial?
Ahhh lembrei! no trono.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Caio
11 dias atrás

E onde estava hitler na 2ww? também no “trono”

Nilson
Nilson
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

Mas ainda fico com Churchill (nesse assunto, lógico). Ruim com a democracia, muito pior sem ela.

nereu
nereu
Reply to  Nilson
10 dias atrás

outro genocida

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

O único problema é que sempre convivemos com o conceito da democracia ocidental que é moldada para ser vivida em ambiente de liberdade econômica.
Se vc tem participação popular em ambiente de economia socialista, também temos a mesma participação popular na escolha dos seus representantes
Lembremos que a promessa de liberdade da democracia ocidental onde, teoricamente, todos podem fazer de tudo para almejar seus objetivos (a tal da meritocracia) não se realiza para 99,95 das pessoas.

Guacamole
Guacamole
11 dias atrás

E nós apenas com o MERCOSUL…

João Adaime
João Adaime
11 dias atrás

O Mercosul deveria fechar um acordo comercial com a RCEP. Quanto ao acordo com a UE, a má vontade dos europeus é gritante.
A única dúvida é: ainda existe Mercosul?

Paulo
Paulo
11 dias atrás

Uma coisa que acho engraçado é que aquele cara que faz videos para o canal Hoje no mundo militar no YT vive postando sobre uma aliança global contra a China que inclui Australia, Japão, India. Aí vem uma noticia dessa informando um acordo comercial gigantesco entre a China e esses países.
Ate onde vai o delírio das pessoas. Nenhum país do mundo hoje tem condições de confrontar o poder econômico chines porque muitos desses países dependem da China para manter seu setor produtivo ativo.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Paulo
11 dias atrás

Dinheiro fala mais alto, sempre foi.
A India, China, Japão e CS vivem se olhando torto, mas isso não impediu que elas fizessem esse acordo comercial.
Pragmatismo é o nome disso.
Só na Bananolândia é que o pragmatismo é jogado pela janela, pra tratar países e seus líderes como “amiguinhos”, ou ficar de tietagem barata.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Paulo
11 dias atrás

Esqueça o Marcelo, assisti aquilo até o primeiro ano de canal, depois foi ladeira abaixo na ideologia.

Elisandro
Elisandro
Reply to  Paulo
11 dias atrás

Bem isso. O sujeito do canal “se rasga todo” para taxar a China de “malvadona que quer dominar o mundo”, quando na realidade vemos que o pragmatismo é o que dá o tom.

Paulo
Paulo
11 dias atrás

E essa aliança comercial simboliza o começo do fim para os americanos e a irrelevância europeia no cenário global

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Paulo
11 dias atrás

Acredito que a Europa, Alemanha à frente, vai se unir a esse bloco.
A Alemanha está aumentando muito sua interação com a China.

Maximus
Maximus
11 dias atrás

E o Brasil, se não for bobo, tem fechar um acordo de livre comércio com os Estados Unidos e com a China, e na parte militar fazer como os indianos comprar equipamentos do ocidente e oriente, pois se der problema de um lado, tem o outro para compensar.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Maximus
11 dias atrás

Já te adianto, nada disso vai acontecer.

Nilson
Nilson
Reply to  Maximus
11 dias atrás

Fundamental um acordo com a China, porque com esse acordo agora assinado no Pacífico tudo indica que a Austrália, que é nossa grande concorrente nas commodities, vai sair na frente.

Hoplita
Hoplita
Reply to  Nilson
11 dias atrás

Bem lembrado, Nilson.

A Austrália é nossa concorrente direta na venda de minério de ferro para a China. Esse acordo pode diminuir nossa competitividade, principalmente no que diz respeito à logística de transporte. Temos que deixar de PROSELITISMO IDEOLÓGICO BARATO e assumirmos o PRAGMATISMO nas relações internacionais.

Miguel Brandão
Miguel Brandão
Reply to  Hoplita
10 dias atrás

Vai demorar alguns anos para a China deixar de comprar o minério de ferro brasileiro. Ela é a maior produtora mundial de minério de ferro e tem que blendar o minério dela com a nossa hematita compacta de 63%.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
11 dias atrás

Foi um grande acordo, mas se a China não mudar sua política em relação ao Mar da China esse acordo pode não ter vida longa!

nereu
nereu
Reply to  Fabio Araujo
10 dias atrás

negocio é o seguinte, a maioria desses países possui como base uma elite econômica composta por Chineses étnicos

Pablo Maroka
Pablo Maroka
11 dias atrás

Está na hora das nações de bem se unirem em uma ultima coalizão dos povos livres e lutar contra o mal vermelho.

Paulo
Paulo
Reply to  Pablo Maroka
11 dias atrás

Tá na hora de você tomar seu remedinho

Glasquis 7
Reply to  Paulo
11 dias atrás

Passou da hora…

Michel
Reply to  Pablo Maroka
10 dias atrás

???

Antunes 1980
Antunes 1980
11 dias atrás

Agora só falta a China ter bases militares de tamanho considerável na américa do sul, norte da áfrica e no oriente médio.
Utilizar seu poder econômico para ocupar espaços da antiga união soviética.
Pois nos últimos 30 anos os Estados Unidos reinaram absolutos no mundo.

Alexandre
Alexandre
11 dias atrás

O mundo deve evitar a China o máximo possível, isso aí é uma aberração que quer dominar o mundo monopolizando tudo.

Evitem a China.

#NoMadeinChina

Glasquis 7
Reply to  Alexandre
11 dias atrás

Rússia e EEUU não querem o mesmo?

Alexandre
Alexandre
Reply to  Glasquis 7
10 dias atrás

São pouquíssimos países do mundo que querem saber da China, como Venezuela, Cuba, Irã… Ou seja, só peça bonita kkkkkkkk

Glasquis 7
Reply to  Alexandre
10 dias atrás

ha é? e este acordo de agora, esses países não contam?

Alexandre
Alexandre
Reply to  Glasquis 7
10 dias atrás

Erro desses países em costurarem acordo comercial com a China.

Last edited 10 dias atrás by Alexandre
glasquis 7
Reply to  Alexandre
8 dias atrás

Baseado em que?

nereu
nereu
Reply to  Alexandre
10 dias atrás

pode incluir todos os países europeus da antiga cortina de ferro mais Grécia, Itália e Portugal a maioria dos países africanos e golfo pérsico, todos da Ásia Central com exceção do Turcomenistão, na AS temos Uruguai, Chile, Bolívia, Peru, Equador, Venezuela, Guiana e Suriname América Central Panamá e Suriname e diversos países do Caribe

Alexandre
Alexandre
11 dias atrás

Diga NÃO ao Comunismo.

Ponto final.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Alexandre
9 dias atrás

O comunismo é triste, feio e sombrio

Glasquis 7
11 dias atrás

ESTE É O MOMENTO DE DAR O GRANDE SALTO!!!

Brasil, Paraguai, Argentina e o Chile devem se unir, concluir o Corredor Bi oceânico e ampliar aas suas capacidades logísticas para realizar o intercambio comercial entre Oriente e Ocidente.

Isto fortalecerá e muito as economias da região.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Glasquis 7
11 dias atrás

Só se a Argentina ficar de fora , senão vamos fazer acordo com os peruanos que é muito mais seguro.

Glasquis 7
Reply to  Gabriel BR
10 dias atrás

O Corredor na parte que passa pela Argentina já está pronto.
A infraestrutura Portuária e rodoviária Chilena está pronta
Os portos peruanos não tem calado nem infraestrutura.
ainda faltam segmentos de rodovias a serem concluídos.
O Peru acaba de trocar presidente 2 vezes em uma semana.

O Acordo do corredor Bi oceânico já foi firmado no ano passado.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Glasquis 7
10 dias atrás

Os chineses querem financiar nosso projeto com os peruanos e construir uma linha ferroviária para isso.

glasquis 7
Reply to  Gabriel BR
10 dias atrás

Os Chineses já se ofereceram pra financiar uma parte do Corredor Bi oceânico que une Brasil e Chile.

O corredor está quase pronto faltando apenas uma parte no Paraguai mas uma ponte importante que o Brasil financiou e que a sua conclusão deve ocorrer em princípios de 2022.

O Corredor ferroviário que passaria pela Bolívia e chegaria ao Peru está paralisado por instabilidades políticas tanto na Bolívia quanto no Peru.

A infraestrutura portuária do Peru é deficiente e seus portos não oferecem calado pra operação de grandes navios.

glasquis 7
Reply to  Gabriel BR
10 dias atrás

Pense que o escoamento de grãos do Brasil em direção ao oriente terá uma redução de 2 semanas na sua viagem, com toda economia nos custos que isso significa.

Um líder deve cuidar dos seus parceiros, valorizá-los e puxá-los junto no seu ascenso. Só assim terá um fundamento sólido na sua política exterior. Ninguém é líder por tamanho nem por nome e muito menos sozinho.

O Brasil tem que aproveitar esta oportunidade, unir seus parceiros e assim construir seu “património internacional” que lhe permita se alçar como líder.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Glasquis 7
10 dias atrás

kkkkkkkkkk que piada

Glasquis 7
Reply to  Alexandre
10 dias atrás

É por esse pensamento, sempre menosprezando os demais, é que o Brasil não consegue estabelecer a sua liderança no continente.

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
11 dias atrás

Realmente é uma jogada de mestre da China. Com esse acordo econômico a China consolidada ainda mais seu poder econômico na Ásia, isola os EUA, exerce influência na América Latina e com a rota da seda os chineses vão abocanhar a África e a Europa. E eu acho ainda, que a intenção da China não é invadir Taiwan, pelo menos não tão cedo, mas sim de sufocar sua economia e pressionar a ilha a uma reintegração ao continente. Os caras não fazem nada pensando a curto prazo e sim pensando daqui a 20, 50 anos. E os “trumpistas” achando que… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
11 dias atrás

Comércio é bom para aumentar riquezas e desestimular guerras.

Teropode
10 dias atrás

Para países com padrão de vida elevado , que possui grandes conquistas trabalhistas , fazer parte deste bloco é muito arriscado , não há como competir com a China de igual pra igual mantendo todos os direitos trabalhistas , as empresas simplesmente quebram ou vão se instalar nesta região , o ocidente vai ter que repensar seus conceitos trabalhistas e o pior é que boa parte do ocidente possui média de idade elevada , oque afeta produtividade . Para os EUA acordos bilaterais é o mais indicado . Kl

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Teropode
10 dias atrás

Idade só afeta produtividade se você for marretar parafuso. O trabalho intelectual não perde produtividade com a idade. Esqueçam apertar parafusos, as máquinas com IA fazem isso, o futuro do trabalho é a criação e inovação.

nereu
nereu
Reply to  Defensor da liberdade
10 dias atrás

Japão e Coreia do Sul estão no top 5 como maior percentual de pessoas com nível superior

Teropode
Reply to  Defensor da liberdade
10 dias atrás

Ao não fazerem uso de produtos com apelo consumista tipo ; esportivos , recreativos , tecnológicos e estéticos os idosos interferem sim na produtividade de uma indústria , não haverá demanda para estes produtos de consumo imediato , o Japão teme isto no futuro próximo, não é apenas uma questão de ” martelar parafuso “.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Teropode
10 dias atrás

Você está falando de gente da idade do meu pai, que tem 70 anos, outra época. Eu tenho 45 e quero morrer com um iphone no caixão…

filipe
filipe
10 dias atrás

Agora teremos a PAX Chinesa, tal como na antiga ROMA.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  filipe
10 dias atrás

Vai ser dureza ,amigo.
Os suecos estão tendo uma amostra de um futuro no qual as potencias ocidentais vão descer do pedestal e abaixar a cabeça.

Teropode
Reply to  Gabriel BR
10 dias atrás

No caso europeu o motivo deste abaixar a cabeça será causado pelos descendentes de imigrantes .

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
10 dias atrás

Bolsonaro é tão descerebrado que admitiu no BRICS que o Brasil vende madeira ilegal 😂😂😂😂😂

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Defensor da liberdade
10 dias atrás

Você não sabe ler

Vitor
Vitor
10 dias atrás

Enquanto o ranço do atraso paira no que tem de pior no comando da nação o Brasil se isola como nação anã na diplomacia e no comércio mundial.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
10 dias atrás

Agora tudo vai depender do novo governo dos EUA sobre a liderança do Sr. Joe Biden reverter os efeitos desse acordo. O atual governo de extrema direita do Donald Trump só olhou para umbigo e esqueceu de como os EUA exercem a liderança no mundo!

Maynard Alexandre Conde
5 dias atrás

Esses países entrando em Livre Comércio com China cheira mal: nenhum deles parece leal ao Ocidente, desde que possam “ganhar uns trocados”.
Vendem-se por pouco…