segunda-feira, setembro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Austrália seleciona o Boeing AH-64E Apache Guardian

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Concepção do Boeing AH-64E Apache Guardian nas cores da Força de Defesa Australiana

Em 15 de janeiro de 2021, a Ministra da Defesa da Austrália, Senadora Hon Linda Reynolds CSC, anunciou que o vencedor do projeto LAND 4503 é o Boeing AH-64E Apache Guardian.

Este projeto visa substituir o Tiger Armed Reconnaissance Helicopter (ARH) atualmente em serviço pelo Exército Australiano. No Livro Branco de Defesa de 2016, foi decidido que os Tigres seriam substituídos no período de 2021-2030.

Três concorrentes estavam na corrida para cumprir os requisitos para novos helicópteros de reconhecimento armado. O Bell Helicopter AH-1Z Viper, o Boeing AH-64E Apache Guardian e o Airbus Helicopters Tiger atualizado. Em outubro de 2019, a Airbus Helicopters sofreu um revés no projeto, pois o governo rejeitou uma oferta de 22 helicópteros Tiger atualizados.

Os Tigres são operados pelo 1º Regimento de Aviação, controlando o 161 Esquadrão Recce e 162 Esquadrão Recce, em Robertson Barracks/Darwin.

A entrega dos Apache Guardians começará em 2025. A aquisição é dividida em três estágios de entrega, começando com uma capacidade operacional inicial projetada (IOC) em 2026 e uma capacidade operacional total (FOC) em 2028.

O número de helicópteros a serem adquiridos será de até 24 AH-64E Apache Guardians.

Airbus Tiger da Austrália

- Advertisement -

125 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
125 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Trindade
Luiz Trindade
8 meses atrás

É… Quem pode, pode!!!

Pablo
Pablo
Reply to  Luiz Trindade
8 meses atrás

E o que faríamos com apaches aqui no Brasil?

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Pablo
8 meses atrás

E o que faremos com os Gripens????

Pablo
Pablo
Reply to  Saldanha da Gama
8 meses atrás

Qual tem mais serventia para o país? qual seria usado e qual arrumariam o que fazer para justificar a compra?

Last edited 8 meses atrás by Pablo
Jefferson
Jefferson
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Qual a serventia? Qual a serventia de militar brasileiro se aposentar com subsídio tão elevado com idade tão precoce? Privilegios para filhas de diversas idades e condições. Qual a finalidade pública disso? Na minha opiniao tudo isso é desvio de função. Uma coisa é ser trabalhador, outra é sugar o Estado.

Pablo
Pablo
Reply to  Jefferson
8 meses atrás

Ta e tu viu eu defendendo regalias aqui?

Flight_Falcon
Flight_Falcon
Reply to  Jefferson
8 meses atrás

Jefferson,
Desculpe a pergunta, mas como escreveu quer dizer que os militares só sugam o estado?

M.@.K
M.@.K
Reply to  Jefferson
8 meses atrás

Aperta a tecla “F5″…

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
Reply to  Saldanha da Gama
8 meses atrás

Jantou!!!

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Pablo
8 meses atrás

O mesmo que a Austrália

Pablo
Pablo
Reply to  SmokingSnake 🐍
8 meses atrás

Comprar e arranjar o que fazer depois.👍👍

rdx
rdx
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Pérola do dia.

Pablo
Pablo
Reply to  rdx
8 meses atrás

Pérola e tu que consegue ganhar um oscar todos os dias, a Austrália está anos luz em nossa frente, mas como tu e cego e doente, nao percebe que tem umas mil necessidades no EB antes de um helicóptero de ataque!
Daqui a pouco tu fala nos vants Venezuelanos, que so tu diz que existe.

Last edited 8 meses atrás by Pablo
rdx
rdx
Reply to  Pablo
8 meses atrás

“A reportagem veio no mesmo dia em que Maduro anunciou na televisão estatal que a Venezuela em breve iniciaria a fabricação de drones para defesa nacional. Maduro não deu mais detalhes, mas apresentou dois protótipos de veículos aéreos não tripulados (UAV). Em 2012, o Irã admitiu exportar sua tecnologia de UAV para a Venezuela, incluindo seu drone Mohajer-2, o mesmo tipo pilotado pelas forças do Hezbollah e de Bashar al-Assad na Síria, informou o Jerusalem Post na época.”

https://dialogo-americas.com/articles/iran-may-be-providing-military-equipment-to-venezuela-report-warns/

rdx
rdx
Reply to  rdx
8 meses atrás

Ou seja: os venezuelanos operam VANTs há quase uma década. O VANT venezuelano chama-se Arpia, uma cópia do Mohajer-2. A discussão deveria ser se eles já operam versões de ataque e suicidas ou não.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Não sou a favor de termos helicópteros dedicados apenas ao ataque. Nosso TO é bem mais propício a solução colombiana de armar os blackhawk, teríamos 2 em 1. Alias, oficias da Aviação do EB visitaram a Colombia para conhecer os Arpia III. Manter helicópteros apenas para ataque não seria economicamente viável.

Pablo
Pablo
Reply to  Marcelo Andrade
8 meses atrás

Exatamente, so que os generais acham que tudo que os outros compram nos tambem temos que comprar pra bonito e deixar outras necessidades maiores pra depois.

Last edited 8 meses atrás by Pablo
MATHIAS
MATHIAS
Reply to  Luiz Trindade
8 meses atrás

já no Brasil …………………………. Governo federal vai gastar R$ 4,5 milhões em jantares para militares O pregão eletrônico foi publicado nesta 6ª feira (15) e prevê eventos para o ano O governo federal lançou nesta 6ª feira (15.jan) um edital de licitação em que prevê gastar mais de R$ 4,5 milhões (R$ 4.596.177,20) em coquetéis, almoços e jantares promovidos por militares. O pregão eletrônico será realizado pelo Ministério da Defesa. A curadoria gastronômica do edital inclui jantar à francesa, que tem preço de referência de R$ 190 por pessoa. Em ocasiões como esta, haverá opções como timbale de robalo com risoto… Read more »

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  MATHIAS
8 meses atrás

Fiquem em casa!

Vejam sua moeda virar pó. Vejam mordomias para as Castas!

E vejam suas Forças Armadas encherem a barriga com comida cara.

E dai vcs falam:

Ahhhh………

Tem que ter mais verba pros militares!!]

Não. Tem é que cortar verbas.

Cortar mamatas, despedir metade desse povo, rever todas aposentadorias dessas castas.

Mas isso nunca será feito.

Esqueçam Brasil forte, o lema deveria ser:

Casta forte, mão amiga é a sua pra pagar minhas mordomias.

PauloR
PauloR
Reply to  Rui Chapéu
8 meses atrás

Manaus é um exemplo do que acontece se você não ficar em casa. Fizeram manifestação contra lockdown, os bolsonarista sádicos comemoraram o recuo do governo e agora estão morrendo sem AR e hospitais recusando doentes por falta de leitos.

Pablo
Pablo
Reply to  PauloR
8 meses atrás

Tao morrendo pelos roubos do governo estadual, pra comecar!
Sobre falta de leitos no estado, é so usar o estádio de Manaus elefante branco, que ficou de “legado” da copa do mundo!

Last edited 8 meses atrás by Pablo
MATHIAS
MATHIAS
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Hospital Getulio Vargas do Governo Federal não morreu ninguém por falta de Oxigênio??
Será que Angela Merkel usa esse argumento quando ela comete um erro tipo mas veja bem o Hitler e tal

Pablo
Pablo
Reply to  MATHIAS
8 meses atrás

O povo ta pagando pelos roubos do governo estadual do AM, que recebeu bilhões em verbas do governo federal para combate a pandemia e usou em tudo, menos pro covid.

MATHIAS
MATHIAS
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Governo esse do PSC base aliada de quem mesmo??? Governador que vai a cultos evangélicos com que mesmo??? Governador que tira selfie dentro de jatinhos com quem??? Coloca Wilson Lima e o nome do Capitão Rachadinha no Google Imagens que verás diversas fotos dos 2 Cheios de dentes!!!!

Pablo
Pablo
Reply to  MATHIAS
8 meses atrás

Sendo da base aliada ou nao, recebeu mais de 8 bilhoes, se nao me engano, e o que fez com esse dinheiro? Começou por respiradores superfaturados de empresa de vinho. So tu entrar no google e pesquisar. Some isso ao “legado” da copa, que como disse o poeta, “copa se faz com estádios e não com hospitais”, portanto, de um jeito ou de outro, o povo ta pagando a conta!

Oráculo
Oráculo
Reply to  MATHIAS
8 meses atrás

Esse MATHIAS é aquela figurinha conhecida nos fóruns militares?

Que tinha um “fórumzinho” de defesa falido, só com “canhotas”, aonde viviam de criticar tudo o que as FFAA fazem, xingar o atual governo por qualquer motivo e adoram endeusar o “Deus Molusco”?

Se for o mesmo, coitado de nós.
Veio aqui só pra tumultuar.

Éramos felizes com o Tonico e não sabíamos…

Jacinto
Jacinto
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Isso não é verdade. O problema de Manaus não é falta de dinheiro. O oxigênio hospitalar 99% é um insumo barato. Quando meu pai ficou em home care no começo deste ano, uma regarga de 10m3 de O2 medicinal custava R$ 150, ou seja R$ 15 o m3, mas isso era para o consumidor final. Para hospitais o valor é bem menor. O problema é que a indústria de gases local simplesmente não tem como triplicar a capacidade de produção em uma semana e por isso não está dando conta da demanda decorrente do aumento de casos da COVID. O… Read more »

Pablo
Pablo
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Quis dizer que o estado recebeu dinheiro suficiente pra combater a pandemia, o dinheiro foi usado, por exemplo, em respiradores de empresa de vinho e superfaturados.

Andre Amorim Mondelo
Andre Amorim Mondelo
Reply to  MATHIAS
8 meses atrás

Então faz o seguinte Mathias, fica em casa e espera o dinheiro brotar do chão. Só não vale depois vim reclamar que a inflação está alta e que a economia foi pro saco.

Teropode
Reply to  PauloR
8 meses atrás

Repare o tamanho da besteira que vc disse , se foram só os bolsoronaristas que estão enchendo praias , butecos , shoppings e ônibus o cara já está eleito em 2022 😂,pois 70% das pessoas não querem fazer o distanciamento social , acredito que vc não pensou nisso antes de falar esta bobagem monumental , eu teria vergonha !

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  PauloR
8 meses atrás

Eleitor do lulalau ou doriana sempre de plantão para atacar o presidente. mimimi É natural das pessoas quererem defender suas empresas, seus negócios, assim como querem defender suas famílias e para quem é comerciante, muito do defender sua família também depende do defender seu negócio, sua empresa, mas isso é muito difícil para a compreensão de que é funcionário público, uma casta cheia de privilégios e que, com poucas exceções, produz muito pouco e é um enorme ônus para o Brasil. Tenho familiares que são funcionários públicos e se indignam de serem exceções em suas atividades. Um é policial civíl… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  PauloR
8 meses atrás

Então em SP só tem bolsonarista..

Porque aqui as pessoas saem, trabalham e se divertem.

Kornet
Kornet
Reply to  Rui Chapéu
8 meses atrás

Concordo,mas lembre-se que os maiores sugadores de recursos do país são o legislativo e o judiciário.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
8 meses atrás

Quando teve uma matéria no Poder Terrestre, a uns 2 anos atrás, sobre os problemas que os australianos estavam enfrentando no Tiger e que eles iriam atrás de outra plataforma já testada, eu disse que seria Apache.
Tá aí. Helicóptero de patrão.

Alfa BR
Alfa BR
8 meses atrás

O programa de modernização do Exército Australiano tem sido exemplar. Os planos de aquisição e a atualização da doutrina deles poderiam servir de inspiração para nós.

Ferreras
Ferreras
8 meses atrás

Até a Austrália está dando um 7×1 em nós!

Pablo
Pablo
Reply to  Ferreras
8 meses atrás

Qual serventia teríamos com os apaches?

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Eu nunca vi o EB usar os Lepards em missao real, entao deveriamos nos livrar deles? Essa eh tua lógica?

Pablo
Pablo
Reply to  PauloOsk
8 meses atrás

eu falei em missão real? falei em necessidade!
todo exercito possui blindados, e helicópteros de ataque todos os exércitos possuem???
esse é a tua lógica?

Last edited 8 meses atrás by Pablo
PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Se ha necessidade? Soh quem sabe eh o EB… nao eu, nem voce.

Pablo
Pablo
Reply to  PauloOsk
8 meses atrás

So tu olhar qual e a missão desses helicopteros e ver se precisamos desempenhar aqui.

Bosco
Bosco
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Pablo,
Um helicóptero de ataque não tem função exclusiva “antitanque”. Há várias missões que podem ser atribuídas a eles , que vai desde o reconhecimento, vigilância, escolta de outros helicópteros, escolta de forças terrestres manobrando, apoio aproximado, interdição, antinavio (por exemplo, atuando contra um desembarque), DEAD, atuação em guerra urbana, resgate além das linhas inimigas, função antihelicóptero, antidrone, eliminação de alvos de alto valor, etc.

Pablo
Pablo
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco
Sei das atribuições, so que temos outras necessidades que são mais relevantes no momento.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Pablo
8 meses atrás

A mesma que terá na Austrália!

UmCertoR2
UmCertoR2
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Qual a serventia teria um cérebro em vc? Isso aqui é um blog para tratar de assuntos militares, para entender o que é escrito aqui é necessário um conhecimento mínimo sobre o assunto. Por favor, nos poupe de perguntas fora do contexto e de sua pauta sindical.

Pablo
Pablo
Reply to  UmCertoR2
8 meses atrás

E só tu fazer o favor de não trazer tua presença aqui.

Flanker
Flanker
8 meses atrás

Até que enfim, vão se livrar desse lixo do Tiger!

Teropode
8 meses atrás

Máquina formidável , eu quero ver os tigres de papel segurarem a onda de blindados Russos na Polônia , Lituânia e letonia , terão que recorrer a cavalharia aérea britânica e americana equipadas com o Apache .

Bardini
Bardini
8 meses atrás

Existem diferentes versões do Tiger. A versão dos australianos é diferente da versão francesa, por exemplo. Da parte dos franceses, nunca vi dar problema… A versão alemã é uma completa Joça que deu pau no Mali. Os australianos compraram um protótipo do Tiger na época, com várias modificações onde a Airbus prometeu mais do que pode cumprir. E o acordo de suporte previsto no contrato da época era muito ruim, o que resultou em vários problemas que afetaram a disponibilidade das aeronaves. Os australianos gastaram um nota arrumando as cacas do contrato e fecharam novo contrato de suporte que vai… Read more »

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Bardini
8 meses atrás

“Da parte dos franceses, nunca vi dar problema…”. Igual equipamento russo: na mão deles tudo funciona e muito bem, já na dos compradores…

Rui Chapéu
Rui Chapéu
Reply to  Bardini
8 meses atrás

Mas convenhamos que não deve ser um heli que presta, muito cedo a substituição e não querem nem saber de atualizar os mesmos.

Sempre se ouvia falar que os Australianos estavam muito descontentes com os Tigers.

Agora vão eliminar o problema de vez.

Bardini
Bardini
Reply to  Rui Chapéu
8 meses atrás

Culpar uma máquina, o Tiger em si, não é correto. É algo preguiçoso… . Os australianos tem a maior parcela de culpa nisso aí, pois fizeram uma série de trapalhadas e burradas dentro desse contrato. . The original tender strategy was to purchase an ‘Off the Shelf’ system with commonality with other ADF systems. What was purchased was a system that “…at the time of contract signature, the gun system, the missile system, the electronic warfare system, the rocket system and associated ground support system had minimal commonality with any systems currently in use within the ADF” (Australian National Audit… Read more »

Rui chapéu
Rui chapéu
Reply to  Bardini
8 meses atrás

E a parte dos tiger da Alemanha?

Pra mim continua um projeto falho. Parece as armas russas que em todo conflito não funcionam por milhões de motivos, menos de que são de qualidade duvidosa.

Pablo
Pablo
Reply to  Bardini
8 meses atrás

Se nao me engano, sao 5 (ou 7) versões.

Teropode
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Ótimas versões para um universo paralelo que não exista o Apache e o Alligator Russo .

Pablo
Pablo
Reply to  Teropode
8 meses atrás

As vezes o que manda e o calor desse universo.

Teropode
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Iraque e Síria não devem em calor a Austrália .

Pablo
Pablo
Reply to  Teropode
8 meses atrás

O Iraque não tem helicópteros de ataque?

sergio ribamar ferreira
Reply to  Bardini
8 meses atrás

Sr. Bardini. Na sua opinião, qual seria o ou os helicópteros que atendessem as necessidades das três Forças e não só do EB ? Obrigado.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  sergio ribamar ferreira
8 meses atrás

Ola Sérgio. Sem querer me intrometer mas ja me intrometendo rsrs, na minha opinião de leigo a aeronave que mais se encaixa no perfil do EB seria o AW-129 Mangusta. Tanto o Tiger como o Apache , só para ficar entre os equipamentos mencionados na matéria, são máquinas extremamente caras tanto como custo de aquisição como de manutenção, além de ser muito mais complexas sob todos os aspectos . O Mangusta custaria uma fração do Tigre , é uma aeronave menos complexa, mais leve , menos problematica, de experiência e eficiência comprovada, um vetor confiável teve um ótimo desempenho em… Read more »

sergio ribamar ferreira
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Obrigado pelas informações caro Thiago A.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  sergio ribamar ferreira
8 meses atrás

Aguardando com curiosidade a resposta do colega Bardini . Abs

glasquis 7
8 meses atrás

Olha uns Tiger sobrando no mercado aí pra atualização!!!

Regis Athayde
Regis Athayde
Reply to  glasquis 7
8 meses atrás

Nem vem com essa ideia. Não leu quantos problemas esta coisa apresentou para os militares australianos.

Se for pra comprar um helicóptero de ataque prefiro o AH-1Z Viper ou mesmo o Mi-28NH russo.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Regis Athayde
8 meses atrás

opções melhores, pelo preço de hora de voa, vai enfeitar o hangar aqui no Brasil

Pablo
Pablo
Reply to  Regis Athayde
8 meses atrás

Tambem gosto do t-129, alem desses dois.

glasquis 7
Reply to  Regis Athayde
8 meses atrás

São helis com capacidades totalmente diferentes a qualquer aeronave na América Latina. A um bom preço, permitiriam a introdução de alguns países da região nessa doutrina.

prefiro o AH-1Z Viper ou mesmo o Mi-28NH russo.”

Eu prefiro o AH 64 Apache, assim como prefiro o Mercedes-AMG GT Black Series  ao GLA mas, como este ano tampouco ganhei a Mega sena da virada, tenho que me contentar com aquilo que cabe no meu orçamento e acho que os Tiger australianos caberão no orçamento de algumas nações sul-americanas.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  glasquis 7
8 meses atrás

quero nem de graça

Teropode
Reply to  glasquis 7
8 meses atrás

Não , isso é pior doque casar com a filha do chefe de tráfico mexicano , Naum mesmo….

João ESIE
João ESIE
8 meses atrás

Orçamento menor que o nosso e possui um exército mais poderoso! Mas o importante é manter regalias dos militares! Dizem ser patriotas mas não abrem mão de reglias para termos equipamentos de ponta!

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
8 meses atrás

Austrália disparou como maior potência militar do hemisfério Sul. Marinha, exército e força aérea, todos com equipamentos no estado da arte.

Teropode
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

Arigó ,eles sempre foram , vc chegou agora por isto dou um desconto pra esta besteira , estude mais sobre o ocidente .

Last edited 8 meses atrás by Teropode
Bille
Bille
8 meses atrás

Aqui seria muito mais útil os battle hawks que apaches.

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Bille
8 meses atrás

Neste ponto, seriam mais versáteis, mas sendo o objetivo ter helicópteros de ataque dedicados, aí não…

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
8 meses atrás

Por quê ‘Defense White Paper’ vira ‘Livro Branco de Defesa’ em português? Nunca entendi isso…

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Antonio Renato Cançado
8 meses atrás

Em todas as línguas latinas é traduzido dessa maneira.

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
8 meses atrás

Se a Austrália quiser doar esses Tiger para a MB ela ficará muito feliz!

Bardini
Bardini
Reply to  Yuri Dogkove
8 meses atrás

Sim, sim… Aí a MB deixaria de voar outros helicópteros, muito mais úteis a suas operações, para manter e operar os Tiger.
.
Até onde tenho conhecimento, a MB nunca manifestou interesse em uma aeronave desse tipo.
.
O caminho natural e correto, é o EB comprar asa rotativa de ataque e reconhecimento no futuro e, eventualmente, como opção a agregar, ele passar a operar embarcado com essas aeronaves nos navios da MB.

Last edited 8 meses atrás by Bardini
Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Yuri Dogkove
8 meses atrás

Não penso seja uma prioridade no momento, se bem que o EB seria bom, mas acredito ser bem mais interessante para nós o Mangusta italiano, ou até mais interessante se associar com eles no desenvolvimento do seu sucessor, o AW-249. Parece que estão procurando parceiros para tocar o projeto.

Flanker
Flanker
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Esses Tiger australianos para o EB? Se o EB patina para armar com lançadores modernos de foguetes e .50 os HA-1, vc acha que teria o mínimo de lucidez comprar justamente esses helicópteros?? Ora, por favor…..

Last edited 8 meses atrás by Flanker
Tomcat4,2
8 meses atrás

Baita máquina. Ver o processo de modernização e reequipamento do exército australiano é de dar inveja mesmo mas a questão é que lá ,ao que parece, o governo(e de tabela o povo q o elegeu) da valor e importância à defesa da nação e seus interesses diferentemente da classe política daqui(q reflete tbm seu povo,q por aqui ainda curte viver de pão e circo).

Gabriel
Gabriel
8 meses atrás

Infelizmente alguns comentaristas assíduos, costumeiramente, escrevem baseados em informações ou conhecimento “nenhum” e repetem e repetem e repetem as mesmas informações incorretas ou baseadas em achismos.

As necessidades primordiais do EB não são de um helicóptero de ataque desse padrão. Só conhecer um pouquinho de EB para concluir.

Aí o cara compara com a compra do Gripen, outro resolve falar mal do Exército, outro resolve falar mal do Governo, o outro sonha com uma Venezuela que não existe mais, outro fala de pensão das filhas que caiu fazem quase 20 anos, etc

Complicado demais.

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Gabriel
8 meses atrás

Desculpa, mas as necessidades do EB é ter um helicóptero de ataque dedicados e este, também, atenderia ao EB… A diferença está em se o EB teria orçamento suficiente para operá-lo, aqui é que a porca torce o rabo… Mas o “padrão” é de um helicóptero assim, helicóptero de ataque puro sangue… Podemos dizer que o Mi-28 estaria no mesmo padrão do AH-64, a diferença é que o primeiro poderia caber no orçamento do EB, já o segundo….

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Wellington Góes
8 meses atrás

Algo como o Mangusta ou AH- 1 Cobra não seria mais adequados para nossa realidade ? Os Italianos estão desenvolvendo o sucessor do Mangusta, quem sabe aí está uma janela de oportunidade…

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Sim… Aliás, o AW-129 Mangusta, especialmente sua versão T-129 turca, seria o desejável pelo EB…

Wellington Góes
Wellington Góes
8 meses atrás

É uma senhora derrota da AIRBUS Helicopter… Quem manda desenvolver algo ineficiente… Paciência!

Thiago A.
Thiago A.
8 meses atrás

Os apaches são máquinas indubitavelmente formidáveis, mas ao mesmo tempo exigentes e complexas. Algo previsível para um equipamento desse porte e tão sofisticado. Gostaria porém de deixar uma consideração que pelos comentários que leio parece que muitos desconsideram ou ignoram. Antes de chegar nesse patamar e maturidade ( o início do programa remonta a década de 70) o seu desenvolvimento foi um parto cheio de obstáculos. Como testemunha desse longo e complicado parto estão as críticas recebidas sobre a confiabilidade, disponibilidade e capacidade de manutenção do sistema que vieram do Congresso, do GAO e da mídia. “Um relatório do GAO… Read more »

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Fico perplexo com as comparações toscas e as críticas rasas feitas em relação ao Tiger, bem mais recente e imaturo comparado com o AH-64. Sobretudo considerado que boa parte dos colegas possuem um ótimo conhecimento em matéria de equipamento bélico, me recuso acreditar que desconhecam as dificuldades enfrentadas pelo a Apache ou pior qualificar uma aeronave como Tiger de joça, é simplesmente ridículo.

Juarez
Juarez
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Eu fico mais perplexo ainda que pessoas com tu, que devem viver em uma galáxia distante desconhece todos os problemas que até agora aAirbus não resolveu neste vetor.
Fatos e números são os pilares da nossa argumentação. Indisponibilidade, pessimo apoio logístico, baixa robustez construtiva. Se tiveres dúvida, converse com os Alemães, que conseguiram abaixo de briga vomitar 14 imundícias destas Agora, se tu quiseres entrar na “crista da onda” e negar fatos fique a vontade.
O tempo e senhor de todas as verdades.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Juarez , até parece que para solucionar todas as criticidades do Apache no começo da sua jornada não foram jorrados rios de dólares e ignorados algumas deficiências porque no complexo o sistema valia essa dor de cabeça. Idem para o JSF, seguindo sua linha de raciocínio, tendo vistas todas as dificuldades, custos absurdos, atrasos e erros cometidos deveriam simplesmente cancelar o programa. Desse maneira deveríamos concluir que O F-35 é um fracasso . Mas , não, não é. Eu concordo que o Tigre seja caro, complexo e problemático e para alguns operadores poderia não ser uma boa opção. Os produtos… Read more »

Juarez
Juarez
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

A diferença em uma coisa chamada na escala de produção, o F 35 vai bater nas 5 ou 6000 células, o Tiver vai ter quantas mesmo.
O F 35 véi para mudar paradigmas,o Tiger veio mudar o que mesmo???

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Mudar paradigmas é possível quando o equipamento é completamente operacional. Difícil modificar esse paradigma quando a sua frota de supertrunfo tem taxas média de capacidade de missão de apenas 11% , apresentando uma baixa disponibilidade por falhas frequente no DAS, escassez de peças e corre sério perigo quando voa em uma situação meteorológica adversa.
Isso só para citar algumas problemáticas
Mas tenho certeza que todos esses problemas serão resolvidos. Sabes porque ? Por um paradigma que o programa ja quebrou : o orçamento . Estouro após estouro, o orçamento virou um cheque em branco, praticamente ilimitado.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

“5 ou 6000 celulas ” Mas então concordarmos! Acho que você não leu meus comentários. Apontei justamente isso. A vantagem ( nem sempre) geralmente dos equipamentos yankees é justamente essa, a produção em massa o que permite diluir os custos tantos de manutenção quanto de produção. Outro fator que mencionei foi a maturidade, pois geralmente começaram antes e isso significa que encontraram as soluções também antes que os outros . Pois eles ja lidaram antecipadamente com problemas similares, com a vantagem de ter generosos recursos e uma “política” mais estável, pois não necessitam encontrar a todo momento uma concordância xom… Read more »

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

O Tiger se encaixa perfeitamente no TO europeu, responde a requisitos e exigências desse países. Não é culpa do vetor se o comprador ( os australianos) pretende ter uma aeronave totalmente operativa para ontem mas mesmo assim compra uma aeronave ainda em desenvolvimento. Outra , o fato de ter escolhido o AH-64 , só aponta quanto confusa foi a gestão e a escolha. Como escolher um C-390 e depois se arrepender e perceber que precisava de C-17 Globmaster.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Quanto aos alemães , desde quando eles são referência quando o assunto é disponibilidade? Confira a quantidade de equipamentos não atualizados ou indisponíveis no arsenal deles. A culpa claramente não é dos equipamentos, mas negligente e despreocupada gestão alemão.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Você provavelmente é um daqueles do coro que denigriam o Rafale como uma jaca, um lixo … Hoje à realidade nós mostra que é uma máquina fantástica, porém talvez não se encaixa nos requisitos da FAB .

Juarez
Juarez
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Sim, e uma máquina fantástica de torrar orçamento de FAe ainda, quando foi ofertado, era uma Anv incompleta operacionalmente e com com um RCS queno Furuno da barca de Niterói poderia detectar com um custo de hora viada acima de 25.000 euros.
Só doido ou com patrocínio de petrodolar saudita.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Quanto o Rafale , sua argumentação é típica de um fanboy de yankee. Quem quiser que fique com suas “certezas”.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

“…relatório do GAO baseado em dados coletados em 1989 e lançado em 1990 foi particularmente crítico em relação às taxas de prontidão do Apache e ao tempo médio entre as falhas. O relatório considerou o Apache não confiável, difícil de manter e raramente pronto para o combate. O GAO sentiu claramente que muitos dos problemas com o sistema derivavam de seu ataque prematuro.”

Juarez
Juarez
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

A resposta e a seguinte:.
Quantos Apaches for construídos mesmo???
Voa, treina, opera e combate.
O Tiger faz o que mesmo?????

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

r”esposta e a seguinte:.
Quantos Apaches for construídos mesmo???
Voa, treina, opera e combate.
O Tiger faz o que mesmo?????”

Bravo !! Agora volte atrás e veja a epopéia que foi para ele alcançar este patamar, quantas críticas ( as mesmas que você agora direciona ao Tiger sofreu) sofreu da mídia , do congresso e GOA.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

https://fas.org/man/dod-101/sys/ac/docs/920500-apache.htm

HOW THE APACHE HELICOPTER WAS DEVELOPED (Senate – July 20, 1992)
[Page: S9956]
[
The Birthing of the AH-64A by BRIG. GEN. GRAIL L. BROOKSHIRE Army Magazine, May 1992 – Criticism concentrated on the reliability, availability and maintainability of the system. McDonnell Douglas continued to make improvements from the time the Apache was placed into production until its operational employment in Desert Storm. The Army’s and contractor’s claims of improvement are born out by the steadily increasing availability rates, mission reliability rates, and hours between replacement of critical components for the Apache.

Juarez
Juarez
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Qual e mesmo o/os mísseis ar solo integrados nele, qual o radar que ele opera fulll?
Quantas missões de combate real????

Fernandes
8 meses atrás

Alguém sabe informar o valor da hora de voo dos principais helicopteros de ataque do mundo?

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
8 meses atrás

Uma compra que os australinos se arrependeram foram os Tiger!! Baixa disponibilidade, etc. Vão trocar pelo Apache.

Bosco
Bosco
8 meses atrás

Quem deve estar feliz é o Carlo Kopp. Há muito tempo, antes da escolha do Tiger, ele já era fã do AH-64. http://www.ausairpower.net/longbow-aa.html

Last edited 8 meses atrás by Bosco
Juarez
Juarez
Reply to  Bosco
8 meses atrás

Bosco todo o Aussie Army está feliz com a decisão. Vão se livrar de um troço inoperavel, verdadeiro lixo que só deu problemas e mais problemas. Este vetor e uma vergonha, ninguém consegue operar Full, tem enormes restrições em TOs como desertos, os motores literalmente usinam.O próximo da lista e o NH 90, só superado em problemas pelas nossas kombis

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Os “aussie” estão felizes mas não deixam de ser no mínimo desnorteados.Queriam um vetor operativo pra ontem mas escolhem uma aeronave em desenvolvimento e ainda incluem modificações inexistentes até aquele momento, mas pior depois de se arrepender percebem que o ideal é o AH-64 . Como se alguém escolhesse o c-390, mas depois percebe que o ideal era C-17 . Opa duas categorias diferentes ne ?

Juarez
Juarez
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Evidente de são de categorias diferentes:
O Apache boa, treina opera e combate, enquanto o Tiger e a legítima rainha de hangar, seguindo a linha dos demais produtos da casa, a citar:
A 400
A 380
EC 725
NH 90
Typhoon
E o pior e que nem no reino do faz de conta eurobambilandia eles funcionam.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Verdade …mas me fala uma coisa: avisasse o exército francês que o Tiger não voa e “usina ” em ambiente e clima desértico ? Parece que eles não sabem e continuam usando o Tiger no Mali , depois de te-lo empregado por anos no Afeganistão.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Juarez
8 meses atrás

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Tongo_Tongo_ambush

Isso acontece quando os yankees mandam ( ilegalmente) seus soldados bancar uma de Rambo no mundo real, sem nenhum suporte. Aí quem foi apoiar , salvar e evacuar Rambo ? Justamente Bambi 😉

Flanker
Flanker
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Ainda bem para os australianos! Mesmo atrasados, se deram conta da burrada que fizeram lá atrás e agora compraram um helicóptero de verdade! Nunca é tarde para fazer a coisa certa….

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Flanker
8 meses atrás

FlanKer, discurso e argumentação de fanboy, porque pode-se muito essa usar mesma linha argumentativa para denegrir o próprio Apache no começo da próprio carreira assim como tantos outros vetores, exemplo o F-35 que apresentou erros como a troca nos rebites estruturais . No mais o Apache é outra categoria, um helicóptero de ataque pesado, muito mais caro e complexo( ja li que era indicado como uma das aeronaves que requeria maior reparação por parte dos pilotos) até do Tiger , muito mais leve, de produção mais recente, com vantagens e desvantagens em relação ao produto da Boeing. Só para citar… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Meu caro, a questão é simples: o helicóptero funcionou para os australianos? Sim ou não? O Apache, hoje, funciona? Sim ou não? Respostas simples…sim ou não……e os australianos querem um helicóptero que funcione e ponto final.

Oráculo
Oráculo
8 meses atrás

Austrália investindo pesado na renovação das suas Forças Armadas.
Novos blindados, novas fragatas, helicópteros de ataque, F-35…

O que um vizinho “guloso” como a China não faz…

Thulio manhaes
Thulio manhaes
8 meses atrás

Esses helis tiger australianos serão MT bem vindos aqui no Brasil!!!😂😂😂😂😂

Juarez
Juarez
Reply to  Thulio manhaes
8 meses atrás

Em algum museu talvez ou em um desmanche.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Thulio manhaes
8 meses atrás

Não obrigado….existem opções melhores no mercado, estes troços cheios de problemas que obrigaram os australianos a comprar novos vetores (AH-64)

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Thulio manhaes
8 meses atrás

Pra que vamos querer esses” lixos”, o Brasil pode optar por opções bem melhores, pagando 4 vezes mais para requisitos e exigências que nem correspondem a nossa realidade e nosso TO. Pra que pagamos aquele lixo do São Paulo, poderíamos ter optado pelo Nimitz bem mais capaz e condizente com nossas exigências. Assim como os Australianos que erraram feio em pegar a joça do Caberra, o BPE espanhol fraco e meia boca. Deveriam ter optado por uma San Antonio, uma Tarawa, uma Wasp… Se é para fazer comparações toscas bora colocar tudo mesmo cesto, afinal tudo serve para o mesmo… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Thiago A.
8 meses atrás

Já escrevi e vou repetir…..os australianos se deram conta do erro que foi adquirir o Tiger e partiram para outra. Quem sabe, talvez, um dia, o Tiger seja tudo aquilo que os próprios fabricantes esperam dele. Mas, para os australianos não serviu e eles não queriam esperar a maturação do projeto Ponto. E o AH-64, mesmo com todos os problemas iniciais apontados por ti, hoje é confiável e capaz. Ponto. O resto é argumentação pra encher linguiça.

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -