sexta-feira, julho 30, 2021

Saab RBS 70NG

Macron: UE não deve unir-se aos EUA contra a China

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O presidente francês adverte contra a criação de conflito ‘o mais alto possível’

PARIS – A UE não deve se unir contra a China com os EUA, mesmo que esteja mais perto de Washington em virtude de valores compartilhados, de acordo com o presidente francês Emmanuel Macron.

“Uma situação para se juntar todos contra a China, esse é um cenário da maior conflitualidade possível. Este, para mim, é contraproducente ”, disse Macron, falando em inglês, durante uma discussão transmitida pelo think tank de Washington, o Atlantic Council, na quinta-feira.

Esse tipo de frente comum contra a China – como outros líderes europeus têm defendido, dada a abertura reavivada do novo governo Biden para alianças tradicionais – corre o risco de levar Pequim a reduzir sua cooperação em questões como o combate às mudanças climáticas e exacerbar seu comportamento agressivo na Ásia, inclusive no Mar da China Meridional, segundo o presidente francês.

Macron também disse que “os próximos semestres serão muito críticos para os líderes chineses e a China”, dado o reengajamento do governo Biden em estruturas multilaterais como a Organização Mundial da Saúde.

“Enquanto os EUA estão se engajando novamente, qual será o comportamento da China?” Perguntou Macron.

Ele lançou, mais uma vez, a realização de uma cúpula dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas – China, França, EUA, Reino Unido e Rússia. Ele havia tentado realizar tal cúpula em 2020, mas foi vítima das tensões sino-americanas e nunca se materializou.

Macron estava respondendo às perguntas de um punhado de think-tankers, professores e ex-funcionários dos EUA por meio de um link de vídeo em uma sessão de 90 minutos gravada no Elysée na tarde de quarta-feira.

O presidente francês foi o primeiro líder europeu a fazer questão de se envolver com a China como um bloco europeu, incluindo a chanceler alemã Angela Merkel e o então presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, durante uma visita bilateral do presidente chinês Xi Jinping à França em março de 2019.

Macron e os parceiros europeus não compartilhavam da postura agressiva do governo Trump sobre a China, em vez disso teorizavam que ela era ao mesmo tempo um “parceiro, concorrente e rival sistêmico”.

Macron disse na discussão do Atlantic Council que a China é um parceiro quando se trata de mudança climática. Quando o governo Trump retirou-se do acordo climático de Paris, a China permaneceu nele. O presidente francês disse que Pequim era um competidor em questões comerciais e industriais e um rival sistêmico por meio de seu comportamento na “região Indo-Pacífico e em valores, direitos humanos”.

Uma das primeiras ordens executivas que o presidente dos EUA, Joe Biden, assinou após ser inaugurado, devolveu os EUA ao pacto climático de Paris.

Isso oferece uma nova oportunidade de envolvimento, disse Macron.

“Acho que temos que envolver a China em uma agenda climática ousada e eficiente. E acho que o reengajamento dos EUA é uma boa ocasião, também, para ter uma discussão proativa e – sobre isso ”, disse ele.

Macron disse haver necessidade de “uma iniciativa global sobre comércio, indústria e propriedade intelectual” por meio da Organização Mundial do Comércio e da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, um grupo de países em sua maioria ricos, incluindo a França, e admitiu que o acordo de investimento que a UE e a China assinaram em dezembro de 2020 “falhou em lidar com a questão de PI. Vamos ser lúcidos.”

Em questões de tecnologia, Macron reiterou sua posição de longa data de não “depender de uma solução 100 por cento chinesa”. Ele decidiu não permitir a implantação e uso da tecnologia 5G chinesa em setores estratégicos na França. Ele também disse: “Não quero depender 100 por cento das decisões dos EUA. Caso contrário, serei colocado em uma situação de não decidir pelo próprio continente europeu.”

E Macron disse que há necessidade de pressionar a China no que diz respeito aos direitos humanos – uma questão que o governo Biden tem sido publicamente veemente – enquanto a França e outros países europeus preferem uma abordagem mais discreta em relação à China.

Ele defendeu o acordo de investimento UE-China sobre esta questão, em meio às críticas de que o acordo é fraco em termos de direitos trabalhistas em um momento de evidências crescentes de abusos em campos de trabalho em Xinjiang contra a minoria uigur.

“Pela primeira vez, a China aceitou se comprometer com a regulamentação [da Organização Internacional do Trabalho] e se comprometer precisamente com questões trabalhistas, que fazem parte de nosso pacote de direitos humanos”, disse Macron.

FONTE: politico.eu

- Advertisement -

127 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
127 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
5 meses atrás

Os americanos devem entender, de uma vez por todas, que o poder econômico e militar está se deslocando para o Oriente.
A China deve duplicar o seu mercado interno até 2030.
Isso é muita coisa.
E os europeus e japoneses, com seus mercados estagnados há anos, precisam visceralmente da economia chinesa.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Já entenderam, estão lutando para frear isto… caso não conseguirem, o seu próprio estilo de vida terá de ser revisto…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  RPiletti
5 meses atrás

O meu, nem tanto.
Mas os do americanos e alguns europeus, certamente.
E para alguns, a mudança será radical.
Os anos de bonança certamente ficarão para trás.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

E o Brasil, vai ficar onde nisso ? Estamos no meio do fogo e brigando entre nós mesmos.
Independente de direita, centro ou esquerda, no final o que importa é que somos brasileiros, não americanos ou chineses, e é isso o que os de fora olham.

Ted
Ted
Reply to  Diego Tarses Cardoso
5 meses atrás

Como não somos americanos? Será que o Brasil fica na Ásia?

Agnelo
Agnelo
Reply to  RPiletti
5 meses atrás

E quem disse, q pra China enriquecer, os EUA terão de empobrecer ou enfraquecer?
O americano vai comer menos Big Mac, pq o chinês tá comendo mais sopa de carne de caldo de pescoço de galinha?
Menos…..

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

Os caras não aprenderam até hoje que economia não é jogo de soma zero. Honestamente, quem em 2021 ainda acha isso não vai entender jamais.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

Exatamente…… acho q acreditam no lastro em ouro….

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

Fico ofendido quem pensa isso sobre a America.

NashArrow
NashArrow
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

Disse tudo, a maioria dos frequentadores da trilogia ainda tem uma mentalidade do século XIX/começo do XX, na qual o país só é bom se for uma “potência”, geralmente a maioria defende coisas como nacional desenvolvimentismo, indústria nacional, política de campeões nacionais (embraer não poderia fabricar? não tem nenhuma empresa nacional que poderia fabricar tal coisa?). No fundo tu vê que eles não querem que o Brasil seja um país rico, ou seja produtivo, eles querem que o Brasil seja uma “potência”, algo semelhante a uma China, pobre mas influente. E muito bom que usou um exemplo de jogos, mesmo… Read more »

Last edited 5 meses atrás by NashArrow
C. Silva
C. Silva
Reply to  NashArrow
5 meses atrás

“algo semelhante a uma China, pobre mas influente.”
Me desculpe, mas aí não dá… Aí não dá…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

Sabe aquela dinheirama toda que as empresas americanas ganhavam no exterior e mandavam para casa como lucro para o pessoal poder comprar Big Mac em Nova York?
Isso vai diminuir muito. Muito mesmo.
E esse é só um ‘ralos’ por onde o dinheiro vai deixar de escoar para dentro dos EUA.
Daí, o desespero deles.

cristiano
cristiano
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

quando que alguem aqui ficava em dúvida se comprava um celular apple e xiaomi, ou se compra algo pela Amazon ou Alibaba? Quando alguem imaginou que a rede 5 G Chinesa fosse concorrer com as ocidentais?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  cristiano
5 meses atrás

Exatamente.
Hoje vc vai em uma casa e vê um Lenovo, um Xiaomi, TCL e etc.
Veja os novos carros da Chery lançados aqui.
Estão aos poucos crescendo no mercado em quantidade e qualidade.
Isso sem contar os milhares de produtos de outras marcas estrangeiras que são fabricados lá
É realmente impressionante.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Antonio
Sinceramente, não sei….
Os EUA têm estado à frente por uma razão diferente dos outros grandes q já existiram.
Eles tem uma capacidade enorme de se reinventar.
Por isso, acredito q não será tão (grosso modo) simples.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

Agnelo

Se vc comparar a pujança e o predomínio americanos nos anos 1950 até 1970, perceberá o quão diferente é da situação atual.
Acredito que aquela foi a época de ouro da sociedade americana.
E passou.
Não volta mais.

Jefferson
Jefferson
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

De 50 a 70 a mundo estava se reconstruindo após a 2 guerra. Isso responde a “pujança e predomínio dos EUA”. Na verdade eles estavam normais, exportando normalmente, vivendo suas vidas internamente; os outros que estavam destruídos. Os EUA não formam destruídos na guerra… Os EUA continuará sendo um excelente país, a referência global em várias áreas e na minha opiniao será ainda mais referência. A China tem produção industria, riqueza, influência, força militar…so que eu jamais gostaria de viver lá, morar lá é terrível, estatização, censura, perseguição, falta de direitos básicos, desrespeito a direitos humanos, urbanidade morta…sem fala toda… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jefferson
5 meses atrás

Isto é uma questão de ponto de vista.
Não estamos discutindo qual o País ou cultura que é melhor para se viver, mas sistemas econômicos e políticos que estão melhor enfrentando os problemas modernos.
E parece que a democracia ocidental, baseado nesses modelo de liberalismo econômico está levando uma surra.
Por suas próprias contradições, inclusive.

Just looking
Just looking
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

O EUA é a potência dominante a menos de um século e já está a caminho de perder a posição. Quem tinha capacidade de se reinventar eram os romanos que se transformaram fundamentalmente várias vezes. Os persas também, os quais tiveram uns quatro impérios.
Sério, seu comentário saiu de um pressuposto errado e foi alimentado com informação mais errada ainda

cristiano
cristiano
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

não. Más se antes ele comia dois Big Mac por dia, vai diminuir para 1 pois o seu salário vai diminuir para a empresa onde trabalha, reduzir os custos e ter competitividade frente a China.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

Empobrece pela simples razão de que uma alteração na balança de poder como essa provocará aumento de gastos militares e de impostos. Outro ponto é o fim da hegemonia absoluta do Dólar Americano que vai empobrecer os EUA e a Europa.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Na verdade, não. Sociedades se modificam e adaptam-se. Se os EUA quiserem mudar de papel, passando de “força armada imbatível em qualquer lugar do mundo” pra “absolutamente imbatível frente a agressores em terreno local”, dá pra cortar muito, mas MUITO orçamento. Não farão isso tão cedo… Aliás, não farão isso enquanto a moeda mundial for o dólar, algo que tende a mudar, ainda mais com a impressora ligada injetando 500B USD mensalmente sem qualquer decência… O ponto é quem irá substituir o dólar. São poucas as coisas garantidas para o futuro, mas uma delas é que o yuan chinês é… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

O único problema é que os EUA se retraírem perderão muitos mercados que mantém a custo de sua influência política e militar, principalmente no Oriente Médio.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

1,44T de dólares em exportações. A vasta maioria disso vem de valor agregado que você, literalmente, não encontra similar no resto do mundo.
Não existe nada próximo da apple em CPUs mobile, não existe nada perto do duopólio AMD/Intel para CPUs x86/64, não existe nada comparado ao poder colossal do Google junto com a Apple e microsoft quando o assunto é SO.
Algo que os pais fundadores dos EUA notaram séculos atrás e ainda falta aos meus contemporâneos é: comércio se faz com o melhor produto e preço, não com amizade.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

sobre moeda, o Iene é uma aberração, duro como uma rocha é um bom adjetivo em como ele é forte, mesmo com todos os problemas do Japão

Junior
Junior
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

O Ouro. Estão comprando ouro como nunca se viu. A Desdolarização é real. Eles só seguram a onda porque ainda tem o porrete.

Junior
Junior
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

O problema da China que ela é uma bolha geopolítica artificial que luta para se manter de pé. A China moderna nada tem de relação ao império do meio e sim com a Alemanha Nazista. Tem como inimigo a Russia, India, EUA e seus problemas internos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Junior
5 meses atrás

Não acredite nisso, prezado.
A bolha, ao que parece, vai estourar nos EUA.

jommado
jommado
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Soma ai a Europa!

Fernando Turatti
Fernando Turatti
5 meses atrás

Normal do mundo. Da última vez que um país falou tanto sobre “espaço vital” e cometeu genocídio étnico, ninguém fez nada até que fosse tarde. O Reino Unido dessa vez, apesar de ser uma fração do que era em 1930, ao menos está anunciando seus planos de aumento do orçamento militar. E a França? Bom, a França fala como se ser amigável fosse reduzir as demandas colossalmente absurdas dos chineses. Ser amigável não fez do Tibete livre, ser amigável não melhorou a relação com os vizinhos e não irá mudar absolutamente nada. Resta a esperança de que esse papo francês… Read more »

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

Acho que o tal espaço vital estava mais para peça de propaganda. Marchar para o leste em carroças de burros e cavalos, como fizeram os nazis, era insensato demais para quem queria dominar o tal espaço vital.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Defensor da liberdade
5 meses atrás

Criar tantas inimizades antes mesmo de marchar também é bastante imbecil, mas cá estamos com o remake do 3º reich.

Mondelo
Mondelo
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

Fernando, o Ocidente pulando com em direção ao precipício com esses discursos “politicamente correto” iguais esse do Sr. Macron.
Creio que infelizmente ele não é vazio, é uma tendência esse tipo de discurso. O Ocidente está fraco e a cada dia que passa, essa fraqueza vai aumentando. Lideres fracos com discursos vazios nos lideram, tudo e claro como espelho que nossa sociedade se tornou.
Nossa queda será de dentro para fora.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

Esse Macron é muito burro, um verme.

Macron disse na discussão do Atlantic Council que a China é um parceiro quando se trata de mudança climática.

A China que é de longe a maior poluidora do mundo e quem mais emite CO2 ele diz que é parceira quando se trata de mudança climática, e adivinha quem é o vilão para ele? O Brasil que as emissões são insignificantes. Floresta não adianta $%¨# nenhuma, a Amazonia não absorve nem 1% do que eles emitem.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

“Se você quiser saber quem te governa, descubra quem você não pode criticar.”

A crítica do Macron ao Brasil tem a ver com ideologia, não com critérios técnicos.

Pedro ESIE
Pedro ESIE
Reply to  Allan Lemos
5 meses atrás

A cobiça dos Europeus e Americanos não é de hoje… Apenas está se tornando mais explícito.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Allan Lemos
5 meses atrás

Alan, este é a frase mais lúcida que ouço em décadas….Simples, mas completamente perfeita… Parabéns….

fewoz
fewoz
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

Diferente do que a extrema-direita brasileira terraplanista pensa, as críticas feitas ao desmatamento na Amazônia nem sempre estão relacionadas com aquecimento global, mas sim com seu simples desaparecimento e de toda a fauna e flora presentes, levando a um problema em cadeia que pode ter consequêcias a nível global. Não compreender o papel importantíssimo que a Amazônia tem para o mundo, seja na questão da biodiversidade ou qualquer outro, é de um simplismo e ignorância extremos. Pelo jeito, muitos no Brasil não ligam se a Amazônia virar um grande pasto pra gado… Macron tem razão quando fala que a China… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  fewoz
5 meses atrás

Brasil isso praticamente não existe. Seja por falta de interesse popular ou pela falta de visão de seus governantes.

Pois é, vamos falar para o Seu Zé, que ganha R$2k e acabou de comprar um Gol 1.0 usado em 60 prestações para poder buscar a esposa no trabalho no fim do dia, que ele deveria ter comprado um carro elétrico para não prejudicar o meio ambiente, afinal de contas, o advogado ambientalista norueguês de olhos azuis que mora no centro de Olso tem um.

fewoz
fewoz
Reply to  Allan Lemos
5 meses atrás

Do jeito que você fala, parece que só tem Gol 1.0 no Brasil…

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  fewoz
5 meses atrás

A questão não é o modelo A ou B, mas sim o fato do brasileiro médio ser um ferrado. Ele se mata para comprar um carro de péssima qualidade, por necessidade, já que usar transporte público é uma jornada infernal, e você acha que ele é culpado por não comprar um Tesla? Dá um tempo, parceiro. Primeiro, faça com que o governo diminua os impostos, faça com que adote medidas para o desenvolvimento da indústria automobilística nacional e o aumento do IDH. Em seguida, faça uma campanha de conscientização em massa. Depois que fizer tudo isso, você terá o direito… Read more »

fewoz
fewoz
Reply to  Allan Lemos
5 meses atrás

Eu já faço o máximo que posso pelo meio-ambiente e não preciso espalhar aos quatro cantos quais atitudes são estas. E o que você falou que devo fazer é simplesmente ridículo, visto que não tenho poder para nada. Comparar o poder de ação de um cidadão médio com os mais abastados (aqueles que compram SUVs caríssimas, mas segundo você, são pobres…) e com a elite governante do país é uma atitude ridícula. É a mesma coisa que falar: “Antes de criticar a atuação do governo sobre segurança pública, saúde e educação, você deveria criar uma força-tarefa de conscientização em massa… Read more »

Last edited 5 meses atrás by fewoz
Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  fewoz
5 meses atrás

Então continue fazendo, mas não fique fazendo shaming com quem não faz, ou por falta de condições ou de interesse.

Esses tipos(ambientalistas, veganos e etc) enchem o saco. Vão viver na Amazônia e deixem as pessoas viverem em paz.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Allan Lemos
5 meses atrás

Comentário é tão verdadeiro que deve doer nos puxa saco dos ambientalistas de araque europeus

fewoz
fewoz
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás

Por favor, me explique o que significa ser “puxa-saco” de ambientalistas europeus. Ter bom senso neste assunto agora é ser puxa-saco? Não sigo ideias terraplanistas, que tanto proliferam hoje pelo Brasil. Eu sigo a ciência.

Mondelo
Mondelo
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás

Carlos, pelo jeito já deve ter aparecido um. Não precisa nem explicar.

Sds.

Junior
Junior
Reply to  fewoz
5 meses atrás

Os Franceses fizeram diversos testes na Argélia sendo que a poeira do Saara incluindo o Saara argelino fertiliza a Amazonia. Até o momento não vi nenhum frances criticando isso. O Brasil tem de se esforçar para preservar a Amazonia não por eles e sim porque esse bioma controla as nossas chuvas e clima mais ao sul.

fewoz
fewoz
Reply to  Junior
5 meses atrás

Prezado, não conhecia sobre estes testes. Vou procurar pesquisar. Obrigado pela dica. E acho que o Brasil deve preservar a Amazônia não apenas por “controlar a chuva”, mas também pela sua biodiversidade. Desprezar a natureza incrível que está lá é de um egoísmo extremo. E isso não tem nada a ver com europeus.

Para entender melhor o assunto, recomendo o grande documentário de David Attenborough, que está na Netflix.

Ted
Ted
Reply to  fewoz
5 meses atrás

A nuvem radioativa chegou até o Atlântico na costa da África.

Renato B.
Renato B.
Reply to  fewoz
5 meses atrás

Vou acrescentar outra razão: o desmatamento pode levar ao surgimento de novas doenças desconhecidas. Talvez o próximo Covid-19 saia da Amazônia.

Mondelo
Mondelo
Reply to  Junior
5 meses atrás

Isso sem contar os testes que eles fizeram na Polinésia Francesa (o ultimo foi nos anos 90). Agora eles acham que tem moral para impor seus conceitos meio ambiente para os países alheios.

Junior
Junior
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

A UE está no colo dos Chineses. Mas ele criticou a China não pela poluição e sim pelo 5G e as vacinas. Macron tem de agradar muita gente. Incluindo os Chineses.

fewoz
fewoz
Reply to  Junior
5 meses atrás

E todos nós faríamos a mesma coisa. Quem quer comprar briga com a China? Apenas os EUA têm cacife pra isso. É aquela velha história: você pode não gostar do seu cliente, mas se ele é o seu maior cliente, vai ter que aturar.

Mondelo
Mondelo
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

E mais fácil bater em pais de terceiro mundo do que querer peitar uma futura superpotência global.

Matheus
Matheus
5 meses atrás

Certíssimo, chega de ser cadelinha de um império que esta se corroendo por dentro.

nonato
nonato
Reply to  Matheus
5 meses atrás

Falou o seguidor de Mao Tse Tung…

Dario
Dario
5 meses atrás

A França tem talento para produzir Chamberlains. Os britânicos fizeram bem em pular fora do clube e agora tem chance de preservar um pouco de dignidade, vamos ver.

Renato
Reply to  Dario
5 meses atrás

A França e seus presidentes fracos. Só dão vexame.

José
José
Reply to  Dario
5 meses atrás

Ficaram com a dignidade, também ficaram sonhando com o dinheirinho dos AW-159 que seriam vendidos para Coréia do Sul porque os EUA obrigaram os coreanos comprar MH-60R.

Tutu
Reply to  José
5 meses atrás

O AW-159 é ítalo-britânico.

Matheus
Matheus
Reply to  Dario
5 meses atrás

Dignidade agora é ser capacho de Americano?
Ok então…

Dario
Dario
Reply to  Matheus
5 meses atrás

Você não precisa embarcar numa dicotomia para saber que certas políticas e ações chinesas são indisfarçavelmente imorais e anti-humanitárias. A questão é se você toma uma atitude ou se torna fundamentalmente capacho dos chineses.
A posição dos canalhas eu sei qual é.

Pedro
Pedro
Reply to  Matheus
5 meses atrás

Antes capacho americano que escravo chines! Tao dificil assim escolher?

Pedro ESIE
Pedro ESIE
Reply to  Pedro
5 meses atrás

Ser capacho de alguém muda em alguma coisa?

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Pedro
5 meses atrás

Putz kkkkkkk que falta de amor próprio. Eu sou capacho de mim mesmo.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Pedro
5 meses atrás

Interesse estadunidense ou chinês?…nós temos mesmo que escolher a quem “obedecer”?…porque não se unem pelo interesse brasileiro?…

Agressor's
Agressor's
Reply to  Matheus
5 meses atrás

O engraçado é que, quem não concorda com os EUA são, ditadores, fascistas, um perigo para a paz mundial. E sempre eles estão certos. e todo o resto está errado. Os EUA seguem na linha de confrontar qualquer país que tente ir contra seus interesses, seja no campo econômico, seja no campo militar e não pensam duas vezes em utilizar de seu poderio bélico para isso. O Maduro que se cuide! Ainda tem gente que acha que países como os EUA querem que o Brasil prospere, que tenha empresas e indústrias competitivas pra concorrerem com as deles, quando na verdade… Read more »

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
5 meses atrás

Para a Europa nesse momento, ainda mais diante da crise ocorrida pela pandemia, é mais vantajoso economicamente estar alinhada à China. Tanto é que recentemente firmaram um acordo comercial com a China.

Tutu
5 meses atrás

Resumindo, eu me importo com os direitos humanos, com os danos ambientais e com a exploração do trabalhista na China, porém eu preciso do dinheiro deles, então vamos ficar quietos e fingir que estamos fazendo algo para mudar essa realidade.

Tutu
Reply to  Tutu
5 meses atrás

Não é a primeira, e nem será a última vez que a França da uma de João sem braço.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Tutu
5 meses atrás

De novo essa história de exploração trabalhista? Até quando vão empurrar essa mentira? O Brasil deve voltar à escravidão também, nossa renda é menor que a chinesa, é por que não somos escravos como eles.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
5 meses atrás

Não era de esperar outra atitude dele,os europeus estão muito dependentes dos russos e dos chineses!

WELLINGTON RODRIGO SOARES
5 meses atrás

China é a nova potência econômica e em breve militar também.
Basta cada país se adaptar a essa realidade.
Fiquei muito surpreso com o Macron, sempre imaginei que esses dois iriam dormir juntos…

Gabriel BR
Gabriel BR
5 meses atrás

Não sabemos nem se daqui há dois ou três anos ainda existirá UE…

BENTO
BENTO
5 meses atrás

Eles já fizeram isso saindo da OTAN uma vez!
De Gaulle Exigiu que os soldados estrangeiros saíssem da França um secretario de defesa Norte americano perguntou
Si era Para tirar os mais de 50,000 corpos de soldados norte americanos enterrados lá !
A França acha que é a toda poderosa na Europa
É só ver a historia que sabemos quem realmente manda lá e você não vê os chucrutes arrotando caviar aos quatro cantos.

Dario
Dario
Reply to  BENTO
5 meses atrás

Uma história famosa e real: um americano idoso chega de visita a Paris e, meio atrapalhado com o passaporte, irrita o funcionário da alfândega que pergunta “Você não sabe que todo americano tem que apresntar o passaporte na entrada? Por quê não separou antes?” e o velhinho responde “Desculpe. Da última vez que estive aqui, nenhum francês veio me receber na praia de Omaha para pedir passaporte.”

Last edited 5 meses atrás by Dario
Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Dario
5 meses atrás

Outra história real: nos primórdios da OTAN um militar francês questionou por quê todos falavam inglês e não francês nas reuniões. Um militar americano respondeu: porque se não fossemos nós vocês hoje estariam se falando em alemão.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Adriano Luchiari
5 meses atrás

A França financiou a independência dos EUA . Sem a França não haveriam EUA. Fato!

Bento
Bento
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Mestre com todo respeito! Quanto sangue frances foi derramado para a independência Dos EUA? Oque eles fizeram foi nada mais que as potencias fazem hojes em dia
E se for nessa sa Linha de raciocínio,os Gringos já pagaram os franceses algumas vezes
como eu disse a historia tá ai para provar isso.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Bento
5 meses atrás

Se você acha que sangue paga alguma coisa, honestamente, está bem enganado. Pode derramar o sangue da China inteira que sem armamento e sem marinha, guerra alguma é vencida. Esse conto de fadas de “povo pegando em armas e vencendo os britânicos” é um completo absurdo, não passa de história para crianças e para a construção de uma identidade nacional… Assim como quando as pessoas insistem em achar que os vietnamitas derrotaram os americanos, quando a verdade é BEM diferente, tendo os vietnamitas sido COMPLETAMENTE bancados por duas potências, tanto em material como até mesmo em sangue(já que gostas tanto… Read more »

Bento
Bento
Reply to  Fernando Turatti
5 meses atrás

Fernando entendo! Mais nesse comentário que eu fiz era á respeito de França x EUA em relação Ah (Favores) um pelo outro

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Bento
5 meses atrás

A Marinha Francesa apoiou os americanos , os franceses treinaram o exército americano. Estude mais história !

BENTO
BENTO
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

GABRIEL Em que momento disse que eles não ajudaram ?
Leia meu comentário de novo,
Oque aconteceu foi nada mais que uma Guerra por procuração !
(FRANÇA X INGLATERRA) agora se você dissesse que,Os espanhóis morreram lutando ao lado dos colonos eu te daria á razão
Eu disse á você (com todo respeito)!!!
Em momento algum te disse para estudar mais a história, seu comentário Foi infeliz parecido com a de quem não tem mais oque debater e parte para á arrogância.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  BENTO
5 meses atrás

Você continua errado!

Bento
Bento
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Me explique por que !
De verdade

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Pois é, não fosse a França os EUA estariam rezando para Betinha II antes de dormir.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Os eua ficaram independentes financiados as custas do povo francês…em sua colonização roupas com catapora foram dadas aos nativos americanos como forma de dizimá-los…escravidão de milhões de Africanos, Kuklusklan, Bomba em Hiroshima, Iraque…interferem na política interna de países mais fracos para beneficio dos seus interesses, financia secretamente assassinatos políticos, grupos terroristas, golpes de estado e ditaduras mundo afora…em sua política financeira causa a morte por inanição de milhões de pessoas todos os dias e que digam os europeus presos a seus acordos…e os que sofrem sanções…

Mondelo
Mondelo
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Acredite Gabriel, os franceses depois de Waterloo não são mais os mesmos.
E a intervenção francesa na revolução americana, foi uma guerra de procuração contra a sua rival, a Inglaterra. Não foi por que os franceses eram bonzinhos.
Na verdade o pessoal aqui custa a entender, não existem potencias boazinhas (se existissem elas não chegariam a esse patamar). O que existe são essas potencias exercendo seus interesses em outras nações afim de manter ou aumentar seu status de potencia.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Dario
5 meses atrás

Os EUA ficaram independentes as custas do povo francês, eles perderam 2 guerras para os britânicos e só não voltaram a ser uma colônia britânica pela intervenção dos franceses feita nestes eventos. Foi um protetorado da França por muito tempo, e se não fosse por ela jamais teria chegado a se tornar a nação que é hoje.

Bento
Bento
Reply to  Agressor's
5 meses atrás

Agressor eu nao disse em momento algum que eles nao ajudaram !
Duas guerras ! Material Humano e ajuda financeira
E ai quem mais foi beneficiado ?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  BENTO
5 meses atrás

Bento.

Os americanos não fizeram nenhum favor aos franceses.
Se eles não fossem para a França, os franceses estariam bebendo vodka em vez de vinho e champanhe.

Bento
Bento
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Kings é isso !!
Em momento algum eu disse que a frança nao ajudou os EUA,na sua independencia!
Simplesmente foi um guerra de procuração como acontece hoje em dia.
Oque eu axo errado é falar que se os americanos devem sempre ajudar a frança por causa disto
Ja foi duas guerras mundiais e os franceses pedem arrego.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bento
5 meses atrás

São as particularidades de cada momento histórico.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Acredito que os franceses preferem o seu champanhe a qualquer submissão aos russos.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
5 meses atrás

Submissão aos russos? Ué, não era você que dizia que a Rússia estava falida? agora ela é capaz de submeter até a França? você precisa se decidir: afinal ela qual é da Rússia? falida ou poder dominante? não precisa responder, para casa situação você usa um argumento, do tipo: a Rússia é má, ameaça todo mundo, coitados dos paises bálticos, precisam dos EUA para defendê-los…e ao mesmo tempo: não se unam à Rússia, nem faça negócios com ela, está falida….sei…

Mondelo
Mondelo
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Kings, provavelmente seria isso mesmo, mas duvido que francês iria ficar contente com isso. Os poloneses e os alemães não ficaram.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mondelo
5 meses atrás

Aí, são outros quinhentos.
SDS

Pedro
Pedro
5 meses atrás

A frança é um peso morto! E quando em 2012 com a crise da Libia, so mostrou o quao inabil e incapaz era pois teve que pedir aviao emprestado aos EUA! A questao ambiental é tao cara de pau pois a China é a maior poluidora mundial e suas metas de reduçao e controle de poluiçao sao infimas, mesma comparadas a países como o Brasil. Por tal motivo Trump tirou os EUA desse tratado, ja que jogou sobre esse país o peso da questao ambiental. A Europa esta cada dia tornando-se irrelevante no cenario mundial, e basta pegarmos os 20… Read more »

GFC_RJ
Reply to  Pedro
5 meses atrás

Particularmente não vejo a Europa essa “baba” como descreve. Ela tem sim problemas complicados, mas ainda sim possui muitos ativos. O Euro é uma moeda muito forte. A industria alemã ainda é das mais fortes do mundo. Tanto a Alemanha, quanto a França e, principalmente, a GB ainda são centros financeiros importantíssimos, além de que possuem grandes centros de pesquisa e excelentes universidades. Eles não vão deixar de ser um dos maiores mercados mundial, com sua altíssima renda per capita, tão cedo.  Mas sim… Não estão com a menor condição de serem líderes sobre temas mais relevantes no mundo, a… Read more »

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Pedro
5 meses atrás

Se a França é peso morto, nós somos o quê? eles vão ser um dos principais artífices da tomada da Amazônia e não se esqueça que fazemos fronteira com a França, sabia não?

Richard Stallman
Richard Stallman
5 meses atrás

Sempre ouve uma teoria marginalizada que o ambientalismo é uma forma elegante de eugenia contra os pobres, já que quem mais sofreria se TODAS as idéias ambientalistas fossem aplicadas seriam os pobres.
A propriedade intelectual é essencialmente uma forma de Rent-seeking. Não deve ser incentivada, mas sim abolida, nisso os chineses estão corretos.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Richard Stallman
5 meses atrás

Eugenia? Pobre, agora, é raça? O partido comunista chinês inferniza a vida dos chineses por mais de sete décadas, incluindo o grande salto avante e a revolução cultural, e agora emplacou seu maoísmo cultural (tão apreciado na europa do fim dos 1960) no coração da América. Foram a compulsão capitalista de achar que lucro não tem ideologia e o maoísmo cultural (e não o suposto marxismo cultural da Escola de Frankfurt, segundo a interpretação absurda de Breitbart que viralizou entre conservadores estúpidos) que destruíram os EUA. Ponto pro totalitarismo do partidão chinês…

Rodrigo
Rodrigo
5 meses atrás

De um ponto de vista estratégico está correto, ele até disse que se alinhar aos EUA é uma forma de derrotismo, os Estados Unidos é uma nação em decadência. Não que a Europa também não seja, mas pelo menos ele sabe que a China é o futuro da Civilização.

Alessandro
Alessandro
5 meses atrás

O foco do Macron é o Brasil e a farsa do meio ambiente, a hipocrisia é que a China é a MAIOR POLUIDORA do mundo ao lado dos EUA, mas ae está tudo certo, pq mexer ali o buraco é mais embaixo, o negócio mesmo que dá lucro é as girafas pegando fogo na Amazônia.

#BOMBA ATÔMICA BRASILEIRA

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Alessandro
5 meses atrás

Brasil com bomba atômica? sabe qual o maior empecilho para isso acontecer? Chama-se Estados Unidos da América, aquela tal país que você tanto defende e lambe as botas, tá sabendo? ele é totalmente contra o Brasil, ou qualquer outro pais, ter bomba atômica, contaram para você não? o Brasil tem que se contentar em ser o lacaio dos EUA, a vagundinha deles…melhor o Brasil pensar em coisas mais úteis e humanitárias do que ter bomba atômica…que tal uma guerrinha básica com a Venezuela, por exemplo? para isso, teremos todo o apoio…aí vai acontecer com o Brasil o mesmo que a… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  100nick-Elã
5 meses atrás

Será que sou eu mesmo o lacaio dos americanos que faz de tudo para impedir o progresso do Brasil e ter a bomba atômica? Pois eu estou aqui no Brasil. Será que não é seus amigos de ideologia “progressista” que ganha a vida fazendo palestras e denúncias caluniosas contra o país lá fora por um green card ou algum cargo na ONU? Não passa isso pela sua cabeça? Será que você costuma ler as notícias meu caro 100 sei lá o que? Experimentou dar uma olhada nos autores de artigos e “estudos científicos” que são publicados quase que diariamente aqui… Read more »

Mondelo
Mondelo
Reply to  Alessandro
5 meses atrás

Então só porque eles tem mais gente, eles podem poluir mais?

Alessandro
Alessandro
Reply to  Mondelo
5 meses atrás

Meu amigo, toda a américa latina junta (isso inclui o Brasil) é responsável por 17% da poluição só da China segundo dados oficiais de 2018, desculpa caro Bruno, a causa é NOBRE, mas os argumentos que vc deu são fracos. Os gringos fazem do Brasil uma espécie de “super vilão” do meio ambiente e isso está desproporcional com o tamanho do problema que eles países desenvolvidos causam ao mundo, mas para quem está bem informado sobre essas acusações do Macron sabe os verdadeiros motivos dessa falsa narrativa. Eles nunca se importaram de verdade com a Amazônia, ou com os oceanos… Read more »

Mondelo
Mondelo
Reply to  Mondelo
5 meses atrás

Bruno Vinicius, você quer que eu te conto a verdade? Esse Macron e esse Biden estão pouco se lixando pro meio ambiente. Como o amigo Alessandro mencionou abaixo o que eles querem e dinheiro, querem explorar os recursos dos países em desenvolvimento e impedir que os mesmo se desenvolvam. Eles usam vocês ambientalistas como massa de manobra para poderem conseguir cumprir sua agenda politica. E tanta hipocrisia que ele fecha os olhos para a China que polui muito mais que nós e com conosco fica falando asneira. Se estivesse preocupado mesmo com isso iria peitar a China também. E pelo… Read more »

Jean Jardino
5 meses atrás

Vendo os comentarios da para entender pq atualmente o Brasil virou uma parea mundial, virou um insignificante pais para o mundo, por causa do Brasil de hoje, o Mercosul nao tera acordo com a UE, o Brasil vai ficar fora de tudo, todos acordos feitos com o Brasil pelo Trump serao cancelados pelo governo Biden. Nao ira demorar para as grandes potencias, comecarem a intervir no Brasil sem do.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Jean Jardino
5 meses atrás

Prezado Jean Poderia explicar o que entende por “intervir”? Se for tentar influenciar politica ou economicamente, isto já fazem desde antes de nossa Independência. Porém, se este intervir for atacar para conquistar e ocupar, lembro que também fizeram isto desde antes da nossa Independência. A França foi uma dessas potências. Primeiro tentou se estabelecer onde hoje é o Rio de Janeiro, sendo expulsa de lá. Depois chegou a fundar uma cidade, São Luís, capital do hoje estado do Maranhão. Da mesma forma, foi expulsa. Em seguida os holandeses chegaram a dominar quase todo o Nordeste brasileiro. Primeiro em Salvador, capital… Read more »

Tomcat4,2
Reply to  João Adaime
5 meses atrás

Excelente João, só discordo no tocante as críticas ao atual governo o qual vejo que tem feito um belo trabalho de reestruturação no país ,principalmente na questão logística. Tem muitos aeroportos em áreas longínquas sendo reformados e ou aumentados e melhorados(o que já vai ajudar no fornecimento de suprimentos aos batalhões de fronteiras). Portos, estradas ,ferrovias etc sendo melhorados, construídos etc.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Tomcat4,2
5 meses atrás

Caro Tomcat4,2
O ministro da Infraestrutura (Tarcísio de Freitas) tem dado um banho de administração, porém em termos de relações exteriores, só temos dado tiro no pé. E não é só por parte do ministro das RE e do presidente. Outros membros do governo e até mesmo fora dele, como uns parentes do presidente.
O Barão do Rio Branco foi esquecido completamente.
Abraço

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Jean Jardino
5 meses atrás

Sempre que eu vejo os comentários deste cara eu lembro que se tem gente que não devemos muito nos associar são os franceses.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
5 meses atrás

Kadafi que o diga, pra mim aquilo por parte da França foi uma queima de arquivo.

Tomcat4,2
Reply to  Jean Jardino
5 meses atrás

Quanto rancor e amargura nesse coraçãozinho Jean, só porque não conseguem competir no agronegócio nem com uma só cidade brasileira mesmo tendo subsídios de seu governo???hauhauhauhauhau

nonato
nonato
5 meses atrás

A China é o maior risco para a paz a a estabilidade mundial. Macron posa de isentao. Querem ficar de fora. Quando os chineses começarem a desembarcar em Paris, vão pedir penico… Que falta de visão geopolítica. O mundo todo tem que se unir contra a China e a Rússia. Por mim, Trump deveria ter passado o rodo na China. Mas os “representantes” da China em território americano fizeram de tudo para atrapalhar… Seria difícil uma ação militar tão seria sem apoio interno. O caso do Vietnam foi tão simples comparado a uma guerra com a China… E fizeram o… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  nonato
5 meses atrás

Se a China é o maior risco à paz mundial, eu não sei.
Só sei que ela é a locomotiva econômica do Mundo e grande parte do crescimento mundial se deve única e exclusivamente a ela.
Portanto, abençoemos a sua existência.

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

Benção de cú é rola.
Volta pro diretório acadêmico.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  nonato
5 meses atrás

Você acredita mesmo que os EUA podem vencer uma guerra contra a China? não venceram nem na década de 50, quando os EUA eram mais fortes que nunca e a China não passava de um país subdesenvolvimento, recém liberto de ser colônia do Japão? kkkkkkkkkkk

Last edited 5 meses atrás by 100nick-Elã
rogerio schneider
rogerio schneider
5 meses atrás

A típica hipocrisia e oportunismo europeus. Fazem de tudo para continuar a vender um dólar a mais até o último instante. Primeiro interesses comerciais, depois inventam como darão uma aparência de plausabilidade ou honestidade.

Junior
Junior
5 meses atrás

Eles já estão tanto no colo dos Chineses quanto no colo dos Russos. Um porque tem o controle da produção das baterias elétricas para os carros futuros. Já o segundo tem o controle do gás natural para os aquecer no inverno.

Mondelo
Mondelo
5 meses atrás

“Paz no nosso tempo”

Neville Chamberlain

Alexandre
Alexandre
5 meses atrás

Quando a China invadir a França, espero que Lacron , não peça ajuda aos americanos e britânicos..

Tomcat4,2
Reply to  Alexandre
5 meses atrás

Tem muita gente achando que o bafo do Dragão será delicioso, cheio de liberdades etc.hauhauhauhauhau!!!!! Pobres mortais!!!

Alex. Prado
5 meses atrás

Discurso estranho… Acho que o Biden vai gritar sozinho contra a China.

tassios
tassios
5 meses atrás

Esse é outro q só fala besteira. A vdd é q o mundo ocidental há uns dez anos carece de estadistas.

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -