domingo, fevereiro 28, 2021

Saab RBS 70NG

MBT Leopard 2 da Alemanha será equipado com o Trophy APS da Rafael

Destaques

EUA e aliados constroem cadeia de suprimentos de tecnologia ‘livre da China’

Biden assinará ordem presidencial para reforçar as indústrias de chips, baterias e terras raras WASHINGTON/TAIPEI – O presidente dos EUA,...

Uma Força Terrestre à altura dos desafios atuais

General de Exército José Luiz Dias Freitas A dinâmica das relações internacionais e das interações sociais, neste primeiro quartil do...

Tropa paraquedista retorna ao Brasil após exercício nos EUA

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 22 de fevereiro, foi realizada no Campo do 26º Batalhão de Infantaria...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

COLÔNIA, Alemanha – Os ministérios da defesa alemão e israelense assinaram um acordo para a compra do sistema de proteção ativa Rafael Trophy, para os tanques Leopard 2 do Bundeswehr, anunciaram os dois governos em 23 de fevereiro.

O negócio, assinado em 22 de fevereiro, verá o sistema de defesa, que dispara projéteis contra munições antitanque atacantes, instalado em tanques até 2025; são 17 veículos operacionais mais um tipo de referência para teste.

A Krauss-Maffei Wegmann é a contratada para instalar componentes do Trophy nos tanques durante uma atualização da configuração A6-A3 para a versão A7-A1, de acordo com um memorando feito por oficiais ao parlamento alemão, solicitando financiamento para o projeto.

A missiva foi aprovada pelos legisladores da época, abrindo caminho para o acordo com Israel e a fabricante Rafael. Os 23 conjuntos Trophy e 586 interceptadores requeridos pela Alemanha têm um preço de US$ 48 milhões. A fabricante KMW do Leopard deverá obter quase o dobro disso pelo trabalho de integração.

O ministro da Defesa israelense, Benny Gantz, chamou o sistema Trophy de “produto da indústria de defesa inovadora de Israel”, com o aceno da Alemanha representando uma “expressão de confiança” na cooperação de defesa dos dois países.

O Bundeswehr, ou Exército Alemão, decidiu equipar seus tanques com um sistema de proteção ativo porque “os modernos mísseis guiados antitanque representam uma ameaça significativa”, escreveram oficiais de defesa aos legisladores. O esforço atual para apresentar o Trophy pretende ser um “primeiro passo” para um uso mais amplo de tecnologia semelhante, afirma o memorando.

Oficiais de defesa alemães consideraram o Trophy, que já está em uso em tanques israelenses e americanos, o sistema mais avançado e comprovado operacionalmente disponível no mercado, disseram aos legisladores.

FONTE: Defense News

- Advertisement -

31 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tomcat4,2
5 dias atrás

Caramba, este Leopard da ilustração ,que máquina viu, a baba escorre na barbicha !!!

Flanker
Flanker
Reply to  Tomcat4,2
2 dias atrás

Digo o mesmo. Belíssimo MBT! Se tivéssemos condições financeiras, organizacionais, etc, seria o MBT para o EB, mas……

Teropode
5 dias atrás

Imagino um sistema semelhante para proteção de navios civis e de guerra . Uma observação: Como é belo este Leopard , máquina formidável ! Resta aos demais copiarem o sistema 🤭, Israelenses sempre ditando moda , a dor de cotovelo é geral 😂😂😂😂😂😂😂

Last edited 5 dias atrás by Teropode
Bosco
Bosco
Reply to  Teropode
5 dias atrás

Estão desenvolvendo para helicóptero.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Bosco
5 dias atrás

nem sabia disso, bem legal, lembro de ver helicopteros na siria sendo derrubado por Igla, um míssil pequena derrubando um equipamento multimilionário

Bosco
Bosco
Reply to  Carlos Campos
4 dias atrás

Carlos,
Sem dúvida vai servir para mísseis como o Igla mas esse já tem alguma defesa, que podem ser resumidas nos flares, interferidores IR, supressores de calor, DIRCM, etc.
Mas o que motivou de fato o desenvolvimento de sistemas de defesa ativos para os helicópteros foi que muitos foram derrubados por RPG7, não guiado, quando em voo pairado ou lento , a baixa altitude.

Teropode
Reply to  Bosco
4 dias atrás

Bosco , imagino um PA ladeado por navios “escudos” equipados com versões mais robustas deste sistema , impedindo qualquer ataque realizado nas laterais .

Bosco
Bosco
Reply to  Teropode
4 dias atrás

Terapode,
O diferencial é o grande volume das ogivas de mísseis antinavios que se detonarem próximas causam estrago, sem falar da grande velocidade e da massa dos mísseis, que exige que sejam interceptados a maior distância possível.
Mas não duvido que esse tipo de sistema possa ser usado por pequenas embarcações que navegam próximas da costa e podem ser atingidas por mísseis antitanques. Sem falar que está na modo o uso de mísseis “antitanques” para armas navios e pequenas embarcações.

Teropode
Reply to  Bosco
4 dias atrás

Eu já tenho uma dúvida semelhante em relação aos helicópteros , as detonações são relativamente próximas e estilhaços podem afetar áreas sensíveis como rotores e Carlinga …

Gelson
Gelson
5 dias atrás

Esta é uma notícia que dá gosto de ler. O que já é bom sendo ainda mais aprimorado.
Parabéns ao Bundeswehr.

NashArrow
NashArrow
5 dias atrás

Uma excelente máquina que fica ainda mais mortal!

Alguém com mais expertise poderia comparar esse sistema da RAFAEL com aquele ADS da Rheinmetall?https://www.youtube.com/watch?v=G02nmoDGJ1I

Last edited 5 dias atrás by NashArrow
Pedro Bó
Pedro Bó
5 dias atrás

Imagino a velocidade de processamento do sistema para detectar e rastrear o alvo e disparar os interceptadores contra um míssil ou munição viajando à vários m/s.

Bosco
Bosco
Reply to  Pedro Bó
5 dias atrás

São décimos de segundos.
E o pessoal insiste em dizer que mísseis antinavios supersônicos e hipersônicos são indefensáveis por conta de “só” oferecer uns 20 a 30 segundos de tempo de reação para a defesa.
Acho que dá pra fazer muita coisa em 20 segundos .

Pablo Maroka
Pablo Maroka
5 dias atrás

Não é por nada, mas as interfaces do portal estão bem confusas, não consigo ver de cara qual são as noticias mais novas, as vezes entro em coisas de anos atrás achando que são de hoje.
Matérias aparecem em mais de um “bloco” de conteúdo.
Poderiam dar uma melhorada nessa nova interface.
O Visual ficou legal, só organizar a disposição das informações e priorizar para dar mais destaque

joão Fernando
joão Fernando
Reply to  Pablo Maroka
4 dias atrás

Discordo, estou sendo apresentado a boas matérias antigas. É legal ver o debate de 2010 e os comentários e saber o que deu aquilo tudo.

mendonça
mendonça
5 dias atrás

essa ilstração do video não tem nada haver , o veiculo que dispara contra o tanque israelense permanece na mesma posição, mas ele pode atirar e logo depois sair de posição .
no video ele alveja o carro de israel e fica parado .

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  mendonça
4 dias atrás

É óbvio quem em uma animação vinda do fabricante nem todos os são considerados, apenas os que se tem certeza do funcionamento. Contra RPGs se mostrou muito eficaz, agora contra tanques em um conflito real…

Bosco
Bosco
Reply to  mendonça
4 dias atrás

Mendonça, No caso mostrou o lançamento de um míssil Kornet que é guiado por “laser beam rider”. Esse tipo de guiamento obriga o veiculo a se manter estático até o impacto. Os russos ainda não implantaram nenhum míssil antitanque tipo “fire and forget”, que permite a eles lançarem em movimento/saírem da posição após o lançamento. O que realmente é de se estranhar é que o míssil tem muito mais alcance que o canhão (8 km x 4 km) e poderia disparar de distância maior se mantendo fora do alcance do contra-ataque. Mas claro, nem sempre isso irá ocorrer e o… Read more »

Salim
Salim
Reply to  Bosco
1 dia atrás

Obrigado por elucidar tecnicamente a questão.

Carlos Campos
Carlos Campos
5 dias atrás

Eita que dá um misto de inveja e respeito, o bom ficando ainda melhor.

Teropode
4 dias atrás

Onde encontro uma Maquete deste tanque para comprar ?

Tomcat4,2
Reply to  Teropode
4 dias atrás

Ontem estava justamente olhando ums MBT’s tipo LEGO no Aliexpress a maioria com mais de 800 peças mas com abertura das escotilhas e movimentação da maior parte funcional do tanque. Tinha Leclerc, Leopard 2 A…, Chalenger e M1 A2 sendo o mais barato a partir de 160 reais ,fora o frete. Mas se tivesse o dindin teria comprado um de cada dada a perfeição e aproximação do real. Medidas aprox. 25 cm de comprimento por 12 cm de largura e uns 6 cm de altura.

joão Fernando
joão Fernando
Reply to  Tomcat4,2
4 dias atrás

Meu irmão comprou todos desses. Tem a linha inteira de II guerra e os modernos. Achei bem bacana

Tomcat4,2
Reply to  joão Fernando
4 dias atrás

Show, tem que ter um lugar só pra guardar/expor !!!

Teropode
Reply to  Tomcat4,2
3 dias atrás

Eu encontrei apenas aqueles para montarmos , procuro os modelos em resina metálica , já prontos e pintados é só tirar da caixa e colocar na estante .

J-20
J-20
4 dias atrás

Será que essa será a solução final para APS nos veículos alemães ou é uma solução temporária até eles terminarem os testes de seu sistema de fabricação nacional?

Gabriel BR
Gabriel BR
4 dias atrás

Eu quero uma miniatura desse tanque e uma do Leclerc para botar na minha estante.

Leonardo
4 dias atrás

Não é um leoparde é um merkava Israelense.

Flanker
Flanker
Reply to  Leonardo
2 dias atrás

No vídeo é um Mariana, mas na foto do início da matéria é um Leopard 2A7.

willhorv
willhorv
2 dias atrás

Se existem máquinas com personalidade, carisma e elegância, este MBT com certeza é uma delas…
Fora o fato, e ‘pequeno’ fato de ser excelente em eficiência e letalidade, é o tipo de equipamento que se rende armas ao chão para aplaudir!
O inveja grande inveja!!
Se podíamos ter isso? Acho que sim se fôssemos outro povo com outras cabeças…do contrário…sempre mais do mesmo.

Salim
Salim
1 dia atrás

Divergindo um pouco tópico, penso que poderíamos comprar Israel duas centenas de Merkavas, visto que eles tem mais de 1000 na ativa. Resolveria nosso problema , visto leo1 estar obsoleto e teríamos rapidamente resolvido esta lacuna. São tanques provados em combate, atualizados e seriam entregues rapidamente. Vejo até trocas comerciais entre países viabilizando compra. O leo1 poderia ser armado com mísseis antitanque Thor /javelin atuando a retaguarda dos Merkavas, pois tem couraça insuficiente para se manter a frente, fornecendo um leque de cobertura de até 8 km para linha ataque terrestre.

- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -