sexta-feira, junho 25, 2021

Saab RBS 70NG

Centro de Instrução de Aviação do Exército realiza atividade prática em ambiente simulado pela primeira vez

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Taubaté (SP) – Ao longo do mês de maio, o Centro de Instrução de Aviação do Exército (CIAvEx) realizou a Operação Vale do Paraíba, exercício que inicia o aprendizado e a prática de todas as missões e tarefas da aviação do Exército (AvEx) no amplo espectro das operações. As ações fazem parte do Curso de Piloto de Combate 2021 e foram realizadas pela primeira vez em ambiente simulado.

A inovação permite um aprimoramento profissional dos pilotos alunos com ênfase no planejamento, emissão de ordens, coordenação das frações de helicópteros, introdução de problemas militares simulados e, obviamente, grande economia de recursos que seriam empenhados para as horas de voo real. As atividades foram conduzidas pela Divisão de Simulação, que tem investido em atividades práticas para reduzir falhas humanas e formar recursos humanos de forma mais eficaz.

Estrutura
Atualmente, 11 cabines de simulação podem ser operadas em conjunto, possibilitando ao aluno do curso de piloto de combate praticar o comando de frações de aeronaves nível subunidade, pelotão e seção, tendo toda a operação ocorrendo na área prevista para o exercício na carta topográfica e com o cenário exatamente igual ao terreno.

Destacam-se também recursos como a navegação tática desenvolvida no simulador, que pode ser executada no dispositivo GPS do aluno tal como seria no voo real, e a capacidade de introdução de problemas militares simulados por parte do instrutor durante o exercício, desenvolvendo no aluno a flexibilidade e a capacidade de adaptação e tomada de decisões.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MMerlin
MMerlin
30 dias atrás

O que eram 5 inicialmente agora já são 11. As vantagens no uso de missões, tanto para treinamento quanto preparo de missões, deve ser enorme.

Segue uma imagem que permite visualizar melhor o equipamento.

http://www.cmse.eb.mil.br/images/imagens_artigo/MAR_2020/simuladores2.jpeg

Gabriel
Gabriel
30 dias atrás

Muito excelente!

Jefferson Henrique
Jefferson Henrique
30 dias atrás

Realmente incrível, alto nível.

Glasquis 7
30 dias atrás

Devemos entender que com o avanço da tecnologia, a importância de sistemas virtuais será cada vez maior.

Parabéns ao EB que faz o possível pra se manter vigente quanto às doutrinas e capacidades da sua força.

De um polígono virtual de voo pra a operação remota é apenas um passo. No futuro, muitos operadores de aeronaves estarão inseridos virtualmente nos cenários de combate. Teremos muitos veteranos em operação de aeronaves que concluirão suas carreiras militares quase sem ter saído do chão.

Bille
Bille
30 dias atrás

Muito bom.

Centros de simulação de baixo custo trazem muitos ganhos operacionais, especialmente na consciência situacional com a possibilidade de simular ameaças e danos (inclusive a queda/perda de aeronaves, que interfere diretamente na missão e na reação emocional das equipagens).

Bom seriam simuladores de baixo custo dos outros vetores, descentralizados e interligados – sistemas simples, em rede – tipo o que a saab está fazendo com o gripen.

Parabéns ao EB.

carcara_br
carcara_br
30 dias atrás

Bela estrutura!

Tomcat4,2
29 dias atrás

Bacana demais!!! E onze cabines desta é excelente. Bom mesmo é centralizar o local onde se aprende a voar helicópteros das três forças(e pode se estender a futuros pilotos das polícias de quaisquer estado) sendo que após o basico nesta planta ,cada um se qualifica a sua área de atuação(ataque, apoio, SAR etc) no próprio local onde vai operar.

Wellington Góes
Wellington Góes
23 dias atrás

Este centro poderia ser o ponta pé inicial do centro integrado de formação de pilotos e mecânicos das três forças, no setor de asas rotativas. Mas….

Reportagens Especiais

LUV: o que são e para que servem

Por Guilherme Poggio LUV ou 'Light Utility Vehicles' são veículos terrestres leves ou relativamente leves, de dois eixos e tração...
- Advertisement -
- Advertisement -