sábado, outubro 23, 2021

Saab RBS 70NG

Rússia colocará em breve novos sistemas de armas em operação

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

De acordo com o presidente Vladimir Putin, a Rússia já está elaborando um novo programa de armamentos de Estado com um horizonte de planejamento até 2034, levando em consideração as inovações revolucionárias dos principais institutos de pesquisa e escritórios de design do país

MOSCOU, 28 de junho (TASS) – Em breve, novos sistemas de armas exclusivos entrarão em serviço de combate na Rússia, disse o presidente russo, Vladimir Putin, em uma reunião com graduados de universidades militares no Kremlin na segunda-feira (28/6).

“Armas hipersônicas – os sistemas Avangard e Kinzhal já entraram em serviço de combate. Em seguida, estão outros armamentos exclusivos que incluem o míssil balístico intercontinental Sarmat, o míssil hipersônico embarcado Tsirkon, sistemas de mísseis terra-ar S-500 ‘Prometei’ e outros”, disse o líder russo.

A Rússia já está elaborando um novo programa de armamentos de Estado com um horizonte de planejamento até 2034, levando em consideração as inovações revolucionárias dos principais institutos de pesquisa e escritórios de design do país, apontou Putin.

“Sua implementação será focada em fortalecer ainda mais o potencial de defesa do país. E, é claro, você vai operar esse hardware”, disse o líder russo, dirigindo-se aos formados nas universidades militares russas.

Míssil balístico intercontinental Sarmat

Os requisitos mais elevados também são definidos para graduados de instituições educacionais de agências de aplicação da lei e serviços especiais, Putin observou, acrescentando que eles “se juntariam às fileiras de seus camaradas que garantem a lei e a ordem e resgatam pessoas, participam da limpeza de desastres naturais, combatem o crime, a corrupção e o terrorismo e protegem o país e nosso povo de ameaças internas e externas.”

“Resultados significativos e vívidos nessas e em outras áreas-chave são uma garantia da confiança dos cidadãos e do desenvolvimento confiante e consistente da Rússia”, enfatizou o líder russo.

O presidente russo disse estar confiante de que todos os militares em seu posto agirão de maneira profissional, decisiva e firme no interesse da Pátria.

No vídeo abaixo, lançamento do míssil hipersônico Avangard.

- Advertisement -

63 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
63 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nostra
Nostra
3 meses atrás

Off topic

India yesterday test fired its newest and advanced missile Agni Prime

It will be the basis for Indian Anti ship ballistic missile (ASBM) with the ability to target carriers and other ships at ranges greater than 1500 km

AddText_06-29-02.58.02.jpg
Last edited 3 meses atrás by Nostra
Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Another test fire pic

E48zJR2UcAYPXz4.jpeg
Matheus S
Matheus S
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Nice. I imagine that this system can be strategically implemented in the Andaman and Nicobar Islands to smother the Chinese fleet, this missile can be seen as India sending a message to the Chinese. Nostra, what would be the comprehensive reconnaissance and targeting architecture of a supposed Indian anti-ship ballistic system? I’ve never heard of it, if you can grace us with this information, we appreciate it. Another thing i’m also interested in is the indians ability to track ballistic missile launches using long-range space-based or earth-based sensors. I know that Russia is helping the Chinese to implement their ABM… Read more »

Nostra
Nostra
Reply to  Matheus S
3 meses atrás

India is the 4th country after US Russia Israel to have own indigenous BMD/ABM system deployed

It comprises of AAD endo-atmospheric & PDV exo-atmospheric interceptors

System guarantees 99.8% kill probability through simultaneous launch of 2 endo & 2 exo atmospheric interceptors at a hostile ballistic target of 3000 km range class

India is now on final development stage of advanced AD-1 & AD-2 hypersonic endo & exo atmospheric interceptors which can intercept > 5000 km range targets ( ICBMs )

Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Slide from DRDO presentation comparing US THAAD and DRDO PDV exo atmospheric interceptors

IMG_20200921_014548_979.jpg
Last edited 3 meses atrás by Nostra
Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Another slide from DRDO presentation comparing US PAC-3 and DRDO AAD endo atmospheric interceptors

IMG_20200921_014544_302.jpg
Nostra
Nostra
Reply to  Matheus S
3 meses atrás

Indian BMD/ABM employs long range GaAs and GaN AESA based radars Initially 1 Israeli radar (LRTR-1) was bought range > 600 km Later DRDO improved Israeli radar to > 1500 km (LRTR-2) then own built radar > 2500 km (LRTR-3) Fire control is by MFCR a JV with France Now DRDO own LRMFR to provide fire control, range is many times than MFCR (range classified) Then VLRTR ( Very long range tracking radar ) > 3000 km. 2 units are deployed by NTRO & defence space agency (DSA) for military space surveillance and tracking Also ISRO has own civilian AESA… Read more »

1578741922376.png
Nostra
Nostra
Reply to  Matheus S
3 meses atrás

For reconnaissance and targeting architecture of a supposed Indian anti-ship ballistic system?

This is few i know, most is classified & not known to me

Space – EO , radar , ELINT/SIGINT satellites

Aerial – PAs, MPAs , stratospheric UAVs (pseudosatellites) , HALE/MALE UAVs , stratospheric aerostats

Surface – long range radars , OTH radar , multistatic radars , chain of coastal surface radars ( already being deployed) in own & foreign countries

Sub surface – seabed hydrophone arrays (already deployed) , now laser based sensors , autonomous gliders with very high endurance

Pic HAL CATS Infinity pseudosatellite under development

EtW8r3hWYAEYENy.png
Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Clarification : Majority of the above mentioned systems intended for reconnaissance and targeting architecture for long range systems are under development and work in progress and will take many more years to come online

Last edited 3 meses atrás by Nostra
Augusto L
Augusto L
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Why just buy LRASM ?? Is much better doesnt need a strong kill chain

Nostra
Nostra
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Sorry i use google translate & i am not able to understand the english translation

Augusto L
Augusto L
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Erro meu, esqueci de colocar “just not” e “instead” no final.

Perguntei pq não compram logo o LRASM, de uma vez, ja que não necessita gastar muito em uma kill chain forte

Nostra
Nostra
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

What is LRSM ?

Any long range system like ASBM ( Anti ship ballistic missile ) will require a strong kill chain with OODA ( observe orient decide act ) functionality , otherwise detection tracking localisation and targeting very difficult, actually near impossible in near real time

Last edited 3 meses atrás by Nostra
Augusto L
Augusto L
Reply to  Nostra
3 meses atrás

LRASM or AGM-158C LRASM (Long Range Anti-Ship Missile) is american made autonomous stealth anti ship missile build around JASSM-ER and can be lauched by bomber, fighters and P-8 that India have. Is the most advance anti ship missile of the world.

Because it is autonomous the missile can rely on a weak kill chan, he can find the enemy flotilla with just estimate localization.

https://youtu.be/h449oIjg2kY

Last edited 3 meses atrás by Augusto L
Nostra
Nostra
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Thanks for the info

But i don’t think US will sell it to India, they might sell it to their close allies , even that i doubt given the sophistication of LRASM

Anyways US always tried to sabotage Indian missile program since decades , best not to trust them in the case of strategic missiles

India is buying Kongsberg’s NSM for its NH-60 helicopters

DRDO has helicopter/aircraft launched NASM-SR/NASM-MR anti ship missiles under development

Brahmos range is being increased to around 1000 km

Lot of domestic options within next 5 years

Pic of DRDO NASM-SR model

images.jpeg
Last edited 3 meses atrás by Nostra
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Como assim, míssil balístico antinavio? Segundo Bosco e o Youtuber comandante Farinha, esta arma não passa de bravata chinesa.

Nostra
Nostra
Reply to  Inimigo do Estado
3 meses atrás

I dont know about Chinese, none of my business

I know about Indian project for ASBM, work on which has going on since 2 decades to develop technologies for the same

The ASBM will be fitted with combined quad recivers (GPS, GLONASS, NAVIC, GAGAN) + dual tri redundant RLG & MEMS based INS + X band anti ship seeker for terminal guidance

The MaRV will be powered on till endgame and able to maneuver via actuated control surfaces and Reaction control system-velocity trimming module (RCS-VTM) (you can see them in the pic below)

AddText_06-29-05.17.00.jpg
Last edited 3 meses atrás by Nostra
Augusto L
Augusto L
Reply to  Nostra
3 meses atrás

It will be interesting if Japan and Australia buys this missile and make their incremential for their needs, the chinese will be complete surrounded by all sides without need for the americans and australia and japan will help india with new technologies 

Nostra
Nostra
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Japan is more than capable to develop similar system if they want

Australia cannot be trusted , India doesn’t allow export of missile technologies of strategic nature

Also Australia is defence partner of US , so US is responsible for them

Also DRDO ASBM will require atleast 3-5 years more for development before 1st test fire

Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
3 meses atrás

India is slowly developing a long reach kill chain with OODA functionality in support of its new family of long range vectors

Another example from the new family is Indian SMART – worlds longest range supersonic anti submarine weapon at 650 km

AddText_06-29-05.30.52.jpg
Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Also there is 2 indigenous long range hypersonic missile systems under development both air launched & ground launched

Not to be confused with brahmos-2 which is different and a joint venture

All 3 will have the potential to be used in anti ship role at very long ranges

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Nostra
3 meses atrás

It was irony of mine, my dear Nostra. Congratulations for your country to stand out so much in the scientific area, in recent years.

sub urbano
sub urbano
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Pronto agora temos fanboys da India. a q ponto chegamos… vai começar outra chateação

nonato
nonato
Reply to  Nostra
3 meses atrás

Sell it to Taiwan

Nostra
Nostra
Reply to  nonato
3 meses atrás

Indian government doesn’t have the balls to do so 😊

M.@.K
M.@.K
3 meses atrás

Me perece que estamos voltando aos tempos da “guerra fria”, pelo menos nos assuntos militares.

camargoer
Reply to  M.@.K
3 meses atrás

Caro M@k. A corrida armamentista foi apenas uma das faces da Guerra Fria, a qual era uma disputa entre dois sistemas econômicos, o capitalismo e o socialismo soviético. Com a queda do muro de Berlin e o fim da Guerra Fria, houve uma interrupção na corrida armamentista, principalmente com o colapso da URSS. O que pode estar acontecendo seria mais parecido com uma modernização dos arsenais, que se tornaram velhos e próximos aos limites de vida útil, com elevados custos de manutenção, do que uma disputa global pela hegemonia econômica.

M.@.K
M.@.K
Reply to  camargoer
3 meses atrás

Oi Camargo, na verdade as “aspas” foram no sentido figurado. Certo que hoje vivemos um cenário diferente. Não temos mais “guerra fria” nem “cortina de ferro”. O que me referi é que naquela época até havia uma certa justificativa para uma corrida armamentista e como você falou, hoje vivemos mais uma modernização do que uma corrida às armas. Mas mesmo assim, sinto um certo receio, de quem quase viu a dissolução da OTAN por pura falta de utilidade no início da década de 90 e que nos últimos tempos, observava um aparente realinhamento entre aliados ocidentais contra alguns orientais. Espero… Read more »

camargoer
Reply to  M.@.K
3 meses atrás

Olá M@k. Eu também fico incomodado com o revés ocorrido nas negociações em torno do desarmamento mundial. Bush Jr já tinha feito um estrago grande e Obama foi incapaz de avançar no desarmamento mundial e na redução dos arsenais nucleares. Contudo, Trump foi um desastre. Acho pouco provável que Biden consiga fazer algo agora que não tivesse feito quando era vice de Obama, mas tenho grandes esperanas em Kamala Harris. Chego a torcer para que Biden não se candidate para a reeleição e que Kamala seja eleita presidenta.

M.@.K
M.@.K
Reply to  camargoer
3 meses atrás

Boa Camargo! Assim esperamos.

Camargoer
Reply to  M.@.K
3 meses atrás

Olá M@K. Eu geralmente faço análises usando fatos como referências, evitando análises psicológicas ou tentando interpretar motivações. Neste caso, eu não lembro de iniciativas de Biden em torno da pauta de desarmamento nuclear. Assim, não espero que ele tenha mudado agora. Ao contrário de Al Gore, que tinha uma agenda ambiental muito ativa quando era vice-presidente, portanto era de se esperar um ativismo similar caso tivesse sido eleito. Por enquanto tenho mais esperanças que fatos sobre Kamala. Sobre Binden, acho que eu seria surpreendido (positivamente) se ele se liderasse uma agenda de desarmamento. Lindon Jonhson foi um presidente que surpreendeu… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
3 meses atrás

Como afirmei aqui, a Rússia está lançando uma gama de novas armas incríveis.
Está difícil (para os inimigos) acompanhar o ritmo de desenvolvimento russo na área militar.

MFB
MFB
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

As armas russas são INCRÍVEIS, sem análogos neste universo e em todos os outros universos paralelos. Fonte? Vozes na minha cabeça em colaboração com ARIAL.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  MFB
3 meses atrás

Nessa área, utilizaremos o velho brocardo: Enquanto os EUA estão indo, a Rússia está voltando.
Já havia sido avisado aqui que os EUA estavam ficando para trás na área de desenvolvimento militar.
Não deu outra!

Robson M.
Robson M.
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Russos são tão avançados que demoraram 20 anos para fazer um caça “quinta geração”.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
3 meses atrás

Não sei com que armas a III Guerra Mundial será lutada, mas a IV Guerra Mundial será lutada com paus e pedras. – Albert Einstein
E assim caminhamos…

Teropode
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Me permita uma observação ; se estas armas forem utilizadas serão contra quem não possuir a capacidade de destruição mútua , ou talvez atacando a tropa inimiga que estiver se estabelecendo dentro do próprio território ( oque poderia limitar a reação de revide pois moralmente será uma ação de defesa ) , fora isto elas continuarão como um fator de equilíbrio para evitar conflitos com as dimensões do ocorrido na segunda guerra .

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Teropode
3 meses atrás

se estas armas forem utilizadas serão contra quem não possuir a capacidade de destruição mútua Acho difícil. Alguns países colocam em seus protocolos de uso de armas nucleares a proibição de usá-las como first strike. O que significa que não poderiam usá-las contra Estados não-nucleares. De todo modo, eles sabem que tal coisa abriria um precedente perigoso. Primeiro, porque no momento em que uma potência atacar uma nação sem armas nucleares, as outras potências estarão respaldadas para fazer o mesmo. Se os EUA tivessem as usado contra os vietcongs, com certeza a URSS as usariam no Afeganistão, por exemplo. Segundo,… Read more »

Teropode
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Portanto não há chance alguma disto ser utilizado a não ser no revide , não vale nem o esforço em tentar descrever um hipotético conflito , usando armas nucleares vc não conquista e nem é conquistado , no entanto não evita ser derrotado .

Mgtow
Mgtow
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Toda vez que um pais foram do eixo OTAN divulga um novo armamento vcs vem com essa conversa mole.. “ain, onde o mundo vai parar” “ain a estupidez humana não tem limite” e blablablabka
Acontece meu caro amigo nazi guderian, que os EUA “obrigam” os paises autonomos, fora do seu julgo, a esterem sem sempre se preparando. Caso o contrario serão ultrajados por sua politica de subjulgar os outro..

Carlos Campos
Carlos Campos
3 meses atrás

Uma das coisas que me fez gostar da área militar foi o lançamento de foguetes, sempre com decolagens impressionantes e imponentes devido ao som que emitem e as labaredas,,,,, sobre esse míssil, são vários quilos de pura diplomacia.

CRSOV
CRSOV
3 meses atrás

Fico imaginando um general inimigo vendo um desses foguetes poderosos seja de qualquer nação que for vindo em direção ao seu país e praticamente nada poder fazer para deter o mesmo !!

francisco
francisco
Reply to  CRSOV
3 meses atrás

Foguetes são eficientes contra alvos estáticos, principalmente quando são utilizados contra cidades e cidadãos civis..
Contra a aviação e tropas que estão em deslocamento tem baixa eficiência.

Teropode
Reply to  francisco
3 meses atrás

Não é bem assim , imagine vc passa correndo na calçada e um atirador te alveja com um 7.5 mm , sua velocidade é simplesmente insignificante , para o projetil vc está parado , um PA a 20 nos está praticamente parado para um projétil descendo a 8000km/h , se os caras conseguirem travar maçã e alça o PA já era , terão que destruí- lo subindo ou na curta caminhada do espaço .Na verdade eu acho é bom esta tecnologia , assim evitam o uso das nucleares e menos inocentes morrem , incluindo os peixes .

Augusto L
Augusto L
Reply to  CRSOV
3 meses atrás

Claro que tem, misseis anti balisticos.

Teropode
Reply to  CRSOV
3 meses atrás

Mas neste caso o General sabe que o “dele” já chegou lá ou está a caminha , fica tudo elas por elas e um brinde a estupidez de ambos os lados , 😔

Augusto L
Augusto L
3 meses atrás

Se a Rússia existir ate 2034!

ALISON
ALISON
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Mais facil e vc deixar de existir… kkkkkkkkkkkkkkkk

Augusto L
Augusto L
Reply to  ALISON
3 meses atrás

Sim, com a corrente economia e a demografia. Com certeza a Russia sera uma grande potência rsrsr

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Eles tem no maximo essa geração na próxima o termo russo deixa de existir. Putin vai ser o ultimo Csar definitivamente

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Considerando as previsões certas que vc e outros fanboys fizeram da Rússia…”A Rússia vai falir” “A Síria será um atoleiro russo” “a Rússia é uma super potência em declínio. Deixa eu desenhar, para vc entender: a URSS se dissolveu em 1990 e a Rússia foi sim uma potência em declínio até 1999. Depois de 1999, a Rússia passou a ser uma potência em ascensão. Sua mente limitada conseguiu entender isso?: é mais ou menos o que aconteceu com a Alemanha quando perdeu a primeira guerra: foi uma potência declinante até 1933 e depois foi uma potência em expansão (só que… Read more »

José
José
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

A Rússia passa por dificuldades sim, mas não deixará de existir no mundo como conhecemos.
Já no seu caso é diferente, sua cova já foi aberta.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  José
3 meses atrás

E Trump já começou sua peregrinação pelos EUA disseminando ódio e discórdia.
Teremos dias muito interessantes nos EUA.
Não descarte muita violência e ventos de guerra civil.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás
Antunes1980
Antunes1980
3 meses atrás

E por aqui temos algo similar?

Teropode
Reply to  Antunes1980
3 meses atrás

Nem nos sonhos mais otimistas .

Last edited 3 meses atrás by Teropode
ScudB
ScudB
3 meses atrás

Srs Editores!

  1. Na foto “Míssil balístico intercontinental Sarmat” vejo claramente um Yars RS-24 .
  2. Na foto “lançamento do míssil hipersônico Avangard” o que esta sendo lançado é míssil UR100 do complexo Avangard.
Pedro
Pedro
3 meses atrás

O que fico receoso com estes super armamentos Russos, foi o “pau” que tomaram na última e talvez a primeira guerra do século XXI por meio de drones dos amigos Israelenses e Turcos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Pedro
3 meses atrás

Estão mande os amigos turcos e israelenses desafiarem os russos.
Eu não faria isso.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Os turcos já desafiaram e viram que não tinham chances. Os tais drones invencîveis deles já foram testados contra a Rússia e não funcionaram, mas como fizeram estrago contra a Armênia, os fanboys meio que esqueceram disso.

Teropode
Reply to  100nick-Elã
3 meses atrás

Que isso , a Rússia simplesmente foi ignorada pelo Azerbaijao , assistiu impotente as armas turcas e Israelenses pulverizarem as tropas Armênias , só se mexeu por medo da influência turca em suas repúblicas muslins, estão que não passa nem agulha 😎😎😎, é melhor a Rússia já ir se acostumando com a influência turca na região ….

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Teropode
3 meses atrás

Depende muito de quem opera os drones e de quem está em terra.
No vídeo abaixo, grande comboio turco na mira de drones russos
Era só apertar o gatilho que seria um estrago.

https://www.youtube.com/watch?v=borFXHnAs7I

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -