terça-feira, agosto 3, 2021

Saab RBS 70NG

Tanques russos com proteção no topo para absorver ataques de drones

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Foram divulgadas imagens de tanques russos usando uma espécia de tenda sobre a torre.

Também aparecem outras configurações com estruturas como gaiolas na parte superior do tanque, que devem servir para absorver ataques de drones, provocando a detonação prematura das ogivas. Essas gaiolas têm efeito similar àquelas usadas para proteger blindados de transporte de tropas contra RPG.

Muitas munições inteligentes usadas na Guerra Armênia-Azerbaijão em Karabakh lançadas por drones atingiram os tanques armênios no topo.

Pelo jeito ainda vai demorar para que os tanques se tornem obsoletos.

- Advertisement -

56 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
56 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sequim
Sequim
18 dias atrás

Tenho muitas restrições contra aqueles que decretam a obsolescência de algo, pois alguma coisa tornar-se obsoleto é um fato e não um desejo. Quando armas de alta energia(laser) estiverem desenvolvidas o suficiente para serem postas em drones, talvez este fato torne os tanques realmente coisa do passado.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Sequim
18 dias atrás

Um tanque é um canhão poderoso acompanhado com uma grande blindagem e mobilidade (poder de fogo, proteção e mobilidade). O que determina a sua obsolescência é deixarem de serem úteis e nem tanto as suas ameaças. Normalmente é porque surge algo melhor. Adaptam-se novas doutrinas e/ou tecnologias como o artigo demonstra.

Lasers contra tanques? Ainda falta muito… Só se for para “cegar” os sensores.

J-20
J-20
Reply to  Hcosta
17 dias atrás

Coisa que já é uma realidade no Type 99

Marcelo
Marcelo
Reply to  Hcosta
16 dias atrás

Gente!! Pensem um pouco… até hoje a enxada e a foice tem utilidade e são usadas🤗
Até uma catapulta poderia ser usada conforme o desenrolar de uma guerra.
A criatividade no campo de batalha para desenvolver doutrinas aliado à uma inteligência eficaz…. Ganhasse qualquer batalha

carcara_br
carcara_br
18 dias atrás

Consigo visualizar a modularidade do sistema, num ambiente de múltiplas ameaças bastaria adicionar múltiplas camadas de grades.
O maior problema é o seguinte enquanto os MTB’s estão ai na casa dos 2-10 milhões de dólares a unidade (numa notícia sobre a compra de turbinas pro M1 o valor do contrato estava em 44milhões a unidade), quanto custa um Drone estilo o Kargu,, 20-100 mil dólares?
Pois é, pra cada MBT, teoricamente poderia se investir em 10-50 veículos não tripulados que vão desde quadricópteros a minas caçadoras.

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
18 dias atrás

Pode-se dizer o mesmo de misseis AT, AA, etc. Neste caso a diferença é muito maior.
A defesa AA tem de se adaptar. Mas existem várias soluções no mercado contra drones, o problema é que não são as mesmas que as tradicionais AA, tem de se gastar dinheiro.

Bardini
Bardini
Reply to  carcara_br
18 dias atrás

quanto custa um Drone estilo o Kargu
.
Esse UAV aí é voltado a bater infantaria, carregando munição de pequeno porte para essa função. Não faz sentido querer usar isso aí contra um tanque.

Pedro
Pedro
18 dias atrás

Alem dessas gaiolas, ja estao testando EW anti Drone em veiculos blindados contra muniçoes suicidas e sistemas de defesas ativas que tambem atuem no arco superior do veiculo. Outro detalhe é que o canhao de 57mm a ser instalada nos IFV, ja terá capacidade AAA contra drones e helicopteros e seu novo sistema AT (Sosna), terá tambem capacidade AAA.

Como o “lado” russo foi o que mais lutou contra Drones, ele é o que tem mais KnowHow no combate aos mesmos.

Ted
Ted
Reply to  Pedro
18 dias atrás

Quanto vai custar um tanque? Incorporando tais tecnologias.

nonato
nonato
Reply to  Ted
17 dias atrás

Gaiola Deve ser barato.

Pedro
Pedro
Reply to  Ted
14 dias atrás

Se for assim, deixaria de ser comprado jatos de combate pois “qto custaria um jato se pode ser abatido por um MANPADS?”

Lembre que o tanque dá suporte e ocupa o terreno no campo de batalha. Um drone nao faz isso e ainda por cima é presa muito, muito facil para qualquer interceptador e em locais onde o jamming nao produza uma boa defesa, é um alvo facil para defesa AAA. O proprio conflito recente entre Armenia e Azerbaijao mostrou isso.

IBIZ
IBIZ
18 dias atrás

Acho que o próximo passo na evolução dos MBTs vai ser integrar algum sistema de defesa antiaérea de curto alcance em seu leque de armamento.

IBIZ
IBIZ
Reply to  IBIZ
18 dias atrás

Me refiro à misseis solo-ar e não a metralhadoras ou canhões.

Hcosta
Hcosta
Reply to  IBIZ
18 dias atrás

Míssil fica muito caro. Talvez a Alemanha venha a arrepender-se de vender os Gepard.
Mas existem muita torres, normalmente para blindados menores, que combinam canhões, radares e misseis AA.

Last edited 18 dias atrás by Hcosta
sub urbano
sub urbano
Reply to  IBIZ
17 dias atrás

Coreia do Norte ja fez isso, usam um reparo para 02 lançadores de Iglas no mbt mais recente deles.

IBIZ
IBIZ
Reply to  sub urbano
15 dias atrás

Até pq hj em dia usar uma metralhadora no topo pra defesa anti aérea do MBT já não faz sentido nenhum.

Caio
18 dias atrás

Se juntar a essa defesa passiva ,uma ativa com canhões do tipo giratório, acho que aumenta a chance contra os drones, mas lógico, dependendo do preço da adaptação.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
18 dias atrás

Essas gambiarras funcionam.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  Fabio Araujo
18 dias atrás

Acredito mesmo que sim , se não os Russos não teriam desenvolvido, Mais se de nada adiantar ainda se pode usar como com um varal ou churrasqueira 🙂

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Rodrigo Maçolla
18 dias atrás

E a galera que combate no deserto, vai ter uma sombrinha….

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Fabio Araujo
18 dias atrás

Funcionam sim, tanto que no texto fala do uso de grades nas laterais dos blindados contra mísseis anti-tanque.
Os Russos no Armata, tem defesas ativas ate para o alto da torre. Más e caro e pertence ao Armata.
Para quem não tem grana e não pode comprar um Armata, modernizar um MBT com essa grade, e uma boa solução.

JEFFERSON CORADIN
18 dias atrás

Junte o escopo desta matéria, com a vinculada neste site “Exército Brasileiro realiza apronto operacional para a ONU” e analisem as fotos, séria ameaça as nossa força em caso de uso da mesma, em varios teatros usam drones adaptados ou dedicados para ataques

M.@.K
M.@.K
18 dias atrás

A ideia não é nova… os Mark I já na 1° GM adotavam algo semelhante… claro que não contra drones.

João da Lua
João da Lua
18 dias atrás

Pode proteger sim, mas isso não tornaria o mbt muito visível para o inimigo?

João da Lua
João da Lua
Reply to  João da Lua
18 dias atrás

Sem falar que essa grade faria eles brilharem como uma árvore de natal nos radares terrestres.

José
José
Reply to  João da Lua
18 dias atrás

Quais radares seriam esses?
Fala ai Toim da Lua….
Ou vamos ter que perguntar pra Rutinha?

O mundo evoluiu e vc na época de Mulheres de Area.

Triste….

Ted
Ted
Reply to  José
17 dias atrás

Existem radares específicos para detectar pessoas no campo de batalha. Vide/sisfron. Carro de combate com uma árvore de Natal no telhado. Fica fácil

José
José
Reply to  Ted
17 dias atrás

Não existe nenhum que funciona de forma eficiente assim.

Dão apenas uma aproximação

Zorann
Zorann
Reply to  João da Lua
18 dias atrás

Você tem de entender que isto deva fazer parte de uma solução provisória.

Muitas tropas russas estão em áreas que podem ver ação de uma hora para outra. Não se pode esperar a solução definitiva, quando você pode estar em ação a qualquer momento.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  João da Lua
18 dias atrás

Se fosse o caso eles não teriam as grades nas laterais. E qualquer coisa e só montar essas grades em ângulos ou de materiais, menos reflexivos nos radares. Mas isso e desnecessário pois e a grade e não um obstáculo plano.

eliton
18 dias atrás

Daqui a pouco aparece um drone que lança uma pequena carga explosiva pra quebrar essa gaiola antes dele se explodir.

sergio
sergio
Reply to  eliton
15 dias atrás

Mão precisa uma de carga oca já resolve, ou aquela de carga dupla.

Ramon
Ramon
18 dias atrás

A gaiola provavelmente deve absorver o impacto e deve ser barato de se desenvolver, mas o ideal mesmo seria desenvolver um sistema parecido com o sistema trophy que seja específico para drone, mas provavelmente depois daquele massacre que vimos ano passado onde drones foram responsáveis por destruir colunas de blindados como se fossem nada, as maiores potencial devem estar pensando em alguma solução para isso nesse momento.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Ramon
18 dias atrás

Os Russos tem um. Dá uma olhada no Armata e nos novos blindados deles, más e uma coisa cara pois tem que comprar o blindado.
Essa grade e para blindados mais antigos e portanto mais barato.

Augusto L
Augusto L
18 dias atrás

Que coisa bizarra

Bardini
Bardini
18 dias atrás

UAV pequeno carrega munição pequena, com pouco poder destrutivo. Se uma bomba de poucos quilos, como as lançadas pelos TB2 dos turcos acertar o topo da torre de um tanque, pode ser um problema. Essas grades podem ser uma bela de uma gambiarra, mas fazem sentido prático contra bombas menores.
.comment image

Last edited 18 dias atrás by Bardini
carvalho2008
carvalho2008
18 dias atrás

Demorou….facil, rapido, mas feio pacas….

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  carvalho2008
15 dias atrás

Serralheria do Zé pau-a-pau com as “Indústrias STARK”….

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Rodrigo
14 dias atrás

É o que sempre digo…quanto tá na garagem do general, tá lavado e pintado…lindo na foto…..mas quando vai pro vamos ver, ai a coisa pega e beleza e filosofia correm fora….entra o fim do lero lero e surge o pragmatismo…

Quem não lembra dos Hummer lindinhos vistos como substitutos dos M-113 em varias missões, de uma hora para outra tendo de serem abarrotados de saias de concreto pelos mecanicos nas frentes de batalha?

carvalho2008
carvalho2008
18 dias atrás

Alguem já pensou que razoavel fração de munições são destinadas a matar os tripulantes porém não necessariamente tira um MBT do combate? Se a munição interna não explodir, se os sensores pemanecerem funcionas, o MBT volta a operar…

eis porque UGV´s podem ingressar forte em algum momento na batalha mesmo que mais pesada…se as diminutas caixas de sensores internas estiverem blindadas, a ação calorica e cinetica no casco quando atingido pode não ter tanta importancia….

Antunes 1980
Antunes 1980
18 dias atrás

Que gambiarra horrorosa!!

Tensprimario ?
18 dias atrás

Pelo menos estão pensando em algo , se bem que os drones suicidas podem chegar pela lateral . Segurança de fato só mantendo uma robusta cobertura aérea , este gradil já é usado a quase 20 anos pelos Marines .

Matheus
Matheus
18 dias atrás

[OFF] Mecanico das forças armadas britanicas vaza informações secretas do Challenger II no fórum do jogo de videogame War Thunder.

https://ukdefencejournal.org.uk/classified-challenger-tank-specs-leaked-online-for-videogame/

Rafael M. F.
Rafael M. F.
18 dias atrás

Guarda-chuva. Bem maroto.

Salim
Salim
17 dias atrás

Gambiarra bizarra, milhares de horas de engenharia e gasto dinheiro para fazer torre compacta e diminiur altura de MBT e vem um meia boca e coloca uma Varandinha . O trophy e sistemas semelhantes e a solução para ameaça drone, Colocar esta Gambi em um mbt de 10 milhões, em pequena quantidade campo de batalha , com esta importancia tática e muito amadorismo, depois tomam pau campo de batalha e náo sabem o porque.

C M
C M
Reply to  Salim
15 dias atrás

Com certeza.

A gaiola é do mesmo preço do Trophy. Faz todo sentido comparar. A compra, instalação, operação do Trophy, tudo igual, tudo a mesma coisa.

Salim
Salim
Reply to  C M
14 dias atrás

Existe solução e a gambiarra. A solução e cara, não tem jeito. A Armênia, Turquia , Arábia Saudita, Rússia que o digam. Israel aprendeu no Líbano e desenvolveu Trophy. E triste colocar um MBT e tripulação no front com esta solução, Russia e um player de ponta ou não?????!!!! A solução/resposta Russa para o pau que tomaram na Armênia deveria ser a altura do fracasso e não isto. Se alguém tem a ilusão que a varandinha resolve algo em um conflito com OTAN ou faz frente aos Javelim, ok. Por isto temos Leo1 e M113 ate hj front, sem falar… Read more »

_RR_
_RR_
Reply to  Salim
14 dias atrás

Salim,

Que não seja eficiente contra tudo, ao menos pode ( em tese… ) contribuir para diminuir a eficiência de munições menos performantes… Não é o melhor dos mundos, mas já é alguma coisa.

Outra: o custo das atuais soluções de proteção ativa em relação a prometida eficiência fazem sim muitos exércitos optarem por medidas protetivas passivas, cujo custo é inferior e ainda assim podem lidar com a maior parte das armas baratas normalmente a disposição de grupos insurgentes, tais como conjuntos ERA e NERA, sistemas lançadores de fumigenos e por aí vai…

Salim
Salim
Reply to  _RR_
7 dias atrás

Estamos falando de força Russa, vai combater Otan, EUA, etc… ate contra Ucrânia e uma solução ruim. Ficou claro no conflito Armênia/Azerbaijão o desafio de proteção anti drones e misseis.

Claudio QUADROS
Claudio QUADROS
17 dias atrás

Logo vai fica obsoleto drone ,porque basta interferir sistema eletrônico deles vão para fuciona antes chegar alvo.

_RR_
_RR_
Reply to  Claudio QUADROS
14 dias atrás

Não é tão simples assim… Pra interferir, tem que achar ele primeiro, o que não é tarefa tão simples na era stealth e com um alvo de reduzidas dimensões… E mesmo que se ache, localizar a frequência correta em uma sopa de interferência eletromagnética ( como são os campos de batalha hoje ) para gerar uma interferência pontual… é difícil… pra não dizer que é virtualmente impossível… E há tipos hoje capazes de ações totalmente autônomas, que não dependem do operador para executar toda a sequência do ataque. As únicas formas eficientes de se parar um drone o são por… Read more »

Salim
Salim
Reply to  _RR_
7 dias atrás

Lembro também que vc não pode manter interferência magnética ativa o tempo todo, pois interfere também nos próprios equipamentos da forca. vc pode desabilitar sistema defesa aérea e Mbts ao redor e o reinicio dos sistemas demora colocando em risco a própria defesa.

willhorv
willhorv
15 dias atrás

Que gambiarra!!

ALISON
ALISON
14 dias atrás

É serio que tem um cadeado perto do número 427 ali na foto???

_RR_
_RR_
Reply to  ALISON
14 dias atrás

Caro… eu também vi…!

CESAR ANTONIO FERREIRA
CESAR ANTONIO FERREIRA
12 dias atrás

Lição da guerra síria…

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -