segunda-feira, maio 23, 2022

Saab RBS 70NG

8º Regimento de Cavalaria Mecanizado realiza a certificação de adestramento FORSUL

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Uruguaiana (RS) – Nos dias 13 a 15 de julho, o 8º Regimento de Cavalaria Mecanizado (8º RC Mec) realizou a certificação de adestramento FORSUL, a tropa de prontidão da unidade, no nível pelotão.

Os pelotões de cavalaria mecanizados do 8º RC Mec realizaram adestramento relativo às atividades de marcha para o combate e ataque coordenado, objetivos de adestramento preconizados pelo Comando de Operações Terrestres (COTER).

A próxima atividade de adestramento do 8º RC Mec será a certificação no nível subunidade, na qual as pequenas frações atuarão em conjunto visando à preparação das peças de manobra e da funções logística do Esquadrão de Cavalaria Mecanizado da tropa de prontidão.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

15 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tomcat4,2
Tomcat4,2
10 meses atrás

Em breve uma atualização nestas fotos trocando Cascavel por algum 8×8 e Agrale por LMV.

Gelson
Gelson
Reply to  Tomcat4,2
10 meses atrás

Em breve!?

Teropode
Reply to  Tomcat4,2
10 meses atrás

Os veículos 8×8 não serão adquiridos em quantidade ao ponto de substituir as centenas de Cascavéis e o mesmo pode ser dito do LMV , além disto um UP simples no Casca o condiciona-ra a mais uns bons 20 anos de serviço , precisamos é de cobertura anti-aerea móvel para acompanhar os regimentos , em dois níveis .

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Teropode
10 meses atrás

Sim ,concordo contigo e o EB vai atualizar/modernizar uma boa quantidade de Cascaveis(entre 98 a 201 unidades) e somar a eles ,quando chegarem, os 8×8(entre 96 e 226 unidades). O LMV creio eu que terá mais encomendas após a entrega da primeira remessa (fora os 16 usados vindos via exército italiano durante e para a intervenção no RJ).

Teropode
Reply to  Teropode
10 meses atrás

Uma dupla sertaneja com Spyder Mantis e Avenger .

João Adaime
João Adaime
Reply to  Tomcat4,2
10 meses atrás

Caro Tomcat4,2
Pergunta de leigo.
O que acha de uma versão blindada deste Agrale? Não seria mais barato do que os Iveco? E poderíamos ter em maior quantidade. Sem prejuízo da encomenda dos Linces, é claro.
Abraço

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  João Adaime
10 meses atrás

Se for pra improvisar uma coisa tosca como foi o Marruá que meteram chapas nele melhor nem mexer . Agora, um Agrale blindado(uma versão deste jeep da foto) ficaria bem mais pesado e seria basicamente outro veículo e pra ser eficiente(e entraria na categoria do LMV) deixaria de ser o que é atualmente, um veículo leve e ágil(sem proteção alguma tbm). Na verdade o que se precisa é do veículo da classe do LMV mesmo pra fazer esta função com segurança pra tripulação e maior e melhor poder de fogo.
Sobre maior quantidade ,basta o EB encomendar mais LMV’s.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Tomcat4,2
10 meses atrás

Obrigado pela resposta. Deixemos o Marruá pra ligação e outras atividades menos perigosas.
Abraço

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Tomcat4,2
9 meses atrás

Porque o blindado original é bonito,e de acordo com o fabricante, aguenta tiros de AK-47 e AR-15,com proteção balística Nível III Plus… Aço balístico: proteção balística em aço utilizado na estrutura do veículo, eliminando pontos vulneráveis, com overlaps Vidros balísticos: compostos em policarbonato e filmes poliméricos, que protegem os ocupantes de possíveis estilhaços. Garante conforto e dirigibilidade segura, inclusive com perfeita visão noturna Proteção opaca: utilização de material leve de alta performance balística Sistema RunFlat: em caso de dano no pneu, o sistema de rodagem permanece em funcionamento Assoalho blindado: manta balística especialmente desenvolvida para proteção de estilhaços e granada… Read more »

Jeovani
Jeovani
10 meses atrás

Alguém sabe como vai ficar a dotação dos RCC com a transferência de carros para os RCB? Essa semana o 6* RCB recebeu mais 2 carros vindo do 4*RCC

Flanker
Flanker
Reply to  Jeovani
10 meses atrás

A alteração é mínima. Os 2 RCC do RS (1o em Santa Maria e 4o em Rosário do Sul) cederam, casa um, 6 VBCCC Leopard 1A5, somando 12 viaturas, que equipam os 3 RCB do RS (4o em São Luiz Gonzaga, 6o em Alegrete e 9o em São Gabriel) com 4 viaturas cada um. Assim, a dotação nominal do 2 RCC do RS fica em 48 viaturas Leo 1A5 e cads um dos RCB do RS com 4 Leo 1A5 e 12 Leo 1BE. Os 2 RCC do PR permanecem com 54 Leo 1A5 cada um e o 20o RCB… Read more »

Tutu
Reply to  Flanker
9 meses atrás

Uma vergonha essa situação, na prática esses RCBs só tem esses 1a5 mesmo, já que esses 1BE nem para atirar servem mais.

Roberto Santos
Roberto Santos
10 meses atrás

Acho engraçado esses carrinhos de brinquedo do EB, só gasto de dinheiro. Não enfrenta um exercito mediamente equipado. Os T55 do Iraque conhecem bem o que digo, foram eliminados na guerra do golfo.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Roberto Santos
10 meses atrás

O Cascavel também foi torrado lá…

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

João Moita Jr até o Abrams Sepv3, Leo 2A7 etc seriam torrados por uma força como a empregada na guerra do Golfo pelo titio SAM. A questão é a defesa para os carros e não os carros em si(os quais não devem operar sozinhos e desguarnecidos de defesa antiaérea ).

Últimas Notícias

Para pesquisador russo guerra na Ucrânia é um ensaio para um conflito com a OTAN

A invasão russa da Ucrânia é um "ensaio" para um conflito maior com os países que compõem a Otan,...
- Advertisement -
- Advertisement -