quarta-feira, setembro 22, 2021

Saab RBS 70NG

China sinaliza expansão de suas capacidades nucleares

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Hong Kong (CNN) – A China está construindo um segundo campo de silos de mísseis em seus desertos ocidentais, de acordo com um novo estudo, que os pesquisadores dizem sinalizar uma expansão potencial de seu arsenal nuclear e questionar o compromisso de Pequim com sua estratégia de “dissuasão mínima”.

Identificada por imagens de satélite, a nova base de mísseis na região chinesa de Xinjiang pode incluir 110 silos, disse o relatório divulgado no dia 26/7 pela Federação de Cientistas Americanos (FAS).

É o segundo campo de silo aparente descoberto este mês por pesquisadores, somando-se a 120 silos que parecem estar em construção na província vizinha de Gansu, conforme detalhado pelo Centro James Martin para Estudos de Não Proliferação.

Juntos, os dois locais significam “a expansão mais significativa do arsenal nuclear chinês de todos os tempos”, disse o relatório da FAS.

Durante décadas, a China operou cerca de 20 silos para seus mísseis balísticos intercontinentais de combustível líquido (ICBMs) chamados DF-5; agora, parece estar construindo 10 vezes mais, possivelmente para abrigar seu mais novo ICBM, o DF-41, de acordo com o relatório da FAS.

“O programa de silo de mísseis chinês constitui a construção mais extensa desde a construção de silos de mísseis dos Estados Unidos e da União Soviética durante a Guerra Fria”, disse o relatório. “O número de novos silos chineses em construção excede o número de ICBMs baseados em silos operados pela Rússia e constitui mais da metade do tamanho de toda a força de ICBM dos EUA.”

A postura de “dissuasão mínima” historicamente manteve as armas nucleares da China em um nível comparativamente baixo. O Stockholm International Peace Research Institute estima que a China tenha cerca de 350 ogivas nucleares, uma fração das 5.550 possuídas pelos Estados Unidos e 6.255 pela Rússia.

Mas a contagem de ogivas da China aumentou nos últimos anos, de 145 ogivas em 2006, de acordo com o instituto. O Pentágono prevê que o estoque chinês “pelo menos dobrará de tamanho” na próxima década.

“A postura da força nuclear da China tem evoluído constantemente nos últimos 10 anos com lançadores de mísseis móveis rodoviários recentemente acompanhados pelo bombardeiro H-6N com capacidade nuclear, um novo míssil balístico lançado por submarino e um número crescente de silos estáticos, dando à China um tríade nuclear cada vez mais robusta e com capacidade de sobrevivência”, disse Drew Thompson, ex-funcionário do Departamento de Defesa dos Estados Unidos e pesquisador sênior visitante da Escola de Políticas Públicas Lee Kuan Yew da Universidade Nacional de Singapura.

O relatório da FAS disse que a criação de 250 novos silos tiraria a China da categoria de “dissuasão mínima”.

“O aumento é tudo menos ‘mínimo’ e parece ser parte de uma corrida por mais armas nucleares para competir melhor com os adversários da China”, escreveram seus autores Matt Korda e Hans Kristensen.

“A construção dos silos provavelmente aprofundará ainda mais a tensão militar, alimentará o medo das intenções da China, reforçará os argumentos de que o controle de armas e as restrições são ingênuos e que os arsenais nucleares dos EUA e da Rússia não podem ser reduzidos ainda mais, mas devem ser ajustados para levar em conta o acúmulo do sistema nuclear chinês”, acrescentaram.

FONTE: CNN

- Advertisement -

88 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
88 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Bó
Pedro Bó
1 mês atrás

Os próximos a aumentarem seus arsenais nucleares serão Índia (intimidados pelos chineses) e Paquistão (em resposta aos indianos).

Camargoer
Camargoer
Reply to  Pedro Bó
1 mês atrás

Olá Pedro. Supondo que a capacidade mínima da China sejam 10 mísseis e 350 dispositivos. O texto fala que os EUA possuem 5,5 mil e a Rússia 6,5 mil. portanto um número muito superior ao que seria o mínimo para estes países também. Portanto, o caminho necessário é o da redução dos estoques nucleares dos EUA e da Rússia para números de três dígitos. Não faz sentido esperar que a China, Índia, Paquistão, Coréia do Norte, França e Inglaterra mantenham arsenais mínimos se as duas potências nucleares insistem em manter arsenais gigantes.

sergio
sergio
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Isso e o que se espera, mais como o texto tb diz Essa sera a desculpa, para ampliação, modernização, testes, novas capacidades.

Tamandaré
Tamandaré
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

E que garantias terão Rússia e EUA de que os chineses refrearão sua expansão de arsenal atômico caso estes primeiros reduzam seus estoque de ogivas operacionais? Resposta: NENHUMA. Nenhum planejador militar sério se baseia em promessas do inimigo! E quanto a China, certos estão eles! Se precavendo, aumentando seus estoques e fazendo frente aos reais “possíveis adversários”. Cachorro grande tem que brigar com cachorro grande. Se Pequim cresce, se desenvolve, se expande e começa a sentar à mesa dos adultos, devem fazer jus a posição conquistada! Os estoques de armas nucleares já existentes são suficientes para acabar com a humanidade.… Read more »

IBIZ
IBIZ
1 mês atrás

E o Brasil? Aumenta o fundo do poço pra cair ainda mais!

Agressor's
Agressor's
Reply to  IBIZ
1 mês atrás

A vingança pela guerra do ópio está vindo a cavalo!!! Já aqui são tantas décadas sendo cachorro das potências ocidentais que agora parte dos brazileirus está com medo de mudar de dono. O problema do braziu é servir todo mundo como se fosse serviçal e tratar mal seus filhos…

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Pedro
Pedro
Reply to  IBIZ
1 mês atrás

Não! Apenas os soldos e as pensões.

*calma galera.

Hellen
Hellen
Reply to  IBIZ
1 mês atrás

O brasil ja respondeu a altura,aprovou 6 bilhões para o fundo eleitoral !!!
Aqui é Brasil, país de pessoas compromissadas com o brasil !!! Kkkk

Zorann
Zorann
Reply to  IBIZ
1 mês atrás

Mas esta é nossa tradição. Não podemos mudar o que é tradicional.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
1 mês atrás

Vejo com bons olhos essa escalada nuclear no mundo. Os grandes players se preocupam com eles mesmo, enquanto isso países periféricos podem trabalhar em seus arsenais sem serem incomodados.

Quando os grandes fizerem os acordos de cavalheiros entre eles, e se voltarem para os pequenos, estes últimos agora estarão em menor desvantagem na mesa global de negociações. A dominação dos grandes pelos pequenos será cada vez menor.

Não que o Brasil vá entrar nesse jogo também, afinal na espécie humana, a raça brasileira vive numa realidade a parte.

Fernando C. Vidoto
Fernando C. Vidoto
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Cada nuke que a China constrói avança 1 segundo do “doomsday clock”. Estamos a 2 minutos para o fim do mundo…. E tem gente vibrando com isso.

https://en.wikipedia.org/wiki/Doomsday_Clock

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Fernando C. Vidoto
1 mês atrás

Rsrsrs acreditar que algum dia haverá uma guerra nuclear no mundo é uma idiotice nível terraplanista ou anti-vax.

Fernando C. Vidoto
Fernando C. Vidoto
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Falou o genio que atacou sem argumentos

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Fernando C. Vidoto
1 mês atrás

2 minutos para meia-noite é apenas uma música do Iron Maiden, cara. Nada mais. Pode relaxar.

Teropode
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Esquece este tal de terraplanismo , vc acaba dando é Ibope , não percebeu ainda não ?

Tamandaré
Tamandaré
Reply to  Fernando C. Vidoto
1 mês atrás

“Doomsday Clock” é bobagem de quem não tem o que fazer.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

“Vejo com bons olhos essa escalada nuclear no mundo”
Eu parei de ler aqui.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Heinz Guderian
1 mês atrás

Já tivemos essa escalada e terminou muito bem, ninguém se explodiu com armas nucleares. Leia o resto do comentário e talvez você compreenda o que eu quis dizer.

Se não compreender, dane-se, problema seu…

Teropode
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Tá bom , recite um poema de Maquiavel …agora !

Antoniokings
Antoniokings
1 mês atrás

Tudo culpa dos americanos que estão sempre provocando.
Agora, que aguentem as consequências.

Pablo
Pablo
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Americanos provocando?
Os americanos que construiram ilhas no mar do sul da china dentro de mares territoriais de outros países? Os americanos que querem ilhas japonesas? Os americanos que estao querendo território indiano?

Last edited 1 mês atrás by Pablo
Tomcat4,2
Reply to  Pablo
1 mês atrás

Os americanos já estão dentro e com bases em quase tudo que é local/país estratégico mundo afora, por isso não gastaram com ilhas artificiais e convenhamos, não temos visto a China derrubar governos a seu bel prazer e por seus motivos $$$$ mundo afora como o faz(mas comumente ) o titio SAM, Iraque e Libia que o digam né.

Pablo
Pablo
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Mas quem ta defendendo o EUA???????
E ter base em outro pais estrategico, com autorização desse pais, da direito a China (ou qualquer outro país) a construir ilha próximo a costa de outro pais (Indonésia se nao me enfano) sem autorização e reivindicar para si aquelas aguas???

Last edited 1 mês atrás by Pablo
Tomcat4,2
Reply to  Pablo
1 mês atrás

As ilha artificial não brotou da noite para o dia e ninguém impediu a China de construir as ilhas, será porque, um mal necessário, enquanto a China se fortalecer e essa nova guerra fria se manter, o dindin pra indústria bélica do titio Sam ta garantido capiche😉

Pablo
Pablo
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

A China, quando começou a costruir as ilhas, falou que seria para uma coisa e fez outra, ou seja, mentiu igual quando surgiu o coronavirus por exemplo.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Pablo
1 mês atrás

Mentir e da natureza humana, ainda mais para esconder falhas. A China mentiu sobra a gravidade da COVID quando ele surgiu, (não estou falando que foram eles que criaram), os Soviéticos mentiram sobre Chernobyl, os Americanos mentiram sobre a radiação dos testes nucleares de superfície e sobre a democrática e libertadora vigilância de seus cidadão e aliados.

Bosco
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Tomcat,
Acho estranho você menosprezar a responsabilidade daquele que agiu ativamente com dolo e cobrar pela omissão de quem você acha que deveria ter agido.
O principal “culpado” pelas ilhas artificias citadas tem nome , sobrenome e endereço e qualquer outra leitura diferente dessa eu particularmente considero equívoco intelectual.
Colocar na conta dos EUA até a responsabilidade das ilhas chinesas você não acha que tá exagerando não?

Last edited 1 mês atrás by Bosco Jr
Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Pablo
1 mês atrás

O Iraque pediu para eles saírem e ate agora nada. Cuba adora a base em Guantánamo, a Siria ainda e um país soberano e tem um governo no poder, não lembro do Assad pedir pelas tropas americana e não devemos nos esquecer das bases na Europa que eles tanto criticam por não gastar mais em defesa e contar com os EUA, más falar em desativar as bases deles lá nada.

Bosco
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Tomcat,
A China até agora só massacrou seu próprio povo a uma taxa nunca vista. Ela não fez nada de condenável no plano externo exatamente porque tinha um “doberman” na porta e não porque ela é boazinha e os chineses são seres angelicais e o partido comunista quer o fim da opressão no mundo, e sim porque tinha medo de uma força maior.
Quando essa força ruir aí sim você verá a verdadeira face da China.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Historicamente a China foi a maior potencia por 2 mil anos, nunca invadiu nenhum país depois do pais se consolidar e só caiu do posto por 200 anos. Não tinha nenhum doberman naqueles tempos, porque não tomaram toda a Asia?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Os eua tem uma moral seletiva : Combate ditaduras cruéis e sanguinárias pelo mundo, mas depende muito se essas são cooperativas ou não a Washington…

Tomcat4,2
Reply to  Adriano Madureira
1 mês atrás

Meu caro, se já viu o filme, FEITO NA AMÉRICA,com Tom Cruise baseado em fatos reais e O Senhor das Armas com Nicolas Cage, verás que além do q escreveu, q concordo, o titio SAM fabrica e municia seus ditadores sanguinários pra depois os combater. Não 5eem desertos repletos de equipamentos, muitos com pouco uso, a toa. A maquina da guerra não pode parar de produzir recursos e pra gerar demanda alguns países tem que sofrer o dano.

Bosco
Reply to  Adriano Madureira
1 mês atrás

Não são só os EUA que têm “moral seletiva” . Todos os países são assim. Na verdade isso é uma característica do ser humano e a exercemos todos os dias a todo momento. Não podemos criticar países dentro de um contexto histórico e cultural se nós somos assim e países são formados por pessoas. Veja o caso da China. Quer moral seletiva maior? Para implantar o paraíso do proletariado ela não hesitou em exterminar milhões de seus próprios cidadãos. Ou isso é invenção imperialista? Veja agora Cuba, que após a revolta popular “sumiu” com centenas de seus cidadãos, mas o… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bosco Jr
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Pablo
1 mês atrás

Isso não é problema americano.

Pablo
Pablo
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

ilhas artificiais destruindo recifes, querendo tomar território de outros países. Mas é o EUA , a Índia, Japão, e todos outros paises do mar do sul da China que estao provocando a China tambem????

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Pablo
1 mês atrás

Que os EUA se preocupem com a poluição que causam no Golfo do México.
Mar do Sul da China é problema chinês e os americanos terão de acostumar com isso.

Pablo
Pablo
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Falo o chines que nao sai do Brasil.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Pablo
1 mês atrás

A China apenas aprende com os seus erros do passado e se prepara para o futuro. Já sofreram muito com países estrangeiros invadindo é invadindo pelo mar. Já os EUA gostam do provocar e amedrontar os demais países com o envio de seus grupo de batalhas para lá e para cá. Normal, toda potencia fazer isso.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 mês atrás

A Guerra Fria 2.0 continua a todo o vapor.
Rezo para que a humanidade saia inteira dessa nova Guerra Fria, da mesma maneira que saímos ilesos da última Guerra Fria.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Vc está equivocado, milhões pereceram pelo mundo por conta dessa tal de “guerra fria” que de fria nunca teve nada…Guerra por procuração, golpes de estado, patrocínio e promoção de ditaduras sanguinárias/grupos terroristas, assassinatos políticos…O leque de formas como todos os tipos de atrocidades e crimes se deram nesse evento foram inúmeros…

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

Não me esquecí dos milhares de mortos causados por conflitos de procuração e por golpes e ditaduras financiadas pelos dois lados.
Mas quando eu falo que a humanidade “saiu inteira”, me refiro a uma guerra nuclear, que seria ainda pior do que todas essas guerras de procuração.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Só na mão do grande herói e libertador dos oprimidos, Mao Tsé-Tung, foram dezenas milhões…através das políticas e dos expurgos políticos de seu governo entre 1949 a 1976, que provocaram a morte em massa de 50 a 80 milhões de pessoas…

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Agressor's
Agressor's
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

“A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística”

Joseph Stalin.

Killing Joke – Love Like Blood

https://www.youtube.com/watch?v=TnpwuRlXbhk

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Bosco
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

E não se esqueça de colocar na conta cerca de 100 milhões de chineses trucidados pelo PCC em 20 anos para implantar o comunismo de modo a libertar esses povos da opressão capitalista.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Tá respondido pela resposta ao Willber Rodrigues..

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Sinceramente eu nunca consigo entender essa conta dos 100 milhões, se você puder me explicar Bosco, eu ficaria agradecido.

Em 1950 haviam 546 milhões de chineses. Em 75 haviam 916 milhões, portanto quase o dobro de 1950. Se morreram 100 milhões em 20 anos, esse número de chineses em 75 era para ser ligeiramente menor não? Pelo menos uns 50 milhões, dada a taxa de natalidade da época. Poderia me explicar melhor Bosco?

Não que eu esteja duvidando das atrocidades do PCCh, mas este número de 100 milhões soa irreal.

Bosco
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Realmente Inimigo. Eu também acho que pode ter sido majorada. De qualquer forma mesmo sendo 10 x menor (ou 20 vezes) ainda é um absurdo o que o PCC (esse mesmo que está agora dando as cartas por aí e posando de civilizado e científico) fez para levar a revolução ao país e que no final das contas só fez substituir a classe dominante e instalou no poder uma turba de lunáticos que se acreditam moralmente superior à plebe e com direito de lhes ditar o destino à revelia da vontade popular.

Segatto
Segatto
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

A resposta é taxa de fecundidade altíssima, nas décadas de 1950 e 1960 a taxa de fecundida chinesa era em torno de 5 a 6 filhos por mulher, com proporção entre sexos semelhante a 1, os progenitores (2) dão origem a uma próxima geração de 5 ou 6, com a próxima geração então sendo de 2,5 a 3 vezes maior que a anterior (2 progenitores seguidos por 5 ou 6 filhos), sendo que o intervalo de uma geração e outra é de cerca de 20 ou 30 anos, já consegue ver porque a população chinesa cresceu mesmo com a grande… Read more »

Bosco
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Perdão! Escrevi primeiro e fui conferir depois. Na verdade as diversas fontes (de vários países) dão como mais exata a conta de 77 milhões de cidadão chineses assassinados por Mao.

Bosco
Reply to  Bosco
1 mês atrás

E de 40 milhões por Stalin.

Avai2021
Avai2021
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Fato.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Problema chinês amigo…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

Dessa guerra fria, a única coisa boa dela foi o queijo de Chernobyl que comprávamos da holanda…

Bosco
1 mês atrás

Esse esforço chinês só fará com que mais um tratado entre a Rússia e EUA desabe, como fizeram com o tratado INF. Hoje, Rússia e EUA se limitam graças ao New START (válido até 2026) a ter no máximo 1500 ogivas nucleares “estratégicas” e 700 “vetores”. *As armas táticas não fazem parte desse acordo e portanto, não são limitadas por ele. Rússia e EUA terão que tirar as suas mais de 4000 armas nucleares estratégicas do estoque e dar uma boa espanada. Provavelmente veremos os Minuteman novamente armados com 3 MIRVs cada e cada Trident com 14 MIRVs. Vida que… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
1 mês atrás

A única e fundamental diferença é que a China tem US$ 3 trilhões disponíveis para comprar o que quiser a curto prazo enquanto a Rússia vai levando a vida e os EUA estão devendo até as cuecas ao Capeta.

Teropode
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

O agiota vai ter trabalho prá receber esta grana 😎😎😎😎

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Três trilhões equivalentes.
Cerca de 1 trilhão de dólraes em espécie depositados em bancos chineses.
É muita grana.

Avai2021
Avai2021
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

O ranço americano permeia a sua vida hein. Ilumine sua vida com conhecimento e sabedoria. Infelizmente a sua contribuição nos comentários pouco contribue para ser levado a sério. Uma pena estar virando uma figura folclórica do fórum. Eleve o debate.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Avai2021
1 mês atrás

Vc ler, para mim, é um grande avanço.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Bosco
1 mês atrás

É serio mesmo que vc acredita que algum desses países cumprem esses tipos de tratados?

Bosco
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

Não acredito nem deixo de acreditar. Eu sei é que ele existe e tem mecanismos que provê a ambos a capacidade de verificação do seu cumprimento. Agora, se a fadinha do dente esconde ogivas e bombas de um ou outro lado aí realmente eu não faço a mínima ideia. rssss O que é sabido é que hoje existem no máximo 700 lançadores estratégicos implantados (ICBMS, SLBMs e bombardeiros) de lado a lado e no máximo 1550 ogivas operacionais. Cada bombardeiro conta como sendo um lançador e uma ogiva. Do lado americano há ainda algo como 1000 “bombas e mísseis ar-sup”… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

Olá Agressor. Os tratados incluem mecanismos de verificação. Por exemplo, no caso do Brasil e Argentina, os dois governos criaram uma agência independente que faz a contabilidade de material nuclear. Os técnicos da ABACC não estão preocupados em como é feito o enriquecimento, mas sim de quanto minério ingressa na usina de enriquecimento, quanto minério é descartado e quanto material enriquecido é produzido. Monitorando estes números, é possível saber se um dos dois países estaria produzindo secretamente material para uma bomba, por exemplo. Também é famosa as fotos dos B52 com asas serradas para serem fotografados pelos satélites soviéticos para… Read more »

Avai2021
Avai2021
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Otimo comentário com embasamento técnico. Show.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Olá Bosco. Bom ter notícias suas. Concordo com você que estamos vendo uma corrida armamentista em torno do numero de ogivas nucleares. Contudo, o seu raciocínio também pode ser aplicado em sentido contrário. Os EUA, Russia E CHINA podem assinar um novo tratado Start para a redução das armas nucleares dos EUA e Russia e manutenção do arsenal Chines em números pequenos. Se a China está aumentando o sue arsenal porque EUA e Russia tem arsenais enormes, o caminho é reduzir os arsenais destes dois países para conter a ampliação dos arsenais dos outros países.

Bosco
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Camargoer, Pelo histórico do que ocorreu com o INF eu temo que não será esse o caminho a ser seguido pelas potências. Enquanto russos e americanos ficaram por mais de 30 anos sem desenvolver e implantar mísseis de curto e médio alcance lançados de terra os chineses investiram pesadamente nos seus DFs com um monte de números na frente. Os EUA usou como desculpa o tal sistema Iskander K mas visava mesmo era reverter a vantagem chinesa nesse segmento. Os russos , diga-se de passagem, adoraram, porque também temem os chinas às suas portas. Não sei quanto aos russos mas… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Camargoer, eu acho que essa seria a melhor e mais lógica solução também, mas não acredito que a própria China queira embarcar nessa. De fato, acredito que a China elevará em muito os gastos militares no geral e tente alcançar paridade ou até mesmo superar, pelo menos os EUA, em armamento nuclear para forçar um maior nível de gastos nesse tipo de armamento além dos gastos com forças convencionais e de quebra fazer alguma espécie de afirmação política de que pode fazer o que bem entender sem maiores consequências.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Ola Leandro. A redução dos estoques nucleares será o resultado da iniciativa de grandes estadistas. O Barão de Itararé tem um aforismo que se aplica bem para o atual contexto. “de onde menos se espera é de lá que nada sai”. Biden e Putin estão no poder há anos e nunca tiveram qualquer iniciativa em direção á redução dos arsenais nucleares. Eu tenho esperança que Kamala Harris seja a primeira grande estadista do Sex XXI nos EUA. Talvez ela seja capaz de bancar uma iniciativa nesta direção. Gorbachev propôs para Reagan o total banimento das armas nucleares em um encontro… Read more »

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Que desabe! a Rússia consegue construir mais armas nucleares que qualquer nação do mundo, beneficiadas pela maior reserva de plutônio do mundo.

Guilherme
Guilherme
1 mês atrás

Para quem uma definição para hipocrisia, baseado na matéria acima, dá pra ser um resumo mais ou menos assim: “país X tem mais de 5 mil ICBMs e histórico de invasões a outras nações fica “horrorizada” com o aumento de número de ICBMs do país Y, que com o aumento chegará a, em torno, de 10 a 15% do número total de X.” Não sou estrategista militar, mas entendo que armas nucleares, que já são as verdadeiras armas de dissuassão – ainda mais agora dotado de hipervelocidade – é o que qualquer país tem que possuir pra realmente se considerar… Read more »

Bosco
Reply to  Guilherme
1 mês atrás

Guilherme, Não sei o nível do seu conhecimento em tecnologia militar e aeroespacial, mas desde a década de 50 do século passado que as armas nucleares são lançadas por armas com “hipervelocidade”. Todos os mísseis balísticos, mesmo os de curto alcance, possuem veículos de reentrada (ogivas) com velocidade hipersônica. Essa ênfase no termo “arma hipersônica” é surreal e faz parte de uma narrativa construída para enganar os ingênuos, não sei com qual objetivo. *Um ICBM ou SLBM atinge Mach 25, na verdade como sua trajetória é na maior parte no espaço (acima da linha de Karman) não há o que… Read more »

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Ingênuos como os EUA que estão investindo neles? Não faz sentido.

Você é um ser controverso, graças a Deus eu ter um QI acima da média, e sobretudo saber ler para captar no ar essas suas contradições.

Bosco
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Perfeito Bruno

Bosco
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Inimigo (não meu, devo salientar), Você tem dificuldade de entender o que eu escrevo. Por “ingênuo” eu me referi aos leitores que se deixam levar pelo termo “armas hipersônicas” , que ao meu ver tem função panfletária. Não me referi às armas ditas hipersônicas. Essas têm função bem definida pelos players que pretendem adotá-las. Como o Bruno disse abaixo, a China e Rússia as querem num primeiro momento para penetrar as defesas americanas e europeias (comumente denominadas de “escudo antimíssil”) com armas nucleares e para penetrar as defesa navais (Aegis, E-2D/F18) com armas convencionais. Já os americanos as querem para… Read more »

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Mas essas armas atingem essa velocidade na reentrada numa trajetória vertical, onde inclusive eu acredito que de para rastrear o lançamento e o míssil demora um pouco para chegar ao espaço etc
Os novos misseis hipersônicos percorrem uma trajetória horizontal como os misseis de cruzeiro e anti-navio, onde o rastreamento e a interceptação devem ser mais difíceis, além de serem menores e poderem atacar num curtíssimo intervalo de tempo alvos moveis e recém rastreados, os misseis balísticos são mais destinados a alvos fixos.

Bosco
Reply to  Munhoz
1 mês atrás

Munhoz, O termo “Mach” e “hipersônico” só têm razão de serem adotados em relação a velocidades de “objetos” que se deslocam dentro da atmosfera. Ninguém diz por exemplo que um satélite em órbita está a Mach 25 ou que a Apolo foi para a Lua a Mach 40, porque tais objetos se movem no espaço. É por isso que chamam esses novos mísseis que se deslocam a maior parte do tempo (80 % para um HGV e 100% para um míssil cruise) dentro da atmosfera de “hipersônicos” e não usam o termo hipersônico para um míssil balístico (no caso me… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bosco Jr
Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

Um país só é respeitado militarmente se possuir capacidade nuclear, países que não tem essas capacidades só brincam de defender seus territórios, e isso é um fato.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

alguns usam remédio tarja vermelha para a defesa, que é nada mais que um paliativo, outros usam tarja preta…

E outros usam remédios sem tarja( Soft power), sem eficácia alguma, dependendo de com quem você irá tentar usá-los.

Tomcat4,2
1 mês atrás

A China cresce em poder e capacidades de forma absurda e a passos beeeeeeeem largos.

Filipe
Filipe
1 mês atrás

A China já tem 3000 ogivas, oficialmente serão sempre 300, a China esta correndo para aumentar a sua capacidade material físsil como plutônio e o uranio ,em 2030 a China vai ter a mesma capacidade de produção de armas nucleares da URSS, serão 1500 ogivas por ano, facilmente poderão ultrapassar a Rússia e os EUA, dai a razão do medo dos EUA em incluírem a China nos tratados internacionais de redução armamentista.

M.@.K
M.@.K
1 mês atrás

Estranho é que estes pontos não aparecem no Google Maps ou no Earth… vai ver, foram construídos nos últimos cinco meses.

Teropode
1 mês atrás

É difícil imaginar que eles agiriam diferente . Segue o jogo …

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Quem pode ter Hard power é assim mesmo ! Quem não pode fica só no soft power e com um poder militar faz de conta…

Teropode
Reply to  Adriano Madureira
1 mês atrás

Já já os Japas entram neste seleto clube , basta Washington cochilar e deixar Taiwan capitular , vai ser o ó do borogodo , todo mundo na região “trepado” com nucleares !!!!!!! ( No caso Japonês o melhor é mantê-las espalhadas pelos sete mares ….

Jacinto
Jacinto
Reply to  Teropode
1 mês atrás

O Japão tem o maior estoque de plutônio do mundo, suficiente para produzir mais de 5 mil ogivas nucleares.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 mês atrás

Off-Topic: Presidente dos EUA alertou para a possível ameaça de guerra com a Rússia devido a supostos ataques cibernéticos e alegou que a Rússia já estaria interferindo nas eleições de meio de mandato do próximo ano. Nesta terça-feira (27), o presidente norte-americano, Joe Biden, durante discurso para a comunidade de inteligência dos Estados Unidos, alertou sobre a possível ameaça de guerra com a Rússia, resultante de alegados ataques cibernéticos, e afirmou que Moscou já estaria intervindo nas eleições de 2022. “Acho mais provável que acabemos em guerra, uma verdadeira guerra de tiros com uma grande potência. Será consequência de uma violação… Read more »

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Adriano Madureira
1 mês atrás

Certamente João Bidé só quer demonstrar sua virilidade com essas insinuações bélicas…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 mês atrás

comment image

Quem pode ter Hard power é assim mesmo ! Quem não pode fica só no soft power e com um poder militar faz de conta…

comment image
comment image

Last edited 1 mês atrás by Adriano Madureira
Munhoz
Munhoz
1 mês atrás

Em comentários passados eu já tinha dito que a China não ia ficar com apenas 350 ogivas, é óbvio que ninguém vai reclamar quando a maior economia do mundo tiver umas 2000 ogivas

Últimas Notícias

Grupo de Artilharia Antiaérea realiza exercício de tiro real

Praia Grande (SP) – O 2º Grupo de Artilharia Antiaérea participou, no período de 13 a 17 de setembro,...
- Advertisement -
- Advertisement -