segunda-feira, novembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

Para atingir metas climáticas, China vai construir 150 usinas nucleares por US$ 440 bilhões

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A China está planejando pelo menos 150 novos reatores nos próximos 15 anos, mais do que o resto do mundo construiu nos últimos 35

A energia nuclear já pareceu a melhor esperança do mundo para um futuro neutro em carbono. Após décadas de estouros de custos, protestos públicos e desastres em outros lugares, a China emergiu como o último grande crente do mundo, com planos para gerar uma quantidade impressionante de energia nuclear, rapidamente e a um custo relativamente baixo.

A China revelou, ao longo do ano, o amplo escopo de seus planos para o nuclear, uma ambição com nova ressonância dada a crise energética global e os apelos à ação emanados da Cúpula do Clima COP26 em Glasgow. Maior emissor do mundo, a China está planejando pelo menos 150 novos reatores nos próximos 15 anos, mais do que o resto do mundo construiu nos últimos 35. O esforço pode custar até US$ 440 bilhões; já em meados desta década, o país ultrapassará os EUA como o maior gerador de energia nuclear do mundo.

O governo nunca teve vergonha de seu interesse pela energia nuclear, junto com fontes renováveis ​​de energia, como parte da meta do presidente Xi Jinping de tornar a economia da China neutra em carbono até meados do século. Mas no início deste ano, o governo apontou a energia atômica como a única forma de energia com metas provisórias específicas em seu plano oficial de cinco anos. Pouco depois, o presidente da China General Nuclear Power Corp., apoiada pelo Estado, articulou a meta de longo prazo: 200 gigawatts até 2035, o suficiente para abastecer mais de uma dúzia de cidades do tamanho de Pequim.

Outros países teriam que se esforçar para pagar pelo menos uma fração dos investimentos da China. Mas cerca de 70% do custo dos reatores chineses são cobertos por empréstimos de bancos apoiados pelo Estado, a taxas muito mais baixas do que outras nações podem garantir, disse François Morin, diretor da Associação Nuclear Mundial para a China.

Isso faz uma enorme diferença porque a maior parte do custo da energia atômica está na construção inicial. Com juros de 1,4%, o mínimo para projetos de infraestrutura em lugares como China ou Rússia, a energia nuclear custa cerca de US$ 42 por megawatt-hora, muito mais barata do que carvão e gás natural em muitos lugares. A uma taxa de 10%, na extremidade superior do espectro nas economias desenvolvidas, o custo da energia nuclear chega a US$ 97, mais caro do que tudo o mais.

“As pessoas dizem que a energia nuclear é cara no Ocidente, mas se esquecem de dizer que é cara por causa das taxas de juros”, disse Morin.

A China mantém os custos exatos em segredo de estado, mas analistas como a BloombergNEF e a Associação Nuclear Mundial estimam que a China pode construir usinas por cerca de US$ 2.500 a US$ 3.000 por quilowatt, cerca de um terço do custo de projetos recentes nos EUA e na França.

A meta de 2035 de 147 gigawatts adicionais custaria entre US$ 370 bilhões e US$ 440 bilhões, um ganho potencial para os investidores da CGN Power Co., da China National Nuclear Power Co. e da China Nuclear Engineering & Construction Corp.

A China também espera que seus projetos domésticos persuadam potenciais compradores estrangeiros. Em 2019, o ex-presidente da China National Nuclear Corp. disse que a China poderia construir 30 reatores no exterior que poderiam render às empresas chinesas US$ 145 bilhões até 2030 por meio de sua Belt and Road Initiative.

Usina Nuclear Unit-2 K-2 em Karachi, no Paquistão, construída pela China
O reservatório de combustível irradiado dentro de uma unidade de reator na Usina Nuclear de Dayawan em Shenzhen em 2019
O reservatório de combustível irradiado dentro de uma unidade de reator na Usina Nuclear de Dayawan em Shenzhen em 2019

FONTE: Bloomberg

- Advertisement -

136 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

136 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flávio
Flávio
1 ano atrás

Por falar em energia nuclear, alguém sabe como anda a construção de Angra 3? Um país de proporções continentais como o Brasil merecia mais usinas nucleares.

Ramon
Ramon
Reply to  Flávio
1 ano atrás

Até onde eu sei ainda então paradas por causa de coisas ligadas a lava jato, só tem algumas equipes de manutenção para não deixar perder o que já foi feito, tem uma reportagem recente da Record que fala sobre ela e outras obras paradas depois procura no YouTube, e só para complementar acho que não veremos outros projetos desse tão cedo a sociedade brasileira tem um preconceito enorme com usina nuclear, aqui a tendência é é investimentos ligados a energia solar e eólica.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Ramon
1 ano atrás

Legal fera, então a culpada é a lava jato. Não são os desvios de dinheiro e nem a enrolação que não faz a obra andar. Assinado: Taqparil.

Realista
Realista
Reply to  Mensageiro
1 ano atrás

Sim inclusive por quebrar uma das 15 maiores construtoras do mundo ( Odebrecht )
Graças ao Sergio Morto e Lava-jato

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Realista
1 ano atrás

Quebrou a empresa por mostrar que ela só ganhava dinheiro na base da corrupção, lavagem de dinheiro e sonegação de impostos.
Ela só sabia trabalhar assim e sem ser assim não vive.
Sendo que, nesse esquema, só quem ganhava era ela e os políticos e quem perde e o povo que paga imposto.
Ela quebrar, não muda a vida do pião que trabalha nela, pois sempre vai ter outra que contrate.

Red Pill
Red Pill
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

A Loockhed Martin está envolvida em propinas e escandalos de corrupçao desde que foi criada na década de 40, até hoje ninguém nunca foi preso, eles são patriotas. Agora te pergunto: qual indústria de defesa está melhor, a nossa ou a deles ?

Pedro
Pedro
Reply to  Red Pill
1 ano atrás

Os incautos vivem neste mundinho, como eu já disse, não se quebram empresas estratégicas, prende-se os envolvidos.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Pedro
1 ano atrás

Bom dia, o problema é que não prendem… Aliás, prendem sim, quem furta um sabonete no mercado….

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Pedro
1 ano atrás

E.X.A.T.A.M.E.N.T.E! prende-se os envolvidos E MANTÉM OS EMPREGOS…

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Adriano Madureira
1 ano atrás

A legistação brasileira é diferente da americana.

Não existe comparação.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Pedro
1 ano atrás

Exato..

só que como os colegas ai frisaram muito bem a empresa não é capaz de sobreviver com jogo limpo.

Como eu disse acima, a mídia brasileira era assim..

Por muitos anos trabalhei em grupo de mídia “de direita” que também vivia de dinheiro público.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Red Pill
1 ano atrás

Já foi muito americano de pijama laranja e mãos algemadas para cadeia por causa de corrupção.

Da uma vasculhada no Google ai depois você me fala.

Pedro
Pedro
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

O certo é apenas prendes os envolvidos, se liga! Não se quebram empresas estratégicas, BOEING já foi envolvida em corrupção, os americanos a quebraram?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Pedro
1 ano atrás

A legislação brasileira não permite quem tem problema com a justiça e condenação trabalhista participar de licitação pública.

Vem por mundo real…

De qualquer maneira a Odebrech poderia continuar participando de projetos fora do Brasil, por que não participa ? por que o que conseguia era graças ao “amigo” PR…

Por que será ?

Ed Sanches
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

A Odebrecht se tornou grande no governo militar.


Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

Não é só a Odebrecht,

a mídia brasileira era acostumada a viver assim.

JEFFERSON FERREIRA DA SILVA
JEFFERSON FERREIRA DA SILVA
Reply to  Realista
1 ano atrás

Ué se ela fosse competitiva e não vivesse somente do ilícito não quebrava!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  JEFFERSON FERREIRA DA SILVA
1 ano atrás

Não é tão simples assim.
Empresas de engenharia desse porte têm várias obras com diversos Governos.
Se aquela ‘Oganização’ (na palavra de Ministros do STF) colocava sob suspeitas alguns contratos, era o suficiente para bloquear praticamente toda a operação da empresa.
Sem contar os prejuízos a sua imagem e dos funcionários.
Ao final, os membros da ‘Organização’ estão ricos e vários deles estão sendo processados e/ou entrando para Política.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Não é bem assim, toda empresa tinha que ser bloqueada mesmo, pois havia um “departamento de operações estruturadas” que pagava propinas a políticos, muitas leis e MPs foram aprovadas na base da propina, na minha opinião todas elas deviam ser anuladas e os parlamentares suspensos. A tal empresa, por óbvio, tinha que ser desmontada pois a democracia não existia, era tudo comprado, o resto é conversa fiada. O presidente da república na época tinha o congresso comprado, podia ter feito mil reformas importantes (fez algumas) no Brasil, pois os deputados eram comprados para votar sim, podia ter mudado os rumos… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

A Odebrecht, onde entrou foi na sujeira e não foi só no Brasil.

Era o esquemão..

O dinheiro ia e voltava por fora.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Mensageiro
1 ano atrás

sim, pq em um país decente as obras iriam continuar mesmo com investigação e prisões, essa usina é estratégica para o país.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Em um país decente ela já estaria pronta a décadas e por um terço do preço.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

é vdd

ANTONIO SANTOS
ANTONIO SANTOS
Reply to  Mensageiro
1 ano atrás

Sim, a tal lava jato que praticamente não prendeu ninguém e quebrou milhares de empresas importantes do país e jogou um monte de trabalhador para o desemprego.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  ANTONIO SANTOS
1 ano atrás

E acabou de ser anunciado que mais um integrante dela, abandonou o serviço público para ‘entrar na política’.
isso só demonstra os propósitos daquela ‘Organização’.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  ANTONIO SANTOS
1 ano atrás

O desemprego e por causa da crise econômica causada pela queda dos preços das comoditis. Tanto faz se as empresas estivessem envolvidas em falcatruas ou não.
Se a econômia estivesse bem, as empresas falidas seriam substituídas por outras rápido pois a demanda não teriam sumido. Só porquê o padeiro morreu e que o povo nunca mais come pão.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mensageiro
1 ano atrás

Juiz entrou para a política.
Procurador acabou de anunciar que vai entrar para a política.
Entendeu?

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Mensageiro
1 ano atrás

A lava jato falhou em não investigar a todos, tipo psdb ( álvaro dias )…A lava jato foi utilizada como trampolim político de poder, este planejamento provavelmente foi idealizado em outra opedração, a operação banestado ( vergonha absoluta )
Abraços

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Ramon
1 ano atrás

Na verdade esta parada por falta de dinheiro. Na última vez que vi, estava orçado em mais 30 bilhões só para terminar ela.
Como no texto diz, no ocidente e mais caro pelos juros e no Brasil ainda mais.

SmokingSnake ?
SmokingSnake ?
Reply to  Ramon
1 ano atrás

Angra 3 tem décadas que não vai para frente e a culpa é 1 ano de lava jato kkkkk

Rui Chapéu
Rui Chapéu
1 ano atrás

Engraçado…. os comunistas fazendo o certo pro mundo, fazendo o melhor tipo de matriz energética que existe.

E aqui ou na Europa, os comunistas(vulgo esquerda) que ficam travando esse mesmo tipo de desenvolvimento.

Vide a Alemanha que está cada vez mais diminuindo suas matrizes nucleares.

O Brasil deveria fazer mais usinas nucleares, mas se até pra um submarino teve protestos….

Matheus S
Matheus S
Reply to  Rui Chapéu
1 ano atrás

Parece que a Alemanha está revisando o conceito de diminuir a matriz energética nuclear.

Pedro
Pedro
Reply to  Matheus S
1 ano atrás

Isso. Inclusive, após assinar ontem na COP-21 o acordo de redução das emissões dos gases provenientes do carvão mineral.

Flávio
Flávio
Reply to  Rui Chapéu
1 ano atrás

Para país continentais como Brasil, Austrália e China investimentos em energia eólica e solar são um caminhão natural.
Agora a Alemanha com seu clima investindo em energia solar é um tiro no pé.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Flávio
1 ano atrás

E a China que já é a maior do setor de energia eólica, acabou de anunciar que vai ultrapassar o Reino Unido na geração offshore.
Chineses não descansam

04/11/2021
http://www.yicaiglobal.com/news/china-offshore-wind-energy-capacity-is-set-to-top-the-uk-as-world-biggest-this-year

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Flávio
1 ano atrás

Depende, de onde viria o urânio das usinas Alemãs?
Se ela tiver minas de urânio em seu solo concordo, agora se ela tiver que comprar fora e ficar nas mãos de um pais, então que ninguém critique eles por comprar gás da Rússia.

Sensato
Sensato
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

Ué. E eles já não estão na mão de alguém? Nesse caso da Rússia? Como isso é melhor que estar, por exemplo, nas nossas, que temos a sexta maior reserva mundial e capacidade para enriquecer?

Sensato
Sensato
Reply to  Flávio
1 ano atrás

São importantes mas não as únicas. Quando se fala em matriz energética, a diversificação é importante.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Flávio
1 ano atrás

E estamos avançamos rapidamente no caso da eólica.

Sensato
Sensato
Reply to  Rui Chapéu
1 ano atrás

Protestos aqui sempre existirão. Se tu fizer uma campanha de distribuição de alimentos para pessoas que perderam o emprego em função da pandemia, é quase certo que apareça alguém reclamando que seu ato tem motivações políticas ou que você quer fazer isso pra se promover ou ainda que doar alimentos prejudica os comerciantes ou que você quer manter as pessoas na eterna dependência, sei lá.

Agora, vá protestar lá onde farão as 150 usinas e você irá para o mesmo buraco do urânio empobrecido…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Rui Chapéu
1 ano atrás

Rui, a vasta maioria da esquerda européia não é comunista (estão MUITO longe de serem, por sinal). Outrossim, é preciso lembrar que é muito mais fácil avançar projetos como esse em um regime autoritário do que em uma democracia, onde processos e manifestações populares, fundados em um medo injustificado, dificultam – e muito – a construção de usinas nucleares. E vale ressaltar um ponto que os próprios chineses fizeram, no Ocidente usinas nucleares são extremamente caras de serem construídas e o retorno do investimento é demorado, o que, em uma sociedade que visa o lucro (o que eu apoio, mas… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Bruno Vinícius
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
1 ano atrás

Estão mais que certos, hoje a energia nuclear é a fonte de energia mais segura, limpa e barata que existe. Queria eu que o Brasil construísse ao menos 10% destes reatores aí. A Alemanha resolveu trocar tudo por energia solar e eólica e estão se estrepando, a produtividade caiu e o preço foi lá para cima, por uma simples razão: estas fontes não foram feitas para uso em larga escala, e estão sempre sujeitas às intempéries do clima. Turistas e moradores agora reclamam da poluição visual e sonora, assim como a indústria local se reclama dos preços absurdos, bem maiores… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Nuclear não é a energia mais segura, mais limpa e barata. Seguro: Quantos acidentes com renováveis conhece? E quantos acidentes com nucleares conhece? É raro acontecer mas quando acontece… Limpa: Não produz CO2 mas produz constantemente durante o seu ciclo de vida resíduos nucleares e contamina outros. Fica mais caro o tratamento destes do que fazer uma central. Barato: Demora mais tempo a dar lucro mas depende dos contratos. Como os exemplos dados no artigo. As energias renováveis não são responsáveis pela subida dos preços mas os preços do gás. E podem produzir em larga escala, o problema é alinhar… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

ja errou na primeira linha amigo… . A usina é extremamente segura e o lixo produzido por ela muito é inferior ao que as tais energia renováveis (eólica e solar) produzem. Não faz nem um ano a barragem de uma hidroelétrica rompeu na índia levando geral. e todo lixo gerado por angras 123 ta dentro de um galpão e da pra ver que pouca coisa . Único problema da energia nuclear é que você em que ter responsabilidade ao usar ela… que é a mesma reponsabilidade que você teria com as outras fontes. . Se for ficar nesse papinho raso… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Henrique
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Num é. Quantos reatores foram construídos no mundo e quantos foram acidentados? Acho que um ventilador decepa mais dedos proporcionalmente. Inclusive há estudos que mostram que a energia nuclear foi a que menos provocou mortes por GW, mesmo com acidentes catastróficos como Chernobyl e Fukushima.

https://www.statista.com/statistics/494425/death-rate-worldwide-by-energy-source/

Helder Lopes
Helder Lopes
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Que lixo produzem a energia solar e energia a eólica?

Henrique
Henrique
Reply to  Helder Lopes
1 ano atrás

As pás e os matérias que fazem a conversão foltovoltaica não possuem método de reciclagem viável e acabam poluindo o meio ambiente. Custo alto de produção para uma geração mínima de energia. . . A nucelar tem lá o problema do uranio empobrecido e do reator, mas o material gerado perto da energia que foi produzida é insignificante. . Assim, não to dizendo que deve descartar essas energias, mas para a produção primária e que é indústria e comercio tem que ser nucelar… só ela vai da conta da necessidade de energia. Deixa a eólica ou solar para situações muito… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Henrique
Hcosta
Hcosta
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Não, muitas empresas já produzem energia para consumo próprio e venda.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Henrique
1 ano atrás

isso é só a ponta do Iceberg, tem que mineirar o material para fazer as placas, as hélices, as baterias, e tudo isso rápido tem que ser trocado, gerando lixo e mais lixo em grandes volumes, destruindo vários quilômetros quadados de habits de várias espécies diferetes, já as usinas nucleares requerem um espaço menor, geram menos lixo, uma vez feira não precisa ser parcialmente refeita a cada x anos, o lixo pode ser enterrado no meio de floresta em um lugar blindado, onde não vão tirar espaço de várias espécies nem emitir radiação nociva, não precisa ficar perfurando o planeta… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Sabe qual é a quantidade de solo que tem de ser minerado para obter uma grama de urânio?
E ainda nenhum país encontrou uma solução aceitável para os resíduos nucleares e todos os outros materiais contaminados. Veja o que os EUA já gastaram num aterro e ainda não têm a certeza que vai funcionar.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

sabe a quantidade de solo e subsolo para mineirar, manganês, ferro, petróleo, bauxita e silício?

J R
J R
Reply to  Helder Lopes
1 ano atrás

Hoje um grande problema ambiental na europa é o que fazer com as pás dos moinhos das usinas, não dá pra reciclar, uma das saídas esta sendo enterrar, e nós sabemos bem o que os europeus fazem com seu lixo, daqui a pouco vão aparecer depósitos gigantescos na África onde vão jogar de qualquer jeito e dane-se os nativos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Henrique
1 ano atrás

“Meu Deus…” Eu não disse que uma central nuclear não é uma opção viável. Pode ser mas temos de ter em conta os seus riscos. Os acidentes nucleares não são assim tão raros e quando acontecem afetam milhões de pessoas. https://en.wikipedia.org/wiki/Nuclear_and_radiation_accidents_and_incidents E não me parece que o risco de acidente seja um argumento inválido. E em todas estas era, certamente, impossível haver um acidente. E se houver uma alternativa às viagens de avião que seja mais segura e eficaz então que se acabe com os aviões. A questão é que não há, mas para a produção elétrica há. As grandes… Read more »

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Tá bom, põe na conta as milhares de baterias de lítio da energia solar sendo descartadas, e outros metais altamente tóxicos. Quero ver se serão menos danosos que os rejeitos de urânio.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Claro que são. Podem ser recicladas.
E que exemplo. Apesar de ser ligeiramente tóxico em estado puro, não se compara a material radioativo.
Se ainda fosse o chumbo ou ácido das baterias atuais, essas sim com grande potencial de poluição. Mas mesmo estas são muito menos perigosas do que material radioativo ao nível que se encontra numa central nuclear.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

É aí que está irmão, usinas nucleares são mais fáceis de serem inspecionadas por órgãos independentes, dá para ver de longe. Já os caras com carros elétricos podem querer sumir com a bateria num lago qualquer.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Henrique
1 ano atrás

O lixo de Angra 1 e 2 estão num galpão na base do improviso pois o certo era ficar enterrado numa montanha pelos próximos 100.000 anosm

NashArrow
NashArrow
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

É uma das mais seguras, isso se não for a mais segura de fato. Eu juro que não entendo, acidente com barragem de usina hidroelétrica é “direto”, causa uma um monte de externalidade negativa na natureza e ninguém acha anormal… com usina nuclear o pessoal tem ataque de pelanca. Sabe o que é mais engraçado? No caso da Alemanha, desativaram as usinas nucleares com a justificativa do lixo nuclear e do risco de acidentes, porém o que aconteceu foi a substituição energética produzida pelo carvão. O custo social para a sociedade disso foi gigantesco, inclusive houve um aumento no risco… Read more »

Taxa de acidente por produção de energia.jpg
Hcosta
Hcosta
Reply to  NashArrow
1 ano atrás

Depende do que se compara. Entre as centrais térmicas? Entre outras formas de energia? Mas afirmar que é a mais segura e ponto final, não me parece.

NashArrow
NashArrow
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Mas está sendo comparado com quase todas… há diversos trabalhos na literatura que comparam todos os custos da energia solar com a nuclear por exemplo, e em grande parte a nuclear leva vantagem, existem diversas externalidades negativas na fabricação dos painéis, o silício tirado das minas causa muitas mortes, além da destinação do material.

Hcosta
Hcosta
Reply to  NashArrow
1 ano atrás

A maior parte desses minerais também são utilizados em muitos equipamentos eletrónicos que também são usados nas centrais.
E não podemos generalizar deste modo. Quando diz que a nuclear leva vantagem em quase todos os aspetos, o que sobra? Se as desvantagens forem impossíveis de ultrapassar?
Mais uma vez vai depender de muita coisa e não creio que se possa afirmar que em todas as situações a energia nuclear é a solução. E, na minha opinião, dava prioridade à eólica e solar. Mas cada caso é um caso.

NashArrow
NashArrow
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Certeza que muitos equipamentos são usados em diversos materiais, mas nem se compara né. Não sei se tu chegou a ler o artigo publicado na NBER que eu coloquei acima. “Quando diz que a nuclear leva vantagem em quase todos os aspetos, o que sobra? Se as desvantagens forem impossíveis de ultrapassar? Mais uma vez vai depender de muita coisa e não creio que se possa afirmar que em todas as situações a energia nuclear é a solução.” Certamente não é inteligente ter 100% da matriz energética baseada na energia nuclear, todavia, há evidências muito robustas que demonstram que ela… Read more »

NashArrow
NashArrow
Reply to  NashArrow
1 ano atrás

*Corrigindo: Certeza que muitos MATERIAIS são usados em diversos EQUIPAMENTOS

Hcosta
Hcosta
Reply to  NashArrow
1 ano atrás

Veja se a energia nuclear é a mais eficiente:
https://www.sciencedirect.com/topics/engineering/power-generation-efficiency
E não inclui as renováveis não térmicas.

Last edited 1 ano atrás by Hcosta
Francisco
Francisco
Reply to  NashArrow
1 ano atrás

Desativaram as deles, mas compram energia da França que em sua grande maioria é de origem nuclear, esses alemães por conta do trauma com o nazismo tem hora que querem lacrar demais, aceitando todas as imposições do pessoal do politicamente correto e acabam se dando mal como é o que está acontecendo agora, o país passando por uma grande falta de energia.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Francisco
1 ano atrás

Que falta de energia?
O que há é um grande aumento nos preços.

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Amigo e qual o motivo do aumento dos preços? não costumo ver nada que esteja sobrando subir de preço, já ouviu falar da lei da oferta e da procura, talvez na Alemanha e na Europa seja diferente então, porque será que estão implorando para a Rússia aumentar os volumes de gás exportados, é sério mesmo que você não sabe do problema energético na Alemanha e que não é de hoje, sugiro ler um pouco mais antes de comentar algo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Francisco
1 ano atrás

E não foi isso o que eu disse?
Gás há muito, o que aconteceu foi um grande aumento nos preços.
E se a Alemanha já não tivesse 50% de renováveis o custo seria muito maior.
O pedido para aumento é para baixar os preços e não porque cortaram o gás ou porque estão a fazer racionamento. Ainda não chegou a esse ponto.

Se não vier da Rússia, vem de outro sítio. O problema é que o preço provavelmente não será mais baixo.

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Amigo acredito que estejamos olhando o tema de prismas diferentes, quando comento o assunto me refiro a dependência por parte da Alemanha de outros países no que diz respeito ao fornecimento de energia, seja através de gás natural, energia nuclear ou outro, um país como a Alemanha pode e deveria ser auto suficiente em geração de energia já que possuiu capacidade, recursos e tecnologia para isso, em especial para a geração de energia nuclear, mas preferiram abraçar o discurso do politicamente correto e agora estão pagando a conta, é só ver a França fica com esse mesmo discursinho do politicamente… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Francisco
1 ano atrás

Os Alemães ainda têm centrais nucleares e por várias razoes deixaram de construir novas. E não sei se teria independência energética só com o nuclear já que o Urânio tem de vir de algum sítio. Por algum motivo a França está sempre atenta ao que se passa no Sahel. E o nuclear nunca é barato. Basta ver o caso da Bélgica mais recente e o custo de desmantelamento e “tratamento” dos resíduos. As centrais a gás são, como os carros híbridos, uma solução temporária, até haver uma maior interligação entre países na produção e uma forma eficaz de armazenamento de… Read more »

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Entendo amigo, ocorre que essas fontes renováveis dependem do bom humor da natureza e nesse ponto já sabemos o que ocorre, concordo também com as questões quanto ao combustível para essas usinas, mas sabendo que dinheiro não falta para a Alemanha acabariam conseguindo, ainda mais conhecendo os fornecedores, mesmo com os fatores contrários citados por você ainda assim parece que essa opção de energia nuclear seria a melhor opção para a Alemanha, sem contar que sendo sua principal fonte a nuclear certamente a Alemanha teria um investimento maior no desenvolvimento de um futuro e provável reator de fusão, que a… Read more »

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

E por mera coincidência ou ironia eis que o discurso do politicamente correto como sempre não condiz com a realidade dos fatos, esse fato só serve para confirmar o quanto o mundo desenvolvido bem como seus capachos, suas marionetes, dos sabotadores da nação, dos hipócritas, etc… em relação ao Brasil .https://www.youtube.com/watch?v=8zAmcIjpuO8

sub urbano
sub urbano
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Depende da Térmica… Se for gás natural é pouco poluente. Se for geotérmica não polui nada. AGora, se for biomassa (bagaço de cana brasil) e oleo diesel são as matrizes mais poluentes que existe.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

já existe estudos que mostram ser a mais segura do mundo

SmokingSnake ?
SmokingSnake ?
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

No Brasil não precisa, tem sol, vento, água e espaço suficientes. Energia solar e eólica são intermitentes mas o Brasil tem muitas hidrelétricas e elas podem ser usadas como baterias. 

Usina nuclear pode ser mais barata em outro lugar mas no Brasil não parece ser o caso, basta olhar para o custo e enrolação toda de Angra 3.

Henrique
Henrique
Reply to  SmokingSnake ?
1 ano atrás

Só esqueceu de falar que a gente ta vivendo uma seca historia e já ligaram as termoelétricas pq ta faltando agua….

tambem esqueceu de mencionar o rolo e custo que foi Belo Monte.. Usina cara que só funciona metade do ano pq no resto não tem agua

J R
J R
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Belo Monte é mais dos escandalos da era PT que a imprensa finge que não existe, melhor seria ter usado esse dinheiro pra finalizar Angra III.

Bardini
Reply to  J R
1 ano atrás

Angra III: 1.400 MW Belo Monte: 4.500 MW de média e pode bater 11.000 MW full. . Quem tu acha que gera a energia mais barata? . O caso de Angra 3 é tão absurdo e criminoso, que faz Belo Monte ter algum sentido. Esse é nível da coisa. . Existe uma estimativa feita a pouco tempo, que relata que os custos de arcar com o abandono de Angra 3, para investir em energia solar e gerar essa quantidade de energia no sudeste, ainda faria uma economia de 12 bilhões de reais em 35 anos… . A energia de Angra… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Bardini
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Quantos kms de solo não foram inutilizados para Belo Monte? E para colocar tantos painéis solares? 11.000 mw com secas cada vez mais prolongadas é brincar com a nossa inteligência.

Bardini
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Olha… Faz o seguinte, já que tu é muito inteligente: abre uma empresa de energia nuclear privada no Brasil, pra vender energia barata e competir com quem está investindo hidráulica, eólica, solar e etc.

Mayuan
Mayuan
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Em 2020, a usina produziu uma média mensal de apenas 568 MW em agosto, 361 MW em setembro, 276 MW em outubro e 583 MW em novembro. Hoje ela funciona com apenas uma turbina e mesmo assim, parcialmente. Mesmo no auge da estação das cheias, o máximo que Belo Monte produziu foi 6.882 MW por mês, bem abaixo dos 11.233 MW prometidos e isso sem falar nos enormes impactos ambientais que gerou, gera e gerará e no fato que as mudanças ambientais tenderão a tornar os rios mais vazios e não mais cheios.

Bardini
Reply to  Mayuan
1 ano atrás

Olha, cara; Belo Monte foi projetada para operar na época das chuvas, jogando muita energia barata dentro do SIN no período do verão, que é onde nossa demanda é maior. Tem lógica nisso aí, por mais que construir essa usina seja uma grande caghada… . Essa usina opera com regime de lâmina da água e nada mais óbvio que encontrar números baixos de geração no período de estiagem. A usina poderia gerar mais energia, se tivessem liberado uma área de inundação maior, mas a pressão encima foi tanta, que não saiu. . No mais: Não é só a calha do… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Bardini
Sensato
Sensato
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Pois é, as renováveis tem o problema da inconstância e a térmica tem a questão da poluição. Somos um país com uma matriz muito mais limpa que a de muitos países que nos pressionam alegando questões ambientais então entendo que um dos principais papéis na energia nuclear no nosso país é justamente de ocupar esse lugar da contingência pois se tornará cada vez mais inaceitável que esse papel seja ocupado pelas térmicas. Somado a isso há o fato do tamanho de nossa reserva de urânio, nossa capacidade de enriquecimento e de produção de reatores, ainda que está última seja ainda… Read more »

SmokingSnake ?
SmokingSnake ?
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Atualmente tem muita dependência das hidrelétricas e as comportas ficam abertas direto, mas se a parcela de energia solar e eólica aumentarem seria possível poupar a água das hidrelétricas.

J R
J R
Reply to  SmokingSnake ?
1 ano atrás

Se o governo colocar uma regra de casas a partir de 100m² para serem financiadas tem que contar obrigatoriamente com sistemas de conversão de energia, produziremos mais energia que todo complexo de Angra. Mas já ajudaria se tirassem os impostos dos mat de conversão e placas e subsidiassem os juros para implantação residencial.

Last edited 1 ano atrás by J R
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  J R
1 ano atrás

Para depois irem reclamar de poluição visual. Vai ser lindo.

Sensato
Sensato
Reply to  J R
1 ano atrás

Linhas de crédito e menos impostos sobre os equipamentos é louvável mas criar obrigatoriedades não. O governo já nos obriga a coisas demais.

Sensato
Sensato
Reply to  SmokingSnake ?
1 ano atrás

As usinas hidroelétricas também tem grande impacto ambiental e são sujeitas às variações causadas pelos regimes de chuvas.

Cabe lembrar também que fontes como hidroelétricas trazem necessidade de longas e caras redes de distribuição. É essa necessidade inclusive, que faz com que Roraima dependa de energia do exterior pois as demarcações de enormes porções do território como reservas inviabilizou a passagem de linhas de energia que a liguem com o restante do país.

A matriz energética de um país tem que ser diversificada. Uma fonte complementa a outra, não invalida.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

E com essa energia abundante, as vantagens comparativas da China só vão aumentar.
Eles pretendem adicionar 200 Gw.
Só para efeito de comparação, Itaipu gera 14 Gw.
Importante lembrar que em junho desse ano eles inauguraram a segunda maior hidrelétrica do Mundo e pretendem construir outra no Tibet com produção estimada de 60 Gw.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

enquanto a Alemanha tava desdesperada a França tava mais de boa, por mim os alemães que queimem suas placas de energia solar para morrer de frio no inverno.

Francisco
Francisco
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Os alemães com o trauma sem fim por conta do nazismo ficam abraçando o tal do politicamente correto e pagando alto por conta disso, enquanto isso os franceses só são adeptos do discursinho lacrador ambiental mas suas atitudes mostram o quanto os SAPOS são hipócritas. https://www.youtube.com/watch?v=8zAmcIjpuO8

Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

A China não está para brincadeiras.
Nem um pouco.

Henrique
Henrique
1 ano atrás

Coisa que o Brasil deveria estar fazendo… não da mais pra depender da boa vontade da chuva/vento/dia de sol e nem de termoelétrica ineficiente….. energia nuclear É o futuro.. única mais limpa disponível e virtualmente inesgotável

Flávio
Flávio
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Investimentos em energia solar por parte dos governos estaduais e pelo governo federal também seria uma ótimo caminho.
Aqui no centro-oeste paulista temos sol a maior parte do ano, mas infelizmente nenhum investimento das autoridades no setor.

Slow
Slow
Reply to  Flávio
1 ano atrás

No momento oque importa é o auxílio reeleição e a pec dos precatórios ..

Mayuan
Mayuan
Reply to  Slow
1 ano atrás

Todo mundo debatendo em alto nível e você vem você bagunçar. Se não tiver nada pra acrescentar, nos dê pelo menos o benefício da sua ausência.

Henrique
Henrique
Reply to  Mayuan
1 ano atrás

Embora o que ele disse sobre o tema não tenha anda a ver com assunto.. errado ele não ta…
.
adoraria ver uma discussão sobre energia nucelar no congresso, mas pauta agora é auxílio reeleição, pec do calote pra gerar inflação e onde vamos roubar tudo mundo…..

Henrique
Henrique
Reply to  Flávio
1 ano atrás

até pode ter incentivos para pequenas coisas, mas pra produção maciça de energia que vai atender a indústria e comercio é só a nuclear que vai da conta.

Ramon
Ramon
Reply to  Henrique
1 ano atrás

Vai ficar só no seu sonho isso de energia nuclear no Brasil , já saiu notícias que o governo já está estudando construir mais hidrelétricas no país, energia nuclear no Brasil é última opção aparentemente e isso vai dá esquerda até a direita e também não tem apoio de boa parte da população pautas ligadas a energia nuclear.

Henrique
Henrique
Reply to  Ramon
1 ano atrás

to ligado nisso… caras são burr0s e politico só funciona na base o imediatismo… bizonho é que a central nuclear funcionaria 24/7 por 50 anos fácil e as outras dependem da boa vontade do clima.
.
cara poderia usar esse discurso e se reeleger pro resto da vida, mas o sujeito não tem visão

Sensato
Sensato
Reply to  Flávio
1 ano atrás

Mais fácil que esperar investimentos seria clamar por desonerações fiscais e criação de linhas de crédito.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
1 ano atrás

https://www.aicgs.org/2021/09/germany-has-a-math-problem-and-its-about-to-get-worse/

Aqui está um artigo que fala sobre a burrice dos alemães em desligar seus reatores, apostando tudo nas ditas energias verdes.

Tomcat4,2
1 ano atrás

Um baita e caro projeto ,uhlala !!!

Max
Max
1 ano atrás

Os caras tem planejamento, meios e mercado consumidor. Simplesmente impressionante.

Last edited 1 ano atrás by Max
Heinz Guderian
Heinz Guderian
1 ano atrás

Impressionante.

Bardini
1 ano atrás

Metas climática???? . AHAHAHAHAHAHAHAHAHAH! . O pessoal tem que estar muito por fora da crise energética que a China enfrenta, pra comprar esse papinho xingling aí.. . A China embargou o carvão vindo da Austrália, por conta do primeiro ministro australiano bocudo, que questionou a origem do COVID. Os Chinas pararam de receber carvão australiano e… arranjaram uma crise energética terrível, por conta da dependência desse mesmo carvão que embargaram. GÊNIOS! Depois de um barata voa, tendo de catar carvão de quem pudesse vender, agora os caras saem com essa aí, de “metas climáticas”? Tá bom. Chinês é bonzinho e… Read more »

Matheus S
Matheus S
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Tem que ser muito inocente para cair nesse papo de mudança climática. O real motivo em mudar a matriz energética é ter autossuficiência energética. Tu acha mesmo que os chinas não estão preocupados em depender de outros países para geração de energia? O carvão é só mais um exemplo para essa mudança. A mesma coisa são os veículos elétricos. A China está investindo muito dinheiro em veículos elétricos para reduzir a dependência de importação de petróleo dos países do Golfo Pérsico(Oriente Médio), incluindo o próprio Irã. Mudar a locomoção nacional para veículos elétricos e reduzir a dependência de fornecedores externos… Read more »

sub urbano
sub urbano
Reply to  Bardini
1 ano atrás

O preço do carvão norte coreano aumentou uns 30%. Kim ficou rico de novo kkk

Sensato
Sensato
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Exatamente. Subitamente um país que polui mares, pesca de forma predatória, queima carvão a rodo, aterra recifes de corais e todo um rosário de barbaridades ambientais ficou preocupado com o meio ambiente…

Tem tudo haver com garantir energia barata e abundante pra manter sua economia girando e nada com preocupação ambiental.

Bardini
Reply to  Sensato
1 ano atrás

Não é questão de garantir energia barata e abundante. É pura e simplesmente garantia de independência energética. A energia do carvão era barata e abundante, mas não dava autonomia e independência. Embargaram a Austrália e sefu… agora tem que sentar o sarrafo construindo trocentas usinas nucleares.
.
Os caras proibiram até a mineração de Bitcoin por lá, para poupar energia, tamanha foi a crise.

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Proporcionalmente o país que mais polui é de longe os EUA, seguido pela Europa. É lógico que a China vai ser o país que mais polui se for levar o valor absoluto, pois é o país mais populoso do mundo. Contudo, a China é o país que mais investe em energias renováveis e limpas. É a China que tem o maior parque de geração de energia solar e eólica do mundo; mais de 90% dos ônibus da China são elétricos; o governo dá subsídios para que a população adquira carros elétricos; a China tem a maior usina de geração de… Read more »

Bardini
Reply to  Andreo Tomaz
1 ano atrás

Claro, claro, rsrs…

pedro
pedro
1 ano atrás

Ah sim, energia limpa neh, mas o lixo nuclear nem a materia teve a honestidade de lembrar! Talvez pelo fato de que os investidores desse canal terem bilhoes lá investidos!
Enfim, se quem tem juizo nem carro chines compra, imagine comprar um reator nuclear xing ling desse.
Ah, e antes que esqueça, essa manobra de juros financiados por bancos estatais para melhorar as obrigações financeiras do estado a curto prazo, nada mais é que a famigerada “Pedalada”.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  pedro
1 ano atrás

o lixo da energia nuclear é ainda menor do que das eólicas.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Prefiro ter 10000 ton de fibra de vidro do que uma grama urânio enriquecido à minha porta…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

adiciona aí as baterias e as placas solares, vc vai morrer numa montanha de lixo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

O lixo posso vender, tem aí material muito valioso. O urânio, provavelmente, já me matou…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Carlos, grande parte dos materiais utilizados nessas fontes renováveis e baterias consegue ser recuperada por um processo de reciclagem.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Bruno Vinícius
1 ano atrás

e o Urânio já usada consegue gerar energia novamente com um reator apropriado.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  pedro
1 ano atrás

Pedro, a tecnologia para armazenamento definitivo do lixo nuclear já existe e está sendo utilizada na Finlândia, os países que não dão uma destinação final à ele o fazem por falta de vontade política, não por falta de tecnologia. Se quisermos combater aquecimento global o mundo será obrigado a superar esse preconceito com a energia nuclear. Apesar dos custos envolvidos com a construção de usinas eólicas e solares terem caído drasticamente nos últimos anos (a ponto de produzirem energia a um custo comparável ao do carvão e do gás), essas duas formas de produção não servem para prover energia de… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Bruno Vinícius
Carlos Campos
Carlos Campos
1 ano atrás

Se é taõ barato assim o Brasil devia comprar esse modelo de Usina da China, mas o Coiso tava se assanhando para o lado do Putin em tratados de energia nuclear, acho que pode pintar algo da Rosatom por aqui, aliás reviveram os sistemas antiáeres russos no Brasil, ouve rumores de Pantsir e S300.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Tenho minhas dúvidas sobre a disposição do governo chinês de nós fazer um empréstimo com a mesma taxa de juros que utiliza nos contratos que faz consigo.

Alessandro
Alessandro
1 ano atrás

Bem que a e s q u e r d a brasileira poderia deixar de ser hipócrita e fazer iguais seus comparsas lá de fora que constrem usinas nucleares a rodo né amigos vermelhinhos? Poderiam pedir para eles maneirar nas críticas, de vermelhinho pra vermelhinho rsrs… Um pouquinho de PATRIOTISMO pelo Brasil de vez em quando não vai doer, ah e se não for pedir demais, dá pra pegar um pouco mais leve tbm nessa vilanização do Brasil nas mudanças climáticas? É que já está ficando feio acusar o Brasil, enquanto China, EUA, e Europa juntas são responsáveis por mais… Read more »

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
1 ano atrás

Estado mínimo, eles falaram kkkkk. Olha só a importância do Estado.

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
1 ano atrás

Até hoje não sei pq elegeram o tal do Alexandre Frota, atualmente político, mas que passou sua vida faz filme pornográfico. É lógico que um sujeito desse não podia agregar nada para o Brasil. E como ele existe muitos.
A China embora seja uma ditadura, é visível o nível de planejamento que é feito, com o objetivo de desenvolver o país.

Sensato
Sensato
1 ano atrás

As mudanças climáticas e a necessidade imperativa de depender menos de combustíveis fósseis e emitir carbono fará com que os países que não diversificarem e ampliarem muito sua matriz energética sofram gravíssimas consequências a curto e médio prazo. Além da quantidade cada vez maior do consumo elétrico residencial, comercial e industrial, já estão sendo votadas leis que, no futuro, não tão distante, proibirão os carros a combustão em favor de carros, adivinha, elétricos! Já existem veículos de carga, de serviço e de transporte coletivo elétricos sendo concebidos, testados e fabricados. De onde virá a energia para suprir toda essa demanda?… Read more »

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Sensato
1 ano atrás

Espero que essa loucura não vá adiante, e o hidrogênio substitua o petróleo e estas porcarias de carros elétricos. Estamos falando de dezenas de bilhões de baterias a mais de lítio para serem descartadas, o perigo disso é muito pior que centenas de acidentes como o de Chernobyl.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Não temos décadas de uso de baterias que são mais nocivas do que as de lítio?
E alguém acha que prefere ter outro acidente nuclear em vez de fazer o tratamento correto dessas baterias?

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Utilizar energia para produzir hidrogênio e depois utilizar o hidrogênio para produzir hidrogênio é um processo MUITO mais ineficiente energeticamente do que utilizar uma bateria.

Quanto às baterias usadas, boa parte do material pode ser recuperado e não há motivo algum para se preocupar caso se dê um destino adequado à elas.

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

O Brasil tem um novo reator NACIZoNAL que é mais seguro, fácil de construir (a parte obras civil) , pequeno 100 MW, que atende cidades de até 40 mil habitantes… liberando energia para os grandes centro industriais e urbanos . Gente! Energia tem que TER “Torque”, potencial.. esse negócio de energia eolica , solar É para Residência … não tem potencial… entenderam onde quero chegar ??! NÃO?? Pense assim .. qual aspirador de pó é mais forte … o de bateria ou com o fio?!?? O capacitor resolveria esse problema … mas gera outros problemas..sairia mais caro e não teria… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

O Brasil esgotou seu potencial de geração hidráulica..FATO! O Brasil não tem carvão de boa qualidade , como se houvesse carvão bom??, Energia Éolica , fotovoltaica não atende a base industrial É mais para uso residencial. RESTA a nuclear com pequenos reatores e não esses mastodontes de 13.00 MW… o LABGENE ..se souberem usar, é a solução . Precisamos de 100 o resto é blá-blá-blá de que só enxerga pequeno, só o micro e não o conjunto! Outra . Os reatores nucleares de hoje são de tecnologia da década de 50????? e ainda não foram amortizados , senão os EUA… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Usar uma tecnologia barata e comprovada ou usar algo que só existe na teoria?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

O que é mais pesado? 1 Kg de algodão ou um 1 Kg de ferro?
Se tiver um 1GW de renováveis disponível é diferente de ter 1 GW de centrais térmicas?

O problema das renováveis é conciliar a produção com o consumo, o que faz com que não se possa dispensar as térmicas e será assim enquanto o armazenamento por H2 e baterias não estiver a funcionar a esta escala, o que não deve demorar muito tempo a ser realidade.

Pedro
Pedro
1 ano atrás

Quem gosta de gastar dinheiro em bolsa de valores. Invistam em urânio, por meio de BDR´s, ou ETF´s.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 ano atrás

Só 150 ?! Não querem mais não?

JEFFERSON FERREIRA DA SILVA
JEFFERSON FERREIRA DA SILVA
1 ano atrás

Esse é o caminho natural que qualquer país sério que quer ter estabilidade energética deve seguir… Se basear somente em fontes renováveis é depender do imponderável… e ficar no e se não chover, e se não ventar… e pior, é pagar por isso!

Últimas Notícias

Imagens de uma guerra: míssil anticarro erra o alvo por pouco

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ATGM russo passando sobre um carro de combate ucraniano. A...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -