quinta-feira, janeiro 20, 2022

Saab RBS 70NG

Londres autoriza bloqueio de aquisições por estrangeiros em 17 áreas econômicas

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Lei de Segurança Nacional dá aos ministros capacidade de intervir em qualquer aquisição

A Lei de Segurança Nacional e Investimento (NSI, na sigla em inglês) do governo britânico entrou em vigor nesta terça-feira (4), dando ao Estado novos poderes para intervir nas aquisições de empresas e investidores em 17 domínios principais da economia.

Na manhã desta terça-feira (4), o governo publicou um comunicado confirmando que o documento entrará em vigor imediatamente. O comunicado descreveu a NSI como “a maior agitação do regime de segurança nacional do Reino Unido em 20 anos”.

A lei fornece aos ministros a capacidade de examinar e intervir em aquisições feitas por qualquer indivíduo, empresa ou investidor onde haja danos potenciais à segurança nacional britânica.

Ela determina 17 setores da economia onde é necessário conceder aos ministros maiores poderes de supervisão. Agora, eles serão capazes de controlar negócios em uma ampla gama de áreas, incluindo robótica, inteligência artificial, setor nuclear civil, transportes, tecnologia quântica e o espaço de defesa.

O governo já tinha alguns poderes para bloquear acordos onde uma aquisição liderada por estrangeiros poderia afetar elementos como a estabilidade econômica, pluralidade da mídia e a resposta pandêmica.

“O Reino Unido é reconhecido globalmente como um lugar atrativo para investir, mas nós sempre deixamos claro que não hesitaremos em intervir onde for necessário para proteger nossa segurança nacional”, disse em comunicado o secretário de Negócios, Kwasi Kwarteng.

O movimento ocorre em meio à aquisição da fabricante britânica de chips ARM pela multinacional americana Nvidia, por cerca de US$ 54 bilhões (R$ 306,7 bilhões), que causou uma grande controvérsia.

As companhias britânicas se tornaram muitas vezes alvos fáceis para as multinacionais e participações privadas dos EUA. A indústria farmacêutica, por exemplo, tem sido alvo de aquisições lideradas pelos EUA.

FONTE: Sputnik Brasil, via AEPET

- Advertisement -

64 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
64 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Kornet
Kornet
12 dias atrás

Enquanto isso num certo pais estávamos loteando nossa Amazônia,entregando a Embraer num acordo caracu,vendendo nossa energia elétrica e o pré-sal para a China.

FERNANDO
FERNANDO
Reply to  Kornet
12 dias atrás

Pois é,
amigo, e quando eu meto o pau no neoliberalismo tupiniquim,
tem gente aqui,
que humilha a gente aqui no blog.
Não precisa ir longe, veja nossas indústrias de defesa!
Lembra da venda da Embraer, nossa, quando eu me posicionei
contra, fui humilhado no blog.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  FERNANDO
11 dias atrás

E pensar que certos “especialistas” por aqui defendiam essa venda. Para se posicionar dessa forma, uma pessoa só poderia ser duas coisas, ou ignorante ou traidor da Pátria.

Júlio S
Júlio S
Reply to  Allan Lemos
9 dias atrás

“Sem capital a venda a Embraer vai fechar”, diziam… Esse povo liberal/neoliberal tem sérios problemas de coerência.

Júlio S
Júlio S
Reply to  Júlio S
9 dias atrás

Sem a venda, a Embraer vai fechar *

Carlos
Carlos
Reply to  FERNANDO
11 dias atrás

Mas o neoliberalismo tupiniquim quer $$$ no bolso, tá kgando e andado pro país! Rico brasileiro não reverte, investe, ou gasta o lucro no Brasil, manda tudo para contas no exterior.. Se puder vender o país e garantir a hereditariedade da riqueza, vai fazer!

Aurélio
Reply to  FERNANDO
4 dias atrás

Aqui no “brazil ” pode privatizar tudo, desde que seja para os EUA. Sempre foi assim.

Rafael Laginha
Rafael Laginha
Reply to  FERNANDO
2 dias atrás

Quem era a favor da “doação” da EMBRAER ou estava a levar alguma propina ou tinha o sonho de alavancar a carreira profissional nos EUA em eventual transferência da linha de produção para lá, ou seja, nunca o interesse nacional e público foram prioridade para aqueles que defendiam o modelo espúrio de negócios.

Já os leigos… Defendiam por pura vassalagem ideológica aos EUA.

Como bem colocado no primeiro comentário, não há de se render aos anseios de qualquer país, seja EUA, China, bloco europeu etc.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Kornet
12 dias atrás

Já disse e repito:
Tenta comprar a Lockheed Matin ou a Boeing Defense & Security, pra você ver o “liberalismo”, norte-americano em ação…

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  Kornet
12 dias atrás

Nada na vida pode ser extremo, é importante que o país tenha um ambiente favorável para negócios, um ambiente favorável ao surgimento de novas empresas, etc. mas isso não quer dizer que tenhamos que abrir as penas para qualquer negocio.
Por mais que alguns tentem negar, existe sim setores estratégicos e nesse setores o liberalismo não pode correr solto, essa reportagem esta ai para mostrar isso, como o amigo Willber disse, vai tentar comprar a Boing ou a Lockheed Martin para ver se existe liberalismo nessa hora.

Last edited 12 dias atrás by Plinio Carvalho
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Plinio Carvalho
12 dias atrás

O problema é que a imensa maioria dos liberais BR simplesmente desconhecem, seja por ignorância ou má-fé, o que significa “indústrias estratégicas”, e sua importância pro país.
Se dependessem deles, vendia até a Casa da Moeda pro 1° gringo que viesse com 5 dólares e um boné da Disney. O negócio de quase venda da Embraer mostrou muito bem isso.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Willber Rodrigues
11 dias atrás

E tem os q acham q sabem-no q é liberalismo……. Tem q aqueles q acham q liberdade de expressão é dizer o q quer…… Direito de ir e vir é andar onde quiser…. Por aí vai….. E pior ainda…… uns apoiam dizendo ser de direita e outros são contra dizendo ser de centro-esquerda…. E ambos em algo adoram como é do “outro lado”. Mas não tem o mínimo de discernimento de apoiar ou não apoiar ações q são boas pra nação, por serem boas, mas preferem ser “oposição” a alguém só pra dar piti e culpar alguém por suas próprias… Read more »

GFC_RJ
Reply to  Willber Rodrigues
11 dias atrás

Em quê que a Casa da Moeda é estratégica?! A Casa da Moeda nada mais é do que uma gráfica mais qualificada.
“Elas imprimem nosso dinheiro!” P…ra, mais de 90% dos fluxo financeiros hoje são eletrônicos e esse percentual continua subindo. A não ser em Brasília, mas aí o problema é outro!
O que me preocupa mesmo, ESTRATÉGICO, é quem e como estão protegendo nosso cabos submarinos! Sim porque ali é que circula a grana do séc. XXI. Não é notinha de R$200 pra lá ou pra cá.

Neto
Neto
Reply to  GFC_RJ
11 dias atrás

Sim, gráfica com tecnologia própria para produção de papel moeda e impressão de dinheiro é estratégico.
.
É financeiramente lucrativo para o estado? não. É para qualquer empresa terceirizada.
.
oportunizar a confecção de moeda em mercado aberto é abrir possibilidade maior de corrupção, inclusive no contrato. Aqui em Banania NUNCA um contrato com empresa de terceiros teria um por fora, #confia

GFC_RJ
Reply to  Neto
10 dias atrás

“gráfica com tecnologia própria para produção de papel moeda e impressão de dinheiro é estratégico”. Rapaz… tu tá com a cabeça no séc. XX ainda. Tecnologia de gráfica, além de não ser de alta complexidade, não é mais estratégico.  Em poucos anos, mais rápido do que você imagina, papel moeda deixará de circular, tal como os cheques. Aliás, papel em si se tornará algo cada vez mais raro, com tudo sendo digitalizado. Até seu passaporte! Que, inclusive, também é parcialmente produzido na Casa da Moeda. Essas p…ras desses cartórios que temos aqui se Deus quiser morrerão com a disseminação do… Read more »

José de Souza
José de Souza
Reply to  GFC_RJ
10 dias atrás

Resposta simples: Qual o equivalente da Casa da Moeda nos EUA? É privado?
I rest my case.

GFC_RJ
Reply to  José de Souza
10 dias atrás

É uma autarquia. 
Agora, se o modelo americano é tão bom assim, então todas as cias de petróleo serão privadas. Empresas de energia, empresas bélicas, correios, bancos etc. etc. Tudo privado! Que tal? Os “neo-liberais” vão adorar!
E o melhor… se a Casa da Moeda se transformasse numa autarquia igualzinha no modelo americano, os salários dos dirigentes teriam que respeitar o teto constitucional. Seria uma maravilha! 

É… parece que seu case não está tão rested assim… Quando eu falo que a discussão parou nos anos 60, nego acha que eu exagero.

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  GFC_RJ
9 dias atrás

Opa, opa, opa, pisa com os 2 pés no freio e puxa o freio de mão. Bem ao contrário do que tu estás tentando passar, a economia americana tem grande envolvimento do governo americano participando de muitas empresas. Talvez o que mude é a diretoria das mesmas onde sabem que devem deixar para os executivos e empresários e não para políticos que, na maioria das vezes não são bons em controlar empresas, pela formação de assalariados e nomeações que tiveram independente dos resultados. Um exemplo recente foi intervenção na General Motors, que, após algumas descobertas de prejuízos e com a… Read more »

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Kornet
11 dias atrás

Quero ver você citar um único benefício que a amazônia, a Embraer, a Eletrobras e o pré-sal trouxeram para você.

Por mim teriam vendido tudo, não preciso de nada disso mesmo. Já estive na Amazônia umas três vezes, é um lugar bonito, mas um resort no Ceará é bem melhor, então por mim pode vender para quem quiser a amazônia, não me fará um pingo de falta.

Sequim
Sequim
Reply to  Inimigo do Estado
10 dias atrás

Amazônia: sem ela o Sudeste viraria um deserto. Vide o deserto da Namíbia, que fica na mesma latitude do Sudeste Brasileiro.Já ouviu falar em Rio voador? É a quantidade de umidade que a Floresta Amazônica manda para a atmosfera e regula o clima no sudeste; Embraer: É uma das pontas de lança da indústria brasileira de alta tecnologia. Gera desenvolvimento tecnológico em toda uma gigantesca cadeia produtiva e empregos de alta tecnologia na economia do Brasil; Eletrobrás: permite que a energia elétrica seja um produto para o consumidor final e um insumo para a indústria nacional por um preço razoável;… Read more »

Last edited 10 dias atrás by Sequim
soldado imperial
soldado imperial
Reply to  Sequim
7 dias atrás

Texto parecido com uns livros velhos da década de 20,30 ou 40 do século passado. Tom ufanista!! Imagino o Vargas lendo este texto na rádio. Se procurar direito acha até às traças.

Júlio S
Júlio S
Reply to  Inimigo do Estado
9 dias atrás

Nossa, que ponto risível, digno de dó… Os benefícios da Amazônia são para o planeta. A floresta em pé garante renda agloflorestal e de pesca para milhares de comunidades tradicionais. Ela derrubada, com mercúrio nos rios e loteada, como deseja o atual governo de Bolsonaro, só favorece bandidos: garimpeiros, madeireiros, grileiros e posseiros, além do crime organizado que se instalou nesses locais. Veja bem, recentemente vimos até a cena lamentável de ver um ex-ministro do Meio Ambiente que lutou para destravar a venda de madeira fruto de desmatamento.

calvario
calvario
Reply to  Kornet
11 dias atrás

CHINA? Shell, Exxon-Mobil, Total, Chevron, são empresas chinesas?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
12 dias atrás

Enquanto isso, em terras brazillis, num certo país dos trópicos…
Os neoliberais BR bradam que “tem que vender tudo mesmo”, “menos estado”, e quase conseguem “se livrar” da Embraer, jurando por Deus que a empresa iria sobreviver sem sua área mais lucrativa, e que ela ia prosperar apenas com sua área de Defesa, com o Governo do Brasilistão fazendo encomendas a conta-gotas a cada 30 anos…

Aéreo
Aéreo
12 dias atrás

Um exemplo que acontece no Brasil é a cadeia do agronegócio cada vez mais em mãos de chineses e outras potencias economicas.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Aéreo
12 dias atrás

O Agro é o setor mais nacional da nossa economia , em regra estrangeiro não pode comprar terras no Brasil.

GFC_RJ
Reply to  Aéreo
11 dias atrás

“cada vez mais em mãos de chineses” Serio?! Com base em que dados você chegou a essa conclusão? Pelo que se vê por aí, as maiores multinacionais de alimentos que atuam aqui (Nestlé, Cargill, Monsanto, Fleshmann Royal) são todas ocidentais. E detalhe, não são grandes proprietárias de terras… sabe por quê? Porque elas não precisam. Elas tem os proprietários nacionais consorciados que vendem para elas o que precisam. Isso é ruim? Não vejo esses proprietários reclamando. Possuem venda certa por contrato, previsibilidade, apoio técnico e são ótimos clientes para os bancos que oferecem crédito. Meter a mão nisso que vem… Read more »

Gabriel BR
Gabriel BR
12 dias atrás

Lembrando que o UK é um país com capital nacional consolidado cujo empresariado local tem capacidade de assumir os investimentos nessas respectivas áreas. O que o Estado Inglês está fazendo nada tem haver com o pensamento tresloucado dos “Nacional-desenvolvimentistas” da academia brasileira que querem estatizar tudo e criar cabides de picaretas.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

Ah, é?
Beleza. Bora começar vendendo a IMBEL então. Afinal, ela “só serve pra criar cabides de picaretas”, segundo você

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Willber Rodrigues
11 dias atrás

Grandes Estatais + presidencialismo de coalisão = Petrolão , Mensalão …etc.
Não adianta tentar se refugiar nesse “Nacionalismo” de quinta categoria pois o povo brasileiro já sacou qual é a da sua turma.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

Mas a melhor saída é sempre vender ou liquidar a empresa? Não dá pra tentar resolver o problema? No Brasil, sempre se busca soluções fáceis. Se é empresa pública = temos que vender se não vai acabar em corrupção, cabide de emprego etc. Se é privada = tem que vender pois o Brasil irá lucrar com a venda. E nessa o país caminha a ser um grande fazendão pelo resto do século. Os liberais de carteirinha no Brasil abominam a palavra “estratégica”. Acham que é conversa de quem é favor de mamata. E o que vemos? EUA protegendo seu mercado.… Read more »

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Felipe Morais
11 dias atrás

Os ingleses não estão errados!
Eu inclusive recomendo esse tipo de ação desde que o Brasil faça uma reforma politica na qual tenhamos voto majoritário e distrital. Com presidencialismo de coalisão não dá!

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Felipe Morais
11 dias atrás

Dai eu te pergunto quem vai definir o que é estratégico ?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Gabriel BR
11 dias atrás

Ué, eu só dei exemplos de “tetinhas públicas” que poderiam ser passadas pra iniciativa privada pra evitar que virem “cabides de picaretas”.
Como eu disse, então poderíamos começar pela IMBEL, mas duvido que o pessoal do EB receba essa idéia de bom grado…

Agressor's
Agressor's
11 dias atrás

É incrível como as nações hegemônicas tem leis pra proteger assuntos de segurança nacional, mas ama uma propininha pra se apossar da mesma coisa no “terceiro mundo”. Mas pergunta pra China ou EUA se eles querem vender suas estatais. No Brasil toda a infraestrutura e estatais do país são intencionalmente sucateadas pra que o povo acredite que elas sejam ruins. Países que não mantêm o controle de suas indústrias estratégicas, como as do ramo de energia, minérios e defesa, não têm um mínimo de soberania… Mas porque será que por aqui os que propagam o dito “neoliberalismo” não dizem que… Read more »

Last edited 11 dias atrás by Agressor's
Carlos
Carlos
Reply to  Agressor's
11 dias atrás

E se fizerem uma investigação, uma pequena pesquisa à toa… vão ver que o político que grita por privatizações (além de viver do ESTADO por anos) possivelmente tem alguma ligação com as futuras compradoras…

Mauro Cambuquira
11 dias atrás

Tem que mandar um link dessa matéria para todos os congressistas e o pessoal do executivo. Quem sabem alguém começa a pensar… Neo Liberalismo…
Dá aí que eu compro!
-Mas, e se eu quiser comprar?
– Não vendo…

Faver
Faver
11 dias atrás

Cadê a liberdade econômica? O mercado não se auto-regula? Governos não deveriam meter a colher no mercado?… Perguntas sem resposta e mantras para convertidos, afinal são interesses… Áreas estratégicas são importantes e ponto.

ZEUS
11 dias atrás

Então os britânicos estão fulos com estrangeiros comprando suas empresas…

Chineses? Não, os parças estadunidenses…

Então…quem é o malvadão que quer engolir todo mundo mesmo?

“Ainn, estes chineses quelem copiar os EUA até nisso! Absuldo! Só quelemos os nolte amelicanos dominando tudo!”

Last edited 11 dias atrás by ZEUS
GFC_RJ
Reply to  ZEUS
11 dias atrás

O mais interessante da matéria em questão é isso mesmo. A proteção está se dando contra capital americano e não chinês. Que coisa!

Sequim
Sequim
11 dias atrás

Isso apenas prova como os neoliberais mequetrefes brasileiros são incrivelmente burros ou incrivelmente desonestos. Ou as duas coisas juntas.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
11 dias atrás

E aqui no Bananal,o Asno com faixa Presidencial e o “Chicago Boy” da economia tentaram vender a única fábrica de semicondutores da américa latina, enquanto o mundo todo corre atrás de Chips e outros só esperando adquirir uma fábrica a preço de banana.

A visão de nossos sábios gestores e torpe, seja por causa de glaucoma ou ceratocone ou estupidez mesmo…

fewoz
fewoz
Reply to  Adriano Madureira
9 dias atrás

São os patriotas de araque, Adriano. Vivem criticando o Estado, mas mamaram nas tetas dele por toda a vida. Sobre a Ceitec, foi criada no governo Lula. É uma empresa estratégica e acho importante que o Estado tenha alguma iniciativa na área… o problema é que: Para ter relevância nesse setor, um investimento na casa das dezenas, talvez centenas de bilhões de dólares seria necessário, para que a empresa fosse competitiva a nível internacional ou mesmo nacional. Veja o investimento de empresas como Samsung, Intel e TSMC, por exemplo. Se o Brasil não consegue investir muito menos em setores mais… Read more »

Michel
11 dias atrás

Vivendo e aprendendo. Aqui no R.J. até a antiga CEDAE privatizaram alegando que a iniciativa privada iria “injetar” recursos para a melhoria da água consumida pela população.

Era reportagem atrás de reportagem no rjtv (minúsculo mesmo).

E qual foi o resultado da privatização?

Pagava R$ 232,00 de conta de água.

E há mais ou menos seis meses – o tempo da empresa já privatizada antecipadamente por motivos obscuros -, a minha conta vem com o seguinte valor em média: R$ 978,00.

Isso é privatização!

Obs: a qualidade da água está tão ruim ou pior que antes.

Last edited 11 dias atrás by Michel
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Michel
11 dias atrás

Lembra do apagão no Amapá?
Empresa privada cuidando da energia do estado, anos e anos só mandando os lucros pra fora do país ( nem BR essa empresa é ), sem investir nenhum centavo emmelhorias….deu apagão no estado por semanas, quem resolveu o problema foi o governo, e tiveram que aumentar a conta de luz com uma taxa pro resto do país pra pagar esse prejuízo.
É o puro sumo do liberalismo tupiniquim. O lucro é privado e enviado pra acionistas fora do país, mas o prejuízo é público.

Last edited 11 dias atrás by Willber Rodrigues
Michel
Reply to  Willber Rodrigues
10 dias atrás

Lembro sim, colega.

fewoz
fewoz
Reply to  Willber Rodrigues
9 dias atrás

Curioso. No Paraná (sou de Curitiba) quem cuida da distribuição de energia é a Copel. Sempre que tínhamos problemas de luz na rua, logo aparecia algum carro para resolver. Claro que não tem nada a ver com o apagão do Amapá, mas é um exemplo de que o setor público pode funcionar, sim. Aqui em Portugal, quem administra o transporte de passageiros na ferrovia é a estatal chamada CP. E o serviço funciona muito bem, obrigado. Diferente do que alguns pensam, empresas estratégicas não têm este nome à toa e nem estão limitadas unicamente ao setor de defesa. Empresas de… Read more »

GFC_RJ
Reply to  fewoz
8 dias atrás

Amigão. Quem olha somente planilha financeira e diz se é bom ou não está sendo raso. A EMBRAPA é uma excelente empresa estatal, com MUITO ganho social e para o país. Seus resultados giram em torno de 0,5BB BRL negativos. Mas esse “preço” é barato. E é praticamente impossível revertê-lo porque é muito difícil estabelecer um modelo de negócio que seja lucrativo nesta área, pesquisa, de ganhos a longuíssimo prazo. Mobilidade urbana, de metrô, pode ter operador privado e gerar resultados financeiros positivos. Mas é quase impossível ter resultados econômicos positivos, no sentido de ter retorno de capital investido. É… Read more »

GFC_RJ
Reply to  Michel
11 dias atrás

Esse aqui é o melhor… Vamos lá… A qualidade da água está pior?! Ok. Reclame com… a CEDAE!!! O serviço de coleta e tratamento da água da CEDAE não foi privatizado. Continua com a CEDAE do jeito que sempre foi, com ou sem geosmina.  No novo modelo, a CEDAE capta água do Guandu (e outras fontes menores) e trata. Depois vende essa água tratada às distribuidoras privadas. O que foi privatizado foi o SERVIÇO de DISTRIBUIÇÃO de água. Mais o serviço de COLETA, TRATAMENTO e DESCARTE de esgoto. Ah… E deste útlimo serviço (que 50% dos brasileiros não tem acesso… Read more »

Marcos10
Marcos10
11 dias atrás

Acho que tem um monte de gente fazendo confusão do que seja liberalismo econômico. Saem recitando frases de efeito sem saber do que falam.

GFC_RJ
Reply to  Marcos10
11 dias atrás

Você acha?! Já eu tenho CERTEZA!
Da mesma forma que,, do outro lado, a maioria daqueles que vêm comunistas até debaixo da cama não fazem a menor ideia do que é comunismo.

E aí fica um lado e outro com uma briguinha infantil que mais parece papo de maluco. Nada faz sentido.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  GFC_RJ
11 dias atrás

Justamente. É esse eterno 8 ou 80 que Mata qualquer tipo de discussão séria nesse país. As discussões entre os cidadãos se reflete nas discussões entre os atores envolvidos nas tomadas de decisões. E aí, nesse eterno 8 ou 80, ou não sai nada ou sai algo totalmente incabível, revisto de tempos em tempos pela alternância de poder. Vejo, hoje, se falar em reverter a reforma trabalhista, acabar com o teto de gastos. Depois irão falar em rever a reforma da previdência. Se sair alguma privatização nesse governo, provavelmente seja revista em um próximo governo do lado oposto. Depois vão… Read more »

fewoz
fewoz
Reply to  Felipe Morais
9 dias atrás

Onde posso assinar, meu xará? Parece que o nível de discussão política está no mesmo nível de discussão sobre futebol, talvez pior, pois encontro gente menos fanática nesse esporte… Esse problema não é o único do Brasil, apesar de ser muito acentuado nele: a falta de continuidade de projetos. Para o bem ou para o mal, é resultado da democracia. Muito diferente está a China, com seus planos quinquenais contínuos. Lá eles terminam o que começam.

Wellington Góes
Wellington Góes
11 dias atrás

O engraçado é que os ditos “pragmáticos”, “conhecedores do mercado”, quando surgem notícias iguais a esta, somem… Uma coisa é saber que é necessário e salutar a participação da iniciativa privada nacional e do dinheiro de investidores estrangeiros para que os projetos desenvolvam e sejam competitivos. Outra é ser ingênuo (ou ignorante mesmo) para acreditar que quando o assunto é domínio de setores específicos e estratégicos, as leis de mercado, como o de capitais, funciona para tudo e todos. Ter algum nível de protecionismo é sim necessário e isso não é coisa de republiqueta, nem de país comunista, não faltam… Read more »

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Wellington Góes
11 dias atrás

Excelente Wellington. Justamente isso.

Max
Max
11 dias atrás

Pronto, o comunismo tomou o Reino Unido, agora lascou de vez !!!

fewoz
fewoz
Reply to  Max
9 dias atrás

Segundo alguns em Brasília, os ingleses já são comunistas na Austrália!

marcsou
marcsou
10 dias atrás

Lembrando que os ingleses estão protegendo áreas estratégicas de empresas com capital privado e inglês e não estatais.Continua sendo uma economia liberal.

Last edited 10 dias atrás by marcsou
fewoz
fewoz
Reply to  marcsou
9 dias atrás

Só equeceu de mencionar que o capital privado inglês tem cacife para manter essas empresas estratégicas. Isso não acontece em países em desenvolvimento, onde o Estado deve ser o indutor do desenvolvimento inicial.

marcou
marcou
Reply to  fewoz
8 dias atrás

Respeito seu ponto vista ,mas o estado no caso brasileiro , só desenvolveu cabide de empregos e corrupção .Se a Petrobras fosse nossa receberíamos dividendos , sendo assim ela é de políticos e acionistas.

Last edited 8 dias atrás by marcou
Ander
Ander
10 dias atrás

Brasil desmantelando a Petrobras, dizem os exxxxxpecialistas que a Petrobras teve lucro recorde em 2022, lógico que teve, vendeu área de gás, transporte e refinarias. Resumindo é o mesmo que o lancheiro vender seu carrinho de lanche, o dinheiro dura por alguns meses e depois??

Rafa_Positronn
Rafa_Positronn
10 dias atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Esta aí, Trilogiopatas

o Liberalismo puro Sangue:

“O QUE É MEU, É MEU… O QUE É SEU, É NOSSO”

Bando de trouxas

É muita vontade de gostar de ser feito de otário viu… se brincar, ainda estão bem iludidos com estória de OCDE

Acreditem em liberalismo, trilogiopatas

Não vai demorar muito para vocês perceberam que vocês NÃO FAZEM PARTE dos 1% de bilionários do mundo

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
9 dias atrás

Gostam muito da China por aqui. Devem tremer de emoção ao ver as posições se invertendo: a poderosa Inglaterra, que no XVIII/XIX dobrou a renitente ‘argirófila’ China ao livre comércio, agora tenta deter o imperialismo chinês… quem disse que a história tinha acabado não percebeu que ela estava apenas mudando de roupa pra mais uma sessão de horrores.

Last edited 9 dias atrás by Alex Barreto Cypriano
Marco
Marco
3 dias atrás

Correto! No Brasil atenção porque a lei permite venda de 20% das terras dos municípios para estrangeiros!

Últimas Notícias

Casa Branca diz que Rússia pode lançar ataque à Ucrânia ‘a qualquer momento’

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse a repórteres na terça-feira que os EUA acreditam que...
- Advertisement -
- Advertisement -