segunda-feira, junho 27, 2022

Saab RBS 70NG

Ministério da Defesa da Federação Russa pela primeira vez relata perdas na operação na Ucrânia: 498 mortos

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Pela primeira vez, o Ministério da Defesa da Rússia relatou perdas em uma operação especial militar, realizada no território da Ucrânia. Durante a operação, 498 soldados russos foram mortos, 1.597 ficaram feridos, disse Igor Konashenkov, representante do Ministério da Defesa. Segundo ele, as famílias das vítimas recebem “toda assistência possível”.

“Quero enfatizar mais uma vez que nem recrutas nem cadetes de instituições de ensino do Ministério da Defesa da Rússia participam da operação especial. A informação divulgada por muitos meios de comunicação ocidentais e individuais russos sobre as perdas supostamente “incalculáveis” do grupo russo é desinformação proposital”, disse Igor Konashenkov.

“Entre os nacionalistas e militares das forças de segurança da Ucrânia, as perdas são: mais de 2.870 mortos e cerca de 3.700 feridos. Só de acordo com dados confirmados, o número de militares capturados das agências de aplicação da lei da Ucrânia é de 572 pessoas”, disse o representante do Ministério da Defesa.

O Ministério da Defesa realiza uma operação especial militar na Ucrânia desde 24 de fevereiro por ordem do presidente Vladimir Putin. Segundo Igor Konashenkov, os militares russos estão eliminando “uma ameaça real à Rússia, que até recentemente vinha do território da Ucrânia”. Na Ucrânia, de acordo com o Sr. Konashenkov, “em um futuro próximo deveriam surgir bases da OTAN, armas nucleares e meios de sua entrega”.

FONTE: Kommersant.ru

- Advertisement -

25 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Welington S.
Welington S.
3 meses atrás

Acredito que seja muito mais que esses 498. O mesmo no lado ucraniano.

Oráculo
Oráculo
3 meses atrás

Como já disse antes…

Dobra o número de mortes divulgado pelos Russos.
Diminui mais da metade do número de mortes que os Ucranianos divulgaram.

A verdade é algo perto do resultado dessa equação.

É a guerra das Fake News!

Bosco
Bosco
Reply to  Oráculo
3 meses atrás

Oráculo,
Melhor assim:
dobra o número de mortos divulgados pelos russos = 1000
divide por dois o número de mortos divulgados pelos ucranianos = 2500
Soma os dois e divide por dois: 3500 / 2 = 1750.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Bosco
3 meses atrás

por aí…..

Veiga 104
Veiga 104
Reply to  Bosco
3 meses atrás

E tem a margem de erro pra mais ou pra menos .

Slow
Slow
Reply to  Oráculo
3 meses atrás

Os ucranianos divulgam o caça fantasma que sozinho acabou com força aérea russa , mas quem tá mentindo são os russos ??? entendi

dfa
dfa
3 meses atrás

Muito dificilmente serão os números reais.
Tanto Rússia como Ucrânia inflacionam seus números, para efeitos de moral e propaganda.
Só no final deste conflito é que teremos números mais aproximados da realidade.
Seja como for, se a Rússia está a admitir que tem um atrito com uma média de 71 baixas diárias é porque realmente enfrentam um teatro muito complicado.
Apostaria que as mortos Russos já ascendem a números de quatro dígitos.

Last edited 3 meses atrás by dfa
Maurício.
Maurício.
3 meses atrás

Eu nunca acredito nesses dados oficiais, seja de qual país for.
Acredito que foi mais, mas não 4 ou 5 mil como alguns falam por aí.

Joanderson carlos
Joanderson carlos
3 meses atrás

Na verdade a Rússia esta de mãos atadas.
Ele de jeito algum pode utilizar td seu poder militar.

_RR_
_RR_
3 meses atrás

Enfim… Ao contrário do que muitos analistas estão falando por aí, eu não vejo uma luta desesperada da parte dos ucranianos… Interessante observar que não vemos estes últimos defendendo posições dispersas ou em terreno aberto. Eles estão se retirando de forma razoavelmente ordenada, evitando a captura de uma grande quantidade de soldados e não estão dando combate em situações nas quais a inferioridade de suas forças se mostram mais aparentes… São claros sinais de um recuo com luta, bem pensado e levado a cabo de forma competente. As forças ucranianas estão se retirando para os grandes centros e claramente tencionam… Read more »

Elisandro
Elisandro
Reply to  _RR_
3 meses atrás

Existem alguns vídeos de dezenas de soldados ucranianos capturados e grandes colunas destruídas, tal como do lado russo. Agora, o tema do desespero ucraniano fica bastante evidente em atitudes como soltar presos para lutar e ensinar civis a atacar os russos com coquetéis molotov (notícias da mídia ucraniana mostram que isso já produziu as primeiras vítimas civis).

No mais, diria que só tempo dirá.

_RR_
_RR_
Reply to  Elisandro
3 meses atrás

Elisandro, Esses movimentos civis são voluntários, em sua imensa maioria… O governo simplesmente decidiu distribuir armas e o povo aderiu mesmo…! Tem até cervejaria que está produzindo bombas, de forma voluntária! E isso antecede inclusive o decreto que impede homens dos 18 aos 60 anos de saírem do país. Claro que é uma situação extrema, mas também é um reflexo do desejo de uma parte significativa da população, que deseja lutar. Botar presidiários pra lutar… isso é coisa que Stalin já fazia com os batalhões penais. A ideia era “economizar” soldados do Exército Vermelho… Não que seja ético, mas… Sim…… Read more »

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  _RR_
3 meses atrás

Rr, é justamente isso que incomoda os russos. Eles já falaram isso abertamente. Por isso estão atacando as cidades com artilharia e matando civis, esperando filtrar algo (acho a ideia péssima).

Material arquivo
Material arquivo
3 meses atrás

Os russos estão matando muitos civis, acho que de cada 1 militar ucraniano 10 civis morrem. Se continuar dessa forma os EUA e COMPANHIA vao ter que intervir para barrar o genocídio de ucranianos.
Otan e companhia estão deixando o mundo ver o genocídio de civis promovido pelos russos, hoje o mundo tem acesso a Internet. Não existe propaganda pior do que a de Putin para a Rússia. O estranho é enorme.
Vocês acham mesmo que a Otan entraria na guerra no 1 dia? Espere o mundo pedir intervenção de verdade.

Antunes 1980
Antunes 1980
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

OTAN está de mãos atadas.

Eles tem medo de ver Berlin,
Londres e Paris sendo derretidas por 700 megatons.

Lana Alves
Lana Alves
Reply to  Antunes 1980
3 meses atrás

O Putin tem medo até de COVID, anda com 10000 seguranças. Vai ser homem de usar bomba nuclear. A fila dele vive entre Londres e Paris gastando o dinheiro da corrupção do pai.

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Antunes 1980
3 meses atrás

Antunes, você falou da OTAN porque não tem coragem de falar do trecho que eu citei os civis mortos.

Antunes 1980
Antunes 1980
3 meses atrás

O número correto é 4.000 baixas o que da 3,33% de mortos para 120.000 soldados russos no front.

Last edited 3 meses atrás by Antunes 1980
pangloss
pangloss
3 meses atrás

Que Deus os receba em Sua infinita misericórdia.
Putin faz vítimas também entre os russos. Uma guerra a serviço de um criminoso.

Last edited 3 meses atrás by pangloss
Slow
Slow
Reply to  pangloss
3 meses atrás

Quantas pessoas morreram só na invasão do Iraque mesmo ?

pangloss
pangloss
Reply to  Slow
3 meses atrás

Por sua ótica, se alguém errou antes (e, em 2003, errou mesmo), o Putin pode invocar o precedente e errar à vontade, não é mesmo?

Slow
Slow
Reply to  pangloss
3 meses atrás

Não disse isso , apenas fiz uma pergunta e não foi respondida ..

Last edited 3 meses atrás by Slow
pangloss
pangloss
Reply to  Slow
3 meses atrás

Você tem a resposta, publica aí.

SteelWing
SteelWing
Reply to  pangloss
3 meses atrás

não é isso o que causa espanto é o pessoal ver as agressões norte-americanas, europeias e de Israel como normais, Israel ano passado destruiu o Prédio da Al Jazeera propositalmente, matando vários jornalistas e funcionários alegando que lá tinha um escritório do hamas e todo undo disse que era justificável porque lá dentro tinha terroristas…

o que é criticado é que o mesmo peso tem duas medidas…

naval762
naval762
3 meses atrás

O número verdadeiro de mortos nas forças armadas russas provavelmente só será conhecido daqui a algumas décadas.

Últimas Notícias

Stoltenberg: Diálogo amplo entre Rússia e OTAN não é mais possível

BRUXELAS, 27 de junho. /TASS/. A Otan e a Rússia devem preservar as linhas de comunicação, mas um amplo...
- Advertisement -
- Advertisement -