segunda-feira, novembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

Lviv transforma fábricas em centros de armas improvisadas

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Ihor Tokarivsky administra um negócio bem-sucedido de construção de torres de telefonia móvel em toda a Ucrânia. Sua empresa fabrica as peças de aço para as torres em uma fábrica em Lviv, monta-as no local e depois monta os componentes eletrônicos.

Mas com 300 tanques bielorrussos estacionados na fronteira 110 km ao norte, Tokarivsky, 35, reaproveitou suas instalações de produção esta semana para construir armadilhas de tanques e dispositivos para destruir os pneus grossos de veículos militares.

Ele é um dos muitos moradores reunidos na pitoresca praça da cidade velha de Lviv, inventando maneiras criativas de defender sua cidade. Alguns fizeram redes de camuflagem para os militares, enquanto outros fabricaram centenas de coquetéis molotov.

Especialistas em guerra urbana, como John Spencer, major aposentado do Exército, têm compartilhado conhecimento tático urbano online e em entrevistas com dicas sobre como proteger suas cidades. Isso inclui estacionar ônibus nas estradas principais e quebrar as chaves na ignição para remover as baterias dos carros para imobilizá-los. Tudo isso visa retardar o avanço russo. A ingenuidade da defesa urbana e da insurgência tem poucas fronteiras.

Agora, os civis ucranianos pressionados para essa luta estão usando o que têm à mão e sendo criativos à medida que avançam.

Tokarivsky disse que, quando a invasão da Ucrânia pelo presidente russo, Vladimir Putin, começou na semana passada, ele imediatamente despachou sua esposa e filho de dois anos para um local seguro através da fronteira polonesa, a cerca de 100 quilômetros de distância.

Enquanto isso, Tokarivsky decidiu que a coisa mais útil que poderia fazer era levar as ferramentas em suas instalações para construir dispositivos para impedir os veículos militares da Rússia.

“Embora muitas pessoas se recusassem a acreditar que Putin realmente atacaria, eu tinha quase certeza de que sim”, disse ele. “Trabalhei em Moscou por alguns anos e vi a maneira distorcida que eles pensavam sobre a Ucrânia.”

Desde então, um grupo de sete funcionários e outros 10 voluntários de empresas vizinhas fabricaram mais de 50 obstáculos de armadilhas para tanques. Os objetos pesam cerca de 400 quilos cada um ao soldar vigas de aço em estruturas que engancham e levantam veículos blindados que passam por eles. Tokarivsky disse que os dispositivos não apenas imobilizam os veículos, mas também tornam as partes inferiores dos veículos mais vulneráveis ​​a armas antitanque.

O grupo também está produzindo dispositivos menores que eles chamam de “ouriços” feitos de dois comprimentos de hastes de reforço de aço de construção que foram dobradas e soldadas com todas as quatro extremidades cortadas em pontas afiadas. Tokarivsky explicou que, independentemente da forma como o ouriço pousa no chão, ele sempre apresenta pontas que perfuram até os pneus mais pesados ​​usados ​​por veículos militares.

Na noite de terça-feira, eles compraram aço suficiente para fabricar mais de 11.000 unidades da arma. Cada um leva cerca de 10 minutos.

“É claro que estou pronto para lutar contra o inimigo se eles vierem aqui”, disse ele. “Mas eu me perguntei se havia algo mais que eu pudesse fazer do que apenas pegar uma arma. Eu levantei que tínhamos as ferramentas para fazer itens que ajudariam nossos militares. ”

Outro homem soldou barras que foram cortadas primeiro por dois de seus colegas, depois dobradas por uma poderosa ferramenta hidráulica. “Todo mundo em Lviv está tentando fazer algo para defender nosso país contra essa invasão”, disse ele.

Tokarivsky disse que “centenas, talvez milhares” de outras pequenas e médias empresas em Lviv e outras cidades por toda a Ucrânia se transformaram rapidamente para produzir itens que ajudam na defesa do país.

Grande parte da produção de Tokarivsky é despachada para Kiev e outras cidades sob ataque russo. Voluntários de Lviv dirigem diariamente vans e caminhões carregados de “ouriços”, medicamentos, alimentos, macas, barracas, equipamentos de comunicação e outros suprimentos para a capital em apuros. Em outra parte do parque industrial, uma equipe de cinco homens transformou garrafas de cerveja vazias em coquetéis molotov, uma bomba de gasolina improvisada.

Tokarivsky disse que a cervejaria “Lvivske” mais antiga e mais conhecida de Lviv ofereceu 1.000 garrafas para a tarefa. “As garrafas já estavam cheias de cerveja e tivemos que despejar 500 litros daquela coisa bacana pelo ralo. Isso foi de partir o coração!” Agora, as garrafas foram preenchidas com gasolina e pedaços de poliestireno que foram embebidos em um solvente. Lençóis rasgados foram enfiados nas garrafas que funcionavam como fusíveis. Em seguida, as caixas dos coquetéis montados foram levadas para locais selecionados em toda a cidade.

“Estou meio que no setor de comunicações, construindo as torres de telefonia móvel” e apontando para as garrafas com seus rótulos de Lvivske, “e esta é a nossa mensagem coletiva em uma garrafa para Putin”.

Na pitoresca e antiga praça do mercado da cidade, dezenas de homens e mulheres trabalharam transformando centenas de metros quadrados de rede de pesca em camuflagem para os militares ucranianos esconderem posições no campo de batalha, prédios, barracas e veículos amarrando tiras de material de cores diferentes . Seu trabalho foi interrompido por sirenes de ataque aéreo que soaram pela cidade e os voluntários abrigaram alguns dos porões sob cada um dos veneráveis ​​edifícios antigos que margeavam a praça. Mas cerca de 20 minutos depois que o sinal de liberação soou, as pessoas rapidamente voltaram ao trabalho.

Um deles, um estudante de 20 anos, disse: “Estamos nos preparando para o pior há semanas. Fiz um curso de primeiros socorros e outro para aprender a usar armas de fogo. Treinávamos com pistolas, rifles e metralhadoras Kalashnikov. Mas agora esta é a coisa mais útil que posso fazer.

FONTE:
Military Times

- Advertisement -

53 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

53 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ze das couve
Ze das couve
8 meses atrás

Será que os russos estão ganhando?

Novo-4.jpg
Reis
Reis
Reply to  Ze das couve
8 meses atrás

São às dores do parto, mais cedo ou mais tarde iriam ser isolados ainda mais

Diego
Diego
Reply to  Ze das couve
8 meses atrás

Os Russos vão ganhar no campo militar e perder no campo econômico

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Diego
8 meses atrás

A curto prazo, a Rússia terá de realocar mais seu comércio externo e finanças, algo que já vem fazendo há algum tempo.
Depois, a Europa sofrerá um duríssimo golpe

Com a palavra, o professor da Universidade de Ciências Políticas da Califórnia, nos EUA, Beau Grosscup, que deu entrevista à Sputnik

https://br.sputniknews.com/20220303/europa-pode-sofrer-duro-baque-por-sancoes-contra-russia-dizem-analistas-21672906.html

Aliás, não precisa ser gênio para perceber que a Europa vai entrar em uma ‘fria’.
Literalmente.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Diego
8 meses atrás

No fim ‘ganha’ Putin e o povo russo perde, a menos que se rebelem e deponham seu ditador.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ze das couve
8 meses atrás

Sei não.
Acho que está tudo combinadinho.
Com a palavra, o Presidente do FED e não o Zé das couves.

https://br.sputniknews.com/20220304/situacao-na-ucrania-poderia-acelerar-acoes-da-china-para-se-afastar-do-dolar-diz-presidente-do-fed-21681824.html

Prezado.
Foi tudo muito bem preparado pela Rússia nos últimos dez anos.

Slow
Slow
8 meses atrás

Esses são os “ civis “ ?

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Slow
8 meses atrás

Sim, o que não quer dizer que são cordeiros.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Diego Tarses Cardoso
8 meses atrás

Vc quer dizer abatidos feito cordeiros, né?
Porque o que Zelensky está fazendo é um crime.

Virgílio
Virgílio
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Antônio, não é possível, você deve usar alguma coisa, isso não é normal. Um país invadiu outro, muito menor e incapaz, e vc acha que o presidente do país invadido está cometendo um crime por tentar defender o país com os meios possíveis, e simultaneamente vc bate palmas para o país agressor. Cara, a vida não é torcida, tem pessoas morrendo, pense nisso.

Lucas
Reply to  Slow
8 meses atrás

Sim, por definição eles são civis.
Independente se estão se preparando pra resistir uma invasão estrangeira.
Civil não é sinônimo de pessoa que não luta. Civil é quem não é militar.

Lucas
Reply to  Lucas
8 meses atrás

Esse é um ótimo exemplo de como hoje em dia se “empena” as palavras pra extrair o significado que se quer delas.

Slow
Slow
Reply to  Lucas
8 meses atrás

O termo militar se refere aos membros, instituições, instalações, equipamentos, veículos e tudo aquilo que faz parte de uma organização autorizada a usar a força.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Slow
8 meses atrás

Só pra saber, você acha que em QUALQUER conflito quem produz as armas é o papai noel ou algo assim?

Maurício.
Maurício.
8 meses atrás

Bem, já o texto fala em coquetéis molotov, vou deixar uma pergunta aqui, vocês concordam com essa imagem, concordam que toda oposição/resistência é válida ou tudo é relativo?

FMy_--wWUAEowMf.jpeg
Observador
Observador
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Se há uma resistência é porque um grupo de pessoas julgou ser “válido” a represália a uma atitude qualquer. Logo, toda resistência é válida.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Observador
8 meses atrás

Pois é, mas até agora 5 pessoas acham que é relativo, estranho isso.?

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Observador
8 meses atrás

Discordo. Do ponto de vista psicológico esse raciocínio não faz nenhum sentido. Quanto maior a distância da realidade de um louco para a realidade de uma pessoa normal, maior a probabilidade dele criar resistência (várias). Só que, se em um determinado cenário (meio social) a quantidade de loucos for maior que a quantidade de pessoas normais, os normais se tornam os loucos e vice-versa. Claro que não estou falando de louco que come merda e rasga dinheiro, estou falando de psicopatas. Se você deixar uma sociedade dentro de uma caixinha, sem que ela perceba, você traz toda uma sociedade para… Read more »

João Augusto
João Augusto
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Esse conflito evidenciou a capacidade de mobilização da imprensa numa voz quase unívoca. A cobertura, nesses termos, será sempre simplista, enviesada e hipócrita.
P.S.: Está aí, ainda, um trunfo importantíssimo e longe de ser ameaçado nas mãos dos EUA e OTAN.

DanielJr
DanielJr
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Não digo a resistência, mas o valor da imagem/notícia é relativo, depende de quem conta.

Claudio
Claudio
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

No Afeganistão os americanos matavam até crianças que pegavam nas armas, quem assistiu sniper americano vai saber doque estou falando , eles cometeram muitos crimes de guerra e o mundo passa pano , se essa guerra fosse feita pelos Estados Unidos com essa mesma intenção de desnazificar a Ucrânia, todos estariam batendo palmas

Last edited 8 meses atrás by Claudio
Lana
Lana
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Que pensamento lindo! Lá na Ucrânia estão matando várias pessoas, logo eu posso sair aqui de casa e matar o Claudio.
Vai usar EUA para justificar a morte das pessoas na Ucrânia.
Milhoes de pessoas tendo a vida destruída por causa do EUA no afeganistão. Com essa mentalidade o mundo deveria viver em guerra constante, sempre olhando para o passado.

Slow
Slow
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Acho que esqueceram de do massacre de Mỹ Lai também..

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Slow
8 meses atrás

Do jeito que as coisas vão indo, veremos o massacre de Putin ao explodir um reator nuclear.

Slow
Slow
Reply to  Diego Tarses Cardoso
8 meses atrás

Ou os ucranianos que vão explodir a falar que foram os russos ? Assim como afundaram seu principal navio de guerra, quem garante que não fizeram isso com maior avião do mundo ? E quem garante que não vão fazer com a Usina ?

Agnelo
Agnelo
Reply to  Slow
8 meses atrás

O tenente em my lai foi preso e condenado…
E agora?

Slow
Slow
Reply to  Agnelo
8 meses atrás

Isso apaga o massacre ?

Slow
Slow
Reply to  Agnelo
8 meses atrás

Isso apagou o massacre ?

Cicero
Cicero
Reply to  Slow
8 meses atrás

Certamente não, mas a justiça de certa forma foi feita. Muito melhor que este senhor, lider do Wagner Group, apoiado pelo sr. Putin.

https://twitter.com/N_Waters89/status/1498300337257648132

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Putin deveria limpar o quintal de casa antes de querer falar dos outros

PSX_20220304_154128.jpg
WSilva
WSilva
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Isso faz parte da estrategia anglo-saxã, usar democraia como arma para atingir seus objetivos.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Depende, se objetivo de um grupo é dominar à força a população local, então é terrorismo.
Se o grupo que impedir que outro faça isso, aí são heróis.

Carlos
Carlos
8 meses atrás

O Wagner group, um grupo nazista contratado pelo ditador Putin para matar o judeu presidente da Ucrânia falhou em matar o judeu, essa ligação do governo russo com os nazistas do Wagner group é assustadora

Wagner
Wagner
Reply to  Carlos
8 meses atrás

Eu não tenho nada com isso!!! Rssr

Lana
Lana
Reply to  Carlos
8 meses atrás

O antissemita dentro da Rússia é enorme. Depois dê uma pesquisa sobre o racismo dentro da Rússia, é assustador, há inclusive grupos de extermínio de imigrantes. Tem um caso bem famoso de um grupo que matou 19 imigrantes, filmavam torturas e postavam em grupos para conseguir mais seguidores. Teve um eleição na Rússia que um deputado diz abertamente que estrangeiros devem ser expulsos e que negros não são bem-vindos na Rússia, acho que isso foi em 2011. Curioso que existe um racismo bem forte de São Petersburgo e Moscou contra várias regiões da Rússia, eles simplesmente odeiam o resto da… Read more »

SteelWing
Reply to  Carlos
8 meses atrás

Wagner group nazista? nunca ouvi falar isso… e quem tem como “funcionários públicos” o Batalhão de Azov é Ucrânia, mesmo como todas as barbaridades por eles feitas.

Claudio
Claudio
Reply to  SteelWing
8 meses atrás

Uma imagem vale mais que mil palavras

47F03A82-19CA-4BC8-9C4A-5B80428CBCE4.jpeg
Lana
Lana
8 meses atrás

Os defensores de ditaduras aqui do grupo adoram ver civis nas guerras.
A filha civil do Putin curtindo a vida com bilhões roubado, enquanto o papai mata os filhos dos outros.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Lana
8 meses atrás

Estou enojado!

Jacinto
Jacinto
8 meses atrás

No trecho “Tudo isso visa retardar o avanço russo. A ingenuidade da defesa urbana e da insurgência tem poucas fronteiras” a palavra “ingenuidade” não me parece a correta tradução. A palavra original deve ser “ingenuity”, cuja melhor tradução seria algo como “inventividade” ou “criatividade”.

Machado
Machado
8 meses atrás

Próxima parada Lisboa!!

IMG_20220225_191712.jpg
Hcosta
Hcosta
Reply to  Machado
8 meses atrás

Muitos já tentaram mas Portugal já resiste há 800 anos…

William
William
Reply to  Hcosta
8 meses atrás

Nem em kiev conseguiram entrar ainda…baita piada esse exercito russo….

Rafa_Positronn
Rafa_Positronn
8 meses atrás

Pegaram o “Javelin do Bosquin”

Todo dia as Forças Especiais Chechenas fazem um rapa nos equipamentos ocidentais cedidos pela OTAN para a Ucrania

Mas isso ai não vai ser mostrado na propaganda mentirosa da CNN

Conselho: Vão para os canais no Telegram e vocês vão ver que a realidade é bem diferente do que é mostrado pela midia ocidental

Javelin.jpg
Rafa_Positronn
Rafa_Positronn
Reply to  Rafa_Positronn
8 meses atrás

Agora é só ficar com alguns e mandar outros para a China fazer um estudo e engenharia reversa

Claudio
Claudio
Reply to  Rafa_Positronn
8 meses atrás

Manda pra cá também kkk

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Rafa_Positronn
8 meses atrás

Putz, quanta ignorância…

Esse é tudo “tubo” descartável do NLAW amigo. Volta pra Terra ❗

Quer dizer então que os tais chechenos usam a fitinha vermelha no braço esquerdo? Durante o dia vou voltar aqui com um vídeo com um pelotão inteiro deles se rendendo para os ucranianos. Se você estiver com preço é só procurar que você acha, eu estou sem tempo agora.

Last edited 8 meses atrás by Reinaldo Deprera
Rafa_Positronn
Rafa_Positronn
Reply to  Reinaldo Deprera
8 meses atrás

“Durante o dia vou voltar aqui com um vídeo com um pelotão inteiro deles se rendendo para os ucranianos ”

Dos mesmos produtores de:

  • O Fantasma de Kiev
  • O Saldado russo que se rendeu e foi alimentado com chá e sopa quente pelos ucranianos
  • O Super Drone que mudará os rumos do conflito
  • Os tratores ucranianos que são armas secretas de guerra

Voltando pra realidade:

  • Força Aerea Ucraniana: Fim
  • Marinha Ucraniana: Fim
  • Infraestrutura militar ucraniana: Fim
  • Sistema de oleo e gás ucranianos: dominados
  • Todo o litoral ucraniano: sob controle russo

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Depois sou eu que tenho que voltar pra terra

Rafa_Positronn
Rafa_Positronn
Reply to  Reinaldo Deprera
8 meses atrás

Aliás,

o que você está fazendo por aqui ainda ?

Você não disse que ia pra lá lutar ?

Muita gente aqui se ofereceu para fazer um pix pra voce comprar a passagem de ida

pq não foi ainda ?

Cicero
Cicero
8 meses atrás

Olá Tupã, Finalmente uma pergunta séria sobre o assunto… Pelo que li nos sites externos, verificou-se uma ausência grande por parte da Rússia de drones para levantar dados de inteligência. Os EUA, sempre investiram pesado nesse tipo de cobertura. Isso leva a pensar nos seguintes cenários: – a Rússia não possui uma doutrina adequada para operar neste cenário; – a Rússia ainda não detém a superiodade aérea na região; – a Rússia não se importa com isso, porque o objetivo seria destruição da cidade mais cedo ou mais tarde e esse tipo de resistência teria pouco ou nenhuma importância. –… Read more »

Antunes 1980
Antunes 1980
8 meses atrás

Três pontos relevantes que ninguém comenta.

Primeiro) A diferença de doutrinas militares. A forma como a Rússia organiza suas frentes de combate e suas colunas, são alvos fáceis para as táticas ucranianas. Lembrando que a Ucrânia recebe treinamento específico da Inglaterra e dos Estados Unidos desde 2015.

Segundo) Os ucranianos tiveram bastante tempo para organizar suas linhas defensivas e de suprimentos.
Gerando assim um bloco defensivo que a Rússia não esperava.

Terceiro) A motivação do povo ucraniano pegou os russos de supresa.
Eles achavam que era um país pro-Rússia, porém eles encontram algo totalmente diferente

ícaro
ícaro
Reply to  Antunes 1980
8 meses atrás

Concordo na primeira parte, colocaria também a falta de veículos de combate de infantaria sobre pneus, muitos BTR são destruídos nas lagartas. No segundo, a resistência está forte nas grandes cidades, vide o leste ucraniano com pequenas cidades sendo capturadas todos os dias pelas tropas da RPD e RPL. Concordo sem dúvidas no terceiro ponto.

Últimas Notícias

Imagens de uma guerra: míssil anticarro erra o alvo por pouco

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ATGM russo passando sobre um carro de combate ucraniano. A...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -