quarta-feira, novembro 30, 2022

Saab RBS 70NG

China alerta EUA contra ‘OTAN do Pacífico’

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A China está alertando contra o apoio dos EUA a Taiwan e tentando construir uma versão da OTAN no Pacífico, já que a crise na Ucrânia chama atenção renovada para o status da ilha asiática.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, afirmou na segunda-feira que o “objetivo real” dos planos dos Estados Unidos no Indo-Pacífico era desenvolver a resposta da Ásia à OTAN, segundo a Bloomberg.

“As ações perversas vão contra a aspiração comum da região por paz, desenvolvimento, cooperação e resultados em que todos ganham”, disse Wang. “Elas estão fadados ao fracasso.”

A China já acusou os EUA de tentar suprimir seu crescimento por meio de coalizões de blocos, embora as novas observações tenham ocorrido depois que o presidente russo, Vladimir Putin, fez acusações semelhantes antes de sua invasão da Ucrânia.

Durante a entrevista coletiva na segunda-feira, Wang também fez alguns dos comentários mais diretos da China contra o avanço das relações dos EUA com Taiwan, informou a Bloomberg.

“Isso não apenas colocaria Taiwan em uma situação precária, mas também traria consequências insuportáveis ​​para o lado dos EUA”, disse Wang, afirmando que “Taiwan acabará voltando ao abraço da pátria”.

Sob a política “Uma China”, os EUA não reconhecem oficialmente Taiwan como país, embora tenham apoiado a ilha por meio de ajuda de defesa.

O ataque da Rússia à Ucrânia atraiu muitas comparações com a China e Taiwan, uma afirmação que Wang chamou de “duplo padrão”.

“Alguns, ao mesmo tempo em que falam sobre o princípio da soberania na questão ucraniana, continuam minando a soberania e a integridade territorial da China na questão de Taiwan – esse é um flagrante duplo padrão”, disse Wang.

Também na segunda-feira, Wang se referiu ao relacionamento da China com a Rússia como “um dos relacionamentos bilaterais mais cruciais do mundo”.

Ele também afirmou que a Cruz Vermelha da China forneceria ajuda à Ucrânia “o mais rápido possível”. Embora ele não tenha fornecido detalhes dessa ajuda, seu anúncio marcou a primeira vez que a China ofereceu tal assistência ao país desde o início da invasão da Rússia.

FONTE: The Hill

- Advertisement -

86 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

86 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
8 meses atrás

Ué mais o Kings falou que os EUA não têm influência ali. Mais sim vcs pq vcs têm muito investimento? Quem tá mentindo?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Marcelo
8 meses atrás

Prezado. Deve ser a tal da poderosa AUKUS. É o que venho afirmando. Rússia e China estão aproveitando a debilidade do Ocidente e estão avançando. E a situação pode piorar com a grave crise econômica que pode se abater desse lado do Hemisfério. É um processo irrefreável. A única saída para a Europa será atrelar sua economia com os orientais, coisa que ela vem fazendo há algum tempo. E a tendência é que os EUA serão alijados desse processo. Os EUA estão em uma posição de contestar, bloquear, visto perderem sua posição de maior ator global.. Vão se dar mal.… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Pode ser um rumor inverídico, mas parece que o japão se move pra obter armas nucleares.

WSilva
WSilva
Reply to  Alex Barreto Cypriano
8 meses atrás

”mas parece que o japão se move pra obter armas nucleares.”

O vassalo primeiro precisa da autorização do seu mestre para querer alguma coisa… rs

De qualquer forma, eu sou contra o Japão possuir armas nucleares com 100% de autonomia, seria a mesma coisa que dar uma granada para um macaco…
Agora sob controle dos EUA é outra história, mas isso daria razão a China e Russia armar a Venezuela, Argentina e Cuba com suas nukes.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Alex Barreto Cypriano
8 meses atrás

Vão tomar o caminho israelense. Tem, mas finge que não tem, depois insinua que tem, depois negar que tem. e depois volta a insinuar que tem…

Kornet
Kornet
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Deveríamos fazer o mesmo,só não sei como.
Pq para os países aliados americanos e europeus vão fingir que não viram e não sabem de nada. Já para países ameaçados por esses países,imagine o que acontece.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Kornet
8 meses atrás

Olha, antes desta guerra eu iria argumentar que o Brasil não precisa de armas nucleares. Agora, eu já não tenho certeza e às vezes e me pego pensando exatamente como você. Mas é algo para se repensar a longo prazo.

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
Reply to  Kornet
8 meses atrás

Fala com o Fernando Collor de Melo e pergunta onde ele colocou a Pá de Cal que afundou o nosso programa nucelar.

Diogo de Araujo
Reply to  Alex Barreto Cypriano
8 meses atrás

E lá o negócio vai viu fi, rapidim, rapidim essa bomba dá as caras e se brincar mais forte que a tsar.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Diogo de Araujo
8 meses atrás

Têm o material, o conhecimento e capacidade industrial. A estimativa é de menos de 6 meses depois da decisão de ter.

Nilo
Nilo
Reply to  Marcelo
8 meses atrás

è mais facil lamber sabão de pedra:
https://www.youtube.com/watch?v=T4gG2FA8eJM

Antoniokings
Antoniokings
8 meses atrás

Como dizem: Acabou o respeito.

Nilo
Nilo
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Terão o que pediram o circo e o bufão;
https://www.youtube.com/watch?v=C0Jp8ei5PYQ

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Nilo
8 meses atrás

Perfeito.

Rússia e Ucrânia estavam relativamente em paz, quando alguns loucos em Washington resolveram colocar na mesa a possibilidade dos ucranianos na OTAN.
Ninguém falava nisso.
Aí vem o Stoltenberg, com sua empáfia, dizer que não competia aos russos dizer se podia ou não.
Agora tomou chá de sumiço.
Irresponsáveis.
Criminosos

Augusto
Augusto
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

E a maior ironia nessa historia que a Ucrânia queria entrar na Otan para evitar que o pais fosse invadido pela Rússia e a Rússia invadiu o pais com a justificativa que o mesmo iria entrar para a Otan. Ou seja o desejo de entrar na Otan causou justamente o que se esperava evitar.

Se a Ucrânia tivesse se mantido neutra (igual os países escandinavos e a Áustria) e mantivesse relações cordiais com ambos os lados, os russos não teriam pretexto nenhum para invadir a Ucrânia.

Slow
Slow
8 meses atrás

Se a OTAN com 30 países do norte não impediu o avanço da Rússia, a OTAN do pacífico com 5 ou 6 gato pingado vai impedir oque ?

Jacinto
Jacinto
Reply to  Slow
8 meses atrás

A Rússia não avançou sobre os países da OTAN, ela avançou justamente sobre quem não era da OTAN. A lição que os países da Ásia estão tomando nota é essa: fazer parte de uma associação é mais seguro do que estar sozinho no cada um por si.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Slow
8 meses atrás

Não tem que impedir, só se um membro da NATO fosse atacado, aí verias que impediria, basta ver que a Ucrânia sozinha quase o conseguiu fazer
Agora quanto ao problema na Ásia, não quero opinar, por falta de conhecimentos profundos da base, China vs Taiwan.

Paulo siqueira
Paulo siqueira
Reply to  Slow
8 meses atrás

Japão,Coreia do sul,Austrália,Índia … gatos pingados…Ucrânia sem otan e sozinha está dificultando e destruindo um monte de lata velhas russas e expondo o verdadeiro urso de papel que é a Rússia de Putin!

Paulo siqueira
Paulo siqueira
Reply to  Slow
8 meses atrás

A Rússia está destruída economicamente e moralmente!Com a suas forças armadas sem dinheiro completamente sucateadas ,não assusta mais a Europa!

Agressor's
Agressor's
8 meses atrás

Está na hora dos russos e chineses criarem/formalizarem sua OTAN…

ANTONIO SANTOS
ANTONIO SANTOS
Reply to  Agressor's
8 meses atrás

Aliança militar dos BRICS.

Slow
Slow
Reply to  Agressor's
8 meses atrás

BRICS o maior pesadelo dos EUA ..

Inclusive eles faz de tudo pra derrubar governos que apoiam e investem ..

Last edited 8 meses atrás by Slow
Jacinto
Jacinto
Reply to  Slow
8 meses atrás

Pena que o I e o C têm uma guerra encomendada entre eles, com o I usando armas fornecidas pelo R contra o C.

Slow
Slow
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

” guerra encomendada ” eles vão ficar naquilo eternamente e não vai resolver nada os 2 são nucleares e vizinhos ..

todos países do bloco são ricos em recursos e sem falar na população ..

Jacinto
Jacinto
Reply to  Slow
8 meses atrás

O BRICS não decola enquanto a China não se resolver com a Índia, já que a longo prazo, são estes os dois principais componentes. Se ficarem nisso eternamente, pode fechar a banca.

WSilva
WSilva
Reply to  Slow
8 meses atrás

A Índia está muito atrás da China militarmente e economicamente, o Paquistão ali já dá conta da Índia.

O lance da Índia com a China além de um disputa territorial e civilizacional é ver um regime socialista prosperar enquanto sua democracia(fajuta) não decola.

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

A economia da índia não decola? Até a pandemia, o PIB da Índia cresceu dez anos seguidos,,

imagem_2022-03-08_200458.png
Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  WSilva
8 meses atrás

olha pelo menos até o momento, tem dado India, com pau e pedra pelo menos

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

E o B não vai se meter…

Nilo
Nilo
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Erro seu, o BRASIL se mecheu, só que não foi para o lado que voce queria, foi em direção ao interessa do Brasil e não da Otan (americana):
https://www.youtube.com/watch?v=dNdUhSMfNfc

Nilo
Nilo
Reply to  Nilo
8 meses atrás

mexeu, correto

Jacinto
Jacinto
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Sabe o que é BRICS? É o resultado de um americano (Jim O´Neill) trabalhando para o Goldman Sachs ter preguiça de escrever o nome completo dos países. O pessoal fala em um bloco, mas os dois principais membros do bloco estão em pé de guerra com seus soldados literalmente trocando sopapos na fronteira e estão fazendo isso há 5mil anos.

WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Os principais membros do BRICS na verdade são China e Rússia.

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

O Brics seria um bloco econômico. O PIB da Índia já é 65% maior do que o Russo – e se medir pelo PPP é mais de o dobro.

imagem_2022-03-08_204506.png
WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Até onde sei o Brics nunca foi um bloco econômico.

China e Rússia são os mais importantes por conta de soft power, veja que o mesmo acontce na Organização de Cooperação de Xangai.

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Rússia tem softpower?
A tecnologia russa está ultrapassada em todos os pontos relevantes quando comparada com a Europa, EUA, China, Japão, Coreia do Sul; seu sistema financeiro é irrelevante quando comparado aos players já citados, culturalmente a Rússia já foi uma potência mas hoje duvido que alguém na rua consiga citar uma obra russa contemporânea. É só ver a pauta de exportações russas: só commodities…

imagem_2022-03-08_213354.png
WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

O conflito na Ucrania mostra muito bem o softpower russo, países com tal capacidade somente EUA e China.

Nem mesmo a aliança mais poderosa do planeta tem meios de deter o avanço russo na Ucrânia, militarmente é impossível sem causar uma nova guerra mundial e economicamente vejo o ocidente esgotando suas cartas contra a Rússia muito rapidamente.

A economia russa será machucada pelas sanções mas a Russia sairá dessa mais rápido do que você imagina…

A Rússia também é um player importantíssimo no Oriente médio.

Coreia do Sul e Japão embora sejam países altamente tecnológicos são países irrelevantes geopoliticamente falando.

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Eu interpreto de forma diametralmente oposta: a invasão da Ucrânia demonstra a inexistência do softpower russo. Se a Rússia tivesse softpower, ela não precisaria apelar para o “hard power”, ou seja, para o confronto militar. Teria atraído a Ucrânia para sua esfera de influência sem guerra. Mas entre a UE e a Rússia, o que a Rússia pode oferecer? Dinheiro, a UE tem mais. Tecnologia, a UE tem mais e mais moderna. Mercado, o da UE é maior e mais rico. Cultura, a da UE tem mais penetração internacional. Olha para a EU de um lado e do outro: o… Read more »

imagem_2022-03-08_233552.png
WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

A UE tem quase tudo a mais que a Rússia, no entanto estão paralisados sem saber o que fazer no conflito na Ucrânia, a UE é um gigante com pé de barro, sem os EUA apoiando militarmente a EU colapsa, seus principais membros não falam a mesma língua, são povos que já invadiram um ao outro, causaram duas guerras mundiais, logo essa suposta coesão é para inglês ver, tem muita gente na Alemanha e França odiando essas sanções contra a Rússia pois na visão desses dois países é necessário dialogar com a Rússia e respeitar pelo menos algumas de suas… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Acho que o fato de a UE ter aplicado sanções econômicas à Rússia e fornecido milhares de misseis anti-tanque e manpads à Ucrânia demonstra que a UE não está paralisada. A rigor, democracias têm um processo decisório mais lento do que ditaduras, já que soluções precisam ser negociadas e construído um consenso ou, pelo menos, uma maioria qualificada nas decisões. Essa conversa de “ação decidida” é típica dos estados fascistas que costumam ter e girar em torno de um “líder forte”. Mas, de resto, achei bom você ter reconhecido que a “UE tem quase tudo mais do que a Rússia”.… Read more »

rui mendes
rui mendes
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Bloco, que bloco???!!!
Um bloco é a UE, que tem quase todas as instituições que têm um país, só falta hino próprio, pois até as leis da UE se superiorizam ás nacionais.

Jacinto
Jacinto
Reply to  rui mendes
8 meses atrás

eu escrevi “seria”.
E “bloco” é uma expressão genérica para apontar qualquer grupo de países atuando de forma coordenada.

WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Normal, o C e o P também usam armas do R contra o I.

País independente é assim, negócia com todos, quem achar ruim que pare de comprar.

Bobo é quem aceita a imposição americana. rs

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Pais independente é quem faz as próprias armas.

WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Não, quem faz as próprias armas é autossuficiente.

País independente compra e vende o que bem entende.

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
Reply to  Slow
8 meses atrás

Falou tudo. Desta vez sua mente foi FAST em tudo. Parabéns!!! Tenho de concordar. Como diz a música. “Olha isso aqui tá muito bom, Isso aqoui tá bom demais, Olha quem tá fora quer entrar Más quem tá dentro não sai” *Dominguinhos. C acha mesmo que os EUA vão deixar alguém dominar a PARADA toda? Anos, décadas de investimentos, etc…pra do nada chegar um Dragão, um “Broco” em formato de Siglas ou um Careca com 6000 bombinhas pra tomar o lugar? Cara, pensa na neura ou no estresse que os donos dos EUA devem ter por dia em tentar captar… Read more »

Dod
Dod
Reply to  Agressor's
8 meses atrás

Me pergunto as vezes como um Russo e um Chinês iriam se comunicar em um ataque coordenado.Será que eles iriam falar o inglês?

WSilva
WSilva
Reply to  Dod
8 meses atrás

Muita gente dentro do ELP sabe falar russo, também é mais fácil aprender russo do que chinês, porém não sei até que ponto eles podem se virar somente falando russo.

Andre
Andre
Reply to  Agressor's
8 meses atrás

Pois é, sobrou para os russos mendigar ajuda chinesa.

Será que existem 30 países dispostos a fazer parte dessa aliança liderada pela China?

Claudio
Claudio
8 meses atrás

Os Estados Unidos se tornou com a otan o eixo do mal , grupo dos países ricos que acham que podem fazer oque quiser no mundo, sabotando, sancionando quem não faz as vontades de Washington , levando golpes e guerras pro outro lado do mundo, otan virou um câncer , muitos países tem os Estados Unidos como inimigo em comum

Slow
Slow
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Sem dúvidas é isso mesmo, afinal ela ainda existe pra conter oque ? Socialismo? Comunismo ? Aonde que existe isso na Europa ?

rui mendes
rui mendes
Reply to  Slow
8 meses atrás

Conter o quê???
Queres que te faça um desenho???

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  rui mendes
8 meses atrás

Após o fim da URSS os russos tentaram se integrar à Europa várias vezes e foram repetidamente afastados. O Putin fala disso no documentário que fizeram dele. Vários especialistas falam disso. Como a OTAN foi criada para se contrapor a URSS, com a queda dessa, mas com a Rússia mantendo seus estoques de armas, é compreensível a suspeita dos americanos e europeus e a manutenção da organização. Conforme o tempo passou, em vez de aproveitar o sufoco russo para construir pontes, diminuir o arsenal nuclear, expandir o acordo de céus abertos e criar similares a ele, a OTAN começa um… Read more »

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Ten Murphy
8 meses atrás

E digo mais, desde o seculo 19 americanos e europeus falam sobre internacionalizar a Amazônia. Argumentos vão desde que somos indolentes e incapazes, sem ambição de explorar a região, passando por motivos humanitários até o sempre presente argumento ambiental. Tentativas ocorreram umas 3x, e não apenas de gestão compartilhada, mas de trazer militares aqui. A derradeira foi a fala do Macron e a tentativa no conselho de segurança de legitimar uma intervenção. Desde meados do século 20 os militares tentam ocupar e explorar de forma sustentável a calha norte. Ongs trabalharam e criaram reservas que são maiores que o estado… Read more »

Slow
Slow
Reply to  rui mendes
8 meses atrás

Estou esperando

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Mas todo mundo corre pro lado dos EUA…

Quantos correram pedindo proteção a Rússia ?

Nilo
Nilo
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Quem corre para pedir ajuda?: ( quem cria inimigo vacila):
https://www.youtube.com/watch?v=5vsQFczLd1g
https://www.youtube.com/watch?v=RtiWNxEosBE

Last edited 8 meses atrás by Nilo
Jurandir Noronha
Jurandir Noronha
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Cazaquistão pediu recentemente.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
8 meses atrás

Por causa do dinheiro e do poder de sancionar até a alma dos demais. O poder americano se sustenta nisso. Só depois nas armas. Se aparecer uma alternativa econômica aos Estados Unidos e à União Europeia muito país vai rever esse apoio incondicional aos americanos.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Claudio
8 meses atrás

Exato.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
8 meses atrás

É outro país de loucos onde as notícias precisam serem invertidas para fazerem sentido. Então nessa ficaria assim:

OTAN alerta EUA contra China no Estreito de Formosa
Save Ferris 😡

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Reinaldo Deprera
8 meses atrás

Dormiu enrolado na bandeira essa noite ou tava muito quente ?

sub urbano
sub urbano
8 meses atrás

A vitória fácil da Russia na ucrânia vai animar muita gente na China. Colocaram de joelhos um país maior que a frança em questão de dias. A imagem de aliados pendurados no pneu de aviões americanos ainda assombra muitos fanboys.

Welington S.
Welington S.
8 meses atrás

A China não só estava como ela está só observando a guerra Rússia-Ucrânia e as ações dos EUA e OTAN. É só uma questão de tempo para que a China comece suas incursões em Taiwan. E os EUA, assim como no caso da Ucrânia, apenas observará. Tem quem diga que Taiwan é mais importante que a Ucrânia, para os EUA, mas, eu duvido muito. Na hora que o caldo engrossar de vez, infelizmente, Taiwan cairá!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Welington S.
8 meses atrás

Não creio. A China pode ser tornar a grande beneficiária dessa situação. Primeiro que está longe do conflito e pode ser menos afetada pelos problemas energéticos que o Ocidente certamente terá. Acabei de ler que ano passado ela comprou cerca de 324 milhões de barris da Venezuela e Irã. Certamente em condições especiais que pode tentar manter. E agora terá a oferta de energia russa, abundante e que chegará por dutos, sem problemas de transporte no que diz respeito a transporte (econômico e estratégico). Segundo que trará para mais perto dela um País gigantesco, com reserva minerais de cerca de… Read more »

Arrow
Arrow
Reply to  Welington S.
8 meses atrás

EUA só precisa de uma desculpa para varrer os comedores de morcego.

Não vão fazer nada em Taiwan, não querem ser dizimados.


WSilva
WSilva
Reply to  Arrow
8 meses atrás

O escravo colonizado da Inglaterra não tem coragem de bater de frente com o dragão chinês, depois da surra que levaram na guerra da Coreia só restou o trauma. rs

Maurício.
Maurício.
Reply to  Arrow
8 meses atrás

EUA varrer a China? Eles não varrem nem a “falida” Rússia que segundo uns “entendidos” só tem equipamento velho do tempo da URSS, tem cada um que aparece por aqui…Eles até podem varrer, mas serão varridos juntos, e isso é um fato, o resto é blá blá blá e mimimi.

Rogerio
Rogerio
Reply to  Arrow
8 meses atrás

Acho vc tem problema na mente, tá assistindo muito desenho o ligar da justiça.. Kkk

Romario Silveira
Romario Silveira
8 meses atrás

Segundo informações, a China sabia que a Rússia iria invadir a Ucrânia. Ou seja, essa China é outra tranqueira que NÃO presta como povo e sociedade. Trata-se de uma ditadura que NÃO respeita ninguém, persegue povos interna e externamente. A China politicamente é um grande problema, inclusive para o Brasil e a nossa região. Sem fanatismo, precisar ficar de olho nessa gente, é preciso inteligência. Temos no dia de hoje 2 potencias nucleares que estão de braços juntos na invasão de um país, sendo 1 deles de forma indireta. Uma invasão PLANEJADA, que foi negada pelo Putin durante 2 meses,… Read more »

sub urbano
sub urbano
8 meses atrás

Nada sobre o hat trick do Maduro negociando grande quantidade de petroleo com os americanos? “make Venezuela great again” kkk Grande lider latino americano

Marcos10
Marcos10
8 meses atrás

Porteira que passa um boi, passa uma a boiada.
Fraqueza de Biden deu nisso.

Jacinto
Jacinto
8 meses atrás

A OTAN não nasceu da forma como a conhecemos hoje. Em sua origem está um tratado de defesa mútua entre Reino Unido e França, que depois passou a abrigar os países da Benelux. Somente quando se tornou evidente que a URSS iria testar sua bomba nuclear e desequilibrar a balança de poder na Europa é que a OTAN tomou a forma atual, encontrando no outro lado do Oceano uma potência com poder militar e econômico suficiente para contrabalancear a situação e com o qual pelo menos um dos países tinha uma relação muito profunda (Reino Unido);. Não há muitas dúvidas… Read more »

Kornet
Kornet
8 meses atrás

E muitos aqui batem palmas para Otan e seu chefe do Norte.
Logo logo ,vai ficar aparecendo aqui e monitorando a floresta das girafas,dos elefantes,urso polar para proteger os macaquinhos e os indiozinhos sem terra.

Claudio QUADROS
Claudio QUADROS
8 meses atrás

China vai acaba sendo bloqueado como Rússia vão ver .China for bloqueada não vende para ninguém

Eduardo Prado
8 meses atrás

Isso vai dar mer …, um bando de déspotas querendo cada um ser dono do mundo, se sobrar mundo depois de brincarem de deuses.

Maurício.
Maurício.
8 meses atrás

A China está fazendo drama, ela sabe que os EUA ou uma OTAN do pacífico nunca vão atacar a China diretamente, os grandes não se enfrentam, a guerra na Ucrânia está aí para todo mundo ver.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

O problema não é a China ser atacada por uma “OTAN do Pacífico”. O problema é que uma entidade como esta retiraria da China a possibilidade de usar a força contra seus vizinhos menores.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

Isso tudo na teoria né? Na prática não sei se seria tão simples assim.

Nemo
Nemo
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

A China não precisa usar a força contra a maioria dos vizinhos, ela já comprou todos. Até aqui na América do Sul, com a exceção de Colômbia e do Surimame, a China é o maior parceiro comercial.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Nemo
8 meses atrás

Bom então porque a Indonesia esta gastando USS 125 bi em armas – comprando dos EUA e da França?
Sobre ser parceiro comercial: em 1940 o maior parceiro comercial da Alemanha era a URSS e do Japão eram os EUA…

WSilva
WSilva
Reply to  Jacinto
8 meses atrás

A Indonésia está junto com China e Rússia, a Indonésia se recusou a seguir a condenação e sanções do ocidente contra a Rússia.
Não se esqueça que a Indonésia é um membro do Belt and Road.

Jacinto
Jacinto
Reply to  WSilva
8 meses atrás

E você sabe qual foi o resultado do Belt and Road para a Indonésia? Ruinoso. A principal obra seria um trem de alta velocidade que está custando muito mais do que deveria, o que obrigou o governo indonésio e colocar dinheiro na obra (o que ele não queria fazer). E que atrasou tanto que se tornou inútil, já que o objetivo dele se perdeu, dado o fato que a Indonésia está mudando sua capital, que deixará de ser Jacarta para ser Nusantara.

Carlos Campos
Carlos Campos
8 meses atrás

Rússia toma a crimeia, financia separatista, China, vocês vão se arrependem, não tolelamos isso kkkk

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
8 meses atrás

Tô falando que logo logo o Xing entra para a lista dos donos do mundo.

Americanos, russos e chineses vão acabar com o mundo.
O lado cômico é que se estes caras morrerem simultaneamente por ataques uns contra os outros, teremos por aqui no site a continuação das tretas dos discípulos, puxa sacos, baba ovos de ambos os lados.

Meu caça é melhor do que o seu….
O meu tanque é melhor do que o seu…

Ah más o mais país preferido tem mais misseis do que o seu…
O meu tem mais….

Eh lá ia….

Últimas Notícias

IMAGEM: Ataques russos à infraestrutura deixam a Ucrânia na escuridão

As imagens de satélite mostram o território da Ucrânia às escuras pela falta de energia elétrica provocada pelos ataques...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -