segunda-feira, junho 27, 2022

Saab RBS 70NG

Ucrânia — Redefinindo o papel das forças especiais modernas em uma guerra terrestre

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Por Paul Wallis

As forças especiais (SOF) da Ucrânia vêm registrando muitos sucessos recentes em um número cada vez maior de ataques contra as forças russas. Elas fizeram um trabalho notável para uma força que só foi fundada em 2015.

Esta é uma organização bastante sólida, com cerca de 2.000 membros em março de 2022. Na verdade, é uma força bastante grande, em comparação com outros países. Elas foram desdobradas atrás das linhas russas, em combate de fluxo livre e nas linhas de frente ao redor de Kiev.

Essa é uma carga de trabalho pesada no meio de uma guerra de tiros à queima-roupa de sua capital e outras cidades. Elas parecem estar atingindo tudo e qualquer coisa em uma série de operações particularmente bem estruturada. Sua taxa de sucesso é extraordinária.

Em contraste, as forças especiais russas parecem ter conseguido muito pouco na mesma guerra e nos mesmos contextos militares. Mesmo a máquina de propaganda russa não tem nada de bom a dizer sobre suas atividades em qualquer nível. As operações especiais russas parecem ter sido duramente espancadas no sul da Ucrânia por um de seus homólogos, o Regimento Azov.

Alguns dos antigos com muito do novo

As operações especiais da Ucrânia estão ecoando alguns elementos do passado. O SAS original e o Grupo do Deserto de Longo Alcance começaram no norte da África na Segunda Guerra Mundial. Suas missões eram penetrar atrás das linhas e causar estragos.

As SOF da Ucrânia vem realizando operações contínuas desse tipo há algum tempo. Elas zombaram da segurança lateral russa no processo. ElAs até capturaram um sistema móvel FARA, projetado especificamente para monitorar, localizar e atacar as forças inimigas.

Esse nível de operações é praticamente pão com manteiga para as forças de operações especiais, mas está sendo feito 24 horas por dia pelas SOF ucranianas. Isso é muito novo. Mesmo permitindo distâncias comparativamente curtas, o escopo das operações das SOF está contando uma nova história para a guerra moderna.

Bata forte, bata rápido e continue batendo

Os métodos desajeitados de operação da Rússia são irremediavelmente superados nesta guerra. É claro que eles não têm respostas para a furiosa SOF ucraniana. A enciclopédia de sucessos de 4 semanas das SOF foi alcançada contra um exército de combate ativo no campo.

É um território muito novo para as forças especiais. Apesar da qualidade de combate inferior criminalmente imperdoável de algumas unidades russas:

  • Ainda existem unidades de combate supostamente eficazes e de forças especiais russas que falharam miseravelmente contra as SOF da Ucrânia por semanas a fio.
  • O grande número de operações bem-sucedidas das SOF indica que não há aplicação efetiva de quaisquer contramedidas em qualquer nível.
  • O pedantismo tático russo e os estilos operacionais dogmáticos não estão se adaptando à nova realidade de combate.
  • Nenhuma área de operações russas está a salvo de ataques das SOF.

A nova forma de guerra? Só pode ser

As operações das SOF estão contribuindo diretamente para outras operações ucranianas de mais maneiras do que apenas atacar os russos:

  • Economia de força: SOF é uma força comparativamente pequena, menos de 1% das forças militares ucranianas, alcançando resultados de valor extremamente alto.
  • Integrações de SOF com operações terrestres: As operações flexíveis estão se encaixando bem com os contramovimentos ucranianos.
  • Inteligência atual especializada no terreno: Forças especiais são inteligência móvel por definição. Obviamente, isso está funcionando bem para os ucranianos. Eles têm inteligência de combate local e outras em tempo quase real de fontes confiáveis.
  • Ameaça de segurança constante: Os russos têm uma escolha cara que é quase impossível de fazer neste ambiente – Comprometer muitas forças para uma segurança lateral muito maior, ou simplesmente esperar que suas forças locais possam superar as SOF. Eles estão ficando sem forças terrestres e ainda não os superaram.
  • Forças móveis são alvos difíceis: você pode ter tanto poder de fogo quanto quiser; forças móveis podem evitá-lo. Mísseis hipersônicos, TOS e sistemas semelhantes podem atingir alvos estáticos, mas não muito mais. A mobilidade pode anular o poder de fogo e fazê-lo bem.

É aqui que o futuro começa. Deve ser um chute muito forte no lugar apropriado para dogmáticos militares. No espaço militar cada vez mais automatizado, as pessoas eficazes são a nova referência. As SOF da Ucrânia estão provando quão eficazes as forças de assalto móvel com experiência em tecnologia podem ser em um nível fundamental.

A guerra complexa não se torna menos complexa. Ela evolui e desenvolve nuances. Requer conjuntos de habilidades de alta qualidade em mais áreas. Ele precisa de ideias tanto ou mais do que precisa de hardware caro.

O comando de unidades menores é notoriamente mais eficiente em combate do que as estruturas pesadas de comando no nível do exército em combate. Unidades autônomas podem receber uma tarefa e gerenciar a maior parte delas por conta própria.

Mobilidade e agilidade são fatores-chave. As SOF extremamente ágeis da Ucrânia operam com a força de uma companhia aproximadamente ou menos. Unidades maiores simplesmente não podem fazer ginástica logística desse tipo nessas funções.

Essas unidades de combate altamente adaptáveis ​​podem gerenciar bem situações fluidas. A história usual é que, quando as coisas se movem, o comando está tentando acompanhar as informações. Essas unidades podem ditar claramente o combate, manter a iniciativa e gerenciar situações o mais rápido possível.

As forças especiais podem ser minigrupos de batalha. Isso não é particularmente novo, mas os métodos ucranianos estão mostrando como essa metodologia pode funcionar em um contexto de combate terrestre. As forças militares convencionais também podem fazer isso, com um pouco de treinamento e algumas atualizações.

Por que comprometer um batalhão ou brigada quando você pode fazer o mesmo trabalho com menos risco e mais agilidade tática dessa maneira? A infantaria móvel e os comandantes blindados, em particular, estarão bem cientes dos problemas.

Gerenciar sua própria força em combate é uma tarefa bastante desagradável e ingrata. É a quantidade de golpes necessária, não o número de tropas. Esta opção oferece o golpe sem forçar os músculos.

Esta guerra está se transformando em um grande clássico militar em táticas. Os militares ocidentais em todo o mundo deveriam convidar os ucranianos para algumas palestras. Eles vão valer muito a pena o tempo.

Um pouco de humor negro para os leitores militares – Há alguns dias, as forças russas atacaram uma vila com uma coluna blindada. Os aldeões os repeliram e fizeram uma bagunça na coluna. A grande conquista russa foi danificar alguns prédios e destruir a casinha de uma velha senhora.

Pode ser que a velha maneira de guerra terrestre precise de algo um pouco mais elegante, você não acha?

FONTE: www.digitaljournal.com

- Advertisement -

69 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carcara_br
carcara_br
3 meses atrás

Eu achava um exagero russo a questão nazista na ucrânia, achava.

Marcos10
Marcos10
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Muda o disco!

carcara_br
carcara_br
Reply to  Marcos10
3 meses atrás

Pois é, transformaram um espantalho numa realidade. Estão vendendo a alma pra tentar atingir a Rússia, literalmente usando sangue ucraniano como tributo.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Fizeram do Z um meme que representa o fracasso. Carimbo de equipamentos de baixa qualidade.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Palpiteiro
3 meses atrás

Sim, daqui pra frente entenda baixa qualidade como: “baixa qualidade”.
Mas prefiro um AMX desenvolvido pela engenharia brasileira que 20 F-35 americano. Garanto que os russos se orgulham muito da própria capacidade de produzir equipamento de baixa qualidade.
Pena dos ucranianos que jamais vão produzir aviões cargueiros gigantescos de baixa qualidade novamente. Seja pela destruição russa, seja pela ambição de se tornar “Europeu” e ter que vender a alma para a Airbus.

Carvalho
Carvalho
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Um AMX desenvolvido pela engenharia brasileira….
Vou catar coquinho

Peixe
Peixe
Reply to  Carvalho
3 meses atrás

Kkkk parece que o só o da Itália entraria bem nessa guerra. Mas o cara carcara Garante!

Last edited 3 meses atrás by Peixe
Nilo
Nilo
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

É possibilidade grande de que militares americanos da inteligencia e serviços especiais entejam envolvidos pessoal nestas ações especias, dando suporte de informações, material e emprego de táticas,

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Isto é óbvio..

Falo isto desde o dia 1

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Por aqui também chamam todo mundo de direita de nazista e fascista, mas o governo de direita conservadora não prendeu ninguém, quem prende , silencia, desmonetiza, censura e proíbe é o supremo tribunal fascista, nunca vi isso nem na ditadura, e olha que eu vivi a ditamole de 64, era um paraíso comparado com hoje, só os bandidos mesmo, armados e que praticavam terrorismo, se estrepavam. Só vi jornalista sendo preso no AI-5, não era ditadura, o que não havia era democracia, mas hoje estamos muito pior, até o Canadá usou leis de exceção para cancelar movimentos populares, os caras… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Carlos Crispim
carcara_br
carcara_br
Reply to  Carlos Crispim
3 meses atrás

Vish, é só o pesinho no fascismo preocupa não. confia…

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Mas parece que o senhor acredita que a Rússia não tem esse problema…
Os que começam a ser fascistas são piores dos que já o são…
Uma lógica imbatível…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Carlos Crispim
2 meses atrás

Concordo!

Cal
Cal
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Há nazistinhas lá, como cá. Aliás tem muitos seguidores de um político extremista daqui, que se enquadram facilmente. Obviamente isso jamais deveria ser desculpa para invadir um pais e muito menos atacar seus cidadãos civis. Putim é um criminoso que agora exporta suas atrocidades. Felizmente (se há algo bom nesta tragédia) a Otan está mais unida do que nunca.

rdx
rdx
3 meses atrás

Convidar os ucranianos para transmitir as lições aprendidas nessa guerra? O EB deveria ser o primeiro da lista. Já disse mil vezes que o nosso exército é uma força anacrônica. Trata-se de um exército de 3ª geração composto por conscritos armados com fuzis ruins e apoiados, principalmente, por metralhadoras com tripé, morteiros, artilharia rebocada e blindados obsoletos. É tão anacrônico que ele possui apenas 10 lançadores ATGM.

Last edited 3 meses atrás by rdx
Carlos Gallani
Carlos Gallani
3 meses atrás

Estes “pequenos” comandos vão vencer a guerra, o atrito que eles proporcionam é formidável, quem não lembra da foto dos cacarecos que a Rússia estava enviando para o suporte de suas tropas… Se eles continuarem a receber armas AT e AA de qualidade a próxima primavera será muito florida nos campos Ucranianos. Existe um pequeno detalhe que esta sendo pouco explorado que é envio de drones switchblade pelos EUA, se em quantidade, na mão destes comandos eles farão uma miséria nas forcas Russas, ate agora as guerras com pequenos drones ainda não atingiram um ponto de fulgor, um amadurecimento, é… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Carlos Gallani
Carlos Gallani
Carlos Gallani
3 meses atrás

Achamos o primeiro!
(Parece que houve um problema aqui nos comentários, este estava dentro de uma linha de outros comentários que sumiu!)

Last edited 3 meses atrás by Carlos Gallani
carcara_br
carcara_br
Reply to  Carlos Gallani
3 meses atrás

Problema chamado falta de respeito e autoanálise rsrsrsrs.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Talvez a falta de relação com a matéria seja motivo mas verdades foram ditas!
Quem apoia ditadura é intelectualmente fracassado!

Ramon
Ramon
3 meses atrás

Essa guerra na Ucrânia vem mostrando algumas coisas interessantes, primeiramente reconheço que as forças ucranianas estão perdendo terreno, mas é impressionante a forma que ele atuam atrás das linhas russas, são inúmeros os relatos de ataques principalmente aos comboios de suprimentos e a cadeia de comando, e outra coisa que me chamou atenção é o uso de drone civis que vem se mostrando como um ótimo suporte para a artilharia, creio que no futuro veremos drones simples como esses nas baterias de artilharia e é uma coisa que aparentemente é fácil de aprender a controlar.

Kornet
Kornet
3 meses atrás

Só faltou dizer que são melhores do que o Team 6.
Essa é a guerra mais imparcial da história,queremos a verdade não importa o lado.
Até o Google adotou um lado,tá difícil achar a verdade nessa guerra.

José Marinho
José Marinho
Reply to  Kornet
3 meses atrás

Em todas as guerras é dificil saber a verdade, porque ambos os lados divulgam o que lhes interessa e os poucos jornalistas internacionais so transmitem o que os lados deixarem,
O que até é normal porque o que for dito de um lado pode ser aproveitado pelo outro

pedroctba
pedroctba
3 meses atrás

Vc sabe quando a “coisa” desanda é no momento que esse lado precisa usar de mentiras, estorias ou contos de fadas para mostrar algum resultado ou como nessa guerra, esconder seus fracassos! O texto acima é uma reunião disso, sem qualquer ponta proxima da realidade e por isso usa suposições, adjetivos e outras bobagens para tentar passar uma imagem de que “ei, nosso lado esta sendo o fodão dessa guerra” mas na realidade, estão sendo o adubo da mesma! Mas voltando a realidade o que temos? O uso dessas SOFs provou ser um desastre. Desde a tomada do aerodromo de… Read more »

Calango
Calango
3 meses atrás

As operações especiais russas parecem ter sido duramente espancadas no sul da Ucrânia por um de seus homólogos, o Regimento Azov.

A realidade está dizendo o contrário.

Nascimento
Nascimento
3 meses atrás

Texto muito bom, só erra em omitir o grande feito das milícias ucranianas nessa guerra, elas sim impuseram muito mais perdas. O exército regular ucraniano viu seus meios AAes e de cavalaria de frente destruídos na primeira semana de guerra, as AAes de longo alcance e médio alcance foram em sua maioria destruídas também na 1ª semana de guerra. Isso prova o quão necessário é ter sua população pesadamente armada pra defesa do território. Curioso é que Zelensky era desarmamentista até o início da guerra. Não foi por acaso que o nazismo varreu toda a Europa na IIGM e deixou… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Nascimento
3 meses atrás

Vamos treinar 220 milhões de “rambos” tipo aqueles que foram pra ucrânia e descobriram que era muito mais provável morrer numa guerra moderna levando um míssil disparado a algumas centenas de km de distância que enfrentando o inimigo cara a cara.
Uma população armada também modifica a estratégia de avanço de um possível inimigo tornando tudo várias vezes mais brutal, não se engane.
Pai de adolescente que matou mãe e irmão por causa de jogo quer cuidar do filho – Jornal Correio (correio24horas.com.br)
A propósito medo de invasão pra que? Nós mesmos vamos nos matar.

Nascimento
Nascimento
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

”mais provável morrer numa guerra moderna levando um míssil disparado a algumas centenas de km de distância que enfrentando o inimigo cara a cara.” Não foi isso que ocorreu com os suiços, nem com os ucranianos, nem com os vietcongs, nem com os talibãs e muito menos com os revolucionários americanos. Quando chega na guerra urbana ou nas áreas periféricas, TODO o exército convencional inimigo tem problemas pra avançar. Foi o mesmo em Fallujah e em Grozny, por que seria diferente agora? Esse adolescente é um assassino. Ele não deixaria de fazer a mesma coisa com uma faca. O desarmamento… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Nascimento
3 meses atrás

Bom, as vezes o objetivo de um agressor não é integrar a população, podem ter outras coisas em mente, desde uma expedição punitiva até exploração de recursos naturais, vai saber. Quer brincar de atirar num estande de tiro ou ter uma m60 no armário, tudo bem, mas só não diga que é pra defender o país. Normalmente o discurso armamentista é até “liberal” para se “defender” do “abuso de estado” (sei lá o que querem dizer com isso, vão atirar na polícia mesmo?), apesar de não ter sido dito por você. Quer falar de defesa de um país continental de… Read more »

Last edited 3 meses atrás by carcara_br
Nascimento
Nascimento
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Eu nunca neguei a importância de ter FAs dissuasivas, apenas disse a importancia de ter sua população armada e que isso já impôs pesadas perdas ao exército atacador. Inclusive a garantia de ter esses meios mencionados por ti é não ter que precisar usar a população como arma na guerra devido ao fator dissuasivo. Mas não se engane, a própria Índia já foi passada pra trás pela China por ter sido atacada de surpresa recentemente. Mesmo detendo população armada e FAs no estado da arte, é necessário que elas estejam em um estado de prontidão alto. Sobre a guerra de… Read more »

eliton
eliton
Reply to  Nascimento
3 meses atrás

Eu sou favoravel a população ter acesso a armas, mas esse negocio de que a Suia não foi invadida só porque a população tem armas é meio lenda, ela não foi invadidada por diversos motivos: o lugar é uma montanha não tem valor estrategico nenhum, as forças armadas Suiças investiram pesado na modernização de seus meios e na contrução de fortificações antes do inicio da guerra (o que causaria pesadas baixas no exercito alemão) e principalmente a suiça era muito mais util para os alemães como um pais neutro, porque tudo o que era saqueado dos judeus (ouro, dinheiro, titulos,… Read more »

Nascimento
Nascimento
Reply to  eliton
3 meses atrás

E tem mais, os exemplos do UK (Reino Unido) e da Rússia, a Alemanha perdeu nesses dois TO. Por qual razão faz parecer que com os suíços seriam diferentes? Você está dizendo que não havia lógica nenhuma dos nazistas invadirem um país para se apossarem de todo o seu sistema financeiro, o qual guarda boa parte da riqueza do mundo?! Nossa! E ainda não considera a Suíça como um ponto estratégico? Você certamente não conhece a geografia estratégica na Suíça: Exemplo: tem apenas um vale para ir diretamente da Suíça para Itália: Chama-se Valais. Tem uma estrada de ferro e… Read more »

eliton
eliton
Reply to  Nascimento
3 meses atrás

Desculpe, não entendi seu comentario, você esta basicamente concordando comigo. A Suiça começou a se fortificar quando viu que poderia ocorrer uma guerra usando sua geografia montanhosa pra se transformar em uma legitima fortaleza que iria tornar qualquer incursão em algo desgastante e desnecessario. A Alemanha não precisava infrentar esse inferno todo pra ter um contato com a Italia porque eles tinham anexado a Áustria. Os bancos suiços eram os unicos que aceitavam ouro nazista, se a Alemanha invade e conquista a Suiça o que eles iriam fazer depois que o dinheiro desses bancos acabassem? Liechtenstein é infinitamente mais facil… Read more »

Pablo Maroka
Pablo Maroka
3 meses atrás

Um olhar cirurgico sobre a virada ucraniana.

MBK
MBK
Reply to  Pablo Maroka
3 meses atrás

Parafraseando Pirro, mais uma vitória dessas e os ucranianos estarão destruídos.

Carvalho
Carvalho
Reply to  MBK
3 meses atrás

Vale o mesmo para os russos

Material arquivo
Material arquivo
3 meses atrás

A Rússia está fazendo um show de erros nessa guerra. A começar pela própria guerra, sempre a última alternativa do perdedor. Os russos estão destruindo cidades, infraestrutura, atacando civis, roubando ucranianos tc…danificando seriamente a Ucrânia. Isso vai gerar um ódio imenso no povo ucraniano, inclusive no tal fictício russo morador da Ucrânia. Eu jamais usaria essa estratégia ultrapassada. Em grande parte os europeus estão deixando os russos “agirem” para mostrar ao mundo como eles agem. Não existe propaganda pior para a Rússia, na outra ponta o idiota do Putin uniu toda a Europa e fortaleceu a ideia militar nos países… Read more »

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

Analise bem sensata e ponderada.

Peixe
Peixe
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

É o jeito russo de ser facista!

Nick
Nick
3 meses atrás

Queria saber mais sobre a fonte das info que foram passadas nesse artigo. No mais. SOF’s é para isso mesmo. Mas meio que presunçoso afirmar que as Forças Especiais Ucranianas estão refenindo o papel das SF’s

Last edited 3 meses atrás by Nick
Peixe
Peixe
Reply to  Nick
3 meses atrás

Se não tá na RT.com é pq é verdade!

Fernando
Fernando
3 meses atrás

Os especialistas estão dando todo tipo de volta só pra não admitir o fato de que as forças russas são ruins, mal treinadas, mal equipadas e mal alimentadas, e que todos nós superestimavamos sua capacidade. Admitir isso dói muito na turma.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
3 meses atrás

Forças especiais é osso, quando você menos espera eles estão lá, com a faca no seu pescoço.
SDS

Antunes 1980
Antunes 1980
3 meses atrás

Depois de 1 mês de intensos combates, as forças especiais russas foram amplamente superadas pelas forças especiais ucranianas.

O pior é ficar ouvindo tantos canais repetindo insistentemente que os Spetsnaz são imbatíveis.

Nesta guerra tivemos a certeza que os equipamentos russos e suas doutrinas de guerra possuem seríssimas limitações.

Peixe
Peixe
Reply to  Antunes 1980
3 meses atrás

Sim , precisam de russos, olha as hélices da FAB. Já teríamos um avião indo buscar na Turquia, franca ou eua. Mas não, precisamos dos amigos russos e seu jeito de ser do contra.

Last edited 3 meses atrás by Peixe
Nilton L Junior
Nilton L Junior
3 meses atrás

Que excelente aprendizado para as forças armadas Russas, estamos batendo, eles estão apanhando e agora vamos aprender como bater melhor e eles como apanhar.

Peixe
Peixe
Reply to  Nilton L Junior
3 meses atrás

E o povo da Ucrânia que se lasque! Fortuna pra galera que reforma tanque velho.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Peixe quem entra na chuva esperando o vizinho emprestar o guarda chuva pode se dar mal, os EUA/NATO fizeram a UE dar motivo para a Russia fazer essa intervenção na Ucrânia.
Agora se é correto ou não o que o governo Russo fez depende da torcida, eu concordo com aqueles que veem esse entreveiro como uma disputa entre uma potência capitalista regional e outra potência capitalista mundial que vem perdendo sua hegemonia na economia mundial e que fez um grande favor ao mundo de romper a ordem geoeconômica baseado no dolar, e como consequência ainda consolidou a formação da Eurasia.

EduardoSP
EduardoSP
3 meses atrás

Depois de um mês de operações na Ucrânia os demais países estão mais ou menos temerosos de enfrentar o exército russo?
Acho que mesmo os russófilos vão aceitar que a resposta é a segunda opção.
Acabou a ideia da supremacia material russa, que esmaga qualquer resistência.
Diminuiu o respeito derivado do medo.
Isso vai ter consequências.

Caio
Caio
3 meses atrás

Os russos esqueceram de sua guerra de milícias, contra os nazistas em Stalingrado. E ficaram confiando demais em trambolhos pesados.

Peixe
Peixe
3 meses atrás

Viva as forças especiais e os soldados profissionais! Nada de botar favelado russo na frente, coitada da juventude desempregada do país gelado. Que cada comando na fronteira BR seja visto como tropa especial e apoiado.

Peixe
Peixe
3 meses atrás

Como vai o ser humano real por trás do teclado caro zeus. Curtindo o dólar baixo e o iPhone por assinatura.

Rayan
Rayan
3 meses atrás

Li o artigo com estímulo inicial e motivação, até pelo frutífero bom desempenho de unidades operacionais especiais Ucranianas em vários teatros de operações desta guerra. Como veterano de uma unidade SOF fiquei empolgado e ao terminar o artigo decepcionado com o nível panfletário e propagandistico do autor. Sequer trouxe considerações concretas sobre o método e exemplos de atuação das unidades SOF da Ucrânia em certas batalhas, como de Irpin , subúrbio de Kiev, em que conseguiram uma excelente atuação destruindo em operação de sabotagem colunas de suprimentos russas. Da mesma forma menosprezar atuações comprovadamente eficazes de unidades SOF russas é… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Rayan
3 meses atrás

O aeroporto em que uma unidade da VDV foi destruída? Esta falando abobrinhas

Rayan
Rayan
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Abobrinha é a tua reação ridícula, meu caro. Na batalha de Gostomel as unidades spetznaz fizeram um trabalho reconhecido, assim como unidades Ucranianas na batalha de Irpin. Quem é você, que conhecimento de causa tem para vir com esse nível tosco de questionamento? Além de se basear em achismos sabe se lá em que fundamento e em propaganda alheia, sequer sabe o que é uma unidade de operações especiais em doutrina e funcionamento.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Rayan
3 meses atrás

“ Quem é você, que conhecimento de causa tem para vir com esse nível tosco de questionamento? ”

Quem tem mais informações que voce, que se autointitula ex forças especiais, se colocando no pedestal.

Fala serio, eles jogaram uma unidade toda da VDV para capturar uma aeroporto sem apoio nenhum, foram destruídas em horas.

Sem contar o 331 regimento VDV que foi destruído em outras batalhas da frente de Kiev.

Ainda tiveram a coragem de lancar assaltos de spetsnaz nos primeiros dias em Kharkiv e Kiev sofrendo pesadas baixas do exército ucraniano.

Rayan
Rayan
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Qual tua fonte concreta sobre essa batalha? Propaganda ucraniana?

Você está confundindo as versões e proferindo imprecisões.

Dia 24/02 às tropas aerotransportadas russas tentaram em assalto aeromóvel tomar o aeroporto. Tiveram baixas e recuaram para as imediações.

Porém na assalto posterior , dia 25-26/02, equipes Spetznaz lograram êxito significativo e foram essenciais.

Quanto a minha experiência, ao menos a tenho e posso compartilhar.

Porém me recuso a aceitar comentário do nada de um desqualificado como você que já vem com arrogância de tentar me desqualificar sem ter base cnem conhecimento de causa.

E para piorar, mal embasado quanto ao evento.

Rayan
Rayan
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

E garanto que minhas fontes são mais amplas e diversificadas que sua narrativa pró Ucrânia replicada por um lado só.

Ainda mencionei elogios ao desempenho das equipes SOF da Ucrânia na batalha de Irpin, mas você como outros prefere a histeria infantil de já tentar ofender.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

Falando em FE´s…

Eu canso de ver aqui que equipamento ocidental é uma m….

São para exibição e não para combate..

Mas eu não me canso de ver as FE´s da Rússia, Chechênia, Ossétia do Sul, etc..

Utilizando equipamento ocidental…

E não apenas o Multicam e o ATACS-FG…

Capacetes, pelo menos o corte, da OpsCore, óticos ocidentais e acessórios isralenses nos AK…

Modo irônico ON:

A que se deve isto ? Será que eles gostam de morrer ou tem um monte de gente aqui que fala o que não sabe ?

Modo Irônico OFF:

Rayan
Rayan
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

Muitos desses equipamentos são versões civis que os próprios soldados adquirem em e-commerce.

Em um exercício conjunto que uma vez participei com unidades SOF de 4 países alguns desses dispositivos eram comuns

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Rayan
3 meses atrás

eles são muito caros para o soldado padrão…

Um “bump helmet” de fbra de carbono opscore, sem ser a versão balística, custa mais de 700 dólares…

EOTECH e Aimpoints custam desta faixa para cima..

Podem até ser contrabandeadas as versões civis para a Rússia, mas compradas individualmente eu acho muito difícil pelo valor.

Rayan
Rayan
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

A última opção é uma possibilidade…teu posicionamento é pertinente

Teropode
3 meses atrás

Eu tô dizendo isto a milênios, a vantagem russa está nos números e não na qualidade do material humano , e podem chorar a vontade , , a Ucrânia explora os flancos de maneira maestral , só resta aos ruissdos bombardear em civis pra ver se conseguem uma rendição , vai ter que usar armar nucleares , no braço não vai dar conta …

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Teropode
3 meses atrás

estou enojado!

Augusto L
Augusto L
3 meses atrás

Bem que o pessoal que era do exercito que comentava aqui sempre falou das capacidades que os comandos tem em guerras assimétricas.

Talvez esse seja o trabalho de treinamento externo mais eficaz do USSOCOM.
Em 8 anos criaram uma força especial aliada extremamente eficaz

MAB
MAB
3 meses atrás

Quando postaram sobre as Sptesnaz aqui na trilogia, eram beijos, suspiros, bilhetes de casamento. Agora a trilogia pública sobre o outro lado e a papagaiada ZZumbi delira com olhos esbugalhados , enraivada, “é tudo mentira, seus imparciais”. “Imprensa ocidental mentirosa e comprada”. Tem que escrever os textos com bastante figurinhas, talvez assim consigam entender algo. Parece jardim de infância. A impressão que dá é que estes “adultos” não chegaram nem a terminar o secundário. Uma coisa é fato. Se o Putin tivesse feito este movimento em 2013/2014 muito provavelmente o resultado que ele queria teria sido alcançado. Motivação e treinamento… Read more »

Persan
Persan
3 meses atrás

Oque está salvando a Rússia é sua capacidade de dissuação nuclear pois seu exército além de não se mostrar eficiente no campo de batalha está sendo motivo de zombaria na maioria dos países ocidentais. De nada adianta ter um estrategista no comando se a execução é péssima. Se não fossem as armas nucleares, a Rússia com esse desempenho nas atuais batalhas ja teria sido invadida pela OTAN ou pela Polônia sozinha abrindo novas frente de batalha. Onde está o poderoso exército russo ? Não vimos nada de poderoso, vimos erros de estratégia, logistica ruim, tropas se rendendo ou abandonando equipamentos… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
2 meses atrás

A guerrilha Ucraniana segundo o texto se mostra extremamente eficaz, inclusive antagoniza com outros textos do blog em que um especialista da Cia diz que o exército Ucraniano já está praticamente liquidado. Talvez pq, por mais eficaz que seja a guerrilha Ucraniana, simplesmente não poderá mudar o rumo da guerra, visto que sua função é trazer o máximo de baixas para a Rússia mas sem meios apropriados para de fato vencer. Parabéns aos guerrilheiros, contudo a derrota é quase certa.

Diógenes
Diógenes
Reply to  Rodrigo
2 meses atrás

Se isso fosse verdade, o exército Russo já teria tomado Kiev e Odessa. Que permanecem de pé! A derrota do exército convencional Ucraniano é uma questão de tempo (mais tempo do que Putin calculou), mas as táticas de guerrilha seguirão. Para o Putin conseguir uma rendição da Ucrânia só usando armas de destruição em massa. Ele já vem plantando desculpas para utilizar tais armas, só que isso provavelmente envolverá resposta armada da OTAN. Não vai ser bom para ninguém chegarmos a esse ponto

Denis
Denis
2 meses atrás

Daqui a pouco, a guerra será um tipo de Counter Strike: um grupo especial contra o outro. Parece um filme dos anos 80 que assisti quando criança, onde EUA e URSS elegiam seu melhor soldado para uma guerra de dois homens, um contra o outro. o vencedor ganharia a guerra. Não lembro o nome do filme.

Last edited 2 meses atrás by Denis

Últimas Notícias

Stoltenberg: Diálogo amplo entre Rússia e OTAN não é mais possível

BRUXELAS, 27 de junho. /TASS/. A Otan e a Rússia devem preservar as linhas de comunicação, mas um amplo...
- Advertisement -
- Advertisement -