quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

A Marcha da Insensatez

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Prof. Dr. Ricardo Cabral*

Desde o fim da Guerra Fria, Rússia e os Estados Unidos e seus aliados tem rasgado tratados e subvertido a Ordem Internacional, desrespeitados as Leis Internacionais de acordo com os seus interesses.

A Rússia invadiu a Ucrânia faz um mês, antes e durante todo esse período a liderança dos Estados Unidos e dos principais países europeus só tem demonstrado sua incompetência em lidar com o tema.

Vamos deixar bem claro, que nada justifica os russos terem invadido a Ucrânia. Deveriam ter esgotado todas as possibilidades de negociação diplomática a fim de superar seus problemas e encaminhar à arbitragem internacional. Mas para Moscou isso seria muita humilhação, pois trata-se da segunda maior potência nuclear do planeta. Então resolveram que, de acordo com seus interesses nacionais, a Ucrânia deveria ser punida pela insolência de contrariar os desejos da Rússia, em uma atitude típica do século XIX e do início do XX.

No entanto, a Rússia tem toda a razão em reclamar da quebra de acordos verbais ou não, sobre a expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte em direção ao Leste Europeu, pois confiança e credibilidade são as bases da diplomacia e da política internacional.

Na percepção dos russos, a Otan não foi extinta como o Pacto de Varsóvia, porque ela é direcionada contra a Rússia. Todas as tentativas russas de se integrar economicamente, em condições de igualdade, com a Europa Ocidental foram sabotadas pelas principais lideranças europeias e norte-americanas, dos russos só interessavam as commodities e o mercado consumidor. Suas demandas de segurança foram ignoradas em cada integração (legítima diga-se de passagem) das antigas repúblicas socialistas à Otan e a UE.

Desde 1991, os Estados Unidos e seus aliados rasgaram o direito internacional promovendo guerras ilegais, destruíram Estados baseados em informações falsas, assassinaram milhares de inocentes nas suas Guerras contra o Terror, de libertação, humanitárias e por aí vai, todas “justas”. Os grupos extremistas políticos e religiosos que o Ocidente financiou e treinou por anos na sua luta contra o comunismo, sem o comunismo para combater, “descobriram” quem era o seu verdadeiro inimigo e se voltaram contra seus antigos aliados.

O neonazismo é fruto da omissão, principalmente, dos norte-americanos que relevaram crimes e inocentaram criminosos de guerra, banalizaram o mal a fim de que esses delinquentes (muitos deles psicopatas) fossem empenhados na luta contra o comunismo. Grupos neonazistas tem raízes profundas na Ucrânia, a estátua de Stepan Bandera, a glorificação da Divisão SS Galiza e o Batalhão Azov (entre outras milícias) estão à mostra, mas os políticos e a mídia ocidental insistem em não ver. O resultado desse acordo com o mal, está aí para todos verem.

E os russos? Fizeram a mesma coisa em uma escala menor na Chechênia, na Abecásia, na Geórgia, no Azerbaijão, nos cyber attacks contra vários países.

As grandes potências, especialmente as nucleares, agem contra as leis internacionais e desrespeitam a soberania nacional, sempre que seus interesses são contrariados. As “justificativas” são pífias.

Voltemos a Ucrânia. Crimes de Guerra com certeza russos e ucranianos estão cometendo, mas se vamos falar sobre isso que tal começarmos julgando George W. Bush por ter declarado guerra com justificativas falsas e Barack Obama por sua ofensiva com drones que condenou à morte, sem julgamento, de dezenas de indivíduos e causou centenas de “causualties”, hum?

Desde o começo as respostas dessas lideranças Ocidentais e outras, foram sanções cada vez mais duras e incomuns, além de enviarem armas e mercenários(?) aos ucranianos, numa verdadeira guerra por procuração com os russos, às custas da destruição da Ucrânia.

Estamos vendo uma inédita tentativa de cancelamento e isolamento político, econômico e social da Rússia e dos russos, o nome disso é discriminação e um tipo de xenofobia pós-moderna, bem típico da atual conjuntura.

São vexatórias as ofensas pessoais de Biden à Putin, seria senilidade? Pois argumentos para condenar os russos não faltam, ainda que seja muito cinismo. As ameaças a outros países para aderirem ao boicote e ao cancelamento sem sentido da Rússia e dos russos, nos lembra a “política das canhoneiras”. Não é assim que se faz diplomacia.

Por outro lado, vemos fortes interesses econômicos do “campeão da democracia” aprofundando os laços de dependência e subalternidade dos europeus em nome da ordem internacional, a qual eles são ao mesmo tempo principal fiador e contestador.

Nenhuma das lideranças ocidentais se preocupou em apresentar propostas concretas aos russos para que cessem as operações militares, muito pelo contrário aumentam o tom das ameaças acuando ainda mais o Urso e esperam que ele não reaja…sério?!!!

A continuar com essa estratégia, isso não vai acabar bem para a Humanidade.


*É editor da Revista Brasileira de História Militar e do site História Militar em Debate. Possui graduação em História pela Universidade Gama Filho (1993), mestrado em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) e doutorado em Programa de Pós-Graduação em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013). Foi professor da Escola de Guerra Naval, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e analista de relações internacionais na Amazônia Azul Tecnologias de Defesa. Atua principalmente nos seguintes temas: história militar, geopolítica, relações internacionais e estratégia.

- Advertisement -

144 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
144 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilo
Nilo
3 meses atrás

“Vamos deixar bem claro, que nada justifica os russos terem invadido a Ucrânia. Deveriam ter esgotado todas as possibilidades de negociação diplomática a fim de superar seus problemas e encaminhar à arbitragem internacional.”, Sai do imaginario e passe a olhar o jogo geopolítico com realismo. “Ucrânia deveria ser punida pela insolência de contrariar os desejos da Rússia, em uma atitude típica do século XIX e do início do XX.” Como foi punida o Iraque, a Síria, o Afganistão, diria, uma análise de colegial. Reafirmo o que disse, Tanto EUA e Rússia, não relativisam sua percepção de segurança nacional, isso fica… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Nilo
Agnelo
Agnelo
Reply to  Nilo
3 meses atrás

De onde vc tirou isso sobre o Brasil?
Vc já leu a PND e a END do Brasil?
Aliás, vc sabe o q são a PND e a END?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Agnelo
3 meses atrás

Aquilo ali n tem serventia alguma…

Alias até serviu..

Ta lá a turma de branco enrolada com o SubNuc..

Agnelo
Agnelo
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

Se serviu ou não, cada um com sua opinião.
Quem entende do assunto, tenho certeza q aprende e entenderá muito ao ler.
Mas uma coisa está bem óbvia, não há absolutamente nada sobre comunismo x democracia e esse bla bla bla.

Camargoer.
Reply to  Agnelo
3 meses atrás

Olá Agnelo. De fato, a PND e a END são claras sobre a prioridade dada para a ação diplomática como meio de solução dos conflitos internacionais e o poder militar como meio de dissuasão. Ela também deixa claro que a prioridade estratégica de defesa brasileira é o Atlântico Sul, incluíndo a costa atlântica da África e os países do cone sul.

Bille
Bille
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

São dois documentos que já nasceram obsoletos e burocráticos.
Não tem serventia alguma, não dão linhas, não asseguram investimentos, peças de ficção por gnt que não sabe o que quer.

Poderiam existir com uma finalidade muito mais eficaz, mas aí muita gnt teria que trabalhar…

Camargoer.
Reply to  Bille
3 meses atrás

Caro Bilie. A PND e a END mencionam a necessidade de regularidade de financiamento das forças armadas, mas o documento que regulamenta o orçamento é a Lei de Diretrizes Orçamentárias, que é anualmente submetida pelo Executivo e votada pelo Congresso. A edição mais recente da END/PND é de 2020.

Alecs
Alecs
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Perfeito!

dfa
dfa
3 meses atrás

Não querendo tomar partido de A ou B e apesar de discordar em algumas partes do artigo.
Só prova que o Brasil tem que encontrar um caminho diferente e formar um novo bloco aparte dos EUA, Rússia e China.

Last edited 3 meses atrás by dfa
Nilo
Nilo
Reply to  dfa
3 meses atrás

Disse tudo, não mudo uma vírgula, porém o caminho a trilhar é longo e ela não deve ser um modelo Europeu, que apresenta muitas falhas, sujeitar as diretrizes de segurança do Brasil a Argentina ou Paraguai. ou…… ficariamos no mesmo lugar que estamos ao subornar-se ao EUA ou qualquer outra potência.

Last edited 3 meses atrás by Nilo
Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Nilo
3 meses atrás

O modelo europeu tem muitas falhas… O brasileiro então fødęû

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  dfa
3 meses atrás

Com certeza, porém numa “Cisão,” a qual você propõe, pode desagradar e muito financeiramente o Tio Sam, logo represálias de todas as formas viriam, surgiriam.

Nilo
Nilo
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Porém é um obstaculo, que congela ações efetivas que não só ficamos passivel de represálias do sistema financeiro americano com também da sistema financero da Faria Lima.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Esses, FL, ditam regras.
Sds

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Estes “FL” é o que geram emprego no Brasil e mesmo que você seja mais um funça sugador, são os impostos que eles geram que pagam os eu salário.

Nilo
Nilo
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

O que gera emprego é o chão de fabrica, são as prestadoras de serviços, quando uma Avibrás pede falência, pela lei de mercado se não tiver capacidade de assumir os passivos fecha, vira sucata. Como foi a Engesa. O governo americano não le essa cartilha quando se trata da Boeing ou Lockheed Martin..a lista é extensa. O que gera emprego é política de Estado.

Last edited 3 meses atrás by Nilo
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  dfa
3 meses atrás

Brasil e quem ? Dai uma sugestão…

Henrique
Henrique
Reply to  dfa
3 meses atrás

Concordo mas não diria formar um bloco e sim ter uma “Política de Estado” de fato forte e estratégica e estruturar nossa educação técnica, infraestrutura e tecnologia de forma a não dependermos dos outros como SEMPRE dependemos.
Pra isso seria bom aprendermos com o exemplo Chinês que em três décadas dominou a indústria mundial absorvendo as tecnologias e matrizes industriais do ocidente.

Mosczynski
Mosczynski
Reply to  dfa
3 meses atrás

Formar bloco? Brasil em se tratando de geopolítica é igual a tucanos, quer fazer política sem sair de cima do muro.
Quando você fala em formar bloco vai ter que em algum momento discordar de EUA, Rússia e China e Brasil está longe de tomar alguma posição.

Nico88
Nico88
Reply to  dfa
3 meses atrás

Pra isso precisa ter: 1) Gente séria e capaz no comando. 2) Crescimento econômico e melhorias nas condições de vida da população. 3) Tecnologia própria. 4) Força militar. Todos esses quatro objetivos passam necessariamente pela melhoria da educação. A base de uma potência é sua população bem educada e preparada.

Jorene
Jorene
Reply to  dfa
3 meses atrás

Ser neutro, pragmático e independente, com forças armadas fortes, a grosso modo algo como uma Suécia, Índia e Suiça..

Antunes 1980
Antunes 1980
3 meses atrás

Tratado internacional e independência dos países é papo furado.
O mundo nunca seguiu isso! E tem doutor, professor e político que se diz defensor da democracia.

A democracia não existe. O que existe é a lei do mais forte.

Podem ver, quem fala democracia, estado democrático de direito é ingênuo ou canalha !

Last edited 3 meses atrás by Antunes 1980
Lucas
Lucas
Reply to  Antunes 1980
3 meses atrás

Acho que isso é “exclusão do meio termo”.
Não é bem assim.
Acho que existe democracia mas não nem perto de tão plena como vendem ela.

Camargoer.
Reply to  Lucas
3 meses atrás

Olá Lucas. Como tentei explicar, democracia não existe porque é um processo no qual as pessoas optam por viver sobre regras construídas sobre quatro ideias simples. Que o poder emana do povo, cuja soberania deve ser respeitada. Que as pessoas são iguais perante a lei e que esta deve ser respeitada. Que toda lei deve ser respeitar os direitos humanos em sua essência humanista. Por fim, que a sociedade é transitória e que cada geração deve preservar o ambiente para as gerações seguintes.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

“Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim” Millôr Fernandes.

Camargoer.
Reply to  Agressor's
3 meses atrás

Caro Agressor. MIlllor era um frasista sensacional, mas acredito que, como todo gênio, as pessoas levam mais a sério o que ele escreveu do que ele mesmo levava.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Boas frases enganam. Como os franceses dizem, ‘plus royalistes que le roy’, que a gente traduziu mal por ‘mais realistas que o rei’ quando deveria ser ‘mais monarquistas que o monarca’.

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Camargoer.
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Ola Alex. Eu gosto da versão “mais católico que o Papa”. Parece que traduz perfeitamente o sentido da frase.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Sim, mas é sempre melhor deixar política e religião separadas. 😉

Camargoer.
Reply to  Antunes 1980
3 meses atrás

Caro Antunes. Ao longo da história humana, os pequenos grupos familiares onde havia um ambiente de colaboração cresceram e se tornaram civilizações, geralmente em torno de classes privilegiadas. A democracia moderna é algo novo na historia humana e é melhor compreendida como um processo construído exatamente para se opor á barbárie e á opressão do poder, seja poder econômico ou político. A democracia é um estágio elevado da sociedade, ao ponto de ser incompreendida pela maioria das pessoas. De certo modo, a democracia não existe porque ela não È. Como processo, ela não existe. O que existem são as pessoas… Read more »

Faver
Faver
Reply to  Antunes 1980
3 meses atrás

Ficou na moda falar mal da democracia… Experimente colocar um prefeito sem chance de troca por 20 (ou mais) anos para você ver o que acontece… Democracia é dar chance a voto e se está ruim troca. Estado democrático de direito é dar a oportunidade de voto aos cidadãos do municipio (estado ou país) em questão. Sair disso é ditadura ou monarquia e pode ser muito ruim. Imagina um Collor ou Sarnei governando sem prazo para sair?

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Faver
3 meses atrás

Democracia como mero mecanismo eleitoral não honra o princípio da autoridade e soberania do povo. Os eleitos rapidamente se isolam em seus circuitos ao mesmo tempo que vilificam aos eleitores lançando-os ao deboche do desamparo, da desorientação, da diversão ruim e da punição generalizada.

Faver
Faver
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Sim, Alex, não honra porque o sistema democrático permite a eleição dos representantes que vão definir as bases/leisdo que é autoridade e soberania de um povo. Não dá para confundir a democracia com o conjunto de leis de um local. Você pode até querer algo, mas para isso vai ter de mobilizar outros e propor via o seu representante um projeto de lei. Nos outros sistemas isto não ocorre bem como os eleitores não existem. Bem ou mal os representante morrem de medo dos eleitores tomarem ciência de seus atos.

Antoniokings
Antoniokings
3 meses atrás

As declarações de Biden foram catastróficas.
Só mostram como os americanos não estão sabendo como lidar com a situação.
Estão desnorteados.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

3 dias.. um mês…

Estes ai estão bem orientados 😉

Cadu
Cadu
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Biden fala para o público interno Americano. E onde ele encontra apoio, até o Trump já condenou a invasão russa, devida a pressão de parte do seu eleitorado. Políticos são políticos.

Alecs
Alecs
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Tonho da Lua, se você falasse isso de algum, ou alguns países europeus, eu poderia até concordar em parte. Agora, os Estados Unidos desnorteados? Eles não vão ter problemas de abastecimento de energia e nem de produção agrícola. Com a alta do preço do petróleo as empresas americanas vão lucrar também. Eles não dependem de tecnologias importadas… Vão continuar fornecendo armas para Ucrânia e também vão continuar vendendo armas para seus aliados, inclusive vendendo mais graças ao Putinho. Eu não devia, mas vou te ajudar, como diria o professor Raimundo kkkkkkkkk Pense por pelo menos alguns segundos antes de deixar… Read more »

Camargoer.
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Caro AntonioK. Assim como Trump, Binden é incapaz de assumir uma dimensão de estadista. Uma pena. O mundo carece de estadistas.

darcyfacundo2@gmail.com
darcyfacundo2@gmail.com
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Estadista defende seu país não é?

Camargoer.
Reply to  darcyfacundo2@gmail.com
3 meses atrás

Caro Darcy. Acho que imaginar que um “estadista defende o seu país” é pouco. Um Estadista é capaz de mudar o mundo para o bem. São raros. A maioria dos governantes são políticos medíocres e alguns nem isso.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Parece que a fábrica desses tais.
Ou fechou ou está em greve.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Os Estados Unidos. Outrora, modelo dos ideais democráticos. Está sendo governado por gente simplesmente incapaz de entender um contexto e tomar decisões.

Camargoer.
Reply to  Antonio Palhares
3 meses atrás

Olá Palhares. De fato, os presidentes dos EUA ao longo do Sec.XXI foram todos medíocres. Talvez Obama tenha sido o mais preparado mas ele também foi incapaz de romper a capa da mediocridade da política interna dos EUA. Talvez o problema nos EUA esteja no aparelhamento das máquinas partidárias. Eu ainda fico assombrado como o Partido Republicado entrou na aventura trumpista.

George
George
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Reforçando. A guerra de três dias já passou de 30 e os russos estão longe de conquistar a Ucrânia.

MFB
MFB
3 meses atrás

Tratados internacionais somente são obrigatórios para os fracos. Para quem tem grandes exércitos e muitas armas nucleares, isso não passa de uma papel higiênico quando não é conveniente. A Rússia foi sim pressionada ao limite, eu reconheço isso, mas essa operação militar COVARDE não irá melhorar a situação. O caminho para mudar essa pressão da OTAN sobre a Rússia é outro. Deveriam fazer consultas com o chineses para aprender paciência, resiliência, etc.

Last edited 3 meses atrás by MFB
Cadu
Cadu
Reply to  MFB
3 meses atrás

Os chineses tem uma outra visão sobre política externa, e estão expandido sem precisar fazer guerra.

Agressor's
Agressor's
Reply to  MFB
3 meses atrás

CUBA armada com mísseis e armas apontados para os EUA também é democrático, CUBA é um PAÍS soberano.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  MFB
3 meses atrás

MFB.
A Ucrania estava prestes a colocar o pior e mais armado inimigo Russo dentro do seu território. A finalidade era realmente enquadrar e submeter a Rússia. Ai o Putin não deixou. O bandido agora é o Putin.

Ivanmc
Ivanmc
3 meses atrás

Peço licença aos nobres editores do site, forte, para colocar esse link.

https://southfront.org/shocking-evidence-of-ukrainian-regimes-essence-video-21/

Last edited 3 meses atrás by Ivanmc
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Eu vi esse vídeo.
Nazistas sendo nazistas.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Pois é, nobre Antoniokings.

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Essas cenas são terríveis , não há nada que justifiquem e os responsáveis devem ser descobertos e punidos, mas você é um dos que apoia crimes cometidos contra prisioneiros.
Há uns dias atrás estava me sugerindo abrir uma amoladouro de facas na Ucrânia porque os prisioneiros ucranianos seriam degolados e eu poderia ganhar um bom dinheiro.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
3 meses atrás

Cada morte nessa guerra, ucraniano e russo, civil e militar, inocente ou criminoso, deve recair sobre os ombros do czar.
Foi ele e seus cães de guerra , alguns aqui no Brasil, que mandaram avisar os ucranianos que não haveria perdão e que seriam degolados.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Bosco
3 meses atrás

Se você for parte interessada pela manutenção da guerra essa propaganda faz sentido.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Bosco
3 meses atrás

O certo mesmo era deixar os nazistas cometerem crimes contra os de etnia e falantes de russo!

Bosco
Bosco
Reply to  SteelWing
3 meses atrás

Quais provas inegáveis o Putin apresentou além de fotos de bandeira de suástica? *Que diga-se de passagem fotos hoje não valem absolutamente para nada como prova. E em havendo, os crimes seriam de tal monta que justificaria o que está sendo feito? Ainda que justificasse, qual método o Putin usou para tentar resolver o problema e defender os “falantes de russo” dessas atrocidades utilizando a via não bélica? Em sendo de nível que justifique uma ação bélica e em Putin tendo exaurido os recursos legais, porque ele usou como desculpa o fato da expansão da OTAN para o leste. Afinal,… Read more »

SteelWing
SteelWing
Reply to  Bosco
3 meses atrás

o pior cego é o que não quer ver, não é só o Putin que diz que são nazistas não toda a mídia, inclusive ocidental sabe. você sabe que são nazistas e tá com vergonha de assumir que torce pra eles mesmo assim. vai lá na Ucrãnia defender os nazistas bosco… ah esqueci, eles não aceitam brasileiros, aliás os nazistas nem gostam de latinos como você e querem extermina-los, aliás, todo que não são europeus brancos… Pena que sua torcida por eles não é recíproca kkk… Mas você está certo, o presidente Putin deveira ter dito: “Por favor nazistinhas, parem… Read more »

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

tem vídeo muito pior dos russos e bem mais antigo, do início da guerra.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Quem depende da misericórdia de Deus está seguro. Já quem depende da misericórdia dos homens!

dfa
dfa
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

O que você faria a um soldado inimigo, se soubesse que cidades Brasileiras estivessem reduzidas a escombros e que centenas de civis tivessem sido mortos?
Deixo esta pergunta para reflexão.
Os russos que voltem para a terra deles e que deixem a dos outros em paz.

Last edited 3 meses atrás by dfa
Fabricio Lustosa
Reply to  dfa
3 meses atrás

Os russos tb tem um monte de prisioneiros ucranianos sabia? Muitos do tal Azov inclusive. Ao verem como seus soldados prisioneiros são tratados vai valer a retribuição? Né?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Fabricio Lustosa
3 meses atrás

Sim, os Russos são um exemplo de como se tratam os prisioneiros de guerra (ironia). Basta ver quantos, na 2GM, regressaram à Rússia e quantos regressaram às suas casas. Nem mesmo os seus próprios soldados escaparam…
E os “indignados” por estas notícias, nazis de um outro país, estavam todos contentes com a ameaça dos chechenos e o que eles faziam aos prisioneiros.
Agora os nazis são os outros…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Não, os russos fizeram isso com os seus compatriotas capturados pelos alemães e depois soltos no final da guerra. Regressaram à Rússia mas muitos não regressaram a casa. É o que dá ter um líder sanguinário no poder… Sobre o tratamento dado aos prisioneiros pelos dois que venha o diabo e escolha. Mas havia um outro lado que era diferente. Eu não justifico nada. O que faço é demonstrar a incoerência que varia de acordo com o lado. Quem justifica esta brutalidade são os poucos que apoiam esta guerra. E o que é que o senhor defende? Os EUA invadir… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Engraçado! Acho que já vi você citando Hiroshima e Nagasaki e até o massacre dos índios americanos e a anexação do México pra justificar ações do Putin ou coisa que o valha.

Camargoer.
Reply to  Fabricio Lustosa
3 meses atrás

Fabrício. Você está confundindo a Rússia do Sec XXI com a ex-URSS de meados do Sec XX. São países completamente diferentes.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Fabricio Lustosa
3 meses atrás

Nem queira ver como os chechenos tratam os prisioneiros azovs, uma barbaridade assim como nesse vídeo que foi postado acima.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  dfa
3 meses atrás

Compreendo e respeito a sua opinião.

Last edited 3 meses atrás by Ivanmc
Anderson
Anderson
Reply to  dfa
3 meses atrás

Meu nobre, a um soldado (inimigo ou não) restam poucas opções:

A4FCEF33-A3D7-42E5-9F58-1287EC7B4CA0.jpeg
Nilo
Nilo
Reply to  dfa
3 meses atrás

Justificou o ato covarde de assissinato, a soldados já rendidos e algemados, neonazistas vagabundos, que se pegos vivos sejam entregues ao tribunal, presos.

Last edited 3 meses atrás by Nilo
pedroctba
pedroctba
Reply to  dfa
3 meses atrás

Quando a Jessica Lynch foi feita prisioneira no Iraque, vc teve esse mesmo julgamento? Ja imaginou se no filme do “Grande Heroi” os Afegãos daquela vila tivessem entregue o soldado americano ao Talibã ou eles mesmos terem cortado a cabeça do fulano no cepo? Certamente vc ficou p da vida quando o ISIS decapitava americanos e ingleses, mas achou certo agora fazer o mesmo?

Bom, certamente vc e quem lhe apoia são do mesmo tipo dessa escoria que vc apoia.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

E dá-lhe propaganda, se estão mostrando há interesse, neste caso criar ódio e ressentimento. Será um destino sombrio pra um povo irmão.
Parabéns ai aos levantadores de pompons (não os comentaristas do site, falo dos que realmente tomam decisões).

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Prezado, eu creio que a propaganda seria para todos os lados. Um com intuito de ameaçar, e, o outro de divulgar como vítimas… e por aí vai…

Last edited 3 meses atrás by Ivanmc
carcara_br
carcara_br
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Concretizando se fizerem circular entre os russos numa população de 140 milhões de pessoas vão conseguir alguns milhares com sangue nos olhos doido pra darem o troco.

Nilo
Nilo
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Esses atos de barbarie não vem de agora, em Odessa em 2014 queimaram vivo 30 civis em uma sede de sindicato, atiravam nas canelas de civis. Tudo financiado com dinheiro americano, colocam armas nas mãos para matarem uns aos outros.
Nesta hora estão todos os solddados assissinados e jogados em uma vala comum que ninguem vai encontrar.

Last edited 3 meses atrás by Nilo
Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Pois é, terrível.

Abel
Abel
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Kkkk lá vem o south

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Abel
3 meses atrás

É o seu ponto de vista, Abel. Porém, é um site informativo.

Lucas
Lucas
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

so they realize that this is not a war between Russia and Ukraine, (…), but the war between good and evil.”
LOL
Se vc estiver procurando uma “luta do bem contra o mal” vc vai encontrar.
Mas não quer dizer que seja verdade.

Lucas
Lucas
Reply to  Lucas
3 meses atrás

No fim, isso é uma guerra. As pessoas estão se matando.
Que tipo de coisa vc acha que tá acontecendo lá?
Eles tão tomando chá com os prisioneiros?

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Lucas
3 meses atrás

Ok.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Lucas
3 meses atrás

É a sua opinião, prezado Lucas, eu respeito.
Sds

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Tirando o saco na cabeça, que não é legal porque causa sufocamento não intencional, ainda mais no caso do cara ser asmático, e, tirando também o caso do tiro no pé (que pode até ser justificado dependendo do contexto, não sei se é o caso)… então, nada de novo no front. Infantaria amigão, isso ai não é força aérea não. Tudo normal. Agora tem que ver também se os uniformes não foram trocados e o vídeo não é uma fraude. O SouthFront está infestado de fraude. Sobretudo as fotográficas. Hoje em dia qualquer foto dita chocante de guerra é altamente… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Reinaldo Deprera
3 meses atrás

Sim, temos que considerar certas hipóteses.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Reinaldo Deprera
3 meses atrás

Sim, temos que filtrar as matérias que lemos hoje em dia.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Nornal, o povo aqui assiste Rambo 3 e torce pros talibans kkk contra o russo malvadao!, depois descobrem que os talibans na vida real são muitos piores, mas todos torciam “pelos guerreiros da liberade” armados e financiados pelos EUA. Mesmo coisa agora, o pessoal torcendo pelos nazistas contra os russos, daqui um tempo vão dizer que os nazistas são maus, na própria TV que eles assitem. https://www.bbc.com/portuguese/internacional-58450823 Reportagem sobre mulheres afegã nos anos 70 antes do Talibã, os “guerreiros da Liberadde”. Agora é a mesma coisa, no lugar do filme do Rambo tem um filme da Netflix, com os “guerreiros… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  SteelWing
3 meses atrás

Pois é. E também, no filme Rambo 3 tem uma cena bem curiosa, antes do 11 de setembro, tinha uma referência ao Mujahidin, dizia: …”esse filme é dedicado aos heróicos guerreiros do Mujahidin!”…
Agora, diz: …”Esse filme é dedicado ao bravo povo do Afeganistão!”…
.
As coisas mudam pelos interesses.
.
Sds

SteelWing
SteelWing
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

vai ter a mesma coisa no filme da Netflix sobre a Ucrânia kkk

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

IvanMc

Eles estão apenas repetindo o que EUA fizeram em Guantánamo, aquela sargento fez no Iraque…

Nazi, sendo Nazi. E agora…? Será crime de guerra?

Trágico, Trágico…

Sgt Moreno

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Claudio Moreno
3 meses atrás

Sem dúvidas, prezado Sgt Moreno.
.
Sds.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Isso é muito ruim, realmente crimes de guerra, infelizmente isso acontece dos dois lados.
Espero que essa guerra acabe o quanto antes, está sendo uma carnificina para ambos.

Tutor
Tutor
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Será que os russos estão tratando os prisioneiros ucranianos com flores e sopinha quente para aquecer do frio? Hipoteticamente, se você visse sua cidade destruída, sua família fugindo sem saber para onde ir, se vai comer ter o que comer no outro dia etc; de repente conseguisse colocar as mãos em parte das tropas que estão fazendo isso contigo, qual seria sua reação? Nem responda, porque ou tu vais mentir; ou, não passando isso na pele, a resposta não será aquela que corresponda ao ato daquilo que realmente faríamos. As imagens não bonitas, mas, a guerra de certa forma é… Read more »

Nilo
Nilo
3 meses atrás

Não estamos mais em guerra fria, após os comentários de Joe Biden. Macron afirmou que não usaria os termos do presidente americano Joe Biden ao se referir ao Putin como açogueiro.
https://twitter.com/infofrance3?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1508031305157591047%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url= “não devemos ceder a qualquer escalada” em entrevista ao canal de televisão France 3.

Last edited 3 meses atrás by Nilo
Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Eu vi isso, na TV, surpreendentemente.

seuzénétiuôrqui
seuzénétiuôrqui
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Macron parece ser o menos insensato nessa loucura toda que os eua criaram.

Nilo
Nilo
Reply to  seuzénétiuôrqui
3 meses atrás

Nesta reportagem mostrou brio, saiu do silêncio taciturno, em que estava por Putin não acatar suas idéias de negociar com facilidades para Zelensky, esta vendo que Biden está colocando a Europa em uma armadilha econômica. Acharam que Putin não iria aguentar o tranco, e que retrocederia, fornecendo energia barata para Alemanha, a Europa sem a força industrial e produtora é impensável.

Mosczynski
Mosczynski
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Macron e’ um exemplo de negociador. Ja falou umas 6 vezes com o Putin, chamou o outro cone que e’ o Chanceler alemao para conversar e o Putin continua mandando aco na populacao ucraniana.
Macron tinha que fazer a sua licao de casa e mandar Leroy Merlin, Decathlon e Auchan sairem da Russia para mostrar que realmente estao engajados nessa guerra.

Material arquivo
Material arquivo
3 meses atrás

A existência do Putin, querendo anexar terras com falantes russos (dito por putin várias vezes…semelhante a hitler) da mais fundamentos ainda para a existência da OTAN. A Rússia inverte a realidade com esse discurso, a verdade é que há anos a Rússia vem desestabilizando a região leste da Europa e ameaçando vários países. Não tem o que inventar, basta ver os governos fantoches que existia na Ucrânia e na bielorussia atualmente. O putin não é um presidente normal ds Rússia, o sujeito tem visão expansionista e militarista, faz ameaças abertas contra países bem menores do leste europeu. A verdade é… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

“A existência do Putin, querendo anexar terras com falantes russos”, isso é da sua imaginação, anexou a Crimeia, base naval e de misseis russos, em nenhum momento demosntrou em suas falas querer anexar as duas republicas criadas ou qualquer outra parte da Ucrânia, faz uma afirmação falsa para desenvover ideias cheias de distorções.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Ata e a região de Donbass ocupada querendo referendo para integrar a Rússia? Quem tá na lua é você.

Abel
Abel
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

https://youtu.be/0xIY-6nqUoY ladrovisky. Ladrão mesmo

Alecs
Alecs
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

Perfeito!

Satyricon
Satyricon
Reply to  Material arquivo
3 meses atrás

Excelente comentário.

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
3 meses atrás

“Suas demandas de segurança foram ignoradas em cada integração (legítima diga-se de passagem) das antigas repúblicas socialistas à Otan e a UE” É impressionante como uma parcela significativa dos historiadores brasileiros se preocupa em olhar as “demandas de segurança da Rússia” ao mesmo tempo em que se recusam a olhar para as preocupações de segurança dos países do Leste Europeu (como se essas nações e seus povos fossem menos importantes). Nenhum dos membros da OTAN foram obrigados a entrar na aliança e tem todo o direito de deixá-la a qualquer momento. A pergunta que precisa ser feita é: por que… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Bruno Vinicius
pedroctba
pedroctba
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

As demandas de seguranças dos israelences podem neh? Ou dos proprios americanos que, em 2003 a mesma desculpa foi usada por Bushinho para invadir e destruir o Iraque. Quando Cliton e Blair bombardearam criminosamente a Servia, eles tambem não estavam defendendo os Kosovares, assim como os Russos o estão fazendo com o povo do Donbass?
Mas nesses casos ai é tudo de boa, pois quando é seu lado que faz é facil passar uma borracha do relativismo moral.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  pedroctba
3 meses atrás

Te desafio a encontrar um comentário em que eu defendi a invasão do Iraque em 2003. Não encontrará, pois eu nunca passei nem passarei pano para esse absurdo. A soberania dos países (incluindo do nosso) deve ser sempre respeitada (com raríssimas exceções).

Last edited 3 meses atrás by Bruno Vinícius
Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  pedroctba
3 meses atrás

Vamos lá, sabe porque Donbass tem maioria falante russa? Porque a URSS matou por Holodomor milhões de Ucranianos e colocou lá russos no lugar, Lennin proibiu a cultura e indioma Ucraniano. Stalin desocupou vilas inteiras de eslavos, Tártaros, Ucranianos em geral e enviou eles para zonas do interior da Rússia sob desculpa de dar a eles maiores porções de terras porém foram colocados em regiões onde só encontraram fome e morte. Nessa migração os Soviéticos procuraram realocar no lugar pessoas fiéis ao regime Soviético afim de minar a identidade dos povos que vivem na Ucrânia. A Rússia tá errada justamente… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Wellington Jr
Cadu
Cadu
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Nem só a questão de soberania, os países se voltam para o ocidente em busca de prosperidade econômica, coisa que os russos não tem condições de oferecer.

George
George
Reply to  Cadu
3 meses atrás

Se eu pudesse dava mil likes nesse comentário.

Alecs
Alecs
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Comentário perfeito, Bruno!

Mosczynski
Mosczynski
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Se na americana Fox News tem idiota apoiando o Putin, você acha que aqui no Brasil também não teria?

Satyricon
Satyricon
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Rapaz, a turma hj tá afiada, parabéns pelo comentário, Bruno.

Elisandro
Elisandro
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Na realidade do mundo, país militarmente fraco não tem “preocupações de segurança”. E é bem por este motivo que todos os países fracos do leste europeu correram para a OTAN.

Maurício.
Maurício.
3 meses atrás

A verdade é que as potências estão c@gan** e andando para tratados, só quem vive em um mundo encantado e paralelo acredita em tratados, e mais verdade ainda é que as potências nunca terão coragem para se enfrentarem diretamente, essa época já passou, depois das nukes é só guerra por procuração, as potências só chutam cachorro morto, e isso é um fato, seja você torcedor dos EUA ou da Rússia. De resto, que milagre que ainda não apareceu ninguém para reclamar da fonte ou para chamar o autor de vermelho, esquerdista, p tista ou alguma coisa com “ista”, já que… Read more »

Cadu
Cadu
3 meses atrás

“Nenhuma das lideranças ocidentais se preocupou em apresentar propostas concretas aos russos para que cessem as operações militares” é sério? Os russos querem basicamente o fim da soberania Ucrânia, se o países do ocidente concordarem estaremos vivendo o século xx como o próprio autor falou. A realidade é que a Rússia descobriu que não é a China, tão pouco os Estados Unidos e seus aliados. Os russos não tem nada que possa oferecer que seja interessante economicamente aos ucranianos, e esse conflito é consequência disso. Em relação ao nazismo ucraniano, é até sinismos, a Rússia está lotada de neonazistas e… Read more »

Abel
Abel
Reply to  Cadu
3 meses atrás

Vamos entregar Roraima a Maduro então…. Que texto https://youtu.be/0xIY-6nqUoY

Cadu
Cadu
Reply to  Abel
3 meses atrás

O que ele vai querer com Roraima? Que argumento!

Nilton L Junior
Nilton L Junior
3 meses atrás

Matou a pau, é marcha para insensatez que a estupidez permitiu acontecer.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Nilton L Junior
3 meses atrás

Voltemos a sensatez… Putin que mate os seus 50 nazis e volte para a Rússia..

Vai fazer isto ? Não!

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
3 meses atrás

Rodrigo talvez os Russos precisem de um pouco mais de tempo, nazista e assemelhados são como erva daninha por isso requer uma abordagem apropriadas, basta olhar o mapa da ocupação das forças Russas do território Ucrâniano.
Agora fato inconteste é que os nazista da Ucrânia não era um problema pra Russia quem fez esse favor de se tornar foram os próprios nazis com ajuda do comediante estimulado pela NATO e o preço dessa insensatez cedo ou tarde vai chegar aqui na America Latina, hoje é petroleo e gaz amanha pode ser agua com a desculpa de mudança climáticas.

Professor
Professor
Reply to  Nilton L Junior
3 meses atrás

Esta desculpinha de nazismo é igual a da piada do lobo e da ovelha, na beira do rio, onde o lobo dizia que ia comer a ovelha pois ela estava sujando sua água – a sábia ovelha lhe mostra então que ela bebe depois do local onde ele está…ai vem a sombra e tal, até o lobo perder a paciência e matar a ovelha pura e simplesmente….a Ucrânia e nem país nenhum é “Nazista”, eles foram varridos no fim da II Guerra. Ah mas existem grupinhos “neo” nazistas! Sim, nos EUA, pela Europa toda e inclusive na Rússia….como existem satanistas,… Read more »

Camargoer.
Reply to  Nilton L Junior
3 meses atrás

Caro Nilton. O nazismo foi um tipo de fascismo, talvez o mais atroz de todos os tipo de fascismo. Ele é bem caracterizado no tempo e no espaço. Acho um erro falar em “nazismo” hoje. O mais adequado seria “neonazismo” como um tipo de fascismo de inspiração nazista. Recomendo dois livro “Introdução ao fascismo” e “Fascismo eterno” para entender que apesar do nazismo ter sido vencido e superado, o fascismo é uma ameaça presente em praticamente todos os países e regimes, inclusive no Brasil.

Abel
Abel
3 meses atrás

Reservas da Ucrânia
como roubar uma mistura de Pará com Mato Grosso e Bolivia https://youtu.be/0xIY-6nqUoY

Lucas
Lucas
3 meses atrás

No fim não tem luta do bem contra o mal.
O mundo é um lugar confuso com várias vertentes.
Não é preto e branco. É escala de cinza.

ERNANI BORGES
ERNANI BORGES
3 meses atrás

Justo e perfeito.

Fernando
Fernando
3 meses atrás

Muito lindo, mas este texto deveria ter sido escrito no primeiro dia da guerra, porém naquele dia os especialistas estavam prevendo que em três dias a guerra acabaria.

Anderson Graça
Anderson Graça
3 meses atrás

Vejo ao longo desde o começo das hostilidades argumentos bem fundamentados de ambos os lados. O certo é que qualquer tipo de guerra ou invasão de uma nação soberana e pacifica cai por terra qualquer argumento mesmo que minimamente fundamentado. Seja a guerra no Iêmen, Iraque, Líbia, Síria, e agora na Ucrânia a população civil sofre e sonhos são interrompidos. Nessa especifica guerra quem ordenou a invasão foi o Putin e tudo que seja como justificativa para esse conflito se torna irrelevante e irresponsável. Esses Chechenos que estão lutando na Ucrânia são gente da pior espécie, são sanguinários e bárbaros.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
3 meses atrás

Mais uma vez boa tarde a todos os Senhores camaradas do Forte… É “florida” mesma a hipocrisia midiática e de 98% dos jovens de computador que aqui comentam… Agora que a “fatura está liquidada”, começam a chover artigos, publicações, professores, comentários de repúdio a insanidade da Ucrânia em crer que sería recebida de braços abertos pela “velha Europa” e seus novos amigos ex-pacto de Varsóvia. Quem se “fhodew” foi o povo ucraniano e Biden que mais uma vez, assim como no Afeganistão, demonstrou que canalhice envelhece (os garotos de computador eram lactantes ainda quando ele discursou que a Iugoslavia deveria… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Claudio Moreno
3 meses atrás

Disse tudo, Sgt Moreno.
A indução hipnótica da mídia leva ao transe coletivo.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Ivanmc
3 meses atrás

Falou e disse camarada IVANMC.

Sgt Moreno

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Claudio Moreno
3 meses atrás

É florida a ignorância de vossa excelência perante aos fatos. O Fato concreto é que Putin não estava nem aí para as negociações diplomáticas. Enquanto o Ocidente achava que iria achar um meio termo, Putin posicionava e equipava suas tropas. Enganado é quem pensa que ele invadiu por causa de Otan, nazi, povo russo ( que é uma mentira, quem conhece a história sabe que ali só se fala russo porque por décadas foi proibido falar Ucraniano e o que há de descendentes russos lá se dá pelo exterminio do povo Ucraniano), Putin invadiu porque podia e queria. O primeiro… Read more »

Pedro Morgado
3 meses atrás

Curioso que o autor se esqueça de dizer que existem mais organizações neonazis na Rússia do que na Ucrânia, muitas delas enquadradas no exército russo e milícias separatistas e que estão a participar na referida invasão: um dos líderes desses movimentos foi morto em combate faz poucos dias. Quanto à expansão da Nato para leste, são os próprios do ex-bloco de leste que pedem a sua adesão (com medo da Rússia), inclusive à União Europeia. Relativamente ao financiamento do Ocidente, cumpre informar que Moscovo tem vindo desde há vários anos a financiar vários partidos de extrema-direita existentes na Europa com… Read more »

paulotd
paulotd
3 meses atrás

Maior herança dessa guerra é a quebra de confiança no dólar. Vai ser cada vez mais difícil financiar a máquina de guerra do império. Ordem mundial vai mudar. Globalismo foi assassinado em 22/02

Camargoer.
Reply to  paulotd
3 meses atrás

Caro Paulo. Você confunde globalização com dolarização. Antes de o Guerra, o mundo já era extremamente globalizado, muito mais do que agora, sendo que a principal moeda era a libra. Após a II Guerra, com os acordos de Breton Woods, o mundo adotou o dolar lastreado no padrão ouro. Foi apenas nas década de 70 que o mundo passou a empregar o dolar como referência independente do padrão ouro. Após 50 anos, pode ser que a economia mundial busque um novo padrão, talvez uma cesta de moedas ao invés da exclusividade do dolar. Este novo arranjo ainda terá como objetivo… Read more »

George
George
3 meses atrás

Vietcrânia

Professor
Professor
3 meses atrás

Não existem santos na História…Roma dizia levar a “luz da civilização” aos bárbaros, mas levava mesmo era a espada, pilhagem e o estupro…Mas, dito isto, é importante frisar que os nazistas, os reais, de verdade, estariam dominando o mundo hoje se não fosse um país, os EUA. E antes que alguém apareça falando dos inúmeros sacrifícios do exército soviético, lembro que se não fosse a ajuda militar americana aos russos, que foi enorme, eles teriam sido chutados para além dos Urais e teriam perdido seu precioso petróleo de Baku….ou seja, teriam sido derrotados. E antes que falem das 2 armas… Read more »

Alexandre Galante
Reply to  Professor
3 meses atrás

Você esqueceu de citar a contribuição russa para acabar com a Alemanha nazista.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

A pois é…

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Professor
3 meses atrás

Ninguém se lembra da história professor. Gostam de usa argumentos que leem na internet como se fossem verdade e se esquecem da verdade. A muito tempo tento anular esse argumento falso aprendido nas escolas de que não era necessário o uso das bombas Atômicas. Stalin estava com a força de invasão pronta e deixou claro que o Japão deixaria de existir pois mataria até o último japonês. Se os EUA quisessem mesmo destruir os japoneses eles teriam atacado Tóquio com as bombas Atômicas e não cidades menores.

Mensageiro
Mensageiro
3 meses atrás

Não dá pra comparar as atitudes de uma ditadura sanguinária com as de uma democracia. Na democracia por mais que se teve a guerra contra o Terror (que nos livrou de muitos terroristas do Isis, Al Qaeda) teve imprensa livre denunciando abusos.
Na democracia ainda que com erros tem freios e contrapesos, na ditadura não.

Prefiro essa ordem mundial atual do que uma russo-chinesa escravisando o mundo não por meios econômicos mas por mortes, prisões, torturas, ameaças, fome, etc

Zé zinho
Zé zinho
3 meses atrás

Conversa mole! Colocar a ditadura do kremlin no mesmo patamar das democracias ocidentais é d’uma canalhice sem tamanho. Ora, se é humilhação para Rússia também era para Alemanha o corredor polonês. A Ucrânia é um país soberano e se associa com quem o povo determinar segundo as eleições honestas. Diz que é insensatez agora que a reação está derrotando as tropas do ditador mas quando a Rússia concentrou tropas e invadiu era só “exercício” né?

Last edited 3 meses atrás by Zé zinho
Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Banalização do Mal é uma expressão de Hannah Arendt que foi muito mal compreendida pela posteridade e, consequentemente, banalizada em generalizações que apagam o que havia de específico nela, seu gume, por assim dizer. De toda forma, essa banalização, a cooptação da vontade e anulamento da consciência sob o manto da autoridade irrestrita, é característica não apenas do nazismo/fascismo/totalitarismo mas também do capitalismo e corporações/instituições. Não consigo imaginar como o cancelamento das relações sócio/econômicas com uma nação possa lembrar a política de canhoneiras… é como o deslocamento inserido na frase ‘por a cara no fogo’ (em vez da mão, aquela… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Camargoer.
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Olá Alex. Você tem razão. Arendt usou este termo no livro sobre o julgamento de Eichmann em Jerusalém. A expressão é forte, talvez dai a sua popularidade, mas Arendt continua sendo mal interpretada. Recomendo muito o livro “Eichmann em Jerusalém” para compreender o contexto de sua expressão.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

E vamos deixar de blague, pessoal. Não tem convenção de guerra que funcione durante guerra total, onde o que é civil não se distingue do que é militar. Serve no pós guerra pra erguer a útil e conveniente fachada de legalidade e civilização numa civilização que tem um crush no crime a na barbárie.

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Aguiavelox
Aguiavelox
3 meses atrás

Os desenvolvimentos das hostilidades foram muito bem capturamos neste artigo:

https://www.fpri.org/article/2022/01/moscows-compellence-strategy/

Quanto ao Brasil, primeiro falta conquistar o espaço, 65 anos após o Sputnik. Antes disso, independência é um conceito inócuo, a mercê da pena das demais potências.

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -